Você está na página 1de 3

1

Lições de um encontro com Deus


Pastor: Emerson Roberto - IBC

Tema: Resgatando a simplicidade do Evangelho.


Texto: 2 coríntios 10.1-12
Pastor: Emerson Roberto – IBC – 15/04/2010

Para inicio de Conversa.

A simplicidade não está em alta hoje. Ser simples significa para muitos: ser pobre, sem cultura, de
pouco valor, feia aparência, enfim..a palavra simplicidade perdeu o sentido de ser uma característica boa para
algo pejorativo, algo ruim.

Ser simples não envolve nenhum aspecto de aparência. Ser simples esta relacionado ao nosso caráter. A
nossa forma de pensar, agir, enfrentar as situações, etc…Vivemos na época das especializações. O legado da
pós-modernidade nos traz de presente, em todo o seu conteúdo, a personalização, ou melhor ainda, a
especialização. Não adianta ser simples, tem que haver a especialidade..

Vivemos também a época dos acessórios, que são reflexo da individualidade. Quer um carro básico (do
geral), ou vai um acessoriozinho? (do indivíduo). Você quer um modelo de fábrica, que todo mundo pode ter,
ou paga-se mais um pouco e tem-se um carro com limpador de para-brisas com dupla borracha e sistema
integrado de percepção pluviométrica?
é como comprar na carrocinha de cachorro-quente do Zé. “- É só o pão com ‘salchicha’?(modelo
básico), ou a madame quer compreto? (com os acessórios)” Por acessórios entenda-se milho, ervilha, maionese
e tantas outras coisas que podem “enriquecer” o sanduíche.

 Já não se procura mais um louvor simples. Tem que ser louvor “profético”.
 Já não quero ser um adorador comum, tenho que ser um adorador “levita”, mesmo
que essa “casta” já não exista mais.
 Já não procuro uma igreja simples, mas uma igreja com “propósitos”.
 Não queremos mais o pastor de ovelhas, mas o Apóstolo das nações.
 Não serve a adoração em espírito e em verdade, só a “adoração extravagante”. Que de
extravagante passa a ser extra-vazante, vazando por todos os lados as maiores
esquisitices em nome do Deus a quem se deve adorar, não com extravagância, mas
com coração contrito e sincero.
Hoje alguns em sua ânsia frenética de enfeitar o Evangelho para torná-lo mais atraente não percebem a
deturpação que estão produzindo no mesmo.

Olhando além da superfície.


Quero chamar a atenção dos irmãos para algumas deturpações que estão ocorrendo com o Evangelho
devido ao barateamento da graça para atender a demanda do mercado.

Mensagem - 15/04/2010 Página 1


2
Lições de um encontro com Deus
Pastor: Emerson Roberto - IBC

Forma em detrimento ao Conteúdo.


“Contudo, não me julgo em nada inferior a estes “eminentes apóstolos”. Pois, ainda que não use de
eloqüente oratória, no entanto não me falta conhecimento. Em verdade, nós vos temos demonstrado isso em todo
tipo de situação”.v5-6 KJ.

Existem pessoas que creem firmemente que a inteligência a eloqüência, e palavras bonitas farão as
pessoas se converterem, farão as pessoas chegar a Deus e sentirem a presença de Deus. Podem até conseguir
algum resultado como alguns que se emocionam mais facilmente, mas no final, constatamos que é apenas “fogo
de palha”. Eles esquecem, totalmente, que quem convence o homem do pecado é o Espírito Santo. De que
adianta a forma do culto, todo arrumadinho, todo certinho, com seu script sendo seguido, usando de métodos de
persuasão, [e como usam], tons de falar, pontos de contato, marcações especiais, deixas. De que adianta tudo
isso se o Espírito do Senhor não convencer a platéia [eles consideram a igreja como platéia], de seu pecado?
Não passa de emoção, não passa de teatro. Vaidade de vaidades.

Uma pregação que não está centrada em Jesus Cristo, e não leva o ouvinte a uma reflexão, ao
arrependimento, a uma mudança de vida, a uma mudança de caráter, não serve para nada. É bonita em sua
forma, mas horrível em seu conteúdo. E como temos visto e ouvido pregações e cultos deste tipo, que mais
exaltam o homem e exigem de Deus o cumprimento [?] de Suas promessas, ou ouvimos falando mais do diabo
do que de Jesus Cristo.

Não digo que devemos fazer o culto de qualquer maneira, é necessário uma organização, o nosso Deus é
um Deus organizado, e cobra de nós esta atitude. Mas da maneira como vemos os cultos hoje, fica difícil
distinguir uma casa de show de uma igreja cristã.

Onde foi parar a simplicidade do evangelho, onde foi parar a preparação espiritual daqueles que
dirigem, cantam pregam em nossos cultos? Onde foram parar aqueles homens e mulheres que confiam e
dependem do Espírito Santo para fazerem a obra do Senhor? Que rumo, essa liderança cibernética está dando
para a igreja de Cristo?

Quanto a mim, fico com a palavra da verdade, fico com o evangelho da salvação, fico com o manual que
Deus colocou a minha disposição, a Bíblia Sagrada! Esse manual, apesar de muito antigo, se atualiza, dia após
dia, e toda a vez que o abro para ler, ele me revela novas instruções que edificam minha vida, sem contudo , me
fazer deixar de lado a simplicidade do poder de suas palavras.

Não abandone a simplicidade do evangelho, não se misture com as novidades, não se deixe absorver
pela “modernidade” permaneça firme, se consagre ao Senhor, leia a Sua palavra, se prepare e pregue Jesus
Cristo, homem, crucificado, morto, ressuscitado, exaltado, Senhor e Deus Meu!

O Exótico e Excêntrico em detrimento das práticas


Espirituais rotineiras.
Mensagem - 15/04/2010 Página 2
3
Lições de um encontro com Deus
Pastor: Emerson Roberto - IBC

Versos 5 a 15.

Pensam alguns que espiritual é tudo que é apresentado numa roupagem exótica e excêntrica. Sob esta
perspectiva, o que genuinamente vem de Deus é aquilo que é desconhecido e diferente.

Em decorrência desse pensamento, práticas espirituais rotineiras como estudo da Bíblia, oração
sistemática, serviço cristão e comunhão são vistos como traços da tradição que não provocam calor nem rubor.

Hoje o sentir está substituindo o crer.

Carisma substitui Caráter.


“Versos 12 a 12.12

Para muitos servir a cristo resume-se apena a vir ao culto, ter um cargo na igreja. Evangelizar é apenas
convidar alguém para vir na igreja. Adorar e cantar louvores em um momento no período de celebração em um
dia determinado.

Mas no Novo testamento vemos que servir a Deus tem a ver com transformação de caráter.

As organizações eclesiásticas do século 21 parecem envolvidas numa série de práticas que não a
aproximam da verdadeira essência do Evangelho proposto pelo Salvador.

É necessário pensar no que de fato é a experiência do Reino de Deus e no que é simples ornamento.
Podem ser ornamentos belos, úteis, justificáveis, funcionais e bem intencionados; práticas inteligentes,
sofisticadas e com alto poder de alcance – no entanto, não é isso a essência da vida cristã.

A simplicidade do Evangelho

Amor incondicional a Deus. Mc.12.30


Obediência. João 14.23
Crer. Hebreus 11.6; João 3.36; 5.24

Mensagem - 15/04/2010 Página 3