P. 1
PLANO DE AULA ÁGUA

PLANO DE AULA ÁGUA

|Views: 22.762|Likes:
Publicado porBianca Saveti

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Bianca Saveti on Nov 10, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/27/2015

pdf

text

original

PLANO DE AULA

ÁGUA

AUTOR: BIANCA SAVETI

DADOS:
Escola: Professora: Bianca Saveti Duração da atividade: ( ) Educação Infantil (X) Ensino Fundamental Ano: 3º Ano (8 e 9 anos), classe heterogênica.

OBJETIVOS:
Debater sobre a preservação da água potável. Identificar pontos viáveis para preservar a água potável. Reconhecer e listar formas de preservar a água. Promover ações na escola e em casa que contribuam para preservar os recursos hídricos disponíveis. Refletir sobre a possibilidade de faltar água potável em nosso planeta.

RECURSOS DIDÁTICOS:
A música: "Terra, planeta água" de Guilherme Arantes, além de um meio para sua execução (CD, Mp3 ou outro); Letra da música impressa para cada aluno (veja abaixo); 1 garrafa plástica de 2 litros cheia de água com tampa; 1 copo de 200 ml; 1 copo de 50 ml; Cola, tesoura, papéis variados, tintas, etc.

METODOLOGIAS:
CHEGADA Chamada; Música: "Terra, planeta água" de Guilherme Arantes. RODA DA CONVERSA Introduzo a aula falando sobre os cuidados que devemos ter pela preservação da nossa água e assim puxo um gancho para realizar algumas perguntas estimulando assim nos alunos este assunto de vital importância, as questões serão: Que ações precisam ser desenvolvidas para garantir a qualidade e disponibilidade de água para diferentes usos? Em casa o que fazemos para preservar a água? Qual a situação da água em nosso mundo atualmente? Será que água vai acabar mesmo? A maior responsabilidade é nossa individualmente ou do governo? Qual tua opinião? O que podemos fazer de concreto para preservar a água? De que forma? HORA DA ATIVIDADE EXEMPLOS: Português: Na roda de conversa as crianças irão anotar todas as observações que eles mesmos identificaram para a preservação da água. Ciências: A água ocupa a maior parte do planeta: basta dar uma olhada em um globo terrestre para perceber isso.

Prof.ª BIANCA SAVETI

Ela é composta por dois elementos químicos: o oxigênio e o hidrogênio. Para cada oxigênio, ela tem dois hidrogênios e, por esse motivo, ela é representada assim: H2O.

A água é a substância mais abundante do planeta. Ela é encontrada nos oceanos, no gelo, em rios, lagos, chuvas, no ar que respiramos, no solo e abaixo dele (nos lençóis freáticos). Além, desses locais, a água também está presente no nosso corpo e na constituição dos demais seres vivos. Ela corresponde, por exemplo, a cerca de 60% do corpo humano; e a 94% do tomate. A água é uma substância muito importante para a vida na Terra, pois todos os seres vivos necessitam dela para viver. Sem ela, para começar, plantas e algas não sobreviveriam. Agora imagine o que seria de nós e de diversos outros seres vivos sem o oxigênio que tais organismos nos oferecem! A água também é necessária para hidratação e funcionamento do nosso organismo, preparação de alimentos, limpeza do corpo, das roupas e dos locais em que vivemos etc. Além disso, é muito utilizada na indústria, inclusive na fabricação de remédios e objetos. As usinas hidrelétricas também utilizam a água para gerar a energia elétrica, que chega às nossas casas. Apesar de encontrada em muitos lugares, somente uma pequena parte de água está disponível para os humanos e outros seres vivos. Só para se ter uma idéia, se toda a água do mundo estivesse em uma garrafa de um litro, somente uma gota dela poderia ser utilizada para nossa hidratação, ou seja, para bebermos. Isso porque grande parte dela está em oceanos ou está congelada.

Além de existir uma quantidade pequena de água doce disponível, ela tem sido desperdiçada e poluída por esgotos, pesticidas e lixo; diminuindo sua oferta para os seres humanos, animais, plantas e outros seres vivos. Alguns estudiosos já relatam em suas pesquisas e livros que a água, sem ser poluída, pode acabar provocando grandes estragos. Assim, é preciso criar a consciência da importância de se cuidar bem desse bem precioso. Evitando o desperdício de água, cada pessoa estará contribuindo bastante para a conservação dela. Veja algumas dicas: - Não deixar a torneira aberta enquanto escova os dentes; - Não se esquecer de fechar bem a torneira (caso não consiga, peça ajuda para alguma pessoa mais velha); - Reaproveitar a água de aquários e de cozimento de ovos e legumes, por exemplo, para molhar as plantas do jardim. Matemática: O professor fará a introdução da atividade supondo conseguir colocar toda a água da Terra dentro da garrafa plástica de 2 litros. Após, buscarão interagir com o público fazendo uma série de perguntas como: “Que tipo de água é essa que está na garrafa?”, “Quais são os locais onde existe água?”, “Será que temos toda esta água para consumir?”, entre outras. Em seguida, colocarão aproximadamente 200 ml de água em um copo e explicarão que ali está toda a água doce do Planeta. Desses, 50 ml serão transferidos para um segundo copo, que representará a água doce de “fácil acesso”, que seriam as de rios, lagos, represas e poços artesianos. Finalmente, será retirado o suficiente para encher a tampa da garrafa plástica e essa será a quantidade aproximada de água potável disponível para consumo humano.

