Você está na página 1de 257

Prof.

Manuel Arsénio Mateus, PhD

Prof. Rafael Olivieri Neto, PhD

Os Caminhos da Matemática
Resolução de Exercícios – Apoio ao Professor

Coleção Edições
ISTA - Instituto Superior Técnico de Angola

2014
DEDICATÓRIA:

Dedico este livro, primeiramente a Deus que me


acompanhou a toda hora e momento, pois só ele me
permitiu chegar aonde cheguei nesta formação. Ajudou-
-me a derrubar todas as barreiras que apareceram e
me permitiu concluir este trabalho com muita dedicação
dando-me muita saúde, para que alcançasse os meus
objetivos, pelo seu carinho e amor, que sempre me em-
FICHA TÉCNICA prestou , e nunca me cobrou.
As vezes em alguns momentos me sentia em sua
companhia mesmo quando as altas horas da noite me
Título da obra: Caminhos da Matemática – Resolução de Exercícios – Apoio ao Professor sentia forçado em estudar e concluir esta monografia
com sucesso.
Autores: Manuel Arsénio Mateus (PhD.) Rafael Olivieri Neto (PhD.) Dedico também este trabalho a minha esposa, Domin-
Edição: RPM Comunicação Integrada / São Paulo / Brasil gas Clarice Mateus que muita paciência teve, quando
das minhas dificuldades ao longo da minha formação,
Coleção: Edição ISTA- Instituto Superior Técnico de Angola pois na altura que comecei a formação estava em An-
gola e por imperativos da saúde dela vimos forçados,
Depósito Legal: em mudarmos de residência para os Estados Unidos
I.B.N.: da América, tendo que me deslocar continuamente para
Angola nas semanas de formação.
Data de Edição: Janeiro / 2014 Em segundo, aos meus pais, José Mateus (in me-
Contactos da Editora para: Rafael Gomes de Lima moriam) e Maria Manuel José, e todos os meus irmãos
sem exceção, que muito me forçaram a continuar.
Tel: +55 11 4259 2190
e-mail: rafael@rpmcomunica.com (Manuel Arsénio Mateus)
sitio: www.rpmcomunica.com
Editor Responsável: Rafael Gomes de Lima
Projeto gráfico: Victor Marcelo Franco Régio dos Passos
Exemplares: 5000
In memoriam meus pais Paulo Olivieri e Isaura
Raphael Olivieri. Aminha esposa Maria de Fátima Abud
Olivieri. E a meus irmãos Paulo, Valdir, Marisa, Maria Cris-
tina e Márcia.

(Rafael Olivieri Neto)

4
PREFÁCIO
O conteúdo deste livro destina-se especialmente para estudantes dos Cursos Su-
A razão da edição periores de Administração de Empresas e Contabilidade bem como do ensino médio. Os
conceitos são apresentados com linguagem acessível e interligam o potencial de conhe-
cimento matemático adquirido anteriormente pelos estudantes, com novas situações, pre-
A matemática é uma das áreas do saber mais importantes para o desenvolvi- paradas a partir de temas constantes das disciplinas da área profissionalizante. Não há
mento, social e econômico do homem, mas ao mesmo tempo é vista, enquanto área duvida de que o conhecimento de métodos matemáticos, associados aos conceitos de
de conhecimento e ciência exacta, como um “ bicho papão” para todos os que, seja no administração, leva o estudante a compreender e analisar melhor os fenômenos ligados
final do ensino médio ou no início do ensino superior, a encontram no seu percurso de ao processo da administração.
aprendizagem. Para construir esse conhecimento esse conhecimento matemático utilizamos a me-
A matemática é vista para os estudantes como um entrave á entrada no ensino todologia de Ensino- Aprendizagem de Matemática via Resolução Problemas. O texto foi
superior, precisamente nos cursos que a exigem como no ensino superior, precisa- elaborado também para ser utilizado como ferramenta pelas demais disciplinas do Curso
mente nos cursos que a exigem como disciplina curricular, optando por curso da área Administração de Empresas e Contabilidade, sendo importante como revisão tanto para
de humanísticas. as áreas mais técnicas, como Engenharia, mais humanas como Psicologia e outra que
Mas esta dificuldade e preconceito devem ser combatidos, portanto resulta necessitam dos ensinamentos básicos da Matemática.
muitas vezes falta de materiais didáticos, quer para os alunos, quer para os próprios No início de cada tópico apresentamos uma situação de desafio que é geradora dos
professores. Em particular, nestes últimos existe a necessidade de novos materiais e conceitos a serem desenvolvidos, procurando levar os estudantes a construir o seu pró-
outros olhares relativamente á formação do professor, aos seus conhecimentos e á prio conhecimento por meio da compreensão e da dedução dos conceitos utilizados. Em
sua prática docente, porquanto os educadores da matemática são a base para uma seguida, são fornecidos exemplos resolvidos e exercícios de aplicação com as devidas
massificação do conhecimento e do gosto pela aprendizagem desta ciência. O respostas.
edifício do conhecimento e do gosto pela aprendizagem desta ciência. O edifício do O texto foi dividido em capítulos sendo que, os capítulos de 1 a 9 fornecem uma
conhecimento e do saber, que permite o crescimento pessoal, começa nos alicerces breve recordação dos tópicos do Ensino Fundamental e Médio. O professor poderá desen-
e nunca no telhado. volvê-los total ou parcialmente de acordo com as necessidades da turma.
A matemática vista assim, como algo de complexo para aprender, levou dois Capítulo 10. Esse capítulo prepara os conceitos para o estudo das funções e apresenta o
docentes universitários com provas dadas a nível acadêmico a elaborar um livro didá- estudo do produto cartesiano, relações binárias, conjunto plano e de distância.
tico- pedagógico, que traz subsídios teóricos e práticos á formação inicial dos alunos Capítulo 11 a 13. Apresentam o conceito de função de uma variável real, seu domínio, con-
de matemática e ao desenvolvimento e aprofundamento do conhecimento profissio- tradomínio, conjunto imagem e as funções elementares: constante, afim e quadrática.
nal dos professores. Tendo em conta que os autores também estão na vida empresa- Nos capítulos de 14 e 15 são feitas as aplicações do conceito de função constante,
rial e consultoria o livro apresenta uma revitalização dos conteúdos curriculares desta afim e quadrática na administração e na economia tais como: Oferta, demanda, receita,
ciência, uma didática especifica de caráter prático, experimental de descoberta per- custo, lucro e prejuízo.
manente ao longo das suas páginas que levara o seu leitor a descobrir a matemática Nos capítulos de 16 a 19 são dados os conceitos das funções: Raiz quadrada, hipérbole,
como algo apaixonante de resolução de cálculos e problemas e resposta a exercícios exponencial, logarítmica e trigonométrica e suas aplicações na administração e economia.
a partir dos seus conhecimentos de vida pessoal e profissional. Em especial no capitulo 17, função exponencial, são apresentados os conceitos de mate-
Com este livro, a matemática deixa de ser vista como algo complexo, só aces- mática financeira e suas aplicações.
sível a pessoas com altas competências, mas como uma disciplina em que o trilho do O capítulo 20 apresenta o estudo de tipos de funções tais como: Função par e im-
sucesso da aprendizagem depende de usar os materiais apresentados no livro com par, compostas; injectora, sobrejectora; inversa.
persistência e trabalho, mas sobretudo juntando linguagem acessível com praticas Nos capítulos 21 e 22 são tratados os conceitos de matrizes, determinantes e siste-
reflexivas e a investigação cientifica. ma de equações lineares.
Os nossos parabéns aos professores doutores Arsénio Mateus e Rafael Olivie- O capítulo 23 apresenta o estudo da análise combinatória simples e com repetição.
ri por este enorme contributo para a acessibilidade da matemática a mais pessoas e O capítulo 24 apresenta o estudo das aplicações em negócios e técnicas para
pela demostração do enorme conhecimento da disciplina e da paixão que colocaram analise de investimentos.
na sua elaboração e em particular na forma como quiseram partilhar com os outros o
seu saber.
É pois este espirito de partilha que deve ter a Academia como é o caso da ins- Luanda, 2 de Janeiro de 2014.
tituição acolhedora desta edição, ISTA – Instituto Superior Técnico de Angola, fundado
por Arsénio Mateus, Paulo de Jejus e Francisca Silva.
Este livro resulta de uma parceria editorial entre o ISTA e a editora portuguesa LEGIS
editora e destina-se quer a um público angolano, quer português e brasileiro. Os autores
Espero pois, que este livro que agora pomos ao seu dispor, seja aluno, seja professor,
lhe permita viver uma grande aventura pelos novos caminhos da matemática, juntan- Manuel Arsénio Mateus
do a teoria e a prática numa enorme paixão por esta ciência e pela importância dela Rafael Olivieri Neto
na nossa vida quotidiana.

6 7
Os Caminhos da Matemática - Resolução de Exercícios
Capítulo XIV. Aplicações em Negócios e Técnicas para Análise de
Capítulo I. Teoria Dos Conjuntos 10 Investimentos 140

Capítulo II. Conjuntos Numéricos, Intervalos 24 Capítulo XV. Receita, Custo, Lucro, Prejuízo, Consumo e Poupan-
ça. 146

Capítulo III. Potenciação e Radiciação 36


Capítulo XVI. Função Raiz Quadrada Função Recíproca ou
Hipérbole Equilátera 156
Capítulo IV. Expressões Algébricas e Produtos Notáveis 46
Capítulo XVII. Função Exponencial 164

Capítulo V. Fatoração De Expressões Algébricas 56


Capítulo XVIII. Função Logarítmica 190
Capítulo VI. Máximo Divisor Comum (MDC) e Mínimo Múlti-
plo Comum (MMC) 66 Capítulo XVIX. Funções Trigonométricas 204

Capítulo VII. Equações e Inequações do Primeiro Grau, Sistemas


de Equações do Primeiro Grau 70 Capítulo XX. Função Composta, Par, Ímpar, Injetora, Sobrejetora,
Bijetora e Inversa 214
Capítulo VIII. Valor Absoluto de Um Número Real ou Módulo
86 Capítulo XXI. Matrizes e Determinantes 228

Capítulo IX. Razões , Proporções e Regra De Três 94


Capítulo XXII. Sistemas de Equações Lineares 244

Capítulo X. Produto Cartesiano E Distância 104 Capítulo XXIII. Análise Combinatória 252

Capítulo XI. Funções 110 Capítulo XXIV. Aplicações em Negócios e Técnicas para Análise de
Investimentos 268

Capítulo XII. Função Afim (Função De 1° Grau) 114


Capítulo XXV. 278

Capítulo XIII. Análise Combinatória 128 Muito Mais Exercícios. 280


8 9
A MATEMÁTICA É O ALFABETO PELO QUAL DEUS
ESCREVEU O UNIVERSO

A matemática deriva do grego tir da fundação de escolas filosóficas: a


mathamatikós que significa a ciência Escola Jônica e a Escola de Pitágoras,
da aprendizagem. a ciência matemática se desenvolveu,
A matemática rudimentar pode dando inicio a fórmulas e postulados.
ter surgido por volta de 35.000 a.C. A Escola Jônica foi fundada por
onde achados arqueológicos que na Tales de Mileto(624-558 a.C.) que elabo-
Era Paleolitica o homem de neandertal rou o Teorema de Tales, uma teoria fun-
já utilizava a operação básica simples damental para s geometria, cuja fórmula:
como a adição. prova que a somados ângulos internos
Em 1960 na região do Congo de um triangulo é de 180º e que os dois
fosso de Lebombo, o qual é conside- ângulos da base de um triangulo isósce-
rado o arfectado matemático mais an- les são iguais.
tigo da historia. Segundo arqueólogos A escola filosófica de Pitágoras foi
neste osso de fíbula de babuíno foram responsável por inúmeras contribuições
talhados vinte e nove traços que simu- para o desenvolvimento da ciência ma-
lam uma contagem rudimentar. temática. Pitágoras é considerado o pai
Com o processo evolutivo e desenvol- da matemática, porque foi o primeiro a
vimento da cognição, o ser humano cunhar o nome desta ciência, conceben-
foi capaz de desenvolver o raciocínio do deste modo um sistema de pensa-
logico e a abstracção. Foi então que mento com provas dedutivas.
a matemática surgiu como ciência por O filosofo grego descobriu os nú-
volta do século VI a.C. na Grécia An- meros irracionais e elaborou o Teorema
tiga. de Pitágoras cujo símbolo c²+b²=a² onde
No primórdio a civilização gre- provou que quadrado da hipotenusa é
ga utilizava a matemática de forma igual á soma dos quadrados dos cate-
pratica na atividades diárias. A par- tos.
A Escola de Pitágoras durou cerca
de mil anos e formou inúmeros matemá-
ticos e filósofos que desenvolveram con-
ceitos vastos e ampliados da ciência.
É atribuída a Escola Pitágorica as se-
guintes descobertas: a classificação arit-
mética os números pares, ímpares e pri-
mos, a criação e definição de teoremas,
provas, axiomas e o intervalo matemático
entre as notas musicais.
Por volta do ano de 300 a.C. o gre-
go Euclides escreveu Os elementos que
se tornou o primeiro tratato matemático
o qual se tem conhecimentos. Com a in-
venção da prensa de Gutemberg no sé-
culo XV, o tratado de Euclides se tornou
o livro de matemática mais antigo e bem
do mundo, contando com mais de mil
edições.

10 11
Teoria Dos Conjuntos
CAPÍTULO 1 Resolução dos exercícios

1
Anotações do professor sobre o capítulo 1
Teoria dos conjuntos Capítulo 1

Exercícios de aplicação 1:

3) Três produtos A, B e C são consumidos. Feita uma pesquisa de mer-


Use a noção de pertence e a definição de subconjunto e coloque (V) se as sentenças cado sobre o consumo desses produtos, foram colhidos os resultados.
forem verdadeiras e (F) se as sentenças forem falsas.
Produtos A B C AeB AeC BeC AeBeC
1) Sejam A = {1,2,3,4} e B = {1,3,4}, então Consumidores 100 140 180 20 40 30 10
a) Β ⊂ Α ( V ) d) {1,2} ∈ Α ( F) A B
b) 3 ∈ Α ( V ) e) {1,2} ⊂ Α ( V) 50 10 100
c) 2 ∉ Β ( V ) f) {4} ∈ Α ( V)
10
30 20
2) Sejam A = {a, b,{a},{a, b}} e B = {a, b,{a, b}}, então
120 C
a) Β ⊂ Α ( V ) d) {a,b} ∈ Α ( V ) Determinar:
b) a ∈ Α ( V ) e) {a,b} ⊂ Α ( V ) a) Quantas pessoas consultadas consomem só o produto A? (50)
c) b ∉ Β ( F ) f) {a} ∈ Α ( V ) b) Quantas pessoas consultadas consomem só dois produtos? (60)
c) Quantas pessoas consultadas consomem A ou B ?(220)
3) Sejam A={1,2,{1,2}} e B={{1,2,3},3}, complete com ∈, ∉, ⊂, ⊄. d) Quantas pessoas consultadas consomem A e não consomem C? (60)
a) Β _________
⊄ Α c) {1,2,3} ___
∈ Β 4) De um torneio de atletismo, tem-se as informações no quadro sobre
∈ ou ⊂
b) {1,2}_______Α d) 3_________Β
∈ as proveniências e sexos dos participantes. Determine o número de mu-
lheres de Rio Pardo.
Cidades / Sexos Homens Mulheres Total
Luanda 4 3 a+b
⊕ Exercícios de aplicação 2:
Labito a b
Benguela a b
1) Sejam X, Y e Z os conjuntos tais que n(Y ∪ Z) = 20, n(X ∩ Y)= 5, n Lubango 8 b
(X ∩ Z) = 4, n (X ∩ Y ∩ Z) = 1 e n(X ∪ Y ∪ Z) = 22, determinar o número
de elementos do conjunto X - (Y ∩ Z). Total 2b 17 0



X Y 2b+17=7+a+3b 2b+17=7+a+3b
2 4 a+b=10 b=8
n(x-(y∩z)=9 a+6=b Resposta = 6
1 a+a+6=10 a=2
3
2a=4
5) O quadro indica o resultado de uma pesquisa feita sobre as pessoas
Z
que freqüentam cinema (C), teatro (T), e shows musicais ao vivo (S).
2) Assinale a resposta correta.
Entretenimentos C T S C,T C,S T,S C, T, S
Participantes (%) 80 15 6 6 4 3 2
Α B
a) Α − ( Β ∩ C ) ( )
Verifique se esta pesquisa é consistente.
b) ( Β ∩ C ) − Α ( X) C T
72 4 8
C c) C − ( Α ∩ Β ) ( )
É consistente
2
2 1
1 S

14 15
Teoria dos conjuntos Capítulo 1

⊕ Exercícios de aplicação 3:
5) O quadro indica o resultado de uma pesquisa com pessoas que lêem
os jornais A, B e C
1) Se Α = { 1, 2, 3}, Β = { 1, 2, 3, 4, 5, 7,} e C = {1, 3, 4, 5, 8},
então Α − ( Β ∩ C) é igual a Jornais A B C A, B A, C B, C A, B, C
Leitores 100 90 110 15 20 30 5

Nestas condições podemos dizer que lêem


a) só A , 75 pessoas

b) só B , 57 pessoas
a) {1, 2, 3} b) {2, 3} c) {4, 5} d) {1} e) nda
c) só C , 64 pessoas
2) Se o conjunto A tem 20 elementos, o conjunto Α ∩ Β tem 12 elementos
e o conjunto Α ∪ Β tem 50 elementos, então o conjunto B tem d) dois jornais , 50 pessoas

e) os três jornais , 10 pessoas

6) Use a noção de pertence e a definição de subconjunto e coloque (V)


se as sentenças forem verdadeiras e (F) se as sentenças forem falsas.

i) Sejam Α = {r, s,{r},{r, s}} e Β = {r, s,{r, s}}, então


a) Β ⊂ Α (V)
a) 20 b) 38 c) 50 d) 42 e) nda
b) r ∈ Α (V)
3) Indique a resposta verdadeira. c) s ∉ Β (F)
a) 3 ⊂ {1, 3, 5}
d) {r, s} ∈ Β (V)
b) {3} ∈ {1, 3, 5}
e) {r} ∈ Α (V)
c) ∅ ∈ {1, 3, 5}
ii) Sejam Α={4,5,{4,5}} e Β={{4,5,6},6}, complete com ∈, ∉, ⊂ e ⊄.
d) {0} ∈ {0, 1, {0}}
a) A ______B
⊄ ∈ ou ⊂ A
b) {4, 5}______
e) nda
c) {4, 5, 6} ______B
∈ d) 5 ______B

4) Sejam os conjuntos Α,Β e C finitos. Se n(Α ∩ Β) = 18, n(Α ∩ C) = 20 e 7) Determinar Α ∪ Β e Α ∩ Β, sendo:


n(Α ∩ Β ∩ C) = 8, então n(Α ∩( Β ∪ C) é a) Α = {1,2,3,4} e Β = {0,3,4,5}

A ∪ B = {0,1,2,3,4,5} A ∩ B = {3,4}

b) Α = {a, c, e, g} e Β = {b, d, f, g}

a) 10 b) 20 c) 25 d) 30 e) 40

A ∪ B = {a, b, c, d, e, f, g} A ∩ B = {g}

16 17
Teoria dos conjuntos Capítulo 1

3) Hachurar o diagrama usando a lei C -(Α ∪ Β)

B
(V) Α

(V)

(V)

(V)

C
b) (Α − Β) ∩ (Α - C) 4) Assinale a resposta correta no diagrama:

B
Α Α
a) Α ∩ Β F
b) (Α ∩ Β) - C F

c) C - (Α ∩ Β) F C
B
d) Α ∩ Β ∩ C V
C

5) Seja Α = {0, ∅}, determinar o conjunto das partes de Α, (℘(Α))).

⊕ Exercícios de aplicação 4:
℘{ {0}, {}, {0, }, }
1) Assinale com (V) as sentenças verdadeiras e com (F) as falsas.

a) 5 ⊂ Β { 1, 3,5} ( F) d) ∅ ∈ {∅, 1, 2} ( V)
b) {1}, ∈ {1, 3, 5} (F) e) ∅ ∈ {1, 2, 3} (V)
c) ∅ ⊂ {0, 1, 2} ( V) f) {∅} ∈ {0, 1, {∅}} (F)
6) Sejam Α, Β e C os conjuntos finitos. Se n(Α ∩ Β) = 30, n(Α ∩ C) = 20
e n(Α ∩ Β ∩ C) = 15, então o n(Α ∩ (Β ∪ C)) é:
B
2) Sendo A= {x ∈ • | x≤ 5} e B= {x ∈ • | x<5}, assinale com (V) as a) 25
sentenças verdadeiras e com (F) as falsas.
b) 30 A
a) Α ⊂ Β (F) d) Α ∩ Β = {0, 1, 2} (F) 15
c) 35 15
b) Α ⊃ Β ( V) e) Α − Β = {3, 4, 5} (F) 5
d) 40 C
c) Α ∪ Β = {1, 2, 3, 4} ( F ) f) Β − Α = ∅ ( V)
e) nda

18 19
Teoria dos conjuntos Capítulo 1

⊕ Exercícios de aplicação 5:
7) Se n(A) = 90, n(B) = 50 e n(A ∩ B) = 30 então n(A ∪ B) é:
a) 60
1) (FGV.2006 01 PS) Em uma agência de turismo, o quadro de funcio-
b) 90 nários era composto por pessoas que falavam apenas um dos seguin-
30 tes idiomas (além do português): francês, inglês e espanhol. Sabendo
60 20
c) 100 que 70 falavam inglês; 40, francês; e 60% falavam espanhol, quantos
funcionários da empresa falam espanhol ou francês?
d) 110 A B
a) 205 b) 24% c) 235 d) 110 e) 275
e) nda
I
8) Sobre os membros de uma comissão sabe-se que: 70% 40 + 70 → 40% ∩ = 110 x 60 = 165
F ⎯
a) 9 são solteiros ∩ → 60% 40
SOLTEIROS CASADOS TOTAL 40%
b) 5 são homens HOMENS A B 5
60% E
c) 10 não são mulheres casadas MULHERES C D
TOTAL 9
d) 8 não são homens solteiros.
2) (FGV.2007 02 PS) Em um grupo há 40 homens e 40 mulheres. 30%
Pede - se: dos homens fumam e 6 mulheres fumam. A porcentagem de fumantes no
1) Quantos membros existem nessa comissão ? grupo é
(12) a) 20% b) 24% c) 26,25% d) 22,5% e) 28,5%
2) Quantos membros dessa comissão são homens casados ?
(1)
NÃO 18 → X
9) Sendo Α={1, 2, {1}} e Β={1, {1}, {1,2}}. Coloque (V) ou (F) FUMANTES FUMANTES TOTAL
80 → 100
a) Α ⊂ Β ( F) HOMENS 12 28 40
b) {1, 2} ⊄ Β ( V) MULHERES 6 34 40 X= 100 x 18
⎯ X = 22,5
TOTAL 9 62 80 80
c) {1, 2} ∈ Β ( V)

d) {1, 2} ⊂ Α ( V)
3) (FGV.2007 02 P2) Em um grupo de 30 gatos, há gatos brancos e gatos
pretos.Nesse grupo, existem 20 gatos machos, 15 gatos pretos, e sabe-
10) Sendo: -se que 4 fêmeas são brancas. O número de machos pretos é:
Α ={n ∈ ₵ | n ≤ 1} {..., -2, -1, 0, 1} a) 7 b) 9 c) 8 d) 11 e) 10
Β ={n ∈ ₵ | -1 ≤ n} { -1, 0, 1, 2, 3, ...}
GATOS GATAS TOTAL
C ={n ∈ ₵ | -2 ≤ n <1} { -2, -1, 0} MACHOS FÊMEAS
GATOS
PRETOS 9 6 15
Determinar: GATOS
11 4 15
BRANCOS
a) Α ∩ Β ∩ C {-1, 0} 30
TOTAL 20 10
b) Α - ( Β ∩ C) { ..., -3, -2, 1}

c) C - ( Α ∩ B) { -2}

20 21
Teoria dos conjuntos Capítulo 1

⊕ Exercícios de aplicação 5:
4) (FGV.2007 02 P2) Os elementos dos dois conjuntos a seguir são nú-
meros naturais: Α= {1,2,3,...,48} Β = {15,16,17,...,63} . O número de ele-
mentos do conjunto Α ∩ B é: 7) (FGV.2008 01 P2) Um banco de sangue catalogou 60 doadores assim
a) 48 b) 34 c) 33 d) 63 e) 35 distribuídos: 29 com sangue do tipo 0; 30 com fator Rh negativo; 14 com
fator Rh positivo e tipo sanguíneo diferente de 0. Quantos doadores pos-
suem tipo sanguíneo diferente de 0 e fator Rh negativo?
a) 19 b) 18 c) 20 d) 21 e) 17
1 2 3 ........... 15 16 ........... 48
A

1 2 3 15 16 ........... 48 ...... 63
→ (48 - 15) + 1 = 34
B RH+ RH - TOTAL

=O 16 13 29
≠O 14 17 31
TOTAL 30 30 60
5) (FGV.2006 01 PS) Durante uma viagem, choveu cinco vezes. A chuva
caía pela manhã ou à tarde, nunca durante a manhã e à tarde no mes-
mo dia. Houve seis manhãs e três tardes sem chuva durante a viagem. 8) (FGV.2009 01 P2) Uma pesquisa sobre audiência d TV de três emis-
Quantos dias duraram a viagem? soras, A, B, e C, de um determinado horário nobre apresento os seguin-
a) 10 b) 9 c) 8 d) 6 e) 7 tes resultados: A, 48%; B, 45%; e C, 50%; A e B, 18%; B e C,25%; A e
C,15%; e nenhuma das três, 5%.Qual a percentagem dos entrevistados
que assistem ás três emissoras?
a) 15% b) 10% c) 20% d) 5% e) 12%
SEM
CHUVA CHUVA
TOTAL 14 períodos
MANHÃ 6
14 B
3 ⎯ = 7 dias
TARDE 2 A η(A∪B∪C) = η(A) + η(B) + η(C) - η(A∩B) - η(A∩C) - η(B∩C)
TOTAL 5 9 14 X
95% = 48% + 45% + 50% - 18% - 15% -25% + X
5% 95% = 143% - 58% + X
95% = 85% + X
C
X = 10%

6) (FGV.2006 01 P2) Após uma pesquisa realizada numa cidade, cons-


tatou-se que as famílias que consomem arroz não consomem macarrão.
Sabe-se que 40% consomem arroz; 30% consomem macarrão; 15% 9) (FGV.2009 01 P2)Em uma festa compareceram 860 pessoas. Delas,
consomem feijão e arroz; 20% consomem feijão e macarrão; 60% con- 100 apenas tomaram refrigerante de cola e 80 apenas tomaram refrige-
somem feijão. Calcule a percentagem correspondente às famílias que rante de laranja. Sabe-se que o refrigerante de guaraná foi tomado por
não consomem nenhum desses três produtos. 350 pessoas e número de pessoas que não tomaram refrigerante é
a) 4% b) 5% c) 6% d) 7% e) 8% igual a metade do número de pessoas que tomaram apenas refrigerante
de cola e laranja. A quantidade de pessoas que não tomaram nenhum
refrigerante é
a) 100 b) 110 c) 120 d) 130 e) 140
A

M 25% Soma = 95% C 100 + 80 + A + B + C + D + E + F = 860 (I)


Fora 100% - 95% = 5% 100 80 A + B + D + E = 350
10% C L F = C = (II)
15% ⎯2
20% B D
A
25% F F (I) 180 + 350 + C + F = 860
E C + F = 330 (II) C = 2F
G
F + 2F = 330 → F = 110

22 23
CONJUNTOS NUMÉRICOS, INTERVALOS
CAPÍTULO 2 Resolução dos exercícios

2
Anotações do professor sobre o capítulo 2
Anotações do professor sobre o capítulo 2 Conjuntos Numéricos, Intervalos Capítulo 2
⊕ Exercícios de aplicação 6:

1) Efetuar as operações indicadas.

a) 0,333... + 0,5 + 0,666...

b) 0,25 - 23 ( 12 - 41 )

c) ( 52 : 23 ) + 0,1-0,222…

2) Associe V (verdadeira) ou F (falsa) às proposições:

a) Todo número irracional é real. ( )

b) Todo número real é irracional. ( )

c) Existem números racionais que são inteiros. ( )

d) Se a e b são irracionais então a+b é sempre irracional ( )

1) Encontre os números reais que satisfaçam as desigualdades e repre-


sente a solução na forma de intervalo.

