Você está na página 1de 11

Kit do Professor TOP!

Inclui:

Dossiê de Recursos do Professor:


– Português
– Matemática
– Estudo do Meio
Uau! – Expressões Artísticas
e Físico-Motoras (inclui Provas
de Aferição-Modelo)
– Atividades de apoio para alunos
com NEE
– Apoio ao Estudo
e Oferta Complementar
– Avaliação
– Soluções (fichas resolvidas)

14 cartazes para Português,


Matemática e Estudo do Meio

3 cartazes para gestão de sala


de aula: horário, comportamento
e tarefas

Tábua da multiplicação gigante

Criador de histórias

44 flashcards com imagens reais


para Estudo do Meio

Relógio

Jogo da tabuada

Mural TOP!

Janela das estações

Régua do crescimento

Calendário TOP! 2017-2018

15

TOP2FLH_20164492_F01_2P.indd 15 30/03/17 15:45


Kit do Professor TOP!

Janela das Estações


com um cenário
para cada estação do ano
(100 × 80 cm)

Calendário TOP! + 36 autocolantes


(89 × 116 cm)

16

TOP2FLH_20164492_F01_2P.indd 16 30/03/17 15:45


Kit do Professor TOP!

3 cartazes para Português


(50 × 70 cm)

O ponto
de partida para
belas histórias!

Criador de histórias + 20 cartões


(88 × 56 cm)

17

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 17 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

8 cartazes de Matemática
(50 × 70 cm)

Tábua da multiplicação gigante


(89 × 116 cm)

18

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 18 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

Relógio
(29 × 29 cm) 2 faces

Jogo da tabuada
Jogo da
tabuad
Este jogo (2 a 4 a
é compos jogado
Joga-s to por res)
e como 36 peç
um dom as e per
inó e gan mite pra
ha que ticar a
m acabar tabuad
primeiro a.

36 peças destacáveis
as peç
as.

8
16
21

5 × 10
=
9=

20 6 × 10
=

36
24
=
6


×
5

7=

4 2×8=

10

20
6=

5×8=
=
9

45
×
3

40
12
2×5=
=

res)
5

jogado
a (2 a 4
×

Exemplar

da tabuad
do Profe
3

ssor Amos
tra não
Jog orcializ
come
Oo ável

5 6010
23 8
476
1 0
5×5=
84762 .10 24

TOP2J
TOP2JM_2 M – Jogo
da tabuad
01646 a © Porto
41_Jogo.ind Editora
d 1

6
Este jogo
faz part
e integ
rante do
Kit do Prof
essor TOP

42 ! – 2.º ano.

50 24/02/17
17:07

6×7=
3
4=

×
4
=

16
9
100
9=

6
×
8
=
2
×
3
=

54
48
3=

40
=


10×
10
6
×
9
=

32
35
14
2
×
10
4

=
×
5
=

=
4 × 10 TOP! – 2.º
ano.
Professor
do Kit do
integrante
faz parte
Este jogo 17:07
24/02/17

84762
Editora
© Porto
da tabuada
– Jogo
TOP2JM

indd 3
64641_Jogo.
TOP2JM_201

19

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 19 30/03/17 17:32


Kit do Professor TOP!

3 cartazes de Estudo do Meio


(50 × 70 cm)

44 flashcards para Estudo do Meio


(A5)

20

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 20 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

21

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 21 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

Cartazes para gestão de sala de aula + autocolantes


(A3)

xpor
Para e
alhos
os trab a!
m
da tur

Mural
(100 × 20 cm)

22

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 22 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

Régua do crescimento
(40 × 200)

23

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 23 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

Inclui:
"Saber dar o lugar",
10 pág. 100 do manual de Português - -

1. Observa a imagem. Assinala com X a peça que completa o puzzle.

"Vamos adivinhar?",
9 pág. 88 do manual de Português - -

1. Pinta os balões com as letras que formam a palavra palhaço.

U
A "Cantiga da bruxa",
H Ç 3 pág. 38 do manual de Português - -

I 1. Observa a imagem da bruxa. Assinala com X a sombra que lhe corresponde.


