Você está na página 1de 5

1)(OBF) Dois estudantes decidiram medir a velocidade das águas de um rio usando apenas

uma trena e conhecendo o valor da aceleração gravitacional. Após algumas tentativas


perceberam que, abandonando simultaneamente uma pedra do alto da ponte e um barquinho
de papel nas águas do rio, a pedra atingia o barquinho quando ele era colocado na água a 3m
do ponto de impacto e a pedra caía em queda livre por 5m. De posse desses resultados, eles
chegaram à conclusão correta de que a velocidade média da correnteza do rio tinha um valor,
em m/s próximo de:

a) 5.

b) 4.

c) 3.

d) 2.

e) 1.

2)(OBF)Um ciclista pedala sua bicicleta fazendo com que a engrenagem maior, concêntrica ao
eixo do pedal e tendo um raio RA igual a 10,0 cm, gire com uma frequência fA igual a 2,0 Hz e
transmita esse movimento à engrenagem menor por meio de uma corrente. A engrenagem
menor, por sua vez, tem raio RB de 4,0 cm e é solidária e concêntrica ao eixo da roda traseira,
que tem raio R de 30,0 cm. Dadas essas condições, determine:

a) a frequência de rotação fB da engrenagem menor;

b) a velocidade de translação v da bicicleta.

3)(OBF) Um motorista guia um automóvel com uma velocidade escalar viA= 108,0km/h num
trecho reto de estrada com neblina. Repentinamente, ele avista a traseira de um caminhão,
49,5m adiante, que viaja na mesma direção e sentido com uma velocidade escalar constante
vC=36,0km/h. O motorista do automóvel leva 0,600s para reagir à situação e acionar os freios,
obtendo uma desaceleração constante aA com módulo igual a 4,00m/s2. Determine:

a) depois de quanto tempo, contado a partir do instante inicial da observação, o carro colide
contra o caminhão:

b) quanto vale a velocidade vA/C do automóvel relativamente ao caminhão no instante da


colisão.

4)(OBF) Um motorista espera o sinal de trânsito abrir. Quando a luz verde acende, o carro é
acelerado uniformemente durante 6 s, na razão de 2 m/s², após o que ele passa a ter
velocidade constante. No instante em que o carro começou a se mover, ele foi ultrapassado
por um caminhão movendo-se no mesmo sentido com velocidade uniforme de 10 m/s. Após
quanto tempo e a que distância da posição de partida do carro os dois veículos se encontrarão
novamente?

5)(OBF) Dois aviões de combate A e B voam em trajetória retilínea e horizontal e estão


alinhados. Estando distanciados 600m um do outro, o que vem atrás inicia uma sequência de
disparos contra o outro, à razão de 1 projétil a cada um quarto de segundo. A velocidade dos
projéteis vP/A, relativamente ao avião A, é constante e igual a 500m/s e, como o tempo de seu
percurso é muito curto, o efeito de queda do projétil pela gravidade é irrelevante na análise
desta situação. Considerando que o avião que vem por trás voa com uma velocidade
vA=100m/s, que a velocidade do da frente é vB=120 m/s, e que essas velocidades são
constantes, calcule:

a) o tempo que o primeiro projétil disparado leva para atingir o avião que vai à frente.

b) a distância entre dois projéteis lançados consecutivamente.

c) o número de projéteis, por segundo, que atinge a aeronave da frente.

6)(OBF) Um adolescente de altura h caminha, com velocidade constante v, em um corredor


reto e passa sob uma lâmpada pendurada a uma altura H acima do solo. Determine a
velocidade da sombra da cabeça do adolescente no solo.

7)(OBF) Duas bolas são atiradas verticalmente do alto de um edifício, uma após a outra, com
velocidades de mesma magnitude v0 = 2m/s. A primeira bola é atirada para cima e, após um
intervalo de tempo Δt =1s, a segunda é atirada para baixo. Despreze os efeitos dissipativos.

a) Determine a distância e a velocidade relativa entre as bolas.

b) O que acontece com estas grandezas quando Δt tende a zero?

8)(OBF) Uma partícula é lançada com velocidade v0 perpendicularmente a um plano inclinado,


de inclinação 𝛼 com a horizontal, como mostra a figura. Determine:

(a) A distância máxima AB que a partícula fica do plano inclinado.

(b) O alcance da partícula ao longo do plano inclinado.

(c) A razão entre d1 e d2 mostrada na figura.


