Você está na página 1de 6

Texto A - As Naus de Verde Pinho

De um lado o chão e a raiz


do outro o mar e seu cântico

Era uma vez um país De repente um marinheiro


entre a Espanha e o Atlântico. perna de pau e maneta
ergueu a voz e gritou:
5 Tinha por rei D. Dinis 40 - Eu sou da Nau Catrineta
que gostava de cantar. e nem ela aqui passou.
Mas o reino era tão pouco Eram ventos ventanias
que se pôs a perguntar: naus como cascas de noz
- E se o mar fosse um caminho a baloiçar sobre o medo.
10 deste lado para o outro? 45 Sete noites sete dias.

E da flor de verde pinho1 E só se via o penedo


das trovas2 do seu trovar3 só se ouvia aquela voz
mandou plantar um pinhal. do velho sempre a gritar:
- Vereis a água a ferver.
Depois a flor foi navio. 50 Quem quiser aqui passar
15 E lá se foi Portugal no inferno vai arder.
caravela a navegar.
(...)
Já não era o doce rio
com seu canto de encantar. E de repente um trovão.
Era o mar desconhecido Já não era o vento a uivar
20 com seus medos e gigantes era a voz do Capitão
onde ninguém tinha ido 55 que se pôs a comandar:
nunca dantes nunca dantes.
- Seja a bem ou seja a mal
(...) eu juro que hei de passar
porque as naus de Portugal
Entre a lua e as estrelas não são naus de recuar.
entre a noite e o céu azul 60 Eu sou Bartolomeu Dias
25 caravelas caravelas nada me pode parar.
que partiam para o sul.
Calaram-se as ventanias
Viu-se então um grande monte e até as fúrias do mar.
que entrava pelo mar dentro.
Já não havia horizonte Manuel Alegre, As Naus de Verde
30 nem céu nem terra nem nada. Pinho
Só se ouvia uivar o vento
que vinha com a sua espada Vocabulário:
1. pinho- pinheiro
espadeirar as brancas velas.
2. trova- cantiga
Só o vento e o nevoeiro 3. trovar- fazer ou cantar trovas
35
e uma grande nuvem preta
sobre as naus e as caravelas.

1. Assinala com X a única opção que completa cada frase de acordo com o sentido do texto.

1.1 As duas primeiras estrofes do poema apresentam um país


 conhecido pelos seus cânticos.
 delimitado por terra e mar.
 situado do outro lado do mar.
 cujo território pertence a Espanha.
1.2 Esse país tinha um rei que
 cantava, em vez de governar.
 estava descontente com o reino.
 era trovador.
 gostava de flores.

1.3 Pensando no futuro do seu país, o rei tomou a importante decisão de


 fazer uma enorme plantação de pinheiros.
 continuar a escrever as suas trovas.
 passar a cantar a beleza das flores do pinheiro.
 transformar o reino numa enorme floresta.

2. Relê os quatro últimos versos da terceira estrofe (versos 7-10). Explica, por palavras tuas, o que pretendia o rei
dizer com esta sua reflexão.
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

3. Transcreve os versos do poema que explicam como a medida tomada por D. Dinis foi o primeiro passo para os
Descobrimentos Portugueses.
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

4. De acordo com o sentido do texto, completa a afirmação seguinte:


Navegar no mar era muito diferente de navegar no rio porque _________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

5. Refere os três elementos perigosos e ameaçadores que surpreenderam os navegadores junto ao “grande monte/
que entrava pelo mar dentro”. (versos 27-28)
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

6. As vozes que soavam junto ao “grande monte” apresentaram vários argumentos para convencer os navegadores
das caravelas a não prosseguirem a viagem.

 A fúria dos elementos da Natureza.


 Os marinheiros que se atreviam a avançar ficavam manetas e com perna de pau.
 O fracasso da viagem da Nau Catrineta.
 O mundo que tremia com o baloiçar das naus.
 As ameaças de castigo para quem teimasse em passar o Cabo.
 A pequenez das caravelas.
 Eram necessários sete dias e sete noites para ultrapassar aquela zona perigosa.
2
7. O verso “naus como cascas de noz” é exemplo de
 personificação.
 comparação.
 metáfora.
 enumeração.
8. Seleciona da lista apresentada, os nomes que caracterizam psicologicamente Bartolomeu Dias quando, apesar
das ameaças, se apresenta e decide avançar.
Assinala com X as opções selecionadas.

 audácia.
 desobediência.
 ousadia.
 autoconfiança.
 valentia.
 irresponsabilidade.

9. Atenta na estrutura externa do poema.


9.1 Tendo em conta o número de versos, classifica as seguintes estrofes:
2ª estrofe ➪ _________________________________________________________________________________
3ª estrofe ➪ _________________________________________________________________________________
4ª estrofe ➪ _________________________________________________________________________________
7ª estrofe ➪ _________________________________________________________________________________
10. Identifica o tipo de rima presente na sétima estrofe.
______________________________________________________________________________________________

Texto B – Um navio revolucionário: a caravela

As viagens ao longo da costa africana realizaram-se primeiro em barcas, depois em caravelas.


As caravelas eram navios ligeiros, rápidos, capazes de navegar em todas as águas e com todos os
ventos. De casco muito leve, com um castelo na popa, tinham em geral três mastros. As suas velas
triangulares permitiam-lhes bolinar, ou seja, navegar com ventos contrários. A vela triangular tomou o
5 nome de vela latina.
Em caso de necessidade, a tripulação – em geral quarenta a cinquenta homens – podia utilizar
remos. Para se orientarem nos mares do Sul, os navegadores desta época dispunham apenas da bússola,
de algumas cartas de marear que os antecessores tivessem elaborado e de sondas para avaliarem a
profundidade das águas. Além disso, só a própria experiência, a passo e passo adquirida, e a intuição
10 lhes serviam de guia no mar desconhecido.

Luís Albuquerque, Ana Magalhães e Isabel Alçada,


Os Descobrimentos Portugueses, Lisboa, Ed. Caminho

11. Assinala com X a única opção correta.


Acabaste de ler um texto
 instrucional.
 narrativo.
 conversacional.
 expositivo.

12. Recorrendo às informações apresentadas no texto B, preenche o quadro seguinte.

Principais características da caravela


Número de Formato das Constituição da Velocidade Capacidade de Recursos em situações
mastros velas tripulação adaptação adversas

13. Completa a frase com o termo técnico adequado à arte de marear:

A principal característica da caravela, e que fazia dela um navio revolucionário, era a sua capacidade de
prosseguir viagem mesmo com ventos contrários, isto é, com a caravela era possível ___________________.

Grupo II

1. Classifica o complemento do verbo sublinhado nas frases:


• D. Dinis gostava de cantar. ➪ ____________________________________________
• Mandou plantar um pinhal. ➪____________________________________________

2. Classifica as duas orações sublinhadas nos versos seguintes:


«eu juro que hei de passar
porque as naus de Portugal
não são naus de recuar.»

1ª oração ➪ subordinada ___________________________________________


2ª oração ➪ subordinada ___________________________________________

3. Faz a articulação das frases seguintes, estabelecendo entre elas o tipo de relação indicada (faz as alterações
necessárias):

a) O rei D. Dinis gostava de cantar. O rei D. Dinis sabia governar.


___________________________________________________________________________ (oposição/contraste)

b) Bartolomeu Dias mostrou a sua coragem. Bartolomeu Dias dobrou o Cabo.


____________________________________________________________________________(adição)

c) As caravelas eram navios muito antigos? As caravelas eram navios modernos?

____________________________________________________________________________(alternativa)

4. Considera o verso “naus como cascas de noz” e escreve uma frase em que empregues uma palavra homófona de
noz.

_____________________________________________________________________________________________

5. Relê os versos seguintes da décima estrofe:

“- Vereis a água a ferver.


Quem quiser aqui passar
no inferno vai arder.”
5.1 Assinala com X a única opção que completa corretamente a afirmação.
Este discurso tem por função
 dar uma ordem.
 descrever uma situação.
 fazer uma ameaça.
 explicar um facto.

5.2 Indica a classe a que pertencem as palavras destacadas nos versos transcritos, escrevendo-as no lugar adequado
do quadro abaixo.

Classe de palavras
verbo preposição
nome determinante pronome advérbio
principal simples contraída

6. Indica o tempo e o modo das formas verbais apresentadas no quadro, fazendo a correspondência entre as duas
colunas.

Formas verbais Tempo e modo

a. juro Futuro simples do indicativo


b. pôs Pretérito imperfeito do indicativo
c. vereis Pretérito imperfeito do conjuntivo
d. navegue Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo
e. tinha ido Pretérito perfeito do indicativo
f. dobrara Pretérito mais-que-perfeito simples do indicativo
g. dissesse Presente do indicativo
h. era Presente do conjuntivo

Grupo III

Expressão Escrita

Atualmente o homem tem um conhecimento muito mais profundo do mar e de todo o planeta, graças ao
desenvolvimento científico.
Imagina que és um biólogo-marinho e que foste convidado a participar numa expedição a bordo de um
navio oceanográfico que tem como objetivo o estudo dos efeitos da poluição no degelo dos glaciares.
Escreve um texto narrativo devidamente estruturado em que utilizes os recursos estilísticos e onde deverás
incluir os seguintes elementos:
Personagens: baleia, cientista, alforreca, comandante; rei do mar;
Objetos: barcos de borracha, boias, computador, máscara, impermeáveis;
Palavra obrigatória: glaciar
Dá largas à tua imaginação, planifica cuidadosamente o teu texto, prevendo os acontecimentos e
organizando cuidadosamente a evolução da ação.

_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________