L
B
A

O D

E P
F U

2. Pinta da mesma cor as janelas do autocarro que apresentam o mesmo resultado.

ATIV-APOIO-ALUN-NEE © Porto Editora


2. Pinta as imagens cujos nomes têm o som “C”, como CARNAVAL.
2. Pinta, no caldeirão, as letras que formam a palavra “bruxa”.

19

ATIV-APOIO-ALUN-NEE © Porto Editora


TOP2RP_20163622_ATIVAPOIO_F02_3P_Cimg.indd 19 29/03/17 17:55

17

b a o

ATIV-APOIO-ALUN-NEE © Porto Editora


TOP2RP_20163622_ATIVAPOIO_F02_3P_Cimg.indd 17 29/03/17 17:55

e ud r n
x
5

TOP2RP_20163622_ATIVAPOIO_F01_3P_Cimg.indd 5 29/03/17 17:55

Atividades de apoio para alunos


com NEE

Velocidade de leitura
Iniciação à Educação Literária / Oralidade: Ficha 4 Iniciação à Educação Literária / Oralidade: Ficha 5
Nome: Data: – – – –
Fichas de leitura e escrita Ficha 2
Nome: Data:

7.1. – Ler pelo menos 50 de 60 pseudopalavras monossilábicas, dissilábicas e trissilábicas


Fichas de leitura e escrita Ficha 3
A revolução das letras, de Manuel António Pina O Elefante Cor-de-Rosa, de Luísa Dacosta
(em 4 sessões de 15 pseudopalavras cada).
TOP2RP © Porto Editora

7.2. – Ler corretamente, por minuto, no mínimo, 25 pseudopalavras.


Metas Curriculares de Português do Ensino Básico
5. Recorda a regra de escrita da letra s.
1. O texto que acabaste de ouvir refere que as letras tiveram ajudas dos seus amigos 1. O texto que acabaste de ouvir refere que os elefantezinhos não beberam
Existe o s forte (como em sapo, penso e posso) e o s fraco (como em asa). A cantiga da bruxa
Sou rápido a ler! Quando é fraco, escreve-se apenas um. Não há nada que saber!
1. Lê, até não cometeres erros, as sílabas da tabela, seguindo as indicações.
Lê, corretamente, as pseudopalavras que se seguem. Quando é forte, pode ocorrer:
• no início da palavra, e escreve-se um só s; 1.ª vez 2.ª vez 3.ª vez 4.ª vez 5.ª vez
De cima para baixo, Da esquerda para a Da direita para a De baixo para cima, De cima para baixo,
• no meio de palavra:: – entre uma consoante e uma vogal, só se escreve começando na direita, começando esquerda, começando começando na começando na
Sessão 1 Sessão 2 Sessão 3 Sessão 4 Sessão 5 Sessão 6 um s; coluna da esquerda. na linha de cima. na linha de cima. coluna da direita. coluna da esquerda.
– entre duas vogais, escreve-se ss.
soi cir ros chus blas quiz A lápis. B números. C livros. A as luas. B o arco-íris. C as estrelas.
Pseudopalavras
monossilábicas

mel cim fuz chol dlir rul lha que des cal ho
fir grol les chel pluz drol 2. As queixas das letras começaram a aparecer 2. Os elefantezinhos esqueceram 5.1. Repara no esquema e explica-o oralmente. nhas an sus gir tre
col trir jos chuz clor fleu fei nhas cres mons sus
jer griu xus chir fler pleu s fraco (asa) 1 sa gen bru ful pa

gefos dogre Início de palavra 1 2. Lê as palavras seguintes cinco vezes. Depois, tenta lê-las em 19 segundos. Se não
alfor cumpai vari solhal
Pseudopalavras dissilábicas

guinhas futrer conseguires, o que conta é teres dado o teu melhor!


