Você está na página 1de 11

Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional

Regulamento Técnico – Edição 2013

Luta Livre Tradicional
Regulamento Técnico

Artigo 1- Definição
§ Único: A Luta Livre Esportiva é uma arte marcial de submissão onde são aplicados golpes
como quedas, imobilizações, chaves e estrangulamentos com o objetivo de provocar a desistência
(finalização) do adversário ou demonstrar superioridade técnica através da contagem de pontos.

Artigo 2- Área de competição
§ 1°: A área efetiva para competições estabelecida será de 25m2 (5m x 5m) com uma área
adicional de segurança de 1 m ao redor de toda a área efetiva, totalizando 49m2 (7m x 7m), conforme
a figura 1. Eventos especiais poderão utilizar áreas diferentes da ilustrada, porém esta área útil será a
mínima para se garantir o bom andamento dos combates e a segurança dos atletas. Cores, formas e
materiais do tatame serão de escolha e responsabilidade da organização, recomendando-se uma
avaliação criteriosa para se evitar acidentes ou incidentes.

Figura 1 - Área de competição

1 de 11

Artigo 3.1.Graduação • • • • • • • Branca (iniciante) Amarela Laranja Azul Roxa Marrom Preta 2 de 11 . como o ilustrado na figura 2. Peso e Idade. recomenda-se entre as faixas de segurança elas um intervalo de no mínimo 1m. obedecendo a seguinte distribuição: 3.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 § 2°: Para competições com múltiplas áreas de luta. Figura 2 . porém o lay out deste espaço deverá ser divulgado com antecedência dos participantes até a data limite da inscrição dos participantes.Categorias § Único: As divisões de categoria serão determinadas segundo três critérios: Graduação. evitando-se assim que esta área adicional de segurança seja compartilhada por mais de um combate.Área múltipla de competição Nota 1: A organização do evento poderá determinar espaços diferenciados para a realização dos combates.

000 Kg Juvenil Azul 75.Peso TABELA DA FASUB. peso ou idade. poderão ser utilizadas em competições.001 até 80.2. Artigo 4.001 até 75.3. e • 02 (dois) árbitros auxiliares para contagem de pontuação e cronometragem.000 Kg Adulto Nota 1: A Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional recomenda que somente os atletas com idade igual ou superior a 18 anos completos possam receber graduações a partir da faixa marrom. Nota 1: A organização do evento poderá determinar outros auxiliares para auxílio do árbitro central. 3.001 até 70.Arbitragem § Único: A arbitragem consiste em no mínimo: • 01 (um) árbitro central. 3 de 11 .000 Kg Adulto Preta 70.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 3. sejam de graduação.Idade • • • • • Infantil: Até 15 anos (incompletos) Juvenil: De 15 anos (completos) a 18 anos (incompletos) Adulto: De 18 anos (completos) a 35 anos (incompletos) Master: De 35 anos (completos) a 45 anos (incompletos) Senior: Acima de 45 anos (completos) Exemplo de quadro de categorias: Graduação Peso Idade Branca 65.000 Kg Master Marrom Acima de 85. porém a Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional recomenda que as categorias de graduação especificadas sejam respeitadas. Nota 2: Outras categorias.

etc). o árbitro central decidirá em conjunto com os árbitros laterais pela vitória de um dos atletas. § 2°: Serão permitidos dentro da área de competição estabelecida de 49m2 (7m x 7m) somente os dois atletas e o árbitro do combate.Tempo de combate § 1°: A determinação dos tempos de combate obedece ao seguinte critério: • Infantil todas as faixas: 4 minutos. tornozeleiras. óleos. marcas de patrocínio ou da academia ou equipe a que pertencem. será responsabilidade do árbitro central. podendo ser assistido pelos árbitros laterais. Nota 1: Não será oficial em relação a este regulamento. • Última pontuação computada. • Lutas Especiais: de acordo com o organizador do evento.Decorrer do combate § 1°: Antes do início da luta. a utilização do critério de "morte súbita".Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 Artigo 5. § 4°: Somente o árbitro central tem o poder de iniciar. • Senior todas as faixas: 5 minutos. faixas de graduação. desde que divulgada com antecedência aos participantes. considerando os seguintes critérios em ordem de importância: • Penalizações aplicadas. 4 de 11 . porém em eventos especiais. Nota 2: Será autorizada também nestes casos. a realização de prorrogações. porém seus auxiliares têm autoridade para alertá-lo acerca de fatos que passem desapercebidos à sua atenção. interromper e encerrar um combate. • Adulto e Master faixa Roxa a Preta: 7 minutos. poeiras. onde a luta empatada se encerra com a contabilização do primeiro ponto após o re-início. Nota 3: O intervalo mínimo entre lutas de um único atleta será igual ao tempo de uma luta estabelecido para a sua categoria. braceletes. • Combatividade. a organização poderá realizá-las. a verificação dos atletas quanto à higiene das vestimentas. § 3°: Os atletas deverão ter algum tipo de identificação para diferenciação (cores diferentes de uniformes. unhas grandes e isenção de substâncias que influenciem na luta (vazelina. • Adulto e Master faixa Branca a Azul: 6 minutos. § 2°: Ao término do tempo regulamentar. etc) e poderão trazer em seus uniformes. Artigo 6. • Juvenil todas as faixas: 5 minutos.

