Você está na página 1de 89

PROFESSOR: VAGNER LEMOS

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA


CONTEÚDO: GÊNEROS TEXTUAIS

MARABÁ, 23 DE MARÇO DE 2018.


GÊNERO TEXTUAL
Corresponde a uma classificação sobre o modo pelo qual se pode
organizar um texto.

FINALIDADE

PAPEL DOS CONTEXTO


INTERLOCUTORES

É impossível se comunicar verbalmente a não ser por algum gênero, assim como é
impossível se comunicar verbalmente a não ser por algum texto.
Os gêneros são criados a partir de necessidades sociais para a comunicação.
Gêneros como o e-mail, por exemplo, podem sofrer transformações com o tempo,
como aconteceu com as cartas, que se transmutaram em e-mails.
Alguns gêneros textuais
Alguns gêneros textuais
Alguns gêneros textuais
Alguns gêneros textuais
Gêneros orais, escritos e de internet

Gêneros tipicamente orais: conversa espontânea.

Um dos gêneros mais comuns no dia a dia, entretanto não se registra na


escrita. Qando um fala o outro ouve.
Gêneros orais, escritos e de internet

Gêneros tipicamente escritos: memorando (circular).

A comunicação formal em empresas ou em repartições públicas.


É um texto tão formal que apresenta uma estrutura que não muda nos
diferentes lugares em que é construído, tendo numeração, remetente e
destinatário definidos.
Gêneros orais, escritos e de internet
UNIVERSIDADE XXXXXXXXXXXXXXXX
INSTITUTO DE XXXXXXXXXXXXXXX
COORDENAÇÃO RAS

Memorando 10/2013

De: Coordenação local


À Coordenação de Informática
Assunto: Criação da página do curso

Marabá, 09 de outubro de 2017


Prezados,
Em fevereiro do corrente ano, o Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão aprovou a
criação do Mestrado Profissional em Letras (doravante PROFLETRAS), gerando algumas demandas
para o bom funcionamento do curso.
Dentre as demandas mencionadas, está a criação da página com informações que possam
ser acessadas pelos alunos.

Atenciosamente,

Fulano de Tal
Coordenador do curso
Gêneros orais, escritos e de internet
Gêneros exclusivos da internet: Facebook

Adotam características de gêneros escritos e orais.


Obedece-se ao mesmo tempo a regras da fala e da escrita. Em alguns casos, o
uso da pontuação é essencial para não haver ambiguidades, como na escrita;
entretanto, obedece-se, também, aos turnos de conversação, como na
oralidade.
Vemos que o processo assemelha-se ao da fala, mas não apresenta
exatamente as mesmas características.
NÃO CONFUNDA!

GÊNERO TEXTUAL


GÊNERO LITERÁRIO


TIPO (TIPOLOGIA) TEXTUAL
GÊNERO TEXTUAL

GÊNERO LITERÁRIO

Os gêneros textuais abrangem todos os tipos de texto, ao contrário dos gêneros


literários que, como o próprio nome já indica, aborda apenas os literários. O
gênero literário é classificado de acordo com a sua forma, podendo ser do
gênero dramático, lírico, épico, narrativo etc.

TIPO (TIPOLOGIA) TEXTUAL

É a forma como um texto se apresenta. Pode ser classificado como narrativo,


argumentativo, dissertativo, descritivo ou injuntivo.
Gêneros e o modo de organização do discurso – tipologia textual

Descrição: estrutura simples, apresentando um verbo estático no presente ou


imperfeito, um complemento e uma indicação circunstancial de lugar.

Ex.: Este objeto está completamente roto. Não tem a beleza que um dia lhe foi
comum.

Narração: apresenta um verbo de mudança no passado, um circunstancial de


tempo e lugar; enunciado indicativo de ação. O que caracteriza tal sequência é
justamente a dinamicidade em contraposição à sequência descritiva.

Ex.: Logo que entrou em sua casa, percebeu que haviam revirado suas coisas.

Exposição: identificação de fenômenos ou de ligação de fenômenos. Há aqui a


predominância de uma função referencial.

Ex.: Existem diversas teorias sobre o surgimento do universo.


Gêneros e o modo de organização do discurso – tipologia textual

Argumentação: apresenta uma forma verbal com o verbo ser no presente e um


complemento (que no caso é um adjetivo). Trata-se de um enunciado de
atribuição de qualidade.

Ex.: A obsessão com a durabilidade de nas Artes não é permanente.

Injunção: verbo no imperativo, incitadores à ação; o imperativo pode ser


substituído pela forma "deve".
GÊNERO TEXTUAL
FINALIDADE TIPOLOGIA GÊNERO
INFORMATIVA Descrição, narração, exposição Notícia, reportagem, relatório, dissertação
artigo científico, verbete, resumo, resenha.

OPINATIVA Narração, argumentação Editorial, coluna, artigo de opinião, resenha


crítica, tese, ensaio, charge.

INSTRUCIONAL Descrição, exposição, injunção Tutorial, manual de instrução, bula, receita,


regulamento, norma, edital, catálogo.

APELATIVA Descrição, argumentação Propaganda, anúncio, classificado, cartaz,


folheto, outdoor, banner.

DIALOGAL Descrição, narração, Carta, solicitação, bilhete, telegrama, e-


argumentação mail, convite, requerimento, mensagem.

EXPRESSIVA Narração, descrição Relato, depoimento, memória, diário,


confissão, poema, canção

FICCIONAL Narração, descrição Conto, novela, romance, crônica, história


em quadrinhos, fábula, lenda.
Alguns gêneros...
1 – Conto

O conto é uma obra de ficção, um texto ficcional. Cria um universo de


seres e acontecimentos de ficção, de fantasia ou imaginação. Como todos os
textos de ficção, o conto apresenta um narrador, personagens, ponto de vista e
enredo.
Classicamente, diz-se que o conto se define pela sua pequena
extensão. Mais curto que a novela ou o romance, o conto tem uma estrutura
fechada, desenvolve uma história e tem apenas um clímax. Num romance, a
trama desdobra-se em conflitos secundários, o que não acontece com o conto.
O conto é conciso.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
2 – Quadrinhos

É uma narrativa visual que, normalmente, expressa a língua oral e


apresenta um enredo rápido, empregando somente imagem ou associando
palavra e imagem.
As histórias em quadrinhos podem ou não ter humor como efeito de
sentido, e podem ser definidas como arte sequencial, pois são desenhos em
sequência que narram uma história.
Atenção deve ser dada ·à localização dos balões, ao contorno dos
balões, aos sinais de pontuação, às onomatopeias.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
3 – Carta pessoal
É um tipo de texto utilizado geralmente entre indivíduos que
apresentem certa aproximação (amigos, familiares, etc.).
Ainda que seja pouco utilizada atualmente, visto a expansão da
tecnologia (e-mail, redes sociais, etc.), há pessoas que preferem escrever no
papel (texto manuscrito) e enviar as cartas via correio.
Dependendo da pessoa a quem se destina, a linguagem utilizada na
carta pessoal pode ser uma linguagem mais despretensiosa (coloquial e
informal) ou mais preocupada com as normas gramaticais (linguagem formal).
Assim, se a carta for destinada a uma pessoa próxima é provável que
apresente vícios e figuras de linguagem, bem como gírias e expressões
populares.
Estrutura: Local e Data, Vocativo, Corpo do Texto, Despedida e
Assinatura.
Alguns gêneros...
São Paulo, 12 de janeiro de 2015

Amiga querida,

Estive pensando muito em você esses dias e resolvi lhe mandar uma carta para
falar sobre o ocorrido naquela noite. Antes de mais nada, quero ressaltar que a
Ana estava de olho no Adriano desde o início da festa (e já sabemos que antes
disso!!!).
Como você não estava presente, ele aproveitou o momento para chegar nela.
Todo mundo viu eles ficando e isso foi uma surpresa para todos. Quero que
saiba que quando precisar conversar conte comigo. Estarei aqui sempre que
precisar! Podemos combinar um cafezinho esses dias. O que acha? Tenho
muitas saudades de nossas conversas Bia!

Te adoro demais!!!
Beijos grandes e enormes abraços!!!
Espero ansiosa sua resposta!!!
Carol
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
4 – Pesquisa científica

Um texto científico é uma produção textual, uma narrativa escrita


que aborda algum conceito ou teoria, com base no conhecimento científico
através da linguagem científica.
A linguagem usada em um texto varia de acordo com o seu propósito
ou os leitores para quem ele é escrito. Assim, um texto científico é construído
com linguagem científica, própria de uma comunidade específica. A linguagem
deve ser objetiva, não dando espaço para ambiguidade. No texto científico não
existe a preocupação da estética, como em um texto poético, por exemplo.
Muitas vezes os textos científicos expressam resultados obtidos em
algum tipo de experiência e tem como público-alvo outros elementos da
comunidade científica, interessados também pelo mesmo objeto de estudo.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
5 – Peça publicitária