2
a) 3
x- 21 <0

b) 13 ≥ 2x -3 ≥ 5

26 27
2) Diga se os números abaixo são racionais (§) ou irracionais (o - § )
c) 3x − 6 < 3x x-1
4 + 3

a) 2,26000…… ( )

b) 3
√-8 ( )

c) 3
√ 18 ( )

d) √3 ( )

e) √4 ( )
4x - 3
d) 2
≤-x+2 f) √ 14 ( )

g) 4,3333…… ( )

h) 2,12112111211112… ( )

3) Calcular a geratriz das dízimas periódicas.

2x - 1 a) 0,222....
e) 2
<x<1

b) 1,121212...

⊕ Exercícios de aplicação 7: c) 3,123123123...

1) Dê os elementos de cada conjunto.

a) Α = ⎨c ∈ • ⎟ c > 3⎬

b) B = ⎨c ∈ • ⎟ c ≤ 5⎬ 4) Calcule:

c) C= ⎨c ∈ • ⎟ 2 < c ≤ 7⎬ a) 20% de 1200 =

28 29
8) Sendo:
b) 75% de 180 =
Α = ⎨ n ∈ ¢ | n ≤ 1⎬

B = ⎨ n ∈ ¢ | -1 ≤ n⎬

C = ⎨ n ∈ ¢ | -2 ≤ n<1⎬
c) 0,2% de 1000 =
Determinar:

a) Α ∩ Β ∩ C

d) 0,05% de 100 =

b) Α - ( Β ∩ C )

5) Assinale a afirmação correta

a) ∃ c ∈ • ⎟ c2 = 0 ( ) c) C - ( Α ∩ Β)

b) ∃ c ∈ • ⎟ cc = 2 ( )

c) ∃ c ∈ • *⎟ 0. c = c ( )

d) ∃ c ∈ • ⎟ c2 = 2 ( )
9) Coloque (V) nas verdadeiras e (F) nas falsas.
6) Assinale a afirmação correta a) π ∈ § ( )
a) ∀ a,b ∈ • ⇒ a/b ∈ • b) 3
∈¢ ( )
4
b) ∀ a,b ∈ • ⇒ a-b ∈ • c) π ∈ °-§ ( )
c) ∀ a,b ∈ • ⇒ a+b ∉ • d) 0,222……∈ ¢ ( )
d) nenhuma das anteriores. e) √9 ∈ ¢ ( )

7) Sendo Α = ⎨c ∈ • ⎟ c ≥ 5⎬ e Β = ⎨c ∈ • ⎟ c > 5⎬, assinale com (V) as f) (√2)2 ∈ § ( )


sentenças verdadeiras e com (F) as falsas.
g) (-1)3 ∈ • ( )
a) Α ⊂ Β ( ) f) Β - Α = ∅ ( )
h) -√2 ∈ ° ( )
b) Α ⊃ Β ( )
i) 0,2020020002… ∈ ° -§ ( )
c) Α ∪ B = {1,2,3,4} ( )
j) 3
√-8 ∈ ¢ ( )
d) Α ∩ Β = {5,6,7} ( )

e) Α - B = {6,7,8} ( )

30 31
⊕ Exercícios de aplicação 8:

1) Sejam os conjuntos:
2n 3n
Α=⎨χ|χ= , n < 7, ∈ • *⎬ e B=⎨χ|χ= , n < 7, ∈ • *⎬
2n + 1 3n + 1
então, o conjunto de Α ∩ Β é igual a:

a) ∅

b) ⎨ 76 ,, 98 ⎬ 4) Dados os conjuntos:
c) ⎨ 67 ,, 12 ⎬ Α = ⎨ χ ∈ ¢ | -2 ≤ χ ≤ 3⎬ , B = ⎨ χ ∈ ¢ | -1 ≤ χ ⎬ e C = ⎨ χ ∈ ¢ | -4 < χ ≤ 2⎬ ,
13
então (Α ∩ C) - B é igual a:
d) ⎨ 67 ,, 12
13
, 18
19

e) nda

2) Dados os conjuntos.
Α = ⎨ χ ∈ • | χ > 3⎬

B = ⎨ χ ∈ • | χ ≤ 5⎬

Determinar: 5) Se Α = ⎨ χ ∈ • | 2 ≤ χ < 6⎬ e B = ⎨ χ ∈ • | 1 ≤ χ ≤ 7 ⎬, então

a) Α ∩ Β = ⎨ ⎬ a) Α - Β = ⎨ 2,3,4,5 ⎬

b) Α - Β = ⎨ 1, 6, 7 ⎬

c) Α - Β = ⎨ 3,4,5 ⎬

d) Β - Α = ⎨ 1, 6, 7 ⎬
b) Β - Α = ⎨ ⎬
e) Β - Α = ⎨ 1, 3, 6, 7 ⎬

6) Calcular:
1 1
1- -1
3) Dados os conjuntos: 2 ÷ 4
1
2- 2 +1
2 4
Α = ] -2, 3 ]

B = [ -1, 5 [

C = [ -3, 2 [

Determinar: Β - ( Α ∩ Β)

32 33
7) Efetuar as operações indicadas.
10) Uma embalagem tem a base, as faces laterais e a tampa na forma
a) 0,333... + 0,5 + 0,666... de um quadrado de lado 0,2m. O material para a base custa 30 reais por
m2, o material para as faces laterais custa 10 reais por m2, e o material
para a tampa custa 20 reais por m2. Determine o custo da confecção da
embalagem.

b) 0,25 – 2
( 12 - 1
)
3 4

c) ( 25 : 2
3
) + 0,1 – 0,222…

11) Para estudar o nível de aprendizagem de um operador de torno au-


tomático, o setor de Engenharia Mecânica, fez uma experiência com um
operador dando-lhe repetidas vezes a mesma tarefa. Verificou-se que o
nível de aprendizagem obedece a relação minutos.

Nessas condições podemos dizer que a quarta tarefa durou


8) Efetuar as operações indicadas
1 a) 18 minutos
a) [(( -3 )2 )-1] - 4
b) 14 minutos

c) 12 minutos

d) 11 minutos

e) nda
b) ( 1 )5 : 7- 4
7

12) Qual a metade de 2-346?

9) Qual o número que devemos acrescentar a 2372 para obter 2382 ?

34 35
POTENCIAÇÃO E RADICIAÇÃO
CAPÍTULO 3 Resolução dos exercícios

3
Anotações do professor sobre o capítulo 3
Anotações do professor sobre o capítulo 3
⊕ Exercícios de aplicação 9:

1) Calcule.
1 1
1+ -1
a) 2
÷ 4 =
1
2- 2
2 - 14

3
b) 2 - 25 =
2
2- 4

c) [ 2 χ (- 21 ) 2] ÷ [ 4 χ (- 21 ) 3]=

2) Exprima o número decimal na forma de potência.

a) 0,01 =

b) 100 =

c) 0,0000025 =

d) d) 1/10000 =

39
3) Calcular:
0
2
2
3) O valor de : 2 é:
a) 29÷27 -0,333… + ( 1
) -8% =
a) 2 23

b) 4

c) 8

d) 16

e) nenhuma das anteriores.

b) (75% -0,1)2 ÷ ( 4
-0,666…+ 1
-3)2=
3 3
⊕ Exercícios de aplicação 10:

1) Verifique se vale a igualdade.

[ ( 12 ) -2 x 4 -1] 2 = 4 -1

4) Simplifique as expressões fazendo as operações indicadas.


a) (a b x) =
2 -1 -1

3y

2) Calcular:
-3
a) (34) 2 =

b) (√3 + √12)2 =

c) 10
√1024a20 =

d) (0,5)4= b) (22+p - 23+p - 24+3p) ÷ 2p =

e) √0,027a3 b
3 12
=
c
f) -22 =

40 41
2 y 7) Verificar se valem as igualdades:
c) a 3 y xa 5y - 3 =
a) ( u 2+ v )2 + ( u2- v )2 = uv

b) (22)-3/2 +(0,5)2 -10% - 0,333… = - 7


10

d) a + x =
y
b+c

c) 1
+ 1
- 2x
= 2
1+x 1-x 1-x2 1+x
5) A expressão a-1/3. a4/5 é equivalente a:

a) 5
√a7

b) √a7

c) √a15

d) 15
√a7
8) O valor de √502 - 402 é:
e) nenhuma das anteriores.
a) 10

b) 102
6) Efetuar a operação indicada:
c) 30
(- 2y1 ) +
m+2
3
5ym =
d) 50

e) nenhuma das anteriores.

42 43
9) Coloque (V) se as sentenças forem verdadeiras e (F) se forem falsas: 12) Simplifique a expressão:

( ) √(3+√5). √(3-√5)=
a) 2x+y = 2x + 2y

b) 2x+y = 2x x 2y ( )
1 1 x+y
c) 2 x . 2 y = 2 xy ( )

d) √2n√ 22n = 2 n ∈ N* ( )

e) √a√a√a = 8 √a7 ( )

m -n = √m -n
f) (m-n).√ m+n 2 2 ( )

g) ( 23 ) =
-3 27
8
( )
12) Sendo a e b números reais positivos, verifique se as operações feitas
-3
h) [( 32 ) x ( 43 ) ] =
-3 -1 16_
3
( ) com as expressões são verdadeiras ou falsas.
2 3
i) [a (b.c) ] = a .b .c
3 6 6
( ) 6
a) √2.26 a6 b12 = 2ab2 6√2
j) 0,555…÷ 0,333…= _5_3 ( )

10) Efetuando o produto obtemos ( x +


a
2 + √ a4 2
-b) ( x +
a
2 - √ 4a 2
-b)
2 a2
b) √√ √4.096 =
3 12
√212 = 2
a) x + ax + 4 -b
2 a2
b) x + 4
2
c) x + ax - b
2 c) √a √a 5 5
b10 = √aab2 = ab
d) x + ax + b

e) nenhuma das anteriores.

d)
3
√27a 4
= 3 a √a
3

11) O coeficiente do termo x3a3 obtido do produto (x+a)6 é:

a) 3 e) √ 25b
4a 6
4 =
2a 3
5b 2

b) 6

c) 15
√75 + √12 5√3 + 2√3 1
d) 20 f) = =
√588 14√3 2

e) 21

44 45
EXPRESSÕES ALGÉBRICAS E PRODUTOS NOTÁVEIS

CAPÍTULO 4 Resolução dos exercícios

4
Anotações do professor sobre o capítulo 4
Anotações do professor sobre o capítulo 4
⊕ Exercícios de aplicação 11:

1) Efetuar as operações indicadas:

1 1
a) 2a2 - 3 a2 + (- 4 a2 ) =

b) ( -4ax ) . ( -3ax )=

c) 3a - { 2a - [ -5a - (3a - 4a - b ) +a - b] -a } +a =

d) ( 5a2b3 ) . ( -4a2b3 )

⊕ Exercícios de aplicação 12:

1) Efetuar as operações indicadas:

a) (a + b + c ) .(m - n ) =

(- 5x )3 .( 2ax )2
b) =
10a2x4

48 49
⊕ Exercícios de aplicação 14:
1
c) - 2 x (2x - 3x +2 ) =
2 2

1) Calcular os produtos notáveis.


a) ( x - 3 )3

d) 12x4 - 6x2 + 3x : 3x =

b) ( a - 2 )3

e) ( -2x2 - 2x - 3 )( 5x2 - 1) =

c) ( ax + b )3
f) ( 2x3 - 7x + 8x - 4 ) : ( x - 2) =

⊕ Exercícios de aplicação 13: ⊕ Exercícios de aplicação 15:

1) Calcular os produtos notáveis: 1) O desenvolvimento de ( a + b + c )2 é igual a:

a) ( 3a - 1 )2 = a) a2 + b2 + c2

b) a2 + b2 + c2+ 2ab + 2ac

c) a2 + b2 + c2+ 2ab + 2ac + 2bc

b) ( 2x - 3y )2 = d) a2 + 2ab + b2 + 2bc + c2

e) a2 + b2 + c2 - 2bc

c) ( ax2 - y )2 =

50 51
2) Luíza saiu de casa e fez compras em 3 lojas. Em cada uma, gastou 4) Considere o polinômio P (x) = x3 - ax2 + bx + c. Sabendo que, quan-
metade do que possuía e, após cada compra, pagou $ 2,00 de estaciona- do dividimos o polinômio P(x) por B(x)= x2 - 2x + 1 o quociente é e
mento. Sabendo que Luíza chegou em casa com $ 15,00, Qual a quantia o resto é 5 x+2 ; Qual os valores de a, b e c?
total gasta por ela (incluindo as compras e os estacionamentos) ?

5) Se (1 + x + x2)3 = a0 + a1x + a2x2 + a3x3 + a4x4 + a5x5 + a6x6, Qual o valor


de (a0 + a2 + a4 + a6)?

3) Qual o valor da soma das raízes das equações 3a2 + 6a - 9 = 0 e


2a + a + 1 = 7 ?
4 3

6) A divisão do polinômio P(x) = 4x3 - 8x2 + 12x - 45 por x2 + 2x , gera


como resto um polinômio R(x). Qual o valor de R(2) ?

52 53
⊕ Exercícios de aplicação 16:
c) ( a + b )3 =

1) Efetuar a divisão do polinômio P (x) = x3 - 3x2 + 4x - 2 pelo polinômio


q (x) = x-1

d) ( a - b )3 =

2) Efetuar a divisão do polinômio P (x) = - x3 + 4x2 - 7x + 6 pelo polinô-


mio q (x) = x-2

e) ( 4x2 - 2xy ) : 2x=

4) Fatore cada uma das expressões:


a) mn - x2 + mx - nx =
3) Efetuar as operações indicadas:
a) ( a + b ) ( a2 - ab + b2 )=

b) 4x2 - 9y2 =

b) ( a - b ) ( a2 + ab + b2 )=

54 55
FATORAÇÃO DE EXPRESSÕES ALGÉBRICAS
CAPÍTULO 5 Resolução dos exercícios

5
Anotações do professor sobre o capítulo 5
Anotações do professor sobre o capítulo 5
⊕ Exercícios de aplicação 17:

1) Fatorar as expressões:

a) 15x3 + 5x2 - 10x=

b) 5 b3 + 4 b2 - 4 b4=
3 3 3

c) 8a3b2 - 12a2 b3=

d) (a + b) x2 + (a + b)=

58 59
⊕ Exercícios de aplicação 18:
c) 25n2 + 10n + 1=

1) Fatorar as expressões:
a) x4 + x3 + x2 + x =

1
d) a2 + a + 4 =
b) 6a + 6b + ax + bx =

c) 2an + 4am + 2n + 4m =

⊕ Exercícios de aplicação 20:

1) Fatorar as expressões:
a) x2 - x - 20 =

⊕ Exercícios de aplicação 19:

1) Fatorar as expressões: b) x2 + 12x + 20 =


a) 9y2 + 12y + 4 =

c) x2 - 13x + 42 =
b) a4 - 2a2b + b2 =

60 61
⊕ Exercícios de aplicação 22:
d) x - 3x - 4 =
2

1) Assinale com V ou F as sentenças abaixo.

a) ( a + b )2 - a2 - b2 = 2ab ( )
b) ( x + y )2 - 2xy = 2y2 ( )
c) a2b - ab = ab ( a - 1 ) ( )
d) ( x - y )2 + ( x - y )( x + y ) = 2x ( x - y ) ( )
e) 9 - ( a + 2 )2 = ( 5 +a ) ( 1 - a ) ( )
⊕ Exercícios de aplicação 21:

1) Fatorar as expressões: 2) Simplificar as expressões algébricas e dizer se são verdadeiras ou


falsas.
a) a - 49 =
2

a) 2a + 2b = a + b ( )
2a a

b) y2 - 25 =

2
b) a2 -a2a
-a
+1
= a
a-1
( )

1
c) 4 - a2 =

ab + bc + am + cm b+m ( )
c) ac + c2 + am + cm
= c+m

d) 4x2 - y2 =

62 63
3) Simplificar as expressões algébricas.
2 2
36a b - 16
a) =
6ab + 4

y 3- 4y
b) 2
y - 10y - 24
=

2 4
c) 36a
39
- 4b
16
=

64 65
MÁXIMO DIVISOR COMUM (MDC) E MÍNIMO
MÚLTIPLO COMUM (MMC)
CAPÍTULO 6 Resolução dos exercícios

6
Anotações do professor sobre o capítulo 6
Anotações do professor sobre o capítulo 6
⊕ Exercícios de aplicação 23:

1) Determinar o mdc e o mmc das expressões.

a) 5axy2 e 10a2 xy3 =

b) x2 + 5x + 4, ( x + 1 )2 =

c) x2 - 1, x - 1 e ( x - 1)2 =

68 69
EQUAÇÕES E INEQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU
SISTEMAS DE EQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU
CAPÍTULO 7 Resolução dos exercícios

7
Anotações do professor sobre o capítulo 7
Anotações do professor sobre o capítulo 7
⊕ Exercícios de aplicação 24:

1) Resolver as equações no conjunto dos números reais ( o )


5 1
a) x - 2 = -3

1 2 3
b) x
- 3
= -1- x

3 1 2
c) x-5 - 2 = x-5

73
7 2x + 1 5x - 2 1 - 3x 1 1 - 5x
d) 3 = x b) - = -
x x2 2x2 x

3 2 x
e) x+1 + x-1 = x2 - 1
3 5 2x + 1
c) - =
x-7 2x + 6 x2 - 4x- 21

2) Resolver as equações no conjunto dos números reais ( o )

Observação: Na resolução das equações que se seguem é preciso deter-


minar o mínimo múltiplo comum, para isso consulte texto sobre mdc e
mmc.(Capítulo 6) x x 2ax + x
d) 2a
+ a
-3= 4a
-1
5 1
a) - + 1 = 5 - 3x
3x
+ 1
4x
x 12x 2

74 75
2 4(x-7) 3 ( x - 10 ) 3
e) 3 ( x + 1 ) = 16 h) + =
3 4 4

7
f) 3 ( x - 1 ) = 16

⊕ Exercícios de aplicação 25:

1) Resolver as inequações no conjunto dos números reais ( o )


a) 3 - x < 5 + 3x =

4(x+7) 3 ( x + 10 ) 3
g) 3
- 4
=- 4

3x 1-x
b) 3x - 5 < 4
+ 3

76 77
3 1
c) 13 ≥ 2x - 3 ≥ 5 b) 4 (x-1)+ 3 ( 1 - 2x ) ≤ 2

x+1 3x + 1
d) 3
- 2
≥0

x-1 4x + 1 5
c) + ≥
3 6 10

2) Resolver as inequações no conjunto dos números reais ( o )


4 4
a) 3 (x+7)- 5 (x-5)>8
1 - 2x 3 - 3x x
d) - ≤
3 7 7

78 79
⊕ Exercícios de aplicação 26:
y 4
d) { 2xx - + y==- -2
3 3

1) Resolver os sistemas de equações do primeiro grau no conjunto dos


números reais.

a) { xx +- yy == 15

2) Resolva as seguintes equações no conjunto dos reais.


x+5 2 - 3x
a) - = 1, x ≠ 0
x 2x2

b) { 7x2x +4y
- 5y = -8
=15

x+3 2 x+3
b) x+1
- x+1
= x -2
, x ≠ -1 e x ≠ 2

c) { 2xx ++4y
2y = 3
=6

80 81
1
3) Resolva as seguintes equações literais. c) 2 - x≤ 0
bc + mo mo bcte
a) x + bca - x = x ( x + bca )

bc + deio deio bcte


b) x + bco - x = x ( x + bco )

5) Determinar os valores de x∈° que resolvem a inequação (2x - 3)2 >


4(x + 5)(x - 5) + 52.

4) Resolva as seguintes inequações no conjunto dos reais.


3x 2 + 1 6x 2- 18
a) 2 - 4 > 5x

x+3 2x + 3
6) Determinar o conjunto solução da inequação 7 - 3 ≥1

x2 x 2- 8
b) 5 + 9 ≥ 5 - 4x

82 83
7) Se A = { x∈° | },então os valores de A estão no intervalo 9) Sejam x e y dois números reais não nulos e distintos entre si. Das al-
5 2 12 - x
x - 3 = x2
ternativas a seguir, a única necessariamente verdadeira é:
a) [1,4[ a) -x < y

b) ]1,5[ b) x < x + y

c) [4,6[ c) x2 - 2xy + y2

d) [3,6] d) x2 ≠ y2

e) ]3,6[ e) y < xy

8) Se A = { x∈° | 5 ≤ 2x - 3 ≤ 13},então os valores de A estão no intervalo 10) Se x2 + y2 = 1681 e xy = 360, sabendo que x e y são números reais
positivos, calcule a soma de todas as soluções (x, y) possíveis.
a) ]4,8[

b) [4,8]

c) ]1,5[

d) [1,5]

e) ]2,4]

84 85
VALOR ABSOLUTO DE UM NÚMERO REAL OU MÓDULO

CAPÍTULO 8 Resolução dos exercícios

8
Anotações do professor sobre o capítulo 8
Anotações do professor sobre o capítulo 8
⊕ Exercícios de aplicação 27:

Resolver os exercícios usando as propriedades dadas no conjunto


dos reais.

1) | x |= 7

2) | x + 1 |= 3

3) | 2x - 1 |= x

4) | x - 2 |= -1

5) | x | ≤ 5

88 89
6) | 2x - 1 | < 3 11) | x - 3 | < x + 1

7) | 3x - 1 |< - 2 12) | x |< 5

8) | 3x - 1 | < 1 13) | 2x - 3 | > 2

9) | 3x - 1 | < 1 14) | 2x - 3 | > x - 1

10) | 4x - 3 | < x + 1 15) Simplificando a expressão √9x2 obtemos:


a) 3x

b) -3x

c) 3 | x |

d) 3x2

e) 9x

90 91
16) Simplificando a expressão √x2 + x + 1/4 obtemos

92 93
RAZÕES, PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS
CAPÍTULO 9 Resolução dos exercícios

9
Anotações do professor sobre o capítulo 9
Anotações do professor sobre o capítulo 9

⊕ Exercícios de aplicação 28:

1) Calcular o valor do termo desconhecido usando a propriedade fun-


damental.
5
a) x = 15
36

7 21
b) x
= 81

x-1 x+3
c) 6
= 5

⊕ Exercícios de aplicação 29:

3
1) A diferença entre dois números é 12 e a razão entre eles é 2 .
Calcular esses números

96 97
⊕ Exercícios de aplicação 30:
a 4
2) Sendo b = 7 e a + b = 11, determinar a e b.
Determinar a e b nas proporções.

1) { a + 3
b 5
a2 + b2 = 136

a 16
3) Sendo b =- 10 e a - b = 13, determinar a e b.

2) { a + b
2 3
b2 - b2 = 45

a b
4) Sendo 12 =- 32 e a + b = 11, determinar a e b.
3) A área de um terreno retangular é 27.000 m2. Achar as dimensões dos
lados sabendo-se que eles são proporcionais a 5 e 6.

98 99
⊕ Exercícios de aplicação 31:
2) Num forte há 300 soldados e ração para 20 dias. Tendo chegado um
reforço de 150 soldados. Para quanto se deve reduzir a ração diária para
1) Dividir R$ 19.000,00 em três empregados na razão direta dos anos que o alimento dure o mesmo tempo?
de trabalho que são 18, 15 e 12 e na razão inversa dos salários que são
respectivamente R$ 2.000,00, R$1.800,00 e R$ 1.500,00.

3) Num forte há 300 soldados e ração para 21 dias. Tendo chegado um


2) No final do ano a Empresa Reino Unido quer repartir entre seus três reforço de 150 soldados. Quanto deve durar o alimento sem que haja re-
empregados R$ 6.800,00, na razão inversa das diárias pagas e dos dias dução da ração?
de serviços. Os valores das diárias são respectivamente 5, 10 e 12 reais
e 2, 6 e 9 dias de serviços. Quanto recebeu cada um?

4) Se 12 operários levaram 6 dias para cavar 15m de um canal, traba-


lhando 8 horas por dia, então quantos dias de 10 horas de trabalho serão
necessários para cavar 20m de outro canal com 9 operários?

⊕ Exercícios de aplicação 32:

1) Um operário trabalhou durante 12 dias e recebeu R$ 240,00. Quanto


deverá receber em 30 dias do mesmo trabalho?

100 101
⊕ Exercícios de aplicação 33:
4) Num colégio há 310 alunos, dos quais 62 são internos. Quantos alunos
são externos e qual a percentagem que representa na matrícula?
1) Um negociante vendeu com lucro de 6%, uma mercadoria que custou
R$ 840,00.Qual foi o lucro?

2) Felipe vendeu um computador por R$ 2 300,00 conseguindo um lucro 5) Uma TV de 48 polegadas foi revendida por R$ 5.632,00 com deprecia-
de 15% sobre o preço de compra. Qual foi o lucro? ção de 12% sobre o custo. Qual foi o preço da TV.

