Você está na página 1de 77

PROFESSOR

HÉLIO BOARETTO JÚNIOR


OUTUBRO/2004
INTRODUÇÃO ................................................................................................................1
Iniciando.......................................................................................................................2
Bateria ......................................................................................................................2
Memória Constante ..................................................................................................2
Reset ........................................................................................................................2
Sistema numérico.....................................................................................................2
Casas Decimais .......................................................................................................2
Testes ..........................................................................................................................3
1º Teste ....................................................................................................................3
2º Teste ....................................................................................................................3
3º Teste ....................................................................................................................3
Teclado.....................................................................................................................3
Cálculos .......................................................................................................................4
Funções Matemáticas ..................................................................................................6
Inverso de um Número [1/x] ....................................................................................6
Fatorial [ f ] [3 ] ........................................................................................................6
Parte Inteira de um Número [ g ] [%] ........................................................................6

Parte Fracionária de um Número [ ] [Δ%] ................................................................6


Potenciação [yx].......................................................................................................6
Regras de Potenciação:........................................................................................7
Exemplos: .............................................................................................................7
Radiciação [1/x] [yx]..................................................................................................7
Regras de Radiciação:.................................................................................................8
Exemplos:.................................................................................................................8
Logaritmos [ f ] [%T] ................................................................................................8
Porcentagem................................................................................................................9
Usando a regra de 3: ...................................................................................................9
Acréscimos e Decréscimos Percentuais ......................................................................9

Diferença Percentual [Δ%] .........................................................................................10


Percentual de um Total [%T].....................................................................................10
Porcentagem sobre Porcentagem..........................................................................10
Calendário..................................................................................................................11
Introduzindo Data.......................................................................................................11
Cálculos com datas ................................................................................................11
Cálculo entre Datas ...................................................................................................11
Descobrindo datas .................................................................................................12
Número de dias comerciais........................................................................................12
Estatística ..................................................................................................................12
Pilha Operacional.......................................................................................................14
Memórias ...................................................................................................................16
Cálculo com as Memórias..........................................................................................17
Funções de Limpeza..................................................................................................17
Limpando o visor CLx.............................................................................................18

Limpando Memórias Estatísticas e Pilha Operacional Σ .......................................18


Limpando Memórias Financeiras FIN.....................................................................18
Limpando Toda a Memória REG............................................................................18
Limpando a programação PRGM...........................................................................18
Limpando a tecla [f] ou [g] PREFIX ........................................................................18
Exercícios ...........................................................................................................18
Matemática Financeira...............................................................................................24
Juros Simples ou Capitalização Linear ......................................................................26
Juros Simples ............................................................................................................27
Exemplos................................................................................................................28
Taxas Proporcionais ..................................................................................................30
Desconto Bancário.....................................................................................................32
Juros Compostos .......................................................................................................35
Exemplos ...................................................................................................................36
Sabendo o conteúdo das memórias financeiras ........................................................37
Fator de Juros............................................................................................................38
Exemplos:...............................................................................................................38
Taxas Equivalentes....................................................................................................39
Usando Fórmula ........................................................................................................40
Usando as Funções Financeiras................................................................................41
Exercícios ..................................................................................................................41
PROGRAMA PARA CÁLCULO DE TAXA EQUIVALENTE .......................................44
OPERAÇÃO: ..........................................................................................................44
Períodos Quebrados ..................................................................................................45
Juros Misto.................................................................................................................46
Comparando Juros Simples e Composto...................................................................47
Anuidades ..................................................................................................................48
Sistema Price.............................................................................................................49
Amortização ...............................................................................................................59
Exemplos................................................................................................................59
Análise de Fluxo de Caixa (série variável) .................................................................63
IRR – Taxa Interna de Retorno ..................................................................................63
NPV – Valor Presente Líquido................................................................................63
Exemplos: ..................................................................................................................64
DEPRECIAÇÃO .........................................................................................................69
Roteiro de Cálculo..................................................................................................69
Exemplos ............................................................................................................70
Terminando................................................................................................................70
Títulos.....................................................................................................................71
Programação..........................................................................................................71
Funções Matemáticas ................................................................................................71
Funções Financeiras..................................................................................................72
Funções com Data .....................................................................................................72
Funções com Depreciação ........................................................................................72
Funções com Taxa Interna de Retorno e Valor Presente Líquido .............................72
Funções Estatísticas ..................................................................................................73
Funções para Programação.......................................................................................73
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 1
INTRODUÇÃO

Utilização da calculadora HP 12C como uma ferramenta de análise financeira.

Hélio Boaretto Júnior

Esta apostila foi elaborada com o objetivo de complementar o conhecimento da


calculadora financeira HP-12C, fornecendo um gama de aplicações relacionadas,
principalmente com o Mercado Financeiro Brasileiro.

Nosso propósito é mostrar uma gama de exemplos para os diversos setores


empresariais abrangendo na sua totalidade os assuntos relacionados a finanças, e
esperamos que sempre exista um que te sirva de modelo para as suas necessidades.

Aos Senhores das áreas de finanças, contabilidade, factoring e estudantes de áreas


sócio econômicas, os exemplos e exercícios aqui apresentados lhe servirão de
modelos para o dia a dia de suas operações, assim como também lhes servirão para
sua própria Qualificação e Requalificação no mercado profissional.

Nos exemplos ligados às áreas comerciais não mencionaremos o repasse dos


impostos e custos ao custo financeiro, pois isto tornará difícil assimilação para pessoas
de áreas não financeiras, portanto gostaríamos de esclarecer aos senhores, que este
manual não se trata de um formador de preços de Venda e sim um complemento para
entender melhor a atuação do mercado financeiro e ganhar praticidade no uso destes
instrumentos.
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 2

Iniciando
Ligar – pressione a tecla [on]
Desligar – pressione novamente a tecla [on]

Bateria
Se ao ligar a calculadora aparecer um asterisco (*) piscando à esquerda e no canto
inferior do visor, significa que há pouca bateria. Providencie a troca conforme manual
que acompanha a calculadora.
Obs.: se a calculadora ficar ligada sem uso por 7 minutos, ela desligará
automaticamente.
A HP 12C usa 3 baterias alcalinas (80 h) ou 3 baterias de óxido de prata (180 h). esse
número de horas é de uso contínuo.

Memória Constante
A HP possui memória constante ( C ), onde todas as informações (dados) não são
perdidos mesmo que desligada.
Quando efetuar a troca de baterias, faça a troca rapidamente para que a memória
contínua não se apague.

Reset
Para limpar a calculadora totalmente, ou seja, como se ela ainda não tivesse sido
usada (como vem de fábrica), pressione as teclas [on] [-] simultaneamente.

Sistema numérico
Para modificar o formato americano para o nosso, ou seja, usar vírgula para separar a
parte inteira d parte fracionária do número e ponto para separar a milhar, faça:
Desligar a calculadora

Manter pressionada a tecla [•]


E ligá-la novamente

Casas Decimais
Para definir o número de casas decimais use a tecla [ f ] seguida do número de casas
decimais desejado.
Assim, caso queria 5 casas decimais, pressione [ f ] [ 5]
Para 2 casas decimais pressione [ f ] [ 2 ]
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 3

Testes
A HP possui 3 testes para confirmar que seu funcionamento está OK.

1º Teste
Com a calculadora desligada, pressione [on] [ x ] simultaneamente. Solte a tecla [on] e
em seguida a tecla [ x ]. Aparecerá no visor a palavra ”running” e alguns segundos
depois o visor mostrará:

- 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8
USER f g BEGIN GRAD D.MY C PRGM

2º Teste
Com a calculadora desligada, pressione [on] [+] simultaneamente. Solte a tecla [on] e
em seguida a tecla [+]. Aparecerá no visor a palavra “running” por tempo
indeterminado, pressione qualquer tecla, exceto [on] e após alguns instantes o visor
mostrará:
- 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8
USER f g BEGIN GRAD D.MY C PRGM

3º Teste
Com a calculadora desligada, pressione [on] [÷]
Daí pressione todas as teclas da esquerda para a direita e de cima para baixo inclusive
[on]. A tecla [enter] deverá pressionada duas vezes, porém, obedecendo a seqüência.
Concluído, o número 12 deverá aparecer no visor, indicando que o teclado está OK.
Obs.: “running” indica que a HP está efetuando cálculos.

Teclado
O teclado é disposto de 4 linhas e 10 colunas, totalizando 39 teclas.
As teclas são representadas pela combinação da linha e da coluna em que está
localizada, exceto as teclas de números. Exemplo:
Tecla [+] → 40

Tecla [Clx] → 35

Tecla [1/x] → 12

Tecla [7] → 07
Estas numerações para as teclas são muito importantes na programação da
calculadora.
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 4

O teclado possui teclas com mais de uma função.

SOYD
Um exemplo é a tecla [Δ%]
FRAC

Outro exemplo é a tecla [3] com 2 funções.

As teclas [STO] [RCL] [ ÷ ] [ x ] [ - ] [+ ] possuem apenas uma função.


Para acessar as outras funções de uma tecla, temos que usar as teclas [ f ] [ g ], sendo
a tecla f para as funções que estão em amarelo acima da tecla desejada e a tecla g
para as funções que estão em azul abaixo da tecla desejada.
SOYD Teclar [ f [ [ Δ% ]
[Δ%] Teclar [ Δ% ] diretamente
FRAC Teclar [ g ] FRAC

Caso seja apertada a tecla f ou g erroneamente, use [ f ] [enter] para limpar; caso não
tenha importância perder o valor que está no visor, tecle [CLx].
Cálculos
Toda operação aritmética envolve 2 números e uma operação que pode ser adição (+),
subtração (-), multiplicação (x) e divisão (÷).
Os 2 números devem ser introduzidos na calculadora, na mesma ordem, caso o cálculo
fosse feito com lápis e papel, ou seja, da esquerda para a direita.
Introduza o primeiro número, pressione [enter], o que faz a separação do 1º e do 2º
número.

Introduza o 2º número, e finalmente pressione a tecla da operação. Exemplo: [5] [enter]


[2] [x] para ter no visor = 10.
No sistema da HP 12C não existe sinal de igual (=)

Outro exemplo: 20 + 10 + 50 = 40
2

[2] [0] [enter] [1] [0] [+] [50] [+] [2] [÷]

A calculadora trabalha com o sistema RPN (Notação Polonesa Reversa = Reverse


Polish Notation), ou seja, não possui a tecla igual (=) e sim a tecla [enter].
Para o cálculo de 10 x 7 tem-se:
Máquina comum 10 x 7 =
HP 10 enter 7 x
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 5
A Notação Polonesa Reversa também não usa parênteses ( ) e sim cálculos em
cadeia, usando-se a pilha operacional, assunto que veremos mais adiante.
A Notação Algébrica posiciona os operadores ( + - x ÷) entre os números, enquanto
a RPN depois dos números. Assim sendo, é chamada de reversa ou inversa.
Arredondando um número
Seja o número 3,46875, o qual desejamos arredondar para 2 casas decimais. O
número ficará 3,47.

[f] [5] 3,46875 [enter] [f] [2] [f] [5] [f] [2] [f] [PMT] [f] [5]

Valor a ser Arredonda Volta a ser Arredonda Valor


digitado no visor 3,46875 realmente efetivamente
o Nº arredondado
digitado 3,4700

Trocando o sinal

A tecla [CHS] abreviação de Change Sign faz a mudança de sinal de um número.


Exemplo:

77 [CHS] [enter] → -77,00

Introduzindo Números Grandes (Notação Científica)


Como o visor não comporta números com mais de 10 dígitos, os números maiores
necessitam ser introduzido em notação científica, ou potência de 10. Números que são
gerados pela calculadora, (resultados) maiores que 10 dígitos são convertidos em
potência de 10 automaticamente. EEX – enter exponent.

3.77 x 1015 ou 3.77 [EEX] 15


3.770.000.000.000.000,00

Convertendo um número em notação científica e vice-versa

Para converter um Nº que já esteja no visor para notação científica, pressione [ f ] [ • ]


Para retornar à representação normal, pressione [ f ] [nº] (desde que o número que
esteja no visor tenha no máximo 10 dígitos). Exemplo:
[ f ] [4] [f][•] [ f ] [4]
0,0357 0,0357
3,570000 – 02
(3,57 x 10 –2)
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 6

Funções Matemáticas

Inverso de um Número [1/x]

1 ÷ 20 = 1 / 20 = 0,05
20 1 / x → 0,05

Fatorial [ f ] [3 ]
5 ! = 5 x 4 x 3 x 2 x 1 = 120 Esta função é muito usada para cálculos de análise
combinatória
5 g n! → 120

Parte Inteira de um Número [ g ] [%]


771.85 g INTG → 771.00

Parte Fracionária de um Número [ ] [Δ%]


771.85 g FRAC → 0,85

Teclas [g] [n] [g] [i]

120 g 12 ÷ → 10 g 12 x → 120 Úteis para multiplicar e dividir por 12 sem


ter que digitar o número 12 e a tecla ÷

Potenciação [yx]
Potenciação é a operação de multiplicação, onde todos os fatores são iguais.
3 x 3 x 3 x 3 x 3 = 35 = 243

3 ENTER 5 yx → 243
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 7
Regras de Potenciação:

a m
xa n
= a m+n
a0 = 1

am
= a m−n
a1 = a
an

)n = a 1
a −n =
m m .n
(a
an
a n xb n
= ( axb ) n
− a2 = a2 (expoente par)
n
an ⎛ a ⎞
= ⎜ ⎟
⎝ b ⎠ − a 3 = −a 3 (expoente ímpar)
n
b

Exemplos:

1,2330 = 497,91

1.23 enter 30 yx → 497,91

5020 = 9,54 x 1033

50 enter 20 yx → 9,54 33

Radiciação [1/x] [yx]

Radiciação é a operação inversa da potenciação. A raiz quadrada é obtida diretamente.


Já a raiz que tenha índice diferente de 2, precisa ser calculada usando 2 teclas, a de
inverso e a de potência. Exemplos:

25 = 5,00

25 g √x → 5,00

5
1,37 = 1,065

1,37 enter 5 1/x yx → 1,065


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 8

Regras de Radiciação:
m
n
am = a n

(n a ) m = n a m

n
a a
n
=n
b b

m n
a = m. n a

Exemplos:
1
30
1,23 = 1,23 30 = 1,0069
1.23 enter 30 1/x yx → 1,0069

20

( 1,23 ) = 1,23 = 1,23 = 1,1480


30 20 30 20 30

1.23 enter 30 1/x yx 20 Yx → 1,1480

Ou
1.23 enter 20 enter 30 ÷ yx → 1,1480

Logaritmos [ f ] [%T]
Desde o século XVII os empréstimos a juros compostos já eram bem usados. Daí, a
impulsão do desenvolvimento dos logaritmos.

Na Matemática Financeira usa-se o logaritmo natural ou neperiano (ln). Os logaritmos


neperianos são de base e, onde e é o Número de Euler, cujo valor vale
2,718281828...São chamados de naturais pelo fato de que, no estudo dos fenômenos
naturais como desintegração do átomo, reprodução de bactérias etc., aparece uma lei
exponencial de base e. Também é conhecido como logaritmo neperiano, devido ao
matemático escocês John Napier.

loge x = ln x

Exemplo:

LN 5 = 1,6094
5 Enter g LN → 1,6094
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 9

Porcentagem
Porcentagem ou Percentagem é a fração centesimal de um número.
i
i% =
100

Percentual de um valor [%]


20 % de 2.000,00?

Usando a regra de 3:
100 % ------- 2000
20 % ------- x A regra de 3 aplica a propriedade das proporções, onde se
2000.20 tem 3 termos e se quer achar 1. daí o nome, Regra de Três.
x= = 400
100

Ou ainda:

20
= 0.2 → 0.2 × 2000 = 400
100

Usando a HP tem-se :
2000 Enter 20 % → 400

Acréscimos e Decréscimos Percentuais


São cálculos em que um valor é aumentado ou diminuído de uma porcentagem.
Qual o valor creditado, de uma aplicação de $500,00, cujo rendimento foi de 2%?

500 Enter 2 % + → 510,00

Ou

500 Enter 1.02 x → 510,00


1 ---------- 100% → 1 + 0,02 = 1,02
2 % → Valor x 1,02

As ações da Empresa ABC foram compradas a $2,00 e foram vendidas com um


prejuízo de 40%. Qual o valor de venda?

2 Enter 40 % - → 1,20
Ou
2 enter .6 x → 1,20

1 ---------- 100% → 1 – 0,4 = 0,6

60% → Valor x 0,6


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 10
Diferença Percentual [Δ%]

Neste caso determina-se quantos por cento um número é maior ou menor que outro.

Quantos % $1.200,00 tem em relação a $1.000,00 ?


1000 enter 1200 Δ% → 20

Ou

1200 enter 1000 Δ% → 16,67

Percentual de um Total [%T]

Para determinar quantos % um valor representa em um valor total.


Uma empresa gasta $700,00 de energia, sendo suas despesas totais $3.000,00.

Determinar quantos % a energia representa.

3000 enter 700 T% → 23,33

Porcentagem sobre Porcentagem

Este é o caso onde um valor é cumulativamente aumentado ou diminuído.


Uma aplicação de $2.000,00 rende 12% e o rendimento é tributado em 2%. Calcule o
valor final a ser resgatado.

2000 enter 12 % 2 % - + → 2.235,20

Rendimento Valor resgatado


Bruto = 240.00

Tributação = 4,80
Rendimento
líquido = 235.20

Caso você não sinta segurança em realizar o cálculo em “cadeia” como foi feito acima,
faça:

2000 STO 0 12 % STO 1 2 % RCL 1 - CHS RCL 0 + → 2.235,20

Neste caso, foi usado o conceito de memória e no anterior o de pilha operacional,


assuntos que serão abordados em detalhes mais adiante.

Você NUNCA deve anotar cálculos pendentes no papel !!


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 11
Calendário

A HP 12C permite saber:

Que data será a n dias


Que data foi a n dias atrás
Quantos dias separam 2 datas
Que dia da semana foi ou será uma data

A calculadora trabalha com datas entre 15 de Outubro de 1582 e 25 de Novembro de


4046. A HP sai de fábrica no formato americano de datas, ou seja, mês/dia/ano. Para
que fique em nosso formato (EUROPEU), tecle [g] [4], que é D.MY (dia/mês/ano).
Observe que no visor aparece D.MY. quando não há essa mensagem no visor é
porque a calculadora está no formato M.DY (mês/dia/ano).

Obs: mantenha o indicador D.MY sempre no visor.

Introduzindo Data

Para introduzir uma data na calculadora devemos indicar o dia, seguido de ponto, o
mês com dois dígitos e quatro dígitos para o ano. Exemplo:

10 de Julho de 1997 → 10 . 071997

3 de Novembro de 1950 → 3.111950

Cálculos com datas

Para sabermos qual data foi ou será a n dias, usamos as teclas [g] [CHS]

10.071997 enter 15 g DATE → 25.07.1997 5

O número 5 indica o dia da semana. Como 25/07/97 é uma Sexta-feira, o número 5


indica Sexta-feira.

Segunda = 1 Terça = 2 Quarta = 3 Quinta = 4 Sexta = 5 Sábado = 6


Domingo = 7
Para efetuar cálculo com um número n de dias atrás, troca-se o sinal do número de
dias com a tecla [CHS]

15.071997 enter 15 CHS g DATE → 30.06.1997 1

Cálculo entre Datas

Para sabermos quantos dias separam duas datas, usamos as teclas [g] [EEX]

Exemplos:
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 12

15.071991 enter 30.061991 g ΔDYS → - 15

4.081997 enter 1.121997 g ΔDYS → 119

Descobrindo datas

Caso queiramos saber em que dia da semana nós nascemos, ou em que dia da
semana ocorreu a Independência do Brasil, ou ainda, em que dia da semana uma
aplicação vai ser resgatada, digitamos a data e calculamos zero dias com a tecla
[DATE]

7.091822 enter 0 g DATE → 7.09.1822 6

Portanto, foi em um sábado a Independência do Brasil.

Número de dias comerciais

Para calcular o número de dias entre 2 datas, usamos [ΔDYS] que fornece o número
real de dias. Com a tecla [x><y] obtemos o número de dias comerciais.

1.021997 enter 1.031997 g ΔDYS → 28 x><y → 30

Estatística

A introdução de dados estatísticos é feita pela tecla [E+]

Toda vez que essa tecla é pressionada, a HP efetua cálculos estatísticos e armazena
os resultados nas memórias de 1 a 6.

Memória 1 → número de dados ou pares de dados

Memória 2 → soma dos valores de x


∑ x
= x1 + x 2 + ... + x n

Memória 3 → soma dos quadrados dos valores de x

∑ x2
= x12 + x 22 + ... + x n2

Memória 4 → soma dos valores de y


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 13

∑ y
= y1 + y2 + ... + yn

Memória 5 → soma dos quadrados dos valores de y

∑ y 2 = y12 + y 22 + ... + y n2

Memória 6 → soma dos produtos de x e y

∑ xy
= x1 y1 + x2 y2 + ... + xn yn

Obs.: quando estiver efetuando cálculos estatísticos não use as memórias de 1 a 6,


caso precise de operações intermediárias.

Entre um cálculo estatístico e outro, devemos zerar as memórias de 1 a 6. Para isso


use a tecla [ ] [SST]

Média Aritmética [ ] [0]


O visor vai mostrando
7 + 20 + 15 + 12
= 13,50 a seqüência dos
4 dados

f Σ 7 Σ+ 20 Σ+ 15 Σ+ 12 Σ+ g x → 13,50

Caso um dado seja inserido errado, digite o dado novamente, pressione [g] [Σ-],
introduza o dado correto e pressione [Σ+].

No exemplo anterior vamos trocar o valor 20 por 5:

7 + 20 + 15 + 12 7 + 5 + 15 + 12
⇒⇒ = 9,75
4 4

20 g Σ- 5 Σ+ g x → 9,75

Média Ponderada [g] [6]


(8 × 3) + (5 × 7) 24 + 35
= = 5,90
3+ 7 10

f Σ 8 enter 3 Σ+ 5 enter 7 Σ+ g xw → 5,90

1º par de dados 2º par de dados


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 14

Outros cálculos estatísticos como Desvio Padrão, Variância, Regressão Linear etc.,
não são objetivos deste curso. As duas medidas estatísticas mais comuns, média
aritmética e ponderada, foram apresentadas.

Pilha Operacional
Para fazer as operações a HP utiliza-se de um processo de armazenagem de dados
que denominamos “Pilha Operacional”.
Esta pilha possui 4 endereços de armazenamentos: X, Y, Z, e T onde o endereço X é o
visor.
Vamos mostrar como a Pilha Operacional trabalha com o seguinte exemplo:
(2+3) : (4-2)

Endereço T
Endereço Z 5 5
Endereço Y 2 2 5 4 4 5
Endereço X (visor) 2 2 3 5 4 4 2 2 2,5
Tecle 2 Ç 3 + 4 Ç 2 - :

Se você teclou:
[2]
[ENTER]
[3]
[+]
[4]
[ENTER]
[2]
[-]
[:]

Internamente a pilha operacional utilizou os endereços acima apresentado.

OBS.: 1 - Toda operação é realizada do endereço Y para o endereço X.

2 - A tecla [xÙy] troca de lugar o x pelo y.


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 15
Exemplo:

(5x10) + (2 x 7) = 50 + 14 = 64

5 enter 10 x 2 enter 7 x + → 64,00

A calculadora HP armazena até 3 resultados parciais. Isto por que ao introduzir um 4º


valor (registrador X), perde-se o 1º (registrador T). Vejamos o exemplo:

16 16 16 16
= = = =4
⎛ 10 ⎞ 1 + (5 − 2) 1 + 3 4
1+ ⎜5 − ⎟
⎝ 5⎠
Observe que o valor calculado abaixo está errado, pois pode-se usar no máximo 3
[enter] consecutivos

16 enter 1 enter 5 enter 10 enter 5 ÷ - + ÷ → 0,25

Para resolver esse exemplo, calcula-se primeiro o denominador, e depois faz-se a


divisão do numerador pelo denominador.

1 enter 5 enter 10 enter 5 ÷ - + 16 x><y ÷ → 4,00

Resultado do denominador Efetua a divisão

Entra o Numerador Inverte a pilha


XeY 16 / visor

Outra forma de fazer, depois que o denominador foi calculado é:

1 enter 5 enter 10 enter 5 ÷ - + 1/x 16 x → 4,00

Resultado do 1
denominador × 16
Visor

Caso você não sinta segurança, deve-se usar memórias extras, ou seja, as memórias
que não são da pilha operacional. Este é o assunto a seguir.
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 16

Memórias

Memórias são locais de armazenamento de dados. Como a HP possui memória


constante (C) os dados são preservados mesmo com a calculadora desligada. A HP
12C possui 30 memórias, assim distribuídas:

• 4 memórias da pilha operacional


• 1 memória que armazena o último valor do registrador X, depois que o visor já
alterou-se
• 5 memórias financeiras
• 20 memórias de dados

As 5 memórias financeiras estudaremos mais adiante.

A memória do último registro de X é obtida pela tecla [ENTER]

LSTx é abreviação de Last x (último valor de X)

As 20 memórias de dados são numeradas de 0 a 9 e .0 a .9. as memórias de 0 a 4


realizam operações especiais. As de 1 a 6 realizam cálculos estatísticos. As memórias
de 7 a 9 e de .0 a .9 servem apenas para guardar dados de cálculos pendentes.

Para armazenar dados nestas 20 memórias de dados, usamos a tecla [STO], (STORE
= armazenar) seguido do número correspondente. Exemplo:

500 STO 0

10 enter 2 x STO . 5

Para obter um valor armazenado em uma memória usamos a tecla [RCL] (RECALL =
recuperar) seguido do número correspondente. Exemplo:

CLx RCL . 5 → 20

RCL 0 → 500

O uso das memórias é importantíssimo nos cálculos pendentes, pois assim não se
perde a precisão dos números.

ATENÇÃO : Nunca anote valores pendentes no papel !!

No exemplo abaixo, reutilizaremos a mesma memória, no caso a memória zero.

