Você está na página 1de 15

FÓRUM ECO-GAIA - Por um Mundo Melhor

..:: ENCONTRO VIDA VERDE ::.. => Ambiente /


Sustentabilidade => Tópico iniciado por: Earth First em
Junho 10, 2007, 08:23:04

Título: A ALIMENTAÇÃO VIVA


Enviado por: Earth First em Junho 10, 2007, 08:23:04

A ALIMENTAÇÃO VIVA - Sementes e germinação

Os frutos da Terra recuperam no nosso corpo informações


matrísticas, que podem ser decodificadas a partir do contato
direto, não verbal, presente nos alimentos vivos", explica o
folheto do BioChip. Fazer arte com a comida viva e depois
apreciar com todos os sentidos, incluindo o paladar, o gosto
que a arte tem. Eis a ecoarte.
Mas por que se chama BioChip? "Chips de computadores são
moléculas de água que contém silício. Sementes também.
Dentro delas, há informações sobre a vida na Terra. O contato
com o chip vivo recupera o processo criativo do humano, nos
reconectando com os outros, com os animais e com o
planeta", gerando arte viva que flui para dentro das pessoas.
Cozinhar alimentos rompe a molécula de água que reveste o
silício - e aí, já viu: adeus informação, adeus BioChip. O chip
perde a água molecular e a informação não é mais acessada.
O que equivale dizer que a conexão com a Terra se rompe e o
homem se mantém em processo de dormência. "E isso é
interessante para a manutenção da guerra em que vivemos,
para a relação de ataque e defesa que estabelecemos dentro
de nosso eco-sistema, de nosso corpo. Só que agora
acabaram-se as guerras e vamos ter que re-aprender a viver
em paz, como nascemos", e o ALIMENTO VIVO a isso
recupera.

As sementes, alcalinas, começam a se acidificar assim que se


afastam da planta. Este processo acontece com quase tudo
que alimenta o mundo. Transformamos, cozinhamos,
congelamos, microondeamos a comida. "Pela acidificação nós
nos desnaturamos, nos afastamos da natureza, a do planeta e
a nossa. Esquecemos que somos mamíferos, alegres,
cooperativos. Adoecemos porque nos afastamos da origem. Os
alimentos cozidos desencadeiam no organismo humano
estruturas viciantes. Isto é, cada vez mais o organismo deseja
doses mais ácidas, e essa acidez gera euforia e depressão
exatamente como acontece com as drogas." ASSIM, O SER
ACREDITA QUE É CAMINHO CERTO A DEGENERAÇÃO VITAL, e
a MORTE pós os 70 ou 80 anos. LEDO ENGANO, temos
capacidade MENTAL, CORPORAL, ASTRAL P/ (SERMOS
ETERNOS ESPIRITUALMENTE) IRMOS ATÉ OS 300 A 400
ANOS, mas isso sem entrar na ROTA de APOSENTADORIA -
DOENÇA(Remédios; sobre-vida Urbana, etc...)

Trazer a VIDA de volta à nossa vida.


Mas não se recomenda que ninguém pare de comer do jeito
que come e opte imediatamente pela alimentação crua, pois
nossa intoxicação é imensa e seria um choque para o
organismo, tal qual uma desintoxicação de drogas pesadas.
"Dentro da Alimentação comum(e mesmo que vegetariana -
pois cozida/industrializada), tudo o que estamos acostumados
a comer são drogas: açúcar branco, mascavo, pão integral
com tofu, peixe grelhado, caldinho de feijão com arroz,
biscoito de água e sal, sorvete de creme etc". Isso porque os
alimentos industrializados e as misturas de amido com
proteína são altamente acidificantes, causando dependência.