seja de pé ou no solo. entrem na área de segurança. sem qualquer obrigatoriedade em relação a este regulamento. no caso de falta de combatividade na luta que esteja decorrendo no solo. § 6°: Em caso de falta de combatividade. o árbitro central deverá interromper imediatamente a luta e reiniciá-la. § 14°: Serão aplicadas penalizações para os seguintes casos: • • • Fuga intencional da área de luta com o intuito de evitar finalização por golpe já encaixado. salvo casos de falta de combatividade. § 9°: Golpes que se iniciem dentro dos 25m2 (5m x 5m) da área de combate e se consolidem na área de segurança de 1m ao redor. Clara e manifesta falta de combatividade com o intuito de manter placar favorável. protetores bucais e outras proteções. § 10°: Os golpes em iminência de finalização. sendo estes contabilizados pelos seus auxiliares. § 13°: Ficará a critério do atleta a utilização de joelheiras.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 § 5°: A validação dos pontos será de responsabilidades do árbitro central. § 8°: Caso os atletas. § 11°: O árbitro central deverá interromper imediatamente o combate caso interprete que um golpe. 5 de 11 . mesmo que se concluam na área de segurança. cotoveleiras. independente da iminência de finalização ou queda. Outras proibições definidas no artigo 8 deste regulamento. se conclua ou esteja na iminência de se consolidar fora dos 49m2 (7m x 7m) de área útil. Esta medida tem o objetivo de garantir a integridade física dos atletas. § 12°: Nos casos de interrupção por combate fora da área útil total 49m2 (7m x 7m). Esta medida tem por objetivo incentivar a técnica nos confrontos. terão seus pontos contabilizados. o árbitro central poderá interromper o combate. em especial quedas. onde erguerá uma das mãos indicando os pontos e tocará com a outra o atleta a quem os pontos serão computados. penalizar atletas e possivelmente. desde que tenham sido iniciados dentro dos 25m2 (5m x 5m) e não ultrapassem a faixa de segurança. a luta será reiniciada de pé. ou novamente de pé. na mesma posição de quando interrompida. os auxiliares deverão estar atentos aos comandos do árbitro central para cronometragem. Esta validação será determinada com o gesto do árbitro central. no decorrer do combate. § 7°: Nos casos de paralisação e re-início. reiniciá-lo já numa posição de solo (“de joelhos”) para os casos de falta de combatividade em luta de pé. não serão interrompidos.

sem o contato integral das costas com o solo. porém seja contragolpeado com uma raspagem/inversão. fora da guarda do adversário. 3 segundos. Pontuação 2 pontos Caso um atleta inicie um movimento claro de queda e o oponente busque a defesa colocando-o na guarda. este com as costas em contato integral com o solo. seja colocando o oponente de costas. Caso o atleta inicie o movimento de queda.Pontuação § Único: A determinação e contagem da pontuação seguem ao seguinte critério: Golpe Definição Queda Consiste em promover "desequilíbrio e derrubada" do adversário ao solo com manutenção do combate no solo por. no mínimo. de lado ou com o tórax completo em contato com o solo. 2 pontos Enquanto o oponente se mantiver em posição lateral. por tempo igual ou superior a 3 segundos contados pelo árbitro central. Passagem de guarda Consiste na imobilização lateral ou invertida (norte/sul). Caso o atleta inicie o movimento de “puxar” pra guarda e seu oponente. inicie a queda.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 Artigo 7. apenas após este primeiro movimento. os pontos da queda serão contabilizados normalmente. 6 de 11 . o atleta consiga consolidar o movimento. Caso o movimento de queda se conduza a uma posição de quatro apoios no solo. os pontos não serão contabilizados. cabendo apenas a contagem do segundo para a posição conquistada. nenhum ponto será contabilizado. os pontos não serão contabilizados. a não ser que dentro de 3 segundos após este primeiro estágio. nenhum ponto será contabilizado ao primeiro. Posições subsequentes à queda terão a respectiva pontuação contabilizada normalmente.

