Você está na página 1de 6

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA


AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 6º ano

Escola Municipal: Data: ____/____/ ___

Professor Aplicador:

Professor Regente:

Nome do Aluno:

Leia o texto e responda às questões de 01 a 03.

O leão e o ratinho

Ao sair do buraco, viu-se um ratinho entre as patas do leão. Estacou, de pelos em pé, paralisado pelo
terror. O leão, porém, não lhe fez mal algum.

_ Segue em paz, ratinho; não tenhas medo de teu rei.

Dias depois, o leão caiu numa rede. Urrou desesperadamente, debateu-se, mas quanto mais se
agitava, mais preso no laço ficava. Atraído pelos urros, apareceu o ratinho.

_ Amor com amor se paga_ disse ele lá consigo e pôs-se a roer as cordas. Num instante conseguiu
romper uma das malhas. E como a rede era das tais que rompida a primeira malha as outras se
afrouxaram, pôde o leão deslindar-se e fugir.

Mais vale paciência pequenina do que arrancos de leão.


LOBATO, Monteiro. O leão e o ratinho. In:- ---------. Fábulas. São Paulo: Globo, 2008.p.104.

QUESTÃO 01
A finalidade desse texto é:

(A) Contar uma história e dar um ensinamento.


(B) Divulgar uma campanha.
(C) Vender e anunciar um produto.
(D) Informar sobre o jeito de viver dos animais.

QUESTÃO 02
Na fábula, o ratinho diz que ‘’amor com amor se paga’’. Isso quer dizer que

(A) quem faz o bem é recompensado.


(B) quem ama deve ser correspondido.
(C) quem ama deve ser pago.
(D) não compensa fazer o bem.

QUESTÃO 03
Por que o ratinho se dirige ao leão chamando-o de ‘’senhor’’? Essa forma de tratamento indica

(A) a superioridade do rato.


(B) a inferioridade do leão.
(C) o respeito que o rato sente pelo leão.
(D) o desprezo que o rato sente pelo leão.

II Avaliação Diagnóstica PIP/CBC Mariana- Agosto 2014 1


Leia o texto e responda às questões de 04 a 07:

Prezado sr. Lobo,

Escrevemos a Vossa Senhoria em nome da nossa cliente, a senhorita Chapeuzinho Vermelho, a


respeito da sua avó (dela). A senhorita Chapeuzinho disse- nos que Vossa Senhoria ocupa atualmente
a casa da sua avó (dela) e usa as suas roupas (da avó dela) sem a sua permissão (idem).
Informamos a Vossa Senhoria que, se esse abuso não cessar imediatamente, nos veremos
obrigados a chamar o Lenhador do Reino e, se preciso for, todos os cavalos e cavaleiros do Rei.
Mudando de assunto, digo, de causa, cumpre-nos informar a Vossa Senhoria que Os Três
Porquinhos & Cia. Ltda. estão firmemente decididos a processá-lo por perdas e danos. A oferta de
Vossa Senhoria, de uma participação numa empresa de demolições, não foi aceita por meus clientes.
Não adianta bufar nem soprar: ou Vossa Senhoria paga amigavelmente a indenização pedida por meus
representados, ou eles irão cobrá-la na justiça.
Sem outro assunto no momento, subscrevos-me.

Atenciosamente,

AHLBERG,Janet e Allan. O carteiro chegou. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2007.p.20.
QUESTÃO 04
Sobre o texto é ERRADO afirmar:

(A) Embora seja uma carta, o texto não apresenta a estrutura completa desse gênero.
(B) Esse texto apresenta uma linguagem formal, pois usa termos como ’’Senhor’’, ‘’Vossa Senhoria’’.
(C) A carta foi enviada de um escritório de advogados e traz o endereço e telefone do remetente.
(D) Os dados apresentados no texto são insuficientes, caso o Lobo queira entrar em contato com o
remetente.

QUESTÃO 05
O único assunto que não foi tratado na carta é:

(A) Os advogados ameaçam o Lobo.


(B) O Lobo não participará da empresa de demolições.
(C) Os advogados querem combinar a indenização.
(D) Os Três Porquinhos ameaçam entrar na justiça contra o Lobo.

QUESTÃO 06
O texto faz referência a dois contos:

(A) Branca de Neve e Chapeuzinho Vermelho.