Alimentação VIVA é "só para os que escolhem ser o que


sempre foram". Na transição há receitas para que qualquer
pessoa possa incorporar a força dos alimentos vivos no dia-a-
dia, mesmo que não tenha intenção nenhuma de abandonar as
delícias cozidas.
As duas principais ferramentas são os grãos germinados e o
Suco de Luz do Sol. "Precisamos fazer o caminho contrário do
que fizemos até aqui, pelo qual acidificamos ao máximo nossa
comida. Quando a semente germina, torna o solo e tudo o
mais alcalino, e alcalinização é igual à revitalização. Quando
molhamos a semente, a dormência se rompe e libera a
informação, ampliando o valor nutritivo em 20 mil vezes".
Sementes e grãos germinados , puros, misturados,
transformados em...
...Suco de Luz do Sol, que vem a ser clorofila pura, luz do
astro rei que alimentou e foi transformada pelas plantas
verdes. "Esse tipo de alimento é capaz de mudar o
comportamento das pessoas, por causa da oxigenação intensa
do cérebro". O suco verde entra no sangue e em 15 minutos
se transforma em hemoglobina, acelerando processos de cura
e desintoxicação. "Tomando o suco de Luz do sol todos os
dias, voce vai aos poucos recuperando quem voce sempre foi.
Nào precisa ter pressa, basta ter ritmo". E é um remédio
poderoso, que PODE CURAR TUDO. Dor de cabeça, dor de
barriga, pele seca, diarréia, cocô duro, gripe - das mais fáceis
até as mais difíceis. Aids? Cura. Câncer? Cura também. A
pessoa está em coma? É só levar o liquidificador para a UTI e
dar suco de Luz do Sol de hora em hora até que a pessoa
levante do transe. Vários exemplos recentes vem provando
isso(e acabando c/ a " falsa moral da medicina oficialesca").

E depois? Depois é passar adiante a informação para quem


precisa do santo remédio. Porque, não se engane, é presente
da mãe Terra, é presente de Deus, quase de graça (moço,
quanto custa a folha de abóbora? o capim gordura, o caruru,
as folhas da branquiara, da tiririca? As folhas da Embauba q
dão gosto de chocolate, da falsa cana? ...), independente e
auto-suficiente. Presente baratinho e/ ou GRATUITO, porém
mais valioso que muito diamante quando a maior riqueza é
saúde e vida vibrante e criativa, atributos naturais dos
mamíferos - e por tudo isso, por esse tesouro reconectado,
estamos desde agora sempre plenamente agradecidos...

Título: Re: A ALIMENTAÇÃO VIVA


Enviado por: Earth First em Junho 10, 2007, 08:25:01

Frutivorismo - Dieta Pura

O frutivorismo é uma dieta à base de frutas. É uma


alimentação que não implica a morte da planta.
Esta dieta é uma das mais altas expressões do
vegetarianismo, pois é um sistema de alimentação que não
oferece contradições em nenhum dos aspectos que
normalmente se têm em conta numa alimentação mais
saudável, como sejam: ético, moral, religioso, ecológico,
medicinal e nutricional.

Baseia-se no princípio de que as frutas são uma dádiva da


natureza e constituem o mais perfeito tipo de alimento para o
homem.

As frutas são alimentos que estão em harmonia perfeita com o


organismo e que permitem realizar um ideal construtivo e de
inofensividade, já que para nos alimentarmos não privamos da
vida nenhum animal ou planta. A alimentação de frutas, pelas
condições fisiológicas que implica, também não exige esforços
na digestão

A fruta ideal, além de saborosa e saudável, não deve ter


danos causados por insetos, doenças ou manuseio
inadequado. Deve também possuir textura, suculência, sabor,
qualidades nutricionais, e principalmente não estar
contaminada por produtos químicos potencialmente tóxicos
para o ser humano.

O mais conveniente é a alimentação com frutos naturais do


lugar onde se vive, e colher apenas no momento em que a
árvore ou planta os deixa cair no solo. Também são preferidos
os frutos crus para aproveitar por inteiro o seu valor nutritivo
e os seus fatores de vitalização.

As refeições podem tornar-se sintéticas e completas


combinando frutos amiláceos com frutos oleaginosos. Todos
eles são alimentos ricos em hidratos de carbono, sais minerais
e vitaminas. Os oleaginosos, como nozes, avelãs, amêndoas,
azeitonas, contêm ainda proteínas e lípidos.

Os frugívoros consideram então esta dieta completa por conter


proteínas suficientes (nozes, amêndoas), hidratos de carbono
(féculas e açucares) em grande quantidade (bananas, uvas,
maçãs, pêras, amêndoas, etc.) lípidos (nozes, azeitonas,
amêndoas, cocos, etc.) e os frutos são ainda a fonte mais
completa de vitaminas e sais minerais.