Pontuação Nota 1: Serão consideradas complementos à pontuação de raspagens e inversões. Nota 3: A contabilização de pontos consecutivos se valerá apenas e exclusivamente para mudanças de posição de menor para maior pontuação. Tabela 1 . de acordo com a tabela 1 deste regulamento. 7 de 11 . por tempo igual ou superior a 3 segundos contados pelo árbitro central. 4 pontos Também se configura montada pela frente. sem nenhum tipo de parte ainda em domínio de guarda e com os dois pés em forma de "gancho" na frente do adversário. Caso o atleta esteja aplicando um triângulo ao oponente e se posicione por cima de seu adversário. etc). caso o adversário esteja com os braços por dentro das pernas do oponente que se encontra por cima. na qual o colocará agora "por baixo". e se valerá apenas e exclusivamente dos pontos já contabilizados. Nota 4: A repetição de posições de mesma pontuação não acarretará a contabilização de pontos consecutivos. Montada pelas costas Consiste no posicionamento nas costas do adversário. 4 pontos 2 pontos Estão incluídos nesta classificação. deverá ser comunicada aos envolvidos com a antecedência necessária para esclarecimentos de atletas e preparação de árbitros. com os dois joelhos. por tempo igual ou superior a 3 segundos contados pelo árbitro central. passagens. Pés cruzados ou “triangulo” fechados são permitidos. nenhum ponto será contabilizado à montada.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 Golpe Definição Pontuação Montada pela frente Consiste no posicionamento sobre o tórax ou abdome do adversário. independente de se concluir dentro ou fora da guarda. Nota 2: Qualquer alteração de critério de contagem por parte da organização do evento. seja dentro ou fora da guarda. com intervalo inferior a 3 segundos. ou um dos pés e um joelho tocando o solo e sem nenhuma parte do corpo ainda em domínio de guarda. as pontuações de posições subsequentes (montadas. “upas” e “barrigadas”. Raspagem / Reversão Consiste em submeter uma inversão ao adversário que esteja posicionado por cima.

e conquista uma posição de guarda passada. já somados os 4 pontos.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 Exemplo: O atleta está em posição de guarda passada. já somados os 4 pontos. arm-lock. Não serão contabilizados mais 4 pontos referentes à esta última posição repetida. Artigo 8. Penalização: Desclassificação imediata. triângulo. este poderá solicitar que se interrompa a pegada. caracterizando o chamado “bate-estacas”. abandona clara e intencionalmente a posição.Proibições e restrições § 1°: Não será permitido qualquer tipo de fuga intencional da área de luta. desde que este esteja originalmente tocando com as costas neste solo (posição de guarda. com a respectiva contagem dos pontos. § 2°: Não será permitido o arremesso do atleta ao solo. Para competições onde o uniforme oficial seja calções ou sungões.). O atleta está em posição de montada pela frente. Não serão contabilizados mais 2 pontos referentes à esta última posição. não será permitido este tipo de pegada. O atleta está em posição de montada pela frente. em competições que se utilize calças de Kimono e faixas de graduação. Penalização: 1ª ocorrência: Advertência verbal (Penalização). 2ª ocorrência em diante: Perda de um (01) ponto a cada reincidência. e conquista uma montada pela frente. Nota 1: No caso do combate estar ocorrendo ainda de pé e um dos atletas puxar para a guarda sem que toque o solo com as costas imediatamente. já somados os 2 pontos. seja com golpes encaixados ou para se evitar o combate em pé. possivelmente autorizado a punições com a perda de pontos nos casos de re-incidência. o oponente poderá arremessá-lo e este movimento será considerado queda. 8 de 11 . a conquistando novamente com intervalo inferior a 3 segundos. Nota 2: Caso o árbitro central interprete que o atleta esteja utilizando a pegada no uniforme com o objetivo de impedir o bom andamento do combate. Penalização: 1ª ocorrência: Advertência verbal (Penalização). 2ª ocorrência em diante: Perda de um (01) ponto a cada nova fuga. Esta medida tem como objetivo garantir que a técnica da Luta Livre Tradicional se desenvolva e seja divulgada em todos os eventos. etc. Serão contabilizados mais 4 pontos referentes à esta última posição. § 3°: Somente será autorizado segurar no uniforme de luta.