(B) Os Três Porquinho e Chapeuzinho Vermelho.
(C) João e Maria e Os Três Porquinhos.
(D) A Bela Adormecida e Chapeuzinho Vermelho.

QUESTÃO 07
Na carta, as informações contidas entre parênteses são importantes porque:

(A) corrigem algo que já foi escrito anteriormente.


(B) os parênteses geram dúvidas no entendimento global do texto.
(C) o Lobo pode pensar que os advogados se referem à avó dele e não da Chapeuzinho.
(D) os advogados querem que o Lobo não entenda a mensagem da carta.

II Avaliação Diagnóstica PIP/CBC Mariana- Agosto 2014 2


Leia a tirinha e responda às questões de 08 a 10.

QUESTÃO O8
Chamamos de intertextualidade à relação entre dois textos na qual um cita o outro. A tira lida tem relação
intertextual com o conto maravilhoso A princesa e o sapo, pois faz referência a ele. Sobre essa relação entre
os dois textos, é correto afirmar:

(A) A tira não imita o conto, mas dialoga com ele, modifica o final da história para causar humor.
(B) A tira imita o conto, mantém a versão original do desfecho e provoca humor.
(C) A finalidade da tira não é imitar o conto nem dialogar com ele, mas modificar o final.
(D) A tira imita o conto, mas não o modifica.

QUESTÃO 09
Na fala do príncipe e na fala da princesa, o emprego do ponto de exclamação tem a finalidade de expressar,
respectivamente:

(A) Dúvida e espanto. (C) Raiva e espanto.


(B) Surpresa e contentamento. (D) Espanto e raiva.

QUESTÃO 10
Na tira, as onomatopeias smack e plim reproduzem, respectivamente, o som de:

(A) beijo e estouro (C) beijo e transformação.


(B) beijo e o acender da luz. (D) beijo e raio.

QUESTÃO 11
Leia o texto e responda:

Qual gênero textual está associado a esse cartum:

(A) biografia, pois retrata etapas e fatos importantes da vida de uma pessoa.
(B) fotografia, pois é um texto constituído por imagens.
(C) tirinha- apresenta uma narrativa que faz uso da linguagem não verbal.
(D) história em quadrinhos, devido ao uso dos recursos gráficos, como exemplo: onomatopeias.

II Avaliação Diagnóstica PIP/CBC Mariana- Agosto 2014 3


Analise a imagem e responda às questões 12 e 13

QUESTÃO 12
A seca nordestina foi tema de muitas obras de pintura, literatura, teatro e cinema no Brasil. Essa obra
intitulada ‘’Criança morta’’ de Cândido Portinari retrata que além da arte exercer o papel social de denúncia,
proporciona outros valores como o prazer estético.
O fato que provocou o choro das pessoas que compõem a obra:

(A) as pessoas fugiram de suas terras, deixando suas moradas.


(B) alguém da família tem um cadáver nos braços.
(C) a família está faminta.
(D) as pessoas estão descalças e molambentas.

QUESTÃO 13
Qual é o tema retratado na pintura de Cândido Portinari?

(A) A solidão. (B) A tristeza. (C) A morte. (D) A fome.

QUESTÃO 14
Leia o fragmento do texto, a seguir, e responda:

[...] Então vinham todos dormir em nossa casa. Isso para nós era uma festa, aquela faina de
arrumar camas nas salas, aquela intimidade improvisada e alegre. Parecia que as pessoas
ficavam todas contentes, riam muito; como se fazia café e se tomava café tarde da noite! E às vezes o rio
atravessava a rua, entrava pelo nosso porão, e me lembro que nós, os meninos, torcíamos para ele subir mais e
mais. Sim, éramos a favor da enchente, ficávamos tristes de manhãzinha quando, mal saltando da cama, íamos
correndo para ver que o rio baixara um palmo – aquilo era uma traição, uma fraqueza do Itapemirim. Às vezes
chegava alguém a cavalo, dizia que lá, para cima do Castelo, tinha caído chuva muita, anunciava águas nas
cabeceiras, então dormíamos sonhando que a enchente ia outra vez crescer, queríamos sempre que aquela fosse
a maior de todas as enchentes.
Rubem Braga, Ai de ti, Copacabana. 3. Ed. Rio de Janeiro: Ed. Do Autor, 1962. P. 157

A expressão que revela uma opinião para o fato “...vinham todos dormir em nossa casa” é:

(A) “Às vezes chegava alguém a cavalo...”