É nos frutos que a árvore ou a planta acumula a quantidade e


qualidade de energia. Considera-se que é na polpa que a
energia solar surge na sua mais sublime versão, protegendo e
promovendo a vida. Por isso se defende que ingerir estes
alimentos é aproveitar ao máximo a energia solar, que é, em
suma, o que direta ou indiretamente o ser humano aproveita
dos alimentos para se nutrir.

Os frugívoros defendem que a alimentação ideal do ser


humano perfeito é a ingestão de frutos e que o homem só
deve comer alimentos que contenham germes da vida que
correspondem à sua natureza superior.

Muitos foram os povos no Mundo que se alimentaram apenas


de frutos, nomeadamente na Austrália, na Califórnia e na
Argentina.

Devido às suas propriedades e condições fisiológicas, a


ingestão de frutas faz com que a digestão seja facilitada, pois
evitam um maior esforço neste processo de transformação dos
alimentos.

Contudo, há que ter atenção à fruta que se escolhe! Esta não


deve apresentar quaisquer danos provocados por insectos,
nem tão pouco mazelas provocadas pelas muitas mãos que
gostam de "apalpar" a fruta antes de a comprar.

Deve ainda ter cuidado com a textura, suculência, sabor,


qualidades nutricionais e, sobretudo, ter a certeza de que não
foram usados produtos químicos na sua produção.

As refeições podem ser enriquecidas recorrendo-se aos frutos


amiláceos, como a castanha, e aos oleaginosos, como a
amêndoa, noz ou avelã. Esta é assim uma das razões que faz
com que os que seguem esta dieta a considerem completa.
Contém proteínas e lípidos suficientes e hidratos de carbono
em grande quantidade, já para não falar no facto de os frutos
serem a principal fonte de sais minerais e vitaminas.

O poder de algumas frutas

Abacate - além de ser muito nutritivo, é usado para combater


a hipertensão e dores de cabeça. Ajuda também a combater
perturbações digestivas, como prisão de ventre, flatulência,
diarreia e gastrite.

Amêndoa - é uma fonte de cálcio. Sabia que 100 g de


amêndoas têm mais cálcio que a quantidade equivalente em
leite?

Avelã - entre outras, possui a característica de ser cicatrizante


e nutritiva.

Banana - boa para a asma, úlceras, icterícia, anemia, prisão


de ventre, pneumonia, enfermidades renais e intestinais,
afecções da pele e afecções pulmonares.

Castanha - activa o funcionamento dos intestinos.

Cereja - é desintoxicante, remove as toxinas e os fluidos,


estimulando o funcionamento dos rins. É também laxativa,
estimulante, depurativa. Tem a propriedade de neutralizar os
ácidos do organismo.

Maçã - é um adstringente suave, cicatrizante, bactericida,


descongestionante e emoliente. Estimula o apetite, tem uma
acção fortalecedora, refrescante e reguladora do pH.

Morango - o seu consumo ao natural facilita a digestão,


estimula as funções hepáticas e o apetite.

Noz - eliminam cálculos renais, dores lombares, rouquidão e


reduzem inflamações. Podem ainda ser usadas para baixar o
colesterol no sangue e aliviar os sintomas da síndrome pré-
menstrual.

Curiosidade

O frugivorismo é uma prática milenar entre os jainistas,


pertencentes a uma religião originária da Índia, que tem
ganho admiradores por todo o mundo.

Título: Re: A ALIMENTAÇÃO VIVA


Enviado por: Earth First em Junho 10, 2007, 08:25:58

Porque todos devem comer somente alimentos crus

Dr. Bernarr, C.C., D.D.

Quando o alimento é cozido acima de 48 graus por três


minutos ou mais, sua proteína torna-se coagulada, seu açúcar
tornou-se caramelizado, suas fibras naturais foram arruinadas,
e isso significa que eles ficarão por muito mais tempo no corpo
ao movimentar-se através do intervalo intestinal, 30% a 50%
suas vitaminas e minerais foram destruídas e 100% de seus
enzimas também foram destruídas.
O alimento cozido esgota o potencial do enzima do nosso
corpo e drena a energia que nós necessitamos para manter e
reparar nossos tecidos e sistemas do órgão e encurta nossa
expectativa de vida.