⎛ 3⎞
⎜5 + ⎟
⎛ 10 ⎞
×⎝
16 5⎠
= 11,20 1+ ⎜5 − ⎟
⎛ 10 ⎞ 2 ⎝ 15 ⎠
1+ ⎜5 − ⎟
⎝ 15 ⎠
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 17
5 enter 10 enter 15 ÷ - 1 + STO 0

16
16 enter RCL 0 ÷ STO 0
memória
5 enter 3 enter 5 ÷ + 2 ÷
⎛ 3⎞
⎜5 + ⎟
⎝ 5⎠
RCL 0 X → 11,20 visor x memória 2

Cálculo com as Memórias

As memórias 0, 1, 2, 3 e 4 possibilitam realizar operações aritméticas além de


armazenar dados. Para que a calculadora possa distinguir entre uma operação com
armazenamento e um simples armazenamento, devemos pressionar um dos sinais de
operação após pressionar a tecla STO. Exemplo: queremos somar os valores 10, 7, 15,
12, 2 e 8, armazenando a soma na memória zero.

10 STO 0 7 STO + 0 15 STO + 0

12 STO + 0 2 STO + 0 8 STO + 0

RCL 0 → 54 Resultado da Soma

5 STO - 0
Subtrai 5 da memória
RCL 0 → 49

20 STO 0
Substituiu o valor na memória !
RCL 0 → 20

Funções de Limpeza

Para limpar os dados da HP, não basta desliga-la e liga-la novamente, pois sua
memória é constante.

Clear
[SST] [R↓] [x><y] [CLx] [enter]
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 18

Limpando o visor CLx

Memória X da pilha operacional (visor).

Limpando Memórias Estatísticas e Pilha Operacional Σ

Limpa as memórias de 1 a 6 e a pilha.

Limpando Memórias Financeiras FIN

Limpa as 5 memórias financeiras.

Limpando Toda a Memória REG

Limpa a pilha, as memórias de 0 a 9 e de .0 a .9, e as memórias financeiras.

Limpando a programação PRGM

Estando no modo de programação, limpa todas as linhas de programas.

Limpando a tecla [f] ou [g] PREFIX

Anula a tecla f ou g digitada erroneamente. Pode-se usar CLx caso não tenha
importância perder o conteúdo do visor.

Exercícios

Procure resolver os exercícios abaixo sem olhar a solução que vem logo em seguida.

1. Calcular: 4+3 x 2

4 Enter 3 enter 2 x ÷ → 10

4+8
2. Calcular:
3 +1

4 Enter 8 ÷ 3 enter 1 + ÷ → 3

⎛5+7⎞
3

3. Calcular: ⎜ ⎟
⎝ 4 −1 ⎠
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 19
5 Enter 7 + 4 enter 1 - ÷ 3 yx → 64
2 3
⎡⎛ 1 ⎞ ⎤
4. Calcular: ⎢⎜ ⎟ ⎥
⎢⎣⎝ 2 ⎠ ⎥⎦
2 1/x 2 yx 3 yx → 0,02

1
⎛ 3 ⎞2
5. Calcular: ⎜ ⎟
⎝5⎠
3 enter 5 ÷ 2 1/x yx → 0,77

45 − 6 4
6. Calcular:
33
4 x
enter 5 y 6 enter 4 yx - 3 enter 3 yx ÷ → -10,07

5
7. Calcular: 32

32 enter 5 1/x yx → 2

⎛ 50 ⎞
8. Calcular: ⎜1 +
30 ⎟
⎝ 100 ⎠
1 enter 50 enter 100 ÷ + 30 1/x yx → 1,0136

360
⎡ ⎛ 20 ⎞ ⎤
9. Calcular: ⎢30 ⎜1 + ⎟⎥
⎢⎣ ⎝ 100 ⎠ ⎥⎦
1 enter 20 enter 100 ÷ + 30 1/x yx 360 yx → 8,9161

10. Calcular: 4 (2,05 + 3,05)


3

2.05 enter 3.05 + 3 yx 4 1/x yx → 3,39

10
⎛ 1⎞
1
360
30 ⎜1 + ⎟ × 5 2
⎝ 2⎠
11. Calcular: 3
⎛1 1⎞
⎜ + ⎟
⎝ 2 5⎠

10
⎛ 1⎞
30 ⎜1 + ⎟ Memória 0
⎝ 2⎠

1
360
2
Memória 1
5

3
⎛1 1⎞
⎜ + ⎟ Memória 2
⎝ 2 5⎠
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 20

2 1/x 1 + 10 yx 30 1/x yx STO 0 → 1,1447

5 Enter 2 1/x yx 360 1/x yx STO 1 → 1,0022

2 1/x 5 1/x + 3 yx STO 2 → 0,3430

CLx RCL 0 RCL 1 x → 1,1473

RCL 2 ÷ → 3,3448

12.Calcular ln 2

2 g LN → 0,6931

13.Calcular o ln (1+i), sendo i = 2%

2 enter 100 ÷ 1 + g LN → 0,0198

14.Calcular a parte inteira e a parte fracionária do número 7,5957, digitando-se o


número uma única vez.

7.5957 STO 0 g INTG → 7

RCL 0 g FRAC → 0,5957

9!
15.Calcular
5!×4!

9 g n! 5 g n! ÷ 4 g n! ÷ → 126,00 2 pilhas

Ou

9 g n! 5 g n! 4 g n! x ÷ → 126,00 3 pilhas

16.O Centro Acadêmico arrecada $2.000,00 por mês. Desse valor, 40% é destinado ao
churrasco mensal. Quanto é esse valor?

2000 enter 40 % → 800,00


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 21
17.Uma pessoa aplicou $5.000,00 em um título de renda fixa, com rendimento de 5%.
Qual o valor do rendimento?

5000 enter 5 % → 250,00

18.A tarifa do ônibus era de $0,80. sabendo-se que ela foi aumentada em 10%, qual o
valor atual?

.8 enter 10 % + → 0,88

19.A cotação do dólar ontem era de $1,20. hoje é 0,7% menor. Quanto vale o dólar
hoje?

1.2 enter .7 % - → 1,19

20.Suponha que o condomínio do edifício que você mora subiu de $200 para $250.
Qual a porcentagem de reajuste ocorrida?

200 enter 250 Δ% → 25

21.Quanto por cento desvalorizou o ouro, supondo que a cotação caiu de $12,00 para
$11,00?

12 enter 11 Δ% → -8,33

22.O gasto com alimentação de uma família, que tem uma renda de $2000, é de $500.
Qual o percentual da alimentação no total da receita?

2000 enter 500 %T → 25

23.Em que dia da semana cairá a data de resgate de uma aplicação feita em 2/7/97 por
60 dias?

2.071997 enter 60 g DATE → 31.08.1997 7 → Domingo

24.Quantos dias há entre 1/9/97 e 4/7/97 ?

4.071997 enter 0 g DATE → 25.12.1997 4 → Quinta

25.Que dia da semana será a data 25/12/97 ?

25.121997 enter 0 g DATE → 25.12.1997 4 → Quinta


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 22
26.Quantos dias você já viveu?

Data de Nascimento enter Data de hoje g ΔDYS → x

10.071997 enter 20.061957 ΔDYS → 14.630 → 14.630

27.Qual a média aritmética das notas dos alunos de um curso X ? Notas: 5,0; 5,5; 7,0;
6,0; 6,5; 9,0; 2,0; 3,5.

f Σ 5 Σ+ 5,5 Σ+ 7 Σ+ 6

Σ+ 6,5 Σ+ 9 Σ+ 2 Σ+ 3,5 Σ+

g x → 5,58

28.Sendo a nota de um trabalho 7,0 com peso 2 e a nota de uma prova 5,0 com peso
8, qual a média?

f Σ 7 enter 2 Σ+ 5 enter 8 Σ+ g xw → 5,40

29.Uma CIA com 3 filiais, vendeu em um determinado mês $500.000,00 distribuídos


assim: Filial A = $200.000, Filial B = $60.000 e Filial C = $240.000. Qual a
participação de cada filial no total das vendas?

500000 enter 200000 %T → 40 →Filial A = 40%

500000 enter 60000 %T → 12 →Filial B = 12%

500000 enter 240000 %T → 48 →Filial C = 48% Total = 100%

Há duas formas mais práticas de fazer o cálculo, com o conceito de pilha operacional
ou com memória.

500000 STO 0 200000 %T → 40

RCL 0 60000 %T → 12 Memória

RCL 0 240000 %T → 48

500000 enter 200000 %T → 40

x<>y 60000 %T → 12 Pilha Operacional

x<>y 240000 %T → 48
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 23
30.Exemplo de saldo médio ponderado: Calcular os juros de um cheque especial
devido no final do mês, sendo a taxa de 9% a.m., conforme extrato abaixo:

Data Saldo Data Dias


Devedor
15.07 50,00 15.07 22-15=7
22.07 150,00 22.07 23-22=1
23.07 650,00 23.07 28-23=5
28.07 200,00 28.07 31-28=3 Total
31.07 270,00 31.07 1 17 dias

f Σ 50 enter 7 Σ+ 150 enter 1 Σ+ 650 enter 5 Σ+ 200 enter 3 Σ+

270 enter 1 Σ+ g xw → 271,78 Saldo


Médio no
Período

271,76 x 0,09 ----- 30 d

Juros ---------- 17 d

Juros = $13,86
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 24

Matemática Financeira
A matemática financeira visa estudar a evolução do dinheiro através do tempo.
Por exemplo, um investimento realizado no presente terá seu valor aumentado no
futuro. Inversamente, valores disponíveis no futuro, se avaliados no presente, terão
seus valores reduzidos. Portanto, o valor do dinheiro no tempo.

Unidade de tempo é o prazo que as operações financeiras podem ser efetuadas. Por
exemplo:

Mês Comercial = 30 dias


Ano Comercial = 360dias

Capital é qualquer valor em moeda.

Juro é a remuneração atribuída ao capital, ou ainda, aluguel pago pelo uso do dinheiro.

Regime de capitalização é o processo de formação dos juros. O regime pode ser


simples, composto e misto.

Taxa de juros é a relação entre os juros produzidos e o capital aplicado ou


empregado, em uma unidade de tempo. Normalmente é representada em porcentagem
e indicando a unidade de tempo a que se refere.

Exemplo: i = 4,8% am

Fator de Juros é uma forma prática de usar a taxa de juros em um cálculo.

Fator = (1 + i)

10
Exemplo: 10% ⇒ 1 + = 1 + 0,1 = 1,1
100

10 ENTER 100 ÷ 1 + → 1,10

Taxa de Juros Fator de Juros


10% 1,1
20% 1,2
5% 1,05
2,9% 1,029
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 25
Outro exemplo: Suponha que na Loja Maluf um produto foi comprado a $5,80 aplicado
70% em cima e obtido o preço de venda de $9,86. Depois de um tempo a
administração da loja esqueceu por quanto havia comprado a mercadoria, mas sabia
que havia aplicado 70% de margem. Como descobrir o preço de compra?

9,86
5,80 x 1,7 = 9,86 → ∴ → = 5,80
1,7

Juros Simples incidem somente sobre o capital inicial.

Montante corresponde ao capital inicial, acrescido de juros referentes ao período da


operação, aplicação ou empréstimo.

Taxas Proporcionais são aplicadas a juros simples.

Desconto Bancário é a diferença entre o valor do título e o valor pago no ato. Os


títulos que mais sofrem operações de desconto são as duplicatas. Exemplo:

Valor da duplicata $ 1.000,00


Valor pago pelo Banco $ 900,00
Desconto $ 100,00

Juros Compostos, a taxa de juros incide sobre o capital, acrescido de juros


acumulados até o período anterior.

Taxas Equivalentes são aplicadas a juros compostos.

Fluxo de Caixa é um conjunto de entradas (recebimentos) e saídas (pagamentos)


distribuídos ao longo do tempo. “Cash Flow”. O diagrama do fluxo de caixa é a sua
representação gráfica, sendo as entradas de dinheiro indicadas por setas para cima e,
as saídas por setas para baixo.

Entrada

Saída Saída

Exemplos de fluxo de caixa:

1 entrada e 1 saída
0
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 26

1 entrada e várias
saídas com valores
e tempos iguais
0

1 entrada e várias
saídas com valores
diferentes e tempos
0 iguais

1 entrada e várias
saídas com valores
0
e tempos diferentes

várias entradas e várias


saídas com valores e
tempos diferentes
0

Juros Simples ou Capitalização Linear

Taxa Proporcional
( 1 + i.n )

t
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 27
Juros Compostos ou Capitalização Exponencial

Taxa
Equivalente
( 1 + i )n

t
• quando o prazo do negócio for menor que o prazo da taxa, juros simples é maior
• juros compostos é maior, quando o prazo do negócio for maior que o prazo da taxa

Exemplo: para operações com taxa mensal, prazos menores que 30 dias é melhor
juros simples (para quem recebe), prazo igual a 30 dias juros simples e compostos são
iguais. E para prazos maiores que 30 dias é melhor juros compostos.

FV

PV

1 t

Há ainda o sistema misto que é o efeito conjunto dos juros simples e compostos.
Ocorre quando o prazo do negócio for menor que o prazo da taxa. Este caso é onde o
juros simples é maior. Porém usa-se uma taxa proporcional ao prazo do negócio e
depois aplica-se juros compostos. Exemplo: Tem-se uma taxa de 15%am e se quer a
taxa para 12 dias. Dividindo-se 15 por 30 tem-se 0,2%ad (taxa proporcional – juros
simples). Daí aplica-se os 0,2% sobre os 12 dias com capitalização composta. Neste
caso resulta o maior rendimento possível.