O gênero textual anúncio publicitário pertence à ordem do argumentar


e geralmente, dependendo do veículo de comunicação (revista, jornal, TV,
rádio), usa a linguagem verbal e a linguagem não verbal com recurso básico de
persuasão.
Dependendo do público-alvo e do veículo comunicativo o texto
publicitário, cujo único objetivo é persuadir o consumo de uma ideia ou produto,
vai lançar mão de recursos específicos: argumentativos, persuasivos, verbais,
não verbais e até intertextualidade e figuras de linguagem como a metáfora.
Um dos recursos verbais muito usados para persuadir, estimular,
induzir, convencer o interlocutor (alvo) é o modo verbal imperativo que age no
consumidor como se fosse uma ordem inconsciente.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
6 – Verbete

O verbete é um gênero de caráter informativo e predominantemente


descritivo, visto que seu objetivo é explicar um conceito, uma palavra,
atribuindo-lhe um conjunto de significados e exemplos. Mais comumente, os
verbetes são encontrados em um dicionário ou enciclopédia, e sua linguagem
segue as normas padrão da língua, com um alto nível de formalidade. Como
são destinados a consulta, são, normalmente, curtos e objetivos, facilitando o
acesso e o entendimento e evitando termos que sejam subjetivos e estilísticos.

VERBO: [Gramática] Classe de palavras que indica ação, processo, estado ou


alteração de um estado, sendo o núcleo do predicado.Linguagem, palavra ou
discurso: orador de verbo inflamado.[Religião] Segundo João, a segunda
pessoa da Santíssima Trindade, encarnada em Jesus Cristo (no princípio era o
Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

Dicionário Online de Português


Alguns gêneros...
7 – Notícia

A Notícia é um gênero textual jornalístico e não literário que está


presente em nosso dia a dia, sendo encontrada principalmente nos meios
de comunicação.
Trata-se, portanto de um texto informativo sobre um tema atual ou
algum acontecimento real, veiculada pelos principais meios de comunicação:
jornais, revistas, meios televisivos, rádio, internet, dentre outros.
Por esse motivo, as notícias possuem teor informativo e podem ser
textos descritivos e narrativos ao mesmo tempo, apresentando, portanto,
tempo, espaço e as personagens envolvidas.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
8 – Reportagem

A Reportagem é um tipo de texto que tem o intuito de informar ao


mesmo tempo que prevê criar uma opinião nos leitores, portanto ela possui
uma função social muito importante como formadora de opinião.
A Reportagem pode ser um texto expositivo, informativo, descritivo,
narrativo ou opinativo. Desse modo, ela pode tanto se aproximar da notícia
quanto dos artigos opinativos, porém não deve ser confundida com eles.
Expositivo e Informativo porque ele expõe sobre um determinado assunto, com
o intuito principal de informar o leitor.
Geralmente são textos mais longos, opinativos e assinados pelos
repórteres, enquanto as notícias são textos relativamente curtos e impessoais
que possuem o intuito de somente informar o leitor de um fato atual ocorrido.
Em resumo, podemos dizer que a notícia faz parte do jornalismo
informativo, enquanto as reportagens fazem parte do chamado jornalismo
opinativo. Por esse motivo, a reportagem é um texto que precisa de mais
tempo para ser elaborado pelo repórter, donde se desenvolve um debate sobre
um tema, de modo mais abrangente que a notícia.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
9 – Editorial de Revista

O texto editorial é um tipo de texto jornalístico que geralmente


aparece no início das colunas. Diferente dos outros textos que compõem um
jornal, de caráter informativo, os editoriais são textos opinativos.
Embora sejam textos de caráter subjetivo, eles podem apresentar
certa objetividade. Isso porque são os editoriais que apresentam os assuntos
que serão abordados em cada seção do jornal, ou seja, Política, Economia,
Cultura, Esporte, Turismo, País, Cidade, Classificados, entre outros.
Os textos são organizados pelos editorialistas, que expressam as
opiniões da equipe e, por isso, não recebem a assinatura do autor. No geral,
eles apresentam a opinião do meio de comunicação (revista, jornal, rádio, etc.).
Tanto nos jornais como nas revistas podemos encontrar os editoriais
intitulados como “Carta ao Leitor” ou “Carta do Editor”.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
10 – Chat

O chat é um gênero textual emergente, constituído dentro do contexto


da Internet.
Apresenta elementos que o caracteriza, com suas diversas
finalidades, o chat pode ser utilizado para conhecer pessoas, interagir com
algum artista e debater assuntos controversos. Assim como outros gêneros, o
chat também possui expressão de emoções, notadas a partir do uso de sinais
gráficos.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
11 – Crônica

A crônica é uma forma textual no estilo de narração que tem por base
fatos que acontecem em nosso cotidiano. Por este motivo, é uma leitura
agradável, pois o leitor interage com os acontecimentos e por muitas vezes se
identifica com as ações tomadas pelas personagens.