3) Sofia compra um terreno por R$ 17.500,00 e ven-


de com lucro de R$ 3.500,00. Qual a porcentagem do lu-
cro?

102 103
PRODUTO CARTESIANO E DISTÂNCIA
CAPÍTULO 10 Resolução dos exercícios

10
Anotações do professor sobre o capítulo10
Anotações do professor sobre o capítulo 10
⊕ Exercícios de aplicação 34:

1) Sejam A e B tais que A x B = {(- 1,0 );( 2,0 );(1,2 );( - 2,2 );( - 1,3 );( - 2,3 )} ,
então o número de elementos de AI e B é igual a :

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) nda

2) Seja A = { 1, 2, 3, 4, 5, 6} as faces de um dado. Determinar a relação


ℜ = {( x, y ) ∈ A x A | x + y = 7 } e representar no gráfico.

3) Os pontos A (5, 8), B (1, 0) e C (3, 8) são os vértices de um triângulo.


Determinar a medida do segmento AD sendo D ponto médio de BC.

B C

106 107
4) Os vértices de um triângulo são dados pelos pontos A (1, 2), B (5, 6) 7) Da figura podemos concluir que a medida do segmento AC é:
e C (3, 4) Sendo M ponto médio de AB e N ponto médio de AC, então a
medida do segmento MN é:

a) 1 uc

b) 2 uc

c) √2 uc

d) √3 uc

e) nda

5) Dados os pontos A (3, 7), B (4, 6), C (7, 2), D (5, 5) e E( 8, 1), qual ponto
está mais próximo da origem?

8) Sejam A = { 1,2,3,4} e a relação R = {( x,y ) ∈ A x A | x ≤ y2}, então


os pares do produto cartesiano de A x A que não satisfazem a relação
R são:

a) (2,1);(2,2)

b) (3,1);(3,2);(3,3)
6) Dados os pontos A = (1, 7), B = ( 1, 1) e C = (7, 7) , a distância de A
ao ponto médio do segmento BC é: c) (4,1);(4,2);(4,3)

d) (2,1);(3,1);(4,1)
a) √17
e) (2,1);(3,1);(4,2)
b) √7

c) √5

d) √18

e) √13

108 109
11
FUNÇÕES Anotações do professor sobre o capítulo11
CAPÍTULO 11Resolução dos exercícios
Anotações do professor sobre o capítulo 11

Não Há Exercicios

112 113
FUNÇÃO AFIM (FUNÇÃO DE 1° GRAU)
CAPÍTULO 12 Resolução dos exercícios

12
Anotações do professor sobre o capítulo12
Anotações do professor sobre o capítulo 12
⊕ Exercícios de aplicação 35:

1) Determine o valor dos coeficientes a e b das funções ƒ:° →° .

a) ƒ (x) = 3x + 9 a= b=

b) ƒ (x) = x + 1 a= b=

c) ƒ (x) = 2x + 3 a= b=

d) ƒ (x) = -x a= b=

e) ƒ (x) = 2 a= b=

f) ƒ (x) = 0 a= b=

116 117
2) Esboçar o gráfico das funções ƒ:° →° , usando o postulado da deter- c) A (0,1) e B (2,5)
minação da reta que passa por dois pontos.

a) ƒ (x) = - 3x + 4

d) A (0,4) e B (1,2)
3) Dar a equação da reta que passa pelos pontos dados e fazer a re-
presentação no sistema cartesiano.

a) A (0,0) e B (2,2)

4) Determine, observando os gráficos, as equações das retas represen-


tadas no sistema cartesiano.

a)
b) A (0,0) e B (2,3)

118 119
2) Se na figura a reta r passa por A e B , então a reta s perpendicular a
b) reta r pelo ponto C (4, 3) é dada pela equação:

3) Em uma indústria de autopeças, o custo de produção de peças é de


$ 80,00 fixos mais um custo variável de $ 6,00 por unidade produzida.
Se a produção mensal é de x peças, Qual a lei que representa o custo
⊕ Exercícios de aplicação 36: total dessas peças?

1) Seja r a reta determinada pelos pontos A (0,0) e B (2,3), então a reta


s perpendicular a reta r pelo ponto P(0,0) é dada pela equação:

a) y = 32 x

b) y = 23 x + 1
c) y = 32 x + 2
d) y = 23 x + 3
e) nda 4) O valor de um carro novo é de $ 9.000,00 e, com quatro anos de uso,
é de $ 4.000,00. Supondo que o preço caia com o tempo, segundo uma
linha reta, qual valor de um carro com um ano de uso?

120 121
|x|
5) Observando o esboço dos gráficos das funções: 6) Em relação à função y = x + 3x pode-se seu conjunto imagem.
1
ƒ (x) = 2 ( x + | x |) e g (x) = - | x | + 1

Considere as afirmações: 7) Um automóvel da marca ABC foi adquirido por $ 30 000,00. Sabe-se
que ao longo do tempo há uma depreciação linear do seu valor e após
I. Não existe x < 0, tal que g(x) > ƒ(x). 10 anos seu valor é de $ 18 000,00. Então o valor do automóvel aos 20
II. As soluções deƒ(x) e g(x) são todas positivas. anos é ?
III. A soma das raízes da equação ƒ(x) = g(x) é 0,5.
a) R$ 6 000,00
Assinale:
b) R$ 8 000,00

a) se nenhuma afirmativa for verdadeira. c) R$ 12 000,00

b) se somente as afirmativas I e II forem verdadeiras. d) R$ 20 000,00

c) se somente as afirmativas I e III forem verdadeiras. e) nda

d) se somente as afirmativas II e III forem verdadeiras.

e) se todas as afirmativas forem verdadeiras.

8) Uma determinada loja vende 10 relógios de pulso a $ 80,00 a unida-


de. Reduzindo seu preço para $ 60,00, são vendidos 20 relógios. Supon-
do que a lei é afim.

a) Determine a lei da demanda. b) Represente graficamente a lei.

122 123
⊕ Exercícios de aplicação 37:
4) Um encanador A cobra por serviço feito um valor fixo de $ 100,00
mais $ 50,00 por hora de trabalho. Outro encanador B cobra um valor
1) Um apartamento vale hoje $ 60 000,00. Estima-se que daqui a 5 anos fixo de $ 80,00 mais $ 60,00 por hora de trabalho. A partir de quantas
seu valor seja $ 80 000,00. Admitindo-se que seus valores obedeçam a horas de trabalho o encanador A é preferível ao B?
uma lei linear, qual o valor desse imóvel daqui a 7 anos?

2) Supondo que 50 máquinas fotográficas de um determinado tipo estarão 5) Um fabricante de aparelhos celulares produz q aparelhos por sema-
disponíveis no mercado, quando o preço for de $ 50,00 e que 100 unida- na ao custo de Ct (q) = 50q+5000 em reais e tem como receita total Rt(q)
des desta mesma máquina estarão disponíveis, quando o preço for de $ = 250q . Determinar:
75,00. Supondo que a lei é afim, determine a lei da oferta.
a) O custo fixo é dado por b) O custo para a produção de 10 celulares

3) Suponha que o custo total de uma empresa que produz um único pro- 6) Dados os conjuntos:
duto, cresça linearmente com a quantidade q produzida e que o custo
fixo seja de $ 800,00. Suponha ainda que o custo total para produzir 20
unidades seja de $ 3.200,00. Dê a expressão do custo total em função Α = ⎨c ∈ ° ⎟⎟ c - 1⎬≤ 2 ⎬
da quantidade q produzida. Qual o custo variável? B = ⎨c ∈ ° ⎟⎟ c + 1⎬> 2 ⎬
C= ] 0, 4 [

Determinar: Α - ( B ∩ C ) =

124 125
c+1
7) Se x é um número real, então o conjunto solução da desigualdade 10) Se Α = ⎨c ∈ • ⎟ c - 1 > 2⎬, então o conjunto A é igual a:
modular | 2x + 4 | ≤ 8 é dada pelo intervalo:

a) [-1,4]

b) [-6,6]

c) [2,6]

d) [-2,6]

e) nda

8) Resolver a desigualdade modular | x + 1 | ≤ 2 no conjunto dos núme-


ros reais.
11) Se Α = ⎨c ∈ ° * exista √c +c 1⎬, então:
a) Α =[-∞, - 1] ) ∪ [ 0, + ∞)

b) Α = ] -1, 1]

c) Α = ] -∞, 0] ∪ ] 0, + ∞)

d) Α = ] -∞, 0] ∪ [ 1, + ∞)

e) nda

c-2
9) Se Α = ⎨c ∈ ° *⎟ c ≤ - 1⎬, então

a) Α =[-2,0) ∪ [ 1, + ∞)

b) Α = ] 0, 1]

c) Α = ( -∞, 0] ∪ [ 1, + ∞)

d) Α = ] -∞, 0] ∪ [ 1, + ∞)

e) nda

126 127
FUNÇÃO QUADRÁTICA OU FUNÇÃO TRINÔMIO DO
2° GRAU
CAPÍTULO 13 Resolução dos exercícios

13
Anotações do professor sobre o capítulo13
Anotações do professor sobre o capítulo 13
⊕ Exercícios de aplicação 38:

A seguir, são propostos exercícios para a fixação do algoritmo da de-


terminação das raízes da equação do segundo grau e a construção de
gráficos.

Encontrar as raízes das equações:

1) x2 – 6x – 7 = 0

2) x2-10x-60=0

3) 5x2 + 9x + 4 = 0

4) –x2+30x-200=0

130 131
5) x2 + 2x + 1 = 0 10) –x2+16=0

6) x2-6x+10=0 11) 4x2 – 16 = 0

7) x2 – 5x = 0 12) –2x2+24x-120=0

8) –x2+20x=0

⊕ Exercícios de aplicação 39:

1) Encontrar as raízes reais das equações:

a) 5x2+ 9x+ 4 =0 b) -x2 + 30x - 200 = 0


9) 5x + 5x – 30 = 0
2

132 133
2) Determinar Α ⊂°, sendo Α o mais amplo domínio real da função 5) A função V(x)= –2x2 +20x+150, determina a quantidade de vendas
de um determinado produto de uma empresa, durante x dias de uma gran-
de feira. Avaliando os resultados do evento, quanto dias durou essa feira?
ƒ : Α →°
xa 3x
√x 2
-4

3) Se y = - x2 + 2x + 3 é uma lei quadrática, então os valores de x para os 6) O gráfico a seguir representa o trinômio do 2º grau y= x2 - bx + c. Quais
quais y=3 são: os valores de b e c ?

4) Uma loja vende camisas e tem Receita diária dada pela lei R(x) = 4x2+16x 7) As variáveis y e x estão relacionadas de acordo com a tabela. A relação
e custo diário C(x) = 36x+200. Nestas condições a loja tem lucro a partir da algébrica entre y e x é:
venda de.
t 1 2 3 4 5
s 0 2 6 12 20

a) y = 2x -2

b) y = x3 - 1

c) y = 1/2 ( x2 + x -2 )

d) y = x2 - x

e) y = 2 x -1

134 135
8) A expressão que define a função representada pelo gráfico é? 10) O lucro de uma empresa é dado por L(x) = 100(10 – x)(x–2),em que x
é a quantidade vendida. Pode-se afirmar que:

a) o lucro é positivo qualquer que seja x.

b) o lucro é positivo para x maior do que 10.

c) o lucro é positivo para x entre 2 e 10.

d) o lucro é máximo para x igual a 10.

e) o lucro é máximo para x igual a 3

a) y = x2-2x

b) y = ( x -2)2

c) y = x2-2

d) y = 2x2-4 x

e) y = x2-x-2

9) As leis de oferta e demanda de um produto são dadas pelas leis 11) O domínio da função ƒ( x ) = 10x é?
Po = 15x + 50 e Pd =-x2 -10x + 200, sendo x a quantidade. Nessas condi- √ - 12
2x
ções, o par P(x,p), ponto de equilíbrio, é dado por:
a) Dƒ = ⎨c ∈ ° ⎟ c ≥ 12 ⎬

b) Dƒ = ⎨c ∈ ° ⎟ c > 6 ⎬

c) Dƒ = ⎨c ∈ ° ⎟ c ≥ 6 ⎬

d) Dƒ = ⎨c ∈ ° ⎟ c > -6 ⎬

e) Dƒ = ⎨c ∈ ° ⎟ c > 12 ⎬

136 137
12) Se p(c) = x3 - 3x2 + 2x, então os valores de c ∈ °, tal que p(c) > 0 estão
no intervalo:

a) ]0, 2[

b) ]1, 2[

c) ] -∞, 1[ ∪ ] 2, ∞ [

d) ] -∞, 0 [ ∪ ] 1, 2 [

e) ] 0, 1[ ∪ ] 2, ∞ [

138 139
APLICAÇÕES DAS FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA
NA ADMINISTRAÇÃO E NA ECONOMIA
CAPÍTULO 14 Resolução dos exercícios

14
Anotações do professor sobre o capítulo14
Anotações do professor sobre o capítulo 14
⊕ Exercícios de aplicação 40:

1) Dada a lei da demanda ou procura, pede-se:

a) Esboçar o gráfico.

b) Dar os interceptos.

i) qd = -p + 30

ii) qd = -3p + 90

iii) qd = -23 p + 60

142 143
⊕ Exercícios de aplicação 41:
2) Dada a lei da oferta, pede-se:
Dadas as funções de oferta e demanda (procura) pede-se:
a) Esboçar o gráfico.
a) Ponto de equilíbrio.
b) Dar os interceptos.
b) Esboçar o gráfico.

i) q0 = 2p + 30 c) Análise econômica.

1) qd = 16 - p²

q0 = 4 + p

ii) q0 = 2p/3 - 60

2) qd = 32 - 4p - p²
q0
p= +1
22

iii) q0 = 3p + 20

3) qd = 64 - 8p - 2p²

q0 = 10p + 5p²

144 145
RECEITA, CUSTO, LUCRO, PREJUÍZO, CONSUMO E
POUPANÇA.
CAPÍTULO 15 Resolução dos exercícios

15
Anotações do professor sobre o capítulo15
Anotações do professor sobre o capítulo 15
⊕ Exercícios de aplicação 42:

1) A demanda D de um determinado produto varia com o preço de venda


p do produto, sendo a lei da demanda D = -6p + 80. Por outro lado, a ofer-
ta S deste mesmo produto também depende do preço de venda p e sua
lei é dada por S = 2p.

a) Qual é o preço e a quantidade de equilíbrio?

b) Esboce o gráfico

2) O preço de uma garrafa de vinho da marca CINTHYA é dado por


p= - 2x + 100 ( x é a quantidade de garrafas vendidas). Sabendo-se que a
lei da receita é R = x p, determinar:

a) A lei da receita em função de x.

b) Esboçar o gráfico da receita.

148 149
3) Para um certo produto comercializado, a receita e o custo são dados, 5) Dadas as leis demanda de qd = -p2 + 49 e da oferta q0 = 3p + 9, de-
respectivamente, pelas leis R = 2q2 + 400q e C = 100q + 10000. terminar.

a) O ponto de equilíbrio.

a) Encontre os pontos críticos e represente-os graficamen- b) O esboço do gráfico.


te.
c) Análise econômica.
b) Descreva a função lucro.
d) A oferta se o preço é R$ 1,00.

e) A demanda ser o preço é R$ 5,00.

4) Dois planos de saúde têm como receita as leis RA = 30q2 e RB = -10q2 6) Um produto tem como lei de oferta y0 = x2 + 6x + 50 e de demanda
+ 200q ,onde q é quantidade de associados. Determinar: yd = - x2 + 130. Nestas condições seu ponto de equilíbrio é dado por:

a) A quantidade para as quais os dois planos de saúde têm a mesma


receita.

b) O esboço do gráfico.

150 151
7) Após a análise do mercado consumidor a empresa fabricante de ca- 9) Uma indústria produz canetas ao custo de $ 10,00 cada. Verificou-se
deiras para mesas de sala, estabeleceu o preço de venda de seu produto que se cada caneta for vendida por x, a venda mensal será de 60 - x cane-
segundo a lei p= - x + 80, sendo x quantidade de cadeiras vendidas. Nes- tas. Nestas condições o lucro será máximo se as canetas forem vendidas
tas condições a lei que rege a receita é dada por: por:
a) 20 reais
a) R = -x2 + 80x
b) 25 reais
b) R = -x - 80x
2
c) 30 reais
c) R = -x - 80
2
d) 35 reais
d) R = -x + 80
2
e) 40 reais
e) R = -x + 80

8) As leis de oferta e demanda de um produto são dadas pelas leis p0 = 10) Os clubes de futebol Milam e Barcelona têm seus planos de receita
15x + 50 e pd = -x2 -10x + 200, sendo x a quantidade. Nestas condições dados pelas leis RM = 30x2 e RB = -10x2 + 200x, respectivamente, sendo x
PE ( x,p ), ponto de equilíbrio, é dado por: a quantidade de associados (em 1000 sócios). A receita do Milam é maior
que a receita do Barcelona partir de:

a) PE ( -30, 125 ) a) 5 mil associados

b) PE ( 5, 25 ) b) 5,5 mil associados

c) PE ( 5, 125 ) c) 6 mil associados

d) PE ( 5, 30 ) d) 6,5 mil associados

e) PE ( 5, -30 ) e) 7 mil associados

152 153
11) O número de litros de vinho ( x ) demandados mensalmente da marca
VRS é dado pela lei pd = -0,05x + 90, e sua lei de oferta por p0 =0,05x +
10. A quantidade x que produz equilíbrio de mercado é :

a) 600 litros

b) 700 litros

c) 800 litros

d) 900 litros

e) 1000 litros

154 155
FUNÇÃO RAIZ QUADRADA FUNÇÃO RECÍPROCA
OU HIPÉRBOLE EQUILÁTERA
CAPÍTULO 16 Resolução dos exercícios

16
Anotações do professor sobre o capítulo16
Anotações do professor sobre o capítulo 16
⊕ Exercícios de aplicação 43:

1) Dadas as leis de oferta e demanda, determinar:

a) O ponto de equilíbrio.

b) O gráfico.

c) A análise econômica.

qd = 2 + p 1+ 1 qd = -6 + p 169 qd = -5 + p 120
i) = ⎨
q0 = 23 p + 1 ⎬ ii) = ⎨
q0 = p + 6
+ 12
⎬ ⎨
iii) = q = p - 2
0
+ 10

158 159
⊕ Exercícios de aplicação 44:
3) Um empresário construiu um conjunto de casas denominado Vila dos
Estudantes e aluga cada casa a $ p por dia. Sabe-se que a quantidade de
1) Esboçar o gráfico das funções. casas demandadas (alugadas) é dada por q = √225 - 9 p. Pede-se:

a) ƒ : [ 2, + ∞ [ →° a) O esboço do gráfico.
x a √x - 2
b) O número de casas alugadas se o aluguel diário de cada casa
é $ 25,00.

b) ƒ : [ -2, + ∞ [ →°
x a √3x + 6

4) Um DVD é vendido por p reais. Sabe-se que a demanda de q centenas


de aparelhos por mês é dada pela expressão:
90 2
qd = - 6 + p+5 e sua lei de oferta é dada por q0 = 5 p + 1 Pede-se:

a) O ponto de equilíbrio.

√x + 1 , então A o mais amplo domínio b) O esboço do gráfico da demanda e da oferta.


2) Se ƒ : Α →°, Α⊂ ° sendo ƒ ( x ) = x
de f é dado por:

a) { x ∈° | x ≥ 1 }

b) { x ∈° | x ≥ -1 }

c) { x ∈° | x ≥ -1 e x ≠ 0 }

d) { x ∈° | x ≥ 0 }

e) { x ∈° | x ≥ 2 }

160 161
5) As leis de oferta e demanda de máquinas de cortar cabelo da fábrica
GLF são dadas por:

120 3
qd = - 5 + p + 10 e q0 = 2 p + 2 Pede-se:

a) O ponto de equilíbrio.

b) Esboçar os gráficos da oferta e da demanda.

6) O consumo diário de arroz, em gramas, por consumidor na cidade de


Salvador é uma função da renda mensal ( x ) em reais e tem a seguinte
lei C = 300 - x40000
+ 200. Se a renda mensal de um indivíduo é R$ 600,00, então
seu consumo diário em gramas é de

a) 100

b) 150

c) 200

d) 250

e) 300

162 163
FUNÇÃO EXPONENCIAL
CAPÍTULO 17 Resolução dos exercícios

17
Anotações do professor sobre o capítulo17
Anotações do professor sobre o capítulo 17
⊕ Exercícios de aplicação 45:

1) Esboçar os gráficos das funções reais de variável real dadas pela sen-
tença:

a) ƒ ( x ) = 2 x+1

b) ƒ ( x ) = 2 -2x+1

c) ƒ ( x ) = 2 x-1

166 167
⊕ Exercícios de aplicação 46:
e) 4x + 1-92x -2 = 0

1) Resolver as equações exponenciais em o

a) 2x = 64

f) 25x+625=130.5x

b) 8x = 1
32

2) Resolver o sistema:

c) ( 3√2 )x = 8 3x +1=1
⎨( 1
9 )x + 2y = 25

d) (125) = 25
1 x

168 169
⊕ Exercícios de aplicação 47:
4) Um empréstimo de $ 23.000,00 é liquidado por $ 29.200,00 no final de
152 dias. Qual é a taxa mensal de juros?
1) Qual a taxa mensal de juros simples que faz um valor de $1.000,00,
se transformar em um montante de $1.500,00 depois de decorridos 20
meses?

2) Uma pessoa investe $ 5.000,00 em um negócio pelo prazo de 2 meses. 5) Calcule quanto tempo deve esperar um investidor para dobrar seu ca-
No final do prazo recebe $ 5.300,00. Determinar: pital se o mesmo está aplicado a 1,25% a. m.?

a) o fluxo de caixa do indivíduo.

b) os juros recebidos.

c) a taxa de juros do negócio.

6) Um negociante, para fazer frente aos pagamentos de pedidos colo-


cados, necessitará de $ 25.000,00 no fim de 2 meses e de $ 20.000,00
três meses depois. Dispondo de reservas, gostaria de aplicá-las a fim de
3) A publicitária Maria de Fátima aplicou um capital total de $23.500,00 + reduzir seus custos. Com esse objetivo, quanto deverá aplicar em uma
jpmf (juros pagos à Maria de Fátima, que recebeu de um empréstimo de $ instituição financeira que paga uma taxa de juros simples de 36% a.a.
10.000,00 dado para seu marido pelo prazo de 5 meses, cobrando uma para que possa retirar as quantias acima em suas respectivas épocas
taxa de 3% ao mês). Em seguida, aplicou a totalidade do capital, durante sem deixar saldo final?
7 meses, a qual lhe rendeu $ 7.875,00. Pergunta-se:

a) Qual o total do Capital aplicado?

b) Qual a taxa correspondente aos juros recebidos?

170 171
7) Uma pessoa tem os seguintes compromissos: $ 2.000,00 com ven- 10) Uma dívida de $ 500.000,00 vence de hoje a 20 meses à taxa de
cimento para 3 meses; $ 2.500,00 com vencimento para 8 meses e $ 6% a.m. Decorridos 8 meses propõe o devedor pagar $ 200.000,00 de
1.000,00 com vencimento para 13 meses. Deseja trocar esses débitos por imediato, $ 150.000,00 cinco meses após e o saldo após mais 2 meses.
dois outros iguais de hoje a 10 e 15 meses. Qual o valor desses pagamen- Se por ocasião da proposta a taxa de juros simples corrente no mercado
tos para uma taxa de juros simples de 2% a.m.? é de 60% a.a., pede-se: indicar o valor do saldo, tomando-se como data
focal o final do 15º mês.

8) Um investidor aplicou um capital à taxa simples de 40% a.a. Depois 11) Um investidor aplica metade de seu capital a juros simples de 81%
de 18 meses resgatou o principal e seus juros e aplicou o total a 60% a.a. a.a. durante 2 anos e 6 meses e a outra metade pelo prazo de 3 anos, 4
linear pelo prazo de 10 meses retirando, no final desse prazo, a quantia de meses e 16 dias à taxa linear de 85% a.a. , obtendo um rendimento total
$ 24.000,00. Determinar o valor da aplicação inicial. de $ 220.325,00. Determinar o capital investido.

9) Uma pessoa obteve um empréstimo de $ 2.000,00 à taxa simples 12) Determinada mercadoria é oferecida à vista por $ 15.000,00 ou com
de 5% am. Algum tempo depois, conseguindo quem lhe emprestasse $ 20% de entrada e um pagamento de $13.620,00 ao fim de 45 dias. Deter-
3.000,00 à taxa linear de 4,5% a.m., contrai este novo empréstimo e, na minar a taxa de juros cobrada expressa em termos lineares mensais.
data, líquida o débito anterior. Decorridos 21 meses da data do primeiro
empréstimo, o devedor liquida o segundo débito e observa que pagou um
total de $ 2.555,00 de juros nas duas operações. Pede-se: indicar os juros
e os prazos de cada um dos empréstimos.

172 173
13) Ao aplicar $ 7.500,00, um investidor resgatou $ 10.336,50 após 183 16) Uma pessoa ao comprar um apartamento cujo preço à vista é de $
dias. Determinar a taxa mensal de juros simples auferida. 60.000,00, deu 20% de sinal concordando em pagar 8% a.m. de juros sim-
ples sobre o saldo devedor. Se o comprador pagar $ 20.000,00, 2 meses
após a compra e $ 28.000,00 3 meses mais tarde, que pagamento teria
que efetuar no fim de 9 meses, contados da data da compra?

14) Uma pessoa tomou emprestada a quantia de $ 2.000,00 à taxa sim-


ples de 5% a.m. pelo prazo de 150 dias. Se após 99 dias o devedor pro-
põe liquidar sua dívida, quanto pagaria se nesta ocasião a taxa de juros ⊕ Exercícios de aplicação 48:
simples corrente fosse de 4,5% a.m.?

1) Calcular o montante (FV) produzido por $ 5.000,00, aplicados em regi-


me de juros compostos a 3% ao mês, durante 4 meses

PV = 5.000,00
n = 4 meses
i= 3% ao mês
FV = ?

15) Determinar o valor de um pagamento feito hoje que à taxa de 42% a.a.
liquidaria dois débitos de valores nominais de $ 110.000,00 e $ 85.000,00
com vencimento para 6 e 8 meses e 19 dias respectivamente?
2) Determinar a taxa mensal de juros de uma aplicação de $ 200.000,00
que gerou um montante (FV) de $ 317.374,84, ao final de um semestre

PV = 200.000,00
n = 1 semestre → 6 meses
FV = 317.374,84
i=?

