Você está na página 1de 17

Matrizes

O uso de tabelas no cotidiano é essencial. Elas aparecem a todo momento,


sem o uso de tabelas, ficar-se-ía restrito a um número menor de
informações. Na Matemática, o estudo das tabelas recebe um nome especial: é
o estudo das matrizes.
Uma matriz mXn é uma tabela composta por m linhas e n colunas que
contém m • n elementos.

Representação de uma matriz


Uma matriz é representada por letras maiúsculas do alfabeto latino
acompanhadas de sua ordem, ou seja, quantidade de linhas e colunas que
possuí.

Exemplos

• A3×2 — Matriz representada pela letra A que possui 3 linhas e 2 colunas.


• B4×6 — Matriz representada pela letra B que possui 4 linhas e 6 colunas.
Cada elemento de uma matriz é representado pela mesma letra utilizada na
representação da matriz, porém em letra minúscula acompanhada de seu
índice, que é indicado pela posição que ocupa na matriz. Primeiro, menciona-
se a linha e, posteriormente, a coluna.

Exemplos:
• a31 — Elemento da matriz A que está localizado na terceira linha e na primeira
coluna.
• b15 — Elemento da matriz B que está localizado na primeira linha e na quinta
coluna.
De modo geral, representa-se o elemento de uma matriz como aij, localizado na
í-ésima linha e na j-ésima coluna.
Uma matriz A4×5 ainda pode ser representada da seguinte forma:
Genericamente, a matriz A é representada por A = (aij)m×n, onde 1 ≤ i ≤ m e 1 ≤ j
≤ n, com i, j ∈ N, ou ainda:

Matrizes especiais
Matriz nula

Uma matriz com todos os seus elementos iguais a zero é chamada matriz
nula.
Exemplos:

A= é uma matriz nula de ordem 2×5 e pode ser indicada


por A2×5.

B= é uma matriz nula de ordem 4×3 e pode ser indicada por B4×3 .

Matriz linha

A matriz que possui apenas uma linha é chamada matriz linha.


Exemplos:
C = [ 1 5 8 -2 ] é uma matriz linha de ordem 1×4.
D = [-3 2] é uma matriz linha de ordem 1×2.

Matriz coluna

Já a matriz que possui apenas uma coluna é chamada matriz coluna.


Exemplos:

A= é uma matriz coluna de ordem 3×1.

R= é uma matriz coluna de ordem 5×1.

Matriz quadrada

Uma matriz é dita quadrada quando possui a mesma quantidade de linhas e


colunas.

Exemplos:

é uma matriz quadrada 2×2, ou, ainda, matriz de ordem 2.


Dessa forma, podemos representá-la como A2.

é uma matriz quadrada 4×4, ou, ainda,


matriz de ordem 4.

Também pode ser representada por B4.


Em toda matriz quadrada, os elementos cuja posição da linha e da coluna
forem iguais, ou seja, i = j, formam a chamada diagonal principal. A outra
diagonal, na qual os elementos satisfazem a condição i + j = n + 1, é
chamada diagonal secundária.
Na matriz A3 abaixo, indicamos as diagonais principal (ou primária) e
secundária.

Matriz identidade

A matriz quadrada em que todos os elementos da diagonal principal são


unitários, ou seja, iguais a 1, e os demais são nulos, ou seja, iguais a zero,
recebe o nome de matriz identidade. Sua representação é sempre dada por
In, sendo n a ordem da matriz.
Exemplos:

é uma matriz identidade de ordem 3 e pode ser


representada por I3.

é uma matriz identidade de ordem 4 e pode ser


representada por I4.

Matriz transposta

A partir de uma matriz A, é possível obter outra matriz, invertendo,


ordenadamente, as linhas pelas colunas. A matriz resultante é chamada matriz
transposta.
A partir de uma matriz A = (aij)m×n, pode-se definir a matriz transposta de A
como sendo a matriz AT = (atij)nXm, sendo atij = aji, ou seja, as linhas da matriz
AT são, ordenadamente, iguais às colunas da matriz A e as colunas da matriz
AT são, ordenadamente, iguais às linhas da matriz A.
Exemplos:

Igualdade entre matrizes


Duas matrizes A e B serão iguais se seus elementos de mesma posição forem
iguais, zesde que as duas matrizes tenham a mesma ordem. Uma igualdade
entre matrizes é apresentada como A = B.

Exemplos:

a) Dadas as matrizes , para quais valores de a, b,


x e y essas matrizes serão iguais?
Note que os elementos de mesmo índice de ambas as matrizes deverão ser
iguais, então:
b) Dadas as matrizes
para quais valores de a, b, c, d, x, y, z e k essas matrizes são iguais?

Por: Osvaldo Shimenes Santos

Operações com Matrizes


Aprenda a operar com matrizes, como fazer soma, subtração, multiplicação e
matriz inversa.

