Você está na página 1de 9

1.

Introdução

Minerais – Substâncias naturais sólidas e cristalinas


geralmente inorgânica de composição química bem
definida.

Mineralogia – Ciência que estuda os minerais, a sua génese,


composição, estrutura e formas de ocorrência.

Propriedades dos minerais

Ópticas – cor – A observação da cor de um mineral deve ser


realizada numa superfície de fractura relente e exposta à
luz natural. Muitos minerais apresentam uma cor constante
e característica. Uns apresentam uma só cor que são os
minerais idiocromáticos, e há outros que podem ter várias
cores que são os alocromáticos.

Ópticas – traço – Traço ou risca pode definir-se como a cor


do pó desse mineral. Para observar esta propriedade faz-se
um ensaio que consiste em riscar o mineral na superfície
despolida de uma porcelana. Muitas vezes a risca obtida
pode ser diferente da cor do mineral. Em regra minerais
alocromáticos têm risca incolor; minerais idiocromáticos
não metálicos têm risca igual à sua cor; nos minerais de
brilho metálico a risca tende a ser negra.

Ópticas – brilho – O brilho resulta do efeito produzido pela


intensidade da luz reflectida por uma superfície de fractura
relente.

Físicas – Clivagem e fractura – Clivagem – o mineral


fragmenta-se segundo superfícies planas e brilhantes com
direcções bem definidas e constantes.
- Fractura – a amostra
fragmenta-se segundo superfícies irregulares, em qualquer
direcção

Dureza – Define-se como a maior ou menor resistência que


um determinado mineral oferece a ser riscado ou por
determinados objectos com dureza padrão.
1
Para determinar a dureza relativa entre dois
minerais basta deslizar, sob pressão uma aresta viva de um
sobre uma superfície do outro, o mais deixará um sulco no
mineral menos duro.

A escala de dureza mais conhecida é a escala de


Mohs. Se o mineral risca e é riscado por um termo a dureza
do mineral será a correspondente á desse termo. Se o
mineral risca determinado termo mas não é riscado por ele
e é riscado pelo termo superior, não o riscando, a sua
dureza expressa-se pela dureza do termo superior acrescido
de 0,5
Escala de Mohs: 1 – talco, 2 – gesso, 3 - Calcite,4 – Fluorite,
5 – Apatite, 6 – Ortóclase, 7 – Quartzo hialino, 8 – Topázio,9
– Corindo,10 – Diamante.

Rochas – Agregado natural constituído por um ou mais


minerais

Geologia – Ciência que estuda a terra, as rochas, a sua


génese , estrutura , composição e formas de ocorrência.

Rochas Magmáticas – Resulta da consolidação do magma já


à superfície ou em profundidade

Vulcânicas ou extrusivas – Tipo de rocha magmática que


consolida à superfície, com um arrefecimento rápido e os
minerais não são visíveis a olho nu
Plutónicas ou intrusivas – solidificam em profundidade os
minerais têm tempo para cristalizar - maioria das vezes
são visíveis a olho nu.

Propriedades Rochas Magmáticas

Textura de rocha magmática – A textura das rochas


magmáticas está relacionada com a velocidade de
arrefecimento do magma. Arrefecimento lento no interior
da crosta propicio ao crescimento dos cristais, fornecendo
ás rochas uma textura granular. O arrefecimento rápido , à
superfície dá origem a uma textura finamente granular ou
vítrea característica das rochas intrusivas. A textura diz
respeito às dimensões e a forma e ao arranjo dos minerais
que constituem as rochas

1 – Holocristalina – Cristais de dimensões semelhantes e


visíveis a olho nu.

2 – Hemicristalina – A massa da rocha tem uma


cristalização incompleta e os cristais são pouco visíveis ou
nada visíveis a olho nu

3 – Vítrea – Como o arrefecimento é muito rápido não há


tempo para formar cristais

Cor das Rochas Magmáticas

A cor das rochas magmáticas é determinada pela presença


de certos minerais
Pode-se concluir que quantos mais minerais tiver a rocha
uma cor mais clara tem.

Rochas leucratas – de cor clara ricos em minerais felsicos e


claros
Rocha Mesocrata – De cor intermédia possuem minerais
maficos e felsicos
3
Rochas Melanocratas – de cor escura possuem minerais
maficos

Com isto tudo conclui-se que a rocha ao consolidar-se


lentamente, em profundidade ou seja intrusiva, possui
textura holocristalina

O magma consolida-se rapidamente à superfície com


textura Hemicristalina e cor melanocrata sendo vulcânica

O magma consolida-se muito rapidamente à superfície com


textura vítrea, cor melanocrata sendo extrusiva

Procedimento

O procedimento de identificação com os minerais foi o


seguinte: primeiro observou-se a sua cor, depois o seu
brilho, de seguida fez –se a determinação da dureza, riscou-
se com a unha o mineral, depois com o prego, e de seguida
com o vidro, e depois riscou-se o mineral no vidro. Para
determinar a cor do seu traço fez-se um traço numa rocha
plana. Observou-se o mineral para ver se tinha clivagem ou
fractura.

Neste procedimento utilizou-se: um prego, uma lâmina de


vidro, a unha do dedo, os minerais utilizados, e o protocolo
de apontamentos.

O procedimento de identificação das rochas fez-se da


seguinte maneira: pegou-se na rocha e observou-se a sua
cor, observou-se se tinha granularidade e aspecto
laminado, com a lupa observou-se os minerais visíveis e
não visíveis.
Material utilizado neste projecto foi as respectivas rochas e
a lupa.
4
Registo de resultados

Minerais

Amostra 1 2 3 4 5 6
Cor cinzento preta incolor amarelo Rosa Cinzento
avermelhado escuro
Brilho metálico Não Não Não Não metálico metálico
metálico metálico metálico
Traço incolor castanho incolor branco incolor Castanho
Dureza 1a5 1a5 7 3 6 a 10 1a5
Clivagem clivagem clivagem fractura clivagem fractura Fractura
ou fractura
Nome Moscovite Biotite Quartzo Calcite Feldspato Hematite
Hialino

Rochas
Amostra 7 8 9
Cor Escura Clara Negra, esverdeada
nas pontas
Granularidade Não Sim Não
Aspecto laminado Não Não Sim
Minerais presentes Feldspato, olivina, Quartzo, feldspato, Não tem
piroxena micas
Nome Basalto Granito Obsidiana

Discussão de resultados

Minerais

A Moscovite apresenta uma cor cinzenta, a Biotite tem uma


cor preta, o Quartzo possui uma cor incolor, a Calcite é
Amarela, o feldspato possui uma cor rósea avermelhada e a
hematite e cinzenta escura. A Moscovite e a Hematite têm
brilho metálico e os restantes possuem um brilho não
metálico. A Moscovite, o Quartzo, o feldspato têm um traço
incolor, a biotite e a hematite castanho, e a Calcite tem um
traço branco. A dureza do Quartzo é de 7 na escala de
Mohs, a Calcite de 3, o feldspato vai de 6 a 10~, e os
restantes vão todos de 1 a 5 na escala de Mohs. O quartzo,
o feldspato, e a hematite têm fractura, os restantes
possuem clivagem.

5
Rochas

O Basalto apresenta uma cor escura, o Granito tem uma cor


clara, a Obsidiana é negra, esverdeada nas pontas. O
Granito tem granularidade, o Basalto e a Obsidiana não
têm. A Obsidiana tem aspecto laminado, mas os restantes
não. Os minerais presentes no Basalto são, o Feldspato,
Olivina, Piroxena. No Granito são, Quartzo, Feldspato, Micas.
A Obsidiana não possui minerais.

Conclusão

Conclui-se que a rocha tendo uma textura mais rica como o


granito normalmente é intrusiva ou plutónica porque
consolida em profundidade tendo tempo para cristalizar os
minerais ao contrário das extrusivas ou vulcânicas,
normalmente rochas intrusivas têm granularidade.
Minerais alocromáticos que têm mais que uma cor
normalmente apresentam uma risca incolor, por sua vez,
minerais idiocromáticos com brilho não metálico têm risca
igual à sua cor, excepto aos minerais idiocromáticos com
brilho metálico que a risca tende a ser negra. Se reparar-se
com atenção pode-se concluir que minerais com dureza a
partir de 5 na escala de Mohs normalmente têm fractura.

6
Bibliografia

http://www.eb23-
paranhos.rcts.pt/Pagina%20Internet/gesso.htm
http://www.eb23-
paranhos.rcts.pt/Pagina%20Internet/hematite.html
http://www.eb23-
paranhos.rcts.pt/Pagina%20Internet/pirite.html
http://www.eb23-
paranhos.rcts.pt/Pagina%20Internet/berilo.html
Apontamentos das aulas de ciências naturais
7

Índice

Página

Introdução
1

Procedimento
4

Registo de resultados
5

Discussão de resultados
5

Conclusão
6

Bibliografia
7