gitoz gutral s forte Entre 1 consoante 1.ª vez 2.ª vez 3.ª vez 4.ª vez 5.ª vez
lerpois romber jurrau chiner 1
susgue flemaz A na televisão. B nas revistas. A as danças. B os risos. C as corridas. (sapo, penso, posso) e 1 vogal De cima para baixo, Da esquerda para a Da direita para a De baixo para cima, De cima para baixo,
começando na direita, começando esquerda, começando começando na começando na
clabir grovis coluna da esquerda. na linha de cima. na linha de cima. coluna da direita. coluna da esquerda.
gessil cegra dosu dunhas
boplar tlatra 3. Indica a imagem que ilustra como se encontrava a floresta. Entre 2 vogais 2
sotlus bosar gargalhadas asquerosa desvairados caldinho horrorosa
purjor joço gorças anhoz
blumer merris unhas arrepiante sustos fingir estremecer
5.2. Completa o quadro, assinalando com X no espaço correto. Observa o exemplo.
ciplim lerjam feia aranhas encrespados monstra assustadora
benjal creci dimaz jilhes
flestra porçam FORTE sapinhos gente bruxa fulminantes pavorosa
Fraco Início de Entre uma consoante Entre duas
flemirgue flonige C nos jornais. D na rádio.
painirba fompino aromus colhifas palavra e uma vogal vogais 3. Tenta ler o texto que se encontra na página 38 do manual em 51 segundos.
Pseudopalavras trissilábicas

pletisfa cirrenal A B C sempre X


3. As consoantes 3.1. Sublinha em cada parte do texto aquilo que completa a afirmação que é feita.
gevasbla vrinauta
gassetas pembunas corrijar vernocha passavam Repara no exemplo.
goclinas cifreda 4. Os elefantezinhos precisavam de
coisas5 Sei que sou muito horrorosa,
gidlunas lunafe feia, monstra e asquerosa,
sinorma cebrenas coteso bolheda pensou A bruxa mete medo a toda a gente,
tlobarge coserra pavorosa e repelente, porque…
surpreendida com meus olhos desvairados,
guefibla vreinorta
dentofi friçata pasfrena nirgocha
hojoble vrefrice meto medo a toda a gente.
TOP2RP © Porto Editora

glemirgui guetina
6. Podes voltar a ler as palavras do quadro 1.
A fugiram dos livros. B expulsaram as C organizaram-se Quem beber o meu caldinho,
jervinal trodipal desimaz sazercha
TOP2RP © Porto Editora

aclodaz clefritras vogais dos livros. num secretariado. com aranhas e sapinhos,
A fugir do planeta B limpar o planeta C esperar que o
TOP2RP © Porto Editora

fica mesmo para morrer.


3 deles. deles. planeta ficasse bom. 5
Nesta palavra, o s encontra-se entre um ditongo e uma vogal. Contudo, para a aplicação da regra, importa mencionar as Quem beber o caldinho da bruxa…
Mostro as unhas afiadas,
TOP2RP © Porto Editora

letras, isoladamente, que se encontram a rodear o s.. Não será, por isso, necessário proceder a esta explicação, pois
28 29 apenas irá confundir e complicar a memorização da regra. solto as minhas gargalhadas,
TOP2RP_20163622_PORT_P001_032_3P_Cimg.indd 3 29/03/17 09:55
13 faço tudo estremecer.
TOP2RP_20163622_PORT_P001_032_3P_Cimg.indd 28 29/03/17 09:55 TOP2RP_20163622_PORT_P001_032_3P_Cimg.indd 29 29/03/17 09:55
15
TOP2RP_20163622_PORT_P001_032_3P_Cimg.indd 13 29/03/17 09:55

Fichas de trabalho para Português


TOP2RP_20163622_PORT_P001_032_3P_Cimg.indd 15 29/03/17 09:55

Jogos de cálculo mental Subtração – estratégias de cálculo Ampliação de conhecimentos Unidade 2 Ampliação de conhecimentos Unidade 2
Nome: Data: – – Nome: Data: – –

1. Em cada quadriculado, pinta quatro quadrados com quatro números cujo total 1. Observa os exemplos. Completa os cálculos.
As malvadas bactérias cariogénicas Seres vivos que evitam a luz – uma experiência
TOP2RP © Porto Editora

TOP2RP © Porto Editora

da soma é igual a 33. Existem mais de trezentas soluções! Observa os exemplos.


149 – 25 = ? 178 – 46 = 235 – 125 = Quando o dentista observa a nossa boca, peocupa-se em verificar As minhocas procuram a luz?
1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 se temos cáries dentárias. Mas o que são as cáries dentárias e por
149 + 1 – 25 – 1 = 178 + 2 – 46 – 2 = 235 + 5 – 125 – 5 = 1. Lê o diálogo seguinte e comenta as afirmações.
11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 que razão elas são motivo de preocupação para quem quer ter um
150 – 25 – 1 = – 46 – 2 = – 125 – 5 = Eu acho que as Eu só encontro minhocas
corpo saudável? minhocas preferem debaixo da terra húmida
8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 125 – 1 = 124 –2= – = e lá não há luz.
Quando comemos, os dentes ficam cheios de restos de comida, de a luz, porque
é quentinha.
13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 149 – 25 = 124 178 – 46 = 235 – 125 = açúcar dos doces, das pastilhas, dos refrigerantes…
1 + 14 + 14 + 4 = 33 1 + 14 + 11 + 7 = 33 14 + 7 + 10 + 2 = 33 1 + 4 + 13 +15 = 33 Acontece que existe uma bactéria que adora viver desses restos
156 – 29 = ? 364 – 55 = 284 – 247 = todos; então, ela aparece na nossa boca, instala-se e começa a ali-
1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 mentar-se deles. Quando isso acontece, começam a aparecer nos Material
156 – 30 + 1 = 364 – 60 + 5 = 284 – 250 + 3 = Caixa de cartão com tampa; tesoura; esguicho com água; 4 minhocas vivas
11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 nossos dentes manchas negras e pequenos buracos escuros que dão
126 + 1 = 127 ____ + 5 = ____ ____ + 3 = ____ pelo nome de cáries. As bactérias que lhes dão origem chamam-se
8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5
156 – 29 = 127 364 – 55 = 284 – 247 = bactérias cariogénicas.
13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 Fig. 1 Fig. 2
Fig. 4

As cáries podem provocar muitas dores, Fig. 3


Fig. 5

2. Observa o exemplo. Completa os cálculos. Como fazer?


além de tirarem a beleza ao nosso sorriso…
1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 1. Corta um terço da tampa da caixa (Fig. 1). No segundo terço, recorta dois
96 – 39 = ? 82 – 46 = ? 126 – 47 = ? 305 – 179 = ? orifícios na extremidade e dobra-a para baixo (Fig. 2).
11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 https://www.omd.pt/publico/carie-dentisteria (texto adaptado)
+1 +1 +4 +4 –6 –6 –5 –5 2. Humedece o fundo da caixa com água (Fig. 3).
8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 3. Coloca duas minhocas em cada espaço criado na caixa (Fig. 4).
97 – 40 = 57 – = – = – = 1. Estabelece um plano de ação diário que impeça que a tua boca sirva de 4. Coloca a tampa na caixa (Fig. 5).
13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15
morada às “malvadas bactérias cariogénicas”. O que vais fazer? 5. Observa o comportamento das minhocas durante 15 minutos.
96 – 39 = 57 82 – 46 = 126 – 47 = 305 – 179 =
Medidas que vou tomar
1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 2. Responde à questão seguinte antes de realizares a experiência.
3. Observa o exemplo. Completa os cálculos.
O que achas que irão fazer as minhocas?
11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 96 – 39 = ? 124 – 48 = ? 452 – 186 = ?
8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5
39 + 1 = 40 48 + = 50 186 + = 190
13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 3. Responde às questões seguintes depois de realizares a experiência.
40 + 50 = 90 50 + = 100 190 + = 200
Quantas minhocas ficaram no lado iluminado?

90 + 6 = 96 100 + = 124 200 + = 400 Quantas minhocas ficaram no lado escuro?


1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4 1 14 14 4
11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 11 7 6 9 1 + 50 + 6 = 57 + + = 400 + = 452 4. Dialoga com o teu professor e com os teus colegas sobre o comportamento
das minhocas.
8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5 8 10 10 5
TOP2RP © Porto Editora

TOP2RP © Porto Editora

96 – 39 = 57 124 – 48 = + + + = 266 Conclusão


13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 13 2 3 15 5. Completa a afirmação.
452 – 186 =
As minhocas preferem os ambientes .
13 9 8 14

TOP2RP_20163622_MAT_F01_3PCimg.indd 13 29/03/17 10:59 TOP2RP_20163622_MAT_F01_3PCimg.indd 9 29/03/17 10:59 TOP2RP_20163622_ESTMEIO_F01_4P_Cimg.indd 8 29/03/17 17:39 TOP2RP_20163622_ESTMEIO_F01_4P_Cimg.indd 14 29/03/17 17:39

Fichas de trabalho para Matemática e Estudo do Meio

24

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 24 30/03/17 15:47


Kit do Professor TOP!