Cabe ao árbitro central interpretar e avaliar estes casos. § 5°: Não será permitido qualquer tipo de ação agressora aos olhos. chutes. com o consenso das partes envolvidas. seja por parte do atleta ou técnicos. 1ª ocorrência (aplicação efetiva com dolo): Desclassificação imediata. porém a cada contestação de desclassificação. § 7°: Não será permitido qualquer tipo de agressão. onde desclassificações sem contestação serão consideradas apenas como critério desempate. Nota 2: A decisão do árbitro é inquestionável e a insistência em argumentações poderá direcionar à punição da equipe na contagem geral de medalhas. Penalização: 1ª ocorrência (tentativa): Advertência verbal (Penalização). joelhadas. 9 de 11 . como tapas. organizadores ou torcida por parte de atleta competidor. boca. genitália. a atletas. 1ª ocorrência (aplicação efetiva com dolo): Desclassificação imediata. Penalização: 1ª ocorrência (tentativa): Advertência verbal (Penalização).Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 § 4°: Torções de tornozelo não serão permitidas para categorias infantil e juvenil e chaves e torções cervicais não serão permitidas para qualquer categoria. § 6°: Não será permitido qualquer tipo de golpe traumático. salvo casos de lutas em eventos especiais. 2ª ocorrência (tentativa): Desclassificação. Penalização: 1ª ocorrência (tentativa): Advertência verbal (Penalização). cabeçadas ou qualquer outro que tenha o objetivo de se afligir o adversário. 1ª ocorrência (agressão física): Desclassificação imediata. 2ª ocorrência (tentativa): Desclassificação. Penalização: 1ª ocorrência (agressão verbal): Advertência verbal (Penalização). 1ª ocorrência (aplicação efetiva com dolo): Desclassificação imediata. nariz ou orelhas com o objetivo de se afligir o adversário. 2ª ocorrência (agressão verbal): Desclassificação imediata. será invalidada uma das medalhas de 1° lugar conquistadas pela equipe infratora. socos. garganta. árbitros. verbal ou física. 2ª ocorrência (tentativa): Desclassificação. Cabe ao árbitro central interpretar estes casos.

chaveamento. Nestes casos. segurança. sem que sejam considerados relacionamentos de equipes. • Número de 2ªs colocações. assistência médica. também será estabelecido por sorteio direto. premiações e infra-estrutura serão de responsabilidade exclusiva dos organizadores do evento. considerando as colocações do § 1°.Organização de Eventos § Único: Organização. Artigo 10. § 3°: Não será realizada disputa de 3ª colocação. § 2°: O chaveamento para uma categoria em quantidade impar de atletas. Artigo 11. para eventos de organizadores filiados.Conclusão 10 de 11 . • Número de 3ªs colocações. estes tópicos poderão e deverão ser fiscalizados pela Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional com o intuito de se garantir o cumprimento deste regulamento e dos princípios de disciplina e respeito à Luta Livre Tradicional e ao esporte de uma forma geral.Chaveamento § 1°: O chaveamento será estabelecido por sorteio direto. incluindo 3 participantes. arbitragem. sendo este o atleta derrotado na semi-final pelo que conquistar a 1ª colocação. poderão ocorrer quantidades diferentes de combates para os atletas após o sorteio de chaveamento. Porém. ou de quantidade não múltipla ou submúltipla de 8. pesagem. familiares ou de qualquer outra natureza.Disputa por equipes § Único: Esta contagem será feita em configuração olímpica com o seguinte critério de desempate: • Número de 1ªs colocações. Exemplo de quadro de posições: Posição 1ªs colocações 2ªs colocações 3ªs colocações 1ª colocação geral 3 2 1 2ª colocação geral 2 3 5 3ª colocação geral 1 4 10 Artigo 12.Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 Artigo 9.

poderão se valer deste regulamento para a sua realização. 11 de 11 .Federação Brunocilla de Luta Livre Tradicional Regulamento Técnico – Edição 2013 § 1°: Este regulamento tem como objetivo. unificar os critérios de organização. desde que sejam divulgados aos envolvidos com a antecedência necessária para esclarecimentos e preparação. pontuação e nível técnico dos eventos competitivos de Luta Livre Tradicional. § 2°: Eventos especiais de Submission Wrestling. onde atletas de modalidades de artes marciais diferentes se enfrentam.