Adição de matrizes
A adição de matrizes é definida apenas para matrizes de mesma ordem,
Assim, se A = (aij)m×n e B = (bij)m×n , diz-se que a soma de A + B é dada pela
matriz C = (cij)m×n, sendo cij = aij + bij para todo i compreendido no intervalo 1 ≤ i
≤ m e para todo j compreendido no intervalo 1 ≤ j ≤ n.
Exemplo:
Sejam as matrizes A e B:
Para calcular a matriz C = A + B, basta somar seus elementos correspondentes

Matriz oposta

A matriz que ao ser somada a uma matriz A de ordem m X n resulta em uma


matriz nula de mesma ordem é chamada matriz oposta (indicada por -A).
Exemplo:

Comprova-se isso calculando:

Propriedades da adição

Considerando as matrizes A, B, C e O (matriz nula), ambas de mesma ordem,


valem:

 A + B = B + A (comutativa)

 (A + B) + C = A + (B + C) (associativa)

 A + 0 = 0 + A = A (existência do elemento neutro)

 A + (-A) = (-A) + A = 0 (existência do elemento oposto)

 A + C = B + C ⇔ A = B (cancelamento)

Subtração de matrizes
A subtração entre duas matrizes A e B, ambas de mesma ordem, é obtida a
partir da soma da matriz A com a oposta de B, ou seja, A – B = A + (-B).

Exemplo:
Sejam as matrizes A e B:

Para obter a matriz C = A – B, realiza-se os seguintes cálculos:

C = A – B = A + (-B) =

então

Multiplicação de um número real por uma


matriz
Seja a matriz e k um número real, diz-se que k • A é uma matriz do
tipo m X n, obtida a partir do produto entre k e todos os elementos da matriz A.
Exemplo:

Sendo A = então
Multiplicação de matrizes
O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2007 foi emocionante, com muitas
alegrias e muitas tristezas, mas, como dizem algumas personalidades do meio
esportivo, o importante é competir.

Um recurso muito utilizado para organizar a classificação dos times de


qualquer torneio é uma tabela.

Ela pode conter informações como o número de vitórias, de empates e de


derrotas, gols marcados, gols sofridos, mas a principal delas é a pontuação que
cada time tem, já que é a tabela que dá a classificação geral.

No entanto, sabendo-se o número de vitórias, de empates e de derrotas, será


possível obter-se a quantidade de pontos de cada time.
Ao lado, a tabela final do Campeonato Brasileiro de 2007, mostra os cinco
primeiros colocados. Ela apresenta a quantidade de pontos com que cada um
dos times terminou o campeonato.
Como para cada vitória o time marca três pontos, para cada empate, um ponto
e para cada derrota não faz pontos, é possível escrever:

Também é possível fazer esses cálculos usando matrizes:


A matriz T representa as quantidades de vitórias, empates e derrotas dos cinco
primeiros colocados. Cada linha representa um time diferente: São Paulo,
Santos, Flamengo, Fluminense e Cruzeiro, respectivamente. Cada coluna
representa a quantidade de vitórias, den_otas e empates, respectivamente. Já
a matriz P representa a quantidade de pontos adquiridos caso o time ganhe,
empate ou perca, respectivamente, em cada linha.
A multiplicação das matrizes T e P resulta na matriz G (pontos ganhos):

Notar que os elementos de uma linha de T são multiplicados, ordenadamente,


pelos correspondentes elementos da coluna de P e, depois, os produtos são
somados:
Dadas as matrizes A = (aij)m×n e B = (bij)n×p, o produto de A por B é a matriz C =
(cij)m×p, na qual cada elemento cij é a soma dos produtos de cada elemento da
linha i de A pelo correspondente elemento da coluna j de B.
Observação:
Dadas duas matrizes A e B, o produto AB só poderá ser obtido se o número de
colunas de A for igual ao número de linhas de B. A matriz resultante terá como
ordem o número de linhas de A e o número de colunas de B.

Propriedades da multiplicação

Considerando as matrizes A, B e C, valem:

 (A • B) • C = A • (B • C) (associativa)

 (A + B) • C = A • C + B • C (distributiva)

Matriz inversa
Uma matriz quadrada 8 de ordem n é a inversa da matriz quadrada A, também
de ordem n, se satisfizer a seguinte condição:

Representa-se a matriz inversa de A como


sendo

Exemplo:

Dada a matriz A = , encontrar sua matriz inversa.