6 Apoio ao Estudo: Português - - 10 Apoio ao Estudo: Português - - 6 Apoio ao Estudo: Matemática - - 17 Apoio ao Estudo: Matemática - -

1. Descobre a adivinha, utilizando o código, e escreve-a. Em seguida, tenta descobrir 1. Assinala com X a resposta correta. 1. Desenha as figuras que faltam para completares o SUDOKU. 1. O João foi ao cinema com os padrinhos. Na escola, desafiou os colegas a
a solução. calcularem o número total de lugares da sala.
Lê o que disse o João e completa o desenho. Cada representa um lugar.
O que é um pirata? O que é um mágico? O que é um cabeça no ar?

TOP2RP-AE © Porto Editora


A B C D E F G H I J K L M A sala estava dividida em três partes.

TOP2RP-AE © Porto Editora


Um marinheiro. Alguém que Alguém A parte central tinha 8 filas com 10 cadeiras
faz magia. brincalhão. cada uma. Uma das partes laterais tinha
Um ladrão dos

TOP2RP-AE © Porto Editora


N O P Q R S T U V W X Y Z 6 filas de 3 cadeiras e a outra parte tinha
mares. Alguém festivo. Alguém desatento.
6 filas de 5 cadeiras.
Um traidor. Alguém feliz. Alguém triste.
Um viajante. Alguém rico. Alguém esperto.

2. Inventa nomes para estes “novos animais”, juntando algumas sílabas dos nomes
dos animais que lhes deram origem.
ECRÃ

1.1. Escreve nas etiquetas a multiplicação correspondente ao número de lugares


de cada uma das partes.

Parte lateral Parte central Parte lateral

TOP2RP-AE © Porto Editora


1.2. Calcula o total de cadeiras da sala.
Solução:
R.:
6 10 30 41

TOP2RP_20163622_AE_P001_024_3P_CImg.indd 6 29/03/17 13:50 TOP2RP_20163622_AE_P001_024_3P_CImg.indd 10 29/03/17 13:50 TOP2RP_20163622_AE_P025_048_3P_CImg.indd 30 29/03/17 13:50 TOP2RP_20163622_AE_P025_048_3P_CImg.indd 41 29/03/17 13:50

Oferta complementar: Oferta complementar: Oferta complementar: Oferta complementar:


5 Educação para a Saúde - - 14 Educação Financeira - - 19 Educação Ambiental - - 23 Educação Tecnológica - -

1. Liga corretamente. 1. Devemos saber gerir bem o nosso dinheiro. Completa o texto com algumas A poluição do ar é um dos principais problemas para a saúde e para o planeta. 1. Assinala com X as utilizações que fazes da Internet.
palavras do quadro. É responsável por doenças respiratórias e pela degradação da camada de ozono
que nos protege dos raios solares. Consultar informação Ver vídeos
Espermatozoide • •

TOP2RP-AE © Porto Editora


necessário banco dinheiro gastar poupar ganhar A qualidade do ar é melhor nas aldeias ou zonas florestais e pior nas grandes
nosso vosso atividades contas desejos cidades, devido ao trânsito, à indústria, à maior concentração de pessoas… Redes sociais Estudar

1. Observa as imagens que representam formas de poluição do ar. Liga-as à legenda Correio electrónico (email)
Óvulo • • Saber gerir bem o nosso significa não mais do
correspondente.
que aquilo que temos. Sempre que possível, devemos algum Conversar com amigos e familiares
do dinheiro. Se soubermos fazer bem as ,e
Jogar Outra(s) Qual / Quais?
2. Completa as frases. tomarmos as decisões mais corretas, conseguiremos poupar.
nove
Na gravidez, o Para isso, não deves ceder muitas vezes aos teus e só deves
bebé
comprar aquilo que é . 2. Vamos procurar informação na Internet.
desenvolve-se durante meses mãe
ventre
no da .
Há despesas que são previsíveis, na maioria das famílias;
são gastos que sabemos que vamos ter. Outras despesas
3. Risca as imagens que representam perigo para a grávida. são imprevisíveis, pois não estamos a contar com elas.

1. Utiliza um computador disponível 2. Abre um motor de busca.


2. Risca o que está incorreto de forma a obteres frases corretas. na escola, ligado à Internet. Existem vários: Google Chrome,
Internet Explorer, Mozilla Firefox…
É importante poupar algum dinheiro para as despesas previsíveis /
imprevisíveis. Quando fazemos contas para saber quanto vamos gastar
ao longo do mês, contamos com as despesas previsíveis / imprevisíveis. Fumo e gases libertados Fumo e gases tóxicos
por automóveis Utilização de aerossóis. libertados por algumas
2.1. Da seguinte lista de acontecimentos, assinala com X as situações que se e outros veículos. fábricas.
referem a despesas previsíveis ou imprevisíveis.

2. Assinala as frases com V (verdadeiro) ou F (falso).


Situação Previsível Imprevisível
Pagar a renda da casa. A poluição do ar provoca doenças respiratórias.
3. Escreve um dos seguintes 4. No campo de pesquisa, escreve
Avaria no computador da mãe. Quando faço viagens curtas, devo preferir a bicicleta ou ir a pé. endereços para pesquisares: uma palavra ou frase sobre um
www.google.com tema que queiras pesquisar e clica
Presente de aniversário da prima. Devo preferir os aerossóis a outros tipos de produtos.

TOP2RP-AE © Porto Editora


www.yahoo.com na lupa ou na tecla enter.
Queda do telemóvel e substituição do ecrã. As fábricas devem tratar os gases e fumos antes de os libertarem. www.bing.com Experimenta, por exemplo, o nome
TOP2RP-AE © Porto Editora

TOP2RP-AE © Porto Editora

de um animal de que gostes.


Ida ao dentista por causa de uma dor de dentes. Os veículos movidos a gasolina e a gasóleo poluem o ar.
Comprar alimentos. Nas grandes cidades, o ar é menos poluído.
53 62 67 71

TOP2RP_20163622_AE_P049_072_3P_CImg.indd 53 29/03/17 13:50 TOP2RP_20163622_AE_P049_072_3P_CImg.indd 62 29/03/17 13:50 TOP2RP_20163622_AE_P049_072_3P_CImg.indd 67 29/03/17 13:50 TOP2RP_20163622_AE_P049_072_3P_CImg.indd 71 29/03/17 13:50

Fichas de trabalho para Apoio ao Estudo e Oferta Complementar

Avaliação diagnóstica Avaliação intermédia 2 Avaliação trimestarl 2


Português

Português

Português

Nome Data
- - Nome Data
- - Nome Data
- -

Classificação Professor Enc. de educação Classificação Professor Enc. de educação Classificação Professor Enc. de educação

I I I

1. Ouve o poema. 1. Lê o texto. 1. Lê o poema.


AVALIAÇÃO
O Hamster DIAGNÓSTICA AVALIAÇÃO
Um sorriso que não queria INTERMÉDIA
dormir 2 AVALIAÇÃO
Luisinho TRIMESTRAL
e as andorinhas 2
Tenho um hamster muito fino À hora da refeição No Circo Chinfrim viveu um palhaço que se chamava Atchim. Era um palhaço O menino – Bom dia, amigo melro,
Metido numa gaiola. Caiu na sopa, que inferno! muito alegre que tinha um sorriso muito, mas mesmo muito bonito, um sorriso sentia o pequenino coração queres emprestar-me
Levei-o um dia destes Fui guardá-lo na mochila: lindo que sorria e fazia com que todos sorrissem ao vê-lo. estremecer. o teu flautim?
Comigo para a escola. Roeu-me logo o caderno. Ora, certa noite, foi o palhaço para a cama, depois de um dia cheio de E seus olhos deslumbrados1 Vagarosamente,
trabalho, e disse ao sorriso: viam os passarinhos corninhos ao sol,
Aprendeu o ABC Tenho um hamster muito fino – Agora, juízo. Toca a dormir. pousar-lhe nos ombros Zé Caracol
Decorou a tabuada, Metido numa gaiola Mas, veja-se bem, o sorriso não estava com vontade nenhuma de dormir e e na palma da mão. subia sobe que sobe,
Pintou numa folha branca Mas nunca mais vou levá-lo não parou de sorrir e recusou-se a dormir. E fez mais, o malandro do sorriso: – Olá, amiguinhos, a casa às costas,
Uma flor toda encarnada. Comigo para a escola. saltou para cima da almofada do palhaço e deixou-se ficar, todo contente, a que brincadeira é essa? pelo tronco
sorrir. É a primavera dum velho choupo4,
Luísa Ducla Soares, O Canto dos Bichos, Civilização Editora, 2008
– Toca a dormir! que chegou, Luisinho! corninhos ao sol,
– Não! Bico amarelo, sobe que sobe.
2. Assinala com X o nome do animal de que fala o poema. – Toca a dormir! – repetia o palhaço, sem achar piada nenhuma ao malandro negro, luzidio, – Olá, caracol!
do seu sorriso que não parava de sorrir. o fato catita – Olá, Luisinho!
hiena hamster hipopótamo – Amanhã – ameaçou o palhaço – não vais comigo para a arena do circo. brunido2 a preceito3, Felizes,
Troco-te por outro sorriso, se não paras já de sorrir. o malandro do melro, no azul do céu,
3. Onde vive o animal? Mas o sorriso não queria saber de ameaças […]. ah como ele assobiava! chilreavam as andorinhas.
Alexandre Honrado, 100 Histórias do meu crescer, 2.ª ed, ASA, 2004 (texto com supressões) Papiniano Carlos, Luisinho e as andorinhas,
O a‰n@i‰m@a€l@ ∆£i€vÆe@ . Campo das Letras, 2001

2. Indica o nome: Vocabulário: 1 – maravilhados, encantados; 2 – alisado, polido; 3 – com rigor, com
4. Para onde é que o dono do hamster o levou? 2.1. do circo: 2.2. do palhaço: cuidado; 4 – árvore de grande porte.

O d@o£n@o£ d@o£ a‰n@i‰m@a€l@ fllæe€v£o£u@-o£ . 3. Completa a afirmação. 2. Assinala com X a afirmação que completa a frase.

5. Assinala com X as afirmações que completam a frase. O €p@a€l€h@a@ç@o£ æe€r@a@ µ@u@i€t@o£ æe@ flt@i‰n€h@a@ @u‰m@ . O Luisinho sentia…

Na escola, o hamster... o seu enorme coração estremecer.


4. O que fazia o sorriso a quem o via?
aprendeu o alfabeto. leu uma história. o seu coração pequenino estremecer.
TOP2RP_AVAL © Porto Editora

TOP2RP_AVAL © Porto Editora

TOP2RP_AVAL © Porto Editora

fez uma pintura. decorou a tabuada. o seu coração pequenino a palpitar.

Nome: Data: Nome: Data: Nome: Data:


5 59 77
Professor(a): Enc. de educ.: Professor(a): Enc. de educ.: Professor(a): Enc. de educ.:
TOP2RP_AVAL © Porto Editora

TOP2RP_AVAL © Porto Editora

TOP2RP_AVAL © Porto Editora

PORTUGUÊS MATEMÁTICA ESTUDO DO MEIO EXPRESSÃO PORTUGUÊS MATEMÁTICA ESTUDO DO MEIO EXPRESSÃO PORTUGUÊS MATEMÁTICA ESTUDO DO MEIO EXPRESSÃO
PLÁSTICA PLÁSTICA PLÁSTICA

3 57 75

7 Fichas de avaliação para cada área


curricular e respetivas cotações e soluções

E ainda:
■ Recursos para as Expressões
Artísticas e Físico-Motoras
(inclui Provas de Aferição-Modelo)

■ Soluções
(fichas resolvidas)

25

TOP2FLH_20164492_F02_2P.indd 25 30/03/17 17:32