Obs.: Sendo A o ponto cuja partícula está à distância máxima do plano e B sua projeção sobre
o mesmo, as distâncias d1 e d2 são definidas como a distância do ponto de lançamento a B, e a
distância de B ao ponto de retorno da partícula ao plano, respectivamente.

9)(OBF) Uma longa avenida tem onze semáforos sincronizados. A distância entre eles é de
200 m, exceto a distância entre o primeiro e o segundo semáforo, que é menor. Cada semáforo
fica verde durante 30 s e está sincronizado de forma que cada um deles abre (isto é, permite a
passagem) 10 segundos após o anterior ficar verde. Suponha que um motorista queira trafegar,
a partir do segundo semáforo, com uma velocidade constante v m, que é a média entre a
velocidade máxima e mínima que permite o veículo atravessar a avenida sem parar em
nenhum semáforo. Inicialmente o veículo está parado no primeiro semáforo, mas no instante
em que este sinal fica verde ele se move com aceleração constante até atingir o segundo
semáforo com velocidade v m no momento em que este está abrindo.

a) Qual é o valor desta aceleração?

b) Qual é a distância entre o primeiro e o segundo semáforo?

10)(OBF) Maria encontra-se no topo de um edifício onde mora a uma altura de 20m, como
ilustrado na figura 1. Ela deixa cair uma pequena pedra a partir do repouso. No prédio ao lado
de mesma altura está sua vizinha Eva que ouve o barulho da pedra atingir o solo 2,06 s depois
que Maria deixa a pedra cair. Considerando a velocidade do som no ar igual a 340m/s,
determine a distância d que separa os dois edifícios.

11)(OBF)Um estudante inicia uma corrida com uma velocidade constante de 5 m/s para tentar
embarcar num ônibus que está parado no seu ponto. Quando o estudante está a 40 m do
ponto do ônibus, este inicia movimento com aceleração constante de 0,170m/s 2.

a) Quanto tempo, após a sua saída do ponto, será necessário o estudante correr até conseguir
chegar ao ônibus?

b) Quando o estudante alcançar o ônibus, qual será a velocidade do ônibus?

12)(OBF) Um veículo move-se de um ponto A a um ponto B em linha reta. Metade do trajeto é


feito com velocidade v e a outra metade é feita de forma que na metade do tempo restante a
velocidade é v/2 e na outra metade deste tempo a velocidade é v/4. Qual é a velocidade média
no trajeto de A até B em função de v?
13)(OBF) Uma bola é lançada horizontalmente do topo (patamar) de uma escada. Se as
dimensões dos degraus são 2L de largura e L de altura, qual é o intervalo de valores para a
velocidade de lançamento de forma que o primeiro degrau atingido pela bola seja o n-ésimo
degrau?

14)(OBF) Uma bola de borracha é abandonada de uma altura H acima de um plano inclinado
que faz um ângulo  = 15,0° com a horizontal. O vértice desse plano está encostado em uma
pequena mureta vertical conforme ilustrado na figura abaixo, onde h = d = 1,20 m. Determine o
menor valor de H que faz com que a bola ultrapasse a mureta após colidir elasticamente com o
plano inclinado.

15)(OBF) Uma locomotiva e um automóvel movem-se perpendicularmente, aproximando-se de


um cruzamento. No instante inicial, apresentado na figura abaixo, a locomotiva está a 120 m ao
sul da passagem, viajando na direção norte-sul, sentido norte, com velocidade constante de 72
km/h. e o automóvel está 60 m a oeste da passagem, viajando na direção leste-oeste, sentido
leste com velocidade de 36 km/h e aceleração de 4,0 m/s2. No instante t = 2 s, determine a:

a) distância entre a locomotiva e o automóvel;

b) velocidade da locomotiva em relação ao automóvel. Despreze as dimensões do automóvel e


da locomotiva.
16)(OBF) Um corpo maciço descreve um movimento circular uniformemente variado, sobre
uma mesa horizontal e preso por um fio inextensível. Inicialmente em t = 0s, sua velocidade
escalar vale 3,0m/s e após 2s sua velocidade passa a valer 4,0m/s. Desprezando todos os
atritos, determine o módulo de sua aceleração vetorial no tempo t = 2s, sabendo-se que o
corpo gasta 8s para dar uma volta completa.

a) 2,5 m/s2

b) 0,5 m/s2

c) 1,0 m/s2

d) 2,0 m/s2

e) 4,0 m/s2