Estão presentes em jornais, revistas e livros. Além do mais, é uma


leitura que nos envolve, uma vez que utiliza a primeira pessoa e aproxima o
autor de quem lê. Como se estivessem em uma conversa informal, o cronista
tende a dialogar sobre fatos até mesmo íntimos com o leitor.

O texto é curto e de linguagem simples, o que o torna ainda mais


próximo de todo tipo de leitor e de praticamente todas as faixas etárias. A
sátira, a ironia, o uso da linguagem coloquial demonstrada na fala das
personagens, a exposição dos sentimentos e a reflexão sobre o que se passa
estão presentes nas crônicas.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
12 – Resenha / Resenha crítica

A resenha é um gênero textual sucinto, cuja principal característica é


tecer, de maneira breve, uma crítica sobre determinado assunto. A resenha
ideal é composta não apenas pela crítica direta, mas também por momentos de
descrição, e esses dois elementos devem estar em perfeito equilíbrio em seu
texto. Por ser uma síntese, muitas pessoas acabam caindo na armadilha da
superficialidade, utilizando expressões como “eu gostei” ou “eu não gostei”,
esquecendo-se de que é preciso também argumentar para justificar as críticas
positivas ou negativas que constarem na resenha. Tudo isso deve ser feito
através do emprego de um vocabulário simples, porém preciso, prezando a
concisão e impessoalidade.
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
Alguns gêneros...
EXERCÍCIOS
Partindo do pressuposto de que um texto estrutura-se a partir de características gerais de um
determinado gênero, identifique os gêneros descritos a seguir:

I. Tem como principal característica transmitir a opinião de pessoas de destaque sobre algum assunto
de interesse. Algumas revistas têm uma seção dedicada a esse gênero;
II. Caracteriza-se por apresentar um trabalho voltado para o estudo da linguagem, fazendo-o de
maneira particular, refletindo o momento, a vida dos homens através de figuras que possibilitam a
criação de imagens;
III. Gênero que apresenta uma narrativa informal ligada à vida cotidiana. Apresenta certa dose de
lirismo e sua principal característica é a brevidade;
IV. Linguagem linear e curta, envolve poucas personagens, que geralmente se movimentam em torno
de uma única ação, dada em um só espaço, eixo temático e conflito. Suas ações encaminham-se
diretamente para um desfecho;
V. Esse gênero é predominantemente utilizado em manuais de eletrodomésticos, jogos eletrônicos,
receitas, rótulos de produtos, entre outros.

São, respectivamente:

a) texto instrucional, crônica, carta, entrevista e carta argumentativa.


b) carta, bula de remédio, narração, prosa, crônica.
c) entrevista, poesia, crônica, conto, texto instrucional.
d) entrevista, poesia, conto, crônica, texto instrucional.
e) texto instrucional, crônica, entrevista, carta e carta argumentativa.
EXERCÍCIOS
Partindo do pressuposto de que um texto estrutura-se a partir de características gerais de um
determinado gênero, identifique os gêneros descritos a seguir:

I. Tem como principal característica transmitir a opinião de pessoas de destaque sobre algum assunto
de interesse. Algumas revistas têm uma seção dedicada a esse gênero;
II. Caracteriza-se por apresentar um trabalho voltado para o estudo da linguagem, fazendo-o de
maneira particular, refletindo o momento, a vida dos homens através de figuras que possibilitam a
criação de imagens;
III. Gênero que apresenta uma narrativa informal ligada à vida cotidiana. Apresenta certa dose de
lirismo e sua principal característica é a brevidade;
IV. Linguagem linear e curta, envolve poucas personagens, que geralmente se movimentam em torno
de uma única ação, dada em um só espaço, eixo temático e conflito. Suas ações encaminham-se
diretamente para um desfecho;
V. Esse gênero é predominantemente utilizado em manuais de eletrodomésticos, jogos eletrônicos,
receitas, rótulos de produtos, entre outros.

São, respectivamente:

a) texto instrucional, crônica, carta, entrevista e carta argumentativa.


b) carta, bula de remédio, narração, prosa, crônica.
c) entrevista, poesia, crônica, conto, texto instrucional.
d) entrevista, poesia, conto, crônica, texto instrucional.
e) texto instrucional, crônica, entrevista, carta e carta argumentativa.
EXERCÍCIOS
Em Touro Indomável, que a cinemateca lança nesta semana nos Estados de São Paulo e
Rio de Janeiro, a dor maior e a violência verdadeira vêm dos demônios de La Motta – que
fizeram dele tanto um astro no ringue como um homem fadado à destruição. Dirigida
como um senso vertiginoso do destino de seu personagem, essa obra-prima de Martin
Scorcese é daqueles filmes que falam à perfeição de seu tema (o boxe) para então
transcendê-lo e tratar do que importa: aquilo que faz dos seres humanos apenas isso
mesmo, humanos e tremendamente imperfeitos.

Revista Veja, 18 fev. 2009 (adaptado).

Ao escolher este gênero textual, o produtor do texto objetivou

a) Construir uma apreciação irônica do filme.

b) Evidenciar argumentos contrários ao filme de Scorcese.

c) Elaborar uma narrativa com descrição de tipos literários.

d) Apresentar ao leitor um painel da obra e se posicionar criticamente.

e) Afirmar que o filme transcende o seu objetivo inicial e, por isso, perde sua qualidade.
EXERCÍCIOS
Em Touro Indomável, que a cinemateca lança nesta semana nos Estados de São Paulo e
Rio de Janeiro, a dor maior e a violência verdadeira vêm dos demônios de La Motta – que
fizeram dele tanto um astro no ringue como um homem fadado à destruição. Dirigida
como um senso vertiginoso do destino de seu personagem, essa obra-prima de Martin
Scorcese é daqueles filmes que falam à perfeição de seu tema (o boxe) para então
transcendê-lo e tratar do que importa: aquilo que faz dos seres humanos apenas isso
mesmo, humanos e tremendamente imperfeitos.

Revista Veja, 18 fev. 2009 (adaptado).

Ao escolher este gênero textual, o produtor do texto objetivou

a) Construir uma apreciação irônica do filme.

b) Evidenciar argumentos contrários ao filme de Scorcese.

c) Elaborar uma narrativa com descrição de tipos literários.

d) Apresentar ao leitor um painel da obra e se posicionar criticamente.

e) Afirmar que o filme transcende o seu objetivo inicial e, por isso, perde sua qualidade.
EXERCÍCIOS
Câncer 21/06 a 21/07
O eclipse em seu signo vai desencadear mudanças na sua autoestima e no seu modo de
agir. O corpo indicará onde você falha – se anda engolindo sapos, a área gástrica se
ressentirá. O que ficou guardado virá à tona, pois este novo ciclo exige uma
“desintoxicação”. Seja comedida em suas ações, já que precisará de energia para se
recompor. Há preocupação com a família, e a comunicação entre os irmãos trava.
Lembre-se: palavra preciosa é palavra dita na hora certa. Isso ajuda também na vida
amorosa, que será testada. Melhor conter as expectativas e ter calma, avaliando as
próprias carências de modo maduro. Sentirá vontade de olhar além das questões
materiais – sua confiança virá da intimidade com os assuntos da alma.

Revista Cláudia. Nº 7, ano 48, jul. 2009.


O reconhecimento dos diferentes gêneros textuais, seu contexto de uso, sua função
específica, seu objetivo comunicativo e seu formato mais comum relacionam-se aos
conhecimentos construídos sócio culturalmente. A análise dos elementos constitutivos
desse texto demonstra que sua função é

a) Vender um produto anunciado.


b) Informar sobre astronomia.
c) Ensinar os cuidados com a saúde.
d) Expor a opinião de leitores em um jornal.
e) Aconselhar sobre amor, família, saúde, trabalho.
EXERCÍCIOS
Câncer 21/06 a 21/07
O eclipse em seu signo vai desencadear mudanças na sua autoestima e no seu modo de
agir. O corpo indicará onde você falha – se anda engolindo sapos, a área gástrica se
ressentirá. O que ficou guardado virá à tona, pois este novo ciclo exige uma
“desintoxicação”. Seja comedida em suas ações, já que precisará de energia para se
recompor. Há preocupação com a família, e a comunicação entre os irmãos trava.
Lembre-se: palavra preciosa é palavra dita na hora certa. Isso ajuda também na vida
amorosa, que será testada. Melhor conter as expectativas e ter calma, avaliando as
próprias carências de modo maduro. Sentirá vontade de olhar além das questões
materiais – sua confiança virá da intimidade com os assuntos da alma.

Revista Cláudia. Nº 7, ano 48, jul. 2009.


O reconhecimento dos diferentes gêneros textuais, seu contexto de uso, sua função
específica, seu objetivo comunicativo e seu formato mais comum relacionam-se aos
conhecimentos construídos sócio culturalmente. A análise dos elementos constitutivos
desse texto demonstra que sua função é

a) Vender um produto anunciado.


b) Informar sobre astronomia.
c) Ensinar os cuidados com a saúde.
d) Expor a opinião de leitores em um jornal.
e) Aconselhar sobre amor, família, saúde, trabalho.
EXERCÍCIOS
Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista,
romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de
um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina
Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a
mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o
matricula na escola pública, única que frequentou o autodidata Machado de Assis.

Considerando os seus conhecimentos sobre os gêneros textuais, o texto citado constitui-se de

a) Fatos ficcionais, relacionados com outros de caráter realista, relativos à vida de um renomado
escritor.

b) Representações generalizadas acerca da vida de membros da sociedade por seus trabalhos e vida
cotidiana.

c) Explicações da vida de um renomado escritor, com estrutura argumentativa, destacando como tema
seus principais feitos.

d) Questões controversas e fatos diversos da vida de personalidade histórica, ressaltando sua


intimidade familiar em detrimento de seus feitos públicos.

e) Apresentação da vida de uma personalidade, organizada sobretudo pela ordem tipológica da


narração, com um estilo marcado por linguagem objetiva.
EXERCÍCIOS
Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista,
romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de
um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina
Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a
mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o
matricula na escola pública, única que frequentou o autodidata Machado de Assis.

Considerando os seus conhecimentos sobre os gêneros textuais, o texto citado constitui-se de

a) Fatos ficcionais, relacionados com outros de caráter realista, relativos à vida de um renomado
escritor.

b) Representações generalizadas acerca da vida de membros da sociedade por seus trabalhos e vida
cotidiana.

c) Explicações da vida de um renomado escritor, com estrutura argumentativa, destacando como tema
seus principais feitos.

d) Questões controversas e fatos diversos da vida de personalidade histórica, ressaltando sua


intimidade familiar em detrimento de seus feitos públicos.

e) Apresentação da vida de uma personalidade, organizada sobretudo pela ordem tipológica da


narração, com um estilo marcado por linguagem objetiva.
EXERCÍCIOS

Os quadrinhos exemplificam que as Histórias em Quadrinhos constituem um gênero


textual:
a) em que a imagem pouco contribui para facilitar a interpretação da mensagem contida
no texto, como pode ser constatado no primeiro quadrinho.
b) cuja linguagem se caracteriza por ser rápida e clara, que facilita a compreensão, como
se percebe na fala do segundo quadrinho.
c) em que o uso de letras com espessuras diversas está ligado a sentimentos expressos
pelos personagens, como pode ser percebido no último quadrinho.
d) que possui em seu texto escrito características próximas a uma conversação face a
face, como pode ser percebido no segundo quadrinho.
e) em que a localização casual dos balões nos quadrinhos expressa com clareza a
sucessão cronológica da história, como pode ser percebido no segundo quadrinho.
EXERCÍCIOS

Os quadrinhos exemplificam que as Histórias em Quadrinhos constituem um gênero


textual:
a) em que a imagem pouco contribui para facilitar a interpretação da mensagem contida
no texto, como pode ser constatado no primeiro quadrinho.
b) cuja linguagem se caracteriza por ser rápida e clara, que facilita a compreensão, como
se percebe na fala do segundo quadrinho.
c) em que o uso de letras com espessuras diversas está ligado a sentimentos expressos
pelos personagens, como pode ser percebido no último quadrinho.
d) que possui em seu texto escrito características próximas a uma conversação
face a face, como pode ser percebido no segundo quadrinho.
e) em que a localização casual dos balões nos quadrinhos expressa com clareza a
sucessão cronológica da história, como pode ser percebido no segundo quadrinho.
EXERCÍCIOS
EXERCÍCIOS
O texto exemplifica um gênero textual híbrido entre carta e publicidade oficial. Em seu
conteúdo, é possível perceber aspectos relacionados a gêneros digitais. Considerando-se
a função social das informações geradas nos sistemas de comunicação e informação
presentes no texto, infere-se que

a) a utilização do termo download indica restrição de leitura de informações a respeito de


formas de combate à dengue.

b) a diversidade dos sistemas de comunicação empregados e mencionados reduz a


possibilidade de acesso às informações a respeito do combate à dengue.

c) a utilização do material disponibilizado para download no site


www.combatadengue.com.br restringe-se ao receptor da publicidade.

d) a necessidade de atingir públicos distintos se revela por meio da estratégia de


disponibilização de informações empregada pelo emissor.

e) a utilização desse gênero textual compreende, no próprio texto, o detalhamento de


informações a respeito de formas de combate à dengue.
EXERCÍCIOS
O texto exemplifica um gênero textual híbrido entre carta e publicidade oficial. Em seu
conteúdo, é possível perceber aspectos relacionados a gêneros digitais. Considerando-se
a função social das informações geradas nos sistemas de comunicação e informação
presentes no texto, infere-se que

a) a utilização do termo download indica restrição de leitura de informações a respeito de


formas de combate à dengue.

