Você está na página 1de 4

Exercícios fermentação/respiração aeróbia

1. Analise com atenção a Figura, que põe em evidência as inter-relações existentes entre dois organitos celulares A e
B presentes numa célula vegetal.
1.1. Como designa cada um dos organitos referidos A e B

1.2. Identifique as funções do organito A e do organito B.

1.3. Quais as substâncias indicadas pelos números 1, 2, 3 e 4?


___ O2 ___Glicose ___H2O ___CO2

1.4. Qual a origem da substância 3, libertada em A?

2. Observe a figura e responde as questões.


2.1.Faça corresponder as letras A, B e C a cada uma das seguintes
etapas da respiração aeróbia.
__Ciclo de Krebs __Cadeia transportadora __Glicólise

2.2. Identifique o local de ocorrência de cada uma das etapas:


__Cristas mitocôndriais __Matriz mitocôndrial __Hialoplasma

2.3. Assinale a opção correcta As substâncias X e Y são respectivamente:


a)NADH e FADH2
b) FADH2 e CO2
c)CO2 e O2
d)O2 e NADH

2.4. Refira qual o receptor final de electrões na fase C.

3. A obtenção de energia pelos seres vivos pode ser feita por processos diferentes. Faça corresponder a cada
Afirmação uma letra da Chave.

Afirmação Chave
__ Utiliza dióxido de carbono. A -Fermentação.
__ Produz oxigénio. B -Respiração aeróbia.
__ Ocorre apenas na presença de oxigénio C -Ambos os processos anteriores.
__ Pode produzir etanol D -Nenhum dos processos anteriores.
__ É um processo de catabolismo.
__ A oxidação da glicose é incompleta.
__ O rendimento energético é de duas moléculas de ATP.
__ É o único processo de produção de ATP em organismos aeróbios obrigatórios.
__ Produz ATP unicamente por fosforilação ao nível do substrato
__ Produz ATP por fosforilação oxidativa.
4. A Figura 6 representa um gráfico obtido por três sensores durante uma experiência que decorreu numa garrafa
térmica fechada onde se tinha introduzido leite até metade do seu volume. Utilize dados do gráfico que apoiam que:

4.1. algumas bactérias lácteas são aeróbias facultativas.

4.2. durante a respiração houve maior libertação de


energia do que durante a fermentação.

4.3. durante a fermentação houve produção de ácido láctico.

4.4. Justifique a ocorrência da fermentação láctica em células musculares humanas, em situações de esforço físico
intenso.

5. As células das leveduras podem multiplicar-se em condições aeróbias e em condições anaeróbias. Verificou-se
experimentalmente que a taxa de multiplicação de leveduras, inicialmente colocadas num meio aeróbio, diminui
significativamente quando se retirou o oxigénio do meio. Todos os restantes fatores permaneceram inalterados, ao
longo do tempo em que decorreu a experiência.
Interprete os resultados desta experiência, com base no balanço energético dos diferentes processos de mobilização
de energia dos nutrientes. Na resposta, devem ser utilizados os seguintes conceitos: respiração aeróbia,
fermentação e ATP.

6. A produção de biocombustíveis com recurso a culturas como a soja depende, em termos de produtividade, da
ocupação exclusiva de grandes extensões de solo. As microalgas afiguram-se como uma alternativa para a produção
de combustíveis, uma vez que têm a capacidade de duplicar a sua biomassa várias vezes por dia e de produzir, pelo
menos, quinze vezes mais óleo por hectare do que as culturas alimentares concorrentes. Para otimizar os processos
de produção e extração dos óleos, recorre-se ao aumento do teor lipídico, bloqueando as vias metabólicas
responsáveis pela acumulação de compostos energéticos, como o amido, e à diminuição do catabolismo dos lípidos.
O silenciamento por mutação de genes das vias metabólicas referidas ou a redução significativa da quantidade de
mRNA desses mesmos genes também podem conduzir a um aumento do teor lipídico celular. Após a extração dos
óleos para a produção de biodiesel, os glúcidos (hidratos de carbono) existentes no bolo vegetal remanescente
podem ser utilizados como substrato para a produção de etanol. O dióxido de carbono, resultante do processo de
fermentação, pode, por sua vez, ser utilizado na produção de mais biomassa (microalgas), o que permite o
funcionamento em sistema fechado e uma otimização de todo o processo bioenergético.
Baseado em Tavares, J.E.B., «Cultivo de microalgas do género Botryococcus visando
a produção de biodiesel», Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa, 2009

