Você está na página 1de 28

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ

o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

 NÍVEL SUPERIOR Informações sobre Jongo em Pinheiral. Disponível em


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES http://iberculturaviva.org/portfolio/jongo-de-
BIBLIOGRÁFICAS PARA AS PROVAS OBJETIVAS pinheiral-uma-tradicao-passada-de-geracao-em-
geracao/ e
Português para todos os cargos de Nível Superior http://www.palmares.gov.br/archives/30116

1. Organização textual: interpretação dos sentidos Legislação do SUS para os cargos de Assistente
construídos nos textos verbais e não verbais; Social, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta,
características de textos descritivos, narrativos e Fonoaudiólogo, Médico Plantonista Socorrista –
dissertativos; discursos direto e indireto; elementos de Maternidade (Obstetra), Médico Plantonista
coesão e coerência. 2. Aspectos semânticos e Socorrista - Pronto-Socorro (Clínico Geral), Médico
estilísticos: sentido e emprego dos vocábulos; tempos, Plantonista Socorrista - Pronto-Socorro (Pediatra),
modos e aspectos do verbo; uso dos pronomes; Médico Visitador Pediátrico, Médico Cardiologista,
metáfora, metonímia, antítese, eufemismo, ironia. Médico Dermatologista, Médico Endocrinologista,
3. Aspectos morfológicos: reconhecimento, emprego e Médico Gastroenterologista, Médico Ginecologista,
sentido das classes gram aticais em textos; processos Médico Mastologista, Médico Neurologista, Médico
de formação de palavras; mecanismos de flexão dos Neuropediatra, Médico Ortopedista, Médico
nomes e dos verbos. 4. Processos de constituição dos Otorrinolaringologista, Médico Pneumologista,
enunciados: coordenação, subordinação; Médico Clínico Geral, Médico Proctologista, Médico
concordâncias verbal e nominal; regências verbal e Pediatra, Médico Psiquiatra, Médico Urologista,
nominal; colocação e ordem de palavras na frase. Nutricionista, Odontólogo e Psicólogo.
5. Sistema gráfico: ortografia; regras de acentuação;
uso dos sinais de pontuação. A Saúde Pública no Brasil. Sistema Único de Saúde
(SUS). Redes de Atenção à Saúde. Modelos de
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Atenção à Saúde. Atenção Primária à Saúde.
Protocolos do SUS. Gestão do SUS: diretrizes para a
AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da gestão do SUS; Descentralização; Regionalização;
língua portuguesa. São Paulo: Publifolha. Financiamento; Regulação; Participação Popular;
CUNHA, Celso; CINTRA, Luís Felipe Lindley. Nova Responsabilidade sanitária das instâncias gestoras do
gramática do português contemporâneo. Rio de SUS; Planejamento e Programação; Regulação,
Janeiro: Nova Fronteira. Controle, Avaliação e Auditoria. Política Nacional da
FIORIN, José Luiz; SAVIOLI, Francisco Platão. Para Atenção Básica. Vigilância em Saúde. Políticas e
entender o texto: leitura e redação. São Paulo: Sistemas de Saúde no Brasil: retrospectiva histórica;
Ática. reforma sanitária. Promoção à saúde. Controle social:
conselhos e conferências municipais de saúde.
Conhecimentos Gerais sobre Pinheiral para todos Estratégia de Saúde da Família. Determinantes
os cargos de Nível Superior Sociais em Saúde.

1. Conhecim entos gerais sobre o Município: 1.1. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS


Origem e História, aspectos físicos geográficos,
população, localização, limites municipais, distritos, BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de
aspectos socioeconômicos e urbanísticos. 1.2. Saúde. A Atenção Primária e as Redes de
Evolução política e administrativa, poderes e símbolos Atenção à Saúde – Brasília: CONASS, 2015.
municipais. 1.3. Serviços públicos no Município e seus Disponível
programas, ações, equipamentos e instalações. 1.4. em: http://www.conass.org.br/biblioteca
Rede escolar do Município. 1.5. Diversidade e BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de
manifestações culturais. 1.6. Atrações turísticas e Saúde. A Gestão Administrativa e Financeira
culturais, datas comemorativas, marcos históricos, no SUS – Brasília: CONASS, 2011. Disponível
personalidades e destaques do Município. 2. em: http://www.conass.org.br/biblioteca
Organização administrativa da Prefeitura Municipal de BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de
Pinheiral, segundo a Lei nº LEI Nº 968, de 17 de abril Saúde. Vigilância em Saúde. – Brasília:
de 2017: 2.1. Princípios, planejamento municipal. 2.2. CONASS, 2011. Disponível
Órgãos que integram a estrutura administrativa: em: http://www.conass.org.br/biblioteca
classificação, principais competências e unidades BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de
internas. 2.3. Conceitos básicos sobre cargos em Saúde. A Gestão do SUS – Brasília: CONASS,
comissão e funções gratificadas. 2015. Disponível
em: http://www.conass.org.br/biblioteca
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de
Saúde. Sistema Único de Saúde – Brasília:
LEI nº 968, de 17 de abril de 2017 - Dispõe sobre a CONASS, 2011. Disponível
estrutura da Administração Pública Municipal, e em: http://www.conass.org.br/biblioteca
determina outras providências. BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de
IBGE. Informações sobre o Município. Disponível em Saúde. Atenção Primária e Promoção da
https://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=& Saúde – Brasília: CONASS, 2011. Disponível
codmun=330395&search=rio-de- em: http://www.conass.org.br/biblioteca
janeiro|pinheiral|infograficos:-historico BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção À
“Pinheiral - A história que o povo conta”. Prefeitura Saúde. Departamento de Atenção
Municipal de Pinheiral, Rede Municipal de Básica. Política Nacional de Atenção Básica.
Ensino. 2012. Disponível no sítio do IBAM. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à
Informações sobre atrações turísticas e patrimônio Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 4.
histórico e cultural do Município. Disponível em ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2007.
http://www.pinheiral.rj.gov.br/a-cidade/atracoes- Disponível
turisticas em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/p
olitica_nacional_atencao_basica_4ed.pd
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à BRASIL. Lei nº 5.172, de 25/10/66 (Código Tributário
Saúde. e-SUS Atenção Básica: Manual PEC Nacional) e legislação complementar.
2.1 - versão preliminar [recurso eletrônico] CASTRO, José Nilo de. Direito municipal positivo.
Acesso Belo Horizonte: Del Rey.
em: http://dab.saude.gov.br/portaldab/esus.php COELHO, Sacha Calmon Navarro. Comentários à
BRASIL, Lei nº 8.142, de 28/12/1990 – Dispõe sobre Constituição de 1988 - sistema tributário. Rio de
a participação da comunidade na gestão do Janeiro: Forense.
Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito
transferências intergovernam entais de recursos administrativo. São Paulo: Atlas.
financeiros na área da saúde e dá outras FERRARI, Regina Maria Macedo Nery. Controle da
providências. constitucionalidade das leis municipais. São
BRASIL, Lei nº 8.080, de 19/09/1990 – Dispõe sobre Paulo: Ed. RT.
as condições para a promoção, proteção e ICHIHARA, Yoshiaki. Imunidades tributárias. São
recuperação da saúde, a organização e o Paulo: Atlas.
funcionamento dos serviços correspondentes e JUSTEN FILHO, Marçal. Com entários à lei de
dá outras providências. licitações e contratos administrativos. São Paulo:
BRASIL, Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Dialética.
Legislação Estruturante do SUS. Brasília: MEIRELLES, Hely Lopes. Direito municipal brasileiro.
CONASS, 2011 São Paulo: Malheiros Ed.
FINKELMAN, Jacobo (Org.). Caminhos da saúde MORAES, Alexandre de. Direito constitucional. São
pública no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Paulo: Atlas.
FIOCRUZ, 2002. OLIVEIRA, Fernando Andrade. Limitações
Disponível administrativas à propriedade privada imobiliária.
em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/270 Rio de Janeiro: Forense.
5/1/Finkelman_Jacobo(Org.).pdf OLIVEIRA, Régis Fernandes de. Taxas de polícia. São
MENDES, Eugênio Vilaça. As redes de atenção à Paulo: Ed. RT.
saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da PEREIRA JÚNIOR, Jessé Torres. Com entários à lei
Saúde, 2011. das licitações e contratações da administração
Nogueira, Roberto Passos (Org.). Determinação pública. Rio de Janeiro: Renovar.
Social da Saúde e Reforma Sanitária – Rio de PINASSI, Ayrton. Direito municipalista constitucional.
Janeiro: Cebes, 2010. Campinas (SP): Ed. Conan.
Disponível em: http://cebes.org.br/site/wp- PINHEIRAL. Código Tributário Municipal. Lei nº
content/uploads/2011/01/Determinacao.pdf 729/2013, com atualizações.
_____________. Estatuto dos Servidores. Lei nº
Legislação Municipal para os cargos de Advogado, 187/2002, com atualizações.
Bibliotecário, Contador e Engenheiro Civil. _____________. Lei de Estrutura da Administração
Pública Municipal. Lei nº 968/2017, com
Competências e autonomia municipal. Princípios. Os atualizações.
Poderes municipais. Legislativo e Executivo. As ______________. Lei Orgânica do Município, de 15
atribuições da Câmara Municipal. Composição, de novembro de 1997, com atualizações.
estrutura e funcionamento. Processo e técnica RIGOLIN, Ivan Barbosa. O servidor público nas
legislativa. O Poder Executivo e suas atribuições. A reformas constitucionais. São Paulo: Fórum.
organização da Prefeitura. Órgãos da sua estrutura. ROSA JR., Luiz Emygdio F. da. Manual de direito
Políticas municipais. Política urbana. Política do meio financeiro e de direito tributário. Rio de Janeiro:
ambiente. Política de saúde. Política cultural e Renovar.
educacional. Política de assistência social. Política SILVA, José Afonso da. Curso de direito constitucional
econômica. Servidores públicos. Regime jurídico. positivo. São Paulo: Malheiros Ed.
Direitos e deveres. Provimento dos cargos públicos. SOUTO, Marcos Juruena Villela. Desestatização,
Posse e exercício. Processo disciplinar. O Sistema privatização, concessões e terceirizações. Rio de
Tributário Municipal. Normas gerais. Administração Janeiro: Lumen Juris.
tributária municipal. A prestação de serviços públicos.
Prestação direta e indireta. Atos municipais. Processo ADVOGADO
administrativo.
DIREITO ADMINISTRATIVO. Origem, objeto e
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS conceito do Direito Administrativo. Regime jurídico da
Administração Pública. Administração direta e indireta.
AGUIAR, Joaquim Castro. Competência e autonomia Agentes públicos. Classificação. Agentes políticos. Os
dos municípios na nova Constituição. Rio de servidores públicos. Regime jurídico. Provimento de
Janeiro: Forense. cargos. Estabilidade. Aposentadoria. Direitos e
AGUIAR, Joaquim Castro e GONÇALVES, Marcos vantagens. Atos administrativos e fatos da
Flávio R. Processo legislativo municipal. Rio de Administração. Conceito. Requisitos. Pressupostos
Janeiro: IBAM. dos atos. Classificação. Vinculação e
AGUIAR, Joaquim Castro. Regime jurídico das taxas discricionariedade. Revogação e anulação. Processo
municipais. Rio de Janeiro: IBAM/Livros Técnicos administrativo. Poder de polícia. Conceito. Essência.
e Científicos. Fundamentos. Discricionariedade. Limitações
BARBON, Sandra A. Lopez. Do IPTU. Belo Horizonte: administrativas. O poder de polícia municipal.
Del Rey. Servidão e desapropriação. Conceito. Fundamentos.
BASTOS, Celso Ribeiro. Curso de direito Requisitos. Competência legislativa. Objeto da
constitucional. São Paulo: Saraiva desapropriação. Desapropriação por utilidade pública,
BRASIL. Constituição da República de 1988, por necessidade pública e por interesse social.
atualizada Desapropriação por zona. Desapropriação indireta.
BRASIL. Lei nº 4.320, de 17/03/64 (normas de direito Imissão de posse. Retrocessão. Indenização.
financeiro) e legislação complementar. Servidão administrativa. Tombamento. Licitação.
Conceito. Princípios. Dispensa e inexigibilidade.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

Modalidades. Fases da licitação. Edital. Habilitação. pessoa; Constituição de renda; Jogo e da aposta;
Classificação. Adjudicação. Anulação e revogação. Fiança; Transação; Compromisso; Atos Unilaterais:
Recursos administrativos. Contratos administrativos. Promessa de recompensa, gestão de negócios,
Conceito. Características. Cláusulas essenciais. pagamento indevido, enriquecimento sem causa;
Alteração do contrato. Extinção do contrato. Teoria da Locação imobiliária (Lei 8.245/1991).
imprevisão. Equilíbrio econômico-financeiro. Sanções Responsabilidade civil: responsabilidade contratual e
administrativas. Recursos. Serviços públicos. extracontratual, subjetiva e objetiva, direta e indireta;
Concessão, permissão e autorização. Privatização e Obrigação de indenizar e fixação da indenização.
terceirização. Parcerias. Bens públicos. Conceito. Direitos reais: Posse; Propriedade: descoberta,
Afetação e desafetação. Regime jurídico dos bens usucapião: ordinário, extraordinário, especial
públicos. Formas de aquisição e alienação dos bens (Constituição Federal/1988 e Lei 6.969/1981): rural,
públicos. Controle da Administração. Controle interno. urbana, por abandono do lar e administrativa (Lei
Controle externo. Controle legislativo, judicial e 11.977/2009 e Lei 12.424/2011), pela dissolução da
popular. Lei de Responsabilidade Fiscal. união estável (Lei nº 9.278/1996), coletiva (Lei
Jurisprudência do STF, STJ e TCU. 10.257/2001), indígena (Lei 6.001/1973), registro do
DIREITO CIVIL. (Lei 10.406/2002 e alterações título, acessão, ocupação, achado do tesouro,
posteriores): Vigência, validade, eficácia, interpretação tradição, especificação, confusão, comissão e
e aplicação das normas civis (Lei de Introdução às adjunção; Direitos de vizinhança: uso anormal da
normas do Direito Brasileiro, Decreto-lei 4.657/1942 propriedade, árvores limítrofes, passagem forçada,
alterado pela Lei 12.376/2010); Parte geral: Pessoa passagem de cabos e tubulações, águas, limites entre
natural; Pessoa jurídica; Direitos da personalidade; prédios e direito de tapagem e direito de construir;
Personalidade, capacidade, representação, Condomínio geral, voluntário, necessário e edilício;
assistência, emancipação, estados (individual, familiar Propriedade resolúvel; Propriedade fiduciária: móveis
e político), nome e registro (Lei de Registros Públicos, e imóveis (Lei 4.591/1964 e Lei 9.514/1997);
Lei 6.015/1973), ausência, curadoria dos bens do Servidões; Usufruto; Uso; Habitação; Direito do
ausente, morte e sucessão provisória e sucessão promitente comprador; Penhor; Hipoteca; Anticrese.
definitiva da pessoa natural; Associações, fundações, Direito de Família: Direito pessoal: casamento e
entes despersonalizados, sociedades de fato e relações de parentesco; Direito Patrimonial: regime de
sociedades irregulares; Domicílio civil; Bens jurídicos: bens entre os cônjuges, usufruto e da administração
Bens considerados em si mesmos: Bens corpóreos e dos bens de filhos menores, alimentos (Lei
incorpóreos; Bens imóveis e móveis; Bens fungíveis e 5.478/1968, Lei 8.971/1994.e Lei 11.804/2008) e bem
consumíveis, bens divisíveis e indivisíveis, bens de família; Separação e Divórcio: judicial e
simples e compostos, bens singulares e coletivos; extrajudicial (Constituição Federal/1988, Lei
Bens reciprocam ente considerados: Bens principais e 6.515/1977), Investigação de paternidade (Lei
acessórios; Benfeitorias, acessões e pertenças; Frutos 8.560/1992); União estável; Tutela e curatela (Estatuto
e produtos; Bens considerados em relação ao sujeito: da Criança e do Adolescente, Lei 8.069/1990, e
Bens públicos e particulares; Bem de família: Estatuto da Pessoa com Deficiência, Lei 13.146/2015).
Convencional e legal (Lei 8.009/1990); Fato jurídico: Direito das sucessões: Sucessão em geral: herança,
fato, ato e negócio jurídicos; Efeitos aquisitivos, vocação hereditária, herança jacente e petição de
modificativos, conservativos e extintivos do fato herança; Sucessão legítima; Sucessão testamentária;
jurídico; Elementos constitutivos do negócio jurídico Inventário e partilha. Jurisprudência do STF e STJ.
(Pressupostos de existência); Validade, invalidade DIREITO CONSTITUCIONAL. Classificação das
(nulidade a anulabilidade) do negócio jurídico, Constituições. Princípios constitucionais. Aplicação
representação e simulação; Eficácia do negócio das normas constitucionais. Direitos e garantias
jurídico: condição, termo e encargo; Defeitos do fundamentais. O princípio federativo. O princípio da
negócio jurídico: Erro, dolo, coação, lesão, estado de separação dos Poderes. Organização do Estado.
perigo e fraude contra credores; Atos jurídicos lícito e Autonomia e soberania. Princípios constitucionais da
ilícito; Abuso de direito; Prova. Prescrição e Administração Pública. Repartição de competências.
decadência. Direito das obrigações; Obrigações: O Município e a Federação. O conceito de interesse
Obrigações de dar coisa certa e incerta, obrigações de local. A organização do Município. Princípios
fazer e não fazer, obrigações alternativas, obrigações aplicáveis à Administração Pública. Autonomia
divisíveis e indivisíveis e obrigações solidárias; municipal: limitações constitucionais. O Poder
Cessão de crédito e Assunção de Dívida; Pagam ento, Legislativo e sua competência. A Câmara Municipal.
Pagamento em consignação, pagamento com sub- As proibições e incompatibilidades aplicáveis aos
rogação, imputação do pagamento, dação em Vereadores. O processo legislativo. O Poder
pagamento, novação, compensação, confusão e Executivo. A responsabilidade do Poder Executivo. Os
remissão das dívidas, Mora, perdas e danos, juros servidores públicos: normas constitucionais. Direitos e
legais e convencionais, cláusula penal, arras, sinal. deveres. Ordem econômica e ordem social.
Direito dos contratos; Contratos civis: Estipulação em Intervenção do Estado no domínio econômico. A
favor de terceiro, promessa de fato de terceiro, vícios prestação de serviços públicos e as normas
redibitórios, evicção, contratos aleatórios, contrato constitucionais. Jurisprudência do STF e STJ.
preliminar, contrato com pessoa a declarar; Extinção DIREITO PROCESSUAL CIVIL. (Lei 13.105/2015 e
do contrato: Distrato, cláusula resolutiva, resolução alterações posteriores): Aplicação da norm a
por onerosidade excessiva; Espécies de Contrato: processual no tempo e no espaço; Normas
Compra e venda, retrovenda, venda a contento e fundamentais. Jurisdição e ação, limites da jurisdição
venda sujeita a prova, preempção ou preferência, nacional, Cooperação internacional; Organização e
venda com reserva de domínio, venda sobre divisão do Poder Judiciário (Constituição
documentos; Troca ou permuta; Contrato estim atório; Federal/1988); Competência: critérios, fixação,
Doação; Locação de coisas; Empréstimo: Comodato e modificação da competência e declaração de
mútuo; Prestação de serviço; Empreitada; Depósito: incompetência, cooperação nacional; Legitimação:
Depósitos voluntário e necessário; Mandato, ordinária e extraordinária; Capacidade processual:
mandatos voluntário e judicial; Comissão; Agência e capacidade de ser parte, capacidade de estar em juízo
distribuição; Corretagem; Transporte: transporte de e capacidade postulatória; Partes: Deveres,
pessoas e de coisas; Seguro: seguro de dano e de responsabilidade, despesas, honorários, multas,
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

gratuidade de justiça e sucessão das partes; Investigação de paternidade (Lei 8.560/1992);


Procuradores: Representação processual, sucessão Monitório; Homologação do penhor legal; Regulação
dos procuradores, deveres e responsabilidade de avaria grossa; Restauração de autos; Notificação e
(Estatuto da Advocacia e da OAB, Lei 8.906/1994 e da interpelação; Alienação judicial; Divórcio e da
Código de Ética e Disciplina da OAB); Litisconsórcio e separação consensuais, da extinção consensual de
Intervenção de terceiros; Juiz: Poderes, deveres, união estável e da alteração do regime de bens do
responsabilidade, impedimentos e suspeição do juiz; matrimônio; Testamentos e dos codicilos; Herança
Auxiliares da justiça; Funções essenciais à justiça: jacente; Bens dos ausentes; Coisas vagas; Interdição;
Ministério Público, Advocacia Pública, Defensoria Tutela e curatela (Código Civil. Lei Estatuto da Pessoa
Pública e Advocacia (Constituição Federal/1988); Atos com Deficiência); Organização e da fiscalização das
processuais: Form a dos atos processuais, atos em fundações; Ratificação dos protestos marítimos e dos
geral, atos da parte, atos do juiz e atos do escrivão ou processos testemunháveis formados a bordo;
chefe de secretaria; Tempo dos atos processuais: Juizados especiais cíveis estaduais, federais e
Prazos processuais: contagem e verificação dos Fazendários (Lei 9.099/1995, Lei 10.259/2001 e Lei
prazos e penalidades; Lugar dos atos processuais; 12.153/2009); Processo coletivo: ação civil pública e
Comunicações dos atos processuais: Cartas, citações ação popular (Lei 4.717/1965, Lei 7.347/1985 e Lei
e intimações; Nulidades dos atos processuais; 8.078/1990), Mandado de segurança individual e
Distribuição e do registro; Valor da causa; Tutela coletivo (Lei 12.016/2009); Busca e apreensão e de
provisória; Formação do processo; Suspensão do depósito de coisa vendida a crédito com reserva de
processo; Extinção do processo; Processo de domínio e de coisa gravada com alienação fiduciária
conhecimento e cumprimento de sentença: em garantia (Decreto-lei 911/1969); Juízo arbitral (Lei
Procedimento sumário (Lei 5.869/1973); Procedimento 9.307/1996 alterada pela e Lei 13.129/2015);
comum: Petição inicial: requisitos e pedido; Processo de execução: Execução em geral: Partes,
Indeferimento da petição inicial; Improcedência liminar competência, requisitos necessários para realizar
do pedido. Audiência de conciliação ou de mediação; qualquer execução, inadimplemento do devedor e
Resposta do réu: Contestação e reconvenção; título executivo, responsabilidade patrimonial;
Revelia; Providências preliminares e saneamento: não Execuções em espécie: Execução para a entrega de
incidência dos efeitos da revelia, fato impeditivo, coisa certa e incerta; Execução das obrigações de
modificativo ou extintivo do direito do autor e fazer e de não fazer; Execução por quantia certa
alegações do réu; Julgamento conforme o estado do contra devedor solvente; Penhora: objeto,
processo: extinção do processo, julgamento documentação, registro, depósito, lugar, modificações,
antecipado do mérito e saneamento e organização do modalidades, avaliação, expropriação de bens,
processo; Audiência de instrução e julgam ento; adjudicação, alienação e satisfação do crédito;
Provas em geral e em espécie: produção antecipada Execução contra a fazenda pública; Execução de
da prova, ata notarial, depoimento pessoal, confissão, alimentos; Embargos do devedor, embargos à
exibição de documento ou coisa, prova documental, execução contra a fazenda pública, embargos à
força probante dos documentos, arguição de execução fundada em título extrajudicial, embargos à
falsidade, produção da prova documental, documentos execução e embargos na execução por carta;
eletrônicos, prova testemunhal, admissibilidade, valor Exceção ou objeção de pré-executividade; Suspensão
e produção da prova testemunhal, prova pericial e e da extinção do processo de execução; Execução
inspeção judicial; Sentença: elementos e efeitos; fiscal (Lei 6.830/1980). Processo nos tribunais e meios
Coisa julgada; Remessa necessária; julgamento das de impugnação das decisões judiciais: Ordem dos
ações relativas às prestações de fazer, de não fazer e processos nos tribunais e processos de competência
de entregar coisa; Liquidação de sentença; originária dos tribunais; Incidentes de assunção de
Cumprimento de sentença. Procedimentos especiais: competência e de arguição de inconstitucionalidade;
Teoria geral dos procedimentos especiais; Conflito de competência; Homologação de decisão
Procedimentos especiais de jurisdição contenciosa e estrangeira e da concessão do exequatur à carta
de jurisdição voluntária: Consignação em pagam ento, rogatória; Ação rescisória; Incidente de resolução de
Depósito; Ação de exigir contas; Procedimentos demandas repetitivas; Reclamação; Teoria geral dos
possessórios; Procedimentos de usucapião de terras recursos; Recursos em espécie; Ações autônomas de
particulares (usucapião ordinário, extraordinário, impugnação e sucedâneos recursais: Ação anulatória;
especialurbana, rural, pela dissolução da união estável Embargos de terceiro; Mandado de segurança.
e por abandono do lar, administrativo, coletivo e Jurisprudência do STF e STJ.
indígena (Constituição Federal/1988, Código DIREITO TRIBUTÁRIO. Atividade financeira do
Civil/2002, Lei 6.001/1973, Lei 6.969/1981, Lei nº Estado. Despesa e receita públicas. Orçamento público.
9.278/1996, Lei 10.257/2001, Lei 11.977/2009, Lei Crédito público. Fontes do Direito Tributário. Sistema
12.424/2011); Outras ações para defesa da tributário constitucional. Princípios. Limitações ao poder
propriedade e da posse: ação vindicatória, ação de tributar. Imunidade. Repartição das receitas
reivindicatória, ação de imissão na posse, ação tributárias. Espécies de tributos. Impostos, taxas e
negatória, ação confessória, ação de dano infecto, contribuições. Características. Fato gerador, base de
ação publiciana, ação declaratória e ação de cálculo, sujeito ativo e sujeito passivo. Alíquotas.
indenização. Procedimentos decorrentes da locações Crédito tributário: constituição. O lançamento e suas
imobiliárias (Lei 8.245/1991); Divisão e da modalidades. Obrigações principal e acessória. Direitos
demarcação de terras particulares; Ação de e deveres dos contribuintes. Suspensão, extinção e
dissolução parcial de sociedade; Inventário, partilha, exclusão do crédito tributário. Garantias e privilégios.
arrolamento, inventário extrajudicial e requerimento de Administração tributária. Ação fiscalizatória. Processo
alvará judicial (Lei 6.858/1980); Embargos de administrativo tributário. Dívida ativa. Renúncia fiscal.
terceiros; Oposição; Habilitação; Ações de família e Tributos municipais. Impostos, taxas e contribuições.
procedim entos decorrentes das relações familiares Características. Sistema tributário municipal.
(Constituição Federal/1988, Estatuto da Criança e do Extrafiscalidade. Função social da propriedade.
Adolescente, Lei 5.478/1968, Lei 6.515/1977, Lei Progressividade dos impostos. Lei de Responsabilidade
8.971/1994 e Lei 11.804/2008) e bem de família; Fiscal. Jurisprudência do STF e STJ.
Separação e Divórcio: judicial e extrajudicial
(Constituição Federal/1988, Lei 6.515/1977),
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Geral do Direito Privado. São Paulo: Revista dos


Tribunais.
AGUIAR, Joaquim Castro e GONÇALVES, Marcos _____, Instituições de Direito Civil. Vol. I, Tomo II:
Flávio R. Processo legislativo municipal. Rio de Parte Geral. São Paulo: Revista dos Tribunais.
Janeiro: IBAM. _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 2: Direito das
AGUIAR, Joaquim Castro. Competência e autonomia Obrigações. São Paulo: Revista dos Tribunais.
dos municípios na nova Constituição. Rio de _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 3: Contratos.
Janeiro: Forense. São Paulo: Revista dos Tribunais.
AGUIAR, Joaquim Castro. Regime jurídico das taxas _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 4: Direitos
municipais. Rio de Janeiro: IBAM/Livros Técnicos Reais. São Paulo: Revista dos Tribunais.
e Científicos. _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 5: Família. São
BALEEIRO, Aliomar. Direito tributário brasileiro Paulo: Revista dos Tribunais.
(atualizado por Misabel Abreu Machado Derzi). _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 6: Sucessões.
Rio de Janeiro: Forense. São Paulo: Revista dos Tribunais.
BANDEIRA DE MELLO, Celso Antonio. Curso de _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 7:
direito administrativo. São Paulo: Malheiros Ed. Personalidade. São Paulo: Revista dos Tribunais.
BARBON, Sandra A. Lopez. Do IPTU. Belo Horizonte: _____, Instituições de Direito Civil. Vol. 8: Registral.
Del Rey. São Paulo: Revista dos Tribunais.
BASTOS, Celso Ribeiro. Curso de direito NOGUEIRA, Ruy Barbosa. Curso de direito tributário.
constitucional. São Paulo: Saraiva. São Paulo: Saraiva.
BRASIL. Constituição da República de 1988, OLIVEIRA, Fernando Andrade. Limitações
atualizada. administrativas à propriedade privada imobiliária.
BRASIL. Lei nº 4.320, de 17/03/64 (normas de direito Rio de Janeiro: Forense.
financeiro) e legislação complementar. OLIVEIRA, Régis Fernandes de. Taxas de polícia. São
BRASIL. Lei nº 5.172, de 25/10/66 (Código Tributário Paulo: Ed. RT.
Nacional) e legislação complementar. ______HORVATH, Estevão & TAMBASCO, Teresa
COELHO, Sacha Calm on Navarro. Com entários à Cristina Castrucci. Manual de direito financeiro.
Constituição de 1988 - sistema tributário. Rio de São Paulo: Ed. RT.
Janeiro: Forense. PEREIRA JÚNIOR, Jessé Torres. Com entários à lei
CASTRO, José Nilo de. Direito municipal positivo. das licitações e contratações da administração
Belo Horizonte: Del Rey. pública. Rio de Janeiro: Renovar.
DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito PINASSI, Ayrton. Direito municipalista constitucional.
administrativo. São Paulo: Atlas. Campinas (SP): Ed. Conan.
____________________. Parcerias na administração PINHEIRAL. Código Tributário Municipal. Lei nº
pública. São Paulo: Atlas. 729/2013, com atualizações.
FERRARI, Regina Maria Macedo Nery. Controle da __________. Estatuto dos Servidores. Lei nº
constitucionalidade das leis municipais. São 187/2002, com atualizações.
Paulo: Ed. RT. __________. Lei de Estrutura da Administração
FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Comentários à Pública Municipal. Lei nº 968/2017,
Constituição brasileira de 1988. São Paulo: com atualizações.
Saraiva. __________. Lei Orgânica do Município, de 15 de
_______________________________. Do processo novembro de 1997, com atualizações.
legislativo. São Paulo: Saraiva. RIGOLIN, Ivan Barbosa. O servidor público nas
GAJARDONI, Fernando do Fonseca et al. Teoria reformas constitucionais. São Paulo: Fórum.
Geral do Processo: comentários ao CPC de ____________________ & BOTTINO, Marco Tullio.
2015. São Paulo: Método, 2015. Manual prático das licitações. São Paulo:
_____. Processo de conhecimento e cumprimento de Saraiva.
sentença: comentários ao CPC de 2015. São ROSA JR., Luiz Emygdio F. da. Manual de direito
Paulo: Método, 2016. financeiro e de direito tributário. Rio de Janeiro:
_____. Execução e Recursos: com entários ao CPC de Renovar.
2015. São Paulo: Método, 2017. SILVA, José Afonso da. Curso de direito constitucional
ICHIHARA, Yoshiaki. Imunidades tributárias. São positivo. São Paulo: Malheiros Ed.
Paulo: Atlas. SOUTO, Marcos Juruena Villela. Desestatização,
JUSTEN FILHO, Marçal. Comentários à lei de privatização, concessões e terceirizações. Rio de
licitações e contratos administrativos. São Paulo: Janeiro: Lumen Juris.
Dialética.
MARTINS, Ives Gandra. Sistema tributário na ASSISTENTE SOCIAL
Constituição de 1988. São Paulo: Saraiva.
MEDAUAR, Odete. Direito administrativo moderno. 1. Estado, Política Social e Direitos Sociais: a atual
São Paulo: Ed. RT. conjuntura de contrarreforma do Estado. 2. A questão
MEDINA, José Miguel Garcia. Novo código de social na contemporaneidade: o contexto da
processo civil comentado: com remissões e notas globalização e da reestruturação produtiva.
comparativas ao CPC/1973. 4ª ed. São Paulo: 3. Seguridade Social no Brasil: ênfase na gestão,
Revista dos Tribunais, 2016. controle social e financiamento das políticas públicas.
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito administrativo 4. Serviço social e realidade brasileira: fundamentos
brasileiro. São Paulo: Malheiros Ed. históricos, teórico-metodológicos ético-políticos e
____________________. Direito municipal brasileiro. técnico-operativos. 5. Projeto ético-político do Serviço
São Paulo: Malheiros Ed. Social: ética profissional e regulamentação da
MORAES, Alexandre de. Direito constitucional. São profissão. 6. Planejamento e trabalho profissional nas
Paulo: Atlas. políticas públicas: intervenção, investigação,
MOTTA, Carlos Pinto Coelho et alli. Responsabilidade sistematização; avaliação; trabalho social com
fiscal. Belo Horizonte: Del Rey. famílias; práticas educativas e de mobilização social;
NERY JR., Nelson. NERY, Rosa Maria de Andrade. trabalho em equipe.
Instituições de Direito Civil. Vol. I, Tomo I: Teoria
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS ISBN. ISSN. 3. Classificação: estrutura e sistemas.


Classificação Decimal de Dewey. Classificação
BEHRING, Elaine Rossetti. As novas configurações do Decimal Universal. 4. Serviço de Referência: conceito
Estado e da Sociedade Civil no contexto da crise e técnicas. O bibliotecário de referência:
do capital. In: CFESS; ABEPSS (Organizadoras) características e atribuições. Usuários reais e
Serviço Social: direitos sociais e competências potenciais. Disseminação seletiva da informação.
profissionais. Brasília: CFESS; ABEPSS, 2009, p. Catálogo coletivo. Circulação de documentos.
69-86. Comutação bibliográfica e suas atualizações. Obras
BOSCHETTI, Ivanete. A política de seguridade social de referência e fontes bibliográficas. 5.Planejamento,
no Brasil. In: CFESS; ABEPSS (Organizadoras) Organização e Administração de Bibliotecas: seleção
Serviço Social: direitos sociais e competências e aquisição de materiais de informação. Avaliação e
profissionais. Brasília: CFESS; ABEPSS, 2009, p. desenvolvimento de coleções. Serviços de bibliotecas.
323-338. 6. Normalização: conceitos e funções. Normas
CARLOTO, Cássia Maria. (Organizadoras) Familismo, Brasileiras de Documentação (ABNT).
direito e cidadania: contradições da política
social. São Paulo: Cortez, 2015, p. 211-239.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
CFESS. Legislação e Resoluções sobre o trabalho
do/a assistente social. Brasília: CFESS, 2011.
ACCART, J-P. Serviço de referência: do presencial ao
Disponível em:
virtual. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros,
< http://www.cfess.org.br/arquivos/LEGISLACAO
2012.
_E_RESOLUCOES_AS.pdf>.
ALMEIDA, M.C.B. de. Planejamento de bibliotecas e
______. Parâmetros para atuação de assistentes
serviços de informação. 2. ed. rev. Brasília, DF:
sociais na política de assistência social. Série
Briquet de Lemos/Livros, 2005.
Trabalho e Projeto Profissional nas Políticas
ANDRADE, D.; VERGUEIRO, W. Aquisição de
Sociais (1). Brasília: CFESS, 2009. Disponível
materiais de informação. Brasília, DF: Briquet de
em: <
Lemos/Livros, 1996.
http://www.cfess.org.br/arquivos/Cartilha_CFESS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS
_Final_Grafica.pdf >.
TÉCNICAS. Normas sobre documentação. Rio
______. Parâmetros para atuação de assistentes
de Janeiro, 1989-2012.
sociais na política de saúde. Série Trabalho e
BARBALHO, C.R.S.; BERAQUET, V.S.M.
Projeto Profissional nas Políticas Sociais (2).
Planejamento estratégico para unidades de
Brasília: CFESS, 2010. Disponível em:
informação. São Paulo: Polis: Associação
<Parametros_para_a_Atuacao_de_Assistentes_
Paulista de Bibliotecários, 1995.
Sociais_na_Saude.pdf >.
CAMPELLO, B. Introdução ao controle bibliográfico. 2.
______. Subsídios para a atuação de assistentes
ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 2006.
sociais na política de educação. Série Trabalho e
CAMPELLO, B.S.; CAMPOS, C.M. Fontes de
Projeto Profissional nas Políticas Sociais (3).
informação especializada: características e
Brasília: CFESS, 2013. Disponível em:
utilização. Belo Horizonte: UFMG, 1993.
<http://www.cfess.org.br/arquivos/BROCHURAC
CÓDIGO de catalogação anglo-americano. Preparado
FESS_SUBSIDIOS-AS-EDUCACAO.pdf >.
sob a direção do Joint Steering Committee for
______. Atuação de assistentes sociais na política
Revision of AACR. 2. ed. Rev.. Tradução para a
urbana - subsídios para reflexão. Série Trabalho
língua portuguesa sob a responsabilidade da
e Projeto Profissional nas Políticas Sociais (5).
FEBAB. São Paulo: FEBAB: Imprensa Oficial do
Brasília: CFESS, 2016. Disponível em: <
Estado de São Paulo, 2004.
http://www.cfess.org.br/arquivos/CFESS-
CUNHA, M.B. da. Manual de fontes de informação.
SubsidiosPoliticaUrbana-Site.pdf >.
Brasília, DF: Briquet de Lem os/Livros, 2010.
IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social em
DODEBEI, V.L.D. Tesauro: linguagem de
Tempos de Capital Fetiche: capital financeiro,
representação da memória documentária. Niterói:
trabalho e questão social. São Paulo: Cortez,
Intertexto; Rio de Janeiro: Interciência, 2002.
2007, p. 209-333.
ESTABEL, L.B.; MORO, E.L. da S. (Org.). Biblioteca:
TEIXEIRA, Solange Maria. Política social
conhecimentos e práticas. Porto Alegre: Penso,
contemporânea: a família como referência para
2014.
as Políticas Sociais e para o trabalho social. In:
GROGAN, D. A prática do serviço de referência.
MIOTO, Regina Célia Tamaso; CAMPOS, Marta
Brasília, DF: Briquet de Lem os/Livros, 2001.
Silva;
GUINCHAT, C.; MENOU, M. Introdução geral às
TRINDADE, Rosa Lúcia Prédes. Ações profissionais,
ciências e técnicas da informação e
procedimentos e instrumentos no trabalho dos
documentação. 2. ed. corr. e aum. Brasília, DF:
assistentes sociais nas políticas sociais. In:
IBICT, 1994.
SANTOS, Cláudia Mônica dos; BACKX, Sheila;
LANCASTER, F.W. Avaliação de serviços de
GUERRA, Yolanda (Organizadoras). A
bibliotecas. Brasília, DF: Briquet de
dimensão técnico-operativa no Serviço Social:
Lemos/Livros, 1996.
desafios contemporâneos. 3.ed. São Paulo:
_____. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed.
Cortez, 2017, p. 77-108.
Brasília, DF: Briquet de Lem os/Livros, 2004.
MACIEL, A.C.; MENDONÇA, M.A.R. Bibliotecas como
BIBLIOTECÁRIO organizações. 1. ed. rev. Rio de Janeiro:
Interciência: Niterói: Intertexto, 2006.
1. Representação descritiva do documento: princípios OLIVEIRA, M. de (Coord.). Ciência da informação e
de catalogação. Código de Catalogação Anglo- biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de
Americano. Tabelas de notação de autor. Catalogação atuação. Belo Horizonte: UFMG, 2005.
cooperativa (BIBLIODATA/CALCO). 2.Indexação: PIEDADE, M.A.R. Introdução à teoria de classificação.
conceitos e mecanismos básicos; características, 2. ed. Rio de Janeiro: Interciência, 1983.
linguagens e medidas. Tesauro. Serviço de PRADO, H. de A. Organização e administração de
recuperação da informação. Controle bibliográfico. bibliotecas. 2. ed. rev. São Paulo: T.A.Queiroz,
2003.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

VERGUEIRO, W. Seleção de materiais de informação:


princípios e técnicas. 2. ed. Brasília, DF: Briquet SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
de Lemos/Livros, 1997.
VIEIRA, R. Introdução à teoria geral da BEZERRA FILHO, João Eudes. Contabilidade
biblioteconomia. Rio de Janeiro: Interciência, Aplicada ao Setor Público: Abordagem Simples e
2014. objetiva. 2ed. São Paulo. Atlas: 2015
BEZERRA FILHO, João Eudes. Orçamento Aplicado
ao Setor Público. 2ed. São Paulo. Atlas. 2013.
CONTADOR GIACOMONI, James. Orçamento Público. Editora
Atlas. 14 ed. 2007
1. Administração Financeira e Orçamento: KOHAMA, Heilio. Contabilidade Pública: teoria e
Conceito, Noções Gerais, Campo de Atuação. prática. 15. ed. São Paulo: Atlas. 2016.
Orçamento Público: conceito, Ciclo Orçamentário, MANUAL DE CONTABILIDADE APLICADA AO
Exercício Financeiro, Princípios Orçamentários, SETOR PÚBLICO (MCASP) – (Parte I,II,III,IV e
Créditos Adicionais. Tipos de Orçamento. Orçamento- V) – 7ª edição. www.tesouro.gov.br.
Programa: conceito, finalidade e objetivos. ROSA, Maria Berenice. Contabilidade do Setor
Instrumentos de Planejamento Governamental: Plano Público. 2ed. São Paulo. Atlas. 2013.
Plurianual (PPA), Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Constituição Federal de 1988 (Título VI, Capítulo II,
Lei Orçamentária Anual (LOA). Receita Pública: Seção II – art 163 a 169).
Conceito, Classificações, Receita Orçamentária e Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964.
Extra-orçamentária. Classificação Orçamentária. Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000.
Estágios da Receita. Divida Ativa. Despesa Pública: Portaria MOG nº 42 de 14 de abril de 1999.
Conceito e classificações. Despesa Orçamentária e PORTARIA INTERMINISTERIAL nº 163, de 4 de maio
Extra-orçamentária. Classificação Orçamentária. de 2001(e atualizações posteriores). Ministério
Estágios da Despesa. Restos a Pagar. Adiantamento da Fazenda e Ministério do Planejamento,
ou Suprimento de Fundos. Despesas de Exercício Orçam ento e Gestão
Anteriores. Dívida Pública. 2. Lei de Resolução do Senado Federal nº 40, de 20/12/2001.
Responsabilidade Fiscal: Introdução; Receita Resolução do Senado Federal nº 43, de 21/12/2001.
Corrente Líquida; disposição sobre a Lei de Diretrizes
Orçamentária; Lei Orçamentária Anual; Execução ENFERMEIRO
Orçamentária; Receita Pública; Despesa Pública;
Transferências Legais e Voluntárias; Dívida e Fundamentos do exercício da Enfermagem;
Endividamento; Reserva de Contingência; Administração em Enfermagem; Código de Ética e
Contingenciamento de Dotações; Gestão Patrimonial; Deontologia dos profissionais de Enfermagem;
Transparência, Controle e Fiscalização; Relatório Sistematização da Assistência de Enfermagem;
Resumido da Execução Orçamentária; Relatório da Políticas e Programas Nacionais do SUS (engloba
Gestão Fiscal. 3. Contabilidade Aplicada ao Setor programa nacional de imunizações, DST, hepatites e
Público: Sistema Contábil, Subsistemas de Contas: AIDS, hanseníase, tuberculose, hipertensão, diabetes,
Orçamentário, Patrimonial, Custos e Compensado. doenças crônicas); Política Nacional de Segurança do
Variações Patrimoniais. Escrituração dos principais Paciente; Infecções relacionadas à Assistência à
fatos da administração pública: arrecadação das Saúde; Saúde do trabalhador em Enfermagem;
receitas correntes e de capital, arrecadação da receita Enfermagem em Saúde da Mulher, da Criança e do
de dívida ativa, realização das despesas correntes e Adolescente; Cuidados de Enfermagem ao recém-
de capital, restos a pagar, operações de crédito por nato normal e de risco; Pré-natal, parto, puerpério,
antecipação de receita orçamentária, inscrição de aborto, agravos por violência sexual; Enfermagem em
dívida ativa tributária e não tributária, incorporação de Saúde do Adulto e do Idoso: Cuidados de
bens por doações recebidas, reconhecimento da Enfermagem ao indivíduo com distúrbios clínico e
valorização de bens, baixa por cancelamento de cirúrgicos (pré, trans e pós operatório); Feridas e
dívidas passivas de créditos fiscais inscritos, curativos. Emergência clínica e cirúrgica e assistência
diminuição de dívidas por baixa da taxa cambial, de Enfermagem; Cuidado ao Paciente Crítico; Ações
registro da depreciação acumulada de bens móveis e de enfermagem na prevenção e controle de infecção
imóveis, registro da correção monetária cambial, hospitalar; Biossegurança; Processo de esterilização;
restituições a pagar; cauções recebidas e devolvidas, Legislação do SUS (Lei 8080 e 8142); Administração
fianças recebidas e devolvidas e consignações em de medicamentos; Noções de Farmacologia
folha de pagamento e lançamentos de encerramento
do exercício financeiro. Procedimentos contábeis SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
orçamentários (PCO): reconhecimento da receita e da
despesa orçamentária, procedimentos contábeis BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da criança:
referentes à receita e à despesa orçamentária, crescimento e desenvolvimento. Brasília:
Controle da execução da despesa orçamentária, Ministério da Saúde, 2012. (Cadernos de
restos a pagar, despesas de exercícios anteriores, Atenção Básica, n. 33)
suprimentos de fundos. Procedimentos Contábeis BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o
Patrimoniais (PCP). Plano de Contas Aplicado ao cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes
Setor Público (PCASP): conceito e estrutura. mellitus. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.
Dem onstrações Contábeis aplicadas ao Setor Público (Cadernos de Atenção Básica, n. 36)
(de acordo com o Manual de Contabilidade Aplicada BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o
ao Setor Público – (MCASP da STN): Balanço cuidado da pessoa com doença crônica:
Orçamentário, Balanço Financeiro, Balanço hipertensão arterial sistêmica. Brasília: Ministério
Patrimonial, Dem onstração das Variações da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica,
Patrimoniais, Dem onstração dos Fluxos de Caixa: n. 37);
conceitos, estrutura, análise e técnica de elaboração. Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação /
Bens Públicos: conceito, classificações e inventário. Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Saúde, 2014. Disponível em
APLICADA AO SETOR PÚBLICO – NBC SP T
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manu constituintes e funcionamento das instalações prediais


al_procedimentos_vacinacao.pdf de esgoto sanitários; dimensionam ento das
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à canalizações de esgoto e ventilação. Instalações
Saúde. Departamento de Atenção Básica. Prediais de esgotos pluviais: dimensionamento das
HIV/Aids, hepatites e outras DST / Ministério da instalações prediais de esgotos pluviais. Instalações
Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, hidráulico-prediais contra incêndio: sistemas de
Departamento de Atenção Básica. – Brasília: proteção contra incêndio por extintores manuais.
Ministério da Saúde, 2006. Disponível em: Instalações elétricas: Alimentação predial. PC;
http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/cade Quadros corta-circuitos; Tubulações; condutores;
rnos_ab/abcad18.pdf dimensionamento; pontos de utilização;
BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. dimensionamento. Instalações de gás: medidores. PI;
Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada reguladores de pressão; tubulação, dim ensionamento;
à Assistência à Saúde/Agência Nacional de pontos de utilização; aquecimento e exaustão.
Vigilância Sanitária – Brasília: Anvisa, 2017. Instalações de telefone: quadros de distribuição;
Disponível em: tubulação interna e rede interna; cabeam ento. Rede
http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/271855/M Lógica: quadros de distribuição; tubulação interna e
edidas+de+Preven%C3%A7%C3%A3o+de+Infec rede interna; cabeamento. Esquadrias: madeira;
%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+As metálica; PVC. Serviços de acabamento:
sist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/6b1 revestimento; pavimentação. Coberturas e tratamento:
6dab3-6d0c-4399-9d84-141d2e81c809 impermeabilização; telhados – madeiram ento e telhas.
BRASIL. Ministério da Saúde. HIV/Aids, hepatites e Louças e metais. Equipamentos eletromecânicos.
outras DST. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. Vidros: lisos; temperados. Pavimentação: projetos de
(Cadernos de Atenção Básica, n. 18) (Série A. vias urbanas; obras de arte; pavimentação; ensaios
Normas e Manuais Técnicos) tecnológicos. 2. Arquitetura e Urbanismo:
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Infraestrutura Urbana: Obras de Arte; Paisagismo;
Saúde. Departamento de Atenção Básica. Sinalização e Controle de Tráfego Urbano.
Tuberculose na Atenção Primária à Saúde / Ministério
da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS:
Departamento de Atenção Básica. – 2. ed. – ALVES, José Dafino –Materiais de Construção– São
Brasília : Ministério da Saúde, 2011. Disponível Paulo, Ed. Nobel, 1974,2 vol.
em: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS
http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/livro TÉCNICAS: NBR 15220 - Parte 3:Zoneamento
_tuberculose11.pdf Bioclimático Brasileiro e diretrizes construtivas
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância para habitações unifamiliares de interesse social.
em Saúde. Departamento de AZEVEDO, H.A. - O Edifício até sua cobertura, Ed.
Vigilância Epidemiológica. Doenças infecciosas e Edgar Blücher, 1993.
parasitárias : guia de bolso / Ministério da Saúde. BAESSO, DalcioPickler - Estradas Rurais Técnicas
8. ed. rev. – Brasília, 2010. Disponível em: Adequadas de Manutenção– Florianópolis, DER,
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/doenc 2003.
as_infecciosas_parasitaria_guia_bolso.pdf BARATA, Fernando Emmanuel- Propriedades
Brunner&Suddarth, Tratado de Enfermagem Médico- mecânicas dos solos, Ed. LTC, 1984
Cirúrgica. 12ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara BAUD, G. - Manual de pequenas construções, Ed.
Koogan, 2014. Hemus, 1978.
MS,Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa. BORGES, A.C. - Prática das pequenas construções,
Brasília, 2007. vol. 1, vol. 2 - Ed. Edgar Blücher,.
COREN, SP : 10 passos para a segurança do CAPUTO, H.P. - Mecânica dos Solos, Ed. LTC, 1978.
paciente.São Paulo, 2010. CARDÃO, C. - Técnica da construção, Ed. LTC, 1983,
MS,Dez passos para uma alimentação saudável-Guia 6.ª Ed., Belo Horizonte.
alimentar para crianças menores de dois anos - CONCRETO ARMADO EU TE AMO, VOL1e2,
Um guia para o profissional da saúde na atenção MANOEL H. C. BOTELHO - ED. BLUCHER
básica, Brasília, 2010. 2017.
MS, Cadernos de Atenção Básica nº 32 –Atenção ao CONSTRUÇÃO PASSO A PASSO, volumes 1,2,3,4,5
Pré-natal de Baixo Risco. Brasília, 2013. - EDITORA PINI, 2017
COREN, SP; Boas práticas : cálculo seguro. Vol2.São CREDER, Hélio– Instalações elétricas, Ed. LTC, 1984.
Paulo, 2011 ESCALAS DE REPRESENTAÇÃO EM
Código de ética dos Profissionais de Enferm agem. ARQUITETURA EDITE GALOTE, EDITORA
Disponível em: PINI, 2017.
https://www.corenmg.gov.br/public/anexos/codigo Evolução Urbana do Brasil 1500/1720 - Ref.: 1274 Ed.
_etica_pb.pdf. PINI.
EXERCÍCIOS DE FUNDAÇÕES, URBANO
ENGENHEIRO CIVIL RODRIGUEZ ALONSO, 2ª ed. – ED. BLUCHER
2017.
1. Etapas preliminares e obras infraestrutura: aspectos FRITZ, Gehbauer e ENGGENSPERGER, Marisa -
legais; estudo do terreno; sondagens; topografia; Planejamento e Gestão de Obras, Curitiba:
demarcação da obra; fundações diretas; fundações CEFET-PR, 2002.
indiretas. Obras de superestrutura: formas; GERENCIAMENTO DE OBRAS, GIULIANO POLITO,
armaduras; tecnologia do concreto; concreto; EDITORA PINI, 2017.
alvenaria. Instalações prediais: Instalações Informações básicas sobre materiais asfálticos – IBP,
hidráulicas: Instalações prediais de água fria: sistemas 2.ª Ed., 197824.
de alimentação predial e distribuição de água fria; Introdução ao Desenho Urbano no Processo de
dimensionamento do sistema de alimentação; Planejamento - Ref.: 1162 Ed. PINI.
dimensionamento da estação elevatória; INSTALAÇÕES PREDIAIS, ROBERTO DE
dimensionamento do sistema de distribuição de água CARVALHO JUNIOR, 2ª ed. – ED. BLUCHER
fria. Instalações prediais de esgoto sanitário: partes 2017.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

INSTALAÇÕES PREDIAIS, VANDERLEY DE Subsídios à Elaboração da AGENDA 21


OLIVEIRA MELO 1ª ed. – ED. BLUCHER 2017. Brasileira. Brasília, 2000.
MACINTYRE, A.J. –Manual das instalações REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, MINISTÉRIO
hidráulicas e sanitárias, Ed. Guanabara, 1990. DO MEIO AMBIENTE. Mudanças Climáticas -
Manual de Contratação dos Serviços de Arquitetura e Caderno de Debate/III Conferência Nacional do
Urbanismo - Ref.: 1273 Ed. PINI. Meio Ambiente. Brasília, 2008.
Manual de pavimentação – DNER. Regulamento do Código de Trânsito – Editora
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito de Construir. 9ª Auriverde.
edição, São Paulo: Malheiros, 2005. (Capítulo IV, RIPPER, Ernesto – Tarefas do Engenheiro na obra,
p. 87-150; Capítulo VI, p. 205-227) Ed. PINI, 1986.
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo STABILLE, Miguel – Composição de custos, Ed.
Brasileiro. 32ª edição, São Paulo: Malheiros, Boletim de custos, 1993.
2006. (Capítulo II - Administração Pública) SUSSEKIND, Jose Carlos – Curso de Análise
NETTO, Antônio Vieira – Como gerenciar construções, Estrutural, Ed. Globo. 1980.
Ed. PINI, 1988. TÉCNICA DE EDIFICAR, WALID YAZIGI, EDITORA
Normas da ABNT. PINI, 2017.
PETRUCCi, Eládio G.R. – Materiais de construção – Indicações de sítios eletrônicos (sites) para consulta e
Porto Alegre, Ed. Globo,1975. obtenção de bibliografia:
POLLILO, Adolpho– Dimensionamento de concreto www.planalto.gov.br- para obtenção da legislação
armado vol. 1, Ed. Científica, 1976. federal.
Dimensionamento de concreto armado vol. 2, Ed. www.mma.gov.br- para obtenção das publicações.
Científica, 1977. www.ibam.org.br/estudos- para obtenção de estudos e
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. Lei Federal publicações do IBAM citados na bibliografia
no 10.257 de 10 de julho de 2001, que (em.pdf).
regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição ABNT ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS
Federal estabelecem diretrizes gerais da política TÉCNICAS
urbana e dá outras providências. Estatuto da
Cidade. FARMACÊUTICO
REPÚBILCA FEDERATIVA DO BRASIL. Lei Federal
no 6.766 de 19 de dezembro de 1979, modificada 1. Farmacocinética - Absorção, distribuição e
pela Lei Federal no 9.785/99., que altera o Eliminação das Drogas; Farmacodinâmica Mecanism o
Decreto-Lei no3.365, de 21 de junho de 1941 de Ação das Drogas que atuam em diversos Órgãos e
(desapropriação por utilidade pública) e as Leis Sistemas; Classificação dos
nos 6.015, de 31 de dezembro de 1973 (registros medicamentos;Toxicologia; Interações
públicos) e 6.766, de 19 de dezembro de 1979. medicamentosas. 2. Farmácia Clínica e Atenção
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, Lei Federal Farmacêutica: Conceitos Gerais; uso Racional de
nº 10.098 de 19 de dezembro de 2000,que Medicamentos; Intervenção Farmacêutica e
Estabelece normas gerais e critérios básicos otimização da farmacoterapia; Aspectos de
para a promoção da acessibilidade das pessoas biossegurança em farmácias; Farmacoepidemiologia e
portadoras de deficiência ou com mobilidade Farmacovigilância; Estudos de utilização de
reduzida, e dá outras providências. medicamentos; Farmacoterapia baseada em
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, Decreto nº evidências. 3. Seleção de Medicamentos: Conceitos
5.296 de 2 de dezembro de 2004., que Gerais; Farmacoeconomia; Padronização de
regulamenta as Leis nos10.048, de 8 de Medicamentos; Guias farmacoterapêuticos, Serviços e
novembro de 2000, que dá prioridade de Centros de Informações de Medicamentos; Comissões
atendimento às pessoas que especifica, e de Farmácia e Terapêutica. Medicamentos Sujeitos a
10.098, de 19 de dezembro de 2000, que Controle Especial: Controle de Psicotrópicos,
estabelece normas gerais e critérios básicos para entorpecentes e antirretrovirais (Legislação e
a promoção da acessibilidade das pessoas Dispensação); Portaria 344/98 e suas atualizações;
portadoras de deficiência ou com mobilidade Medicamentos de referência, similares e genéricos.
reduzida, e dá outras providências. 4. Farmacotécnica e Tecnologia Farmacêutica:
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, Lei nº Manipulação de Fórmulas Magistrais e Oficinais; Boas
12.608, de 10 de abril de 2012, que institui a Práticas de Fabricação de Produtos Farmacêuticos;
Política Nacional de Proteção e Defesa Civil - Farmacotécnica de Produtos Estéreis: Reconstituição,
PNPDEC. Diluição, Fracionamento e Estabilidade de Produtos
OLIVEIRA, Isabel Cristina Eiras de (coord.). Estatuto Injetáveis; Preparo de Soluções Parenterais e Outras
da cidade: para compreender... Rio de Janeiro: Formulações de Grande volume; Cálculos em
IBAM, 2001. farmácia; Noções Básicas de Filtração, Destilação e
BAHIA, Sérgio Rodrigues. Modelo para elaboração de Esterilização. 5. Controle de Qualidade: Controle de
Código de Obras e Edificações. Rio de Janeiro: Qualidade de Matérias-primas e Produtos
convênio IBAM/PROCEL, 1997. (Introdução, p. 9- Farmacêuticos - Métodos físicos, químicos, físico-
11). químicos, biológicos e microbiológicos; garantia de
BORGES, A. C. Prática das pequenas construções. Qualidade em Farmácia Hospitalar. 6. Ética
V.1 e V2. São Paulo: Edgar Blucher. Profissional: Legislação Sanitária aplicada à Farmácia
GONÇALVES, Marcos Flávio R. (coord.). Manual do Conceitos básicos em Ciências Farmacêuticas.
Prefeito. 14aedição. Rio de Janeiro: IBAM, 2013. Política de Medicamentos. 7. História da Saúde
(Cap. 2). Pública no Brasil. O SUS. 8. Epidemiologia:
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, Constituição Determinações Sociais do Processo Saúde/Doença e
da República Federativa do Brasil de 1988. Aspectos Epidemiológicos. Indicadores de Saúde
(Título III, Capítulos I a IV; Título VII, Capítulo II e Gerais e Específicos. Doenças de Notificação
Capítulo VI). Compulsória. Gerenciamento de resíduos de serviços
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, MINISTÉRIO de saúde. Noções de controle de infecção hospitalar.
DO Meio Ambiente. Cidades Sustentáveis - 9. Licitação e Aquisição de Produtos Farmacêuticos:
Administração de Farmácia dispensação, aviamento
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

de receitas, controle de estoque de medicamentos, Resolução nº 328 de 22 de julho de 1999 - Boas


normas, rotinas e recursos humanos; Boas práticas de Práticas de Dispensação. Ministério da Saúde.
armazenamento e estocagem de medicamentos; Diretrizes para Estruturação de farmácias no
Organização de Almoxarifados e Condições âmbito do Sistema Único de Saúde. Brasília,
adequadas de Armazenam ento; Controle e 2009.Pode ser acessado
planejam ento de Estoque de Medicamentos e online:http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/p
Materiais de Consumo; Consumo Médio Mensal, df/diretrizes_para_estruturacao_farmacias_ambit
Ponto de Requisição, Estoque Mínimo e Estoque o_sus.pdf Assistência Farmacêutica na Atenção
Máximo Curvas ABC/XYZ; Sistemas de Distribuição e Básica - Ministério da Saúde, 2006. Pode ser
Dispensação de Medicamentos. acessado online:
www.ensp.fiocruz.br/portalensp/judicializacao/pdf
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS s/283.pdf
OSORIO-DE-CASTRO, C. G. S.[org.]; Assistência
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, farmacêutica: gestão e prática para profissionais
Tecnologia e Insumos Estratégicos. de saúde. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ,
Departamento de Assistência Farmacêutica e 2014.
Insumos Estratégicos. Serviços farmacêuticos na STORPIRTS, S..[org.]; Farmácia Clínica e Atenção
atenção básica à saúde. Brasília: Ministério da Farmacêutica, Guanabara Koogan, 2008.
Saúde, 2014. Disponível em TEIXEIRA, CF., and SOLLA, JP. Modelo de atenção à
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/servic saúde: vigilância e saúde da família [online].
os_farmaceuticos_atencao_basica_saude.pdf Salvador: Editora EDUFBA, 2006. 237 p. Sala de
Farmacologia clínica aula séries, nº3. ISBN 85-232-0400-8.
Fuchs FD, Wannmacher L (eds.). Farmacologia
Clínica: Fundamentos da Terapêutica Racional. FISIOTERAPEUTA
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.
KATZUNG, B.G. Farmacologia Básica e Clínica. 9 ed. 1. Anatomia Muscular e Óssea. 2. Fisioterapia
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. Aplicada às Disfunções: Cardiovasculares;
Marin, Nelly. (org.) Assistência farmacêutica para Pneumológicas; Reumatológicas; Ortopédicas e
gerentes municipais. Organizado por Nelly Marin Traumatológicas; Neurológicas; Pediátricas.
et al. Rio de Janeiro: OPAS/OMS, 2003. 373p. 3. Fisioterapia no Pré e Pós-Operatório de Cirurgias
Podeseracessadoon Torácicas, Neurológicas e Ortopédicas. 4. Fisioterapia
line:http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/ em Terapia Intensiva. 5. Fisioterapia Geral:
Assistencia_Farmaceutica_para_Gerentes_Muni Eletroterapia; Termoterapia; Cinesioterapia. 6. Testes
cipais.Pdf ortopédicos.
COSTA, Karen Sarmento and NASCIMENTO JR.,
José Miguel do. HÓRUS: inovação tecnológica SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
na assistência farmacêutica no sistema único de
saúde. Rev. Saúde Pública [online]. 2012, vol.46, AZEREDO, C.A. Fisioterapia Respiratória Moderna. 4ª
suppl.1, pp. 91-99.EpubDec18,2012. ISSN0034- edição. São Paulo: Manole, 2002, 495p.
910.http://dx.doi.org/10.1590/S0034- CALAIS-GERMAIN, B. Anatomia para o Movimento. 2ª
89102012005000063. edição. São Paulo: Manole, 2010, 608. 2v.
CORRER, C.J. & OTUKI, M.F.(org.). A Prática CIPRIANO, J. Manual Fotográfico de Testes
Farmacêutica na Farmácia Comunitária, Editora Ortopédicos e Neurológicos. 4ª edição. São
Artmed, 2013. Paulo: Manole, 2005, 500p.
Lei Orgânica da Saúde: Lei Federal nº 8.080/1990 e EKMAN, L. Neurociência - Fundam entos para a
suas alterações posteriores. Reabilitação. 2ª edição. São Paulo: Elservier,
Portaria GM/MS nº 1.555, de 30 de julho de 2013. 2004, 530p.
Dispõe sobre as norm as de financiamento e de FLEHMING, I. Texto e Atlas do Desenvolvimento
execução do Componente Básico da Assistência Normal e Seus Desvios no Lactente. São
Farmacêutica no âmbito do Sistema Único de Paulo:Atheneu, 2005, 316p.
Saúde (SUS). HEBERT, S.; XAVIER, R. Ortopedia e Traumatologia -
Portaria GM/MS nº 1554, de 30 de julho de 2013. Princípios e Prática. 4ª edição. São Paulo:
Dispõe sobre as regras de financiam ento e Artmed, 2008, 1620p.
execução do Componente Especializado da KISNER, C.; COLBY, L.A. Exercícios terapêuticos:
Assistência Farmacêutica no âmbito do Sistema fundamentos e técnicas. 5ª edição. São Paulo:
Único de Saúde (SUS). Manole, 2009, 1000p.
Portaria GM/MS nº 3.429/ 2010, de 17 de novembro LOW, J.; REED, A. Eletroterapia Explicada: Princípios
de 2010Dispõe sobre o Componente Estratégico e Prática. 3ª edição. São Paulo: Manole, 2001,
da Assistência Farmacêutica. 484p.
Portaria 344/98 - Aprova o Regulamento Técnico PRYOR, J.A.; WEBBER, B.A. Fisioterapia para
sobre substâncias e medicamentos sujeitos a problemas respiratórios e cardíacos. 2ª edição.
controle especial. (e dem ais atos Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002, 384p.
relacionados)RDC 44/09. Boas Práticas SCANLAN, C.L. WILKINS, R.L.; STOLER, J.K.
Farmacêuticas. (e demais atosrelacionados). Fundamentos da Terapia Respiratória de Egan.
PORTARIA nº 3.916/MS/GM, de 30 de outubro de 7ª edição. São Paulo: Manole, 2000, 1284p.
1998. Política Nacional de Medicamentos. SOBOTTA, J. Sobotta- Atlas de Anatomia Humana.
RESOLUÇÃO nº 338, de 06 de maio de 2004 - 22ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
Política Nacional de Assistência Farmacêutica. 2006.
Lei nº 5991 de 17 de dezembro de 1973. Dispõe sobre UNPHRED, D. A. Reabilitação Neurológica. 5ª edição,
o Controle Sanitário do Comércio de Drogas, São Paulo: Elsevier, 2009, 1168p.
Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e
Correlatos, e dá outras Providências.
Lei nº 9787 de 10 de fevereiro de 1999 - Lei dos
Genéricos.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

FONOAUDIÓLOGO hipertensão arterial. Hypertension.


2003;42:1206–1252.
1. Alterações da linguagem oral e escrita - Fala, voz, Third report of the National Cholesterol Education
audição, fluência e deglutição. 2. Transtornos de Program (NCEP) Expert Panel on Detection,
aprendizagem da leitura e da escrita e Processamento Evaluation, and Treatment of High Blood
Auditivo. 3. Estudo Fonético e Fonológico do Cholesterol in Adults (Adult Treatment Panel III):
Português Brasileiro – classificação fonêmica e Final Report. US Department of Health and
estruturas envolvidas na produção dos sons. 4. Human Services; Public Health Service; National
Respiração Oral – uma visão sistêmica e Institutes of Health; National Heart, Lung, and
multidisciplinar, inter-relação entre a Fonoaudiologia e Blood Institute. [NIH Publication No. 02-5215.
Odontologia. 5. Reabilitação dos distúrbios da September 2002.] Circulation. 2002;106:3143–
comunicação oral e escrita – voz, fluência, audição, 3420.
transtornos da motricidade oral, linguagem oral e TOPOL, Eric J.; CALLIF, Robert M.; Tratado de
escrita. Cardiologia, 2a edição, Rio de Janeiro;
Guanabara Koogan, 2005.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
MÉDICO CLÍNICO GERAL e MÉDICO
COSTA, M.; CASTRO, L. P. Tópicos em deglutição e PLANTONISTA SOCORRISTA (CLÍNICO GERAL)
disfagia. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003
FERRAZ, M. J. P. C. Respirador oral – uma visão 1. Hipertensão Arterial 2. Insuficiência Cardíaca
multidisciplinar. São Paulo: Lovise, 2005. Congestiva 3. Cardiopatia Isquêmica. 4. Dislipidemias
MRCHESAN, I.; ZORZI, J. Tópicos em 5. Diabetes Melittus. 6. Doenças da Tireóide. 7.
Fonoaudiologia. Rio de Janeiro: Revinter,2003 Pneumonias 8. Derrame Pleural. 9. Tuberculose. 10.
MEDEIROS. A.M.C; MEDEIROS, M. Motricidade Asma. 11. DPOC. 12. Neoplasias do Pulmão. 13.
orofacial – inter-relação entre fonoaudiologia e Hepatites. 14. Doença Péptica. 15. Doença do
odontologia. São Paulo: Lovise, 2006. Refluxo. 16. Colelitíase17. Cirrose. 18. Hem orragia
PINHO, S. KORN, G. P.; PONTES, P. Músculos Digestiva. 19. Neoplasias do Tubo Digestivo. 20.
intrínsecos da laringe e dinâmica vocal: 2. Ed. – Doenças Sexualm ente Transmissíveis. 21. AIDS. 22.
vol. 1 - Revinter, 2014. Parasitoses. 23. Insuficiência Renal. 24. Infecção do
SANTOS, M. T. M.; NAVAS, A. L. G. P. Distúrbios de Trato Urinário. 25. Nefropatias. 26. Acidente Vascular
leitura e escrita. São Paulo: Manole, 2002. Cerebral 27. Meningites 28. Anemias 29. Dengue e
Febre Chikungunya30. Influenza H1N1 31. Diarreias
MÉDICO CARDIOLOGISTA 32. Acidentes com animais peçonhentos. 33. Doenças
Autoimunes.
1. Cardiologia preventiva. 2. Insuficiência coronariana
aguda e crônica.3. Hipertensão arterial sistêmica. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
4. Insuficiência cardíaca. 5. Lesões orovalvulares.
6. Arritmias cardíacas. 7. Miocardiopatias e http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/ABCDE_di
periocardiopatias. agnostico_hepatites_virais.pdf
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/dengue_as
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS pecto_epidemiologicos_diagnostico_tratamento.p
df
ACC/AHA 2002 Guideline Update for the Management http://www.cievs.saude.salvador.ba.gov.br/Documento
of patients with chronic stable angina a report of s/Noticias/Guia-de-Manejo-Clinico-da-Febre-de-
the American College of Cardiology/American Chikungunya.pdf
Heart Association task force on practice Diretrizes Brasileiras para Pneumonia Adquirida na
guidelines (committee to update the 1999 Comunidade em Adultos Imunocompetentes.
guidelines for the management of patients with 2009. J.Bras. Pneumol. v.35 (6): 574-601, 2009.
Chronic Stable Angina). Gibbons RJ et al.. Disponível em :
Journal of the American College of Cardiology http://www.jornaldepneumologia.com.br/PDF/2009_35
and the January 2003;14:159–68. _6_11_portugues.pdf
BRAUNWALD, Eugene; ZIPES, Douglas; LIBBY, http://publicacoes.cardiol.br/consenso/2010/Diretriz_hi
Peter. Tratado de Medicina Cardiovascular. 7
a pertensao_ERRATA.pdf
Edição. Rio de Janeiro: ROCA, 2006. http://publicacoes.cardiol.br/consenso/2013/Diretriz_E
GOLDMAN, Lee; AUSIELLO, Dennis; Cecil Medicina, mergencia.pdf
[tradução Adriana PittellaSudré...et al.], - Rio de http://www.diabetes.org.br/images/pdf/diretrizes-
Janeiro: Elsevier, 2009. sbd.pdf
GRUNDY SM. CLEEMAN JI;MERZ CNB;BREWER http://www.saudedireta.com.br/docsupload/134006449
HB; CLARK LT; HUNNINGHAKE DB; 0Protocolo%20para%20diagn%C3%B3stico%20
PASTERNAK RC; SMITH SC;STONE NJ. FOR e%20tratamento%20de%20IST.pdf
THE COORDINATING COMMITTEE OF THE Black Book Clinica Médica 2ª. ed. 2014.
NATIONAL CHOLESTEROL EDUCATION Harrison Medicina Interna - 17ª ed. 2009.
PROGRAM. IMPLICATIONS OF RECENT
CLINICAL TRIALS FOR THE NATIONAL MÉDICO DEMARTOLOGISTA
CHOLESTEROL EDUCATION PROGRAM
ADULT TREATMENT PANEL III GUIDELINES. 1. Estrutura e fisiologia da pele. 2. Lesões
CIRCULATION. 2004;110:227-239. elementares. 3. Discromias. 4. Doenças eritemato-
MURPHY, Joseph G.; Mayo Clinic Cardiology Review; escamosas. 5. Eczemas. 6. Buloses. 7. D. papulosas.
nd
2 ed. – Lippincott Williams &Willkins, 2000. 8. Hipodermites. 9. Púrpuras e vasculites.
PORTO, Celso C.; Porto, Arnaldo L.; et al; Doenças do 10. Pruridos, prurigos, urticária. 11. Doenças
Coração. Prevenção e Tratamento; 2. edição, Rio granulomatosas. 12. Dermatoviroses. 13. Dermatoses
de Janeiro, Guanabara Koogan, 2005. de origem bacterianas. 14. Dermatoses de origem
THE SEVENTH REPORT OF THE JOINT NATIONAL fúngicas. 15. Dermatoses causadas por protozoários.
COMMITTEE, para o diagnóstico e tratamento da 16. Dermatozoonoses.17. DST. 18. Hanseníase.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

19. Oncologia dermatológica. 20. Dermatoses auto- VILAR, Lucio. Endocrinologia Clínica. 4ª ed., Ed.
imunes. 21. Farmacodermias. 22. Doenças Guanabara, 2009, 1 v.
metabólicas. 23. Acne e doenças afins.
MÉDICO GASTROENTEROLOGISTA
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
AZULAY, RD; AZULAY, DR; AZULAY ABULAFIA, L. 1. Esôfago: 1.1. Doença do Refluxo Gastroesofágico -
AZULAY Dermatologia. 5ª.ed, Guanabara Diagnóstico e tratamento. 1.2. Esofagites: péptica,
Koogan 2008. eosinofílica, infecciosa. 1.3. Esôfago de Barrett. 1.4.
BOLOGNIA,JL; JORIZZO,JL; RAPINI, RP. Neoplasias. 1.5. Distúrbios de Motilidade: Diagnóstico
Dermatology. 2ª. ed, 2007. e Tratamento. 2. Estômago e Duodeno: 2.1. Gastrites.
WOLFF, K; GOLDSMITH, L;KATZ,S ET AL. 2.2. Úlcera péptica. 2.3. Doenças Funcionais do
Fitzpatrick's Dermatology in General Medicine. 7ª. Aparelho Digestivo. 2.4. H. pylori e infecções
ed, 2007. associadas. 2.5. Hemorragia digestiva alta. 2.6.
Neoplasias. 2.7. Pólipos Gastrointestinais. 3. Intestino
MÉDICO ENDOCRINOLOGISTA Delgado e Grosso: 3.1. Síndromes disabsortivas. 3.2.
Doença celíaca. 3.3. Diarréias Agudas e Crônicas. 3.4.
1. Crescimento e Desenvolvimento: Baixa estatura Parasitoses Intestinais. 3.5. Doença inflamatória
(investigação, testes diagnósticos e tratamento); intestinal. 3.6. Doença diverticular dos cólons. 3.7.
puberdade precoce e retardada (avaliação clínico- Polipose intestinal. 3.8. Neoplasias. 3.9. Rastreamento
diagnóstica); anomalias do desenvolvimento sexual do câncer colorretal. 3.10. Hemorragia digestiva baixa.
(classificação, avaliação diagnóstica, tratamento), 3.11. Constipação Intestinal. 3.12. Colites: isquemica e
anomalias cromossômicas no homem e na mulher. 2. infecciosa. 3.13. Doenças do ApendiceCecal. 4.
Neuroendocrinologia: Doenças hipotalâmicas; Pâncreas: 4.1. Fisiologia e testes secretórios. 4.2.
doenças da glândula pineal; hipopituitarismo (etiologia, Pancreatite aguda e crônica. 4.3. Tumores e cistos
diagnóstico e tratamento); tumores hipofisários não pancreáticos. 5. Fígado e Vias Biliares: 5.1. Esteatose
funcionantes (classificação, diagnóstico e tratamento); Hepática e Esteatohepatitenão-alcoólica. 5.2. Doenças
acromegalia; prolactinomas; Doença de Cushing; metabólicas. 5.3. Hepatites: virais, causadas por
tumores secretores de glicoproteínas; diabetes drogas, alcoólicas, autoimunes. 5.4. Fígado e Álcool.
insipidus; síndrom e de secreção inapropriada de 5.5. Hipertensão porta. 5.6. Cirrose hepática e suas
hormônio antidiurético, incidentalomashipofisários; complicações. 5.7. Tumores primários do fígado. 5.8.
deficiência de GH em adultos. 3. Doenças da Tireóide: Fígado e Gravidez. 5.9. Transplante Hepático:
Nódulos tireoidianos (classificação, avaliação Indicações e Contra-Indicações. 5.10. Diagnóstico
diagnóstica, avaliação citológica e tratamento); diferencial das Icterícias. 5.11. Colestases. Doença
neoplasias diferenciadas e indiferenciadas calculosa da vesícula e vias biliares. 5.12. Tumores
(classificação, diagnóstico e tratamento); das vias biliares. 5.13. Doenças congênitas das vias
hipotireoidismo; hipertireoidismo, tireoidites agudas, biliares. 5.14. Colangiteesclerosante.
subagudas, linfocítica crônica e Riedel; emergências
tireoidianas (crise tireotóxica e coma mixedematoso); SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
disormogênese da tireóide. 4. Doenças da
Paratireóide: Hiperparatireoidismo primário, DANI, Renato. Gastroenterologia Essencial. 4. ed. Rio
hipercalcemias, hipoparatireoidismo; de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2011.
pseudohipoparatireoidismo, osteoporose (diagnóstico, FELDMAN, Mark; FRIEDMAN, Lawrence S.;
prevenção e tratamento); raquitismo; osteomalacia. 5. BRANDT, Lawrence J. Sleisenger and Fordtran's;
Doenças da Supra-Renal: Insuficiência do córtex Gastrointestinal and Liver Disease:
supra-renal; feocromocitoma; Síndrome de Cushing; Pathophysiology, Diagnosis, Management. 9. ed.
hiperaldosteronismo primário; hiperplasia adrenal Expert Consult Premium Edition: Saunders, 2010.
congênita; carcinoma de córtex supra-renal. ZATERKA S, EISIG JN. Tratado de Gastroenterologia
6. Doenças do Sistema Reprodutor: Hipogonadismo da Graduação à Pós-graduação. 1ª.ed. São
masculino; disfunção sexual masculina; infertilidade Paulo: Editora Atheneu, 2011.
masculina; criptoquidismo e micropênis; ginecomastia;
doença policística dos ovários; infertilidade feminina; MÉDICO GINECOLOGISTA
amenorréia primária e secundária; hirsutismo e
virilismo; tumores ovarianos; climatério (terapia de 1.Anatomia, fisiologia e embriologia do aparelho
reposição hormonal). 7. Doenças do Pâncreas genital e da mama. 2. Semiologia ginecológica e
Endócrino: Hipoglicemia (classificação, avaliação exames complementares em Ginecologia.
clínica e diagnóstica); gastrinomas; insulinomas; 3.Malformações genitais. Amenorréia. Ginecologia
Diabetes Mellitus tipo I, tipo II e gestacional infanto-puberal. 4. Vulvovaginites. Doença
(classificação, diagnóstico, complicações agudas, sexualmente transmissíveis. Doença inflamatória
nefropatia, neuropatia periférica, arteriopatia, pélvica aguda. Dismenorréia e tensão pré-menstrual.
oftalmopatia e tratamento). 8. Dislipidemias e 5. Sangram ento Uterino anormal. Miomatose uterina.
Obesidade: Síndrom e plurimetabólica; dislipidemias Endometriose. 6. Prolapsos genitais. Incontinência
(classificação e tratamento); obesidade (etiopatogenia, urinária feminina. 7. Planejamento familiar.
diagnóstico, tratamento clinico e cirúrgico). anticoncepção. Sexualidade humana. Violência contra
9. Neoplasias Endócrinas Múltiplas Tipo I e Tipo II. mulher. 8. Infertilidade. Climatério. 9. Doenças
benignas e malignas da mama. Lesões precursoras do
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS colo uetrino e câncer do colo uterino. Câncer de
GREENSPAN, Francis J. Basic e endométrio. Tumores benignos e malignos dos
ClinicalEndocrinology. 9ª ed., Ed. Mc Granhill, ovários. 10. Síndrome do ovário policístico. 11.
2010, 1 v. Urgências em Ginecologia. 12. Pré e pós operatóro
http://thyroidmanager.org - editor Leslie DeGroot em cirurgia ginecológica. Videolaparoscopia e
LARSEN, Williams. TextBook of Endocrinology. 11ª videohisteroscopia. 13. Bioética e Ginecologia.
ed., Ed. Saunders, 2009, 1 v. Informática e Ginecologia.
SAAD,MJA, MACIEL RMB, MENDONÇA BB.
Endocrinologia , Ed. Atheneu,2007, 1v
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS nervoso central. 7. Encefalopatias tóxicas e


metabólicas. 8. Encefalopatias isquêmicas anóxicas.
BEREK & NOVAK, Tratado de Ginecologia, edição 14, 9. Distúrbios circulação liquóricas e edema cerebral.
editora Guanabara Koogan – RJ, 2008. 10. Distúrbios neurológicos dos erros inatos do
SILVA FILHO, A.L. ET AL. Manual de Ginecologia e metabolismo. 11. Demências. 11.1. Demências
Obstetrícia SOGIMIG, edição 5, editora degenerativas. 11.2. Demências vasculares. 12.
Coopmed, 2012. Epilepsias. 13. Cefaléia e Algias cranianas. 14.
Desordens cerebelares e espinocerebelares. 15.
MÉDICO MASTOLOGISTA Desordens dos núcleos da base. 16. Desordens dos
neurônios motores superiores e inferiores. 17.
1. Anatomia e embriologia da mama. 2. Histologia e Desordens das raízes, plexos e nervos periféricos. 18.
fisiologia da mama. 3. Anomalias do desenvolvimento Desordens do sistema nervoso autonômico. 19.
mamário. 4. Fisiologia e patologia da lactação. Desordens da junção neuromuscular. 20. Desordens
5. Anamnese e exame físico. 6. Métodos do músculo esquelético. 21. Complicações
diagnósticos complem entares. 7. Propedêutica neurológicas da gravidez. 22. Complicações
invasiva. 8. História natural do câncer de mama. 9. neurológicas do recém-nato. 23. Complicações
Biologia celular e molecular e genética do câncer de neurológicas das doenças sistêmicas.
mama. 10. Estudo e histopatologia das lesões
benignas da mama. 11. Alterações funcionais SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
th
benignas da mama e neoplasias benignas. 12. ADAMS & VICTOR. PrinciplesofNeurology. 9 edition.
Doenças infecciosas da mama. Dor mamária. McGraw Hill.
rd
Descarga papilar. 13. Epidemiologia e fatores de risco BRADLEY. Neurology in Clinical Pratice. 3 edition.
do câncer de mama. 14. Prevenção primária e Butterworth-Heinemann.
a
rastreamento do câncer de mama. 15. Diagnostico ROWLAND. Merritt Tratado de Neurologia. 11 edição.
clinico do câncer de m ama. 16.Estadiamento e fatores Guanabara Koogan.
prognósticos do câncer de mama. 17. Cirurgia do
câncer de mama. Linfonodo sentinela. 18. MÉDICO NEUROPEDIATRA
Tratamentos complementares: hormonioterapia e
quimioterapia do câncer de mama. 19. Carcinoma 1. Exame neurológico do recém-nascido ao
inflamatório. Sarcomas mamários. Doença de Paget. adolescente. Infecções do sistema nervoso. 2.
20. Câncer de mama na gravidez. Câncer de mama Epilepsia e distúrbios paroxísticos de natureza não
bilateral. 21. Seguimento após câncer de mama. epiléptica. 3. Distúrbios do desenvolvimento do
sistema nervoso. 4. Encefalopatias não progressivas e
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS progressivas. 5. Doenças neurocutâneas. 6. Tumores
do SNC. 7. Hipertensão intracraniana. 8. Distúrbios do
ABRÃO, F.S. Oncologia Genital e Mamária. Ed. sono. 9. Distúrbios do comportamento. 10.
Revinter, 2006. Dificuldades e distúrbios do aprendizado escolar. 11.
BEREK, J. S. Practical Gynecologic Oncology. Cefaléias. Doenças neuromusculares. 12. Doenças
Sydney, 2005. neurológicas heredodegenerativas. 13. Ataxias
BREAST .Cancer Treatment and Prognosis Ed. agudas. 14. Infecções congênitas. 15. Afecções dos
Basil A. Stoll, London, 1996. gânglios da base. 16. Peroxissomopatias. 17.
DI SAIA & CREASMAN. Clinical Gynecologic Lisossomopatias. 18. Doenças desmielinizantes. 19.
Oncology, Mosby Year Book, 2007. Comas. 20. Traumatism o crâniencefálico. 21.
OLIVEIRA, HC; LENGRUBER, I. Tratado de Acidentes vasculares celebrais na infância. 22.
Ginecologia da Febrasgo. Ed. Revinter, 2002. Comprometimento neurológico em doenças
PIATO S. Doenças da Mama. Ed. Revinter, 2006. sistêmicas. 23. Transtorno de déficit de atenção e
SILVA HMS Condutas em Mastologia Ed. Guanabara, hiperatividade. 24. Morte encefálica.
2002.
VERONESI, U. Mastologia Oncológica. Medsi Ed. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Médica e Científica, 2002.
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/ABCDE_di
MÉDICO NEUROLOGISTA agnostico_hepatites_virais.pdf
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/dengue_as
1. O Estado de vigília e o sono. 1.1. Coma. 1.2. pecto_epidemiologicos_diagnostico_tratamento.p
Mutismo acinético e síndrome de De-Eferenciação. df
1.3. Confusão mental. 1.4. Hipersonias. 2. Infecções http://www.cievs.saude.salvador.ba.gov.br/Documento
do sistema nervoso. 2.1. Infecções bacterianas. 2.2. s/Noticias/Guia-de-Manejo-Clinico-da-Febre-de-
Infecções Virais. 2.3. Infecções parasitárias e Chikungunya.pdf
fúngicas. 2.4. Manifestações neurológicas do vírus de Diretrizes Brasileiras para Pneumonia Adquirida na
imunodeficiência humana. 3. Doenças vasculares do Comunidade em Adultos Imunocompetentes.
sistema nervoso. 3.1. Doença cérebro vascular 2009. J.Bras. Pneumol. v.35 (6): 574-601, 2009.
isquêmica. 3.2. Hemorragia intracerebral. 3.3. Disponível em :
Aneurisma intracraniano. 3.4. Acidente vascular http://www.jornaldepneumologia.com.br/PDF/2009_35
encefálico na infância. 3.5. Doença vascular da _6_11_portugues.pdf
medula espinhal. 4. Traumatismo do sistema nervoso. http://publicacoes.cardiol.br/consenso/2010/Diretriz_hi
4.1. Traumatismo crânio-encefálico. 4.2. Traumatismo pertensao_ERRATA.pdf
raquimedular. 4.3. Traumatismo de nervos periféricos. http://publicacoes.cardiol.br/consenso/2013/Diretriz_E
5. Tumores primários e secundários do sistema mergencia.pdf
nervoso. 5.1. Apresentação clínica e terapia dos http://www.diabetes.org.br/images/pdf/diretrizes-
tumores do sistema nervoso central. 5.2. sbd.pdf
Apresentação clínica e terapia dos tumores espinhais. http://www.saudedireta.com.br/docsupload/134006449
5.3. Apresentação clínica e terapia dos tumores dos 0Protocolo%20para%20diagn%C3%B3stico%20
nervos periféricos. 5.4. Síndromes para neoplásicas. e%20tratamento%20de%20IST.pdf
6. Doença inflamatória desmielinizante do sistema Black Book Clinica Médica 2ª. ed. 2014.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

Harrison Medicina Interna - 17ª ed. 2009. PARDINI A.Traumatismos da mão. Rio de Janeiro:
Medsi.
MÉDICO ORTOPEDISTA ROCKWOOD C.A. et al. Fractures. Philadelphia:
Lippincott.
Histologia, histopatologia e embriologia do aparelho RUEDI e MURPHY. AO Principles of fracture
locomotor. Fisiologia e mineralização do osso. management. Verlag/Artmed.
Anatomia do aparelho locomotor. Semiologia e TACHDJIAN MO. Pediatric orthopaedics. Philadelphia:
propedêutica do aparelho locomotor. Biom ecânica. Saunders.
Doenças osteo-metabólicas. Infecção osteo-articular. Terminologia anatômica. São Paulo: Manole, 2001.
Tromboembolismo. Anomalias congênitas do membro Tratado de Ortopedia - SBOT. Roca. 2007.
superior. Anomalias congênitas da coluna vertebral. WEINSTEIN SL, BUCKWALTER JA.
Anom alias congênitas do membro inferior. Displasias. Turek’sorthopaedics: principles and their
Líquido sinovial. Artrites. Tendinites e tenosinovites. application. Philadelphia: Lippincott/Manole.
Bursites. Sinovites. Gota. Osteocondrites. * Todos os livros são das últimas 3 edições.
Osteonecrose. Miosites. Espondilites. Entesopatias. Periódicos (últimos 5 anos):
Artrose. Artrites. Patologias degenerativas do aparelho Acta Ortopédica Brasileira. São Paulo: Atha
locomotor. Síndromes compressivas neurológicas. Comunicação.
Paralisia cerebral. Tumor ósseo maligno. Tumor ósseo Clinica ortopédica da SBOT. Rio de Janeiro:
benigno. Pseudotumores. Doença de Paget. Guanabara Koogan.
Síndromes compartimentais. Paralisia obstétrica. Clinical Orthopaedic and Related Research.
Artrogripose. Síndromes que envolvem o aparelho Journal of Bone & Joint Surgery.
locomotor. Necrose avascular. Patologias da fise. Journal of the American Academy of Orthopaedics
Deformidades de eixo dos membros inferior e Surgeons.
superior. Desvios da coluna vertebral. Lombalgia e Revista Brasileira de Ortopedia.
lombociatalagia. Hérnia discal. Espondilólise.
Espondilolistese. Estenose de canal vertebral. MÉDICO OTORRINOLARINGOLOGISTA
Discrepância de comprim ento dos membros.
Deformidades adquiridas do pé. Metatarsalgia. Marcha 1. Embriologia, fisiologia e anatomia do nariz, seios
normal. Distúrbios da marcha. Amputações. para-nasais, boca, faringe, laringe, ouvidos, cabeça e
Artroscopia. Artroplastia. Enxertia óssea e cutânea. pescoço, base de crânio e cirurgia plástica facial. 2.
Cintilografia óssea. Radiologia ortopédica. Tomografia Etiologia, diagnóstico, tratamento clínico cirúrgico das
computadorizada do esqueleto. Ressonância doenças e síndromes, como de suas complicações. 3.
magnética osteoarticular. Lesões nervosas Emergências em otorrinolaringologia e cirurgia cervico
relacionadas e hanseníase. Lesões traumáticas dos facial com diagnóstico e tratamento clínico e cirúrgico.
nervos periféricos. Tratamento de deformidades e 4. Otologia. 5. Oto-Neurologia. 6. Rinologia. 7.
sequelas da hanseníase. Lesões ortopédicas Faringo-estomatologia. 8. Laringologia e Voz. 9.
relacionadas ao diabetes. Pé diabético. Consolidação Cabeça e Pescoço. 10. Cirurgia Plástica Facial. 11.
das fraturas. Cicatrização tendinosa e ligamentar. Base de Crânio. 12. Otorrinolaringologia Pediátrica.
Biomecânica das fraturas. Classificação das fraturas.
Fraturas expostas. Atendimento ao politraumatizado. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Fraturas por arma de fogo. Fraturas patológicas.
Fratura por estresse. Gangrena gasosa. Complicações Tratado de Otorrinolaringologia e Cirurgia
das fraturas e das luxações. Tromboembolismo. Cervicofacial. Associação Brasileira de
Infecção pós-traumática. Fixação interna das fraturas. Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial.
Fixação externa. Métodos de tratamento de fraturas e Segunda Edição. Editora Roca Ltda., São Paulo,
luxações. Técnica AO. Princípios de osteossíntese. 2011. 04 volumes.
Planejamento pré-operatório. Fraturas e luxações do
membro inferior. Fraturas e luxações da pelve. MÉDICO PEDIATRA
Fraturas e luxações da cintura escapular. Fraturas e
luxações do m embro superior. Fraturas e luxações da
1. Aleitamento materno. 2. Imunizações preventivas.
coluna vertebral. Lesões meniscais. Lesões 3. TRO (Terapia da reidratação oral). 4. Infecções
ligamentares. Lesões tendinosas. Instabilidade
respiratórias agudas. 5. Imunodeficiências.
articular. Luxação recidivante. Fraturas na criança.
6.Cardiopatias congênitas. 7. Intoxicações agudas. 8.
Descolamento epifisário. Trauma fisário. Fratura em Queimadura. 9. Hiperplasia adrenal congênita. 10.
galho verde. Fratura subperióstica. Deformidade
Síndrome de down. 11. Diarréia aguda e crônica. 12.
plástica. Fratura obstétrica. Síndrome da criança
Abdome agudo em pediatria. 13. Refluxo
espancada. gastroesofágico. 14. Anemias carenciais. 15. Doenças
exantemáticas. 16. Doenças comuns da infância. 17.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Meningoencefalites. 18.Monucleose. 19.
Estafilococcias e estreptococcias. 20. Infecções
BARROS Filho TEP, Lech O. Exame físico em
congênitas. 21. Coxcsakioses. 22. Parasitoses
ortopedia. São Paulo: Sarvier.
intestinais. 23. Assistência ao RN na sala de parto. 24.
BROWNER J, Levine e Trafton. Skeletal trauma. RN a termo, prematuro, pós termo. 25.
Philadelphia: Saunders/Manole.
Desvitaminoses. 26. Infecções do trato respiratório.
CANALE S.T. Campbell’s operative orthopaedics. St.
27. Febre reumática. 28. Doença de Kawasaki.
Louis: Mosby/Manole.
HEBERT Sizínio et al. Ortopedia e traumatologia:
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
princípios e prática. Porto Alegre: Artmed.
Livros de condutas da SBOT: Ortopedia do Adulto, BEVILACQUA, C. C.; MORAES SYLVIA R. S.;
Traumatologia Ortopédica e Ortopedia Pediátrica.
FERNANDES, MARCIA F.; COSTA, ANA LUCIA
Revinter.
M. e RODRIGUES MARTA CRISTINE F.
MORRISSY R.T, Weinstein SL. Lovell and Winter’s Emergências Pediátricas, Instituto de
pediatric orthopaedics. Philadelphia: Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira –
Lippincott/Manole.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

Editora Atheneu: São Paulo, Rio de Janeiro e Assistência ao parto. Desproporção céfalo-pélvica. 5.
Belo Horizonte, BRASIL, 2000. Apresentações cefálicas anôm alas. Discinesias
KLIEGMAN, ROBERT M.; BEHRMAN, RICHARD E.; uterinas. Assistência ao puerpério normal e anormal;
JENSON, HALL B. e STANTON, BONITA F. Lactação. 6. Contracepção no puerpério. 7. Sofrimento
th
Nelson Textbook of Pediatric. 18 Edition, W. B. fetal agudo. Medicina fetal: Ultra-sonografia;
Saunders Company: Philadelphia, USA, 2007. Dopplerfluxometria; Cardiotocografia.
SCHETTINO, CARLOS EDUARDO. Bases da
Pediatria. Editora Rubio: Rio de Janeiro, Brasil, SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
2013.
SILVA FILHO, A.L. ET AL. Manual de Ginecologia e
MÉDICO PLANTONISTA SOCORRISTA (PEDIATRA) Obstetrícia SOGIMIG, edição 5a. Editora
e MÉDICO VISITADOR PEDIÁTRICO Coopmed, 2012.
MONTENEGRO, C. A. B. & Resende Fo, J. –
Reanimação cardiopulmonar; distúrbios REZENDE Obstetrícia. 12a ed, Ed.
hidreletrolíticos e ácido-básicos; choque; princípios GuanabaraKoogan. 2013.
básicos de respiração mecânica; acidentes; violência
contra a criança e o adolescente; analgesia e MÉDICO PNEUMOLOGISTA
sedação; tratamento da asma aguda; anafilaxia;
urticária e angioedema; eritema multiforme major; 1. Vias respiratórias superiores: rinites, sinusites,
insuficiência cardíaca; crise cianótica; arritmias laringites, traqueites; diagnóstico diferencial da tosse.
cardíacas; miocardite aguda viral; endocardite Doenças Pulmonares obstrutivas: DPOC, asm a
infecciosa; sepse; meningite bacteriana aguda; brônquica, bronquiectasia, Abscesso pulmonar,
infecção pelo vírus da imunodeficiência humana; Fibrose cística 2. Doenças Pulmonares Intersticiais,
tétano; profilaxia da raiva humana; dengue; Manifestações pulmonares das colagenoses;
piodermites; cetoacidose diabética; hipoglicemia; Patologias da pleura: Pneumotórax, derram es
insuficiência adrenal; diarréia aguda; hemorragia pleurais, empiemas. 3. Doenças da circulação
digestiva; insuficiência hepática aguda; abordagem e pulmonar: Tromboembolismo, Hipertensão pulmonar,
manuseio do hepatopata crônico na emergência; Cor pulmonale; Neoplasias de pulmão e mediastino,
indicação de componentes e derivados de sangue; Insuficencia respiratória, Distúrbios respiratórios do
reações hemolíticas transfusionais; doença falciforme; sono 4. Doenças Infecciosas: pneumonias,
emergências oncológicas; neutropenias; púrpura tuberculose e outras micobacterioses. Infecções
trombocitopênica imunológica; infecção urinária; fúngicas: Paracoccidiodomicose, Histoplasmose,
hematúria; síndrome hem olítico-urêmica; Criptococose, Aspergilose, Candidíase; Sarcoidose; 5.
glomerulonefrite difusa aguda; hipertensão arterial; Doenças pulmonares ocupacionais e ambientais;
síndrom e nefrótica; complicações; insuficiência renal Tabagismo.
aguda; crise convulsiva; traumatismo craniencefálico;
coma; hipertensão intracraniana; síndrome de SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Guillain-Barré; ataxia; morte encefálica; encefalites;
pneumonias agudas; bronquiolite viral aguda; II Consenso Brasileiro sobre Doença Pulmonar
obstrução respiratória alta; insuficiência respiratória; Obstrutiva Crônica – 2004.
tuberculose; febre reumática; quadros inflamatórios do Diretrizes Brasileiras para Pneumonia Adquirida na
sistema osteoarticular; púrpuras; doença de Kawasaki; Comunidade em Adultos Imunocompetentes -
abdome agudo; trauma de tórax e abdome; 2009.
politraum atismo; febre sem foco. Harrison - Medicina Interna- 17ª ed. vol 1 e 2 – 2009.
Manual de Recomendações para o Controle da
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Tuberculose no Brasil - Ministério da Saúde-
2011.
AIRES, V. Rotinas de pediatria I. IPPMG/UFRJ. 2. ed. IV Diretrizes Brasileiras para o manejo da Asma -
Rio de Janeiro: Editora Cultura Médica, 1995. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
BEHRMAN, Richard E.; KLIEGMAN, Robert M.; Recomendações para o manejo das Tromboembolias
JENSON, Hal B. Nelson Textbook of Pediatrics. pulmonares - Sociedade Brasileira de
16th ed., 17th ed e 18th ed. Pneumologia e Tisiologia, 2010.
IPPMG/UFRJ. Emergências pediátricas. Última Tarantino, Affonso Berardinelli, 6ª. edição. - 2008 -
Versão. Editora Guanabara Koogan.
MARCONDES, E. Pediatria básica. Vol. 1 e 2. São
Paulo: Editora Sarvier, 1999. MÉDICO PROCTOLOGISTA

MÉDICO PLANTONISTA SOCORRISTA - 1. Diarréia 2. Constipação 3. Câncer do intestino 4.


MATERNIDADE (OBSTETRA) Câncer do reto 5. Retocolite Ulcerativa Idiopática 6.
Polipose intestinal 7. Megacólon 8. Trauma abdominal
1. Diagnóstico da gravidez; Modificações do 09. Trauma do reto 10. Doença hemorroidária 11.
organism o materno; Alterações psicológicas da Fístula anal 12. Fissura anal 13. Estenose anal 14.
gestação e puerpério; Assistência pré-natal; Drogas Doença de Paget 15. Doença de Crohn 16. Anatomia
na gravidez; Vacinação na gravidez. 2. Gestação de dos cólons, reto e ânus17. Apendicite aguda 18. Ânus
alto risco. Toxemia gravídica; Diabetes gestacional; imperfurado 19. Retocele 20. Colonoscopia
Polidramnia e Oligodramnia; Amniorrexe prematura; diagnóstica e terapêutica 21. Doença diverticular dos
Prenhezgemelar; Prematuridade; Doença hemolítica cólons e diverticulite 22. Paniculite mesentérica 23.
perinatal; Aconselhamento genético pré-natal; Corpos estranhos 24. Hemorragia digestiva alta e
Complicações clínicas na gravidez. 3. Hemorragias da baixa.
1ª e da 2ª metade da gravidez - Abortamento, Prenhez
ectópica, Neoplasia trofoblástica gestacional, SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Distúrbios da hemocoagulação, Descolamento
prematuro de placenta, Placenta prévia. 4. Estática TRAUMA, MATTOX, sétima edição.
fetal; Mecanismo do parto; Contratilidade uterina; Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Editor Andy Petroianu.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

Tratado de endoscopia digestiva da SOBED. NUTRICIONISTA


Tratado de Coloproctologia, Fábio Campos. Atheneu.
bvsms.saude.gov.br 1. Nutrição e prevenção das doenças crônicas não
transmissíveis. 2. Avaliação e aconselhamento
MÉDICO PSIQUIATRA nutricional em crianças e adolescentes.
3. Fisiopatologia e prevenção das hipovitaminoses.
1. Diagnóstico e Classificações em psiquiatria. 2. 4. Obesidade e síndrome metabólica 5. Necessidades
Transtornos mentais orgânicos, inclusive os e recom endações de energia e nutrientes.para
sintomáticos. 3. Transtornos m entais e crianças e adolescentes 6. Alimentação equilibrada na
comportamentais devidos ao uso de substância promoção da saúde. 7. Técnica dietética, elaboração
psicoativa. 4. Esquizofrenia, transtornos esquizotípicos de cardápios, roteiro de elaboração indicadora de
e transtornos delirantes. 5. Transtornos do humor rendimentos, porcionam ento de alimentos, técnicas de
[afetivos]. 6. Transtornos neuróticos, transtornos preparo e conservação de alimentos.
relacionados com o "stress" e transtornos
somatoformes. 7. Síndromes comportamentais SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
associadas a disfunções fisiológicas e fatores físicos.
8. Transtornos da personalidade e do comportamento Alimentação na escola, alimentação saudável e
do adulto. 9. Retardo mental. 10. Psicofarmacologia vínculo mãe e filho. Alimentação saudável na
clínica e outras terapias biológicas. 11. Psicoterapias. prevenção de doenças, segurança alimentar.
12. Medicina Psiquiátrica de emergência. 13. Cadernos de Atenção Básica, Saúde na Escola,
Reabilitação psicossocial. Ministério da Saúde, Brasília, 2009.
CUPPARI L. Nutrição nas Doenças Crônicas não
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS transmissíveis,1ª Edição , Ed. Manole, 2009.
DOMENE, M.A.S, Técnica Dietética.Teoria e
EIZIRIK, AGUIAR, SCHESTATSKY Aplicações. Ed. GuanabaraKoogan, 2010.
&COLS.Psicoterapia de Orientação Analítica. Manual de orientação do departamento de nutrologia:
2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2005. Alimentação do lactente ao adolescente.
FREUD, Anna. O Ego e os Mecanismos de
Defesa.Porto Alegre: Artmed, 2005. ODONTÓLOGO
IRVIN D. Yalon; LESZCS, Molyn. Psicoterapia de
Grupo: Teoria e Prática. Porto Alegre: Artmed, 1. Dentística - Isolamento do campo operatório,
2006. preparos cavitários, tratamento restaurador
ORGANIZAÇÃO. MUNDIAL. DA SAÚDE. atraumático, proteção do complexo dentinopulpar,
Classificação de Transtornos Mentais e de restaurações dentárias por resina, aplicações clínicas
Comportamento da CID-10: Descrições Clínicas e dos materiais ionoméricos. 2. Aplicações clínicas dos
Diretrizes Diagnósticas. Porto Alegre: Artmed, materiais dentários. 3. Prevenção e fatores de risco da
1993. doença periodontal. 4. Patologia periodontal. 5.
SADOCK, Benjamin J; Sadock, Virginia Urgências em Endodontia. 6. Princípios gerais em
A.Kaplan&SadockCompêndio de Psiquiatria - prótese dentária. 7. Desenvolvimento, morfologia dos
Ciências do Comportamento e Psiquiatria Clínica. dentes decíduos, cárie em crianças e adolescentes. 8.
9. ed. Porto Alegre : Artmed, 2007. Anatomia da cabeça e do pescoço 9. Medicamentos
de uso odontológico, anestesia local, manejo do
MÉDICO UROLOGISTA paciente. 10. Patologias bucais. 11. Políticas públicas
de saúde no Brasil: estratégia Programa Saúde da
1. Anatomia cirúrgica urológica 2. Infecções urinárias Família (PSF); saúde bucal no PSF. 12. Planejamento
inespecíficas 3. Tuberculose urogenital 4. e avaliação de programas de Saúde Pública. 13.
Imaginologia do trato urinário 5. Litíase urinária 6. Educação para a saúde: princípios e métodos. 14.
Doenças sexualmente transmissíveis 7. Infertilidade Promoção de saúde e prevenção dos agravos de
masculina 8. Urologia feminina 9. Bexiga nerogênica saúde bucal mais prevalentes.15. Traumatologia
10. Tumores do trato genitourinário e da adrenal 11. dentoalveolar. 16. Aplicações clínicas dos materiais
Hiperplasia prostática benigna 12. Disfunções sexuais dentários, 17. Cuidados com pacientes portadores de
masculinas 13. Traumatismo urogenital 14. necessidade especiais. 18. Radiologia aplicada à
Uropediatria 15. Trasplante renal. 16. Endourologia. odontologia. 19. Princípios de cirurgia. 20. Princípios
17. Urgências não traumáticas do trato genitourinário. de exodontia. 21. Prevenção e tratamento das
18. Videolaparoscopia em urologia. 19. Cirurgia complicações em exodontia.
recontrutora urogenital 20. Hipertensão renovascular.
21. Embriologia do trato genitourinário. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS ANDRADE, E. D. Terapêutica Medicamentosa em


Odontologia . 3.ed. Porto Alegre: Artes Médicas,
CAMPBELL-WALSH Urology 10th edition, Saunders, 2014.
2010. ANUSAVICE, K. J. Phillips, Materiais Dentários 12.ed.
D'ANCONA, CAL; Trigo Rocha,FE; Manual de Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.
Urodinâmica, 1ª edição, SBU - Planmark, 2007. BARATIERI, L. N. ; Monteiro Jr S. Odontologia
DE SMITH, Urologia Geral, 17ª edição, Launge, 2010. Restauradora Fundamentos e Técnica. 1.ed. 5.
Publicações das Reuniões de Consensos Volumes 1 e 2. Reimpressão São Paulo: Santos
eDiretrizesda Sociedade Brasileira de Urologia Livraria e Editora, 2014
(SBU). Brasil. Guia Prático do Program a Saúde da Família.
RODRIGUES NETTO JR.,N; Urologia Prática, 5ª Brasília. Ministério da Saúde. s/d. 131p.
edição, Roca, 2008. Disponível em:
Nardi, Aguinaldo Cesar et al. - Urologia Brasil, SBU - http://dab.saude.gov.br/docs/geral/guia_psf.pdf
Planmark, 2013. _____, Ministério da Saúde - ANVISA. Serviços
Odontológicos Prevenção e Controle de Riscos
Brasília: Ministério da Saúde, 2006. Disponível
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

em: cfo.org.br/publicacoes- CLASSIFICAÇÃO DE TRANSTORNOS MENTAIS E


principal/publicacoes/servicos-odontologicos- DO COMPORTAMENTO DA CID-10. Porto
prevencao-e-controle-de-riscos Alegre: Artes Médicas, 1993.
_____. Portaria nº 267 de 06 de março de 2001 – Código de Ética Profissional do Psicólogo. Disponível
Normas e diretrizes de saúde bucal na atenção em:http://site.cfp.org.br/wpcontent/uploads/2012/
básica. Brasília.Ministério da Saúde. 2001. 07/codig_etica.pdf
Disponível em: Conselho Federal de Psicologia. Cartilha avaliação
http://sna.saude.gov.br/legisla/legisla/prog_pacs_ psicológica – 2013/ Conselho Federal de
psf/GM_P267_01_prog_pacs_psf.doc Psicologia. – Brasília: CFP, 2013. Disponível em:
____. Cadernos de Atenção Básica. N 17. Brasília. https://site.cfp.org.br/wp-
Ministério da Saúde. 2008. 92p. Disponível em: content/uploads/2013/05/Cartilha-
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude Avalia%C3%A7%C3%A3o-Psicol%C3
_bucal.pdf %B3gica.pdf
COHEN, S.; HARGREAVES, K. M. Caminhos da DALGALARRONDO, P. Psicopatologia e semiologia
Polpa 10.ed.Rio de Janeiro: Elsevier, 2011. dos transtornos mentais. Porto Alegre:
CONCEIÇÃO, E. N. et al. Dentística - Saúde e Artmed, 2008.
Estética . 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. DSM-IV-TR. Manual Diagnóstico e Estatístico dos
DEAN, J. A.;McDONALD, R.E.; AVERY, D. R. Transtornos Mentais. 5ª ed. rev. Porto Alegre:
McDONALD e AVERY -Odontopediatria para Artmed, 2014. (páginas 480 a 585)
Crianças e Adolescentes.9.ed. Rio de Janeiro: FLESLER,A.(2012). A Psicanálise de Crianças e o
Elsevier, 2011. Lugar dos Pais. Rio de Janeiro: Editora Zahar
Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal.Brasil: FREUD, S. (1856-1939) Fundamentos da Clínica
Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Psicanalítica; tradução Claudia Dornbuh.--1. ed.--
Saúde, Departamento de Atenção Básica, 2004. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017 -- (Obras
Disponível Incompletas de Sigmund Freud; 6)
em:http://conselho.saude.gov.br/web_comissoes/ FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. São
cisb/doc/politica_nacional.pdf Paulo: Penguin Classic &Conpanhia das Letras,
Ellis,EdwardRobb et al. Cirurgia Oral e Maxilofacial 2011.
Contemporânea. 6.ed Elsevier 2015 GARCIA-ROZA, L. A. Freud e o inconsciente. Rio de
LINDHE, J. et al Tratado de Periodontia Clínica e Janeiro: Jorge Zahar, 1998. Disponível em:
ImplantologiaOral . 5. ed. Rio de Janeiro: http://ghiraldelli.pro.br/wp-
Guanabara Koogan, 2010. content/uploads/GARCIA-ROZA-Luiz-Alfredo.-
LOPES, H. P.; SIQUEIRA JR., J. F. Endodontia - Freud-e-o-Inconsciente .pdf
Biologia e Técnica . 4. ed. Rio de Janeiro: GONÇALVES, M. Graça M. - Psicologia, Subjetividade
Guanabara Koogan, 2015. e Políticas Públicas São
MALAMED, S. F. Manual de Anestesia Local . 6. ed. Paulo: Cortez, 2010. Coleção Construindo o
Rio de Janeiro: Elsevier, 2013. Compromisso Social da Psicologia.
NEIL S. NORTON. Netter Atlas de Cabeça e pescoço. MOURANO, D. 2° Reimpressão: (2014). A
1ed Elsevier 2007 transferência – Rio de Janeiro: Editora: Zahar,
NEVILLE, B. W.; et al Patologia Oral e Maxilofacial . 4. 2006
ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2016. PHELAN, T.W, TDA/TDAH -- (2005) Sintomas,
PEREIRA, A.C. et al. Tratado de Saúde Coletiva em Diagnósticos, e Tratamentos: Crianças e Adultos.
Odontologia. 1. ed. São Paulo: Editora Napoleão, Editora: M.Books do Brasil, 2005
2009. Resolução CFP nº 007/2003 – Manual de Elaboração
PINTO, Vitor Gomes. Saúde Bucal Coletiva. 5ª Ed. de Documentos Escritos produzidos pelo
São Paulo. Santos. 2008. 629p. psicólogo, decorrentes de avaliação psicológica e
SB Brasil 2010 – Resultados Principais. Brasil: revoga a Resolução CFP º 17/2002. Disponível
Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à em: https://site.cfp.org.br/wp-
Saúde, Departamento de Atenção Básica, content/uploads/2003/06/resolucao2003_7.pdf
2011.Disponível em: SATEPSI, EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA CFP N°
http://dab.saude.gov.br/CNSB/sbbrasil/arquivos/p 01/2017. Disponível em:
rojeto_sb2010_relatorio_final.pdf http://site.cfp.org.br/wp-
STUART C. White e Michael j. Pharoah - Radiologia content/uploads/2017/05/EDITAL-DE-
Oral: Princípios e Interpretação Ed. Elsevier 7ª CHAMADA-P%C3%9ABLICA-CFP-N. pdf
Ed. 2015. WINNICOTT, D. D. (1987) Privação e delinqüência.
Trad. de Álvaro Cabral. São Paulo: Martins
PSICÓLOGO Fontes, 1984.

1. Psicologia e Educação. 2. Psicologia  NÍVEL MÉDIO/ CURSO TÉCNICO DE NÍVEL


Organizacional. 3. Atenção Psicossocial. MÉDIO
4. Dependência Química. 5. Saúde Mental: bases
conceituais e políticas públicas. 6. Psicoterapia: CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES
conceitos e modelos. 7. Avaliação Psicológica. BIBLIOGRÁFICAS PARA AS PROVAS OBJETIVAS
8. Psicopatologia. 9. Síndromes. 10. Elaboração de
Documentos na prática do Psicólogo. 11. Ética Português para todos os cargos de Nível Médio e
Profissional. 12. Ética e Cuidado. de Curso Técnico de Nível Médio

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS 1. Organização textual: interpretação dos sentidos


construídos nos textos verbais e não verbais;
BUCK, J. N. (2003). H-T-P: Casa – Árvore – Pessoa. características de textos descritivos, narrativos e
Técnica Projetiva de Desenho: Manual e Guia de dissertativos; elementos de coesão e coerência.
Interpretação. (1ª ed.). São Paulo: Vetor. 2. Aspectos semânticos e estilísticos: sentido e
CALLIGARIS, Contardo. Cartas a um jovem terapeuta. emprego dos vocábulos; tempos e modos do verbo;
Rio de Janeiro; Elsevier. 4ª edição, 2004. uso dos pronomes; metáfora, antítese, ironia.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

3. Aspectos morfológicos: reconhecimento, emprego e municipais. 1.3. Serviços públicos no Município e seus
sentido das classes gramaticais em textos; elementos programas, ações, equipamentos e instalações. 1.4.
de composição das palavras; mecanismos de flexão Rede escolar do Município. 1.5. Diversidade e
dos nomes e dos verbos. 4. Processos de constituição manifestações culturais. 1.6. Atrações turísticas e
dos enunciados: coordenação, subordinação; culturais, datas comemorativas, marcos históricos,
concordâncias verbal e nominal. 5. Sistema gráfico: personalidades e destaques do Município. 2.
ortografia; regras de acentuação; uso dos sinais de Organização administrativa da Prefeitura Municipal de
pontuação. Pinheiral, segundo a Lei nº LEI Nº 968, de 17 de abril
de 2017: 2.1. Princípios, planejamento municipal. 2.2.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Órgãos que integram a estrutura administrativa:
classificação, principais competências e unidades
CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza internas. 2.3. Conceitos básicos sobre cargos em
Cochar. Português: linguagens. (ensino médio). comissão e funções gratificadas.
São Paulo: Atual.
CUNHA, Celso e CINTRA; Luís Felipe Lindley. Nova SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
gramática do português contemporâneo. Rio de
Janeiro: Nova Fronteira. LEI nº 968, de 17 de abril de 2017 - Dispõe sobre a
FIORIN, José Luiz; SAVIOLI, Francisco Platão. Para estrutura da Administração Pública Municipal, e
entender o texto: leitura e redação. São Paulo: determina outras providências.
Ática. IBGE. Informações sobre o Município. Disponível em
https://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&
Noções de Informática para todos os cargos de codmun=330395&search=rio-de-
Nível Médio e de Curso Técnico de Nível Médio janeiro|pinheiral|infograficos:-historico
“Pinheiral - A história que o povo conta”. Prefeitura
1. Microinformática. Conceitos. Características. Municipal de Pinheiral, Rede Municipal de
Modalidades de processamento Online, Offline, batch, Ensino. 2012. Disponível no sítio do IBAM.
real time, time sharing.Operação de Informações sobre atrações turísticas e patrimônio
microcomputadores. Hardware: conceitos, histórico e cultural do Município. Disponível em
identificação dos componentes e funções, siglas, http://www.pinheiral.rj.gov.br/a-cidade/atracoes-
tipos, características, conexões PS/2, USB e RJ45, turisticas
equipamentos, mídias. Memória. Equipamentos e Informações sobre Jongo em Pinheiral. Disponível em
dispositivos de armazenamento, de entrada e de saída http://iberculturaviva.org/portfolio/jongo-de-
de dados. Software: conceitos, software básico e pinheiral-uma-tradicao-passada-de-geracao-em-
aplicativo, sistemas operacionais. Ambientes Windows geracao/ e
XP/7/8/10 BR e UBUNTU Linux: conceitos, http://www.palmares.gov.br/archives/30116
características, Área de Trabalho, significado e uso
das teclas, ícones, atalhos de teclado, gerenciador de
pastas e arquivos, interface gráfica, formatos de AGENTE TÉCNICO MUNICIPAL
arquivos, utilização de recursos. 2. MSOffice
2010/2013 BR (Word, Excel, Powerpoint) X LibreOffice 1. Gestão Municipal: 1.1. Administração Pública e
versão 5.4 (Writer, Calc, Impress) - conceitos, suas normas, competências do Município, relações
características, ícones, atalhos de teclado, uso do intergovernamentais, cooperação intermunicipal,
software e emprego dos recursos. 3. Internet e Prefeitura, funções e atribuições do Prefeito. 1.2.
Web. Conceitos, características, sites de pesquisa, Estrutura organizacional, classificação e tipos de
browsers Internet Explorer 11 BR, Firefox Mozilla órgãos e entidades. Planos e programas, conteúdos
v44.0.2 ou superior, Google Chrome. especificidades. 1.3. Gestão Administrativa e seus
CorreioEletrônico.WebMail. Mozilla Thunderbird, eixos e áreas de atuação: Recursos humanos,
MSOffice Outlook 2010/2013 BR. RedesSociais: logística e serviços gerais, patrimônio, licitação
Facebook, Linkedin, Twitter, Orkut, MySpace, Badoo. contratos, convênios, prestação de contas,
4. Segurança. Conceitos, características, proteção de informação. 1.4. Gestão financeira e orçamentária,
equipamentos, de sistemas, em redes e na internet. ambiental e participativa. 1.5. Legislação aplicada aos
Vírus. Backup. Municípios. 2. Atos oficiais: 2.1. Fundamentos éticos e
legais, classificação e espécies, conceitos e utilização
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS conforme o Manual de Redação Oficial do Poder
Executivo do Estado do Rio de Janeiro.
ABDALLA, Samuel Liló& GUESSE, André. Informática 3. Gestão de documentos e atividades de protocolo
para Concursos, Ed. Saraiva, 2013. de acordo com o Manual de Gestão de Protocolo do
COSTA, Renato da. Informática para Concursos, Ed. Estado do Rio de Janeiro e seu glossário de termos.
Impetus, 2015. 3.1. Conceitos básicos sobre tramitação, recepção,
MANZANO, José Augusto N. G. Guia Prático de distribuição, expedição, arquivam ento e
Informática, Érica, 2011. desarquivamento, consulta e vistas de documentos e
Manuais técnicos e help/ajuda de hardware e processos. 3.2. Formação e andamento de
software. processos: capa; autuação, instrução e numeração de
VELLOSO, F. C. Informática – Conceitos Básicos, folhas, abertura e encerramento de volumes,
Campus, 2011. anexação, juntada, apensação e desapensação,
desentranhamento, desmembramento,
Conhecimentos Gerais sobre Pinheiral para todos acautelamento, extinção, encerramento, reabertura,
os cargos de Nível Médio e de Curso Técnico de reconstituição. 3.3. Procedimentos legais de atos
administrativos: anulação, revogação e convalidação.
1. Conhecim entos gerais sobre o Município: 1.1. 4. Atendimento ao publico: 4.1. Conceitos e definições
Origem e História, aspectos físicos geográficos, sobre qualidade, seus princípios e dimensões;foco no
população, localização, limites municipais, distritos, cliente. 4.2. Princípios e ações para o bom
aspectos socioeconômicos e urbanísticos. 1.2. atendimento; ruídos e barreiras na comunicação. 4.3.
Evolução política e administrativa, poderes e símbolos Atendimento telefônico e presencial:atitudes
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

indispensáveis no atendimento telefônico; princípios OLIVEIRA, Isabel Cristina Eiras de (Coord.). Estatuto
de atendimento presencial; atendimento e tratamento. da Cidade: Para Compreender... Rio de Janeiro:
4.4. Atitudes comportam entais; organização do IBAM, 2001.
o
ambiente; dimensões da qualidade nos deveres dos PREFEITURA. Lei Complementar N 001, de 16 de
servidores. outubro de 1997, que Institui o Código de Obras
e Edificações do Município de Pinheiral/RJ e
SUGESTOES BIBLIOGRÁFICAS suas atualizações.
o
___________. Lei Complementar N 003, de 30 de
Guia da boa gestão do Prefeito. Conselho Federal de Junho de 2008, que institui o Plano Diretor do
Administração. Brasília, 2012. Disponível em Município de Pinheiral/RJ e suas atualizações.
o
www.cfa.org.br/servicos/publicacoes/guia-da- ___________. Lei N 387, de 05 de Janeiro de 2007,
boa-gestao.../GUIA_PREFEITOS.pdf que dispõe sobre o Código de Posturas do
Manual de Redação Oficial do Poder Executivo do Município de Pinheiral/R e suas atualizações.
Estado do Rio de Janeiro. Governo do Estado do www.prefeiturapinheiral.com.br - Seção Acervo
RJ. Arquivo Público. - 2014. Partes 1, 3 e 4. Histórico.
Disponível em: www.planalto.gov.br - Para Obtenção da Legislação
http://www.rj.gov.br/web/casacivil/exibeconteudo? Federal.
article-id=2998488 www.ibge.gov.br - Canal Banco de Dados/Cidades@
Manual de Gestão de Protocolo. Governo do Estado Para Obtenção de Dados Atualizados Sobre o
do Rio de Janeiro. Arquivo Público. RJ: 2012. Município.
Partes 2, 3, 4 e Glossário. Disponível em: www.ibam.org.br/estudos - Para obtenção de Estudos
http://www.rj.gov.br/web/casacivil/exibeconteudo? e Publicações do IBAM Citados na Bibliografia
article-id=2998488 (em pdf).
Cartilha de Excelência no Atendimento e Boas
Práticas. Procuradoria Geral da União/ Núcleo de AGENTE FISCAL DE RENDAS
Administração e Apoio Logístico. Brasília, 2012.
Disponível em O Sistema Tributário Brasileiro. Os princípios
www.agu.gov.br/page/download/index/id/931706 constitucionais tributários. Limitações ao poder de
4 tributar. A repartição das receitas tributárias. O Código
Tributário Nacional. Tributos e suas espécies.
AGENTE FISCAL DE OBRAS E POSTURAS Características. Normas gerais de Direito Tributário.
Vigência e aplicação da legislação tributária.
1. Conhecimentos gerais sobre o Município. 2. Interpretação e integração da legislação tributária.
Competências do Poder Executivo Municipal. 3. Obrigação tributária. Fato gerador, sujeito ativo e
Direito de Construir e enquadramento jurídico- sujeito passivo. Solidariedade e capacidade tributária.
administrativo para o exercício do Poder de Polícia e o Domicílio tributário. Responsabilidade tributária.
exercício da fiscalização. 4. Desempenho das Crédito tributário. Lançamento. Suspensão, extinção e
atribuições do fiscal de obras e posturas. 5. Utilização exclusão do crédito tributário. Renúncia fiscal.
da legislação municipal aplicável. Garantias e privilégios. Administração tributária.
Fiscalização, dívida ativa e penalidades tributárias.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Código Tributário Municipal. Normas gerais.
Características dos tributos municipais. Administração
BAHIA, Sérgio Rodrigues. Modelo para elaboração de tributária municipal.
código de obras e edificações. Rio de janeiro:
convênio ibam/procel, 1997. (introdução, p. 9- SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
11).
CHAVES, Roberto. Manual do Construtor: para AGUIAR, Joaquim Castro. Regime jurídico das taxas
Engenheiros, Mestres de Obras e Profissionais municipais. Rio de Janeiro: IBAM/Livros Técnicos
de Construção em Geral. Editora Tecnoprint S.A., e Científicos.
1979. BALEEIRO, Aliomar. Direito tributário brasileiro
CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO (atualizado por Misabel Abreu Machado Derzi).
BRASIL De 1988. (Título III, Capítulos I a IV; Rio de Janeiro: Forense.
Título VII, Capítulo II e Capítulo VI). BARBON, Sandra A. Lopez. Do IPTU. Belo Horizonte:
Decreto Nº 5.296, de 02 de Dezembro de 2004, que Del Rey.
regulamenta as leis federais de acessibilidade - BRASIL. Constituição da República de 1988
LF 10.048 e LF 10.098. atualizada.
GONÇALVES, Marcos Flávio R. (Coord.). Manual do ___________. Lei nº 5.172, de 25/10/66 (Código
a
Prefeito. 13 Edição. Rio De Janeiro: IBAM, 2009. Tributário Nacional) e legislação complementar.
(Seção 1, Cap. 1 e 2; e Seção 2, Cap. 3). COELHO, Sacha Calmon Navarro. Comentários à
Lei Federal Nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000, Constituição de 1988 - sistema tributário. Rio de
que dispõe sobre acessibilidade. Janeiro: Forense.
o
Lei Federal N 10.257, de 10 de julho de 2001, FANUCCHI, Fábio. Curso de direito tributário
Estatuto da Cidade. brasileiro. São Paulo: Resenha Tributária.
o
Lei Federal N 6.766, de 19 de dezembro de 1979, ICHIHARA, Yoshiaki. Imunidades tributárias. São
o
modificada pela Lei Federal N 9.785/99, que Paulo: Atlas.
dispõem sobre parcelamento do solo urbano. MACHADO, Hugo de Brito. Os princípios jurídicos da
Lei Orgânica do Município de Pinheiral/RJ de 1997. tributação na Constituição de 1988. São Paulo:
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Ed. RT.
a
Brasileiro. 32 Edição, São Paulo: Malheiros, MARTINS, Ives Gandra. Sistema tributário na
2006. (Capítulo II - Administração Pública). Constituição de 1988. São Paulo: Saraiva.
a
__________________. Direito de Construir. 9 Edição, NOGUEIRA, Ruy Barbosa. Curso de direito tributário.
São Paulo: Malheiros, 2005. (Capítulo IV, P. 87- São Paulo: Saraiva.
150; Capítulo VI, P. 205-227). OLIVEIRA, Régis Fernandes de. Taxas de polícia. São
Paulo: Ed. RT.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

___________. HORVATH, Estevão & TAMBASCO, Embrapa Suínos e Aves - Sistem a de Produção de
Teresa Cristina Castrucci. Manual de direito Frangos de Corte
financeiro. São Paulo: Ed. RT. https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.b
PINHEIRAL. Código Tributário Municipal (Lei nº r/FontesHTML/Ave/ProducaodeFrangodeCorte
729/2013) e legislação complementar. /index.html
ROSA JR., Luiz Emygdio F. da. Manual de direito Manual de Segurança e Qualidade para a Avicultura
financeiro e de direito tributário. Rio de Janeiro: de Postura -
Renovar. http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/ite
m/18216/1/MANUALSEGURANCAQUALIDADE
AGENTE TÉCNICO AGRÍCOLA aviculturadepostura.pdf
Boas Práticas de Produção de Suínos - EMBRAPA -
Mecanização, Irrigação e Drenagem, Solos, Dezembro,
Armazenamento e Processam ento de Produtos 2006http://www.cnpsa.embrapa.br/sgc/sgc_pu
Agrícolas, Avicultura, Suinocultura, Pecuária, Grandes blicacoes/publicacao_k5u59t7m.pdf
Culturas, Hortaliças. CURSODE SUINOCULTURA
http://www.agrocursos.org.br/pdf/suinos_apo
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS stila2006.pdf
Suinocultura (Apostila) .PDF
Técnico em Agropecuária - MECANIZAÇÃO http://www.vetarq.com.br/2009/09/suinocultura-
AGRÍCOLA - Leandro Massayuki Rolim apostila.html
Yamashita, 2010 Cenário Atual da Pecuária de Corte, CURITIBA
http://200.17.98.44/pronatec/wp- 2007,
content/uploads/2013/06/Mecanizacao_Agricol http://www.agricultura.pr.gov.br/arquivos/File/
a.pdf deral/cenariopc.pdf
Apostila de Máquinas Agrícolas - Universidade
Estadual Paulista, Campus Universitário de Bovino de corte e leite: Sistemas de produção -
Bauru, Faculdade de Engenharia, Departamento Embrapa:
de Engenharia Mecânica, 2011 https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br
http://wwwp.feb.unesp.br/abilio/maqagri.pdf Sistemas de produção - Embrapa:
Máquinas e Mecanização Agrícola - Diogo Santos Arroz:https://sistemasdeproducao.cnptia.embr
Campos - Instituto Federal de Educação, Ciência apa.br
e Tecnologia, 2015 Algodão:https://sistemasdeproducao.cnptia.e
https://sites.google.com/a/ifmg.edu.br/diogo/discip mbrapa.br
linas/maquinas-e-mecanizacao-agricolan Café:
Técnico Agropecuária - IRRIGAÇÃO E DRENAGEM - https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br
Valber Mendes Ferreira, 2011 Soja:https://sistemasdeproducao.cnptia.embr
http://200.17.98.44/pronatec/wp- apa.br
content/uploads/2013/06/Irrigacao_e_Drenage Cana-de-açúcar: Noções da Cultura da Cana-de-
m.pdf Açúcar, João Paulo Nunes da Silva, Maria Regina
Manual de Orientação - IRRIGAÇÃO E DRENAGEM - Nunes da Silva, INSTITUTO FEDERAL DE
Ministério da Educação, 1987 EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA, 2012
http://livros01.livrosgratis.com.br/me002929.pdf http://estudio01.proj.ufsm.br/cadernos/ifgo/tecnico
Manual Técnico de Pedologia - 2ª edição - IBGE, 2007 _acucar_alcool/nocoes_cultura_cana_acucar.pdf
http://www.agrolink.com.br/downloads/manual%20 Milho:Boas Práticas de Milho, Goiânia,GO
t%C3%A9cnico%20de%20pedologia.pdf 17/04/2009, EMBRAPA MILHO E SORGO
Uso Agrícola dos Solos Brasileiros - EMBRAPA, 2002 http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstrea
file:///C:/Users/PC/Downloads/usoagricolasolosbra m/item/70228/1/Implantacao-manejo.pdf
sileiros.pdf Manejo da cultura do Milho - Circular técnica -
Manual Técnico - Recomendações de Manejo e Sete Lagoas, MG Dezembro, 2006 - Ministério da
Conservação de Solo e Água - Programa Rio Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Rural - Secretaria de Estado Agricultura, http://www.cnpms.embrapa.br/publicacoes/pu
Pecuária, Pesca e Abastecimento, 2009 blica/2006/circular/Circ_87.pdf
http://www.pesagro.rj.gov.br/downloads/riorural/20 Cultura do Milho - Emater MG
%20Conservacao%20de%20solo.pdf http://www.emater.mg.gov.br/doc/intranet/upl
Panoram a da armazenagem de produtos agrícolas no oad/LivrariaVirtual/cultura%20do%20milho.pdf
Brasil - Revista do BNDES 40, dezembro 2013 - O Cultivo de Hortaliças - Embrapa Informação
Páginas 161-194 - Tecnológica, 2004
http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sit https://www.embrapa.br/busca-de-
es/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhec publicacoes/-/publicacao/749966/o-cultivo-de-
imento/revista/rev4005.pdf hortalicas
Armazenagem e Comercialização no Brasil. Hortaliças - Cultivo de hortaliças - raízes,
www.ufv.br/Dea/poscolheita/Livro%20Secage tubérculos, rizomas e bulbos - Serviço Nacional de
m%20e%20e%20Armazenagem%20de%20Pro Aprendizagem Rural, 2012
dutos%20Agricolas/livro/mb_cord/mb1/cap1.p http://www.senar.org.br/sites/default/files/149
df _-_hortalicas_raizes.pdf
Armazenagem Agrícola no Brasil - DEZ/2005 Dossiê Técnico - Cultivo de Hortaliças - Ingrid
http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/ar Vieira Machado de Moraes - Rede de Tecnologia do
quivos/7420aabad201bf8d9838f446e17c1ed5.. Rio de Janeiro, 2006
pdf http://atividaderural.com.br/artigos/560459b4d
Técnico em Agropecuária - AVICULTURA - Jackelline 2f8c.pdf.
Cristina Ost Lopes, 2011
http://200.17.98.44/pronatec/wp-
content/uploads/2013/06/Avicultura.pdf
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

AGENTE TÉCNICO EDUCADOR http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L7853.h


tm>.
1. Noções introdutórias de Direitos Humanos. ______. Decreto n. 7.053 de 23 de dezembro de 2009.
2. Democracia, Sistema de Proteção Integral e Institui a Política Nacional para a População em
Controle Social: o Conselho Tutelar e os Conselhos de Situação de Rua e seu Comitê Intersetorial de
Direitos da Criança e do Adolescente 3. Direitos Acompanhamento e Monitoramento, e dá outras
Sociais e a Legislação Social brasileira. providências. Disponível em: <
https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS 2010/2009/decreto/d7053.htm >.
BRASIL. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO
BENEVIDES, Maria Victoria. Cidadania e direitos SOCIAL E COMBATE À FOME. Política Nacional
humanos. Instituto de Estudos Avançados da de Assistência Social. Brasília: MDS, 2004.
Universidade de São Paulo. Publicações. Textos. Disponível em: <
(Blog). São Paulo: IEA; USP. Disponível em: http://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/a
<http://www.iea.usp.br/publicacoes/textos/benevi ssistencia_social/Normativas/PNAS2004.pdf >.
descidadaniaedireitoshumanos.pdf>. BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. A Política do
BRASIL. Constituição da República Federativa do Ministério da Saúde para atenção integral a
Brasil de 1988. Disponível em: usuários de álcool e outras drogas. Brasília:
<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao Ministério da Saúde, 2003. Disponível em:
/ConstituicaoCompilado.htm>. <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pns_
______. Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe alcool_drogas.pdf >.
sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e ONU. Resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das
dá outras providências. Disponível em: < Nações Unidas, de 10 de dezembro de 1948.
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8069.h Declaração Universal dos Direitos Humanos.
tm >. Disponível em:
______. Lei n. 8.742, de 7 de dezembro de 1993. <http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001394/
Dispõe sobre a organização da Assistência 139423por.pdf>.
Social e dá outras providências. Disponível em: < VALENÇA-BARROS, Nívia. (Org.) Direitos Humanos e
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8742c Cidadania: textos sobre crianças e adolescentes.
ompilado.htm >. Niterói: PROEX/UFF, 2005. Disponível em:
______. Lei .o 10.741, de 1º de outubro de 2003. <http://www.uff.br/maishumana/acervo/publicaco
Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras es/col
providências. Disponível em: <
http://www.planalto.gov.br/cCivil_03/LEIS/2003/L AGENTE TÉCNICO EM ENFERMAGEM
10.741compilado.htm >.
______. Lei n. 11.340, de 7 de agosto de 2006. Cria Fundamentos do exercício da Enfermagem;
mecanismos para coibir a violência doméstica e Administração em Enfermagem; Código de Ética e
familiar contra a mulher, nos termos do § 8o do Deontologia dos profissionais de Enfermagem;
art. 226 da Constituição Federal, da Convenção Sistematização da Assistência de Enfermagem;
sobre a Eliminação de Todas as Formas de Políticas e Programas Nacionais do SUS (engloba
Discriminação contra as Mulheres e da programa nacional de imunizações, DST, hepatites e
Convenção Interam ericana para Prevenir, Punir e AIDS, hanseníase, tuberculose, hipertensão, diabetes,
Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe doenças crônicas); Política Nacional de Segurança do
sobre a criação dos Juizados de Violência Paciente; Infecções relacionadas à Assistência à
Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Saúde; Saúde do trabalhador em Enfermagem;
Código de Processo Penal, o Código Penal e a Enfermagem em Saúde da Mulher, da Criança e do
Lei de Execução Penal; e dá outras providências. Adolescente; Cuidados de Enfermagem ao recém-
Disponível em: < nato normal e de risco; Pré-natal, parto, puerpério,
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004- aborto, agravos por violência sexual; Enfermagem em
2006/2006/lei/l11340.htm >. Saúde do Adulto e do Idoso: Cuidados de
______. Lei n. 12.852, de 5 de agosto de 2013.Institui Enfermagem ao indivíduo com distúrbios clínico e
o Estatuto da Juventude e dispõe sobre os cirúrgicos (pré, trans e pós operatório); Feridas e
direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das curativos. Emergência clínica e cirúrgica e assistência
políticas públicas de juventude e o Sistema de Enfermagem; Cuidado ao Paciente Crítico; Ações
Nacional de Juventude - SINAJUVE. Disponível de enfermagem na prevenção e controle de infecção
em: < hospitalar; Biossegurança; Processo de esterilização;
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011- Legislação do SUS (Lei 8080 e 8142); Administração
2014/2013/Lei/L12852.htm >. de medicamentos; Noções de Farmacologia
______. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a
Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Deficiência (Estatuto da Pessoa com
Deficiência). Disponível em: < BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da criança:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015- crescimento e desenvolvimento. Brasília:
2018/2015/Lei/L13146.htm >. Ministério da Saúde, 2012. (Cadernos de
______. Lei n. 7.853, de 24 de outubro de 1989. Atenção Básica, n. 33)
Dispõe sobre o apoio às pessoas portadoras de BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o
deficiência, sua integração social, sobre a cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes
Coordenadoria Nacional para Integração da mellitus. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.
Pessoa Portadora de Deficiência - Corde, institui (Cadernos de Atenção Básica, n. 36)
a tutela jurisdicional de interesses coletivos ou BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o
difusos dessas pessoas, disciplina a atuação do cuidado da pessoa com doença crônica:
Ministério Público, define crimes, e dá outras hipertensão arterial sistêmica. Brasília: Ministério
providências. Disponível em: < da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica,
n. 37);
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação / e de saída de dados. Instalação, montagem e


Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em manutenção de computadores. Software: conceitos,
Saúde, 2014. Disponível em software básico e aplicativo, sistemas operacionais.
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manu Conceitos sobre a operação de microcomputadores.
al_procedimentos_vacinacao.pdf Ambientes Windows XP/7/8/10 BR – Área de
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Trabalho, significado e uso das teclas, ícones, atalhos
Saúde. Departamento de Atenção Básica. de teclado, gerenciador de pastas e arquivos -
HIV/Aids, hepatites e outras DST / Ministério da Interface Gráfica – Windows Explorer/Computador,
Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, formatos, emprego de recursos. Ambientes Linux –
Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Conceitos, UBUNTU, .Interface Gráfica – KDE,
Ministério da Saúde, 2006. Disponível em: GNOME, UNITY, XFCE, emprego de recursos,
http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/cade comandos, área de trabalho, ícones, atalhos de
rnos_ab/abcad18.pdf teclado, gerenciador de pastas e arquivos -
BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. NAUTILLUS, DOLPHIN, entre outros. Windows Server
Medidas de Prevenção de Infecção Relacionada 2008/2012. Conceitos, características, componentes,
à Assistência à Saúde/Agência Nacional de emprego dos recursos. Instalação, operação,
Vigilância Sanitária – Brasília: Anvisa, 2017. administração e gerenciamento. 2.
Disponível em: MSOffice 2010/2013 BR (Word, Excel, Powerpoint
http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/271855/M Access) X LibreOffice 5.4 (Writer, Calc, Impress,
edidas+de+Preven%C3%A7%C3%A3o+de+Infec Base) - conceitos, características, ícones, atalhos de
%C3%A7%C3%A3o+Relacionada+%C3%A0+As teclado, uso do software e emprego dos recursos. 3.
sist%C3%AAncia+%C3%A0+Sa%C3%BAde/6b1 Redes de Computadores. Conceitos, características,
6dab3-6d0c-4399-9d84-141d2e81c809 comunicação de dados, sinais analógico e serial,
BRASIL. Ministério da Saúde. HIV/Aids, hepatites e transmissão serial x paralela, half-duplex X full-duplex,
outras DST. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. meios de transmissão, conectores, topologias,
(Cadernos de Atenção Básica, n. 18) (Série A. protocolos, tecnologias, padrões Fast Ethernet X
Normas e Manuais Técnicos) Gigabit Ethernet X 10 Gigabit Ethernet X ATM, modelo
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à OSI/ISO, Arquitetura TCP/IP, redes cabeadas e
Saúde. Departamento de Atenção Básica. wireless, máscaras de rede. Gerenciam ento e
Tuberculose na Atenção Primária à Saúde / Ministério manutenção de rede. 4. Programação. Conceitos
da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, básicos, características, estruturas de dados,
Departamento de Atenção Básica. – 2. ed. – construção de algoritmos. Linguagens de
Brasília : Ministério da Saúde, 2011. Disponível programação e Ambientes de Desenvolvimento. Java,
em: JavaScript, HTML X HTML 5 X XHTML, XML, CSS,
http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/livro ASP X PHP. 5. Sistemas de Informação e Banco de
_tuberculose11.pdf Dados. Conceitos, noções de sistemas de informação,
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância características, ciclo de vida de sistemas,
em Saúde. Departamento de metodologias, modelo relacional, modelagem, UML,
Vigilância Epidemiológica. Doenças infecciosas e SQL. 6. Web. Conceitos, características, acesso,
parasitárias : guia de bolso / Ministério da Saúde. navegação, busca, pesquisa, Internet X Intranet X
8. ed. rev. – Brasília, 2010. Disponível em: Extranet, browsers Internet Explorer 11 BR, Firefox
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/doenc Mozilla v44.0.2 ou superior, Google Chrome.
as_infecciosas_parasitaria_guia_bolso.pdf CorreioEletrônico.WebMail. Mozilla Thunderbird,
Brunner&Suddarth, Tratado de Enfermagem Médico- MSOffice Outlook 2010/2013 BR. RedesSociais:
Cirúrgica. 12ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Facebook, Linkedin, Twitter, Orkut, MySpace, Badoo.
Koogan, 2014. 7. Segurança. Conceitos, características, segurança
MS,Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa. de equipamentos, de sistemas de informação, em
Brasília, 2007. redes e na internet. Vírus. Backup. Firewall. VPN.
COREN, SP : 10 passos para a segurança do Procedimentos.
paciente.São Paulo, 2010.
MS,Dez passos para uma alimentação saudável-Guia SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
alimentar para crianças menores de dois anos -
Um guia para o profissional da saúde na atenção AMARAL, Luís Gustavo. CSS – Guia de Consulta
básica, Brasília, 2010. Rápida, Novatec, 2009.
MS, Cadernos de Atenção Básica nº 32 –Atenção ao BALTZAN, Paige& PHILLIPS, Amy. Sistemas de
Pré-natal de Baixo Risco. Brasília, 2013. Informação, Bookman, 2012.
COREN, SP; Boas práticas : cálculo seguro. Vol2.São BEZERRA, Eduardo. Princípios de Análise e Projet o
Paulo, 2011 de Sistemas com UML- Um Guia Prático para
Código de ética dos Profissionais de Enferm agem. Modelagem de Sistemas, Campus, 2006.
Disponível em: COSTA, Renato da. Informática para Concursos, Ed.
https://www.corenmg.gov.br/public/anexos/codigo_etic Impetus, 2015.
a_pb.pdf DAMAS, Luis. SQL – Structured Query Language,
LTC, 2007.
AGENTE TÉCNICO EM INFORMÁTICA FLANAGAN, David. JavaScript O Guia definitivo,
Bookman, 2012.
1. Microinformática. Conceitos. Características. FORBELLONE, A. L. V. & EBERSPACHER, H. F.
Modalidades de processamento (online, offline, batch, Lógica de Programação: a Construção de
real time, time sharing). Arquitetura, Organização e Algoritmos e Estruturas de Dados, Makron
Montagem de Computadores - Hardware: conceitos, Books, 2005.
identificação dos componentes e funções, siglas, FOROUZAN, Behrouz A. Comunicação de Dados e
tipos, características, conexões e conectores, Redes de Computadores, McGraw Hill, 2008.
equipamentos, mídias. Memória. Placa mãe. CPU X LYRA, Maurício Rocha. Segurança e Auditoria em
Microprocessadores. Equipamentos e Dispositivos de Sistemas de Informação, Ciência Moderna, 2008.
armazenamento, ópticos, de entrada, de entrada/saída
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

MANZANO, José Augusto N. G. Guia Prático de segurança biológica em laboratório – 3a edição,


Informática, Érica, 2011. Genebra. 2004.
Manuais técnicos e help/ajuda de hardware e Resolução da Diretoria Colegiada da ANVISA Nº 306
software. de 07 de Dezembro de 2004 – “Dispõe sobre o
NAKAMURA, Emilio Tissato& GEUS, Paulo Licio de. Regulam ento Técnico para o gerenciam ento de
Segurança de Redes em Ambientes resíduos de serviços de saúde”.
Corporativos, Novatec, 2007. Resolução CONAMA Nº 358, de 29 de abril de 2005 -
PALMA, Luciano & PRATES, Rubens. TCP/IP – Guia "Dispõe sobre o tratamento e a disposição final
de Consulta Rápida, Novatec, 2009. dos resíduos dos serviços de saúde e dá outras
RUMBAUGH, James & BLAHA, Michael. Modelagem providências".
e Projetos Baseados em Objetos com UML2, Resolução CONAMA nº 275, de 25 de abril de 2001 –
Campus, 2006. “Estabelece o código de cores para os diferentes
SOMMERVILLE, S. Engenharia de Software, Person tipos de resíduos, a ser adotado na identificação
Education do Brasil, 2007. de coletores e transportadores, bem como nas
TANENBAUM & WETHERALL. Redes de campanhas informativas para a coleta seletiva”.
Computadores, Pearson, 2011
AGENTE TÉCNICO EM RADIOLOGIA
AGENTE TÉCNICO EM LABORATÓRIO
Noções básicas sobre as radiações; riscos na
1. Sistema de Medidas. Sistema métrico, sistema radiologia diagnóstica; fundamentos de dosimetria e
decimal, sistema internacional de unidades, fatores de radiobiologia, efeitos biológicos das radiações,
conversão. 2. Noções de Técnicas Laboratoriais: radioproteção e princípios do posicionamento
preparo de soluções, cálculos de laboratório e preparo radiológico; aparelhos de raios X, grades, cones,
de reagentes. Diluição, soluções peso/volume (p/v), colimadores, chassis, ecrans, filmes de raios X,
volume/volume (v/v), soluções molares noções intensificadores, câmara clara, seleção de exames,
básicas de microscopia. 3. Biossegurança: identificação, exames gerais e especializados em
classificação de risco químico e biológico, boas radiologia, princípios básicos e monitorização pessoal
práticas de laboratório, equipamentos de proteção e ambiental, anatomia do esqueleto axial e
individual e coletiva, procedimento para descarte de apendicular, radiografias simples, meios de contraste
resíduos gerados em laboratório; limpeza, radiológico e exames contrastados, noções de
desinfecção, anti-sepsia e esterilização. 4. Bioquímica hemodinâmica, tomografia computadorizada,
clínica: determinações bioquímicas, imunoensaios, ressonância magnética, mamografia, medicina
enzimologia clínica, provas funcionais, análise de nuclear, processamento de imagens digitais, Portaria
urina, análise de cálculos, líquido sinovial. da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da
5. Microbiologia: Boas práticas microbiológicas, Saúde nº 453.
métodos microbiológicos, meios de cultura,
esterilização em laboratório de análises clínicas, SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS:
colorações, coproculturas, culturas de material do trato Bontrager, Kenneth L. Tratado de técnica radiológica e
geniturinário, culturas de material da garganta e do base anatômica. 7ª ed. Rio de Janeiro:
escarro, hemoculturas, exam e do líquido Guanabara-Koogan, 2012.
cefalorraquidiano 6. Imunologia: reações de Nobrega, Almir Inácio da. Tecnologia Radiológica e
precipitação, aglutinação, hemólise, Diagnóstico por Imagem. Guia para ensino e
imunofluorescência. 7. Hematologia: colheita de aprendizagem. 4ª edição. Vol 1, 2, 3 e 4. São
material, elementos figurados do sangue, estudo dos Caetano do Sul, SP: Difusão, 2010.
glóbulos vermelhos, imunohematologia, hemostasia, Whitley AS, Sloane C, Hoadlley, Moore AD. Alsop CW.
química do sangue. Clark. Posicionamento Radiográfico. 12ª ed. Rio
de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2007.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Nascimento J. Temas de Técnica radiológica com
tópicos sobre tomografia computadorizada e
ESTRIDGE, BE.Técnicas Básicas de Laboratório ressonância magnética. 3ª edição. Rio de
Clínico. 5ª Edição. Editora Artmed, 2011. Janeiro: Revinter, 1996.
LIMA, AO., SOARES, JB., GRECO, JB. Métodos de Biasoli Jr A. Técnicas Radiográficas, princípios físicos,
laboratório aplicados à clínica. 8ª edição. Editora anatomia básica e posicionamento. Rio de
Guanabara Koogan, 2001. Janeiro: Rubio, 2006
MOURA, RA; WADA, CS; PURCHIO, A; ALMEIDA, Boisson LF. Técnica Radiológica Médica: Básica e
TV. Técnicas de Laboratório. 3ª edição. Editora Avançada. São Paulo: Ateneu, 2007.
Atheneu, 2002. Lee JKT, Sagel SS, Stanley RJ, Heiken JP.
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tomografia computadorizada do corpo em
Tecnologia e Insumos Estratégicos. Diretrizes correlação com ressonância magnética. 4ª ed.Rio
gerais para o trabalho em contenção com de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2008.
agentes biológicos / Ministério da Saúde. Moore, KL, Anatomia Orientada Para a Clínica - 6ª Ed.
Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2011.
Estratégicos. – 3. ed. – Brasília: Ministério da Netter FH. Atlas de Anatomia Humana. 5ª ed. Masson,
Saúde, 2010. 2011
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância Sobotta. Atlas de Anatomia Humana. Rio de Janeiro:
em Saúde. Departamento de Vigilância Guanabara-Koogan
Epidemiológica. Biossegurança em laboratórios
biomédicos e de microbiologia / Ministério da AUXILIAR DE SECRETARIA
Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde,
Departamento de Vigilância Epidemiológica. – 3. 1. Docum entos administrativos da escola. 2.
ed. em português rev. e atual. – Brasília: Documentos do aluno. 3. Estrutura e organização
Ministério da Saúde, 2006. escolar/curricular. 4. Atendimento a comunidade
Manual de Segurança Biológica em Laboratório – escolar (pais, alunos, professores e funcionários). 5.
Organização Mundial da Saúde Manual de Escrituração e registros escolares 6. Organização e
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

manutenção dos arquivos. 7. Ética Profissional. 8. BRASIL, MEC Cartilha de mediadores disponível em
Constituição. 9. LDBEN 9394/96 10. ECA. 11. http://www.cnmp.mp.br/conteate10/pdfs/tema4_c
Educação Inclusiva. artilha-mediadores.pdf acesso 18/01/18
FEIJO Gabriela Oliveira e FERNANDES Edicléa
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Mascarenhas. Mediação escolar: do texto da lei
às práticas ilegais e excludentes disponível em
A SECRETARIA ESCOLAR: ORGANIZAÇÃO E http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplin
FUNCIONAMENTO disponível em ar/pages/arquivos/anais/2009/230.pdfacesso
http://cieconapostilasgratis.blogspot.com.br/2010/ 18/01/18
12/secretaria-escolar-organizacao-e.html acesso FOLHA DIRIGIDA. O papel decisivo do mediador para
03/16 a educação inclusiva. Disponível em
BRASIL, Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Estatuto https://www.folhadirigida.com.br/educacao/report
da Criança e do Adolescente. Brasília: 1990. agens-especiais/o-papel-decisivo-do-mediador-
BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. para-a-educacao-inclusiva acesso 18/01/18
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. FREITAS, Emanoele . Mediador escolar.Recriando a
Brasília: 1996. arte de ensinar Rio de janeiro. Wak Editora, 2015
BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Mousinho Renata et all . Mediação escolar e inclusão:
Educação Especial na perspectiva da Educação revisão, dicas e reflexões Disponível em
Inclusiva. MEC; SEEP; 2008. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_ar
BRASIL Presidência da República. Lei nº 13.005, de ttext&pid=S0103-84862010000100010 acesso
25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de 18/01/18
Educação - PNE e dá outras providências. . INCLUSIVE. Os desafios da mediação escolar para
Disponível em: promover a inclusão de alunos com deficiência
http://www.pr5.ufrj.br/images/stories/Anexos/PNE disponível em
_2014.pdf http://www.inclusive.org.br/arquivos/25790
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. acesso 18/01/18
Parâmetros curriculares nacionais: Secretaria de INSTITUTO Priorit / Instituto Itard . Mediador escolar:
Educação Fundam ental. – Brasília: MEC/SEF, o seu papel e sua importância no autismo!
1997. Disponível em
CEARÁ. Secretaria da Educação Básica Manual do http://rhemaeducacao.blogspot.com.br/2017/06/m
secretário escolar / Secretaria da Educação ediador-escolar-o-seu-papel-e-sua.html?m=1
Básica do Ceará – Fortaleza: SEDUC, 2005. acesso 18/01/18
Disponível em TÉBAR Lorenzo. O Perfil do Professor Mediador
http://www.cee.ce.gov.br/phocadownload/Informa Pedagogia da Mediação editora Senac SãoPaulo
coes-gerais/manual%20do%20secretrio.pdf 2011
acesso 03/116
MEDEIROS, JOÃO Bosco; HERNANDES, Sonia. MOTORISTA CNH D
Manual da secretária. SP: Atlas, 2006.
PARANÁ. SEE. Manual do Secretário disponível em 1. Legislação brasileira de trânsito. 2. Conhecimentos
http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquiv sobre funcionam ento, pequenos reparos e
os/File/pdf/manual_secretario.pdf acesso manutenção preventiva dos seguintes sistemas e
03/2016 componentes de veículos automotores: motores
SOUSA, Rosineide Magalhães de. Técnicas de veiculares de combustão interna ciclos Otto (álcool e
redação e arquivo. / Rosineide Magalhães de gasolina) e diesel e sistemas de suspensão, freios,
Sousa. – Brasília: Universidade de Brasília, 2007. direção, transmissão e elétrico. 3. Conceitos, métodos
Disponível em e técnicas de prevenção de acidentes de trânsito e
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/profunc/t direção defensiva.
ecnicas.pdf acesso 03/16
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
MEDIADOR EDUCACIONAL
ALMEIDA, F. Amaury. Manutenção de Automóveis.
1. ECA. 2. LDB 3. LBI. 4. Atribuição do Mediador 4. A CHOLLET, H. Motor e seus Acessórios. São Paulo,
escola e a Comunidade. 5. Educação Inclusiva 6. Hemus (Curso Prático e Profissional para
Atendimento Educacional ao aluno com deficiência. Mecânico de Automóveis)
Comunicação alternativa. CHOLLET, H. Veículos e seus Acessórios. São Paulo,
Hemus, (Curso Prático e Profissional para
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Mecânico de Automóveis) Código Brasileiro de
Trânsito.
ASSISTIVA Tecnologia e Educação. O que é a PAZ, M. Arias. Manual do Automóvel. Pugliesi, M.
comunicação alternativa? Disponível em Manual Completo do Automóvel.
http://www.assistiva.com.br/ca.htmlacesso SENAI. RJ. GEP. DIEAD. Direção Defensiva. Unidade
18/01/18 de Estudo. Rio de Janeiro. 2000.
BRASIL, Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Estatuto
da Criança e do Adolescente. Brasília: 1990. SECRETARIO ESCOLAR
BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1. Documentos administrativos da escola.
Brasília: 1996. 2. Documentos do aluno. 3. Estrutura e organização
BRASIL, LEI Nº 13.146, DE 6 DE JULHO DE 2015. escolar/curricular. 4. Atendimento a comunidade
Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com escolar (pais, alunos, professores e funcionários).
Deficiência (Estatuto da Pessoa com 5. Escrituração e registros escolares 6. Organização e
Deficiência). manutenção dos arquivos. 7. Ética Profissional.
BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de 8. Constituição. 9. LDBEN 9394/96 10. ECA. 11. PNE
Educação Especial na perspectiva da Educação 2014. 12. Educação Inclusiva
Inclusiva. MEC; SEEP; 2008.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS HEBERT Sizínio et al. Ortopedia e traumatologia:


princípios e prática. Porto Alegre: Artmed
A SECRETARIA ESCOLAR: ORGANIZAÇÃO E CANALE S.T. Campbell’s operative orthopaedics. St.
FUNCIONAMENTO disponível em Louis: Mosby/Manole.
http://cieconapostilasgratis.blogspot.com.br/2010/ * Todos os livros são das últimas 3 edições
12/secretaria-escolar-organizacao-e.html acesso
03/16  NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO
BRASIL, Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Estatuto
da Criança e do Adolescente. Brasília: 1990. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES
BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. BIBLIOGRÁFICAS PARA AS PROVAS OBJETIVAS
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
Brasília: 1996. Português para todos os cargos de Nível
BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Fundamental Completo
Educação Especial na perspectiva da Educação
Inclusiva. MEC; SEEP; 2008. 1. Organização textual: interpretação dos sentidos
BRASIL Presidência da República. Lei nº 13.005, de construídos nos textos (verbais e não verbais);
25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de características de textos descritivos, narrativos e
Educação - PNE e dá outras providências. . dissertativos. 2. Aspectos morfológicos e semânticos
Disponível em: das palavras: sentido e emprego dos vocábulos;
http://www.pr5.ufrj.br/images/stories/Anexos/PNE tempos e modos do verbo; linguagem figurada;
_2014.pdf reconhecimento das classes gram aticais; mecanismos
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. de flexão dos nomes e dos verbos. 3. Processos de
Parâmetros curriculares nacionais: Secretaria de constituição dos enunciados: coordenação e
Educação Fundam ental. – Brasília: MEC/SEF, subordinação; concordâncias verbal e nominal.
1997. 4. Sistema gráfico: ortografia; regras de acentuação;
CEARÁ. Secretaria da Educação Básica Manual do uso dos sinais de pontuação.
secretário escolar / Secretaria da Educação
Básica do Ceará – Fortaleza: SEDUC, 2005. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Disponível em
http://www.cee.ce.gov.br/phocadownload/Informa CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza
coes-gerais/manual%20do%20secretrio.pdf Cochar. Gramática reflexiva: texto, semântica e
acesso em 16/01/18 interação. São Paulo: Atual.
MEDEIROS, JOÃO Bosco; HERNANDES, Sonia. CUNHA, Celso e CINTRA; Luís Felipe Lindley. Nova
Manual da secretária. SP: Atlas, 2006. gramática do português contemporâneo. Rio de
PARANÁ. SEE. Manual do Secretário disponível em Janeiro: Nova Fronteira.
http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquiv VIANA, Antonio Carlos. Guia de redação: escreva
os/File/pdf/manual_secretario.pdf acesso melhor. São Paulo: Scipione.
03/2016
SOUSA, Rosineide Magalhães de. Técnicas de
Matemática para todos os cargos de Nível
redação e arquivo. / Rosineide Magalhães de
Fundamental Completo
Sousa. – Brasília: Universidade de Brasília, 2007.
Disponível em
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/profunc/t 1. Conjuntos. 2. Sistema de Numeração: Classes.
ecnicas.pdf acesso 03/16 Números ordinais. 3. Números Reais: Operações com
números reais: Resolução de problemas envolvendo
adição, subtração, multiplicação, divisão e
potenciação. 4. Múltiplos e Divisores: Mínimo Múltiplo
TÉCNICO DE IMOBILIZAÇÃO ORTOPÉDICA
Comum. Divisores. Regras de divisibilidade por 2, 3 e
5. Divisibilidade por 10, 100, 1000. Máximo Divisor
1. Conhecimentos básicos de Anatomia e Fisiologia.
Comum. Decomposição em fatores primos.
2. Técnicas de imobilização e confecção de aparelho
5. Números Fracionários: Frações equivalentes.
gessado. 3. Conhecimentos básicos do instrumental Simplificação de frações. Redução ao Menor
específico. 4. Noções gerais sobre: técnicas básicas
Denominador Comum. Operações de soma,
de enfermagem, esterilização e primeiros socorros.
subtração, multiplicação e divisão. 6. Números
5. Fraturas, luxações, contusões, entorses e Decimais: Representação e leitura. Operações.
ferimentos em geral (procedimentos básicos
7. Números e grandezas proporcionais. Razão e
específicos do técnico). 6. Normas de biossegurança.
proporção. 8. Regra de três simples, Porcentagem:
Operações para uso no dia-a-dia. Acréscimos e
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
descontos percentuais. 9. Sistema Monetário
CAMARGO, Flávio Pires e FUSCO, Enéas Brasilience
Brasileiro. 10. Sistema de Medidas: Unidades de
- Técnicas de Imobilização - Campbell ' comprimento, superfície, capacidade, volume, tempo e
Orthopaedics - 10ª edição.
massa. Múltiplos e sub-múltiplos. Operações para uso
YOKOCHI, Rohen - Atlas Fotográfico Anatomia
no dia-a-dia. 11. Fatoração e Produtos Notáveis.
Humana, Editora Manole Ltda 4ª Edição. 12. Equações e sistemas de equações do 1º grau.
LATTA, A. Sarmiento E L. L. - Editora Revinter.
Resolução de problemas. 13. Equações do 2º grau.
Tratamento Funcional das Fraturas Edição: 1ª
14. Geometria Plana: Ângulos. Perímetros e áreas:
ed. 2001. triângulos, quadriláteros, circunferência e círculo.
FATTINI, Carlo Américo & DANGELO, José Geraldo -
Relações métricas no triângulo retângulo. 15. Gráficos
Anatomia Humana Básica 2ª ed. São Paulo -
de barras, colunas e setores. Análise e interpretação
Atheneu 2002. básica
HIVATA, Mário Hiroyuki - Manual de Biossegurança -
São Paulo - Manole 2002.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
ROCKWOOD C.A. et al. Fractures. Philadelphia:
Lippincott
BARROSO, J. M. Matemática – Projeto Araribá. São
Paulo: Moderna, 2014.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

DANTE, Luiz Roberto – Projeto TelárisMatemática – 2.6. Junta Administrativa de Recursos de Infrações
6º/7°/8°/9° ANO - 2ª edição – Editora Ática – (JARI): características, finalidades, criação,
2015 composição. 3. Atendimento e primeiros socorros no
IEZZI, G. & DOLCE, O. & MACHADO, A. Matemática Trânsito
e Realidade. 6º/7°/8°/9° ANO. Atual Editora -
2013. SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
SAMPAIO, Fausto Arnaud - JORNADAS .MAT -
6º/7°/8°/9° ANO – 1ª edição – Editora Saraiva – Código Brasileiro de Trânsito.
2013. Guia Básico para a Gestão Municipal de Trânsito.
Brasília-DF: DENATRAN, 2016. Disponível em
AGENTE AUXILIAR DE ODONTOLOGIA (AUXILIAR http://www.denatran.gov.br/publicacoes/show_pu
EM SAÚDE BUCAL) blic.asp?cod=22
Noções de Primeiros Socorros no Trânsito. São Paulo,
1. Educação para a saúde bucal: higiene bucal – ABRAMET, 2005. Disponível em
métodos e técnicas; promoção de saúde e prevenção http://www.abramet.com.br/conteudos/publicacoe
contra a cárie dental. 2. Controle de infecção na s/cartilha_nocoes_de_primeiros_socorros_no_tra
prática odontológica: noções de microbiologia, nsito
cuidados com os recursos humanos e materiais.
3. Técnicas de instrumentação e aspiração; AGENTE FUNERÁRIO
organização do instrumental. 4. Materiais dentários:
organização, manipulação e cuidados. 5. Revelação e 1. Manutenção predial – noções básicas: Alvenaria;
montagem de radiografias intra-orais. 6. Princípios e Revestimentos; Pintura; Ferragens e fechaduras.
técnica de desinfecção. 7. Princípios e técnicas de 1.1. Manutenção externa: Ruas; Praças; Jardins;
processamento de instrumental e esterilização. Jazigos; Canteiros; Ferramental básico.
8. Radiografia, equipamento radiográfico e segurança 2. Equipamentos de segurança. 2.1.Equipamentos de
contra Radiação. 9 - Transmissão e prevenção de proteção individual e coletiva. 2.2. Cuidados e
doenças. 10. Odontologia preventiva. precauções com ferramentas manuais e elétricas.
3. Prevenção contra incêndio e pânico: Noções
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS básicas.

BRASIL. Controle de Infecção e a Prática SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS


Odontológica em Tempos de AIDS: manual de
condutas. Brasília. Ministério da Saúde. Manuais e catálogos de materiais de construção e
2000.118p. Disponível em: http://cfo.org.br/wp- ferramentas manuais e elétricas.
content/uploads/2009/10/manual_conduta_odont
o.pdf INSPETOR DE ALUNOS
BIRD, Doni L; ROBINSON, Debbie S. Fundamentos
em odontologia para TSB e ASB. 10. ed. Rio de 1. ECA. 2. LDB. 3. Atribuição do Inspetor. 4. Estrutura
Janeiro: Elsevier, 2012. 833 p. Funcional da Escola. 5. A escola e a Comunidade. 6.
Resolução DC 306 de 07/12/2004. Dispõe sobre o Violência. 7. Ética. 8. Disciplina. 9. Consciência e
Regulamento técnico para o gerenciamento de liberdade. 10. Senso comum e bom senso. 11.
resíduos de serviços de saúde. Disponível em: Responsabilidade. Dever e liberdade. 12. Educação
http://portal.anvisa.gov.br/documents/33880/2568 Inclusiva.
070/res0306_07_12_2004.pdf/95eac678-d441-
4033-a5ab-f0276d56aaa6 SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Técnico de Higiene Dental e Auxiliar de Consultório
Dentário – Perfil de competências profissionais. Aranha, Maria Lucia de Arruda e Martins, Maria
Brasil: Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão Helena Pires – Filosofia – Editora Moderna – 3ª
do Trabalho e da Educação na Saúde - edição – 439 páginas.
Departamento de Gestão da Educação na BRASIL, Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Estatuto
Saúde, 2004. Disponível em: http://cfo.org.br/wp- da Criança e do Adolescente. Brasília: 1990.
content/uploads/2009/10/tecnico_higiene_dental_ BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.
auxilia_cons_dent_final.pdf Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
Brasília: 1996.
AGENTE AUXILIAR DE TRÂNSITO BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de
Educação Especial na perspectiva da Educação
1. Código Brasileiro de Trânsito: 1.1. Sistema Nacional Inclusiva. MEC; SEEP; 2008.
de Trânsito, composição, competências. 1.2. Normas Faleiros, Vicente de Paula e Faleiros Eva Silveira.
Gerais de circulação e conduta. Pedestres e Escolar que protege: A violência contra crianças
condutores de veículos não motorizados; Cidadão. adolescentes – Brasília 2008 – 2ª edição – 98
1.3. Classificação dos sinais de trânsito. 1.4. Veículos: páginas.disponível em
classificação, segurança, identificação, licenciam ento. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_d
1.5. Crimes e Infrações, Penalidades, Medidas ocman&view=download&alias=638-vol-31-
Administrativas. 1.6. Glossário do CBT. escqprotege-elet-pdf&Itemid=30192
2. Conhecimentos básicos sobre a gestão municipal Martins, José do Prado – Administração Escolar, São
do Trânsito: 2.1. Finalidades, o papel do gestor, Paulo – Ed. Atlas – 1999 – 214 páginas.
etapas, recursos financeiros, atividades do órgão RIO DE JANEIRO. PORTARIA E/COIE.E
municipal de trânsito. 2.2: Educação: modalidades, NORMATIVA N.º 03, DE 19 DE SETEMBRO DE
público alvo. 2.3. Engenharia de tráfego: finalidades, 2001. FIXA AS ATRIBUIÇÕES DO INSPETOR
principais problemas, sinalização, ações. 2.4. ESCOLAR disponível em
Fiscalização e operação de trânsito: agentes, https://inspecaoescolarrj.files.wordpress.com/201
fiscalização eletrônica, autuação, notificação e 1/05/p01003-atribuic3a7c3b5es-do-inspetor-
julgamento de infrações; conceito, finalidades e escolar.pdf
modalidades de operação de trânsito. 2.5. Estatísticas.
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

INSTRUTOR DE FANFARRA operações para uso no dia a dia; acréscimos e


descontos percentuais. 8. Sistema Monetário
1. Regência e Técnicas de Ensaio 2. História da Brasileiro. 9. Sistema de Medidas: unidades de
Música. 3. Teoria Musical 4. Orquestração e comprimento, superfície, capacidade, volume, tempo e
Instrumentação massa; múltiplos e submúltiplos; operações para uso
no dia a dia. 10. Geometria Plana: Ângulos. Principais
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS figuras planas. Perímetros e áreas: triângulos,
quadriláteros
CAMPOS, Marcelo Jardim, Regência – Projeto Banda
Larga, 1ª Ed..VivaMúsica - Rio de Janeiro: SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
Secretaria de Cultura do Estado do Rio de
Janeiro, 2009. IEZZI, G. &Dolce, O. & Machado, A. Matemática e
GIARDINI, MONICA. Caderno de Regência Sopro Realidade. 5º ano - Saraiva, 2013.
Novo Bandas. Yam aha, São Paulo, 2009. LATESSA, Gislene. Circo dos Números - Iniciação à
MARIZ, VASCO. História da música no Brasil, 4ª ed.. Matemática – Volumes, 1, 2 e 3. 6ª edição.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1994. Editora Ática, 2009.
MED, Buhomil, Teoria da Música, Revisada e PROJETO BURITI. Matemática – 1º ao 4º ano. 3ª
ampliada, 4ª ed. – Brasília: Editora Musimed, edição. Editora Moderna, 2013.
1996. DANTE, Luiz Roberto. Projeto Ápis: matemática – 2ª
Links para a 3ª edição do livro do BuhomilMed: edição. Editora Ática – 2014.
http://pt.scribd.com/doc/14767065/Teoria-da-Musica-
Bohumil-Med-
http://www.4shared.com/get/fnI8kGCc/Bohumil_Med_- AGENTE AUXILIAR DE SERVIÇOS MUNICIPAIS
_Teoria_da_Msica.html
Páginas da Internet 1. Serviços Administrativos. Verificação de aparelhos
http://pt.wikipedia.org/wiki/Música_do_Brasil e máquinas ligados ou desligados, sob orientação
http://pt.wikipedia.org/wiki/Orquestração técnica. Utilização, cuidados, guarda e controle de
http://pt.wikipedia.org/wiki/Instrumentos_de_sopro materiais, equipamentos e produtos utilizados.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Banda_marcial Pequenas compras externas e mandados diversos
http://www.cnbf.org.br/ sob instruções. Segurança no trabalho e prevenção de
http://www.bandasfanfarras.cjb.net/ acidentes e combate a incêndios. Praticas do dia a
dia. 2. Copa e cozinha: Cuidados de higiene com o
 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO local de trabalho, água, lixo, transporte de lixo, higiene
do ambiente e utensílios. 3. Higiene, Limpeza e Meio
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES Ambiente: Necessidade de higienização nas
BIBLIOGRÁFICAS PARA AS PROVAS OBJETIVAS instalações da Prefeitura Municipal. Categorias de
higienização. Higienização de superfícies. Tipos de
Português para todos os cargos de Nível higienização. Técnica dos dois baldes. Operações de
Fundamental Incompleto Limpeza. Higienização de utensílios. 4. Equipamentos
de Proteção individual (E.P.I.). 5. Condutas e
1. Compreensão de pequenos textos verbais e não Aspectos gerais de higiene. Lavagem das mãos.
verbais, tais como bilhetes, avisos, anúncios, histórias 6. Meio ambiente e reciclagem de produtos e
em quadrinhos, reportagens e narrativas. 2. materiais. Coleta seletiva. Separação de lixo.
Significado e emprego de palavras. 3. Regras gerais Resíduos. Classificação. Simbologia. 7. Limpeza.
de concordância de nomes e de verbos. 4. Ortografia. Objetivos. Tipos. Procedimentos. Princípios Básicos.
Materiais. 8. Outros assuntos– Prática do dia a dia.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS
AFFONSO, Gláucia de Britto; GREMBECKI, Maria;
GREGOLIN, Maria do Rosário V. Projeto HAZELWOOD e MCLEAN. /Manual de Higiene/.
Descobrir - Língua Portuguesa (1º e 2º anos). Editora Livraria Varela. São Paulo. 1999. 2ª
São Paulo: Atual. reimpressão.
CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza HIGIENE, LIMPEZA e RESÍDUOS: textos disponíveis
Cochar. Português Linguagens (1º a 5º ano). São em /.
Paulo: Atual. http://www.ibam.org.br/media/arquivos/estudos/higieni
SOARES, Magda. Português: uma proposta para o zacao_estabel_saude_1.pdf
letramento (volumes 1 a 4). São Paulo: Moderna. RECICLAGEM E COLETA SELETIVA
Disponíveis em
www.compam.com.br/coletaseletiva.htm
Matemática para todos os cargos de Nível
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS –
Fundamental Incompleto
Disponível em:
www.bombeiros.mg.gov.br - Dicas de Segurança
1. Conjuntos. 2. Sistema de Numeração: classes; www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/fogo.html
números ordinais. 3. Números Naturais e Reais: PREVENÇÃO DE ACIDENTES – Disponível
operações; números pares e ímpares; representação em:http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_122720
e leitura. 4. Múltiplos e Divisores: mínimo múltiplo 9981.pdf
comum; divisores; regras de divisibilidade por 2, 3 e 5;
divisibilidade por 10, 100 e 1000; máximo divisor
COVEIRO
comum; decomposição em fatores prim os. 5. Números
Fracionários: frações equivalentes; simplificação de
frações; redução ao menor denominador comum; 1. Escavação: Ferramental básico; equipamentos de
operações de som a, subtração, multiplicação e segurança. 2. Manutenção externa e interna do
divisão. 6. Números Decimais: representação e leitura; cemitério: noções básicas de alvenaria, materiais,
operações. 7. Regra de três simples - Porcentagem: ferramentas; Noções básicas de concreto, materiais,
ferramentas; Noções básicas de revestimentos,
PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHEIRAL - RJ
o
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 01/2018
ANEXO III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

materiais, ferramentas; Noções básicas de pintura, www.bombeiros.mg.gov.br - Dicas de Segurança


materiais, ferramentas. 3. Conservação: Ruas; Praças; www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/fogo.html
Jardins; Jazigos; Canteiros. 4. Equipamentos de PREVENÇÃO DE ACIDENTES – Disponível
segurança. 5. Equipam entos de proteção individual e em:http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1227209981
coletiva. .pdf
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA O SERVIÇO
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS DE LIMPEZA – ABORDAGEM TÉCNICA E PRÁTICA
Manuais e catálogos de materiais de construção e – Disponível em:
ferramentas manuais e elétricas http://www.unesp.br/pgr/pdf/manual-limpeza.pdf

COZINHEIRO VIGIA
1. Conceitos básicos sobre administração municipal,
1. Noções gerais sobre higienização: Pessoal, Município e Poderes Legislativo e Executivo. 1.1.
equipamentos, utensílios e área física de cozinhas e Noções sobre funções do Prefeito e características do
refeitórios de maneira geral. 2. Noções gerais sobre cargo: condições para eleição, substituição, posse e
administração de cozinhas e refeitórios: ausência do Município. 1.2. Câmara Municipal: noções
Armazenamento, controle de estoque e distribuição de sobre funções, vereadores, bancada, líderes, mesa
refeições e alimentos. 3. Conhecimento de diretora, regimento interno, plenário, comissões e
higienização e características próprias dos alimentos. sessões. 1.3. Patrimônio Público: Tipos, destinação e
4. Conhecimento sobre pré-preparo e preparo de classificação de bens. 1.4. Administração patrimonial:
alimentos. 5. Conhecimentos básicos sobre funções e atividades. 2. Segurança no Trabalho: 2.1.
composição nutricional dos alimentos. Impactos de acidentes e doenças; conceitos, causas,
condições de trabalho. 2.2. Riscos nos ambientes de
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS trabalho. 2.3. Medidas e equipamentos de proteção
coletiva e individual.
SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO. Manual 3. Prevenção e combate a incêndios: 3.1 Cuidados
de Higiene para Manipuladores de Alimentos. Rio básicos com instalações, equipamentos e áreas de
de Janeiro: Imprensa da Cidade do S/D. São circulação. 3.2. Manutenção de sistema de segurança.
Paulo: Atlas, 2000. 3.3. Classificação e causas de incêndios,
MANUAL DE BOAS PRATICAS DE MANIPULACAO procedimentos e métodos de combate e extinção de
DE ALIMENTOS: PREFEITURA DO MUNICÍPIO incêndios, agentes extintores. 4. Atendimento ao
DE SÃO PAULO Secretaria Municipal da Saúde , público. 4.1. Conceitos básicos sobre clientes,
Coordenação de Vigilância em Saúde , SP , modalidades e princípios de atendimento e
2012. tratamento. 4.2. Comunicação: elementos, ruídos e
barreiras. 4.3. Atendimento telefônico e presencial:
SERVENTE ESCOLAR procedimentos, regras, indicadores e requisitos.

1. Serviços Administrativos. Verificação de aparelhos SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS


e máquinas ligados ou desligados, sob orientação
técnica. Utilização, cuidados, guarda e controle de Manual do Prefeito. IBAM, 2013. Seção I, Capítulo IV
materiais, equipamentos e produtos utilizados. e V. Seção IV, Capítulo 3. Pags. 202 a 205.
Pequenas compras externas e mandados diversos Disponível em
sob instruções. Segurança no trabalho e prevenção de www.ibam.org.br/media/arquivos/estudos/manual
acidentes e combate a incêndios. Praticas do dia a _prefeito_1.pdf
dia. 2. Copa e cozinha: Cuidados de higiene com o Dicas de Prevenção de acidentes e doenças no
local de trabalho, água, lixo, transporte de lixo, higiene trabalho – SESI/SEBRAE: Brasília, 2005
do ambiente e utensílios. 3. Higiene, Limpeza e Meio Disponível em:
Ambiente: Necessidade de higienização nas http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_122720998
instalações da Prefeitura Municipal. Categorias de 1.pdf
higienização. Higienização de superfícies. Tipos de Manual de Prevenção e combate a incêndio. Cartilha
higienização. Técnica dos dois baldes. Operações de Orientativa. Prefeitura Municipal de São
Limpeza. Higienização de utensílios. 4. Equipamentos Paulo/SP. Disponível em
de Proteção individual (E.P.I.). 5. Condutas e http://www.segurancaetrabalho.com.br/download/
Aspectos gerais de higiene. Lavagem das mãos. prevencao-incendios-manual.pdf
6. Meio ambiente e reciclagem de produtos e Texto Atendimento ao Cliente. Disponível no sitio do
materiais. Coleta seletiva. Separação de lixo. IBAM.
Resíduos. Classificação. Simbologia. 7. Limpeza.
Objetivos. Tipos. Procedimentos. Princípios Básicos.
Materiais. 8. Outros assuntos– Prática do dia a dia.

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS

HAZELWOOD e MCLEAN. /Manual de Higiene/.


Editora Livraria Varela. São Paulo. 1999. 2ª
reimpressão.
HIGIENE, LIMPEZA e RESÍDUOS: textos disponíveis
em /.
http://www.ibam.org.br/media/arquivos/estudos/higieni
zacao_estabel_saude_1.pdf
RECICLAGEM E COLETA SELETIVA
Disponíveis em
www.compam.com.br/coletaseletiva.htm
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS –
Disponível em: