Você está na página 1de 3

Projecto “A água”

A história “A Gota Gotinha” despertou o interesse


pelo tema da água, levando o grupo a levantar várias
questões sobre a água: Donde vem a água? A água tem
cor? Podemos viver sem água? O que existe em maior
quantidade: água ou terra? Para onde vai a água da chuva? Porque a
chuva cai? E a neve como se forma?

Depois de conversarmos sobre a importância da água as


crianças perceberam que as pessoas, os animais, as plantas não
podem viver sem água. A água é muito importante. Ela é utilizada
para beber, regar as plantas, lavar a roupa, tomar banho, lavar a
louça, lavar os dentes, regar o jardim, cozinhar, lavar os carros e os
pátios. Por isso não devemos desperdiçar água ao descarregar o
autoclismo, ao lavar os dentes, ao lavar as
mãos…

Através do globo descobrimos que existe mais


água na superfície da terra do que solo – uma
grande percentagem é coberta por mares e
oceanos.

Realizamos algumas experiências do interesse das crianças


para a descoberta dos diferentes estados da água:

Vapor de água (água da sopa a ferver)

Dois copos de água da torneira na arca frigorífica.


Seguramos no gelo e sentimos que o pedaço de gelo é molhado e
escorregadio e derrete nas nossas mãos quentes.

Os nossos registos:

Quando a água cai do céu dizemos que chove. Mas de


onde vem a chuva?

O Ciclo da água

Aprendemos a canção:

A água vem das nuvens As gotinhas de água

É de lá que água vem São mesmo engraçadas

A água vem das nuvens Caem das nuvens e deixam

Já todos sabemos bem. A terra e as flores molhadas.


Não se pode beber água do mar, porque é muito salgada. Só
podemos beber água doce.

Experiência: água doce, água salgada e água da torneira. A água da


torneira não tem cheiro, nem cor, nem sabor. Quando misturamos sal
a água fica salgada. Quando misturamos açúcar a água fica doce.

Cada criança modelou uma bola e um barco utilizando a


plasticina. Antes da experiência foram levantadas algumas hipóteses:
será que afundam ou flutuam?

Verificou-se que a bola de plasticina afunda, porque é feita de


plasticina sólida sem espaço para o ar.

E os barcos?

Flutua, porque o fundo plano distribui o seu peso


pela superfície da água e tem dentro ar.