1. Os óleos de reserva existentes nas microalgas são biomoléculas constituídas por


(A) aminoácidos.
(B) monossacarídeos.
(C) ácidos gordos e glicerol.
(D) nucleótidos.
2. Na fase não dependente diretamente da luz, as moléculas necessárias para a produção de glúcidos e de óleos são
(A) O2, NADPH, ATP.
(B) CO2, H2O, ADP.
(C) O2, H2O, ADP.
(D) CO2, NADPH, ATP.
3. A elevada taxa de reprodução das microalgas exige uma grande produção de
(A) proteínas, o que implica o desenvolvimento do retículo endoplasmático rugoso.
(B) glicoproteínas, o que implica o desenvolvimento da mitocôndria.
(C) fosfolípidos, o que implica o desenvolvimento do retículo endoplasmático rugoso.
(D) lípidos, o que implica o desenvolvimento da mitocôndria.
4. O aumento do teor lipídico nas microalgas pode ser conseguido através da redução da
(A) síntese dos lípidos e do bloqueio das vias anabólicas dos glúcidos.
(B) degradação dos lípidos e do bloqueio das vias catabólicas dos glúcidos.
(C) síntese dos lípidos e do bloqueio das vias catabólicas dos glúcidos.
(D) degradação dos lípidos e do bloqueio das vias anabólicas dos glúcidos.

5. Ordene as letras de A a E, de modo a reconstituir a sequência cronológica dos acontecimentos que, num sistema
fechado, permitem a produção de etanol, a partir de glúcidos, e permitem a produção de mais biomassa.
A. Formação de moléculas de ácido pirúvico.
B. Produção de etanol e CO2.
C. Hidrólise de polissacarídeos.
D. Redução do CO2 para formar compostos orgânicos.
E.    Fosforilação da glucose.
Correcção

1.1 A- Cloroplasto B- Mitocôndria


1.2 A- Fotossíntese B- Respiração celular
1.3 1 e 2- CO2 e H2O 3- O2 4- Glicose.
1.4 O O2 resulta da fotólise da água;
2.1 B- Ciclo de Krebs C- Cadeia transportadora A- Glicólise
2.2 C- Cristas mitocôndriais B- Matriz mitocôndrial A-Hialoplasma
2.3. As substâncias X e Y são respectivamente NADH e FADH2
2.4 É o O2
3 D- Utiliza dióxido de carbono; D- Produz oxigénio; B- Ocorre apenas na presença de oxigénio; A- Pode
produzir etanol; C- É um processo de catabolismo ; A- A oxidação da glicose é incompleta; A- O
rendimento energético é de duas moléculas de ATP; B- É o único processo de produção de ATP em
organismos anaeróbios obrigatórios; A- Produz ATP unicamente por fosforilação ao nível do substrato; B-
Produz ATP por fosforilação oxidativa.
4.1 Realizam respiração consumindo o O2 enquanto existe, passando posteriormente a realizar a fermentação
láctica
4.2 O aumento da temperatura é mais acentuado durante a respiração (enquanto há consumo de O2) do que
posteriormente quando ocorre a fermentação láctica
4.3 O pH baixou significativamente durante a fermentação láctica
4.4 Não havendo quantidade suficiente de O2 a chegar às células, elas recorrem à fermentação láctica para
obter a energia que não conseguem produzir em condições aeróbias, havendo então acumulação de ácido
láctico que sendo tóxico faz paralisar as contracções musculares até que o fornecimento de O2 permita a
realização da respiração.