Prof.ª BIANCA SAVETI

Artes: 1) O professor deverá tocar a música, a fim de que os alunos prestem atenção à letra. Posteriormente, entregar sua cópia impressa para os alunos. 2) Perguntar qual a mensagem transmitida pela letra. 3) Pedir que os alunos se organizem em duplas. 4) Cada dupla deve produzir uma imagem (desenho, foto, pintura) ou objeto (escultura, maquete, móbile) que ilustre as informações contidas no trecho da canção que eles mesmos devem selecionar

BIBLIOGRAFIA
UOL EDUCAÇÃO LILIANE BLOGSPOT ESCOLA KIDS TEIA ONLINE

Prof.ª BIANCA SAVETI

Planeta Água

Planeta Água

Planeta Água

Água que nasce na fonte Serena do mundo E que abre um Profundo grotão Água que faz inocente Riacho e deságua Na corrente do ribeirão... Águas escuras dos rios Que levam A fertilidade ao sertão Águas que banham aldeias E matam a sede da população... Águas que caem das pedras No véu das cascatas Ronco de trovão E depois dormem tranqüilas No leito dos lagos No leito dos lagos... Água dos igarapés Onde Iara, a mãe d'água É misteriosa canção Água que o sol evapora Pro céu vai embora Virar nuvens de algodão... Gotas de água da chuva Alegre arco-íris Sobre a plantação Gotas de água da chuva Tão tristes, são lágrimas Na inundação... Águas que movem moinhos São as mesmas águas Que encharcam o chão E sempre voltam humildes Pro fundo da terra Pro fundo da terra... Terra! Planeta Água Terra! Planeta Água Terra! Planeta Água... Água que nasce na fonte Serena do mundo E que abre um Profundo grotão Água que faz inocente Composição: Guilherme Arantes

Água que nasce na fonte Serena do mundo E que abre um Profundo grotão Água que faz inocente Riacho e deságua Na corrente do ribeirão... Águas escuras dos rios Que levam A fertilidade ao sertão Águas que banham aldeias E matam a sede da população... Águas que caem das pedras No véu das cascatas Ronco de trovão E depois dormem tranqüilas No leito dos lagos No leito dos lagos... Água dos igarapés Onde Iara, a mãe d'água É misteriosa canção Água que o sol evapora Pro céu vai embora Virar nuvens de algodão... Gotas de água da chuva Alegre arco-íris Sobre a plantação Gotas de água da chuva Tão tristes, são lágrimas Na inundação... Águas que movem moinhos São as mesmas águas Que encharcam o chão E sempre voltam humildes Pro fundo da terra Pro fundo da terra... Terra! Planeta Água Terra! Planeta Água Terra! Planeta Água... Água que nasce na fonte Serena do mundo E que abre um Profundo grotão Água que faz inocente Composição: Guilherme Arantes

Água que nasce na fonte Serena do mundo E que abre um Profundo grotão Água que faz inocente Riacho e deságua Na corrente do ribeirão... Águas escuras dos rios Que levam A fertilidade ao sertão Águas que banham aldeias E matam a sede da população... Águas que caem das pedras No véu das cascatas Ronco de trovão E depois dormem tranqüilas No leito dos lagos No leito dos lagos... Água dos igarapés Onde Iara, a mãe d'água É misteriosa canção Água que o sol evapora Pro céu vai embora Virar nuvens de algodão... Gotas de água da chuva Alegre arco-íris Sobre a plantação Gotas de água da chuva Tão tristes, são lágrimas Na inundação... Águas que movem moinhos São as mesmas águas Que encharcam o chão E sempre voltam humildes Pro fundo da terra Pro fundo da terra... Terra! Planeta Água Terra! Planeta Água Terra! Planeta Água... Água que nasce na fonte Serena do mundo E que abre um Profundo grotão Água que faz inocente Composição: Guilherme Arantes

Prof.ª BIANCA SAVETI

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->