A Sociologia e o mundo do trabalho

Para Durkheim o ambiente de trabalho era o ponto de partida perfeito para se observar como se davam as relações sociais, pois era ali que homens e mulheres passavam a maior parte de seu tempo. "O que você quer ser quando crescer?" Quantos de nós não ouvimos essa pergunta quando éramos criança? Arrisco-me a dizer sem receio, que não há quase ninguém que em determinado momento de sua infância não tenha ouvido dos pais ou de sua professora de primário essa pergunta. O que poucos talvez não tenham se dado de conta , é que essa simplória pergunta está permeada de uma ideologia com vistas a satisfazer um "pré-requisito" do indivíduo para se fazer parte da sociedade. Essa é uma maneira de pôr na cabeça das crianças que elas devem se imaginar em alguma ocupação, cumprindo alguma tarefa, trabalhando em algum lugar. A pergunta indica que fazer parte da sociedade é estar inserido em alguma atividade produtiva.( BOMENY e O'DONNEL. Tempos Modernos, Tempos de Sociologia, 2010). Como se viu com Durkheim, se os trabalhadores passam a maior parte de seu tempo no local de trabalho, logo, é ali também que eles têm de se conscientizarem acerca de seus direitos e deveres, o que se espera deles, como devem conviver com os que se encontram ao seu redor. Sejam eles chefes, subordinados ou mesmo, colegas numa mesma posição. Durkheim ao observar esse tipo de ambiente estava interessado em perceber ali a sociedade que estava em funcionamento.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful