Você está na página 1de 2

Revisão Isadora

1) Baseado nas orações abaixo complete a afirmação


Pedro chegou.
As crianças dormem.
Um avião caiu.
a)Os verbos em destaque são _____________ porque_______________ de
outras palavras para completar o sentido.

2) Complete as orações abaixo, escolhendo as palavras adequadas a cada uma delas.


A avenida - Helena - tristeza - o queijo - uma lição - precisam- não precisam - intransitivos
transitivos
A) Pedro sentiu ____________________
b) Eu percorri _____________________
c) O professor explicou ______________
d) Você ama _______________________
e) O rato roeu ______________________

3“Não quero aparelhos


para navegar.
Ando naufragado,
Ando sem destino.
Pelo voo dos pássaros
Quero me guiar...”
(Jorge de Lima)

Os verbos destacados no poema classificam-se, quanto à predicação, como:


a) transitivo indireto – verbo de ligação
b) transitivo indireto – intransitivo
c) transitivo direto – intransitivo
d) transitivo direto – verbo de ligação
e) transitivo direto e indireto – transitivo direto

5) Classifique os verbos quanto a sua transitividade:


a) Carlos vendia livros.
b) Os passageiros esperavam o trem.
c) Carlos gosta de música.
d) Oferecemos uma medalha ao primeiro colocado.
e) Lígia comprou flores.
f) Lígia gosta de flores.

7) Reconheça a transitividade verbal:


(a) Transitivo direto
(b) Transitivo indireto
(c) Transitivo direto e indireto

( ) Nós aprendemos uma boa lição com a história do burro.


( ) O burro carregava sacos de sal.
( ) O burro vinha carregado de sacos de sal.
( ) Ele observou isto.

O Texto que você vai ler foi publicado no folhateen, um suplemento do Jornal Folha de S.Paulo
destinado ao publico jovem .

Texto 1

NOSSOS NETOS NÃO VÃO COMER PASTÉIS!

Pode ser ignorância nossa, mas não sabíamos que o novo vilão do planeta é o óleo de
cozinha! Sim, aquele usado pra fritar pastel, bife à milanesa e batata frita! Sabíamos que jogar
óleo usado na pia podia causar um grande entupimento. E que uma das opções era jogá-lo na
privada. Mas, como não somos cozinheiras de mão cheia e sabemos que frituras fazem a
maior sujeira, nunca pensamos muito sobre o assunto óleo. Até agora começaram a
pipocar notas sobre o “descarte do óleo”. Ou seja: como jogar aquele óleo usado fora!?
Segundo os cientistas, o óleo dos pastéis pode ser o responsável por enchentes, morte dos
fitoplânctons e até pelo aquecimento global! E não pense que isso não tem a ver com você
para quem cozinha é ovo na manteiga. Porque, agora, comer uma coxinha é quase um crime
contra o planeta, se você pensar bem. Deve ser por isso que algumas cozinheiras
guardam o óleo velho e usado numa lata sinistra, geralmente embaixo da pia. Elas deixam lá
até pensarem numa maneira melhor de jogar o tal óleo assassino de fitoplânctons. Devem ir
acumulando latas e latas de óleo, em silêncio, por anos. E, depois, sem saber o que fazer,
colocam tudo aquilo numa Kombi, desaparecem pelo mundo e passam a viver na
clandestinidade, cheias de culpa. Os ecologistas recomendam que você entregue o óleo
para ONGs que fazem reciclagem ou façam sabão caseiro. Sim, um sabão caseiro com o óleo
velho! Que nem naquele filme Clube da luta, em que os sabonetes das madames eram feitos
com a gordura da lipoaspiração. Eca! Só de pensar nisso já desistimos de comer qualquer
coisa frita para sempre! Ou de usar sabonete. Uma coisa nos deixou tristes: o fato de que
talvez nossos netos (se tivermos algum) nunca conhecerão o sabor de um delicioso bife à
milanesa ou de um pastel de queijo. Pense nas feiras sem barraca do pastel. Certamente, ir à
feira vai ficar mais triste. Porque, se a gente tiver que levar latas de óleos velhos para
reciclagem ou usar sabão com odor de fritura, vamos adotar só alimentos cozidos. No vapor.
A vida fica cada dia mais triste no planeta Terra. E, por enquanto, vamos nos entupir de pastel
para esquecer disso.

Momento de histeria

Estamos fritas!

(Jô Hallack, Nina Lemos e Raq Affonso. Nossos netos não vão comer pastel! Folhateen,
suplemento do jornal Folha de S. Paulo, 17 set. 2007.)

1 - Nesta crônica,as autoras revelam a preocupação com o meio ambiente e ,


simultaneamente,com a qualidade de vida.

a) Por que, segundo a crônica, "nossos netos não vão comer pastel"?

b) Que aspecto da vida cotidiana foi usado pelas autoras para comentar as mudanças
inevitáveis de nossos hábitos?

2 - Releia: "Até que agora começaram a pipocar notas sobre o 'descarte do óleo'."

a) Qual é o sentido do verbo pipocar nessa frase?

b) Substitua esse verbo por uma expressão sinônima.

Interesses relacionados