Você está na página 1de 1

A EVOLUÇÃO DOS MODELOS ATÔMICOS

MODELO ATÔMICO DE DALTON


Átomos de elementos diferentes possuem propriedades diferentes entre si.
Átomos de um mesmo elemento possuem propriedades iguais e de peso invariável.
Nas reações químicas, os átomos permanecem inalterados.
Na formação dos compostos, os átomos entram em proporções numéricas fixas 1:1, 1:2, 1:3, 2:3, 2:5 etc.
O peso total de um composto é igual à soma dos pesos dos átomos dos elementos que o constituem.
No início do século XIX, Dalton propôs a teoria do modelo atômico, onde o átomo é uma minúscula esfera maciça, impenetrável, DALT ON
indestrutível e indivisível. Todos os átomos de um mesmo elemento químico são idênticos. Seu modelo atômico foi apelidado de “modelo
atômico da bola de bilhar”.
CARGA
ELÉTRONS POSITIVA
MODELO ATÔMICO DE THOMSON

No final do século XIX, Thomson formulou a teoria segundo a qual a matéria, independente de suas propriedades, contém partículas de
massa muito menores que o átomo do hidrogênio. Inicialmente denominou-as de corpúsculos, depois conhecidas como elétrons.

Através de suas experiências, Thomson concluiu que a matéria era formada por um modelo atômico diferente do modelo atômico de
Dalton: uma esfera de carga positiva continha corpúsculos (elétrons) de carga negativa distribuídos uniformemente à semelhança de um
pudim de passas. THOM SON

MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD

Ernest Rutherford foi premiado com o Prêmio Nobel da Química em 1908


pelas suas investigações sobre a desintegração dos elementos e a química das
substâncias radioactivas. Dirigiu o Laboratório Cavendish desde 1919 até à sua
morte. Pode dizer-se que Rutherford foi o fundador da Física Nuclear. Distinguiu
os raios alfa e beta e introduziu o conceito de núcleo atômico.

Bombardeando uma chapa metálica com partículas alfa, Rutherford percebeu


que apenas uma pequena fração dessas sofria desvio de trajetória, com isto
concluiu que as partículas que não se desviavam não encontravam no metal
obstáculo que causasse a deflexão de sua trajetória; desta forma criou um modelo
atômico no qual os elétrons giravam em torno do núcleo atômico, que considerou
a região central do átomo onde havia a maior parte da massa atômica.

O modelo se baseava em órbitas eletrônicas, isto é comparáveis à um sistema planetário, Rutherford chegou à conclusão que a
maior parte do átomo se encontra vazia, estando praticamente a totalidade de sua massa no núcleo.

MODELO ATÔMICO DE BOHR

A teoria de Rutherford encontrou uma dificuldade teórica resolvida por Niels Bohr: no momento em que temos uma RUTHERFORD
carga elétrica negativa composta pelos elétrons girando ao redor de um núcleo de carga positiva, este movimento gera
uma perda de energia devido a emissão de radiação constante. Num dado momento, os elétrons deveriam se aproximar do núcleo num movimento em
espiral até cair sobre ele.

Em 1913, observando as dificuldades do modelo de Rutherford, Bohr intensificou suas pesquisas visando uma solução teórica.

Sua teoria consistia que ao girar em torno de um núcleo central, os elétrons deveriam girar em órbitas específicas NÍVEIS DE
com níveis energéticos bem definidos. Que poderia haver a emissão ou absorção de pacotes discretos de energia ENERGIA NÚCLEO
ELÉTRON
chamados de quanta ao mudar de órbita.

Realizando estudos nos elemen tos químicos com mais de dois elétrons, conclu iu que se tratava de uma
organização bem definida em camadas. Descobriu ainda que as propriedades químicas dos elemen tos eram
determinadas pela camada mais externa.

Bohr enunciou o princípio da complementaridade, segundo o qual um fenômeno físico deve ser observado a
partir de dois pontos de vista diferentes e não excludentes. Observou que existiam paradoxos onde poderia haver BOHR
o comportamento de onda e de partícula dos elétrons, dependendo do ponto de vista.

Essa teoria acabou por se transformar na hipótese proposta por Louis Broglie (Louis Victor Pierre Raymond, sétimo duque de Broglie) onde todo
corpúsculo atômico pode comportar-se de duas formas, como onda e como partícula.

Elaboração Prof. Paulo Silva