b) a diversidade dos sistemas de comunicação empregados e mencionados reduz a


possibilidade de acesso às informações a respeito do combate à dengue.

c) a utilização do material disponibilizado para download no site


www.combatadengue.com.br restringe-se ao receptor da publicidade.

d) a necessidade de atingir públicos distintos se revela por meio da estratégia de


disponibilização de informações empregada pelo emissor.

e) a utilização desse gênero textual compreende, no próprio texto, o detalhamento de


informações a respeito de formas de combate à dengue.
EXERCÍCIOS Para Carr, internet atua no comércio da distração
Autor de “A Geração Superficial” analisa a influência da tecnologia na mente

O jornalista americano Nicholas Carr acredita que a internet não estimula a inteligência de
ninguém. O autor explica descobertas científicas sobre o funcionamento do cérebro
humano e teoriza sobre a influência da internet em nossa forma de pensar. Para ele, a
rede torna o raciocínio de quem navega mais raso, além de fragmentar a atenção de seus
usuários. Mais: Carr afirma que há empresas obtendo lucro com a recente fragilidade de
nossa atenção. “Quanto mais tempo passamos on-line e quanto mais rápido passamos
de uma informação para a outra, mais dinheiro as empresas de internet fazem”, avalia.
“Essas empresas estão no comércio da distração e são experts em nos manter cada vez
mais famintos por informação fragmentada em partes pequenas. É claro que elas têm
interesse em nos estimular e tirar vantagem da nossa compulsão por tecnologia.”

A crítica do jornalista norte-americano que justifica o título do texto é a de que a


internet
a) mantém os usuários cada vez menos preocupados com a qualidade da informação.
b) torna o raciocínio de quem navega mais raso, além de fragmentar a atenção de seus
usuários.
c) desestimula a inteligência, de acordo com descobertas científicas sobre o cérebro.
d) influencia nossa forma de pensar com a superficialidade dos meios eletrônicos.
e) garante a empresas a obtenção de mais lucro com a recente fragilidade de nossa
atenção.
EXERCÍCIOS Para Carr, internet atua no comércio da distração
Autor de “A Geração Superficial” analisa a influência da tecnologia na mente

O jornalista americano Nicholas Carr acredita que a internet não estimula a inteligência de
ninguém. O autor explica descobertas científicas sobre o funcionamento do cérebro
humano e teoriza sobre a influência da internet em nossa forma de pensar. Para ele, a
rede torna o raciocínio de quem navega mais raso, além de fragmentar a atenção de seus
usuários. Mais: Carr afirma que há empresas obtendo lucro com a recente fragilidade de
nossa atenção. “Quanto mais tempo passamos on-line e quanto mais rápido passamos
de uma informação para a outra, mais dinheiro as empresas de internet fazem”, avalia.
“Essas empresas estão no comércio da distração e são experts em nos manter cada vez
mais famintos por informação fragmentada em partes pequenas. É claro que elas têm
interesse em nos estimular e tirar vantagem da nossa compulsão por tecnologia.”

A crítica do jornalista norte-americano que justifica o título do texto é a de que a


internet
a) mantém os usuários cada vez menos preocupados com a qualidade da informação.
b) torna o raciocínio de quem navega mais raso, além de fragmentar a atenção de seus
usuários.
c) desestimula a inteligência, de acordo com descobertas científicas sobre o cérebro.
d) influencia nossa forma de pensar com a superficialidade dos meios eletrônicos.
e) garante a empresas a obtenção de mais lucro com a recente fragilidade de nossa
atenção.
EXERCÍCIOS

A situação abordada na tira torna explícita a contradição entre a


a) relações pessoais e o avanço tecnológico.
b) inteligência empresarial e a ignorância dos cidadãos.
c) inclusão digital e a modernização das empresas.
d) economia neoliberal e a reduzida atuação do Estado.
e) revolução informática e a exclusão digital.
EXERCÍCIOS

A situação abordada na tira torna explícita a contradição entre a


a) relações pessoais e o avanço tecnológico.
b) inteligência empresarial e a ignorância dos cidadãos.
c) inclusão digital e a modernização das empresas.
d) economia neoliberal e a reduzida atuação do Estado.
e) revolução informática e a exclusão digital.
EXERCÍCIOS

O 3º quadrinho sugere que Garfield:


a)desconhece tudo sobre arte, por isso faz a sugestão.
b)acredita que todo pintor deve fazer algo diferente.
c)defende que para ser pintor a pessoa tem de sofrer.
d)conhece a história de um pintor famoso e faz uso da ironia.
e)acredita que seu dono tenha tendência artística e, por isso, faz a sugestão.
EXERCÍCIOS

O 3º quadrinho sugere que Garfield:


a)desconhece tudo sobre arte, por isso faz a sugestão.
b)acredita que todo pintor deve fazer algo diferente.
c)defende que para ser pintor a pessoa tem de sofrer.
d)conhece a história de um pintor famoso e faz uso da ironia.
e)acredita que seu dono tenha tendência artística e, por isso, faz a sugestão.
EXERCÍCIOS

A conversa entre Mafalda e seus amigos

a) revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam convergir.


b) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito
entre as pessoas.
c) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a possibilidade de entendimento
entre posições divergentes.
d) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do
debate político de ideias.
e) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas discussões políticas para
superar divergências.
EXERCÍCIOS

A conversa entre Mafalda e seus amigos

a) revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam


convergir.
b) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito
entre as pessoas.
c) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a possibilidade de entendimento
entre posições divergentes.
d) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do
debate político de ideias.
e) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas discussões políticas para
superar divergências.
EXERCÍCIOS
Os meios de comunicação podem contribuir para a
resolução de problemas sociais, entre os quais o da
violência sexual infantil. Nesse sentido, a propaganda
usa a metáfora do pesadelo para

a) informar crianças vítimas de violência sexual sobre


os perigos dessa prática, contribuindo para erradicá-
la.
b) denunciar ocorrências de abuso sexual contra
meninas, com o objetivo de colocar criminosos na
cadeia.
c) dar a devida dimensão do que é abuso sexual para
uma criança, enfatizando a importância da denúncia.
d) destacar que a violência sexual infantil predomina
durante a noite, o que requer maior cuidado dos
responsáveis nesse período.
e) chamar a atenção para o fato de o abuso infantil
ocorrer durante o sono, sendo confundido por
algumas crianças com um pesadelo.
EXERCÍCIOS
Os meios de comunicação podem contribuir para a
resolução de problemas sociais, entre os quais o da
violência sexual infantil. Nesse sentido, a propaganda
usa a metáfora do pesadelo para

a) informar crianças vítimas de violência sexual sobre


os perigos dessa prática, contribuindo para erradicá-
la.
b) denunciar ocorrências de abuso sexual contra
meninas, com o objetivo de colocar criminosos na
cadeia.
c) dar a devida dimensão do que é abuso sexual
para uma criança, enfatizando a importância da
denúncia.
d) destacar que a violência sexual infantil predomina
durante a noite, o que requer maior cuidado dos
responsáveis nesse período.
e) chamar a atenção para o fato de o abuso infantil
ocorrer durante o sono, sendo confundido por
algumas crianças com um pesadelo.
EXERCÍCIOS
O texto é uma propaganda de um adoçante que tem o
seguinte mote: “Mude sua embalagem”. A
estratégia que o autor utiliza para o convencimento do
leitor baseia-se no emprego de recursos expressivos,
verbais e não verbais, com vistas a

a) ridicularizar a forma física do possível cliente do


produto anunciado, aconselhando-o a uma busca de
mudanças estéticas.
b) enfatizar a tendência da sociedade contemporânea
de buscar hábitos alimentares saudáveis, reforçando
tal postura.
c) criticar o consumo excessivo de produtos
industrializados por parte da população, propondo a
redução desse consumo.
d) associar o vocábulo “açúcar” à imagem do corpo
fora de forma, sugerindo a substituição desse
produto pelo adoçante.
e) relacionar a imagem do saco de açúcar a um corpo
humano que não desenvolve atividades físicas,
incentivando a prática esportiva.
EXERCÍCIOS
O texto é uma propaganda de um adoçante que tem o
seguinte mote: “Mude sua embalagem”. A
estratégia que o autor utiliza para o convencimento do
leitor baseia-se no emprego de recursos expressivos,
verbais e não verbais, com vistas a

a) ridicularizar a forma física do possível cliente do


produto anunciado, aconselhando-o a uma busca de
mudanças estéticas.
b) enfatizar a tendência da sociedade contemporânea
de buscar hábitos alimentares saudáveis, reforçando
tal postura.
c) criticar o consumo excessivo de produtos
industrializados por parte da população, propondo a
redução desse consumo.
d) associar o vocábulo “açúcar” à imagem do
corpo fora de forma, sugerindo a substituição
desse produto pelo adoçante.
e) relacionar a imagem do saco de açúcar a um corpo
humano que não desenvolve atividades físicas,
incentivando a prática esportiva.