174 175
3) Calcular o tempo necessário para se obter o montante (FV) de $ 6) Em que prazo um empréstimo de $ 30.000,00 pode ser quitado em um
368.000,00, aplicando-se um capital (PV) de $ 200.000,00 a taxa de 5% único pagamento de $ 51.310,18, sabendo-se que a taxa contratada é de
ao mês. 5% ao mês ?
PV = 5.000,00
n = 4 meses
i= 3% ao mês
FV = ?

4) Calcular o montante (FV) produzido pela aplicação (PV) de $ 10.000,00, 7) Determinar o montante correspondente a uma aplicação de $ 10.000,00,
durante 75 dias, a uma taxa de 20% ao mês no regime de capitalização pelo prazo de 7 meses, a uma taxa de 3,387% ao mês.
composta.
PV = 10.000,00
n = 75 dias → 2,5 meses
i = 20% ao mês

5) No final de dois anos, o Sra. Ana Carolina deverá efetuar um paga- 8) A que taxa um capital de $ 43.000,00 pode ser dobrado em 18 meses?
mento de $ 200.000,00 referente a um empréstimo contraído hoje, mais
os juros devidos, correspondentes a uma taxa de 4% ao mês. Qual o valor
emprestado?

176 177
9) Que quantia deve ser aplicada num banco que paga a taxa de juros 12) Determinar a taxa anual equivalente a 1% à quinzena.
compostos de 15% a.m. para se obter $1.000.000,00 ao final de 15 me-
ses?

10) Determinar a taxa anual equivalente a 0,19442 % ao dia. 13) Determinar a taxa para 183 dias, equivalente a 65% ao ano.

11) Determinar a taxa trimestral equivalente a 47,746% em dois anos. 14) Determinar a taxa para 491 dias, equivalente a 5% ao mês.

178 179
15) Determinar a taxa para 27 dias, equivalente a 13% ao trimestre. 2) Qual o valor do desconto bancário simples de um título de $ 2.000,00,
com vencimento para 38 dias, à taxa de 5,30% ao mês?

FV = 2.000,00
id = 5,30% ao mês
n = 38/30 meses
D=?

16) Determinar o FV para a capitalização composta de $


10.000,00, em 5 meses, com taxa de 70% ao ano.

3) Uma duplicata no valor de $ 4 250,00 é descontada por um banco,


gerando um crédito de $ 4 041,75. Sabendo-se que a taxa cobrada pelo
banco é de 3,5% ao mês, determinar o prazo de vencimento da duplicata.

FV=4 250,00
PV=4 041,75
id= 3,5% ao mês
n=?

⊕ Exercícios de aplicação 49:


4) Uma empresa descontou um borderô de $ 15.000,00 à taxa de 5,5% ao
mês. O prazo das duplicatas era de 43 dias e o Banco exigiu reciprocida-
1) Uma duplicata no valor de $ 3.500,00 foi resgatada 45 dias antes do de de saldo médio correspondente a 10% do valor do borderô. Quais as
vencimento, à taxa de 3,8% ao mês. Qual o desconto comercial? Qual o taxas efetivas mensais da operação, sem e com reciprocidade (o efeito do
valor atual? saldo médio na taxa efetiva mensal em operações de desconto)?
FV = 3.500,00 FV = 15.000,00 Df = ?
id = 3,8% ao mês id = 5,5% ao mês PV = ?
n = 45/30 meses n = 43/30 meses
D=?
PV = Sem reciprocidade Com reciprocidade = 1.500,00
PV = ?
PV = ?

n = 43 dias

FV = 15.000,00 FV = 15.000,00 – 1.500,00 = 13.500,00

Taxa efetiva Taxa efetiva

180 181
7) Calcular o valor líquido creditado na conta de um cliente, correspon-
dente ao desconto de uma duplicata no valor de $ 34.000,00, com prazo
de 41 dias, sabendo-se que o banco está cobrando nessa operação uma
taxa de desconto de 4,7% a.m.

5) Qual a taxa de desconto utilizada numa operação a 120 dias cujo valor 8) O desconto de uma duplicata gerou um crédito de $ 70.190,00 a conta
de resgate é de $ 1.000,00 e cujo valor atual é de $ 880,00? de uma empresa. Sabendo-se que esse título tem um prazo a decorrer de
37 dias até o vencimento e que o banco cobra uma taxa de desconto de
5,2% a.m. nessa operação, calcular o valor da duplicata.

6) Uma duplicata de $ 6.800,00 é descontada por um banco, gerando 9) Dois títulos de valores nominais de $ 50.000,00 e $ 80.000,00 vencem
um crédito de $ 6.000,00 na conta do cliente. Sabendo-se que a taxa co- respectivamente daqui a 60 e 120 dias. O devedor pretende reformá-los
brada pelo banco é de 3,2% a.m., determinar o prazo de vencimento da de modo a fazer 2 pagamentos, sendo o primeiro igual ao dobro do se-
duplicata. gundo, respectivamente daqui a 90 e 180 dias. Qual o valor desses paga-
mentos se o credor utiliza desconto comercial simples a taxa de 3% a.m. ?

182 183
10) Um negociante ao descontar comercialmente um título de valor nomi- 12) Uma instituição financeira deseja obter uma rentabilidade real equi-
nal de $ 5.000,00, seis meses antes de seu vencimento, recebeu líquida, valente a 200% a.a. para descontar comercialmente um título pelo prazo
a quantia de $ 4.400,00. Decorridos dois meses antes de seu vencimento de 90 dias à taxa simples de 6% a.m. Indicar o valor do saldo médio a ser
propõe o negociante pagar $ 1.000,00 de imediato e dois meses depois mantido pelo devedor durante a vigência do empréstimo, em termos per-
$ 2.000,00. Pede-se indicar quanto deverá pagar por ocasião do venci- centuais, a ser calculado sobre o valor nominal do título de modo a permitir
mento da dívida segundo as regras do desconto comercial simples. a rentabilidade acima.

13) Uma empresa devedora de três títulos de $ 100.000,00 cada um e


cujos vencimentos são hoje e daqui a 2 e 5 meses, deseja substituí-los por
um único título com vencimento para 6 meses. Determinar o valor deste
11) Uma empresa descontou uma nota promissória de $ 10.000,00 com título para uma taxa de desconto de 6% a.m. simples com data focal no
prazo de 93 dias à taxa de desconto simples de 4% a.m. Um imposto de final de 6 meses.
0,6% a.m. incidente sobre o valor nominal do título foi exigido por ocasião
da liberação do valor líquido. Sabe-se ainda que a empresa manteve um
saldo médio de 30% do valor nominal durante a vigência da operação.
Pede-se indicar :

a) o valor do desconto
b) o valor do imposto
c) o valor líquido
d) o custo do cliente em termos de taxa linear mensal e em ter-
mos de taxa equivalente capitalizada anual .
e) a rentabilidade do credor, também em termos da taxa linear
mensal e equivalente efetiva anual.

⊕ Exercícios de aplicação 50:

1) Quanto terá no final de 4 anos, a Sra. Helena que aplicou $ 500,00 por
mês, durante esse prazo, em um fundo de renda fixa, à taxa de 3% ao
mês.

184 185
2) Um empréstimo de $ 30.000,00 é concedido por um banco para ser
liquidado em 12 prestações iguais, mensais e consecutivas. Sabendo-se
que a taxa de juros é 3,5% ao mês, calcular o valor da prestação.

3) A empresa “Quebra-Galhos” obtém um papagaio (empréstimo) de 5) Ao comprar um carro cujo preço à vista é de $ 15.000,00, uma pessoa
$100.000,00 para ser quitado em cinco prestações mensais iguais. Saben- ofereceu 30% de sinal e o saldo em 18 prestações mensais. Determinar o
do-se que a primeira prestação tem o seu vencimento 90 dias após a data valor da prestação, sabendo-se que o vendedor cobra uma taxa de 36%
do contrato e que a taxa de juros cobrada pelo banco é de 6% ao mês, a.a. composta mensalmente.
calcular o valor das prestações.

4) João Jesus (JJ) necessita de um financiamento de $ 240.000,00 para 6) Uma loja de departamentos anuncia que os juros em suas vendas a
completar o valor de compra de um apartamento no bairro da Aclimação prazo, em 12 meses, não ultrapassam a 30% do valor das mercadorias à
- São Paulo. Além das prestações mensais iguais, JJ pretende, nos meses vista. Por exemplo, um completo painel de som, cujo preço à vista é de $
de janeiro e julho de cada ano, pagar uma prestação suplementar (extra), 1.200,00, é vendido por $ 360,00 de sinal e 12 prestações de $ 100,00.
visto que recebe gratificações semestrais nestes meses. Sabendo-se que: Calcular, em termos anuais, a taxa real cobrada.

- o prazo da operação é de 24 meses


- o coeficiente utilizado pela construtora para 24 prestações é de 0,05905
- o valor de cada prestação mensal é de $ 12.000,00
- a taxa de juros cobrada nas prestações suplementares (extras) é a
mesma das prestações normais.
- o contrato foi fechado em julho e as prestações suplementares são
iguais.

Pergunta-se: Qual o valor da prestação suplementar?

186 187
7) Se uma quantia de $ 100.000,00 for financiada em 24 prestações men- 10) Um investidor possui $ 150.000,00 depositados em uma conta bancá-
sais à taxa mensal de 2% a.m., calcular o valor de uma comissão de aber- ria rendendo à taxa composta de 1% a.m. Pode utilizar esta quantia para
tura de crédito que permita ao credor auferir uma rentabilidade de 2,5% a compra de um terreno que poderá revender no fim de 5 anos, com um
a.m. lucro estimado em 90% sobre o preço de compra. Se durante esse período
pagar R$ 120,00 por mês de IPTU, pede-se indicar se o terreno deve ser
comprado.

8) Calcular o pagamento uniforme para o período de 5 meses, equivalen- 11) A quantia de $ 600.000,00 deverá ser paga em 20 prestações men-
te a um pagamento de $ 5.000,00 hoje, $ 10.000,00 daqui a 8 meses e $ sais à taxa de 3% a.m. vencendo-se a primeira 5 meses após a libertação
3.000,00 pagos no fim de cada mês, durante 10 meses, sendo o primeiro do financiamento, mais 2 pagamentos adicionais de R$ 100.000,00 por
pagamento no fim de 4 meses, para uma taxa de 3% a.m. ocasião dos vencimentos da 10ª e 20ª prestações. Se é cobrado um im-
posto de 1% sobre o principal mais juros e exigíveis na liberação do finan-
ciamento, calcular o valor da prestação de modo que o financiado receba
líquido o valor do empréstimo.

9) Ao tomar um financiamento de $ 250.000,00 em 24 meses, uma empre-


sa propôs pagar 20% do total da dívida (principal mais encargos) no fim
de 12 meses, outros 25% no final de 20 meses e nos demais meses, pres-
tações iguais. Se os credores cobram uma taxa composta de 3% a..m.,
calcular o valor das prestações e dos pagamentos no 12º e 20º meses.

188 189
FUNÇÃO LOGARÍTMICA
CAPÍTULO 18 Resolução dos exercícios

18
Anotações do professor sobre o capítulo18
Anotações do professor sobre o capítulo 18
⊕ Exercícios de aplicação 51:

1) Achar o valor dos logaritmos.

a) log2 32

b) log8 4

c) logb b3

d) log10 0,001

192 193
2) Verifique se a igualdade é verdadeira. 4) Simplificar usando as propriedades.

log10 √x.y= log10 √x+log10 √y, com x > 0 e y > 0. A = ln2 + 16ln ( 16 25 81
14 ) + 12ln ( 24 ) + 7ln( 80 )

3) Dados ln2 = 0, 6931 e ln3 = 1, 0986, determinar:

⊕ Exercícios de aplicação 52:


a) ln18

1) Resolver as equações em o.

a) log0,5 0,25 = x

b) ln√54

b) log 5 9 =x
3 25

1
c) ln 4
c) log7 √343 = x

194 195
2) Resolver as inequações em o.
d) logx 121 = 2
a) log 12 x > 0

b) log2 ( x2 - 3 ) > 0
e) logx 16 = -4
81

3) Resolva as equações em o.

a) log ( x + 5 ) = log x + log 5

f) log2 √x = 21

b) log3 ( 2x + 1 ) - log3 ( 5x + 3 ) = -1
g) log√2 x = 4

c) 2log23x = x2 - 4

h) log3 (x2 - 1 ) = 1

196 197
⊕ Exercícios de aplicação 54:

d) ( log2 x )2= 4 1) Se Α = { x ∈o * + | logx 8 + log2 x = 4 }, então o conjunto Α é igual a:

2) Se Α = { x ∈o * + | log9x3 - logx = 2 }, então o conjunto Α é igual a:


⊕ Exercícios de aplicação 53:

1) Esboçar o gráfico das funções.

a) ƒ( x ) = log3 x

3) O valor de log 10 – log 1 + log 10000 é:

b) ƒ( x ) = log2 ( x - 1 ) a) 5

b) 4

c) 3

d) 2

e) 1
c) ƒ( x ) = log 12 x

198 199
4) Simplificando a expressão log4 9 . log27 8 . log8116, obtemos: 6) O conjunto verdade da equação 2log x = log 4 + log (x + 3) é:

a) log 2 a) {-2, 6}

b) log3 2 b) {-2}

c) log2 3 c) {2,-6}

d) log 3 d) vazio

e) log ( 2/3 ) e) {6}

5) A soma das soluções da equação (log x)2 – 4logx + 3 = 0 é igual a: 7) A figura a seguir mostra o gráfico da função logarítmica na base a.
Então o valor de a é:

a) 1010 a) 1/4
b) 1000 b) 2
c) 100 c) 3
d) 110 d) 4
e) 111 e) 10

200 201
8) Numa fábrica, o lucro originado pela produção de x peças é dado, em
milhares de reais, pela função L(x) = log(100 + x) + k, onde k é uma cons-
tante real. Sabendo-se que, não havendo produção não há lucro, qual é o
valor de k?

a) -2

b) -3

c) 2

d) 3

e) 4

9) No gráfico abaixo esta definida da função y = logx . Determinar o valor


de a + b + c.

202 203
FUNÇÕES TRIGONOMÉTRICAS
CAPÍTULO 19 Resolução dos exercícios

19
Anotações do professor sobre o capítulo19
Anotações do professor sobre o capítulo 19
⊕ Exercícios de aplicação 55:

Esboçar os gráficos das funções trigonométricas no sistema cartesiano.

1) a) ƒ ( x ) = sen x

b) ƒ ( x ) = 2sen x

c) ƒ ( x ) = 3sen x

206 207
2) a) ƒ ( x ) = sen 2x 3) a) ƒ ( x ) = sen x + 1

b) ƒ ( x ) = sen 3x b) ƒ ( x ) = sen x + 2

c) ƒ ( x ) = sen 4x c) ƒ ( x ) = sen x + 3

208 209
4) a) ƒ ( x ) = cos x 5) a) ƒ ( x ) = tgx

π π
b) ƒ ( x ) = cos ( x + 4 ) b) ƒ ( x ) = tg ( x - 6 )

π c) ƒ ( x ) = 2tgx
c) ƒ ( x ) = cos ( x - 3
)

210 211
⊕ Exercícios de aplicação 56:
6) a) ƒ ( x ) = secx
1) Dada função f(x ) = 16 sen x cos x, determinar seu valor máximo.

2) Determinar o ponto máximo e o ponto mínimo, respectivamente, que a


função trigonométrica y = 2 + 3sen(x) atinge.

b) ƒ ( x ) = cosex

3) No intervalo [ -3π, 3π ]. Quantos encontros entre os gráficos de y =


senx e y = cosx existen ?

c) ƒ ( x ) = cotgx

4) Se senx = 1, Determinar o valor de sen(7x).

212 213
FUNÇÃO COMPOSTA, PAR, ÍMPAR, INJETORA,
SOBREJETORA, BIJETORA E INVERSA
CAPÍTULO 20 Resolução dos exercícios

20
Anotações do professor sobre o capítulo 20
Anotações do professor sobre o capítulo 20
⊕ Exercícios de aplicação 57:

1) Verificar se as são pares ou ímpares, considerando-se o “mais amplo”


domínio real nos casos:

a) ƒ( x ) = e-x
2

b) ƒ( x ) = 1
x2

c) ƒ( x ) = x2 - 1
x2

d) ƒ( x ) = 1 -x
x

e) ƒ( x ) = x - 1
x3

216 217
f) ƒ( x ) = 3√x c) ( ƒ °g) ( 1 )

d) ( ƒ ° ƒ °g ° g ) ( 1 )

g) ƒ( x ) = ex+ e-x
2

2) Sejam ƒ : ] 0, 1 ]→ °, ƒ ( x ) = x2 e g : ° * + → °, g ( x ) = lnx, determinar g ° ƒ

h) ƒ( x ) = x | x |

3) Numa tecelagem, o custo de fabricação de x metros de tecido em reais


⊕ Exercícios de aplicação 58: é dado pela função C: [ 0, 1000 ]→ °, C(x) = 2x + 10. Em um dia normal
de trabalho e durante as t primeiras horas de produção a quantidade de
tecidos produzidos em metros é dada pela função q: [ 0, 8 ] → °,
q( t ) =30t. Determinar:
1) Sejam ƒ : °→ °, ƒ ( x ) = x3 e g : ° → °, g ( x ) = 2-x, determinar:

a) A função custo em relação a t.


a) ( g ° ƒ ) ( -1 )
b) O custo de produção no final da primeira hora de produção

b) ( g ° g ° ƒ ) ( -1 )

218 219
4) Dadas as funções ƒ e g, pede-se determinar ƒ °g e g ° ƒ nos casos: 7) Sendo ƒ e g funções de ° em °, obter g ( x ) nos casos:

a) ƒ : ° → °, ƒ ( x ) = 2x + 1 e g : ° → °, g ( x ) = x2 + 3x a) ƒ ( g (x)) = 3x + 2 e ƒ (x) = 3x - 1

b) g ( ƒ (x)) = 2x2 - 3x e ƒ (x) = 1 - 2x


b) ƒ : ° → °, ƒ ( x ) = x2 e g : ° + → °, g ( x ) = x

5) Sendo ƒn:° + → °,ƒn(x) = nx, n∈{1,2,3,4}, calcular o valor de (ƒ1°ƒ2°ƒ3°ƒ4)


(1)
⊕ Exercícios de aplicação 59:

1) Se ƒ (x) = 1 - x, então (ƒ°ƒ)(x) é igual a:

6) Sendo ƒ:° → °,ƒ(x) = a.xn, n∈•, a∈ o * + e ƒ (ƒ(x)) = 4 x9, determinar n e a.

2) Se ƒ (x) = x + 5 e g (x) = x - 5 , então ƒ ( g (k)) é igual a:

220 221
8
3) Sabendo que ƒ (x) = 6x e g (x) = 2x – 1, Determinar ƒ ( g (x) ). 6) Dadas as funções ƒ (x) = x -1 e g(x) = x2-2x -7 , qual o valor de (g°ƒ)
(3)?

2x + 3
4) Se ƒ : ° → °, sendo ƒ (x) = x2 + 3 e g : ° + → °, sendo g(x) = √x ,então a 7) Sendo ƒ (x) = x -1 para x ≠ 1. Calcular (ƒ°ƒ)(6)
função composta (g°ƒ)(1) é igual a:

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) 4

8) Sendo ƒ (x) = x2 + 2x e g (x) = x + 2, determinar:

a) (g°ƒ)( x ) =

b) (g°ƒ)( 2 ) =
1 x -1
5) Sabendo-se que ƒ (x) = 1 + x e g(x) = x+1 , determinar a lei ƒ ( g (x) ).

222 223
9) Sendo ƒ (x) = x2 + 1 e g (x) = x - 1, determinar: 12) Se ƒ : ° → °, e ƒ definida por ƒ (x) = ax e ainda (ƒ°ƒ)(x)
= x, então a assume os valores
a) (g°ƒ)( x ) =
a) -1,-2
b) (g°ƒ)( 1 ) =
b) -1, 2

c) -1,1

d) 0,1

e) 0,2

1
10) Sendo ƒ (x) = x determinar (ƒ°ƒ)(x) 13) Seja a função ƒ dada pela tabela:

x 1 2 3 4 5
ƒ ( x) 4 1 3 5 2

Quanto vale ƒ (ƒ (ƒ (ƒ (ƒ (ƒ (4))))))?

+1, se x ≥ 0 1, se x ≥ 1
11) Sejam ƒ (x) = ⎨x-2x, se x < 0 e g (x) = ⎨-1, se x < 1 então o valor de (ƒ°g)
(2) é igual a:

a) -2
14) Sejam A = { 1, 2, 3} e ƒ : A → A, definida por ƒ (1) = 3, ƒ (2) = 1 e ƒ (3)
b) -1 = 2 Então o conjunto solução de ƒ (ƒ (ƒ (ƒ (4))) = 2 é

c) 2
a) 0
d) 3
b) 1
e) 4
c) 2

d) 3

e) 4

224 225
⊕ Exercícios de aplicação 60:
4) A função ° → °, definida por ƒ (x) = - 3x + 5 é:
3
1) Seja a função ƒ : ° - {4} → ° - {2} definida por ƒ (x) = 2 + x - 4 Determinar
sua função inversa. a) crescente

b) decrescente

c) identidade

d) constante

e) par

2x + 3
2) Sendo ƒ (x) = 2 + x-1 para x ≠ 0, determine sua inversa.

3) Se ƒ : ° → °, definida por ƒ (x) = 3√x tem sua inversa dada por:

a) ƒ-1 (x) = x2

b) ƒ-1 (x) = x3

c) ƒ-1 (x) = x 3√x

d) ƒ-1 (x) = x√x

e) ƒ-1 (x) = x

226 227
MATRIZES E DETERMINANTES
CAPÍTULO 21 Resolução dos exercícios

21
Anotações do professor sobre o capítulo 21
Anotações do professor sobre o capítulo 21
⊕ Exercícios de aplicação 61:

Escrever a matriz A = (aij) em cada um dos casos.

1) A do tipo 3 x 3 tal que aij = ( -i)3 + 2j

2) A do tipo 3 x 2 tal que aij = ( -i)3 - j

1, se i = j
3) A do tipo 3 x 3 tal que aij = ⎨ 0, se i ≠ j

230 231
⊕ Exercícios de aplicação 62:
2) Dar a solução para a igualdade das matrizes.
1) Dadas as matrizes A = [-22 ]
0 1 e
B= [-21 10 12 ]e C = [13 0 1
]
determinar: 1 3 1 0
[2x2x ++ 44z 62y+ 4y-1 ]=[146 143 ]
a) A + B

b) A - B

⊕ Exercícios de aplicação 63:

Efetuar as multiplicações

1) 1
[0 1 2 ]. 2

c) A - 2B 3

2) 1 1 1 1 -1 1
0 1 1 . 2 0 2
2 1 1 3 -1 1
d) 3A - 2B + C

232 233
3) 1 0 0 2 -3 0 6) 1 -2 2 0
0 1 0 . 1 2 1 .
0 0 1 3 1 1 0 0 1 0

4) 3 2 1 0
.
⊕ Exercícios de aplicação 64:
2 3 0 1

1) Mostre que a matriz A = [-34 -54] é a inversa de B = [ 45 ]


4
3

5) 2 -1 3 2 1
.
0 -3 4 0 2

2) Achar a matriz inversa de A = [43 7


5 ]

234 235
3) Considere a matriz A do tipo 4x5 onde o elemento aij dessa matriz é ob-
tido pela seguinte expressão 3i + 3j. Qual o valor da soma dos elementos
a31 e a33 dessa matriz?

4) Sendo A =
3B é:
[-13 14 ] e B = [ 31 25 ] , o maior elemento da matriz 2A +
a) 14.

b) 17.

c) 16.

d) 15.

e) 18.

5) Considere as matrizes a seguir: A =


[ 2 4 ] pode-se afirmar que:
[ 23 -14 54 ], B = [ 3 2 1]eC= 6) A matriz A, 2 2, é tal que aij = 2i+3j . Determinar a soma dos elementos
da matriz A.

a) a soma da matriz A com a matriz produto BC é possível de


ser efetuada.

b) o produto da matriz A com a transposta de C é possível de


ser efetuado.

c) a soma da transposta da matriz A com a matriz produto BC é


possível de ser efetuada.

d) o produto da matriz A com a transposta de B é possível de


ser efetuado.

e) não é possível efetuar quaisquer operações de soma ou pro-


duto entre as matrizes A, B e C ou com suas transpostas.

236 237
⊕ Exercícios de aplicação 65:
d) 1 0 3
1) Calcular o valor do determinante das matrizes. -2 1 -3
0 2 1
a) √3 2

1 √3

2) Resolva a equação no conjunto dos reais.


b) 2 -1

3 2 a) 1- x -√3
=0
√3 1+ x

c) b) 2- x -1
0 6
=0
2 1 4 2

238 239
⊕ Exercícios de aplicação 66:
c) 1 0 x
1 1 2 =0 1) Calcular os determinantes.
1 x 2
a) 2 -1 0 3
5 0 -1 0
0 -3 0 5
1 0 0 1

d) 2 4 1
1 x 3 = 36
x 0 1 b) 2 1 1 1
1 2 1 1
1 1 2 1
1 1 1 2

x 0 1
3) Para qual valor de x o determinante 1 x 3 é positivo?
-2 1 1
c) 1 1 1 2
1 1 2 1
1 2 1 1
2 1 1 1

240 241
2) Resolver a equação nos reais 4) Considere a matriz A =
-9. Pede-se o valor de x.
[-32 x6 ] ,sabendo que o determinante de A é
1-x 1 1
1 1-x 1 = 0
1 1 1-x

5) Resolver a equação nos reais:

1 1 1
a x b =0
b b x
3) Os valores de x∈o que satisfazem os determinantes das matrizes

x -7 1 0 0
= 2 x -6 são
2 1-x 1 3 x-5

a) -1 e -2

b) -1 e 2
6) Resolva o sistema no conjunto dos reais.
c) 1 e 2
x y y
__
d) 2 e 3 x
=7 e 2 =-3
e) 2 e 4 -2 1 4 3

242 243
SISTEMAS DE EQUAÇÕES LINEARES

CAPÍTULO 22 Resolução dos exercícios

22
Anotações do professor sobre o capítulo 22
Anotações do professor sobre o capítulo 22
⊕ Exercícios de aplicação 67:

1) Verifique se:

a) (1,2) é solução do sistema ⎨ x2x- +2yy==-34

b) (1,-2) é solução do sistema ⎨ x3x+- 2yy == 3-3

x + 2y -z = -4
c) (1,2,3) é solução do sistema ⎨ 2x+ y -z = 1
x - 2y + 2z = 3

246 247
⊕ Exercícios de aplicação 68: ⊕ Exercícios de aplicação 69:

1) Para quais valores de a o sistema seja possível e indeterminado Resolver os sistemas usando o método de Cramer.