A Dra. Virgínia Vetrano sustenta que pôr alimentos


extremamente quentes no estômago, pode causar o câncer. A
Dra. Vetrano escreve também que :"Aquecendo o alimento,
destrói muita de suas vitaminas, minerais, e índice de
proteína, formando ácidos inorgânicos venenosos . Toda a
dieta crua é a mais saudável."

Marilyn Willison, do instituto da saúde Hipócrates, escreve:


"Nós não devemos cozinhar nosso alimento. Durante este
processo aparentemente inofensivo, as enzimas vitais são
destruídas, as proteínas coaguladas (fazendo-as difíceis de
serem assimiladas), vitaminas são destruídas na maior parte
e o restante muda sua forma e são difíceis para que o corpo
utilize, resíduos são reconstruídos(modificados) em
componentes mais tóxicos, o oxigênio valioso é perdido, e os
radicais livres são produzidos.
De acordo com Viktoras Kulvinskas, as perdas nutrientes
podem ser tão elevadas quanto 80% ou mais. Outros estudos
sugerem que as proteínas cozidas (coaguladas) são até 50%
menos prováveis de serem utilizado pelo corpo."

O Dr. M. Pottenger Jr. da Francis, escreveu sobre suas


experiências com 900 gatos sobre um período de dez anos.
Pottenger alimentou metade com carne crua e a outra metade
dos gatos do teste, alimentou com carnes cozidas.
Pottenger escreveu: "Gatos alimentados com carne cozida
eram irritáveis. As fêmeas eram perigosas para lidar,
ocasionalmente mordendo o pesquisador... " Os gatos
alimentados com carne cozida sofriam com "pneumonia,
acumulação de pus, diarréia, osteomelites, lesões cardíacas,
miopia (doenças de olho), doenças de tiróide, nefrites,
inflamações diversas, artrite e muitas outras doenças
degenerativas."

Nenhum alimento cozido é bom. Os alimentos cozidos agem


malignamente esgotando suas energias corporais, inibindo seu
cura, e diminuindo sua saúde, eficiência e produtividade.

Os alimentos cozidos suprimem o sistema imunológico. O calor


do fogo destrói vitaminas, enzimas, minerais, ácidos nucleitos,
clorofila, e danificam as gorduras, fazendo-as indigestíveis. A
gordura transformada torna-se um compostos irritantes .

O calor desorganiza a estrutura da proteína, conduzindo à


deficiência de alguns dos aminoácidos essenciais. O elemento
fibroso do alimento (celulose) é mudado completamente de
sua condição natural quando é cozido. Quando este elemento
fibroso é cozido, perde sua qualidade para limpar o canal
alimentar . A matéria fibrosa é mudada de seu estado natural
para um veneno.
O alimento cru tem o mais melhor contrapeso da água, dos
nutrientes e da fibra para satisfazer as necessidades do seu
corpo.

Cozinhar faz com que os elementos inorgânicos incorporem-se


ao sangue, circulem através do sistema, estabeleçam-se nos
artérias e nas veias e enfraqueçam os nervos.
Após cozinhar, o corpo perde sua flexibilidade, as artérias
perdem seu flexibilidade, os nervos perdem o poder de
transportar sensações, a coluna vertebral torna-se
endurecida, os tecidos ao longo do corpo contraem-se, e ser
humano torna-se prematuramente velho.
Em muitos casos esta matéria é depositada nas várias junções
do corpo, causando a ampliação das junções. Em outros casos,
acumula-se em um ou em mais dos órgãos internos,
finalmente acumulando em torno das válvulas do coração.

Os alimentos crus são digeridos facilmente, requerendo


somente 24-36 horas por tempo do trânsito através do
intervalo digestivo, em comparação a 40-100 horas para
alimentos cozidos.
Isto aumenta a ameaça de putrefação e da doença. Quando
você come hidratos de carbono, proteínas e gorduras cozidas,
você está comendo numerosos produtos mutagênicos
(cancerosos) causados pelo cozimento .

O Dr. Karl Elmer fez um experimento com os atletas na


Alemanha, produzindo a melhoria em seu desempenho
mudando para uma dieta puramente crua do alimento. O
alimento cru forneceu aos atletas mais força, energia e
estamina.

Com alimentos crus, a mente (memória e poder da


concentração) estará desobstruída. Você será mais alerta,
pensará mais rápido e com mais precisão.

