Você está na página 1de 8

Sistemas de Informação

Mestrado em Engenharia Informática


Departamento de Engenharia Informática
Universidade de Coimbra

Análise SWOT – Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats

Elementos do Grupo:
Rui Miguel Ribeiro Azevedo (razevedo@student.dei.uc.pt) 501062615
Bruno Ismael Rosa Pimenta (bpimenta@student.dei.uc.pt) 501062819
Marco dos Santos Estanqueiro (marcos@student.dei.uc.pt) 501021247
Nuno Filipe de Miranda Monteiro (nfmm@student.dei.uc.pt) 501062872
Introdução

Este documento apresenta a análise SWOT (Strenghts, Weaknesses, Opportunities and


Threaths), ou seja, a análise dos pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças à
empresa “Empadas Barnabé”.

1. Análise Interna

Procura-se descrever os factores relevantes da empresa procurando identificar e


reconhecer as suas mais valias e as suas fraquezas.

1.1. Forças e Fraquezas da empresa Barnabé

Por forças entenda-se os atributos da empresa que se revelam factores impulsionadores


do seu desenvolvimento. Por sua vez, entenda-se fraquezas como sendo os atributos da
empresa que de algum modo condicionam ou limitam o seu desenvolvimento. A Figura
1 apresenta de um modo sucinto essas forças e fraquezas.

Figura 1 – Forças e Fraquezas da empresa Empadinhas Barnabé

Em seguida, na Tabela 1, encontra-se a Grelha de Forças e Fraquezas na qual se avaliam


os factores (forças e fraquezas) pelo seu desempenho e importância.

2
Tendência de Tendência da
Nome da Unidade Desempenho Importância
Desempenho Importância
Factores ☺ = 1 2 3 4 5 =
1 Qualidade da empada x x x x
2 Atendimento x x x x
3 Fórmula da massa x x x x
4 Aceitação x x x x
5 Diversidade de sabores x x x x
6 Entrega ao domicílio x x x x
7 Fidelização dos Fornecedores x x x x
8 Fidelização dos Clientes x x x x
9 Autonomia da tomada de decisão x x x x
10 Gestão financeira x x x x
11 Imagem no Cliente x x x x
12 Imagem da marca x x x x
13 Referência Local x x x x
14 Marketing x x x x
15 Preço x x x x
16 Portal x x x x
17 Capital de investimento x x x x
18 Gestão familiar x x x x
19 Pouca diversidade de produtos x x x x
20 Infra-estruturas x x x x
21 Custo de Produção x x x x
22 Capital Social x x x x
23 Localização geográfica x x x x
24 Automação dos pontos de venda x x x x
25 Comércio electrónico x x x x
26 Correio electrónico x x x x
27 Listas de contactos x x x x
28 Concorrência x x x x
29 Competitividade x x x x

Tabela 1 – Grelhas de Forças e Fraquezas

3
Com base na Grelha de Forças e Fraquezas, podemos esquematizar a situação actual da
empresa na matriz da Figura 2.

Figura 2 – Matriz situação actual da empresa

Nesta representação podemos facilmente visualizar os factores da empresa e analisá-la


rapidamente do ponto de vista da sua importância e desempenho.

Como podemos verificar para a nossa empresa temos:

• Muitas forças com muito impacto (que convém manter)


• Existem fraquezas de alto impacto (que convém, idealmente, converter em
forças).

No caso das fraquezas podemos ver, a título de exemplo, o factor nº 25 – Comércio


Electrónico, que se encontra na zona de importância com alto impacto mas que também
se encontra na zona de desempenho de fraqueza para a empresa. Ora, a intersecção entre
estas duas zonas resulta num aviso de perigo e de atenção. Quando isto acontece algo
deve ser feito para contrariar esta tendência. Dever-se-á pensar numa nova abordagem
para esta área de investimento.

4
2. Análise Externa

É objectivo desta secção é analisar a envolvência externa da empresa, isto é, factores


externos que influenciam o desenvolvimento do negócio.

2.1. Ameaças e Oportunidades da Empresa Barnabé

Ao tentar enumerar as oportunidades e ameaças do meio empresarial do qual a nossa


empresa se insere, tenta-se ganhar sensibilidade para definir estratégias que consigam
transformar as oportunidades em forças e que de algum modo tornem as ameaças em
oportunidades e, nos casos em que isso não é possível, a adoptar estratégias que
minimizem o impacto que essas ameaças tenham do desenvolvimento da empresa. A
Figura 3 apresenta de um modo sucinto essas oportunidades e ameaças.

Figura 3 – Oportunidades e Ameaças da empresa Barnabé

2.1.1. Matriz das Ameaças

Com base nas ameaças podemos desenhar uma matriz que nos permite verificar quase
instantaneamente a probabilidade de uma ameaça grave ocorrer. (Exemplo nº 2 – Preço
do Petróleo).

5
Figura 4 – Matriz de Ameaças

2.1.2. Matriz das Oportunidades

Com base nas Oportunidades podemos igualmente desenhar uma matriz que nos
permite verificar quase instantaneamente a probabilidade de uma oportunidade atractiva
ter sucesso (ex.: nº1 – Comércio Electrónico).

Figura 5 – Matriz de Oportunidades

6
3. Conclusão da Análise SWOT

A figura seguinte, Figura 6, pretende reunir o conjunto de Forças, Fraquezas,


Oportunidades e Ameaças atrás enunciadas.

Figura 6 – Análise SWAT

A figura seguinte, Figura 7, engloba todos os factores predominantes na análise SWOT


e revela as acções guia para tomadas de decisão importantes sobre o futuro da empresa.

7
Figura 7 – Matriz factores predominantes da análise SWOT

Interesses relacionados