Obs: para que esta apostila possa ser usada independentemente da moeda,
adotaremos apenas $

Os cálculos com juros simples serão feitos por fórmulas, por serem mais fáceis e
rápidas. Já para os cálculos com juros compostos usaremos as funções financeiras da
HP 12C.

Juros Simples
São os juros que incidem somente sobre o capital inicial e são diretamente
proporcionais a esse capital e ao tempo em que é aplicado. Capitalização Linear.

Alguns exemplos que envolvam juros simples:


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 28
• Cheque Especial
• Operações de Desconto
• Juros de Mora

Nas operações financeiras, costuma-se usar o mês comercial de 30 dias e o ano


comercial de 360 dias.

As fórmulas que usaremos para os cálculos no regime de juros simples são:

FV = PV x (1 + i.n)

FV
PV = onde:
(1 + i.n)
FV - Valor Futuro ou Montante
J = PV.i.n
PV – Valor Presente ou Capital
J = FV – PV i – Taxa de Juros em um período

J n – nº de períodos
i=
PV.n J – Juros

J
n=
PV.i

O cálculo de juros simples é pouco usado e não é prático com as funções da HP.
Portanto, é mais fácil e rápido usar fórmulas. Das fórmulas acima citadas, apenas
memorize duas:
FV = PV x (1 + i.n)

J = PV.i.n

Exemplos

1. Um capital de $7.000 aplicado por 2 anos a uma taxa de 12%aa, quanto gera de
juros?
PV = 7000
J = PV.i.n i = 12% aa
n=2
J = 7000 x 0,12 x 2 J=?
J = 1.680,00

7000 ENTER 12 ENTER 100 ÷ x 2 x → 1.680,00

2. Uma aplicação de $8.000 por 3 meses, gerou $1.520 de juros. Pergunta-se, qual a
taxa mensal de juros?
PV = 8000
J = PV.i.n i=?
n=3
J = 1520
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 29
J
i=
PV.n

1520
i= = 0,0633
8000 × 3

i = 6,33% am

1520 ENTER 8000 ENTER 3 x ÷ → 0,0633 100 x → 6,33

3. Quanto tempo é necessário para um capital de $2.000 render $800 à taxa de juros
de 0,2299% ao dia?

J = PV.i.n
PV = 2000
J i = 0,2299%
n= n=?
PV.i
J = 800

800
n= = 174 dias
0,2299
2000 ×
100

2299 ENTER 100 ÷ 2000 × 1/x 800 × → 174

ou:

800 ENTER 2000 ÷ 2299 ENTER 100 ÷ ÷ → 174

ou:

2000 ENTER 2299 % 800 X<>Y ÷ → 174

ou:

2299 ENTER 100 ÷ 2000 × STO 0 800 ENTER RCL 0 ÷ → 174

4. Qual o capital que deve ser aplicado a uma taxa de 5%am para se obter um
rendimento de $500,00 durante 2 meses?
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 30
J = PV . i .n
PV = ?
J
PV = i = 5% am
i.n
n=2
500
J = 500
PV = = 5.000,00
5
×2
100

500 ENTER 5 ENTER 100 ÷ 2 × ÷ → 5.000,00

5. Qual o capital que deve ser aplicado a uma taxa de 5%am para se obter um
montante de $8.000,00 durante 2 meses?

FV = PV.(1 + i.n)
PV = ?
FV
PV = i = 5% am
(1 + i.n)
n=2
FV = 8000
8000
PV = = 7.272,73
5
1+ ×2
100

8000 ENTER 1 ENTER 5 ENTER 100 ÷ 2 × + ÷ → 7.272,73

Taxas Proporcionais

No regime de juros simples, duas taxas são proporcionais se aplicadas a um mesmo


capital, durante um mesmo prazo, gerarem o mesmo montante (FV).

• 1 ano = 12 meses = 360 dias


• 1 mês = 30 dias = 1/12 ano
• 1 bimestre = 2 meses = 1/6 ano
• 1 trimestre = 3 meses = 1/4 ano
• 1 semestre = 6 meses = 1/2 ano

Exemplos:

1. Uma taxa anual de 18%, qual é a sua proporcional ao mês?

18 ENTER G 12 ÷ → 1,5

Portanto, 18%aa é proporcional a 1,5%am.

2. Usando as taxas do exemplo anterior, qual o FV para um capital de $3.000 durante


6 meses?
PV = 3000
FV = PV.(1 + i.n)
i = 1,5% am
n = 6 meses
FV = ?
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 31
⎛ 1.5 ⎞
FV = 3000 ⎜1 + × 6 ⎟ = 3.270,00
⎝ 100 ⎠

ou: PV = 3000
i = 18% aa
⎛ 18 ⎞ n = 0,5 ano
FV = 3000 ⎜1 + × 0.5 ⎟ = 3.270,00
⎝ 100 ⎠ FV = ?

3000 ENTER 1 ENTER 1.5 ENTER 100 ÷ 6 × + × → 3.270,00

3. Quais as taxas proporcionais a 30%aa, diária, mensal, semestral e por 185 dias?

30 30
diária ⇒ = 0,0833%ad semestral ⇒ = 15% as
360 2

30
mensal ⇒ = 2,5% am 185 dias ⇒ 0,0833 × 185 = 15,42%
12

30 ENTER 360 ÷ → 0,0833

0,0833 ENTER 185 × → 15,41

Observe que, caso você utilize cálculos pendentes, digitando o valor novamente na
calculadora o resultado perde precisão. O resultado correto para 185 dias é 15,42%. O
exemplo que estamos resolvendo é fácil cometer este erro, porque você pode ter
calculado a taxa ao dia, depois ao mês, ao semestre, e daí calcular para 185 dias,
utilizando a taxa diária que já estava calculada.

Você deve, caso calcule as taxas na ordem citada acima, preservar a taxa diária em
uma memória. Ou ainda, calcule a taxa diária e logo em seguida a taxa para 185 dias.

30 ENTER 360 ÷ → 0,0833 185 × → 15,42

4. Qual a taxa mensal aplicada sobre um título vencido de $5.000, pago com 5 dias de
atraso, sabendo-se que o valor dos juros de mora foi de $50,00?

J = PV. i .n PV = 5000
i=?
J n=5
i = J = 50
PV .n
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 32
50
i= = 0,002 ⇒ 0,2% ad
5000 × 5

i = 0,2 × 30 = 6% am

50 ENTER 5000 ENTER 5 × ÷ → 0,002 30 × → 6,00

5. Qual o montante de uma aplicação de $50.000,00, à uma taxa de 7%am, durante 5


dias?

FV = PV.(1 + i.n)
PV = 50000
⎛ 7 ⎞ i = 7% am
⎜ ⎟ n = 5 dias
FV = 50.000 ⎜1 + 30 × 5 ⎟ = 50.583,33 J=?
⎜ 100 ⎟
⎜ ⎟
⎝ ⎠

50000 ENTER 1 ENTER 7 ENTER 30 ÷ 100 ÷ 5 × + × → 50.583,33

Desconto Bancário

Desconto Bancário é o juros que o Banco cobra do cliente pela antecipação do capital.
Pode ser uma duplicata, promissória, cheque pré-datado, etc. No desconto é aplicado
juros simples.

Desconto = Valor Título – Valor resgate

Desconto = Valor Título – × i × n Desconto

Valor de
onde: resgate

i : taxa (desconto)
n: prazo (até) vencimento
n

Exemplos:

1. Qual o valor do desconto de uma duplicata de $750 descontada 45 dias antes do


vencimento, à taxa de desconto de 5% am?

Desconto = Valor Título × i × n


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 33
5
Desconto = 750 × 30 × 45 = 56,25
100

750 ENTER 5 ENTER 30 ÷ 100 ÷ 45 × × → 56,25

2. Uma Empresa descontou um cheque pré-datado de $200, 28 dias antes de seu


vencimento, recebendo um valor de $190. Qual a taxa mensal da operação?

10
Desconto = Valor Título – Valor resgate i = = 0,0018 ⇒ × 100 ⇒ 0,1786%ad
200 × 28

Desconto = 200 – 190 = 10,00 i = 0,1786 × 30 = 5,36%am

Desconto = Valor Título × i × n

Desconto
i=
ValorTítulo × n

200 ENTER 190 - 200 ÷ 28 ÷ → 0,0018

3. Um título foi descontado à taxa de 3,516%am. Sabendo-se que o valor do título era
de $800, e o desconto de %60, qual o prazo da antecipação?

Desconto = Valor Título × i × n

Desconto 60
n= = = 64 dias
ValorTítulo × i 3,516 Passe a taxa de
800 × 30 mês para dia
100 dividindo-a por 30

60 ENTER 800 ENTER 3,516 ENTER 30 ÷ 100 ÷ × ÷ → 64

4. Uma empresa precisa de $12.000,00 hoje. O Banco Rico S.A. cobra uma taxa de
4,7% am, e o vencimento deve ser para 14 dias. Qual o valor do título que ela
precisa?

Desconto = Valor Título – Valor resgate Valor Título – 12000 = Valor Título × 0,0219

Desconto = Valor Título – 12000 0,0219. Valor Título - Valor Título = -12000
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 34
Desconto = Valor Título × i × n -0,9781. Valor Título = -12000 → (x-1)

12000
Valor Título – 12000 = Valor Título × i × n Valor Título = = 12.269,10
0,9781

4,7 Sempre mantenha os


cálculos pendentes na
Valor Título – 12000 = Valor Título × 30 × 14 calculadora!
100

4.7 ENTER 30 ÷ 100 ÷ 14 × → 0,0219 1 - → -0,9781 CHS

1/x 12000 × → 12.269,10

ou:

12000 X<>Y ÷ → 12.269,10

Até o momento, os cálculos foram feitos para apenas um título ou vários títulos com o
mesmo prazo. Caso, tenhamos um borderô com diversas duplicatas de valores e
prazos diferentes, precisamos trabalhar com média ponderada.

5. Qual o valor de desconto de um borderô com 5 duplicatas abaixo relacionadas,


sabendo-se que a taxa do Banco Rico S.A. é de 3,7% am?

Duplicatas Valor Prazo


1 500,00 28 d
n: prazo
2 700,00 21 d médio
3 200,00 60 d ponderado
4 300,00 30 d
5 300,00 10 d

n=
∑ prazo × valores
∑ valores
( 28 × 500) + ( 21 × 700) + (60 × 200) + (30 × 300) + (10 × 300)
n= = 26,35dias
500 + 700 + 200 + 300 + 300

Desconto = Valor Título × i × n

3,7
Desconto = 2000 × 30 × 26,35 = 65,00
100
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 35

f ∑ 28 ENTER 500 ∑ + 21 ENTER 700 ∑ + 60 ENTER 200 ∑ +

30 ENTER 300 ∑ + 10 ENTER 300 ∑ +

RCL → 2.000,00 A memória 2 armazena a soma dos valores

3,7 ENTER 30 ÷ 100 ÷ × G x w → 26,35 × → 65,00

Juros Compostos

Juros Compostos são os juros que incidem sobre o capital, acrescidos dos juros
acumulados do período anterior. Capitalização exponencial.

Alguns exemplos que envolvem juros compostos:


• Leasing
• CDB
• FINAME
• Poupança
• Crédito Imobiliário e Rural

As fórmulas que usaremos para os cálculos no regime de juros compostos são:

FV = PV × (1 + i ) n
onde:
FV
PV = FV – Valor Futuro ou Montante
(1 + i ) n
PV – Valor Presente ou Capital
FV i – Taxa de juros em um período
i=n −1
PV n – nº de períodos
ln – Logaritmo Natural
⎛ FV ⎞
ln⎜ ⎟
n= ⎝ PV ⎠
ln(1 + i )

Estas fórmulas só serão usadas, caso você esteja com uma calculadora financeira. Por
exemplo, uma calculadora científica. Uma calculadora de 4 operações já não é
possível, pois precisamos de função exponencial, radiciação e logaritmos. Como o
curso é voltado para HP 12C só calcularemos 2 exemplos por fórmulas para efeito de
visualização das fórmulas. Juros compostos não são como juros simples que é mais
fácil calcular por fórmulas. Nos juros compostos usaremos as 5 funções financeiras da
HP.

AMORT INT NPV RND IRR


[n] [i] [PV] [PMT] [FV]
12x 12+ CFo CFj Nj
onde:
n: nº de períodos
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 36
i: taxa de juros em %
PV: Valor Presente (Capital)
PMT: séries de pagamentos ou prestações (esta tecla veremos seu uso mais adiante)
FV: Valor Futuro (Montante)

Exemplos

1. Uma pessoa aplica em uma poupança $2.000 por 3 meses. Sabendo-se que a taxa
de remuneração é de 1,4%am, qual o valor do resgate?

O fluxo de caixa fica: FV = ?