⎨x3x+- y3y= =1 a + 1
1) ⎨-x2x ++ 7yy == -16

2) Para quais valores de k o sistema tenha uma única solução 2) ⎨x-2x+ +2y3y= 8= 5
⎨2x + ky = 1
kx + 8y = 6

3) O sistema ⎨ax + by = 0
bx + ay =0
tem mais que uma solução se
⊕ Exercícios de aplicação 70:
a) a=b

b) a=-b Resolver os sistemas.

c) a= -b x + y + 2z = 4

d) a>b

1) Considere o sistema, 2x+ 3y -z = 2
3x + 4y - 2z = 3
.Qual o valor de x + y +z ?

e) a<b

248 249
3) Em certa papelaria, todos os lápis têm mesmo preço, todas as borra-
chas têm mesmo preço e todas as canetas têm mesmo preço. Compran-
do 8 lápis, 4 borrachas e 3 canetas, você pagará $ 21,60. Comprando 6
lápis, 8 borrachas e 4 canetas, você pagará $ 27,20.Quanto custará uma
compra de 20 lápis, 20 borrachas e 11 canetas?

2) Três amigos Antonio, Bruno e Caio se pesaram dois a dois em uma


balança. Antonio e Bruno pesaram juntos 150kg, Bruno e Caio 160kg e
Antonio e Caio 170kg. Assinale a alternativa correta.
4) Existem três cidades A, B e C e existem estradas que ligam essas cida-
a) Antonio pesa menos que Bruno. des duas a duas. A tabela mostra as distâncias em quilômetros entre duas
quaisquer dessas cidades:
b) Bruno pesa mais que Caio.

c) Antonio pesa mais que Caio. A B C


A 0 5 6
d) A soma dos pesos dos três juntos é 240kg.
B 5 0 8
e) Os pesos dos três são valores inferiores a 60kg. C 6 8 0

João foi da cidade B diretamente para a cidade C. Pedro foi da cidade B


para a cidade C passando pela cidade A. Quantos quilômetros Pedro
andou a mais que João?

250 251
ANÁLISE COMBINATÓRIA
CAPÍTULO 23 Resolução dos exercícios

23
Anotações do professor sobre o capítulo 23
Anotações do professor sobre o capítulo 23
⊕ Exercícios de aplicação 71:

1) Um automóvel é oferecido pelo fabricante em 5 cores diferentes, po-


dendo o comprador optar entre os motores 1.0 e 1.8. Sabendo-se que os
automóveis são fabricados nas versões “Standart”, “Luxo” e “Super-Luxo”.
De quantas maneiras são as alternativas para o comprador?

2) Há 5 linhas de ônibus ligando a cidade Santo André à cidade São Ber-


nardo e 4 linhas ligando a cidade São Bernardo à cidade São Caetano.
Não há nenhuma linha de ônibus ligando a cidade Santo André à cidade
São Caetano. Uma pessoa quer fazer uma viagem de ida e volta entre as
cidades Santo André e São Caetano de modo que na volta não utilize ne-
nhuma linha de ônibus utilizado na ida. De quantos modos diferentes pode
essa pessoa fazer a viagem?

3) Das 9 pessoas presentes a uma reunião devem ser eleitos um presiden-


te, um secretário e um tesoureiro. Quantas escolhas são possíveis?

254 255
4) Dados os dígitos 1, 2, 3, 4, 5, 8, formamos números com 5 algarismos 6) Formados e dispostos em ordem crescente todos os números que se
distintos. obtém permutando os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, em que lugar estará o
número 564213?
a) Quantos não contêm o digito 4?

b) Quantos não começam pelo número 4?

7) Numa corrida de automóveis, participaram 10 carros. Sabe-se que 3


deles pertencem à fábrica “X” e os outros à fábricas diferentes. Quantas
disposições de chegada podem ter (todos terminam a prova), sabendo-se
5) Com os algarismos 2, 3, 5, 6, 9, vamos formar números de algarismos que um representante de “X” vence e os outros dois de “X” chegam em
distintos. Deste modo podemos formar: colocações seguidas?

a) Quantos números de 3 algarismos?

b) Quantos números de 4 algarismos começados por 6?

c) Quantos números de 4 algarismos começados por 6 e termi-


nados por 5?

d) Quantos números impares de 4 algarismos?

e) Quantos números de 5 algarismos em que o 6 e o 3 apare-


cem juntos, nessa ordem?

8) Cada linha telefônica nova é formada por 8 dígitos, divididos em dois


grupos: um formado pelos primeiros quatro algarismos que distingue os
centros telefônicos e outro com 4 algarismos que distingue as linhas de
um mesmo centro. Suponha que os algarismos de cada grupo são todos
distintos. Quantas linhas telefônicas começando com o algarismo “2” po-
deriam ser lançadas?

256 257
9) Com 7 cores queremos pintar uma bandeira de 5 listas, cada listra com e) no mínimo 1 deputado?
uma só cor. De quantas formas isso pode ser feito?
f) 3 vereadores ou 2 deputados?

g) 1 senador ou 3 vereadores?

2) Qual o número de subconjuntos com 2 ou 4 ou 5 elementos que tem um


conjunto de 7 elementos.
10) Calcular n sabendo-se que n! = 30
(n - 2)!

3) Considerando-se 12 pontos no espaço, dos quais 4 são coplanares,


quantos planos são definidos pelos 12 pontos?

⊕ Exercícios de aplicação 72:

10) Considerando-se: 5 vereadores, 3 deputados e 2 senadores, quantas


comissões de 4 elementos podemos formar de modo que em cada co-
missão tenha:

a) 3 vereadores?

b) 2 vereadores,1deputado e um senador?

c) algum vereador?

d) no máximo 1 deputado?

258 259
4) Uma urna tem 6 bolas brancas, 4 pretas e 3 vermelhas. De quantas 6) Considerando um baralho de 52 cartas, quantos jogos de 4 cartas po-
maneiras podemos extrair 5 bolas, sem reposição, sucessivamente, de demos formar de modo que em cada jogo tenha:
modo que sejam:
a) exatamente 3 cartas de ouro?

a) 3 brancas? b) no máximo um valete?
b) nenhuma preta?

c) pelo menos 2 brancas?

d) no máximo 3 pretas?

e) 2 vermelhas ou 3 pretas?

f) 3 brancas ou 3 pretas?

⊕ Exercícios de aplicação 73:

An,3 = 12
1) Determinar o valor de n na equação
Cn,4

5) Uma pessoa tem 11 amigos. De quantas maneiras ela pode convidar 5


deles para jantar, se:

a) 2 deles são casados e não comparecerão separa-


das?

b) 2 deles não se falam e, portanto, não comparecerão jun-


tos? 2) Determinar o valor de n na equação ⎨CC n,p

n,p
= 78
=156

260 261
3) Em uma reunião existem 10 pessoas, sendo 4 médicos, 3 engenheiros 6) Uma urna contém 10 bolas numeradas de 1 a 10.Retirando-se 3 bolas.
e 3 advogados. Quantas comissões podemos formar com 5 pessoas, sen- Quantas são as extrações
do 3 médicos, 1 engenheiro e 1 advogado? a) possíveis.

b) com 3 algarismos pares.

c) com 2 pares e 1 ímpar.

4) Quantos anagramas podemos formar com a palavra ESTATÍSTICA?


7) Determinar o número natural n sabendo-se que

n n
a) ( 4 ) = ( 2 )
n n-2
b) ( 3 ) = ( 2 )

5) Escrever o produto em termos de fatoriais.


8) Quantos Anagramas podemos formar com a palavra MOOCA come-
a) 2.4.6.8....2n çando por vogal?
b) 12, 22, 32, 42…n2

262 263
⊕ Exercícios de aplicação 74:
9) Um bar vende 3 tipos de refrigerante, guaraná, soda e tônica. De quan-
tos modos uma pessoa pode comprar 5 garrafas desses refrigerantes?
1) De quantos modos sete crianças podem brincar de roda, de modo que
João e Carolina, duas dessas crianças, fiquem sempre juntas?

2) De quantos modos sete crianças podem brincar de roda, de modo que


João e Carolina, duas dessas crianças, não fiquem juntas?

10) Enrico esta na origem do sistema cartesiano ortogonal e deseja ir para


o ponto F(7,4) onde está sua namorada Fernanda. A unidade de medida é
o passo e só pode dar um passo de cada vez para a direita e para cima.
Quantos caminhos existem da origem até o ponto P(7,4)?

3) De quantos modos cinco meninos e cinco meninas podem brincar de


roda, de modo que crianças de mesmo sexo não fiquem juntas?

264 265
8
4) Os alunos Ana, Bruno e Camila fizeram a apresentação de seus traba- 7) Calcular p, sabendo-se que ( p + 2 ) = 2
lhos de conclusão do curso e receberam os conceitos: regular, bom e ( 8p + 1 )
ótimo da banca formada por 5 professores. Sabe-se que cada professor
atribui os conceitos para cada aluno. De quantos modos diversos poderão
ser os conceitos desses professores?

5) Em uma urna há fichas numeradas de 1 a 10. De quantos modos se 8) De quantos modos se podem preencher um cartão da loteria esportiva
podem retirar 3 fichas de maneira que a soma dessas fichas não seja com 13 jogos, sendo 3 prognósticos duplos e 2 prognósticos triplos.
menor que 9?

6) De quantos modos se podem repartir 9 livros diferentes entre três pes-


soas, Ana, Bruna e Carolina de modo que Ana e Bruna recebam o dobro
de Carolina?

266 267
APLICAÇÕES EM NEGÓCIOS E TÉCNICAS
PARA ANÁLISE DE INVESTIMENTOS
CAPÍTULO 24 Resolução dos exercícios

24
Anotações do professor sobre o capítulo 24
Anotações do professor sobre o capítulo 24
⊕ Exercícios de aplicação 75:

1) Um equipamento no valor de $ 70 milhões é integralmente financiado


para pagamento em 7 parcelas mensais: as 3 primeiras de $ 10 milhões,
as duas seguintes de $ 15 milhões , a 6ª de $ 20 milhões e a 7ª de $ 30
milhões. Determinar a taxa interna de retorno dessa operação.

2) Uma empresa planeja a compra de um equipamento e para isso está


analisando dois tipos existentes no mercado. O do tipo A tem vida útil de
2 anos e seu preço é de $ 150 mil e dá um lucro mensal de $ 12 mil. O do
tipo B custa $ 180 mil, tem 3 anos de vida útil e um lucro mensal de $ 14
mil. O valor residual dos equipamentos A e B são nulos. Com a taxa de
atratividade de 5% a .m. qual equipamento deve ser adquirido?

3) Os técnicos de uma empresa industrial estão analisando duas opções


apresentadas para a compra de uma máquina: uma, de valor equivalente
a $ 100.000,00 com vida útil de cinco anos, e outra, com o dobro da capa-
cidade da primeira, vida útil de dez anos e custo correspondente a
$ 175.000,00 ambas com valor de revenda de zero no fim do período de
vida útil. A menor tem capacidade para atender à produção prevista para
os próximos 5 anos; como a partir do 6º ano a produção deverá crescer
substancialmente, a compra da menor hoje implicará a necessidade de
compra de duas do mesmo porte no final do 5º ano com custo unitário
idêntico ao atual . Comprando a menor, as receitas líquidas anuais gera-
das (já descontadas todos os custos, diretos e indiretos de fabricação,
com exceção da depreciação) para os próximos dez anos são estimadas
em $ 55.000,00 ao ano para os cinco primeiros anos, $ 70.000,00 para os
dois seguintes e $ 95.000,00 para os três últimos. Adquirindo a maior, as
receitas líquidas anuais estão estimadas em
$ 58.000,00 para os próximos dois anos, $ 65.000,00 para os três seguin-
tes e $ 95.000,00 para os cinco últimos. Determinar qual a melhor opção.

270 271
Qual a taxa interna de retorno desse investimento?

4) Uma indústria de brinquedos costuma comprar certa peça de determi-


nada fornecedora. Vê, agora, possibilidade de adquirir uma máquina com
a qual essa peça possa ser fabricada na própria indústria. Deve, então 6) Um investidor tem duas alternativas para uma aplicação de capital
estudar as vantagens e desvantagens da aquisição. Os dados para esse durante um ano. A primeira requer um capital inicial de $ 100.000,00 e
estudo são os seguintes: se continuar usando os serviços da empresa que apresenta retornos mensais de $ 18.000,00, e a segunda exige um capital
já os prestava, terá um gasto de $ 3.500,00 por mês. Se adquirir a máqui- inicial de $ 150.000,00 e tem retornos trimestrais de $ 85.000,00. Qual a
na, terá custo inicial de $ 55.000,00 e gastos operacionais anuais de $ melhor aplicação numa época em que a taxa de mercado é 8% a.m?
18.000,00. A vida útil da máquina é de três anos, no final da qual terá um
valor residual de $ 8.000,00. Qual deve ser a opção da indústria se a taxa
de mercado está em torno de 2% a .m.?

5) Um investidor aplicou um capital de $ 650.000,00 e recebeu rendimen- 7) Mostre que o fluxo de caixa, representado a seguir, se anula para as
tos parcelados conforme o diagrama : taxas de 10% a.a. e 1.000% a.a.

5.000
160.000 200.000 490.000

0 1 2
1 2 3 4 5 6 7 8 9 anos

413,22 5.000
650.000,00

272 273
9) Numa época em que a taxa de mercado é 6,2% a.m., qual o melhor
retorno para uma aplicação de $ 500.000,00 : receber $ 700.000,00 no fim
de seis meses, receber duas parcelas trimestrais de R$ 330.000,00, rece-
ber três parcelas bimestrais de $ 210.000,00 ou seis parcelas mensais de
$ 100.000,00 ?

8) Uma empresa está estudando a compra de um equipamento e deve 10) Com a intenção de analisar as vantagens econômicas de incluir auto-
escolher entre duas marcas com as seguintes características e previsões : maticamente no processo de obtenção de um produto químico por síntese
orgânica, foram desenvolvidas 3 alternativas cujos fluxos de capitais líqui-
dos são os seguintes :
Tipo Equipamento A Equipamento B
Custo Inicial 28.000,00 23.000,00 Alternativa A
Valor venal após 5 anos de uso 12.000,00 3.000,00 Investimento = RS 145.000,00
Custo Operacional Anual 4.000,00 3.000,00 Retornos líquidos anuais = $ 30.000,00 durante 10 anos
Receita Adicional Anual 12.000,00 10.000,00 Alternativa B
Investimento = S 280.000,00
Retornos líquidos anuais = $ 45.000,00 durante 10 anos
Determine a melhor alternativa com a taxa de atratividade de 20% a.a.
Alternativa C
Investimento = $ 300.000,00; Retornos líquidos anuais = $
a) Pelo método do valor do presente líquido. 55.000,00 durante 10 anos
b) Pelo método do valor da taxa interna de retorno . Calcular o NPV(VPL) e TIR sabendo-se que a taxa mínima de atra-
tividade é de 10% a.a. e as 3 alternativas tem valor residual nulo.

274 275
11) Estudos de mercado para o lançamento de um novo produto, apre-
sentam os resultados bimestrais abaixo. Pede-se verificar se esse projeto
é economicamente justificável, com base em uma taxa mínima de atrati-
vidade de 10% a.b., analisando-o pelos métodos do NPV(VPL) e da TIR.

Período Entradas Saídas

0 2.500
01 800 450
02 1.000 550
03 1.100 600
04 1.400 650
05 1.500 750
06 1.600 800
07 1.850 850

276 277
RESPOSTAS DOS EXERCICIOS DE APLICAÇÃO

CAPÍTULO 25 Resolução dos exercícios

25
Anotações do professor sobre o capítulo 25
ME
Anotações do professor sobre os exercícios
Resolução dos exercícios
Mais Exercícios
Anotações do professor sobre os exercícios
⊕ Exercícios:

1) Para cada uma das afirmações assinale F (falso) ou V (verdadeiro).

a) a ∈ { a, b} ( )

b) a = { a } ( )

c) 0 = ø ( )

d) 0 ∈ ø ( )

e) { 0, 1, 2 } = { 0, 1, 2 } ( )

f) { 0, 2, 1 } = { 1, 0, 2, 1} ( )

g) 0 ∈ { 0, 1, 2 } ( )

h) 0 ∈ { 0, 1, 2 } ( )

2) Dentre os conjuntos:
A={1}
B = { 1, 2 }
C={1,3}
D = { 1, 2 ,3, 4 }
E = { 1, 2, 3}

Assinale verdadeiro (V) ou falso (F) para cada uma das seguintes senten-
ças:
a) A ⊂ B ( )

b) B ⊄ C ( )

c) D ⊂ E ( )

d) C ⊂ D ( )

e) B ⊄ E ( )

f) A⊄E ( )

282 283
3) Se A e B são dois conjuntos não vazios e se ocorrer A B, então pode- c) [(B ∪ D ) - (C ∩ D )] ∩ A =
-se concluir que:

a) A ∩ B = B

b) A ∩ B = B

c) B ⊂ A

d) A ∩ B = ø

d) [⊂ B
C
∪ D
C
]-E =
4) Dados os conjuntos:

A ={ 1 ,2 , 3, 4, 5 },
B ={ 2, 4, 6 , 8, 10 }
C ={ 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 }
D = { 1, 3, 5, 7, 9 }
E = { 6, 7, 8, 9,10 }

Calcular:

a) (A∩B)∪⊂ D
C = e) [⊂ A - B] ∩ D =
C

b) [A - B ) ∪ (D - E )] ∩ C =

5) Os dados A, B e C estão contidos em um conjunto E. Identifique a al-


ternativa falsa:

a) A ∩ ( B ∩ C ) = ( A ∩ B ) ∩ C

b) A ∪ ( B ∩ C ) = ( A ∪ B ) ∩ C

c) A ∩ ( B ∪ C ) = ( A ∩ B ) ∪ ( A ∩ C )

d) A ∪ ( B ∪ C ) = ( A ∪ B ) ∪ C

284 285
d) A - B = A ∩ ( E - B ) a) { 8 }

b) { 2, 4, 7, 8, 9}

c) { 1, 3, 5 }

d) { 1, 7, 9 }

e) { 1, 2, 3 }

6) Sendo S um conjunto finito, seja n (S) o numero de elementos de S.


Dados A e B subconjuntos de um universo finito E, e sabendo-se que n
(E – ( A ∪ B) ) = 28, n ( A ∩ B) = 3, n (A ∪ B) = 32 e n (E – A) = 40. Então
n ( E – B) vale:

a) 30

b) 35

c) 40

d) 45
8) Dados os conjuntos A = { a, b, c } , B = { b, c, d } e C = { a, c, d, e} o
e) 50 conjunto (A - C) ∪ (C - B) ∪ ( A ∩ B ∩ C) é:

a) { a, c, d, e }

b) { a, c, e }

c) A

d) { b, d, e }

e) { b, c, d, e }

7) Dados X = { 1, 2, 3, 4, 5, 7, 8, 9 } e Y { 2, 4, 7, 8, 9 }, C Y será:
X

286 287
9) Se A = { 1, 2, 3, { 1 } } e B = 1, 2, { 3 } }, o conjunto A - B é:

a) { 3, {2} }

b) {3, {1} }

c) { 0, {-2} }

d) { 0, { 0 } }

10) Sabe-se que em uma classe de alunos, 80 estudam matemática, 90 12) Se α e β são dois números irracionais, então:
estudam história, 55 português, 32 estudam matemática e história, 23 ma-
temática e português, 16 história e português e 8 alunos estudam as três
matérias. Qual é o numero total de alunos desta classe? a) α+ β é um número irracional

b) α .β é um número irracional

c) α .β é um número racional

d) αb é um número racional

11) Dados a e b números reais, define-se divisão de a por b se e somente 13) Todo quadrado de um número ímpar, menos 1, é:
se:
a) um quadrado par
a) b > 0
b) divisível por 9
b) a ≠0
c) divisível por 8
c) b ≠0
d) é um cubo ímpar
d) a ≠0 e b ≠ 0

288 289
16) Dados dois inteiros a e b sendo a > b > 0, podemos afirmar:

a) O M.D.C. (a, b) é maior que b

b) o M.D.C. (a, b ) é menor ou igual a b

c) o M.D.C. (a, b ) é maior que a

d) o M.D.C. (a, b) está compreendido entre a e b

14) Sejam a, b e Q e sendo a + b √2 = 0

a) a - b√(2 )= 0

b) a2 – 2 b2 ≠0
17) Assinale a alternativa incorreta:
c) a – b √2 ≠0

d) a2 + 2b2 ≠0 a) 2
< 4
5 7
e) (ab - √2)2 = 0 b) 1
< 3
< 7
10 5 2
3 1 2 1
c) < < <
4 2 7 10
2 5
d) 5
< 7

15) Para todo numero natural n > 1, o numero n (n2 – 1) é:


18) Assinale a alternativa correta:
a) somente divisívelpor 2

b) impar a) 0,3 ∈ Q
3
c) primo b) 0
=0

d) divisível por 6 c) 0,25 ∈ Q

d) 0 ∉ Q

290 291
19) Dar exemplos de soma, diferença, produto e quociente de dois núme- 22) Se √2x + 1 . √22x +1 = √4 então x é igual a:
ros irracionais que seja racional.
a) 0

b) 2

c) -2

d) -0

20) Sendo m < 0, coloque o sinal de cada expressão (positiva ou negativa) 23) Dado que n é numero inteiro, ( - 1 )n é igual a:

a) 3m = a) - 1, se n for impar

b) – 5m = b) - 1, se n for par

c) – m = c) 1, se n for impar

d) m2 = d) - 1, se n for par
e) m3 =

1
21) Se 3x = 9 então x é igual a:
24) Calcular:
a) 0

b) 2 a) ( √7- √2= )

c) -2

d) -0

292 293
b) ( 3 + √2) ( 3 - √2 ) = 26) Se ax = 2 então a3x + 2 é igual a:

a) 8

b) 8 + a2

c) 8a2

d) - 8

c) ( 2 √6 + √2 ) =

27) Calcule:

a) 5
√3
d) ( 4√3 - √5 )2 =

b) 1
25) A expressão 2x + 3 . 2x - 3 . 22 é igual a : 2√5

a) 2

b) ( 2x + 1 )2

c) 22x

d) 2x

294 295
c) 16 0,75
c) 1
2√5

1
d) 1000 3
d) 1
3
√2

29) Efetuar a equação 3√√x =0

28) Simplificar e colocar, se necessário, na forma de radical: a) 8

b) 64
a) 1
q2 c) 16

d) - 64

30) Racionalizar 2
8-2√3 .Escolha a alternativa correta:

b) 125 - 1
3 a) 8+2 √3
26

b) 4 + √3
2

c) 8+2 √3
2

d) 4
8

296 297
31) Simplificando A - (B + A) + 2B + A para Ax2 - 1 e B = 3x + 4, se obtém: 34) (a + b) . (a – b) é igual a :

a) x2 - 3x + 5 a) a2 + 2ab + b2

b) x2 + 3x + 3 b) a2 - 2ab + b2

c) x2 + 1 c) 2ª - 2b

d) 3x + 4 d) 2x2 – 6x + 1

32) Efetue o cálculo: 35) xn +1)2 é igual a:


( xn-1-2x2n+1+3x1-n ) . ( xn -1 )
a) xn2 +2xn + 1

b) x2n + 2xn + 1

c) x2n + 1

d) xn2 - 2xn - 1

33) Sendo M = ( 4a3 + 2a2 – a + 1) e N = ( 5a3+ a2 – 3), então: a3 - a2 + a – 4 36) ( a + b)2 – 2 (a + b ) + 1 é o resultado de:
é o resultado de:
a) (a + b)2 – 1
a) M + N
b) [( a + b) – 1]2
b) M – N
c) [( a + b) + 1 ]2
c) - ( N + M )
d) (a + b + 1)2
d) N – M

298 299
37) Sendo ( 4x +α )2 = 16x2 8αx + 9 então: 39) Reduza os termos semelhantes de:

a) α = 3 a) 3p4 + p2 - p3 + 2p2 - 5p4 + 1 + p3

b) α = - 3

c) α ± 3

d) α = ± 1

38) Dados os polinômios: 40) O valor numérico de am - am + 1 + 2am - 1 para a = 2 e m = 3 é :

A = 4x2 + 4x + 1 a) m = 2
B = 2x + 1
C=1–x b) m = - 2

Calcular: c) m = 0
A d) 2
a) B - C

41) Resolva as equações:

a) | x| =1
b) A - B2 + 2C

b) | x| =1

300 301
c) | x+1| =2 44) Resolver a seguinte equação pelo método da Adição:

{ 5 (p + q) + (p - q) = 82
p - q = 4p + 15
14 6

d) | 3x + 2 | =| x- 1|

42) Simplificar:
45) Resolva o seguinte sistema:
A=| x-3| = | 2x - 1 |
{
x+y
x -y =4
x -y-1= 1
x + y+1 9

43) A soma de idades de um pai e um filho é hoje 64 anos. Há cinco anos


atrás a idade do pai era o quíntuplo da idade do filho. Qual é a idade do 46) Dada a equação 12x2 – 17 x + 6 = 0 sem resolvê-la, obtenha:
pai e do filho respectivamente?

a) a media aritméticadas raízes

b) a soma dos quadrados das raízes

302 303
47) Determinar o valor de pna equação px2 – ( 4p + 1) x + 5p + 1 = 0 de 50) Fatore os seguintes polinômios:
modo que as raízes sejam do tipo α e 2α – 1.
a) 4x3 – x

b) 100 - 4a2

48) Achar o valor de p na equação "x" ^2– ( 2p – 1) x + 5 – p = 0 de modo


que 0 seja a raiz.

c) ( x – 1 )2 - 9

49) Calcule o valor de m na equação mx2 – (m – 1) x – 2 = 0 para que as 51) Fatorar:


raízes sejam opostas.

a) x2 – 5x + 6

304 305
b) 3x2 – 6x - 9 54) Qual é o decimo segundo termo da sequência ( - 5, - 3, -1 ...)?

52) Efetuar e simplificar, caso seja possível as seguintes operações:

x + 2x + x-3 55) Calcule:


a) x-1 x+1 x2 - 1

a) log2x = logx2

2b + a + 2b - a + 4bx - 2a2
b) x+a x-a x2 - a2

56) Calcule:

a) 101 + log2

53) Qual o polígono regular cujo ângulo interno mede 144º?

306 307
57) Calcule as seguintes equações logarítmicas, não esquecendo de im- 60) Qual é o menor número real positivo que tem a mesma imagem no
por as condições de existência. ciclo que o número real 19 π ?
2
a) log x + log ( x – 1) = log2
a) π
2

b) 3π
2

c) 0

d) π

a) log x + log ( x – 15) = log 100

61) De o intervalo das imagens e o período das seguintes funções:

a) y = 1 – 2 sen 3x
58) Determinar a função inversa: b) y = 3 + cos x
4

F ( x ) = 5x – 2 c) y = sen 5x – 1

d) y = 3 + 2 cos 2x

62) Simplifique as expressões ( cos x ≠ 0 )

59) Resolver a seguinte equação: a) sen x + cos x .tg x


x+ 3x
4
+ 9x
16
+ 27x
64
... =200 b) sen x .tg x .cos x

c) sen x .tg x .cos x sen x


+ cos x
sen x cos x

308 309
63) Determinar m de modo que a equação x2 – 4x + 3 + log ( m – 1) = 0, 66) Calcule o valor numérico da expressão:
admita as raízes reais.
-1 1 -2 -4
-3√-8+ 16 4
( -2 ) +8 3

64) Dar os domínios das funções:

a) √log ( x - 1)
67) Determine todos os divisores inteiros positivos do numero 36.

a) √logx

68) Determinar o MMC (Mínimo Múltiplo Comum) e o MDC (Máximo Divi-


sor Comum) dos números 36, 40 e 56.

65) Resolva a seguinte equação:

(3x )x= 98

310 311
69) Racionalizar a fração: 73) Determine as raízes quadradas do seguinte número complexo:
1
1+ √2- √3 2 = 5 -12 i

70) Determine a fração geratriz do número decimal periódico : 74) Resolver:

√27
N = 121,434343 √3

71) Quantas palavras distintas podemos formar com as seguintes pala- 75) Resolver:
vras:
PERNAMBUCO AMOR √ a . 3√ b

72) Resolver: 76) Dois quintos do meu salário são reservados para o aluguel e a metade
do que sobra vai para a alimentação. Descontados o dinheiro do aluguel
e da alimentação, eu coloco um terço do que sobra na poupança, sendo
√1.458 - √338+ √128 que do montante resta R$ 1.200,00 para gastos diversos. Qual é o valor
total do meu salário?

312 313
81) Num plano são dados os pontos:
77) Qual é a hipotenusa de um triângulo retângulo isósceles cujo períme-
tro é igual a 2?
A = ( -1,0 ) Qual é o lugar geométrico dos pontos
P = (x,y) deste plano, tais que:
B = ( 1, 0 )
AP2 - BP 2 = 4

78) O polinômio p(x) = ax2 + bx + c satisfaz qual das seguintes condi-


ções?

a) a < 0

b) c < 0
82) Seja AB um diâmetro de uma circunferência de raio r e C um ponto
c) p(1) > 1 genérico da circunferência. Determine a área do triângulo ABC em função
ˆ C = βe do raio r. Para que valor de β esta área é máxima?
do ângulo A B
d) a > 0

79) Calcule:

0,2 x 0,3
3,2 - 2,0

83) Prove que toda reta passa pelo ponto médio de um segmento equidis-
80) Um lote de livros foi impresso em duas gráficas distintas A e B, sendo ta dos extremos do segmento.
que a gráfica A imprimiu 70% e a gráfica B imprimiu 30% do total. Sabe-se
que 3% dos livros impressos em A e 2% dos livros impressos em B estão
defeituosos. Qual é a porcentagem dos livros com defeito do lote?

314 315
87) Dizemos que um número x é a soma de dois quadrados se existem
84) Numa pesquisa eleitoral o Sr. Lourenço candidato a governador de
inteiros a e b tais que x = a2 + b2. Então, prove que se dois números são
um estado obteve 21% do votos. A mesma pesquisa demonstrou que a
somas de dois quadrados, seu produto também o é.
porcentagem de eleitores é de 33%, sendo que existem 80% de eleitores
indecisos que não pretendem votar no Sr. Lourenço de jeito algum. Se o
numero total de eleitores é de 10.000.000, qual é o numero máximo de
votos que este candidato poderia obter na eleição de acordo com esta Sugestão: [
a2 + b2 + det a a
-b a ]
pesquisa?

88) Determine no intervalo 0≤ x ≤ 2π , as raízes da seguinte equação:

4 (sen3x - cos3x ) = 5 (senx – cosx)


85) Calcule:

1 x 1
10 6

89) O produto da matriz:


86) Para quais valores de a o seguinte sistema linear admite solução?
3 4

{
x+y+2=1 A= 5 5 pela sua transposta é a identidade.
2x + 3y + 4z = a
- y - 2z= a2 x y

Determine x e y sabendo que det A > 0

316 317
92) São dados um ponto P, uma reta r e um plano α.

a) Descreva um processo para construir um plano que contem


P, é paralelo a r e perpendicular à α.

b) Discuta o caso particular em que r é perpendicular a α.

90) É dado o número complexo w = cos π + i sen π


3 3

Calcule: w + w2 + w3 + w4 + w5

93) O número 2 é a raiz dupla de ax3+ bx + 16. Determine a e b.

91) Calcule as eventuais raízes, pontos de máximo e de mínimo da se- 94) É dada a parábola de equação y = (x + 1) (x + α – 1), α ∈ R. Sejam r
guinte Função ƒ: e s as retas tangentes a parábola nos pontos onde ela encontra o eixo dos
x. Determine α de modo que r seja perpendicular a s.
ƒ (x) = x - √x Esboce o gráfico desta Função.

318 319
95) O ângulo formado por duas retas reversas é α e a distância entre elas 98) Uma indústria produz aparelhos de celular e aparelhos de televisão.
é a. Tome-se uma delas um ponto B situado a uma distância b da perpen- O preço de venda dos celulares é de R$ 150,00 e dos televisores R$
dicular comum às duas retas. Qual é a distância de B à outra reta? 5.000,00. Além disso, o custo de fabricação de cada aparelho de celular
é de R$ 3.000,00. Sabendo que no mês de novembro ultimo, a produ-
ção de celulares e de televisores proporcionou uma despesa total de R$
1.200.000,00 e um lucro liquido de R$ 600.000,00, quantos aparelhos de
celular e televisores foram produzidos nesse mês?

99) Resolver:
96) Num plano são dados duas circunferências de raios R e r cujos cen-
tros estão de um comprimento a > R + r . Uma reta tangência as circun- √2 . 3√2
ferências nos pontos P.Q e encontra o segmento que une seus centros.
Determine a distancia PQ em Função de a, R e r.

100) Determine no intervalo 0 ≤ x ≤ π as raízes da equação:


2

4 (sen3x – cos3x ) = 5 (senx – cosx)


97) log (A – B) + ∑ ii =n
=0 log ( A2i + B2i ) = log (AK - BK ) . Calcule K em Fun-
ção de n.

101) Sendo log 2 = 0,3010 , então 264 é numero de quantos algarismos?

320 321
MME
Anotações do professor sobre os exercícios
Resolução dos exercícios
Muito Mais Exercícios
Anotações do professor sobre os exercícios
⊕ Exercícios:

1) Sejam os conjuntos:

A = { x ∈ R | -1 ≤ x ≤ 2 }
B = { x ∈ R | -2 ≤ x ≤ 4 }
C = { x ∈ R | -5 < x < 0 }

Assinale dentre as afirmações abaixo a correta:

a) (A ∩ B ) ∪c = { x ∈ R |-2 ≤ x ≤ 2 }

b) C - B = { x ∈ R |- 5 < x < -2}

c) A – (A ∩ B ) = { x ∈ R |-1 ≤ x ≤ 0}

d) A∪ B∪ C = { x ∈ R |- 5 < x ≤ 2 }

e) n.r.a.

2) Sejam A e B dois subconjuntos de S. Uma das afirmações abaixo é


falsa. Assinale-a:

obs.: X: complementar de X com relação a S.


a) A C ( A U B )

b) A ⊃ (B – A )

c) A ⊃ ( A ∩ B )

d) A ⊃ ( A – B )

e) A ⊃ ( A – B )

3) Seja R o conjunto dos números reais e considere os conjuntos:


A = { x ∈ R | x2 - 2x - 15 ≥ 0 } e B = { x ∈ R | x2 - 9x + 14 ≤ 2 }

Então B – A é o conjunto:

a) { x ∈ R |2 ≤ x < 5 }

b) { x ∈ R | x ≤ -3 ou x > 7}

c) { x ∈ R | x < - 3 ou x ≥ 7 }

d) { x∈ R | - 3 ≤ x ≤ 2 }

e) n. r. a.

324 325
4) Seja n( x ) o número de elemento do seguinte conjunto finito x. Sejam A a) x . y é irracional;
e B conjuntos finitos. Assinale a afirmação falsa.
b) y . y é irracional;
a) n ( A ∪ B ) = n (B) + n(A – B) se A ⊃ B c) x + y é irracional;

b) n ( A U B ) = n (A) + n(B) – n(A ∩ B ) d) x – y + √2 é irracional;
c) n ( A U B ) = n (A) + n(B) se A ∩ B = ø e) x + 2y é irracional.
d) n( A ∩ B ) = n (A) – n(B)
8) Os números reais x e y são tais que x > 1 > y. Sejam S = x + y e P = xy.
e) n( A ∩ B ) = n(A) – n(A – A ∩ B) se A ⊃ B Nessas condições:

5) Sabe-se que A U B U C = { n ∈ N| 1 ≤ n ≤ 10 }, A ∩ B = { 2,3,8 }, A ∩ C a) S > P;


= { 2,7 }, B ∩ C = { 2,5,6 } e A U B = { n ∈ N | 1 ≤ n ≤ 8 }.
b) P > S;
O conjunto C é:
c) S pode ser maior, igual ou menor que P;

a) { 9,10} d) S pode ser maior ou menor, mas nunca igual a P;



b) { 5,6,9,10} e) Nenhuma das anteriores.

c) { 2,5,6,7,9,10}
9) Se x ∈ - ∞, 0 então a expressão:
d) { 2,5,6,7}
√(x-3)² + √x^2 - √(4-3x)² vale:
e) A U B
a) 5x – 1
6) Dentre as seguintes afirmações:
b) 3x – 1
I) A U B = A U C B=C
II) A U B = A U C B⊂C c) X – 1
III) A U B = A U C B∩C≠∅
d) 7 – x
a) todas são verdadeiras e) X - 7

b) todas são falsas
10) Sejam x e y números reais quaisquer. Assinale a afirmação coreta:
c) só I e II são verdadeiras

d) só II é verdadeira a) | x + y | ≤ | x |+ | y |
2

e) só I é falsa 1
b) | x – y | ≥ 2 || X | - | Y ||

c) | X | + | y | > √x2+y2
6) Quaisquer que sejam o racional x e o irracional y , pode-se dizer que:
d) | xy | > | x | . | y |

e) | x | + | y | = 2 √x2+y2

326 327
11) O número complexo z que verifica a equação iz + 2 z + 1 – i = 0 é: a) R

b) R – { 0 }
a) -1 + 2 i
c) { x ∈ R |0 < x ≤ 3 }
b) -1 + i
d) { x ∈ R | -3 ≤ x ≤ 3 e x ≠ 0 }
c) 1 – i
e) n. r. a.
d) 1 + i

e) -1 – i 15) Sejam os conjuntos: A = { 1,2,3 } e B { a, {a} }. Entre as relações abai-


xo, uma e apenas uma, é falsa.
12) Dados dois números complexos z1 e z2 , e considere as proporções:
Assinale-a:
I) z1 . z2 = z1 . z2
II) z1 + z2 = z1 + z2 a) {a} ∈ B e {a} ⊂ B
III) z1 . z2 = 1 ,então:
b) { ( 1, a ), (1, {a}), (2, {a} ) } ⊂ A x B

c) ∅ ⊂ A x B
a) Somente (I) é correta;
d) { (a, {a} ), ( 1, {a} ) } ⊂ A x B
b) Somente (II) é correta;
e) n. r. a.
c) Somente (III) é correta;

d) Somente (I) e (II) são corretas;


16) Seja ƒ (x) = √(x2-16). Assinale a afirmação falsa:
e) n. r. a.
a) ƒ (4) = 0
13) 5 + i é igual a:
7 - 2i b) O domínio da ƒ é { x ∈ R | -4 ≤ x ≤ 4 }

c) ƒ (x) ≥ 0, ∀ x ∈ Dom (ƒ)


a) 33 + 17 i
53 53
d) ƒ (x) não está definida para x = 1
b) 5 - 1 i
7 2
e) n. r. a.
c) 35 - 5 i
53 2
d) 6 - 6 i 17) O domínio da função ƒ (x) = 3 1 é:
7 2 √x
e) - 6 - 6 i
7 2
a) R

14) O domínio de definição da função dada por y = √9- x é o conjunto:
2
b) R+
x
c) R+

d) R*

e) R_*

328 329
18) A função ƒ (x) = (x-1)² é: 22) Dada a função y = x² - 4, quais os valores de x que produzem imagem
x² maior que 5?
a) não negativa para todo x real
a) x > 0
b) positiva para todo x ≠ 0
b) x < 0
c) positiva para todos x ≠ 0 e x ≠ 1
c) x < -2 ou x > 2
d) positiva para todo x real
d) -2 < x < 2
e) positiva para todo x ≠ 1
e) n. r. a.

19) A função ƒ (x) = x + 1 pode ser escrita na forma equivalente a:


x- 1 23) Se f (x) = x² + bx + c é tal que ƒ (1) = p e ƒ (-1) = 1, temos para b.c

a) ƒ (x) = x + 1 + x -2 1
a) p²+1 - P
b) ƒ (x) = x – 1 2
b) p + 1
c) ƒ (x) = ( x2 + 1 )2
x- 1 c) (p – 1)²
d) ƒ (x) = x2 + 1 - 1
x d) (p -1)2
e) ƒ (x) = x 2
-1 2
x- 1 e) 2p + 1

20) O valor máximo da função y = ax² + bx + c com a ≠ 0 é:


24) Sendo ƒ (x) = ax² + bx + c com a, b, c reais e a ≠ 0. Sendo ƒ (2) =
0, f (1) = 0 e ƒ (0) = 3 então ƒ (x) é igual a:
a) - ∆ se a < 0
4a

b) - b se a > 0 a) 3x² - 9x + 6
2a
c) b² - 4ac se a > 0 b) x² - 3x +2

d) b² - 4ac se a < 0 c) x² - 3x

e) n. r. a. d) x² - 3x + 3

e) 3 x² - 9 x + 3
2 2
21) O conjunto imagem da função f (x) = -x² + 2x + 3 é:

a) {y ∈ R | y ≤ 1} 25) Na função ƒ (x) = ax² + bx + c, com a ≠ 0, quando se faz x = y + h, o


valor de h para que a nova função obtida o coeficiente de y seja zero é:
b) {y ∈ R | y ≥ 1}

c) {y ∈ R | y ≤ 4} a) h = a , b ≠ 0
b

d) {y ∈ R | y ≤ -4} b
b) h = - 2a
e) n. r. a. c) h = 1 se b = 0

330 331
d) h = b² - 4 ac b)

e) h = √b2 - 4ac

26) Seja a função y = 3x² - 12 definida no intervalo - 4 < x ≤ 3. Então a


imagem é tal que:

a) -2 ≤ y ≤ 2

b) 15≤ y ≤ 36

c) 15 ≤ y < 36 c)
d) -12 ≤ y < 36

e) -12 ≤ y ≤ 36

27) No plano cartesiano (eixos ortogonais) representa-se y = ax² + bx +


c (a, b, c ∈ R*) e a função que se obtém da anterior substituindo-se x por
–x. Os dois gráficos:

a) Coincidem

b) Interceptam-se em dois pontos d)

c) Interceptam-se em 0x

d) Interceptam-se em 0y

e) n. r. a.

28) O gráfico da função dada por:

{
0 se x ≤ 0
a)
ƒ (x) = x se 0 < x ≤ 2 e)
1 se x > 2

332 333
Os gráficos abaixo referem-se aos testes 29 a 32. ( c ∈ R, c > 0) e)

a)

29) O gráfico da função:

{
b)
x se | x | ≥ c
ƒ (x) =
0 se | x | < 0 é:

30) O gráfico da função:

{
c se x ≥ c
ƒ (x) = x se – c < x < c
- c se x ≤ - c é:
c)

31) O gráfico da função:

{
ƒ (x) =
x + c se x ≥ 0
x - c se x < 0 é:

32) O gráfico da função:


d)

{
x – c se x ≥ c
ƒ (x) = 0 se | x | < c
x + c se x ≤ - c é:

33) O gráfico da equação: y = 2 √x2 + x é:

334 335
                                                                                     -­‐1                              1   x  

                       

a) e) n. r. a.e)      n.  r.  a.  

     alternativas
As                                          abaixo
         As  areferem-se
lternativas  aos
abaixo  
testes referem-­‐se  
de números aos  
34testes  
a 36 de  números  34

a) a)                                          y  

                                                                                                                                 x  

b)  

b) b)                                            y  

                                                                                                                               x  

 
 
c)  

c) c)                                                    y  

                                                                                                                                 x  

d)

 
d) c)                                            y  

                                                                                                                                 x  

 
 
 
 
34.    O  gráfico  da  função            y  =    |x|        é:  
35.    O  gráfico  da  relação      |x|    =    |y|  
336 36.    O  gráfico  da  relação      |y|      =    x   337
34) O gráfico da função y = |x| é: e) y

35) O gráfico da relação |x| = |y|


34. O gráfico da função y = |x| é: x
35. O gráfico da relação |x| = |y|
36) O gráfico da relação |y| = x
36. O gráfico da relação |y| = x
37. O gráfico de y = |x| - 2 é:
37) O gráfico de y = | |x| - 2| é: 38. O gráfico cartesiano da função definida por y = - x |x| pode ser
38) O gráfico cartesiano da função definida por y = - x |x| pode ser
a) y
y
a)

x
x

b) y

b) y

x
x

c) y

c) y
x

x
d) y

y
x

338 339
x

39. A apresentação gráfica da função y = 𝑥𝑥 ! - |x| é:


y
d) y c) y

y
x
x x

e) y
y
d) y

x y

x
xx

39. A apresentação gráfica da função y = 𝑥𝑥 ! - |x| é:


39) A apresentação gráfica da função y = x2 - |x| é:
e) y
a) y y

40) O gráfico cartesiano da função definida por y = |x2 - 4|x| + 3| pode


ser: 40. O gráfico cartesiano da função definida por y = |𝑥𝑥 ! - 4|x| + 3| pod
b) y
a) a) f (x)
y

x
x

x
b) f (x)

y
x
y

x
340 c) f (x)
341
gráfico cartesiano da função definida por y =b) |𝑥𝑥 ! - 4|x| + 3| f (x)
pode ser:
b) f (x) x
f (x)
x
b) b) f (x)x 42.
42) A figura 42.é oAesboço
figura gráfico da função
y a) y = 𝒂𝒂y𝒙𝒙 , a < 1
x
𝒙𝒙
c) f (x) 1 b) y = 𝒂𝒂1 , a > 1
c) f (x) x
X c) y = loga x , a > 1X
f (x)
x . . d) n. r. a.
c) c) f (x)x 42. A figura é o esboço gráfico da função
42. A figura y da função
é o esboço gráfico a) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙 , a < 1
x
d) f (x) y a) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙 , a < 1
1 b) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙 , a > 1
d) f (x) x 𝒙𝒙
1 b) y = 𝒂𝒂 , a > 1
f (x) 43. Assinale a associação correta sabendo
X que: 43. Assinale y = loga x correta
c) a associação , a > sabend
1
x X A) yc) = ylog=a xloga x , a > 1 A) y y= loga x 3  
d) f (x)x 42. A figura .
B) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙
4  
é o esboço gráfico da função d) n. r. a.
B) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙
d)
. y d) n. 𝟏𝟏r. a. a) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙 , a < 1 𝟏𝟏
C) y = (    )² C) y = (    )²
x e) nenhuma das anteriores 𝒂𝒂 𝒂𝒂
e) nenhuma das anteriores 1 D) y = 𝒙𝒙𝒂𝒂 b) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙 , a > 1 D) y = 𝒙𝒙𝒂𝒂
x 2  
X c) y = loga x , a > 1 a ----------
f (x) 43)43. Assinale a associação correta sabendo que:
e) nenhuma
e) nenhuma das anteriores
das anteriores .
43. Assinale a associação correta sabendo que: a) A)
D ey =3   loga x d) n. r. a. 4  
a)
1 e y 3  
D-------------------- 3  
1  
A) y = loga x b) B eyy =4   𝒂𝒂𝒙𝒙
B) 3   3  
b) B e 4  
4   4  
x 𝒙𝒙 c) C e 𝟏𝟏
C) y =1   (    )² c) C e 1  
41. O
41) O gráfico gráfico
mostra o mostra
gráfico oa gráfico
função af (x)
função f (x) x.= Então:
= loga B)
loga x. Então: y = 𝒂𝒂 𝒂𝒂
41. O gráfico mostra o gráfico a função f (x) = loga x. Então: 𝟏𝟏 d) A e
D) y =2   𝒙𝒙𝒂𝒂
d) A e 2  1 a
C) y = (    )²
a) a < 1 e f (x) = 0 para x = 1 𝒂𝒂 e) n. r. a. e) n. r. a.
huma das anteriores a) a) a < 1 e f (x) = 0 para x = 1 D) y = 𝒙𝒙𝒂𝒂
43. Assinale a associação correta sabendo que: a ----------
b) a < 1 e f (x) > 0 para x > 1 y f 2  
1  
b) b)41.a O < gráfico
1 e mostra
f (x) >o gráfico
0 paraa função
x > 1f (x) = loga x. Então: A) yy = loga x f a ---------- y 3  
a) D e 4  3   1 --------------------
2  
c) a > 1 e f (x) < 0 para x > 1 B) y = 𝒂𝒂𝒙𝒙 B e 4  
c) c) a) a a> <1 1e ef (x)f (x)< =0 0 parapara xx >= 1 1 a) D e 3   𝟏𝟏 1 b) -------------------- 3  
C) y = (    )² c) C e 1   1  
d) a > 1 e f (x) > 0 para x > 1 b) B e 4   1 𝒂𝒂
d) d) b) a a> <1 1 e ef (x)
f (x)> >0 0 para
para xx >> 1 1 D) y y= 𝒙𝒙 1 𝒂𝒂 3  
f d) A e 2   4  
1 a
x c) C e 1   x
áfico mostra o gráfico a função f (x) = loga x.xEntão: e) n. r. a.1 2  
c) a > 1 e f (x) < 0 para x > 1 d) A e 2   a
e) e) a < 1 e f (x) < 0 para 0 < x < 1 a ----------
e) a < 1 e f (x) < 0 para 0 < x < 1 e) n. r. a.
< 1 e f (x) = 0 para x = 1 d) a > 1 e f (x) > 0 para x > 1
1  
a) D e 3  1 1 -------------------- 2  
1  
1 e f (x) > 0 para x > 1 x y f b) B e 4  
1  
3   2   4  
e) a < 1 e f (x) < 0 para 0 < x < 1 c) C e 1  
x
> 1 e f (x) < 0 para x > 1 d) A e 2   1 a
1 e f (x) > 0 para x > 1 1 e) n. r. a. 44. A figura. y44. A figura.