(B) “...isso para nós era uma festa...”
(C) “...e se tomava café tarde da noite...”
(D) “E às vezes o rio atravessava a rua...”

II Avaliação Diagnóstica PIP/CBC Mariana- Agosto 2014 4


QUESTÃO 15
Leia a história em quadrinhos a seguir e responda.

A história em quadrinhos tem relação com uma significativa mudança na vida dos alunos nas escolas. Essa
mudança consiste:
(A) no uso de livros didáticos em todas as escolas do país.
(B) na contraposição entre o uso de duas tecnologias: a do papel e a digital.
(C) na introdução de meios mais eficazes de aprendizagem.
(D) na contraposição entre materiais naturais e industrializados.

II Avaliação Diagnóstica PIP/CBC Mariana- Agosto 2014 5


SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MARIANA
Rua Bom Jesus, 18 – Centro – Mariana/MG
(31) 3557-9030/ 9068 www.mariana.mg.gov.br
Programa de Intervenção Pedagógica (PIP/CBC)

GABARITO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 6º ANO

QUESTÃO DESCRITORES HABILIDADE GABARITO

01 07. Identificar a função de textos 1.7. Reconhecer o objetivo comunicativo A


de diferentes gêneros. (finalidade ou função sociocomunicativa) de um
texto ou gênero textual.
02 05. Inferir o sentido de uma 3.5. Inferir informações (dados, fatos, A
palavra ou expressão. argumentos, conclusões...) implícitas em um
texto.
03 28. Reconhecer o efeito de 4.2. Reconhecer recursos lexicais e semânticos C
sentido decorrente da escolha de usados em um texto e seus efeitos de sentido.
uma determinada palavra ou
expressão.

04 02. Localizar informações 3.4. Reconhecer informações explícitas em um D


explícitas em um texto. texto.

05 03. Inferir informações implícitas 3.5. Inferir informações (dados, fatos, C


em um texto. argumentos, conclusões...) implícitas em um
texto.
06 20. Reconhecer diferentes 3.10. Comparar textos que falem do mesmo tema B
formas de abordar uma quanto ao tratamento desse tema.
informação ao comparar textos
que tratam do mesmo tema.
07 21. Reconhecer o efeito de 24.4. Relacionar mudanças de sentido, C
sentido decorrente do uso de focalização e intencionalidade a mudanças
pontuação e de outras notações. formais operadas em uma frase: alterações de
sinais de pontuação...
08 20. Reconhecer diferentes 3.10. Comparar textos que falem do mesmo tema A
formas de abordar uma quanto ao tratamento desse tema.
informação ao comparar textos
que tratam do mesmo tema.
09 21. Reconhecer o efeito de 24.4. Relacionar mudanças de sentido, B
sentido decorrente do uso de focalização e intencionalidade a mudanças
pontuação e de outras notações. formais operadas em uma frase: alterações de
sinais de pontuação...
10 25. Reconhecer o efeito de 8.7. Reconhecer e usar recursos linguísticos e C
sentido decorrente do uso de gráficos de estruturação de enunciados
recursos ortográficos e narrativos.
morfossintáticos.
11 06. Identificar o gênero de um 1.1. Reconhecer o gênero de um texto a partir do A
texto. seu contexto de produção circulação e recepção.

12 10. Distinguir um fato da opinião 9.2. Distinguir fato de opinião em um texto ou B


relativa a esse fato. sequência de relato.

13 01. Identificar um tema ou o 3.3. Reconhecer a organização temática de um C


sentido global de um texto. texto identificando o tópico(tema) e os subtópicos
discursivos do texto.
14 10. Distinguir um fato da opinião 9.2. Distinguir fato de opinião em um texto ou B
relativa a esse fato. sequência de relato.
15 27. Diferenciar as partes 3.3. Reconhecer a organização temática de um B
principais das secundárias em texto identificando o tópico (tema) e os
um texto. subtópicos discursivos do texto.

II Avaliação Diagnóstica PIP/CBC Mariana- Agosto 2014 6