PV = 2000
0 1 2 3
i = 1,4%am
FV = PV × (1 + i ) n
1=1,4% am
n=3
n = 3 meses
2.000 FV =?
1 entrada e 1
(PV)
saída
3
⎛ 1,4 ⎞
FV = 200 × ⎜1 + ⎟ = 2.085,18
⎝ 100 ⎠

2000 ENTER 1 ENTER 1.4 ENTER 100 ÷ + 3 y x x → 2.085,18

ou:

1.4 ENTER 100 ÷ 1 + 3 y x 2000 x → 2.085,18

Agora veremos a resolução pelas funções financeiras da HP. Com exceção da tecla
PMT as outras 4 teclas serão usadas.
As teclas da calculadora trabalham com fluxos de caixa, ou seja, com entradas e
saídas de dinheiro. Portanto, quando PV é positivo, FV é negativo e, vice-versa.
Lembre-se que , um dos valores PV ou FV tem que ser negativo.
O valor de i na fórmula é em decimal, ou seja, i/100. Nas funções financeiras entra-se
com o valor em %.
Após limpar as memórias
f FIN 3 n 1.4 i 2000 PV FV → -2.085,18 financeiras, o
armazenamento dos
dados pode ser em
qualquer ordem

Após a tecla FV, no exemplo, a palavra “running” aparece


no visor → significa que está processando os cálculos

ou:

f FIN 3 n 1.4 i 2000 CHS PV FV → 2.085,18 Muda o sinal


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 37
2. Quanto tempo uma aplicação de $1.500,00 à uma taxa de 2% am, precisa ficar
aplicada para gerar um montante de $1.656,12?

O fluxo de caixa fica: Fv = 1656,12


PV = 1500
i = 2% am
I = 2% am n=?
N=? FV = 1656,12
1.500 = PV
1 entrada e 1 saída

⎛ FV ⎞ ⎛ 1656,12 ⎞
ln⎜ ⎟ ln⎜ ⎟
n= ⎝ PV ⎠
= ⎝ 1500 ⎠
= 5meses
ln(1 + i ) ⎛ 2 ⎞
ln⎜1 + ⎟
⎝ 100 ⎠

1656,12 ENTER 1500 ÷ g LN 2 ENTER 100 ÷ 1 + g LN ÷ → 5,0

Após limpar as
Agora veremos a resolução pelas funções financeiras da HP. memórias financeiras, o
armazenamento dos
f FIN 1650 FV 1500 CHS PV 2 i n → 5,0 dados pode ser em
qualquer ordem

De agora em diante só resolveremos os exemplos, usando as funções financeiras.


Portanto, não usaremos mais fórmulas.

Sabendo o conteúdo das memórias financeiras

Para sabermos o conteúdo das memórias financeiras, use a tecla RCL e a tecla
financeira desejada.

RCL n RCL i RCL PV RCL PMT RCL PV

Obs.: caso você tecle a tecla financeira sem a tecla


RCL, a HP tenta calcular e não mostrar o conteúdo

Para o exemplo anterior, tem-se:

RCL n → 5 RCL i → 2 RCL PV → 1500 RCL PMT → 0 RCL FV → 1656,12


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 38

Fator de Juros

A taxa de juros pode ser percentual ou unitária. Adicionando-se o número 1 à taxa de


juros unitária encontra-se um FATOR, que é representado por (1+i), sendo i na forma
unitária.

Exemplos:

1. 8,5% de $1.000,00
O valor de 1,085 é o fator de juros,
que multiplicado pelo principal gera o
1000 × 0,085 = 85,00 → var iação
(1 + i )
1000 × 1 = 1000,00 → principal
⎛ 8,5 ⎞
⎜1 + ⎟ = 1,085
1000 × 1,085 = 1085,00 → total ⎝ 100 ⎠

2. 20% de $5.000,00

(1 + i ) Esse número 1 representa a base de


cálculo, ou seja, qualquer valor, pois
qualquer valor multiplicado por 1 é ele
⎛ 20 ⎞ mesmo.
⎜1 + ⎟ = 1,20
⎝ 100 ⎠

5000 × 1,20 = 1000,00

3. Transformar as taxas em fatores:


• 7% am
• 20% aa
• 127% aa
• 0,2% ad

a) b) c) d)

⎛ 7 ⎞ ⎛ 20 ⎞ ⎛ 127 ⎞ ⎛ 0,2 ⎞
⎜1 + ⎟ = 1,07 ⎜1 + ⎟ = 1,20 ⎜1 + ⎟ = 2,27 ⎜1 + ⎟ = 1,002
⎝ 100 ⎠ ⎝ 100 ⎠ ⎝ 100 ⎠ ⎝ 100 ⎠

4. Transformar os fatores em taxas percentuais:


• 1,0068 am
Observe que, para
• 1,27 aa
transformar fator em % é
• 2,12 aa o processo inverso.
• 1,097 am
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 39

• 1,0068 − 1 × 100 = 0,68%am


• 1,27 − 1 × 100 = 27%aa
• 2,12 − 1 × 100 = 112%aa
• 1,097 − 1 × 100 = 9,7%am

Taxas Equivalentes

No regime de juros compostos, duas taxas são equivalentes se aplicadas a um mesmo


capital, durante um mesmo prazo, gerarem o mesmo montante composto ou valor
futuro.

• 1 ano = 12 meses = 360 dias


• 1 mês = 30 dias = 1/12 ano
• 1 bimestre = 2 meses = 1/6 ano
• 1 trimestre = 3 meses = ¼ ano
• 1 semestre = 6 meses = ½ ano

Existem fórmulas para essas equivalências. Porém, considero mais fácil usar
potenciação, radiciação e fator de juros.

Exemplos:

1. Qual a taxa anual equivalente a 0,2% ad?

[(1 + i )
360
]
− 1 × 100 Não é simplesmente fazer 0,2 × 360
porque no regime de juros compostos
tem-se uma equivalência exponencial,
⎡⎛ 0,2 ⎞
360
⎤ enquanto em juros simples tem-se uma
⎢⎜ 1 + ⎟ − 1⎥ × 100 = 105,30%aa proporção linear.
⎢⎣⎝ 100 ⎠ ⎥⎦
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 40

1 ENTER 2 ENTER 100 ÷ + 360 yx 1 - 100 × → 105,30

Ou:

2 ENTER 100 ÷ 1 + 360 yx 1 - 100 × → 105,30

O cálculo nada mais é que:

• Transformar a taxa em fator


• Eleva-se a 360 o fator (dia para ano)
• Transforma-se o fator elevado, à taxa percentual, multiplicado por 100

2. Qual a taxa mensal equivalente a 120% aa?

⎢⎣
(
⎡ 360 (1 + i ) )30
− 1⎤ × 100
⎥⎦
Em juros simples tem-se uma proporção
linear.
120
= 10% am
⎡⎛ ⎞
30
⎤ 12

⎢⎜ 360 ⎜1 + 120 ⎞ ⎟ ⎥ × 100 = 6,79% am
⎟ − 1
⎢⎜⎝ ⎝ 100 ⎠ ⎟⎠ ⎥
⎣ ⎦

120 ENTER 100 ÷ 1 + 360 1x yx 30 yx 1 - 100 × → 6,79

3. Qual a taxa diária equivalente a 8 % am?

(30 (1 + i ) − 1) × 100

⎛ ⎛ ⎞
⎜ 30 ⎜1 + 8 ⎞⎟ − 1⎟ × 100 = 0,2569% ad
⎜ ⎝ 100 ⎠ ⎟
⎝ ⎠

8 ENTER 100 ÷ 1 + 30 1x yx 1 - 100 × → 0,2569

Usando Fórmula

Caso você prefira o uso de fórmula, tem-se:

i q = ⎡⎢(1 + it ) t − 1⎤⎥ × 100


q

⎣ ⎦
sendo: Memorização: o que queremos
i q - taxa que queremos q - queremos geralmente está acima do que
i t - taxa que temos t - temos temos.
q - prazo que queremos
t - prazo que temos
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 41
Vamos resolver os 3 exemplos anteriores novamente pela fórmula:
i q = ⎡⎢(1 + it ) t − 1⎤⎥ × 100
q

0,2% ad → anual ⎣ ⎦
⎡ 360

⎢ ⎛ 0, 2 ⎞
⎟ − 1⎥ × 100 = 105,30%aa
1
iq = ⎜⎜1 +
⎢⎝ 100 ⎟⎠ ⎥
⎢⎣ ⎥⎦

i q = ⎡⎢(1 + it ) t − 1⎤⎥ × 100


q

120% aa → mensal ⎣ ⎦
⎡ 30

⎛ 120 ⎞ 360 ⎥
iq = ⎢⎜⎜1 + ⎟⎟ − 1 × 100 = 6,79%am
⎢⎝ 100 ⎠ ⎥
⎢⎣ ⎦⎥
i q = ⎡⎢(1 + it ) t − 1⎤⎥ × 100
q

8% am → diária ⎣ ⎦
⎡ 1

⎢ ⎛ 8 ⎞
⎟ − 1⎥ × 100 = 0,2569%ad
30
iq = ⎜⎜1 +
⎢⎝ 100 ⎟⎠ ⎥
⎢⎣ ⎥⎦
Usando as Funções Financeiras

Vamos resolver os 3 exemplos anteriores novamente pelas funções financeiras:


1.
d →a Fator (1/x) do menor para o maior

f FIN 1 CHS PV 1.002 FV 360 1x n i → 105,30

a→m
Fator
2.
f FIN 1 CHS PV 2.2 FV 12 n i → 6,79

a→m Fator

f FIN 1 CHS PV 1.08 FV 30 n i → 0,2569

Exercícios

Procure resolvê-los sem olhar a solução que está logo em seguida de cada exercício.

1. Tendo-se um capital de $18.000, aplicado à 80% aa, durante 45 dias, qual o


montante?

O fluxo de caixa fica:


PV = 18000
FV=?
N=45 dias i = 80% aa

I=80%aa n = 45 di’as
1800=PV FV = ?
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 42

⎛ ⎛ 80 ⎞ ⎞⎟
idias = ⎜ 360 ⎜1 + − 1 × 100 = 0,16%ad
⎜ ⎝ 100 ⎟⎠ ⎟
⎝ ⎠

Calculando-se a taxa equivalente anual para dia, já se pode entrar com os dados nas
memórias financeiras:

80 ENTER 100 ÷ 1 + 360 1/x yx 1 - 100 × → 0,16

f FIN i 45 n 18000 CHS PV FV → 19.372,32


O número que está no visor é o valor
de i , que acabou de ser calculado.

2. Uma pessoa obtém um empréstimo de $2.000 à taxa de 7% am, para saldá-lo em


70 dias. Qual será o valor a pagar?

O fluxo de caixa fica:


FV=?
0 PV = 2000
i = 7% am
I=7%am n = 70 dias
2.000=PV N=70dias FV = ?

⎛ ⎛ 7 ⎞ ⎞⎟
idias = ⎜ 30 ⎜1 + − 1 × 100 = 0,23% ad
⎜ ⎝ 100 ⎟⎠ ⎟
⎝ ⎠

Calculando-se a taxa equivalente anual para dia, já se pode entrar com os dados nas
memórias financeiras:

7 ENTER 100 ÷ 1 + 30 1/x y x 1 - 100 ×

f FIN i 70 n 2000 CHS PV FV → 2.342,03

3. Qual a taxa mensal de juros que remunera um capital de $3.500,00, sendo que
após 3 meses, obteve-se um montante de $4.200,00?
PV = 3500
i = ? % am
n=3
f FIN i 3500 CHS PV 4200 FV 3 n i → 6,27 FV = 4200
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 43
4. Qual o tempo necessário para um investimento de $20.000 à taxa de 120% aa,
obter no final $24.897?
6,27% am PV = 20000
⎛ ⎛ 120 ⎞ ⎞
idias = ⎜ 360 ⎜1 + − 1 ⎟ × 100 = 0,22%ad i = 120 % aa
⎜ ⎝ 100 ⎟⎠ ⎟ n=?
⎝ ⎠
FV = 24897

Calculando-se a taxa equivalente anual para dia, já se pode entrar com os dados nas
memórias financeiras e obter o resultado do tempo em dias:

120 ENTER 100 ÷ 1 + 360 1/x y x 1 - 100 ×


100 dias
f FIN i 20000 CHS PV 24897 FV n → 100

5. Qual a taxa anual de juros para um capital de $8.000 que gerou um montante de
$9.500 após 35 dias?
PV = 8000
Calcula-se a taxa em dias e depois a transforma em anual. i = ? % aa
n = 35 dias
FV = 9500
f FIN 8000 CHS PV 9500 FV 35 n i → 0,49

⎡⎛ 0, 49 ⎞
360

i dias = ⎢⎜ 1 + ⎟ − 1⎥ × 100 = 485 ,68 % aa
⎣⎢⎝ 100 ⎠ ⎥⎦

100 ÷ 1 + 360 yx 1 - 100 × → 485,68

O valor de i está no visor

6. Para uma aplicação de $1.500,00 que gerou $1.800,00 após 40 dias, qual a taxa de
rentabilidade efetiva (ou taxa no período)?

Calcula-se a taxa em dias e depois a transforma em 40 dias. PV = 1500


i = ? % (40 dias)
f FIN 1500 CHS PV 1800 FV 40 n i → 0,46 n = 40 dias
FV = 1800

100 ÷ 1 + 40 yx 1 - 100 × → 20,00

O valor de i está no visor

Outra forma de fazer já que temos PV e FV, é usar a tecla Δ% :

1500 ENTER 1800 Δ% → 20,00


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 44

PROGRAMA PARA CÁLCULO DE TAXA EQUIVALENTE

Entrada das funções Visor


f P/R 00 -
f PRGM 00 -
RCL n 01 - 45 11
: (divisão) 02 - 10
RCL i 03 - 45 12
EEX 04 - 26
2 05 - 2
: (divisão) 06 - 10
1 07 - 1
+ 08 - 40
X Y 09 - 34
X
Y 10 - 21
1 11 - 1
- (subtração) 12 - 30
EEX 13 - 26
2 14 - 2
x (multiplicação) 15 - 20
R/S 16 - 31
G GTO 01 17 - 43,33 01
f P/R 0,00 (volta ao modo operação)

OPERAÇÃO:

Taxa [i]

Período correspondente a taxa informada, em dias [n]

Período que nos interessa em dias [R/S]

Vamos resolver o quadro abaixo utilizando o programa da HP 12C

Ano Semestre Trimestre Bimestre Mês


43%
26%
14%
8%
1,25%
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 45

Períodos Quebrados

A remuneração de juros compostos por períodos quebrados é realizada de forma


diferente nos EUA e no Brasil. Nos EUA, usa-se a convenção linear:

• Juros compostos para a parte inteira do período


• Juros simples para a parte fracionária do período

Por exemplo, para 35 dias, tem-se:


1 mês (30 dias) a juros compostos

35 ÷ 30 = 1,17
0,17 de mês (5 dias) a juros simples

No Brasil usa-se a convenção exponencial, remunerando-se o capital com juros


compostos para o período inteiro.

A HP 12C na sua forma padrão, ou seja, como saiu de fábrica, está no padrão
americano. Para que a calculadora fique no nosso padrão é necessário mudá-la de tal
forma que apareça a letra C (próximo do D.MY) no visor. Esta letra C é de composto.
Para tal tecle: [STO] [EEX]

Os cálculos que fizemos até o momento, só trabalhamos com períodos inteiros.

Obs: sempre deixe a letra C e D.MY no visor, ficando assim a HP em nossos padrões.

Exemplo PV = ?
i = 40% aa
n = 20 dias
20 FV = 10.000,00
n= = 0,0556ano
360

Sem o C no visor:

20 ENTER 360 ÷ → 0,0556

f FIN n 40 i 10000 FV PV → -9.782,61 n não inteiro

Com o C no visor:

STO EEX 20 ENTER 360 ÷ → 0,0556


n não inteiro
f FIN n 40 i 10000 FV PV → -9.814,81
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 46
Caso você transforme 40%aa em taxa equivalente ao dia, tanto faz o visor estar com
ou sem C. Isto porque o valor de n, neste caso, será inteiro.

40% aa → 0,0935% ad

40 ENTER 100 ÷ 1 + 360 1/x y x 1 - 100 × → 0,0935

f FIN i 20 n 10000 FV PV → -9.814,81 n inteiro

Experimente fazer o cálculo acima sem o C e com o C no visor. Os resultados serão


iguais. O cálculo é feito todo no regime de capitalização composta quando n é inteiro.

Só faz diferença o C no visor – caso n não seja inteiro!

Caso você faça os cálculos e se esqueça do C no visor, não há necessidade de inserir


novamente os dados.

Sejam os dados a, b, e c, tem-se:

f FIN a CHS PV b i c n FV → X

Precisamos limpar a memória FV, armazenando zero e, colocar C no visor.

0 FV STO EEX

Aproveitando os dados nas outras memórias PV, i e n, tecle novamente FV. O


resultado será mostrado corretamente.

0 FV STO EEX FV → X

Esse é um recurso que pode ser usado para re-cálculo, em qualquer ocasião.

Juros Misto
O cruzamento entre juros simples e compostos é chamado de regime MISTO.
Exemplo:
Taxa = 24% am
Simples Prazo = 14 dias

24
= 0,80% ad Divide-se por 30 – juros simples – taxa proporcional
30

⎡⎛ 0,80 ⎞
14

⎢⎜ 1 + ⎟ − 1⎥ × 100 = 11,80% Juros compostos – taxa equivalente
⎣⎢⎝ 100 ⎠ ⎥⎦
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 47

⎛ ⎛ ⎞
24 ⎜ ⎜1 + 24 ⎞⎟ − 1 ⎟ × 100 = 0,7196%ad
Simples = 0,80% ad Composto ⎜ ⎝ 100 ⎠ ⎟
⎝ ⎠
30

⎡ ⎛ 0,7196 ⎞14 ⎤
0,80x14= 11,20% ⎢ ⎜1 + ⎟ − 1⎥ x100 = 10,56%
⎢ ⎝ 100 ⎠ ⎥
⎣ ⎦

10,56% - juros compostos Juros misto é o maior – SEMPRE!!!


11,20% - juros simples Juros simples foi maior que juros composto, porque a
11,80% - juros misto taxa é mensal e o prazo é de 14 dias.

Comparando Juros Simples e Composto Para calcular juros simples


use a fórmula FV=PV(1 +
Montante Montante in) e para composto use as
Prazo funções financeiras.
Simples ($) Composto ($)
0 Capital 1.000,00 1.000,00
0,5 (15 dias) $1000,00 1.050,00 1.048,81
1 1.100,00 1.100,00
2 i = 10% am 1.200,00 1.210,00
3 1.300,00 1.331,00
4 1.400,00 1.464,10 Atenção!
5 1.500,00 1.610,51
6 1.600,00 1.771,56

f FIN 1000 CHS PV 10 i 0,5 n FV → 1.048,81

1 n 0 FV FV → 1.100,00

2 n 0 FV FV → 1.210,00

6 n 0 FV FV → 1.771,56
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 48

Anuidades

Anuidades são todas as operações financeiras que envolvem pagamentos ou


recebimentos parcelados.

As anuidades podem ser classificadas como:


Periódicas
Quanto ao Período

Não Periódicas

Constantes
Quanto ao Valor

Variáveis

Antecipadas

Imediatas

Quanto à 1ª Parcela Postecipadas

Com Carência

Prestação Balão
Especiais

Período Singular

Das 5 funções financeiras da HP, uma ainda nós não usamos. Trata-se da tecla PMT
(Payment). Esta tecla é parcela ou prestação, indicando um valor a ser pago ou
recebido em determinados momentos, definindo uma série.
PV

Prestações iguais
0 Postecipadas, ou seja,
PMT PMT PMT PMT PMT Sem entrada

PV
Prestações iguais
0 Antecipadas, ou seja,
Com entrada
PMT PMT PMT PMT PMT
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 49

PV

Prestações iguais com


Carência
0
PMT PMT PMT

PV

Prestações com Valores


diferentes Com Períodos
PMT Iguais
PMT PMT PMT
PMT

PMT
PV

Prestações com Valores


diferentes Com Períodos
Diferentes
PMT PMT PMT
PMT
PMT

Todos os exemplos acima podem ser para recebimentos também!!

0 Prestações e
recebimentos Fluxo de
Caixa

Sistema Price

Ao se comprar bens e serviços, pode-se pagar à vista ou em prestações. Para


pagarem prestações, utilizamos planos de financiamento ou sistema de
amortização.Os planos mais usados são o Price e o SAC.
O sistema Price é um sistema também conhecido como sistema Francês, ou
ainda,Tabela Price. Price foi um inglês que desenvolveu o sistema na França.O
sistema SAC, ou Sistema de Amortização Constante.
O Price é mais usado no mercado consistindo em um plano de amortização de uma
dívida em prestações periódicas iguais e sucessivas. O valor de cada prestação é
composto por uma parte de juros e outra de capital (amortização). As prestações
quando pagas no início de cada período são chamadas de antecipadas. E quando no
final de cada período, são chamadas de postecipadas ou vencidas.
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 50
A calculadora HP 12 C usa a palavra BEGIN no visor para identificar se as prestações
são antecipadas. Caso as prestações sejam postecipadas, nenhuma palavra aparece
no visor. Para alternar entre as duas situações use as teclas:

[g] [7] ___Antecipadas


BEG BEG → BEGIN → Início

END → Fim
[g] [8]___Postecipadas
END

Exemplos

1. Uma calculadora está sendo vendida em 4 prestações mensais iguais de $40,00. A


primeira prestação será paga 30 dias após a compra. A taxa de juros cobrada pela
Loja é de 4% ao mês. O valor à vista é de $136,00. Qual opção é a melhor das
duas?
PV = ?
Visor sem o BEGIN i = 4% am
n=4
PMT = 40
f FIN 40 PMT 4 n 4 i PV → -145,20 FV = ____

Portanto, comprar à vista é melhor, pois $136,00 é menor que $145,20.

Caso a 1ª fosse no ato, o valor seria de $151,00. O que seria pior ainda. Para obter
esse valor ponha o BEGIN no visor, ponha zero na tecla PV e calcule novamente PV.

g BEG 0 PV PV → -151,00

Não há necessidade de entrar novamente com os valores de PMT, n e i.

2. Uma mesa está sendo vendida em 6 prestações mensais iguais de $35,00. A


primeira prestação será paga no ato da compra. A taxa de juros cobrada é de 4%
ao mês. O valor à vista é de $200,00. Qual opção é a melhor?
PV = ?
Visor com o BEGIN i = 4% am
n=6
PMT = 35
f FIN 35 PMT 6 n 4 i PV → -190,81 FV = ____

Portanto, comprar a prazo é melhor pois $190,81 é menor que $200,00.

3. Lojas ABC tem uma promoção de uma TV em 24 prestações de $30,00, sendo que
o 1º pagamento ocorrerá após 120 dias da data da compra. A taxa de juros de
mercado é de 2,5%am. Por quanto está saindo o preço à vista da TV?
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 51

0 1 2 3 4 5 6 7 ... 27
PV = ?
0 0 0 0 30 30 30 30 ... 30 i = 2,5% am
n = 24
PMT = 30
Depois descapitaliza o
Calcula-se o valor atual FV = ____
PV até o momento
zero (PV) no 4º mês

Visor com o BEGIN


PV = ?
f FIN 30 PMT 24 n 2.5 i PV → -549,96 i = 2,5% am
n=4
PMT = ___
f FIN FV 4 n 2.5 i PV → 498,24
FV = 549,96

PV está no visor e passa a ser FV

4. Uma pessoa vai aplicar $100,00 todo mês durante 10 meses. A taxa será de 2%
am. Qual o montante a ser resgatado?
PV = ___
0 1 2 ... 9 10 i = 2% am
Visor com o BEGIN n = 10
100 100 100 ... 100 FV PMT = 100
FV = ?
f FIN 10 n 2 i 100 CHS PMT FV → 1.116,87

5. Um empréstimo de 420.000,00 deve ser amortizado com 12 prestações mensais


iguais. O juros é de 4% am. Qual o valor das prestações, sendo a 1º no ato?
PV = 20000
Visor com o BEGIN i = 4% am
n = 12
f FIN 20000 CHS PV 4 i 12 n PMT → -2.049,08 PMT = ?
FV = ___

6. A que taxa deve-se depositar $100 no início de cada mês, para possuir $1.500 em 1
ano? PV = ___
Visor com o BEGIN i = ?% am
3,39% am n = 12
PMT = 100
f FIN 1500 FV 100 CHS PMT 12 n i → 3,39 FV = 1500

Os valores FV e PMT têm que necessariamente estarem com os valores trocados quanto ao sinal.
Caso contrário ocorrerá erro: ERROR 5

Sempre que o cálculo tiver PV FV ou PV PMT ou FV PMT terão que ser de sinais trocados
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 52
7. Uma pessoa depositou em uma poupança, no início de cada mês, a importância de
$300,00, durante 4 anos. No final deste tempo resgatou $20.000,00. Qual foi a taxa
média mensal de juros?
PV = ___
i = ?% am
Visor com o BEGIN 1,29% am n = 4x12= 48 meses
PMT = 1300
FV = 20000
f FIN 20000 FV 300 CHS PMT 48 n i → 1,29

8. Calcular o valor da prestação de um empréstimo de $2.500,00 à taxa de 5% am em


10 prestações mensais, iguais e consecutivas?
Visor sem o BEGIN Não falou que a 1ª é no ato PV = 2500
i = 5% am
n = 10
PMT = ?
f FIN 2500 PV 5 i 10 n PMT → -323,76 FV = ___

Portanto, tem-se 10 prestações de $323,76,30 dias, 60, 90 e assim por diante até a 10ª
prestação.

9. Uma empresa financiou um equipamento industrial no valor de $120.000,00 com


uma carência de 6 meses. Depois deste período o valor será pago em 12 parcelas
iguais, mensais e consecutivas. A taxa de juros é de 2,8% am. Qual o valor da
prestação mensal?

PV=120000 → (6 meses)
0 1 2 3 4 5 6 7 ... 18 i = 2,8% am
n = 12
0 0 0 0 0 0 PMT PMT ... PMT PMT = ?
FV = ____

Capitaliza o PV até o 6º mês Calcula-se o valor da Prestação

f FIN 120000 PV 6 n 2,8 i FV → -141.625,00

Visor com o BEGIN Este FV passa a ser o PV do próximo cálculo.

f FIN PV 12 n 2,8 i PMT → 13.675,69


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 53
10.Uma Construtora cobra uma entrada de $5.000 e 36 parcelas iguais, mensais e
consecutivas por um flat. As parcelas são de $600. A taxa de juros cobrada é de
2,3% am. Por quanto sairá este flat?

0 1 2 3 4 5 6 ... 36 PV = 5000
i = 2,3% am
n = 36
5000 600 600 600 600 600 600 ... 600
PMT = 600
PV FV = ?
PMT Visor sem o BEGIN

11.Calcular o valor da prestação, sendo a 1ª com uma prazo de 10 dias e as 2 demais


de 30 em 30 dias. O valor do bem é de $500. A taxa de juros é de 5% am?
PV = 500
0 1 2 3 i = 5% am
n = 1+2
PMT = ?
10dias 30dias 30 dias FV = ___
1ª PMT PMT

Capitaliza $500 por 10 dias

Agora vamos resolver usando período fracionário, direto pelas funções financeiras. Em
primeiro lugar observe se o C está no visor. Caso não esteja use as teclas STO e EEX.

10
período _ sin gular = = 0,3333
30

n = 0,3333 + 3 = 3,3333

10 ENTER 30 ÷ 3 + f FIN n 5 i 500 CHS PV PMT → 177,73

12.Uma mercadoria é vendida à vista por $800, mas pode ser adquirida em prestações
mensais de $128,83, sem entrada, e com juros de 6%am. Quantas prestações
serão pagas?

PV = 800
Visor sem o BEGIN i = 6% am
n=?
PMT = 128,83
FV = ___
f FIN 800 CHS PV 128,83 PMT 6 i n → 8
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 54
13.Uma mercadoria é vendida em 5 prestações mensais iguais de $50, sendo a 1ª no
ato. A taxa de juros é de 5% am. Qual é o valor da mercadoria à vista?
PV = ?
Visor com o BEGIN i = 5% am
n=5
PMT = 50
FV = ___
f FIN 5 i 5 n 50 PMT PV → -227,30

14.Um equipamento à vista vale $7.000 e será vendido por 10 prestações mensais de
$1.314,14 com uma carência. A taxa é de 8% am. Calcular o tempo de carência.

PV = 7000
i = 8% am
n = 10
PMT = 1314,14
Carência = ?
Em primeiro lugar devemos calcular o valor atual das prestações, não levando em
conta o valor à vista fornecido.
PV = ?
I= 8% am
Visor sem o BEGIN N = 10
PMT = 1314

f Fin 8 i 10 N 1314,14 PMT PV Æ -8817,99

Agora calculamos a carência. O PV calculado passa a ser o FV, e o PV é o valor à vista


fornecido.
0 1 2 3 … 10

7000 1314 1314 1314 … 1314

PV PV = 7000
Carência I= 8% am
n=?
FV PMT = -----
FV = 8817,99

Visor sem o BEGIN

f Fin FV 8 i 7000 PV n Æ 3
3 meses de carência
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 55
15.Uma Empresa fez um leasing pára 12 meses, sem entrada, pagando mensalmente
$1300 e mais uma parcela complementar de $800, junto coma 12ª prestações. A
taxa foi de 3% am. Calcular o valor atual do contrato.

0 1 2 3 ... 12 PV = ?
i = 3% am
PV=? 1300 1300 1300 ... 1300 800 n = 12
PMT = 1300
Primeiro determina-se o valor atual do resíduo FV = 800 (resíduo)

f FIN 3 i 12 n 800 FV PV Æ - 561,10

Depois, determina-se o Valor atual das prestações

Visor sem o BEGIN

f FIN 3 i 12 n 1300 PMT PV Æ - 12940,21

Logo o valor do contrato é a soma dos dois valores

561,10 + 12940,21 = 13501,31

Ou ainda:

f FIN 3 i 12 n 1300 PMV 800 FV PV Æ - 13501,31

Obs: neste caso os valores de PMT e PV estão com o mesmo sinal , pois os dois
significam duas saídas; portanto, aqui atualizamos nosso conceito.

FV e PMT Æ SEMPRE com sinais trocados


PV e PMT Æ DEPENDE da situação
FV e PMT Æ DEPENDE da situação

16.Um equipamento industrial no valor de $50.000,00 está sendo distribuído por


Leasing à taxa de 4% am, em 12 prestações mensais, sendo a 1ª paga 30 dias
após o contrato. Com a última, será pago com resíduo de 1% sobre o preço do
equipamento. Quanto será a prestação mensal?

PV = 50000
i=4%am
Visor sem o BEGIN n=12
PMT=?
FV=1% de 50000=500

f FIN 50000 CHS PV CHS 1 % FV 4 i 12 n PMT Æ 5294,33


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 56

17.Uma pessoa financiou um automóvel no valor de $20.000 para pagar em prestações


mensais de 1590, sendo que a 1ª será pago um mês após o financiamento. A taxa é
de 7% am. Quantas prestações serão pagas?

PV = 20000
Visor sem o BEGIN
i = 7 % am
n=?
PMT = 1590
FV = -----
f FIN 20000 CHS PV 7 i 1590 PMT n Æ 32

A HP não apresenta n fracionário. Por este motivo, se o valor de n é inteiro, pressione


a tecla FV. Se o resultado não for zero, significa que temos uma parcela complementar
com valor diferentes das demais.

FV Æ - 941,45

Caso efetuarmos 32 pagamentos, estamos pagando $941,45 a mais. Para resolver o


problema, façamos o calculo novamente com o valor de n = 31. Assim , teremos a
complementar que é o FV juntamente com a última prestação (31ª).

31 n FV Æ 606,12

0 1 2 3 ... 31

1590 1590 1590 ... 1590


606,12 (complementar ou resíduo)

Prova dos 9:

Com C no visor

f FIN 20000 CHS PV 7 i 31 n 606,12 FV PMT Æ 1590


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 57

Ou ainda, podemos calcular um novo valor para as prestações sem o valor residual.
Para sabermos o valor exato de n , usaremos a fórmula seguinte:

⎛ 7 ⎞
⎜ 20000 ⎟

ln 1 − 100 ⎟
⎡ ⎛ PV × i ⎞ ⎤ ⎜ 1590 ⎟
⎢ ⎜1 − PMT ⎟ ⎥ ⎜ ⎟
n = −⎢ ⎝ ⎠⎥ =− ⎝ ⎠ = −⎛⎜ − 2,1245 ⎞⎟ = 31,4
⎢ ln (1 + i ) ⎥ ⎛ 7 ⎞ ⎝ 0,0677 ⎠
⎢ ⎥ ln⎜1 + ⎟
⎣ ⎦ ⎝ 100 ⎠

f FIN 20000 CHS PV 7 i 31,4 n PMT Æ 1639,72

f Æ -0,00003 Aprox. zero, ou seja, não há resíduo

18.Seja um leasing de 6 meses, com uma parcela de $1500, sendo a 1ª no ato. No final
das parcelas, 30 dias após, paga-se um resíduo de $900. a taxa de juros é de 7%
am. Calcular o valor do contrato.
PV = ?
0 1 2 3 4 5 i = 7% am
n=6
1500 1500 1500 1500 1500 1500 PMT = 1500
PV=? 900 FV = 900 (resíduo)

Visor com o BEGIN

f FIN 7 i 6 n 1500 PMT 900 FV PV Æ - 8250

19.uma pessoa depositou $1000 e, a partir do mês seguinte fez 5 depósitos mensais
de $1500. a taxa de juros pago é de 1,5% am. Qual será o saldo no ato do 5º
depósito?
PV=1000
0 1 2 3 4 5
i=1,5% am
1000 1500 1500 1500 1500 1500 n=5
FV = ? PMT=1500
FV=?
Visor sem o BEGIN

F FIN 1000 CHS PMT PMT 1,5 i 5 n FV Æ - 8805,68


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 58
20.Calcule o saldo um mês após o último depósito para o exemplo anterior.

0 1 2 3 4 5 6

1000 1500 1500 1500 1500 1500 1500


FV = ?

Aproveita-se o valor 8805,68 do visor

f FIN CHS PV 1,5 i 1 n FV Æ - 8937,77

Ou ainda, calcula-se para 6 depósitos e depois tira-se o valor de um depósito (o do 6º


mês).

f FIN 1000 CHS PV 1500 CHS PMT 1,5 i 6 n FV Æ 10437,77

1500 - Æ 8937,77

21.Um anúncio de TV nos mostra que uma agência de automóveis fará uma promoção
no próximo final de semana. Um carro A 1.0 estará por 48 prestações mensais
iguais de $399 sem entrada. O valor à vista do carro é $11500. Por quanto está
saindo a taxa de juros?
PV = 11500
0 1 2 3 ... 48
i = ? % am
11550 399 399 399 ... 399 n = 48
PMT = 399
FV = ____?
Visor sem o BEGIN

f FIN 11500 CHS PV 399 PMT 48 n i Æ 2,31 2,31% am

22.Para o exemplo anterior, se colocarmos $399 em uma poupança com uma taxa
média de 1,2% am por 48 meses, quanto teremos no final?

Visor sem o BEGIN

0 1 2 3 ... 48 PV = -----
i = 12 % am
399 399 399 399 399 n = 48
PMT = 399
FV = ____?
f FIN 399 CHS PMT 48 n 1,2 i FV Æ 25696,26
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 59
23.Tendo-se um capital de $2000 aplicado durante 60 dias, sendo que no 1º mês a
taxa foi de 1,2% am e no 2º mês 1,4% am, calcular o montante composto a ser
resgatado.

0 1 2% 1 1 4% 2 Este exemplo, é só para


verificar se a mente não
2000 FV está bitolada no assunto
que estamos vendo no
FV momento!

PV FV
f FIN 2000 CHS PV 1 n 1,2 i FV Æ 2024 CHS PV 1,4 i FV Æ 2052,34

Amortização

O valor de cada prestação é composto por juros + capital amortizado (amortização).

[f] AMORT
[n] Juros
[x<>y] Amortização
[RCL] [PV] Saldo Devedor

Exemplos

1.Um empréstimo de $50000 deve ser liquidado em 4 prestações mensais, iguais e


consecutivas, sendo a 1ª após 30 dias. A taxa é de 5% am. Calcular:
• valor das prestações
• valor das parcelas de amortização
• valor das parcelas de juros
• saldo devedor após cada pagamento
PV = 50000
Visor sem o BEGIN
i = 5 % am
f FIN 50000 CHS PV 4 n 5 i PMT Æ 14100,59 n=4
PMT = ?
Valor das
prestações

1 f AMORT Æ 2500 Parcela de Juros 1ª Parcela

x<>y Æ 11600,59 Parcela de Amortização

RCL PV Æ 38399,41 Saldo Devedor


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 60
Calcula-se mais 3 vezes o cálculo acima, para as outras parcelas. Juntamente monta-
se uma tabela para uma melhor visualização.

1 f AMORT Æ 1919,97 Parcela de Juros 2ª Parcela

x<>y Æ 12180,62 Parcela de Amortização

RCL PV Æ 26218,79 Saldo Devedor

3ª Parcela
1 f AMORT Æ 1310,94 Parcela de Juros

x<>y Æ 12789,65 Parcela de Amortização

RCL PV Æ 13429,14 Saldo Devedor

1 f AMORT Æ 671,46 Parcela de Juros 4ª Parcela

x<>y Æ 13429,13 Parcela de Amortização

RCL PV Æ - 0,0002 Saldo Devedor


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 61

Nº de Valor das Saldo


Juros Amortização
Prestações Prestações Devedor
0 --- --- --- 50000,00
1 14100,59 2500,00 11600,59 38399,41
2 14100,59 1919,97 12180,62 26218,79
3 14100,59 1310,94 13789,65 13429,14
4 14100,59 671,46 13429,13 - 0,0002
14100,59 = 2500 + 11600,59 Prestações
Parcela = Juros + Amortização iguais

38399,41 = 50000 - 11600,59


Saldo Devedor = Saldo Anterior - Amortização

2. Um financiamento no valor de $3000 para a compra de um computador a ser pago


em 18 prestações mensais, iguais e consecutivas, tem-se uma taxa de2,8% am. A 1ª
prestação vence 30 dias após o contrato. Calcular o valor das prestações e o saldo
devedor após as 6 primeiras prestações pagas.

Visor sem o BEGIN PV = 3000


i = 2,8 % am
f FIN 3000 CHS PV 18 n 2,8 i PMT Æ 214,45 n = 18

Valor das
prestações

6 f AMORT RCL PV Æ 2160,39 Saldo Devedor

Calcular agora, o saldo devedor na 15ª prestação paga. Como já temos na 6ª, para a
15ª faltam 9.

9 f AMORT RCL PV Æ 608,95 Saldo Devedor

Tirando a prova dos 9. Faltam apenas 3 prestações para acabar o financiamento.


Portanto, faça:

3 f AMORT RCL PV Æ - 0,0006 Saldo Devedor

Isso mesmo, o saldo foi zerado.

3. Uma mercadoria que custa $700 à vista, será vendida em 5 prestações mensais
iguais, à taxa de 4,5% am. Fazer a planilha de amortização da dívida. A 1ª será paga
postecipada.
Visor sem o BEGIN PV = 700
i = 4,5 % am
n=5
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 62
f FIN 700 CHS PV 5 n 4,5 i PMT Æ 159,45

Valor das
prestações

1 f AMORT Æ 31,50 Parcela de Juros 1ª Parcela

x<>y Æ 127,95 Parcela de Amortização

RCL PV Æ 572,05 Saldo Devedor

E assim sucessivamente até a 5ª parcela. Vá anotando os valores na tabela a medida


que calcula.

Nº de Valor das Saldo


Juros Amortização
Prestações Prestações Devedor
0 --- --- --- 700,00
1 159,45 31,50 127,95 572,05
2 159,45 25,74 133,71 438,33
3 159,45 19,73 139,73 298,60
4 159,45 13,44 146,02 152,59
5 159,45 6,87 152,59 - 0,0003

Obs: Pode-se usar x<>y

Ou R para calcular a amortização


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 63

Análise de Fluxo de Caixa (série variável)

As teclas da HP 12C para esse fim são:

PV PMT FV

CFo CFj Nj

CF0 – Cash Flow inicial (valor no momento zero)


CFj – Cash Flow jésimo (valor no momento 1, 2, 3, 4, 5, 6, … , j)
Nj – número de fluxos de caixa iguais consecutivos relativo a um CF (nº de repetições
de 1 valor).
NPV – Net Present Value ou Valor Presente Líquido.
IRR – Internal Rate of Return ou Taxa Interna de Retorno

Observações:

1. Se Nj não é usado, a calculadora assume Nj = 1


2. Caso não haja valor inicial, CF0 = 0
3. Usar as teclas CHS para direcionar as entradas e as saídas
4. O fluxo de caixa precisa ser composto de períodos de capitalização iguais
5. A calculadora suporta no máximo 20 fluxos, além do inicial CF0
6. O limite de Nj é 99 para cada CF
7. O investimento inicial é armazenado na memória zero; os fluxos seguintes são
armazenados na ordem das memórias, ou seja, CF1 na memória 1, CF2 na
memória 2 e assim por diante até CF19 na memória 9; o fluxo CF20 fica na FV
8. Para corrigir valores no fluxo de caixa, é só alterar a memória correspondente,
usando a tecla STO
9. Para fluxo de caixa extenso, às vezes é necessário limpar as linhas de programação
para liberar memória
10.O IRR é armazenado em i
11.O nº de valores do fluxo é armazenado em n (menos o inicial)
12.Para saber se o IRR calculado está correto, o NPV deverá ser igual a zero
13.Para revisar o fluxo introduzido, use RCL g CFj repetidamente (ordem inversa) ou
RCL e o nº da memória (RCL 0, RCL 1, RCL j)

IRR – Taxa Interna de Retorno


A taxa interna de retorno é a taxa que equaliza o valor atual de 1 ou mais pagamentos
(saídas de caixa) valor atual de 1 ou mais recebimentos (entradas de caixa).

NPV – Valor Presente Líquido


O valor presente líquido consiste em calcular o valor presente de uma série de
pagamentos, a uma conhecida, e deduzir deste o valor do fluxo inicial que pode ser um
empréstimo, financiamento ou investimento.
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 64
Exemplos:

1. Calcular o valor atual do fluxo de caixa abaixo, sendo i = 10% am.

0 1 2 3 4 5

500 480 530 420 380


?

f REG 0 g CF0 500 g CFj 480 g CFj

530 g CFj 420 g CFj 380 G CFj 10 i f NPV Æ 1772,25

2. Uma mercadoria pode ser adquirida a taxa de 5% am, como segue:

$35 30 Dias
$35 60 Dias
$50 90 Dias
$40 150 Dias

0 1 2 3 4 5

35 35 50 ... 40
?
Calcular o preço à vista da mercadoria

50 G CFj 0 g CFj 40 g CFj 5 i

f REG 0 g CF0 35 g CFj 35 g CFj

f NPV Æ 139,61

Ou:

Observe que não


f REG 0 g CF0 35 g CFj 2 g Nj compensa em termos
de economia de
pressionar teclas.
50 G CFj 0 g CFj 40 g CFj 5 i Somente quando são
mais de 2 é
f NPV Æ 139,61 compensa!
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 65
3. Calcular a taxa de retorno do investimento representado pelo fluxo de caixa abaixo:

0 1 2 3 4 5

250 310 320 270 210


1000

f REG 1000 CHS g CF 250 g CF 310 g CF 0 j j

220 g CF j 270 g CF j 210 g CF f IRR → 8,52


j
8,52% am

Prova dos 9:

f NPV → 0

4. O valor de $3.000 será pago em prestações mensais de $1.500, $1.000 e $1.200,


respectivamente. Calcular a taxa de juros.

0 1 2 3

1500 1000 1200


1500

f REG 3000 CHS g CF 0 1500 g CF j 1000 g CF j

1200 g 11,81%
CF IRR → 11,81
famj

Prova dos 9:

f NPV → 0

Obs: ao valores recebidos e os valores pagos devem sempre ser com sinais trocados.
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 66

5. Um equipamento no valor de $70 mil é integralmente financiado, em 7 parcelas


mensais, sendo as 3 primeiras de $10 mil, as 2 seguintes de $15 mil, a próxima de
$20 mil e a última de $30 mil. Determinar a taxa interna de retorno dessa operação.
0 1 2 3 4 5 6 7

10 10 10 15 15 20 30
70

f REG 70 CHS g CF 0 10 g CF 3 g N
j J

15 g CF 2 g N 20 g CF 30 g CF
j J j j

f IRR → 10,40 10,40% am

Prova dos 9:

f NPV → 0

Obs: quando o valor de 1 fluxo não se repete, não há necessidade de introduzir 1 g N J

6. Uma impressora laser colorida da HP é vendida pelo crediário para pagamento em


6 vezes de $700. O valor à vista da impressora é de $2.999,00. Haverá uma
carência de 150 dias. Determinar a taxa de juros cobrada.

0 1 2 3 4 5 ... 10

700 700 700


2999

f REG 2999 CHS g CF 0 0 g CF j 4 g N J

4,63% am
700 g CF j 6 g N J f IRR → 4,63

Prova dos 9:

f NPV → 0
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 67
7. Um automóvel é financiado em 18 meses de $325,00 e mais 3 prestações
semestrais de reforço (ou balão) de $775,00, $875,00, e $975,00. Calcular o valor
financiado, sendo que a taxa de juros é de 2,9% am já incluso IOF.

0 6 12 18

325 325 325


775 875 975

? =1100 =1200 =1300

f REG 0 g CF 0 325 g CF j 5 g N J

1100 g CF 0 325 g CF j 5 g NJ

1200 g CF 0 325 g CF j 5 g N J

1300 g CF 0 2,9 i f NPV → 6.364,48

Calcule a taxa de retorno para o fluxo abaixo:


1000

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

100 120 90 150 200 70 110 120 180 150 170

f REG 1000 CHS g CF 0 10 g CF j 120 g CF j

90 g CF j 150 g CF j ... ... ... 170 g CF j

F IRR → 6,41 6,41% am

Prova dos 9:

f NPV → 0

Agora verifique os valores do fluxo, analisando os valores armazenados nas memórias.

RCL 0 1.000,00
RCL 1 100,00
RCL 2 120,00
RCL 3 90,00
RCL 4 150,00
RCL 5 200,00
RCL 6 70,00
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 68
RCL 7 110,00
RCL 8 120,00
RCL 9 180,00
RCL .0 150,00
RCL .1 170,00

Admitindo-se que o valor $200 do fluxo no 5º período esteja errado e o valor correto
seja $250, calcular a taxa correta.

250 STO 5 f IRR → 7,08 7,08% am

Para verificar quantos valores tem no fluxo (menos o inicial CF 0


) tecle RCL n. Para o
exemplo tem-se:

RCL n → 11

Calcular o valor atual do fluxo de caixa abaixo:

200 500

0 1 2 3 4 5 i=10% am

100 100 100 100 100

f REG 0 g CF 0 100 g CF j 100 CHS g CF j

100 g CF j 100 g CF j 400 CHS g CF j 10 i f NPV → -96,67


Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 69

DEPRECIAÇÃO DEPRECIATION
SOYD SL DB
[Δ%] [%T] [%]
FRAC LN INTG
O administrador pode lançar mão de várias formas para apurar o desgaste físico de um
bem. A mais usual é o método linear, por sua facilidade de cálculo e por ser permitido
pela legislação fiscal. Porém, em situações em que o desgaste do bem ocorre mais
rapidamente nos primeiros meses de sua vida útil, é recomendado usar métodos mais
próximos da realidade, como por exemplo, o método da soma dos dígitos
decrescentes.

A HP 12C permite calcular cada parcela de depreciação, a depreciação acumulada e o


saldo a depreciar pelos métodos:

• Linear ou de quotas constantes SL (Stright Line)


• Soma dos Dígitos Periódicos SOYD (Sum of Years Digits)
• Declínio de Balanço DB (Declining Balance)

É a mesma para
todos os anos de SL
vida útil do bem
PARCELA DE
DEPRECIAÇÃO
Varia de ano para
ano diminuindo SOYD
progressivamente DB
Roteiro de Cálculo
1. [f] REG
2. valor do bem em PV
3. valor residual (se houver) em FV (se não houver FV =0)
4. vida útil em anos na tecla n
5. se usado método de declínio de balanço, coloque o fator de declínio em i
6. para obter a depreciação anual, introduza o nº do ano para o qual a depreciação
será calculada e f SL ou f SOYD ou f DB
7. para o obter o saldo a depreciar use x<>y
8. para obter a depreciação acumulada use RCL PV x<>y - RCL FV -
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 70
Exemplos
1. Uma máquina comprada por $1 mil será depreciada em 5 anos e seu valor de
resgate é estimado em $50. Calcule a depreciação e o valor depreciável resultante,
para os 5 anos de vida útil da máquina, usando o método do declínio do balanço,
com um fator de declínio de 200%.

f REG 1000 PV 50 FV 5 N 200 i

1 f DB → 400,00 x<>y → 550,00

Depreciação
no 1º ano Valor depreciável
resultante após o 1º ano

2º ano
2 f DB → 240,00 x<>y → 310,00

3 f DB → 144,00 x<>y → 166,00 3º ano

4 f DB → 86,40 x<>y → 79,60 4º ano

5 f DB → 79,60 x<>y → 0,00 5º ano

2. Um equipamento foi adquirido por $1.500. A vida útil é de 10 anos e o valor residual
de $45. Calcular pelo método linear, o valor da 6º parcela anual de depreciação, o
saldo a depreciar e a depreciação acumulada até a 6º parcela.

F REG 1500 PV 45 FV 10 n

6 f SL → 145,50 6ª parcela de
depreciação

Saldo a depreciar
X<>y → 582,00 após a 6ª parcela

RCL PV x<>y - RCL FV - → 873,00 Depreciação


Acumulada até
Terminando a 6ª parcela
Os assuntos abaixo serão tratados em outro curso:

• Títulos

• Análise de investimentos

• Programação da HP 12C
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 71
As únicas teclas que ainda não foram estudadas da HP foram as relacionadas com
Títulos e Programação.

Títulos
BOND

PRICE YTM
YX 1X

X ex

BOND – Título
PRICE – Preço do Título
YTM – Yield to Maturity (rendimento até o vencimento)

Programação

P/R PRGM
(R/S) (SST) ( ) ( ) ( )
PSE BST GTO x≤y x=0

• P/R – entra no modo programado


• R/S – Run / Stop (roda e pára o programa)
• PSE – Pause ( Pausa para ler resultados intermediários sem precisar usar a tecla
R/S novamente)
• SST – Single Step (percorre as linhas do programa passo a passo para frente)
• BST – Back Step (percorre as linhas do programa passo a passo para trás)
• PRGM – limpa as linhas de programa
• GTO – Go To (vai para a linha x do programa – desvio)
• x ≤ y – testes de valores na programação
• x = 0 - testes de valores na programação

Anexo

Segue abaixo resumo das funções:

Funções Matemáticas

Potenciação y x

1. Inverso de um número 1/x


2. Percentagem %
1. Diferença Percentual Δ %
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 72
2. Percentagem do Total %T

3. Raiz Quadrada x

4. Logarítimo LN

5. Anti-Logarítimo e x
6. Fatorial n!
7. Número na base 10 EEX (Enter Exponent)
8. Parte inteira do número INTG
9. Parte Fracionária do número FRAC
10.Arredonda um número RND
Funções Financeiras
3. n
4. i
5. PV
6. PMT
7. FV
Funções com Data
1. M.DY
2. D.MY
3. Δ DYS
4. DATE
Funções com Depreciação
1. SL
2. SOYD
3. DB
Funções com Taxa Interna de Retorno e Valor Presente Líquido

1. CF 0

2. CF j

3. N j

4. NPV
5. IRR
Matemática Financeira com o uso da HP-12C Prof. Hélio Boaretto Júnior 73
Funções Estatísticas

1. ∑+
2. ∑−
3. x
4. xw
5. xr
6. yr
7. s
Funções para Programação
1. MEM
2. R/S
3. PSE
4. SST
5. BST
6. GTO
7. x ≤ y
8. x = 0