1  

1 e f (x) < 0 para 0 < x < 1 2  


-1 1 x -1

44.
é o esboço gráfico da função
A figura. y é o esboço gráfico da função
342 44. A figura. y y = x(x-1) (x + 2) 343
a) a) y = x(x-1) (x + 2)
1   A) y = 𝒙𝒙 1  
c) D e B) y = 𝒙𝒙𝟑𝟑 B) y = 𝒙𝒙𝟑𝟑 A) yB) =y 𝒙𝒙= 𝟐𝟐 𝟑𝟑 A) y = 𝒙𝒙 𝟐𝟐
𝒙𝒙𝟐𝟐
3  
2  
d) A e A) y = 3   𝒙𝒙
C)
2  
  y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 C) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 B) yC)=y 𝒙𝒙= 𝟑𝟑
𝒆𝒆𝒙𝒙 2   B) y = 𝒙𝒙𝟑𝟑
e) E e B) y = 𝒙𝒙𝟑𝟑 2   3   3  
𝒙𝒙
D)
5   y = 𝓵𝓵 n x D) y = 𝓵𝓵 n x C) yD)=y 𝒆𝒆= 𝓵𝓵 n x 1 y---------
C) = 𝒆𝒆𝒙𝒙 1 --------- 1 ---
  C) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙
45.E)Assinale 𝟏𝟏
x <45.
y = ,dentre 0asAssinale
associações
E) y =dentre
𝟏𝟏
, xseguintes
D)asyE) an=correta,
associações
0 =yy𝓵𝓵 =
< D) x𝟏𝟏 sendo que
seguintes a correta, sendo D) y que = 𝓵𝓵 n x 5   1
5   --------
𝒙𝒙 𝒙𝒙 𝓵𝓵𝒙𝒙 n, xx < 0 1 ---
𝟏𝟏 𝟏𝟏
E) y = , 𝟏𝟏x < 04   5   E)
4   yy4   = 1, x5   <x 4  0 1 x
E) y 𝒙𝒙 = 1   , x < 0 𝒙𝒙 y4  
44) A figura. a) C e 4   a) C e 46) 4   Considere
a) C eo gráfico
𝒙𝒙 4   ao lado e 1  as seguintes funções: 4  
4  
b) yB =e 𝒙𝒙𝟐𝟐1  
A) y =B 𝒙𝒙e𝟐𝟐 1   a) C
A) b) b) eB e4   a) C e 4  
46. Considere
1  
o gráfico ao lado e as seguintes funções
a) C e 4  

B)
c) yD 𝒙𝒙 =e 𝒙𝒙𝟑𝟑3   B) c)
y =D𝒙𝒙e𝟑𝟑
b) c)
B e D e1   4  
b) B e 1  
y = 𝒆𝒆 , x є R
3  
I) b) B e
3  
y
44. A figura.
1   1   2  
y d) yA =e 𝒆𝒆
C) 𝒙𝒙
y =A 𝒆𝒆e𝒙𝒙  2   c) D
C) d) d) eA e3   3   c)3  2  D e 3   3  
II) y = |x| , x ≥  2   0 c) D e 2  
 
3  
3  
2   2  
e) yE 𝟐𝟐=e 𝓵𝓵 n5   x
D) y =E𝓵𝓵 en x 5   d) d)
D) e) e) eE e  2  
A 2  
1 A---------
d) e 2    2   3   1 2  
---------
3  
44. A figura. y III) y = -  𝒙𝒙 , x  є R   A e 5  
 
2  
 
3  
2  
2  
2  
E) 𝟏𝟏y = , x < 0E) y = , x < e) E e e) E e 5  
𝟏𝟏 𝟏𝟏 5   5  
0 e) 2  
E e5     2  
-1 1 IV)
x y = , x 𝒙𝒙 > 0 𝒙𝒙 5   1--------- 4    
𝒙𝒙   4   4   1 x 1 x
-1 Assinale a
1 a)
associação C x e correta: a) C e 4   4  
1 x
b) B e 1   b) B e 1  
é o esboço gráfico da função a) I , 2  c)46. DConsidere e 3   o gráfico
d) II
c)
46.
D , eao 1  Considerelado
3  
e asoseguintes 46.
gráfico Considere aofunções lado oe gráfico as seguintes ao lado funçõese as 4  seguintes funções 4  
4  

b) III ,d) A e I) 3   y = 𝒆𝒆 𝒙𝒙
, x
e) є RI)
n. r.
d) A e 2     a  
y = 46.
𝒆𝒆 𝒙𝒙
, x
I) є
Considere
46. Considere R y = o 𝒆𝒆 𝒙𝒙
gráfico , x є ao
R1   lado e as seguintes
o gráfico ao lado e as seguintes
3   y 3   46. 2   1   funções
Considere
funções 2  
o y
gráfico 1  ao lado
2   e as
y seguinte 2  
a) y = x(x-1) (xé+o2) esboço gráfico da função
2  
  2  
4  

c) IV e) II) E e 5   y = |x| , x ≥ II)


e) E e 5  0 y = |x|I) , x
II) ≥ y 0 = y 𝒆𝒆 = 𝒙𝒙 |x| , x ≥ 02  
, x є R I) 2   y = 𝒆𝒆 𝒙𝒙
, x є R y 4  

b) y = x(x – 1)²
4  
I) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 , x є R 1  
1   y 2  
2  
𝟐𝟐 𝟐𝟐
a) y = x(x-1) (x + 2) III) y =   -  𝒙𝒙 , x єIII)
R   y = -  𝒙𝒙 II) ,
III)x є
y R = y |x| = ,-  𝒙𝒙 x 𝟐𝟐3   ≥ 0
, x є R II) y = |x| , x ≥ 0
c) y = x(x – 1) (x + 1)   II) y = |x| , x ≥ 0
𝟏𝟏 𝟐𝟐 2  𝟏𝟏
y = -  𝒙𝒙𝟐𝟐 ,4  1---------
2  
𝟏𝟏 III) y = -  𝒙𝒙 , x єR III)
2  
xєR
b) y = x(x – 1)² IV) y = , x > IV)
0 y = , xIV) > 0 y = ,
𝟐𝟐
,x x>є 0 1--------- 1--------- 4  
d) y = x(1 – x) (x + 1) 𝒙𝒙 𝒙𝒙 𝟖𝟖 III) y = -  𝒙𝒙 𝒙𝒙 R
47. O gráfico da função definida por y = 𝒙𝒙𝟐𝟐IV) 𝟏𝟏 𝟏𝟏 2  
2  
pode ser: 𝟏𝟏
 !    𝟒𝟒 IV) y =y 𝒙𝒙= , x ,>x 0> 0 IV) y = , x > 0 1---------
e) n. r. a. c) y = x(x – 1) (x + 1)
𝒙𝒙 1---------
d) y = x(1 – x) (x + 1) Assinale a associaçãoAssinale correta:a associação Assinale correta: a associação 𝒙𝒙 correta: 1 x 1 1x
e) n. r. a. 46.a) Considere o gráfico 46. Considere Assinale a ao associação associação e as correta: correta:funções Assinale a associação correta: 1
I , 2   a)aoI lado d), 2  II eo, as gráfico
1  
seguintes
Assinale a) I a, associação
funções
lado
2   d) II , 1  
seguintes
correta: d) II , 1   4   4  
1
a) f (x) I) 𝒙𝒙
b) f (x) 𝒙𝒙 c) f (x) d) f (x) e) f (x)
b) III y ,= 𝒆𝒆3   , xI)є R b)2yIII= e) 𝒆𝒆,n. r.,3   a  xa)є RIb), III2   , e)3   n. r. a   1   d) IIe), n. y
1   r. a a)1   I 2   , 2   y 2  
d) II , 1  
II)c) IV y = |x| , xII)≥ 0c) yIV= |x| , x ≥ a) I , d) II ,  
0 2  
2   1  

45) Assinale dentre as associações seguintes a correta, sendo que: x4   x4   b) III c) IV , 3   e) n. r. a   b)x III , 3   e) n. r. a  
III) y = -  𝒙𝒙𝟐𝟐 , III)
2
x є R y = -  𝒙𝒙𝟐𝟐 , c) x є b) R III , 4   3   x e) n. r. a   2  
45. Assinale dentre as associações seguintes a correta, sendo que x 2 IV 3  
c) IV 3   3  
 
𝟏𝟏 𝟏𝟏
 
c) IV4   4     2   2  
4  

IV) y = , xIV) > 0 y = , x > 0 1--------- 1--------- 3   3  


4   4  
𝒙𝒙 2   𝒙𝒙    

1  
5   y4  
47. O gráfico da função 47.definida
O gráfico por da função 47.
y =O gráfico -2 pode
𝟖𝟖
definida
 
dapor ser:y =
função definida
𝟖𝟖 -2por podey ser: =
𝟖𝟖
pode ser:
Assinale a associação Assinale correta:
a associação correta: 𝒙𝒙𝟐𝟐  !    𝟒𝟒 𝒙𝒙𝟐𝟐  !    𝟒𝟒 1 𝟖𝟖 𝒙𝒙𝟐𝟐  !    𝟒𝟒 x1 x 𝟖𝟖
47)47. OOgráfico por y 47.
A) y = 𝒙𝒙𝟐𝟐 47.gráfico da dafunção
O gráfico da função definida por y 𝒙𝒙=
funçãodefinida definidapor = O𝟐𝟐 gráfico
 !    𝟒𝟒𝟐𝟐
𝟖𝟖pode
𝒙𝒙  !    𝟒𝟒
pode daser:
pode ser:
ser:
função definida por y = 𝟐𝟐
𝒙𝒙  !
B) y = 𝒙𝒙𝟑𝟑 a) I , 2   a) I , 2  d) II , 1   d) II , 1  
C) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 45. Assinale 48.
dentre as A figura
associações b) a)abaixo:
IIIfseguintes
(x), 3   a correta, b) yIII a)
b) sendo f,fe)
(x) (x)n. 3   r. a  
que a) f b) (x)
e) c) n. ff (x) (x)
r. a   b) f d) c) ff (x)
(x) (x) c) f d) (x)e) f (x) f (x) d) f (x) e) f (x)
D) y = 𝓵𝓵 n x 1 ---------
3   2 2 2 2   b) d)
c) IV c) IV a) f (x) b) f (x) 2   a) fc) (x)f (x) f (x)f (x) 2   c
𝟏𝟏
4  
x
4  
2 a)x5   f (x) y4   2 x b) xx3   f (x) 2 2 x c)x f x(x) x d) f x(x)2
E) y = , x < 0 5  
2 3   2   2   2
2 2   x
𝒙𝒙 1  
x  
x  
2x x 2 2 2 x x x
4  
1 x𝟐𝟐 1 x 2 x x
a) C e 4  
A) y = 𝒙𝒙 x 2   𝟖𝟖 2   2 x 2   2
𝟑𝟑 47. O gráfico da função 47. O definida
gráfico da por x y =definida
função pode -2
por yser: =
𝟖𝟖
pode 2ser:-2 -2 -2 -2 -2
b) B e 1   B) y = 𝒙𝒙 𝟐𝟐
𝒙𝒙  !    𝟒𝟒
x
𝟐𝟐
𝒙𝒙  !    𝟒𝟒 2   2  
2   -2 -2
c) D e 3   C) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 -2 -2
3  
d) A e  2   45. Assinale dentre as associações seguintes
3  
2  
D)a correta,
y = 𝓵𝓵 n xsendo que -­‐1   1   1 ---------
2   a) f (x) a) 48. b)
f (x)fA(x) b) fc) (x)f (x) y c) d) f (x)f (x) d) f (x)e) f (x) e) f (x)
e) E e 5  
  E) y = , x < 0
𝟏𝟏 48. A figura abaixo: figura y 2abaixo: 48. A figura abaixo: 2
5   y
𝒙𝒙 5   y4   2   2  
1  
x 4  
248. x 48. Ax figura abaixo:
A figura abaixo: 2 1 x xx y y 48. Ax figuraxabaixo:
2   xy 2  
A) y = 𝒙𝒙 𝟐𝟐 a) C e 4  
x x 2 2
B) y = 𝒙𝒙𝟑𝟑 b) B e 1   12   2   1 1
-2 -2 -2 -2
46. Considere o gráfico ao lado eC) = 𝒆𝒆𝒙𝒙 funções
as yseguintes c) D e 3   1 1
4  
x 1 x x
I) y = 𝒆𝒆 , x є R𝒙𝒙
D) y = 𝓵𝓵 n x 1   y d)
2   A e 2     1 ---------
3   3  
2  
II) y = |x| , x ≥ 0 e) E e 5   2   x
𝟏𝟏 5  
-­‐1   1   x
E) y = , x < 0   -­‐1   1   -­‐1   1  
III) y = -  𝒙𝒙𝟐𝟐 , x є R 𝒙𝒙
4  
48. A figura abaixo: 48. A figura abaixo: y y -­‐1   1   -­‐1   1  
𝟏𝟏 2   1 x -­‐1   1  
IV) y = , x > 0 1--------- 4  
𝒙𝒙 a) C e 4  
Assinale a associação correta: b) B e 1   1 x
344 c) D e 3   1 1 345
a) I , 2   d) II , 1   46. Considere o gráfico ao lado e as seguintes funções 4  
𝟏𝟏
B) y =B)𝒆𝒆𝒙𝒙y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 E) y = E) y, x= >𝟏𝟏 0, xe os
> 0gráficos
e os gráficos
a) f (x) b) f (x) A)
c) yf (x)
= loga x d) f (x) e) D)
f (x)y = cós x , 0 ≤ x ≤ 2  𝜤𝜤𝜤𝜤 𝒙𝒙 𝒙𝒙
2 C) y =C)x y+ =1 x + 1 𝟏𝟏
B) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 2   E) y = , x > 0 e os gráficos
x 2 x x x 𝒙𝒙
C) y = x + 1 2  
x 2
2   1) 1) y y 2) 2) y y 3) 3) y y
-2 -2
48) A figura abaixo: 1) y 2) y 3) y 4) y 5)
x x x x
48. A figura abaixo: y x x
x x
1 x
x    
1 -­‐-­‐
-­‐  
é o gráfico da função: x
-1 1 As associações corretas são:
é o gráfico da função: é o gráfico da função: -­‐1   1   4) 4) y y 5) 5) y y
é o gráfico da função:
é o gráfico da função: 4) y 5) y 1 ------------
1 ------------
a) f (x) = 1 - x se - 1 ≤ x ≤ 1
a) f (x) = 1 - x a) 1 ≤= x ≤ 11 - xx sese - 1x ≤< x -1≤ ou
se f -(x) 1 x > 1 11 ------------
1 x x 2𝝅𝝅 x
2𝝅𝝅 x
a) f (x) = 1 - x se - 1 ≤ x ≤ 1
x se x < -1 ou xx > 1se x < -1 ou x > 1    -­‐1  
-1          -­‐1        
b) f (x) = 1 - 𝒙𝒙𝟐𝟐        xse -1
se ≤ xx <≤ -1
1 ou x > 1 1 x 2𝝅𝝅 x -­‐-­‐-­‐-­‐ -­‐-­‐-­‐-­‐
b) f (x) = 1 - 𝒙𝒙𝟐𝟐        b) (x)≤ = x ≤ 11 - 𝒙𝒙𝟐𝟐         se -1 ≤
se f-1 x ≤ 1    -­‐1        
-­‐   -­‐  
b) f (x) =|x| - 𝒙𝒙𝟐𝟐        
1 se |x|se >-11 ≤ x ≤ 1 -­‐-­‐-­‐-­‐
|x| se |x| > 1 |x| 𝟐𝟐         se |x| > 1 -­‐  
c) f (x) = 𝒙𝒙 - 1|x| se -se 1 ≤|x|x >≤ 1 As associações
As associações corretascorretas
são:As associações
são: corretas são:
c) f (x) = 𝒙𝒙𝟐𝟐         - 1 c)sef (x)- 1 = ≤ x ≤𝒙𝒙𝟐𝟐        
1-1 se𝟐𝟐         - 1 ≤ x ≤ 1
c) f (x) = |x| 𝒙𝒙 se- 1 |x| > ≤1 x ≤ 1 As associações corretas são:
se - 1
|x| se |x| > 1
|x| se |x| > 1 a) (A , 4) , (B , 3) , (D , 4)
d) f (x) = 1 - 𝒙𝒙𝟐𝟐        
|x| se se - 1 ≤ |x|
x ≤ 1> 1
b) (D , 5) , (B , 3) , (A , 4)
d) f (x) = 1 - 𝒙𝒙𝟐𝟐        
d) se f (x) - 1= ≤ x 1≤ 1- 𝒙𝒙𝟐𝟐         se - 1
𝟐𝟐        ≤ xx <≤ -11
d) f (x) =2 - 1x - 𝒙𝒙se se - 1 ≤ oux ≤ x1 > 1
c) (B , 1) , (A , 4) , (C , 2)
2 - x se x < - 12 -ou x x > se
1 x < - 1 ou x > 1
e) n. r. a. 2 - x se x < - 1 ou x > 1 d) (A , 1) , (D , 5) , (E , 4)
e) n. r. a. e) n. r. a.
e) n. r. a. e) (E , 1) , (D , 5) , (B , 4)
49. São dadas as funções
49) A)São dadas
ydadas
= logas as funções:
a xfunções D) y = cós x , 0 ≤ x ≤ 2  𝜤𝜤𝜤𝜤
49. São dadas as funções
49. São 50) Se f (x) é uma função que atribui a cada número real x > 0 o valor
49. São
𝒙𝒙
dadas as funções 𝟏𝟏 + √x. Então f (x) é no seu campo de definição:
A) y = loga x A) B)
y =y log
= a𝒆𝒆x D) y = cós x , 0 ≤ x D)
≤ 2  𝜤𝜤𝜤𝜤
E)
y =y cós= x, , x0 >≤ 0x e≤os2  𝜤𝜤𝜤𝜤
gráficos
A) y = loga x 𝟏𝟏
D)𝒙𝒙 y = cós x , 0 ≤ x ≤ 2  𝜤𝜤𝜤𝜤
𝟏𝟏
B) y = 𝒆𝒆𝒙𝒙 B) C)
y =y 𝒆𝒆=𝒙𝒙 x + 1 𝒙𝒙 E) y = , x > 0 e osE)
gráficos
y = , x > 0𝟏𝟏 e os gráficos a) crescente
B) y = 𝒆𝒆 𝒙𝒙 𝒙𝒙 E) y = , x > 0 e os gráficos
C) y = x + 1 C) y = x + 1 𝒙𝒙
C) y = x + 1 b) decrecente

1) y 2) y 3) y c) não crescente
1) y 1) 2)y y 2) 3)
y y 3) y d) não decrescente
1) y 2) y 3) y
x x e) n. r. a.
xx x x x
x x
x x
x

346 347
4) y 5) y
e)d)b)
(E(A(A
a)
a) , 1)
(D , 1) , 4) 5) , ,(D (D ,, (B , ,5) 5)
,, 3) , ,(B (E
,, (D ,,4)
(A 4)
,, 4)
e) b)
b) (D (E,(A ,5)1),, ,4)
(D 5) ,(B(D , , (B
(B , 5)
3) ,, 3)
3)(A, (B , , (D
(A, 4)
4) ,4)4)4)
e)b)
a)
c) (E (A
(D
(B , 1)
, 4)
5)
1) , ,(D (B
(A , ,5) 3)
4) , , (B (D
(A
(C , , 4)
2)
c) b)c)
(B ,(B
b)
(D
(D1) ,,, ,1) 5)(A,,,(A
5) ,
(B
(B4) ,,,, 4) 3)
(C,,, ,(C
3)
(A
2) ,,, 4)
(A
2)
4)
c)
d)
c) (B
(A , 1)
(B 1) , (A
(D , 4)
(A 5) , (C
4) (E , 2)
(C 2) atribui a cada número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
50.
d) d) Se
(A ,(B (A f (x)
1) ,, ,1) 1)(D,, ,(A é uma(D5),,,4) função
5)(E,,,(C (E
4) ,, 4) que
50.
50.
c)
d)
e)
d) Se
Se
(E
(A
(A f (x)
f ,,(x) 1) é uma
é,,definição:
uma
(D
(D
(D , 5)5)
função
,,,5) função
,
,, ,(E (B
(E , 2)
que
,,que 4) atribui a cada número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
4)
4)
e) campo
e)
(E
50.campo Se, (E
1) f,(x) ,de(D
1) édefinição: ,(D
uma 5) 5)(B
função (B4) 4) atribui
que
a cada número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
atribui a cada número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
d)
e)
e) (A
(E
(E , 1)
de
1) ,
, (D
(D
(D , ,
, 5)5)
5) , ,
, (E
(B
(B , ,
, 4)
4)
4)
50.
a)campo Se f de
crescente (x) definição: é uma função que atribui a cada número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
a)e)campo (E , 1)
crescente de,definição: (D , 5) , (B , 4)
a) campo
b) crescente
decrecente de definição:
a) crescente
b) decrecente a) f é Crescente em R
51) c)50.
A
b)
b)
a)função
não crescente
decrecente
Secrescente
decrecente
f f(x) (x)é =uma ax função , com que 0 <atribui a < a1cada é: número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
50.
50.c)
50.
c)
d)
não
Se
b) não
Se
f crescente
(x)
decrecente
Se
f é(x)uma
crescente
decrescente
ff (x)
é uma função função que queatribui atribui
a a cada
cada número número realreal x >x 0> o0valor
o valor
+ +𝒙𝒙. Então
𝒙𝒙. Então
f (x)f é(x)noé seu
no seu
bui a cada número real x > 0 o valord) 50.
c)+ campo
não Se
𝒙𝒙. Então
crescente (x) deé é f
uma
definição:
uma
(x) é
função
função
no seu
que
que atribui
atribui a
a cada
cada número
número real
real xx >
> 0
0 o
o valor
valor +
+ 𝒙𝒙.
𝒙𝒙. Então
Então ff (x)
(x) é
é no
no seu
seu b) f é Decrescente em R
camponão
campo decrescente
de de
definição: definição:
50.
d)
e)c)a)n.
não
campo
campo
Se
nãor. a.fcrescente
decrescente
crescente (x) de
de
édefinição:
uma função que atribui a cada número real x > 0 o valor + 𝒙𝒙. Então f (x) é no seu
definição:
d)a)
e)
a) não
n.
a) crescente
r.
crescente a.decrescente
crescente c) f é Constante em R
e)d) campo
n.
a)
b) nãor. a.decrescente
crescente
decrecente de definição:
b)e) a)
b) r. a.
crescente
n. decrecente
decrecente
51. e)b)a)
A n.
c) decrecente
crescente
r. a.crescente
decrecente
não
função f (x) = 𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙 , com 0 < a < 1 é: d) faltam condições para se concluir alguma coisa
b) decrecente
51.c) c)
51.
não
A
b)
c)
d)
A
não
função crescente
decrecente
não
função
crescente
crescente
decrescente f (x) = 𝒂𝒂 𝒙𝒙 , com 0 < a < 1 é:
f (x)para = 𝒂𝒂 , com
51.
d)
a) c)
a) e)
crescente
A função
d)
não
não
crescente
não
crescente decrescente
crescente
decrescente f (x) = 𝒂𝒂x𝒙𝒙𝒙𝒙 ,> com 0 e 00decrescente
< a < 1 é:
< a < 1 é: para x < 0 e) n. r. a.
51.
a) d)
b) c)
d) A n. não
crescentefunção
decrescente r. crescente
decrescente
a. f (x) = 𝒂𝒂 , com 0 < a < 1 é:
e)a) e)n. não
crescente
n. a.r. decrescente
r.crescente a.
b) decrescente
d)
e) não
n. r. decrescente
a. para x < 0 e decrescente para x > 0
b)a)e)crescente
c) crescente
decrescente
n. r. a. para x > 0 e decrescente para x < 0
b) crescente
c) decrescente para x > 0 e decrescente para x < 0
51.
c)
d) e)crescente
b)e) A n.função
decrescente r. a. para f (x) x=𝒙𝒙 < >𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙0 , ecom decrescente
0 < a <para 1 é: x <> 00 55) Sejam f e g funções de R em R tais que f (x) = ax + b e g
c)
51. n.
crescente r. a. para x > 0 e decrescente para x < 0
51.d)
d)
e)c)A
51.
crescente
A função
n.função
crescente
crescente
a) Ar. a. f (x)
função
crescente
para
para
f (x)
para
ff (x)
= x𝒂𝒂 x=
=<𝒂𝒂
x<𝒂𝒂 ,>𝒙𝒙00com , ecom
𝒙𝒙 0, ecom
decrescente
<0 a< <a 1
0decrescente
edecrescente
0 < a
<para
< paraé:1 é:
para
1
x > 0
é:x x >< 00
(x) = cx + d. Então fog = gof, se e somente se:
0 < a < 1 é: 51.
d) a)
e)
a)
A
crescente
n. função
r.crescente
crescente a. (x) =
para x < 𝒙𝒙0 e decrescente para x > 0 𝒂𝒂 , com 0 < a < 1 é:
51.
e)d)b)
a)
a)
A
n.crescente
r. função
a.
crescente
decrescente
crescente
f (x) =x 𝒂𝒂< 0, com
para 0 < a < para
e decrescente 1 é:x > 0 a) a = c e b = d
e) b)
52) b)Na n. decrescente
função r. a. f (x) = ax , 0 < a < 1 e se x < x2 então assinale
decrescente
e)c)
a) n.crescente
b)
b) r. a.
decrescente
decrescente para x > 0 e decrescente para x < 0 1
a verdadeira
c) c) crescentecrescente para para x >x 0> e0 decrescente e decrescente para para x <x 0< 0
b) crescente
c)
d) decrescente para xx𝒙𝒙 < > 0 e decrescente para x < 00 b) a = b = c = d
crescente para x < 0 52.
d) d) c)
Na
crescentecrescente
função
crescente f
para (x) para
para = x <𝒙𝒙xx 0< 𝒂𝒂 ,> 0 0
e0 < e a decrescente
< 1
e decrescente
decrescente e se parax para
1para< x 𝒙𝒙𝟐𝟐 <>
>xxx então
0> 00 assinale a verdadeira
crescente para x > 0
52.
52. Nac)
d)
e) função
d)
Na
crescente
n.
crescente
função
r.
𝒙𝒙𝟏𝟏 a. f (x)para
f (x)
para
𝒙𝒙𝟐𝟐==
𝒂𝒂 x𝒙𝒙 , <
,
>
<00 0< 0
<
e decrescente
eaa decrescente
< 1 e se x1 para
< 1 e se x
para
< 𝒙𝒙𝟐𝟐x então <> 00
> 0 assinale a verdadeira c) ( a – 1 ) . d = b . (c – 1)
e) a)
e)
n.
a)        𝒂𝒂
r. n. a. r. a. > 𝒂𝒂 𝒂𝒂 1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira
52. d) Na
e) função
crescente
n. 𝒙𝒙
r. a. f (x) para
𝒙𝒙
𝒙𝒙𝟐𝟐 = 𝒂𝒂x ,< 00 < ea decrescente < 1 e se x para < 𝒙𝒙𝟐𝟐x então
> 0 assinale a verdadeira
52. e)a)        𝒂𝒂 𝒙𝒙𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏a.> f 𝒂𝒂
𝟏𝟏 1
Nan.
a)        𝒂𝒂
b)      𝒂𝒂 r.
função 𝒙𝒙𝟏𝟏 ≥ > 𝒂𝒂𝒙𝒙𝒂𝒂 𝒙𝒙𝟐𝟐𝒙𝒙𝟐𝟐 = 𝒂𝒂𝒙𝒙 , 0 < a < 1 e se x1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira
(x) 𝒙𝒙𝟐𝟐 d) a = c
e)
b)a)        𝒂𝒂
b) n. r.
     𝒂𝒂 𝒙𝒙 𝟏𝟏 a.≥>𝒂𝒂 𝒂𝒂 𝟐𝟐
c) 𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏 ≥<>𝒂𝒂𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝟐𝟐𝒙𝒙𝒂𝒂𝟐𝟐𝟐𝟐𝒙𝒙𝟐𝟐
b)a)        𝒂𝒂
     𝒂𝒂
b)      𝒂𝒂𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝒙𝒙𝟏𝟏 <≥ 𝒂𝒂𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐
52.c)c)
d)b)
c) Na      𝒂𝒂
𝒂𝒂𝒂𝒂 𝒙𝒙 ≤<≥ 𝒂𝒂𝒂𝒂
função f𝒙𝒙 (x) 𝒙𝒙
𝒙𝒙𝟐𝟐 =𝒙𝒙 𝒂𝒂𝒙𝒙 , 0 < a < 1 e se x1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira
e) a = c e b = -d
52.52.
52.Na c)
d)Na
d)c) Na
𝒂𝒂𝒂𝒂
função
𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙r.
𝟏𝟏 𝟏𝟏 ≤f<(x)
𝒙𝒙função
𝟏𝟏 𝒙𝒙a.
função
𝒂𝒂
a)        𝒂𝒂 𝟏𝟏𝒙𝒙≤ 𝟏𝟏 <𝒂𝒂
𝒂𝒂 f 𝒂𝒂 𝟐𝟐(x)
=
𝟐𝟐 𝒙𝒙
>ff𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒂𝒂
(x)
𝒂𝒂 = ,𝒂𝒂 0 , <0 a< <a 1< e1see se x <x1𝒙𝒙𝟐𝟐
𝒂𝒂𝟐𝟐𝒙𝒙𝟐𝟐= 𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙 , 0 < a < 1 e se1 x1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira
< 𝒙𝒙𝟐𝟐 então então assinale
assinale a verdadeira
a verdadeira
< 1 e se x1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira 52.d) e) Na n. função
𝒙𝒙 (x)𝟐𝟐 𝒙𝒙𝟐𝟐= 𝒂𝒂 , 0 < a < 1 e se x1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira
d)
e)Na n. 𝒂𝒂
a)        𝒂𝒂 𝟏𝟏 𝒙𝒙≤
r.função
𝒙𝒙a.
𝒂𝒂
>f (x) 𝒂𝒂
52.a)        𝒂𝒂 > 𝒂𝒂
𝟏𝟏 𝟏𝟏 𝟐𝟐 𝒙𝒙
e)d)n. a)        𝒂𝒂
b)𝒂𝒂 r.      𝒂𝒂 a.𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏≤ ≥>
𝟏𝟏 𝒂𝒂𝒂𝒂𝒙𝒙𝒂𝒂 𝟐𝟐 𝒙𝒙𝟐𝟐= 𝒂𝒂 , 0 < a < 1 e se x1 < 𝒙𝒙𝟐𝟐 então assinale a verdadeira
𝒙𝒙𝟐𝟐𝒙𝒙
e) a)        𝒂𝒂
n. 𝒙𝒙 r.
b)      𝒂𝒂𝒙𝒙≥ a. >𝒙𝒙 𝒂𝒂
𝒙𝒙𝟐𝟐 𝟐𝟐 56) Seja G : R R uma função tal que g(x + a) = g(x), para certo
b)      𝒂𝒂 𝟏𝟏 𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏 𝒂𝒂≥ 𝒂𝒂𝒙𝒙𝟐𝟐𝒙𝒙
𝟏𝟏 𝟐𝟐
e)a)        𝒂𝒂
53. e)Assinale b)
c) n.      𝒂𝒂 𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙𝒙a.
r. ≥
a𝟏𝟏𝟏𝟏 função<> 𝒂𝒂𝒂𝒂𝒙𝒙𝟐𝟐𝒙𝒙𝟐𝟐𝟐𝟐que é crescente: a real. Se G(0) = 3, então G(-a) é igual:
b)
c) 𝒙𝒙      𝒂𝒂 ≥<𝒙𝒙𝒂𝒂 𝟐𝟐 𝒙𝒙 𝒙𝒙𝟐𝟐
53.
53.
c)
Assinale
Assinaleb)
c)
d)
𝒂𝒂      𝒂𝒂
𝟏𝟏 𝒂𝒂𝒙𝒙𝒙𝒙<
𝒂𝒂
𝒂𝒂 a𝟏𝟏𝟏𝟏 função
𝒙𝒙
a𝟏𝟏 função≤≥𝒂𝒂
< 𝒂𝒂𝒂𝒂
x 𝒂𝒂 𝒂𝒂𝒙𝒙𝟐𝟐𝒙𝒙𝒙𝒙𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐que éé crescente:
𝒙𝒙𝟐𝟐 𝒂𝒂𝒂𝒂𝒙𝒙(𝟐𝟐 xque ) crescente:
𝒙𝒙𝟏𝟏 𝟏𝟏
53.a)a)d) f 𝒂𝒂
Assinalec)
(x)
d) 𝒂𝒂
𝒙𝒙𝟏𝟏 𝒂𝒂=𝟏𝟏a(  𝟏𝟏função
𝒙𝒙
≤ <  ) queєRé crescente:
f (x)c) ≤
𝒙𝒙𝟏𝟏𝟏𝟏 𝒂𝒂
𝒂𝒂=𝒙𝒙𝒙𝒙r. (   𝟐𝟐<  ) x
𝒂𝒂𝒙𝒙(𝒙𝒙𝟐𝟐x 𝟐𝟐 є R ) a) 0
53.a) Assinale
f d)
e)
d)
(x) n. 𝒂𝒂
𝒂𝒂 = a.
a
𝟏𝟏 𝟐𝟐≤ 𝒂𝒂 𝟐𝟐
(   ≤
𝟏𝟏 função
 ) x 𝒂𝒂 𝒙𝒙
( x que
є R )
∗ é crescente:
b)
a)e)fffn.
53) Assinale (x)
e) r.n. a𝒂𝒂a.= r.𝟏𝟏 a.
𝒙𝒙função (  log
𝟏𝟏 x 𝒙𝒙 ( x é єR 𝑹𝑹 )
b) d)
e)
(x)(x) n. == r. a.
log≤𝟐𝟐𝟏𝟏  )xx𝒂𝒂xque
𝟐𝟐
((𝟐𝟐 (xxxєєє𝑹𝑹
crescente:
∗!)
∗ ))

a) e)
f
b) f (x) = 1log
c) (x) n. r. = a. (    )
-𝟐𝟐 x x ( (x x єє𝑹𝑹R!∗) R! b) 3
53.b) f fAssinale
c) e)
(x)(x)n.== r. 1a.log a - função xx ((xx єєque R𝑹𝑹!)∗)é crescente:
c)
53.
53.53.d) b) f f
(x) (x)
Assinale
Assinale = = 1
𝒙𝒙 𝟐𝟐
a log
- + x
função x x (x ((x x є є
que éRRR )!)é) crescente:
𝑹𝑹crescente:
c) (x) ==a 𝒙𝒙função
fAssinale 1𝟐𝟐a -+ 𝟏𝟏xx
função
que (x que єєєєR ))é c) -3
cente: d)
53.
d) a)
c)a)f
e) fn.(x)
(x)
Assinale
f f
(x) (x)
r. a.= 𝒙𝒙𝟏𝟏 𝟐𝟐x + = = 1a
𝟐𝟐 (  função
-𝟏𝟏  )x
x (x
xx (x є R ))
( (x x que R
R é) crescente:
crescente:
53.
a)d)
e) a)a)
f f(x) (x)
n.Assinale f (x)
r.f (x) = =
a. =𝟐𝟐a𝟐𝟐(  função (   =𝒙𝒙  ) (   𝟐𝟐
+  )( x
𝟏𝟏  )xx ( xque
𝟏𝟏 x є(
(x x
R єє) RR )
é ) crescente:
xx єє∗є R ))) ) d) 5
𝟐𝟐 ∗
e)d)b) n.f r. f (x)
(x) a. ==𝒙𝒙 (  log  ) x x (((x
+ R𝑹𝑹!
b)e)b)a)
f n.
b)
a) (x)ffr.(x) (x) a.
= log = (  xlog
=
𝟐𝟐
𝟏𝟏
𝟐𝟐 x(x x є( 𝑹𝑹
 ) ( x
R
x є!є )R𝑹𝑹∗∗! ) ))
b)
e)c)
b) n.fff r. (x)a. =
(x) = 1 log
log𝟐𝟐 - xx x (( (x xx єєє𝑹𝑹 𝑹𝑹R ∗!
) e) nenhuma das alternativas
c)c)b)c)
f (x)f (x) (x) = 1= - log = 1 x𝟐𝟐 x (x (є xRє)𝑹𝑹∗ )
- x (x є R !
c)
d) f (x)
c) f (x) =𝟐𝟐 1 𝟐𝟐 - x (x є R )) = 1
𝒙𝒙 - + x x (x (x є є RR ! ) 𝒇𝒇   𝒂𝒂  !    𝒇𝒇  (!)
54.d)Sed) f f(x)
c) éfuma (x) = 𝒙𝒙função = 1 𝒙𝒙+𝟐𝟐 -x+xdefinida (xx є(x (xRєє)RRem ) ) R tal que 𝒇𝒇   𝒂𝒂 𝒂𝒂!𝒃𝒃  !    𝒇𝒇  (!) > 0 para ⋁a , b є R, a ∉ b então podemos
54. Sed)d)
e)
d) f é fuma f
n. (x)
(x) r. a. =
função
= 𝒙𝒙
𝒙𝒙 𝟐𝟐 +
+ x
definida
x (x
(x є
є R
Rem )
) R tal que 𝒇𝒇   𝒂𝒂  !    𝒇𝒇  (!) > 0 para ⋁a , b є R, a ∉ b então podemos
54.
54.e) See) n.ff ér.
concluir
Sed)
n.
éfn.
uma
a.
(x)
uma
r. a.função
que: =
função 𝒙𝒙𝟐𝟐 +definida
definida em R tal que 𝒇𝒇   𝒂𝒂𝒂𝒂!𝒃𝒃
x (x є Rem ) R tal que 𝒇𝒇   𝒂𝒂!𝒃𝒃
 !    𝒇𝒇  (!) > 0 para ⋁a , b є R, a ∉ b então podemos
⋁a , b є R, a ∉ b então podemos
57) Sendo f (x) = 3x + 1 e g(x) = x2, então (fog) (x) é:
e)
e)
concluir n. r.
r.
que: a.
a.  !    𝒇𝒇  (!) > 0 para
𝒂𝒂𝒂𝒂!𝒃𝒃
54.concluir
a)e)Sef f éé uma
e) n. que:
r. Crescente
a.
função definida em R em R tal que 𝒂𝒂!𝒃𝒃
> 0 para ⋁a , b є R, a ∉ b então podemos
concluir
a) f é que: Crescente em R
a)concluir
b) f é Decrescente que:
Crescente em em RR a) 9x2 + 6x
a) f f éé Decrescente
b) Crescente em em RR 𝒇𝒇   𝒂𝒂  !    𝒇𝒇  (!)
54.
c)a)Se
b) f f fééé uma ConstanteCrescente
Decrescente funçãoem definida
em em R RR em R tal que 𝒇𝒇   𝒂𝒂 𝒇𝒇    !    𝒇𝒇  (!) > 0 para
𝒂𝒂 𝒂𝒂!𝒃𝒃
 !    𝒇𝒇  (!) ⋁a , b є R, a ∉ b então podemos
54) 54.
54.Se b)f fé
Se
c)
54. f féuma
Se
Se
féé Constante
uma
é
f é
uma
uma
Decrescente
função função função
função
definida
definida em em
definida
definidaR em R Rem
em Rtal
em
talRque
R
tal que 𝒇𝒇  
que
tal que 𝒇𝒇   > 0> para
𝒂𝒂  !    𝒇𝒇  (!)
𝒂𝒂  !    𝒇𝒇  (!) >
0 para⋁a ,⋁a
0 para ⋁a
b ,єbR,є a
,, b
R,∉ ab∉então
єє R, a ∉
b então
b então
podemos
podemos
podemos b) 3x2 + x
R tal que
𝒇𝒇   𝒂𝒂  !    𝒇𝒇  (!) c)єb)R,
d)
> 0 para ⋁a , b54. f f aféé
faltam
concluir
Se ∉é uma Constante
b Decrescente
condições
que: então
então função podemos
podemos em para
definida emseRconcluir
R concluir
em R alguma
tal que
que: 𝒂𝒂!𝒃𝒃 coisa 𝒂𝒂!𝒃𝒃
> 0 para ⋁a b R, a ∉ b então podemos
c) concluir
d)
concluir f éque:
faltam Constante
condições
que: em
para Rse concluir alguma coisa 𝒇𝒇   𝒂𝒂 𝒂𝒂!𝒃𝒃
 !    𝒇𝒇  (!)
𝒂𝒂!𝒃𝒃 54.
e) a)Se
d)c)concluirf
faltam
n. f éé
r.
f a. uma
é Constante
condições
que: funçãopara
Crescente definida
em em R se R em R talalguma
concluir que coisa 𝒂𝒂!𝒃𝒃
> 0 para ⋁a , b є R, a ∉ b então podemos c) x4
a)d) concluir
e) fn.
a) faltam r.
éf a.Crescente que:
é condições Crescente em para R se
em R concluir alguma coisa
𝒂𝒂!𝒃𝒃
concluir
e)d)b)
a)
a) n. faltam
r.
f a. é que:condições
Crescente
Decrescente para em em R seRconcluir alguma coisa
b)e) b)
f n. éffr. a. é Decrescente
é
Decrescente Crescenteem em em
R R R d) 3x2 + 1
e)b)
a) n.ff r. a.
c)
b) é
é Crescente em
Decrescente
Constante
Decrescente em em
em RR R
c) c) f éf Constante
b) é Constante Decrescente em em R em R R R concluir alguma coisa
c)
d)
c) f
faltam
f écondições é Constante
condições
Constante em
empara R se
R concluir e) n. r. a.
d) d) faltam
c) n.
faltam
f r.é a.Constante
condições para em
para se R se
se concluir alguma
alguma coisa coisa
d)
e)
d) faltam
faltam condições
condições para
para se concluir
concluir alguma
alguma coisa
coisa
oncluir alguma coisa e) e) n. r. n.a.r. a.
d)
e)
e) n. r. a. faltam
n. r. a. condições para se concluir alguma coisa
e) n. r. a.

348 349
62) O domínio da função f (x) = √4 - x2 é D = [ -2, 2]. Assinale a
58) Se f (x) = 2x – 1 e g (x) = 3x2 então a função composta (g o f) (x) igualdade que é identidade em D:
é igual a:

a) 3 (2x-1)2 a) f (2x) = 2 f (x)



b) 9 (2x-1) b) f (x – 2) = f (x) - f (2)
c) 3 (2x-1) c) f (x) = - f (-x)
d) 2 (3x-1) d) f (x) = f (- x)
e) 2(x-3x) 2
e) f ( 1x ) = f (x)
x

59) Se f (x) = (log x) + 1 e g(z) = 2z + 1, então g [ f (x) ] vale:


63) Se f (x) = |x -1| e g (x)= |x+1| qual a intersecção dos respectivos
a) (2 log x ) + 2 gráficos? 62. O domínio da função f (x) = 𝟒𝟒   −   𝒙𝒙𝟐𝟐 é D = [ -2, 2]. Assinale a igualdade
62. O domínio da função f (x) = 𝟒𝟒   −   𝒙𝒙𝟐𝟐 é D = [ -2, 2]. Assinale a igualdade que é identidade em
D:
b) (log 2x) + 2 D:
a) (0
a) , f0)(2x) = 2 f (x)
a) f (2x) = 2 f (x)
c) log (2x+1) +1 b) b)
b) f (x – 2) = f (x) - f (2) (0 , f1)(x – 2) = f (x) - f (2)
c) f (x) = - f (-x) c) f (x) = - f (-x)
d) (log 2x) + 3 c) (1 , f0)(x) = f (- x)
d) f (x) = f (- x) d)
e) (2 log x) + 3 𝟏𝟏 𝒇𝒇  (𝒙𝒙) 𝟏𝟏 𝒇𝒇  (𝒙𝒙)
e) f ( ) =
 𝒙𝒙    𝒙𝒙  
d) e)
(1 , f1)(  𝒙𝒙  ) =  𝒙𝒙  
63. Se f (x) = |x - 1| e 63.
g (x) Se
e) (1,-
= f|x(x)
1)
+ 1|=qual
|x -a intersecção
1| e g (x)dos
= respectivos
|x + 1| qualgráficos?
a intersecção dos respectivos g
60) Sejam f (x) = x2 + 1 e g(x) = x - 1, duas funções reais. Defini- a) (0 , 0) b) (0a), 1) (0 , 0) c) (1 , 0) b) (0 , 1) d) (1 , 1) c) (1 , 0)e) (1 , - 1) d) (1 , 1)
mos a função composta (g o f) (x) = g ( f (x) ). Então (g o f) (y – 1)
é igual a: 64) Sendo

a) y2 - 2y + 1 64. Sendo - 𝒙𝒙𝟐𝟐 se x ≤ 1


64. Sendo - 𝒙𝒙𝟐𝟐 se x ≤ 1

b) (y - 1)2 + 1 f (x) = e g(x) = x + 3 então
f (x) = e g(x) =
c) y + 2y - 2
2

d) y2 - 2y + 3 x + 1 se x > 1
x + 1 se x > 1
e) y2 - 1 a) (f o g) (x) = - (x + 3)2 se x ≤ - 2
a) (f o g) (x) = - (x + 3)2 se x ≤ - 2

1  

2  

3  
x + 4 se x > - 2

1  

2  

3  
1 x + 4 se x > - 2
61) Se f (x) = 1-x
, então { f o [ f o f ] } (x) é igual b) (f o g) (x) = - x2 + 3 se x ≤ 1
a) 2x
x + b)
4 (fse ox g)
> (x)
1 = - x2 + 3 se x ≤ 1

b) 3x x + 4 se x > 1
c) (f o g) (x) = - (x + 3)2 se x ≤ 1
c) 4x
x c)
+ 4(f se
o g)x (x)
≤ 1= - (x + 3)2 se x ≤ 1
d) x
d) (f o g) (x) = - x2 + 3 se x ≤ - 2 x + 4 se x ≤ 1
e) -x
d) x (f+ o4 g)se(x)- x=> - 2 - x2 + 3 se x ≤ - 2
e) n. r. a.
x + 4 se - x > - 2
350 e) n. r. a. 351
66.
f é ffuma
66. 66. é uma
uma aplicação
é aplicação
ff é
de
de Ade
aplicação emAB;em
emB`B;  ⊂  B`  ⊂  
!    𝑩𝑩;    ⊂  
 !!    𝑩𝑩;  
f  é   fuma
é aplicação
uma aplicação sobrejeto
sobrejetora de
sobrejeto
a)a)a)
(f (fo(f og)
og)
(x)
g)(x)
(x)
= == - (x
- -(x
+(x+
3)+23)3) sesese
2 2
x x≤x≤- ≤2- -2 2 é é:uma
então a associaçãoPodemos
correta aplicação
afirmar:
66. Podemos afirmar:
uma de A
aplicação A em B;
B; B` B`  ⊂   !    𝑩𝑩;  
!    𝑩𝑩;     f
f éé uma
uma aplicação
aplicação sobrejetor
sobrejetor
x + 4 se x > 1 Podemos afirmar:
Podemos afirmar:
a), III)f é uma aplicação sobrejetora de A em B;
Podemos afirmar:

1  
1  
1  
2  
2  
2  
3  
3  
3  
a) (I , II) , (2 , I) , (3
x x+x+4+4 4 sesese
x x>x >->2- -2 2
a) f a) ff é
é, II)uma
a) é uma aplicação
aplicação
uma sobrejetora
sobrejetora
aplicação de A de
sobrejetora deemAAB;em
em B;
B;
b) (1 , III) , (3 , I) , (4 b) ff éé uma
a) uma aplicação
aplicação injetora de de
sobrejetora A emA emB`;B;
(f c)
b)b)b) o(f
(fo(f og)g)
(x) o
g)(x)
(x) g)- (x)
= == x +=
x-2 -x+
2 2
3+3se x x≤x-≤1≤(x
3sese 11 + 3)2 se x ≤ 1 c) (4 , II) , (1
b)
b), III)f , b)
(2
f
é , I)uma é uma
f informaçãoaplicação
é aplicação injetora
injetora
uma aplicação de A
de AdeemA B`;
injetora em
em B`;
B`;
c)
b) fa dada
é uma aplicação éinjetora
contraditória;
de A em f nãoB`;pode ser uma aplicação de A e
x x+x+4+4 4sesese
x x>x >1>1 1 d) (1 , I) , (3c), II) a, (4c)
c), III)a
informação
a informação
dada
informação dada
é
dada é
é contraditória;
contraditória; f não
contraditória; f
f não
pode
não pode
ser
pode ser
uma uma
uma aplicação
ser aplicação de Ade
aplicação deemA e
AB em
ee
x + 4 se x ≤ 1 e) n. r. a. c) aB`; B`;informação dada é contraditória; f não pode ser uma aplicação de A em
c)c)c)
(f (fo(f og)
og)
(x)
g)(x)
(x)
= == - (x
- -(x
+(x+
3)+23)3)sesese
2 2
x x≤x≤1≤1 1 B`; B`;
d) B`; existe x em A tal que f (x) є B e f (x) ∉ B` ;
67) Considere d) existe d) existe emxyx A
ox conjunto emR talAAdostal talnúmeros
que
f (x) єfff (x)
(x)
Breais єe Bfe(x) ae operação
f (x) ∉ B`adição.
;
d) (f o g) (x)
x x+x= x x≤-x≤x
1≤1 1+ 3 se x ≤ - 2 d) existe xy em Bque que єє= B
Byy e
∉ B` ∉
ff (x) ; B`
B` ;; para
2
+4+4 4sesese
Seja f uma e) função
d) existe
existe de emem
em
R A R.talDizemos
tal que
que (x)
ff (x)que: enão se
(x) verifica
∉ nenhum x de A
66. f é uma e) aplicação existee) existe
e) existe dey A em emyB;B em
em B
 ⊂  
que tal
B`tal!B    𝑩𝑩;  
tal que (x)
f é(x)uma=f aplicação
  f que y =
(x) =não se não se
verifica
y sobrejetora
não se deverifica
para
verifica para
para nenhum
nenhum
A em B`. nenhum x dex xA. de
de A A
d)d)d)
(f (fo(f og)
og)
(x)
g)(x)
(x)
= == - x-2 -x+2x2+
3 +3 3sesese
x x≤x≤- ≤2- -2 2
x + 4 se - x > - 2 Podemos afirmar: e) existe y em B tal que f (x) = y não se verifica para nenhum x de A
x x+x+4+4 4sesese
- x- -x>x>->2- -2 2 f é um “homomorfismo”
a) f é uma aplicação sobrejetora de A em B;
f (x + x`) = f (x) + f (x`), para
todo x e x`
b) f é uma aplicação injetora de A em B`;
real. Podemos dizer que é um homomorfismo a função de-
n. e) r.r.a.n. r. a. finida por:
e)e)e) n.
r.n.a. a.
c) a informação 67.
67. Considere
dada
Considereé contraditória; o conjunto
f não pode
o conjunto
R dos números
ser uma
Rnúmeros
dos aplicação
números
reais
de Ae em
reais
a operação
B e de A em
e a operação
adição. Seja f uma
adição.
67. 67. Considere Considere o conjunto o R dosR
conjunto reais reais
e a operação adição. Seja Seja
f uma f funçã
uma
B`;
67. R. R.
Dizemos o
Considere
Dizemos conjunto R dos números reais e a operação adição. Seja
que:
que:
dos números e a operação adição. Seja ff uma
uma
d) existeR.x Dizemos que:
f fDizemos
é(x)um =“homomorfismo”
3f (x) (função
a)
em R. A Dizemos
tal que є B e constante)
que: f (x) ∉ B` ;
Considere
65) 65.
65.
65.
Considere
Considere
Considere
asasas funções
funções
asfunções
funções
dede
de
A Aemde
AemB BBA em B
em R. que: f (x + x`) = f (x) + f (x`), para todo x e
e) existe y em
f é fdizer f B étalum
um é que“homomorfismo”
“homomorfismo” f (x)
um “homomorfismo” = y não se verifica para nenhum
(x +ff (x
ffunção x`)x +
(x +de =x`)
A. = f (x) + f (x`), para todo x e
x`)f (x)
= +f (x)f (x`),
+ fpara
(x`), todo
para xtodo
e x`x re
65. Considere as funções de A em B fdizer
b) f é(x) que
um = é um
“homomorfismo”
x + homomorfismo
3 a f definida
(x + x`) por:
= f (x) + f (x`), para todo x e
dizer dizer quef é(x) que
queum é é um
homomorfismo
um homomorfismo
homomorfismo a função a função
definida
a função definida
por: por:
definida por:
a)
dizer que= é3 um (função
homomorfismo constante) a função definida por:
1.  1.  1.   2   2  2   3.  3.  3.   4.  4.  4.  
a) f (x) a) f
=(x) (x) =
3 (função 3 (função
constante) constante)
c)b) f fff(x) == 33x (função
x
f   f   f    g    g    g   67. Considere o conjunto a)
a) (x)
R dos
(x) = números
= + 3reais constante)
3x (função e a operação adição. Seja f uma função de R em
constante)
b)
R. Dizemos que:b) f (x) = x x + 3 f b)
(x) = f (x)
x =
+ 3 + 3
1°  1°1°
    c) fff(x) (x) == = 3x
1 11 ° °° 1 11 ° °°
           
4 44 °   °  °   b)
d)c) (x) x3 x+ 3
°   °  °   1.   4   4  4   °   °  °   2   2  2   2  
2°  2°  2°   °0  °0  °0   °   °  °  3.   1   1  1  
4.   f é um c) “homomorfismo” f (x) c)
d) =fff (x)3x =
(x)
(x) =
=
3
3
3x
xx f (x + x`) = f (x) + f (x`), para todo x e x` real. Podemos
3°  3°  3°   dizer que é um homomorfismo c)
d) ff (x)
(x) =
= a3 3x
x
função definida por:
f    g   °2  °2  °2  
a) f (x) = 3 (função
d) f (x) e)d) f=ffconstante)
e) (x) 3x==
(x)
(x) =|3x| 3x
|3x|
2 22 ° °° 2 22 °   °  °    4°    4  °  4°   1 11 ° °° d)
e) ff (x)
(x) =
= 3x
|3x|
b) f (x) =e)x + f (x) 3 = |3x|= |3x|
     
°   °  °   °   °  °   1   1  1   °   °  °   1°   2  5  2  5  2  5       e)
e) ff (x)

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5   5  5   °   °  °  
1 ° 1       ° 1  1   4 °   (x) = |3x|
3 33 ° B  
°B  
° 3 33 ° °° 1   0 00 2°        °B      °  B    °  B   °0  
c) f (x) = 3x Para as questões 68, 69 e 70 considere a seguinte definição:
A   A  A  
°   B        A          A      A      B    B      B  
°        A          A      A            B        B      B  
2        A          A      A  
°   1   d) f (x) = 3x Para as Para
Para as
as questões
questões questões68, 6968, 68, e 70 69 e
e 70
70 considere
69 considere considerea seguinte a
a seguinte definição:
definição:
seguinte definição:
°   °  °   6   6  6   °   °  °  4   0   0  0   °   °  °   3   3  3  
     
3°   e) f (x) = |3x| Para as questões 68, 69 e 70 considere a seguinte definição:
°2   “Sejam f e g definidas em A e B respectivamente e cujos contradomínios
                                    Para as “Sejam questões “Sejam e68, f69 e ge 70definidasconsidere em Aseguinte
aB e B respectivamente
definição:e cujos e cujos contradomínios
68,f 69 g ffdefinidas em Aem edefinição:
respectivamente contradomínios são
     
e as denotações 2 ° 2 °    4°   1 °1   1  1   Para as questões “Sejam respectivamente
e 70 e g definidas
considere aou f
seguinte : A A Be Be respectivamente
g: B A: diz-se e cujos
que g contradomínios
é inversa de f e
                      1  1      
  1      1   1  1   1   1  1   1   1  1   1   1  1   1   1  1   “Sejam
respectivamente e g definidas ou f : em
A A Be Be respectivamente
g: B A: diz-se e cujos
que g contradomínios
é inversa de ff e
°         °    1       °   respectivamente ou f :ou A f:A B e B g: Be g: B A: diz-se que gque é inversa de f edeindic

 
5   2  
2   2  2   respectivamente єe cujos A: x,diz-se g é inversa e
°  
5   “Sejam f e g definidas e sóem se Af [e gB(x)]
respectivamente =
ou
respectivamente x,f :⋁x
A BB e contradomínios
e gg:[ fB(x)] = A: e A єque
B ⋁x