Os alimentos crus não o deixarão com um sentimento cansado


após a refeição. Há uma tendência para a sonolência após
uma refeição cozida. Com alimentos crus o corpo requer
menos horas de sono e possibilitam um sono mais tranqüilo.

Quando nós tratamos alimentos com o fogo térmico, nós


perdemos até 97% das vitaminas solúveis da água (vitaminas
B e C) e até 40% das vitaminas solúveis de lipídeos (vitaminas
A, D, E e K).
Nós necessitamos somente a metade da quantidade de
proteína na dieta se os alimentos da proteína forem comidos
crus em vez de serem cozidos. Aquecer-se também muda os
lipídeos(gorduras). Estas gorduras modificadas são
incorporadas na parede da células e interferem com a
respiração da células, causando um aumento de câncer e das
doenças do coração.
Quando as gramas são pulverizadas separadamente com os
fertilizantes que são crus e cozidos, a grama que recebe o
fertilizante cru cresce 400% mais por acre em comparação
com a mesma quantidade de grama que recebe fertilizante
cozido.

Após termos comido alimentos cozidos, o sangue mostra


imediatamente um aumento enorme das células de glóbulos
brancos . As células brancas do sangue(leucócitos) são uma
primeira linha de defesa e, são chamadas popularmente de
"o sistema imunológico". (* o corpo trata o alimento cozido
como um agressor)
Esta multiplicação espontânea dos corpúsculos brancos ocorre
sempre no sangue imediatamente depois da introdução de
uma infecção ou veneno virulento no corpo desde que os
corpúsculos brancos são os organismos da luta do sangue.
Não há nenhuma multiplicação dos corpúsculos brancos
quando o alimento cru é comido.
A constante luta diária contra os efeitos tóxicos do alimento
cozido esgota desnecessariamente a força e o vitalidade do
corpo, assim causando a doença e a brevidade da vida.

Os alimentos cozidos rapidamente fermentam e putrefazem


no trato intestinal. Em uma dieta crua do alimento você
experimentará a eliminação do odor e do mau hálito do corpo.
O alimento cozido causa muitas alergias.

Se você consultar os escritos antigos e as escrituras sagradas,


você lerá que no Éden, os povos não comeram o alimento
cozido com "fogo ardente". De fato, os chineses, os egípcios,
os indianos e os hebreus, foram expulsos do paraíso por usar
o fogo para cozinhar o alimento.

Matusalém, contudo, porque comeu somente alimentos crus,


viveu até uma idade avançada.

O Bhagavad Gita diz: "Os homens religioso comem o que as


forças brilhantes da natureza oferecem. Mas aqueles ateus,
cozinhando o alimento bom, pecam quando o comem."
Eles estão falando na saúde ruim do indivíduo, nossa raça e o
nosso mundo causado pelo alimento fogo-cozinhado.

No Evangelho essênio da paz, um manuscrito aramaico dos


Essênios do terceiro século, Jesus é descrito como dizendo: "
Não cozinhe seu alimento com o fogo da morte, que é o fogo
que queima fora de você e que está mais quente do que seu
sangue. Cozinhe somente com o fogo da vida, isto é, o calor
natural do dia."

Os alimentos crus são agradáveis e têm mais sabor do que


alimentos cozidos. Não há nenhum necessidade de
acrescentar aditivos que não fazem bem. Estes aditivos
acrescentados podem irritar seu sistema digestivo ou
sobrecarregar outros órgãos.
Evite estes aditivos prejudiciais: açúcar, sal, pimenta,
temperos, condimentos, ketchup, maionese.
Hannah Allen escreveu: "Alimentos crus contem os enzimas
vivas, mas a influencia do cozinhar destroem todos os
enzimas. Além disso, o consumo de alimentos crus estimulam
o secreção gástrica do enzimas, necessário para iniciar uma
boa digestão.
Adicionalmente, você poderia comer alimentos crus como seu
primeiro prato, com isso menos alimentos cozidos voce
poderá comer. Idealmente, nós nunca devemos cozinhar
todos os alimentos."

Arthur M. Baker em "Awakening Our Self Healing Body",


escreve: "Alimentos cozidos destróem literalmente nosso
corpo. Negam nutrientes necessários ao sistema desde que o
calor altera gêneros alimentícios que são destruídos
parcialmente, na maior parte, ou completamente. Os
nutrientes coagulam e passam a inorgânicos e torna-se
tóxicos e patogênicos no corpo."

Baker adiciona: "Bacterias e virus encontram o solo somente


em substancias mortas e não pode existir em células vivas. O
alimento cozido estraga rapidamente, dentro e fora de nosso
corpo, enquanto os alimentos vivos são lentos em perder suas
qualidades vitais e não prontamente tornam-se o campo para
a deterioração bacteriana."

O professor Edmund Szekeley escreveu a respeito dos


pergaminho de Essênios:
"Não coma nada, conseqüentemente, que um fogo mais forte
do que o fogo da vida(sol) tenha modificado... Não cozinhe,
nem misture muitos alimentos, a menos que você queira que
seus intestinos transformam-se em um pântano."

Título: Re: A ALIMENTAÇÃO VIVA


Enviado por: Earth First em Junho 10, 2007, 08:29:00

Receitas: Suco de Luz do Sol e como germinar


Liquidifique um pepino pequeno e uma maçã grande sem
sementes. Não coloque água nenhuma, bata com a ajuda de
um socador ou colher de pau (cuidadosamente), para extrair o
líquido das hortaliças. Então coe num coador de pano e
coloque o líquido de volta no liquidificador. Acrescente o
legume e a raiz, que podem ser cenoura, abóbora, maxixe,
batata doce, inhame, quiabo, couve-flor, abobrinha, nabo
beterraba etc. (Procure variar as hortaliças e privilegie as de
produção orgânica.) Bata e coe novamente. Acrescente as
folhas verdes, que podem ser couve, folha de abóbora, folha
de beterraba, folha de cenoura, espinafre, bertalha, chicória
etc; quanto mais verde, melhor. Ponha agora os grãos
germinados (trigo, girassol, painço, soja, linhaça, gergelim,
arroz, amendoim, ervilha etc). Bata tudo, coe no coador de
pano e beba imediatamente. Em pouco tempo esse suco se
transforma em hemoglobina dentro do corpo.
Para germinar grãos:
1. Colocar de uma a três colheres de sopa de grãos num vidro
e cobrir com água limpa.
2. Deixar de molho por 8 a 12 horas.
3. Cobrir a boca do vidro com filó e prender com elástico.
Despejar a água em que os grãos ficaram de molho e
enxaguar bem os grãos sob a torneira.
4. Colocar o vidro inclinado num escorredor num lugar
sombreado e fresco.
5. Enxaguar pela manhã e á noite. Em dias quentes é preciso
lavar mais vezes.
O tempo de germinação varia de acordo com o grão,
temperatura etc. Em geral, estão com sua potência máxima
logo que sinalizam, assim que põem o "rabinho" para fora.
Então estão prontos para serem consumidos.

SEMENTES ESTRELAS DA VEZ

ALPISTE
(Phalaris canariensis L.)
Inglês: Canary seeds. Francês: Blé dês Canaries e Millet long.
Alemão: Kanaiengras.
Originária das Ilhas Canárias, o alpiste é uma semente
conhecida como alimento para pássaros e pouco usado pelos
humanos. Na França foi por muito tempo um alimento
apreciado em várias receitas sob a forma de farinha. Nas
Canárias usadas como bebida. Esta planta também é
conhecida pelas suas propriedades medicinais e no Brasil tem
sido bastante cultivada no Rio Grande do Sul. A produção
doméstica de sementes germinadas e brotos é bastante fácil.
Podem ser consumidas sob sucos coados, onde retêm as fibras
da casca dura ou como brotos de terra, que se assemelham à
grama de trigo, porém com o caule bem avermelhado.

NABÃO
(Brassica napus)
O nabão é uma planta que floresce duas vezes ao ano, mas
produz sementes uma vez só. Selvagem, sua semente é muito
resistente! Suporta o frio e pode até ficar sob uma camada de
gelo. Também pode ficar de 2 a 4 meses na areia encharcada.
As sementes esperam para germinar entre 5 e 10 anos. O
Nabão é auto-fecundado, isto é, ela é polinizada por insetos e
pelo vento na própria planta, pois possui simultaneamente
flores machos e fêmeas. Além disso, facilmente cruzam com
outras variedades criando híbridos.
Semente muito apreciada pelos pássaros e encontramos para
comprar em casas de alimentos para passarinhos.
É de fácil cultivo sob a forma de brotos de terra ou no ar. Seu
paladar é bastante picante e por isso é interessante misturar
com outros brotos e folhas, usando em menor quantidade.

TRIGO SARRACENO
(Fagopyrum esculentum)
O trigo sarraceno também conhecido como mourisco, trigo
preto ou trigo mouro embora não pertença a família do trigo é
utilizado como se fosse, pois as sementes parecem com a dos
cereais. São de forma triangular, como uma pequena
pirâmide e seu sabor é muito intenso. A planta foi
domesticada e primeiramente cultivada no sudeste da Ásia,
possivelmente em torno de 6000 AC . Depois se espalhou pela
Europa, Ásia Central e Tibet. Existem evidências de que a
espécie selvagem ancestral provêm da China. São conhecidas
como Kacha, alimento popular da alimentação na Rússia e no
Oriente Médio e mais uma semente considerada “rainha da
proteína vegetal”, ”o cereal mais energético”, “ideal no
inverno” entre outras aspas. Entretanto se trata de uma
semente que declina em sua produção e consumo além de ser
pouco conhecida entre nós. Ainda hoje nos EUA acontece o
“Festival do Trigo Sarraceno” com grande festa por ocasião da
colheita.
Encontramos no comércio o trigo quebrado e impróprio para
germinação. Por isso apenas colocamos na água 12 horas
antes do consumo para desencadear o potencial germinativo e
desenvolver as poucas sementes que ainda permanecem
inteiras. A semente solta um muco espesso que favorece o
preparo de algumas receitas, especialmente sopas.

RECEITINHAS GERMINADAS

Suco de clorofila com Painço

Mandala de frutas doces

Creme de banana
Ingredientes:
2 bananas prata
1 banana d´água
3 gotas de limão
Canela

Preparo:No liquidificador faça um creme com 2 bananas prata


e 1 d’água, limão e canela.

Dica: para um creme mais consistente use uma banana menos


madura.

Creme de jaca
Gomos de jaca sem caroço
3 gotas de limão

Preparo: No liquidificador bata a jaca com limão.

O Desenho de frutas
½ mamão pequeno picado
½ abacate picado
½ punhado de passas hidratas
½ punhado de ameixas hidratas
½ xícara de amêndoas, coco e nozes picadas processadas.

A Mandala
Comece o desenho pelos cremes, depois decore com os
pedaços de abacates, o mamão e daí as passas e ameixas e
então as sementes germinadas.
Variações
Creme de mamão com caqui
Ingredientes:
Uma medida proporcional de mamão e caqui.
Preparo:
No liquidificador bater o mamão e o caqui (pode ser com
casca). Passar numa panela furada e pronto!

Falso chocolate
Ingredientes:
1 abacate médio
8 a 10 ameixas sem caroço

Modo de preparo:
Hidrate as ameixas.
Num processador junte o abacate e as ameixas hidradatas até
ficar um creme homogêneo e consistente.

Dica:
Não hidratar a ameixa por mais que ½ hora para que o creme
não fique com sabor aguado.

Sugestão:
Cortar um abacaxi no meio sem o miolo, cobrir com o falso
chocolate e decorar tudo com coco germinado ralado!!! Lindo
e divino!!!

Verdadeiro chocolate
Ingredientes:
9 sementes de cacau germinado
3 bananas

Preparo:
Num liquidificador coloque as bananas e o cacau e bata até
fazer um creme homogêneo.

Dica: as bananas não precisam ser maduras de mais.

Sugestão:
Colocar numa forma de plástico que solte a tampinha do
fundo, aguardar alguns minutos e virar.
Fica lindo decorado com coco germinado ralado!

Palpiteria da Juliana: Ideal pra quem prefere chocolate amargo


ou meio amargo.

Granola Viva

Ingredientes:
Amêndoas germinadas
Coco germinado
Nozes germinados
Maçã
Frutas desidratadas (damasco, passas, caqui, banana,...)

Preparo:
Picar todos os ingredientes em pequenos pedaços, acrescentar
a canela, misturar e está pronto pra servir.

Dica: Muito interessante pra levarmos bolsa, pro trabalho e


etc.
Fica divino com leite de fruta do conde!!!

Powered by SMF 1.1 RC2 | SMF © 2001-2005, Lewis Media