Se, então:
Pela igualdade de matrizes, podem-se construir os seguintes sistemas:

Portanto, conclui-se que

Por: Osvaldo Shimenes Santos

Matrizes – Exercícios
01. Obter a matriz A = (aij)2×2 definida por aij = 3 i – j.
02. Se A é uma matriz quadrada de ordem 2 e At sua transposta, determine A,
tal que A = 2 . At.
03. (UNIV. CATÓLICA DE GOIÁS) Uma matriz quadrada A é dita simétrica se
A = AT e é dita anti-simétrica se AT = -A, onde AT é a matriz transposta de A.
Sendo A uma matriz quadrada, classifique em verdadeira ou falsa as duas
afirmações:
(01) A + AT é uma matriz simétrica
(02) A – AT é uma matriz anti-simétrica
04. Se uma matriz quadrada A é tal que At = -A, ela é chamada matriz anti-
simétrica. Sabe-se que M é anti-simétrica e:

Os termos a12, a13 e a23 de M, valem respectivamente:


a) -4, -2 e 4
b) 4, 2 e -4
c) 4, -2 e -4
d) 2, -4 e 2
e) 2, 2 e 4

a) x = y = 0
b) x = y = m = n = 0
c) x = y e m = n
d) y = -2x e n = -2m
e) x = -2y e m = -2n
06. Na confecção de três modelos de camisas (A, B e C) são usados botões
grandes (G) e pequenos (p). O número de botões por modelos é dado pela
tabela:
Camisa Camisa Camisa
A B C

Botões 3 1 3
p

Botões 6 5 5
G

O número de camisas fabricadas, de cada modelo, nos meses de maio e junho,


é dado pela tabela:

Maio Junho

Camisa A 100 50

Camisa B 50 100

Camisa C 50 50

Nestas condições, obter a tabela que dá o total de botões usados em maio e junho.
RESOLUÇÃO:

07. Sobre as sentenças:


I. O produto das matrizes A3 x 2 . B2 x 1 é uma matriz 3 x 1.
II. O produto das matrizes A5 x 4 . B5 x 2 é uma matriz 4 x 2.
III. O produto das matrizes A2 x 3 . B3 x 2 é uma matriz quadrada 2 x 2
É verdade que:

a) somente I é falsa;
b) somente II é falsa;
c) somente III é falsa;
d) somente I e III são falsas;
e) I, II e III são falsas.
08. (MACK) Se A é uma matriz 3 x 4 e B uma matriz n x m, então:
a) existe A + B se, e somente se, n = 4 e m = 3;
b) existe AB se, e somente se, n = 4 e m = 3;
c) existem AB e BA se, e somente se, n = 4 e m = 3;
d) existem, iguais, A + B e B + A se, e somente se, A = B;
e) existem, iguais, AB e BA se, e somente se, A = B.

a) 3
b) 14
c) 39
d) 84
e) 258

10. (PUC) Se A, B e C são matrizes quadradas e At, Bt e Ct são suas matrizes transpostas, e
igualdade falsa entre essas matrizes é:

a) (A = B) . C = A . C + B . C
b) (A + B)t = At + Bt
c) (A . B)t = At . Bt
d) (A – B)C = AC – BC
e) (At)t = A
Leia os artigos: Matrizes e Operações com Matrizes

Respostas:

01.

02.

03.
(01) verdadeira
(02) verdadeira

04. B

05. E

06.

Maio Junho

Botões
500 400
p

Botões
1100 1050
G

07. B 08. C 09. D 10. C

Inversão de Matrizes –
Exercícios
04. Sendo A e B matrizes inversíveis de mesma ordem, resolver a equação
matricial A.X.At = B.
05. Seja Q uma matriz 4 x 4 tal que det Q = 0 e Q3 + 2Q2 = 0. Calcule det Q.

06. Demonstrar que (AB)-1 = B-1 . A-1, desde que as matrizes A e B sejam inversíveis e de mesma

ordem.

08. (PUC) Sendo A e B matrizes inversíveis de mesma ordem e X uma matriz tal que (X . A)t = B,
então:

a) X = A-1 . Bt
b) X = Bt . A-1
c) X = (B . A)t
d) X = (AB)t
e) X = At . B-1
09. No que se refere à solução da equação A . X = B em que A e B são
matrizes quadradas de ordem 3, pode-se dizer que:
a) a equação não pode ter solução;
b) a equação nunca tem solução;
c) a equação tem sempre uma solução que é X = B ;
A
d) a equação tem sempre uma solução que é X = B . A-1
e) a equação tem sempre uma solução que é X = A-1 . B.

10. (ITA) Sejam A e B matrizes reais quadradas de ordem 2 que satisfazem a seguinte
propriedade: existe uma matriz M inversível tal que A = M-1 BM. Então:

a) det (-At) = det B


b) det A = -det B
c) det (2A) = 2 det B
d) Se det B ¹ 0, então det (-AB) < 0
e) det (A – I) = -det (I – B)

Leia os artigos: Matrizes e Operações com Matrizes

Respostas:
01. a = -1
02. a = 2
03. a = 15
04. V = {A-1 . B . (At)-1}
05. det Q = 16
06. Lembrando que AB = I Þ A-1 = B e que a multiplicação de matrizes é
associativa, temos:
(AB) . (B-1 . A-1) = A . (B . B-1) . A-1 = A . I . A-1 = A . A-1 = I
Se (AB) . (B-1 . A-1) = I, então (AB)-1 = B-1 . A-1

07. R = -1

08. B

09. A

10. A