Você está na página 1de 32

SUMÁRIO - FÍSICA

CINEMÁTICA....................................................................................................................................... 3
MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO ................................................................................ 6
MOVIMENTO CIRCULAR ................................................................................................................. 8
DINÂMICA............................................................................................................................................ 9
TRABALHO E ENERGIA ................................................................................................................ 15
ESTÁTICA.......................................................................................................................................... 23
HIDROSTÁTICA ............................................................................................................................... 26
GABARITO ........................................................................................................................................ 32

WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
CINEMÁTICA
MOVIMENTO UNIFORME

1) Um ônibus percorre a distância de 480 km, entre as cidades A e B, com


velocidade escalar média de 60 km/h. De B para C, distantes 300 km, o
ônibus desenvolve a velocidade escalar média de 75 km/h. A velocidade
escalar média do ônibus no percurso entre as cidades A e B é inferior a
70 km/h
2) A velocidade escalar média de um móvel durante a meta de um percurso
é 30 km/h e esse mesmo móvel tem a velocidade escalar média de 10 km/h
na metade restante desse mesmo percurso. A velocidade escalar média
do móvel no percurso total é inferior a 20 km/h.
3) Um carreta de 20 m de comprimento demora 10 s para atravessar uma
ponte de 180 m de extensão. A velocidade escalar média da carreta no
percurso é superior a 20 m/s
4) Duas estações A e B estão separadas por 200 km, medidos ao longo da
trajetória. Pela estação A passa um trem P, no sentido de A para B, e
simultaneamente passa por B um trem Q, no sentido de B para A. Os trens
P e Q têm movimentos uniformes com velocidades de valores absolutos
70 km/h e 30 km/h, respectivamente. A posição de encontro dos trens
será a uma distância superior a 150 km de A.

(SEDU – CESPE) Suponha que, simultaneamente, um carro parta de São Paulo


para o Rio de Janeiro com velocidade constante de 120 km•h-1, e outro, do Rio
de Janeiro para São Paulo com a velocidade constante de 100 km•h-1, ambos
seguindo pela mesma estrada. Com base nessas informações e sabendo que a
distância entre São Paulo e Rio de Janeiro é de 400 km, julgue os itens 5 a 8

5) . Os carros deverão se encontrar após 1 hora e 49 minutos.


6) Se o carro que partiu de São Paulo percorrer 100 km com uma velocidade
de 100 km•h-1 e 200 km com velocidade de50 km•h-1, então, para conseguir
fazer o trajeto em 5 horas e 30minutos, o motorista deverá, no último
trecho, desenvolver uma velocidade superior a 180 km•h -1.
Página 3 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
7) Se um carro que partiu do Rio de janeiro gastar 3 horas para ir até São
Paulo na mesma estrada, a velocidade média desenvolvida por ele deverá
ser superior a 160 km•h-1.
8) Para o controle de velocidade nas estradas, os radares dos policiais
rodoviários medem a velocidade média dos carros.

9) (PRF – CESPE) Se um automóvel, deslocando-se pela faixa B, leva 2 s


para percorrer o trajeto correspondente ao segmento B1 B2, então a sua
velocidade média nesse percurso é inferior a 60 km/h.

Página 4 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
10) (PRF – CESPE) A distância d 1 é inferior a 20 m.
11) (PRF – CESPE) Os valores d 1 e d3 satisfazem à equação 7d 1 – 3d3 = 0.
12) (PRF – CESPE) A área da parte da rodovia que está dentro da área de
cobertura do radar, que tem como vértices os pontos P 1, P2, Q2 e Q1, é
igual a 200 √3 m².

Página 5 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO

13) (PETROBRAS) Uma embarcação, movendo-se em linha reta com


velocidade constante de 10 m/s, inicia sua aproximação de um porto, que
se encontra a uma distância de 100 m da embarcação, com desaceleração
constante.
Ao chegar ao porto, a velocidade da embarcação é zero.

Qual é o valor da desaceleração, em m/s² , da embarcação?

a) 0,1

b) 0,2

c) 0,3

d) 0,4

e) 0,5

Um móvel é atirado verticalmente para cima, a partir do solo, com velocidade


inicial de 50 m/s. Despreza a resistência do ar e adote g = 10 m/s 2 . Diante do
exposto, julgue os itens seguintes:

14) o tempo de subida, isto é, o tempo para atingir a altura máxima é de 5


segundos;
15) a altura máxima atingida pela pedra é superior a 80 metros;
16) em t = 6 s, contados a partir do instante de lançamento, a posição do
móvel é a mesma em t = 4 s.

Página 6 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
17) (AEB – 2017) Um modelo de foguete é lançado a 50 m/s2 por 2s antes da
queima total do propelente. O foguete continua subindo. Assumindo a
resistência do ar como nula, assinale a alternativa que apresenta a
altura máxima que ele alcança.

Obs.: considere g = 10 m/s2 .

a) 100m.

b) 500m.

c) 600m.

d) 1.000m.

e) 1.200m.

Página 7 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
MOVIMENTO CIRCULAR

(2016 / CESPE / FUB / Técnico de Laboratório – Física)


Em uma bicicleta, os diâmetros da roda, coroa e catraca são,
respectivamente, iguais a 80 cm, 30 cm e 10 cm. Um ciclista que está utilizando
a bicicleta consegue dar 2 pedaladas por segundo, sendo cada pedalada
correspondente a uma volta completa.
Considerando essa situação hipotética, julgue os próximos itens, assumindo
que 3 seja o valor de π.

18) A velocidade angular da catraca é três vezes maior que a velocidade


angular da coroa.
19) A velocidade escalar da bicicleta é superior a 14 m/s.
20) A velocidade escalar de qualquer ponto na borda da coroa é superior a 2
m/s.

LANÇAMENTO OBLÍQUO

21) (POLÍCIA CIENTÍFICA PE – CESPE – 2016) Considere que um projétil


tenha sido disparado de uma pistola com velocidade inicial de módulo
igual a Vo e em ângulo θ (ascendente) em relação à horizontal.
Desprezando a resistência do ar, assinale a opção correta acerca do
movimento realizado por esse projétil.

a) No ponto de altura máxima, a velocidade resultante do projétil será nula.

b) A aceleração do projétil será nula no ponto de altura máxima.

c) A única força atuante no projétil durante todo o movimento é o seu peso.

d) O alcance horizontal que o projétil pode atingir depende de sua massa

e) A componente horizontal da velocidade do projétil varia de ponto a ponto


na trajetória, porém sua componente vertical é invariável.

Página 8 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
DINÂMICA

22) Banca: CESPE


Órgão: ANAC
Prova: Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 1

Considerando os princípios da cinemática dos corpos rígidos no espaço, julgue


os itens seguintes.
Se um automóvel de 900 kg de massa que se desloca a uma velocidade de
20 m/s é parado em 3 s, é correto afirmar que ele foi submetido a uma força
de frenagem de 6 kN.

23) Ano: 2015


Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Operação Júnior
Durante a operação de descida de um engradado de 80 kg, um guindaste
impõe ao engradado uma aceleração de 2 m/s2 .

Nessa condição, considerando g = 10 m/s2 , a força, em N, atuante no único


cabo de sustentação do engradado vale

a) 160

b) 400

c) 640

d) 800

e) 960

Página 9 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
Três corpos A, B e C de massas m A = 1 kg, mB = 3 kg e mC= 6 kg estão apoiados
numa superfície horizontal perfeitamente lisa. A força horizontal F, de
intensidade constante F = 5 N, é aplicada ao primeiro bloco A.

Julgue os itens seguintes :

24) a intensidade da força que A exerce em B é superior a 4 N;


25) a intensidade da força que B exerce em C é superior a 4 N .
26) No arranjo experimental da figura, os corpos A e B têm massas iguais a
10 kg. O plano inclinado é perfeitamente liso. O fio é inextensível e passa
sem atrito pela polia de massa desprezível. A tração no fio (dado: sen 30º
= 0,5) é superior a 80 N

Os corpos A e B têm massas mA = 1 kg e mB = 3 kg. O corpo C, pendurado pelo


fio, tem massa mC = 1 kg. O fio é inextensível e tem massa desprezível. Adote g
= 10 m/s2 e suponha que A e B deslizam sem atrito sobre o plano horizontal.
Julgue os itens seguintes:

27) A tração no fio é superior a 6 N


28) a intensidade da força que o corpo B exerce em A é superior a 5 N.

Página 10 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
29) (CESPE – ANALISTA DE LABORATÓRIO – 2016) Dois blocos A e B,
apoiados sobre uma superfície horizontal, estão inicialmente em repouso
e possuem massas iguais a 10 kg. Uma força horizontal F de intensidade
60 N é aplicada ao bloco A, conforme a figura. O coeficiente de atrito entre
os blocos e a superfície é µ = 0,20. Adote g = 10 m/s2, podemos deduzir
que a intensidade da força que A exerce em B é superior a 25 N

30) O veículo da figura tem peso P = 10.000 N e passa no ponto inferior da


depressão com 54 km/h. O raio da curva nesse ponto é 10 m. Adotando g
= 10 m/s2 pode-se afirmar que a força de reação da pista no veículo nesse
ponto é superior a 30.000 N

Página 11 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
31) Um veículo de massa 1.600 kg percorre um trecho de estrada (desenhada
em corte na figura e contida num plano vertical) em lombada, com
velocidade de 72km/h. Adote g = 10 m/s2. Pode-se afirmar que a
intensidade da força que o leito da estrada exerce no veículo quando este
passa pelo ponto mais alto da lombada é superior a 10.000 N

(2016 / CESPE / FUB / Técnico de Laboratório – Física)


Um automóvel percorreu, sem derrapar, uma pista circular contida em um
plano horizontal, em que não havia influência do ar.
Considerando que, nesse caso, a aceleração da gravidade tenha sido constante,
julgue os itens que se seguem, relativos a essa situação hipotética e a aspectos
a ela correlacionados.

32) Em situações semelhantes à situação hipotética em apreço, quanto maior


for a massa do automóvel, menor será a velocidade escalar máxima do
carro para que ele tenha realizado a curva sem derrapar.
33) O referido automóvel não derrapou ao fazer a curva porque sua
velocidade escalar máxima foi proporcional à raiz quadrada do raio da
pista circular.
34) O referido automóvel realizou a curva sem derrapar devido ao fato de a
força de atrito entre o asfalto e os pneus ter sido tanto maior quanto maior
a velocidade escalar do carro ao percorrer a pista.

(2016 / CESPE / FUB / Técnico de Laboratório – Física)

Página 12 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
O sistema ilustrado na figura precedente mostra uma mola de constante
elástica igual 1 N/cm, a qual sustenta uma massa de 100 g. Assumindo a
aceleração da gravidade igual a 9,8 m/s2 , e 3,14 como o valor aproximado de π,
julgue o item seguinte.

35) O sistema tem um período de oscilação superior a 2,0 segundos.


36) Se a mola for cortada ao meio, o valor da sua constante elástica dobrará.
37) Para o corpo estar na sua posição de equilíbrio, a mola teve de esticar um
valor inferior a 1 cm.

38) ( / CESPE / SEDUC-CE / Professor – Física)

A constante elástica — k — da mola, em N/m, é igual a

a) 10-1.
b) 101.
c) 102.
d) 103.

Página 13 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
39) (CESPE / SEDUC-CE / Professor – Física)
Se k é a constante elástica da mola e se M é a massa da criança, então, na
situação de equilíbrio mecânico, a aceleração da gravidade, no local da medida,
é determinada pela relação

a)

b)

c)

d)

Página 14 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
TRABALHO E ENERGIA

40) CESPE / SEDUC-CE / Professor – Física)

I - A força que o martelo exerce sobre o prego é de mesma intensidade e direção,


mas de sentido oposto à força que o prego exerce sobre o martelo.
II - As forças de ação e reação anulam-se, pois atuam em um mesmo ponto do
prego.
III - O trabalho realizado pelo martelo para deslocar o prego de uma distância
igual ao módulo do vetor d é dado pelo produto escalar entre os vetores F e d.

Assinale a opção correta.

a) Apenas o item I está certo.


b) Apenas o item II está certo.
c) Apenas os itens I e III estão certos.
d) Apenas os itens II e III estão certos.

Página 15 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
41) Com base na figura a seguir, a menor velocidade com que o corpo deve
passar pelo ponto A para ser capaz de atingir o ponto B é superior a 15
m/s. Despreze o atrito e considere g = 10 m/s2.

Ano: 2016
Banca: CESPE
Órgão: FUB
Prova: Técnico de Laboratório - Física

Com o objetivo de avaliar o sistema de segurança de seus produtos, uma


indústria automobilística nacional submeteu um automóvel de 900 kg de massa
a um procedimento conhecido como teste de impacto, constituído de duas
fases: na primeira, denominada arrancada, o automóvel é acelerado, por 10 s,
partindo do repouso até atingir a velocidade de 36 km/h; na segunda fase,
identificada como colisão, o veículo, ainda com a velocidade da fase anterior,
colide com um bloco de concreto não deformável e para após 0,1 s, tendo sua
estrutura sido danificada após o choque.
A partir dessa situação hipotética, julgue os itens a seguir, considerando que
o módulo da aceleração da gravidade seja de 10 m/s 2 .

42) No intervalo de 10 segundos iniciais, a força resultante média


sobre o automóvel foi superior a 1.000 N.

Página 16 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
43) Durante todo o teste de impacto, a variação da energia cinética do
automóvel foi superior a 40 kJ.
44) Considerando-se apenas a fase da arrancada, se a mesma velocidade
final fosse atingida na metade do tempo, o trabalho da força resultante
média sobre o automóvel teria sido o dobro.
45) Na segunda fase do teste, a força de impacto sobre o veículo foi
equivalente ao peso de um objeto de 9 toneladas de massa.
46) Na fase da colisão, os danos causados na estrutura do automóvel se
explicam por que as forças trocadas entre o automóvel e o bloco de
concreto têm intensidades diferentes, uma vez que o automóvel estava
em movimento e o bloco de concreto estava em repouso.
47) A velocidade média do automóvel, na primeira fase do teste, foi superior
a 15 m/s.
48) Na primeira fase do teste, o automóvel deslocou menos de 100 m.
49) Na fase da arrancada, a aceleração média do automóvel foi igual a 1 m/s2 .

Um vagão de 10 toneladas desloca-se a 0,90 m/s sobre trilhos horizontais,


chocando-se com outro vagão carregado de 20 toneladas, em repouso e com o
freio solto. Os dois carros engatam passam a se deslocar juntos., determine sua
velocidade após o choque e o decréscimo de energia resultante da colisão.

Baseado nos fatos expostos, julgue os itens que se seguem:

50) A velocidade após o choque é igual a 0,30 m/s


51) O decréscimo de energia resultante da colisão é igual a 2500 J

Página 17 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
52) Um corpo é lançado para cima. Quanto às suas energias cinética e
potencial, pode-se afirmar que durante a subida:

a) num dado instante, ambas são nulas.

b) o atrito aumenta a energia potencial.

c) a segunda diminui enquanto a primeira aumenta.

d) a primeiro diminui enquanto a segunda aumenta.

53) Um bloco, abandonado sobre um plano inclinado, adquire Movimento


Retilíneo Uniforme. Durante o movimento do bloco, é correto afirmar que
sua energia

a) cinética aumentou.

b) mecânica diminuiu.

c) mecânica permanece constante.

d) potencial gravitacional aumentou.

54) Na idade média, os exércitos utilizavam catapultas chamadas “trabucos”.


Esses dispositivos eram capazes de lançar projétis de 2 toneladas e com
uma energia cinética inicial igual a 4000 J.

A intensidade da velocidade inicial do lançamento, em m/s, vale

a) 1

b) 2

c) √2

d) 2√2

Página 18 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
55) Atualmente, os carros são feitos com materiais deformáveis de maneira
que, em caso de colisões, para uma mesma variação da quantidade de
movimento linear do carro, a força que o cinto exerce sobre os
passageiros seja _________ devido ao

__________ intervalo de tempo durante o impacto.

a) maior; maior

b) menor; menor

c) menor; maior

d) maior; menor

56) Duas esferas A e B, de mesmas dimensões, e de massas,


respectivamente, iguais a 6 kg e 3 kg, apresentam movimento retilíneo
sobre um plano horizontal, sem atrito, com velocidades constantes de 10
m/s e 5 m/s, respectivamente. Sabe-se que a esfera B está a frente da
esfera A e que estão perfeitamente alinhadas, conforme pode ser visto na
figura, e que após o choque a esfera A adquire uma velocidade de 5m/s e
a esfera B uma velocidade v.

Antes do choque Depois do choque

Utilizando os dados do problema, considerando o sistema isolado e adotando o


Princípio da Conservação da Quantidade de Movimento, determine a velocidade
de v1 em m/s.

a) 10. b) 15. c) 20. d) 25.

Página 19 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
57) Ano: 2016
Banca: CESPE
Órgão: FUB
Prova: Técnico de Laboratório - Física

Em um local onde a aceleração da gravidade é constante, uma escada rolante


foi projetada para se movimentar com velocidade escalar constante e
transportar passageiros entre dois pisos separados por uma distância vertical
de altura H.

Considerando que não haja força dissipativa no sistema e que 100% do trabalho
do motor que movimenta a escada seja transferido para os passageiros, julgue
o item subsequente.

Caso todos os passageiros estejam em repouso em relação à escada, é correto


afirmar que durante a subida, à medida que os passageiros da escada rolante
se deslocam entre os dois pisos, a energia cinética de cada um deles diminui,
sendo transformada em energia potencial gravitacional.

58) Ano: 2016


Banca: CESPE
Órgão: POLÍCIA CIENTÍFICA - PE
Prova: Perito Criminal - Física

Em uma cena de crime, a equipe pericial encontrou um dispositivo cujo sistema


de acionamento está apresentado na figura precedente. Ao se puxar a alavanca,
é possível comprimir a mola, de constante elástica k = 800 N/m, por uma
distância x, a partir do seu estado de repouso.

Página 20 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
Com base nessas informações e sabendo que o projétil provoca lesão em uma
pessoa se for disparado com uma energia de pelo menos 0,16 J, assinale a
opção que apresenta, corretamente, a partir de qual valor de x um disparo desse
dispositivo provoca lesão em uma pessoa.

a) 20 cm

b) 200 cm

c) 0,02 cm

d) 0,2 cm

e) 2 cm

59) Ano: 2016


Banca: CESPE
Órgão: POLÍCIA CIENTÍFICA - PE
Prova: Perito Criminal - Física

A figura precedente representa um bloco de massa m ligado a uma mola de


constante elástica k oscilando em uma superfície horizontal sem atrito. Com
base nessas informações, assinale a opção correta.

a) A energia potencial elástica associada à mola será negativa se houver


distensão da mola. Se houver compressão da mola, a energia cinética no bloco
será negativa.

b) Em qualquer ponto de oscilação do sistema, a soma da energia cinética


com a energia potencial elástica é constante.

c) Na posição de compressão máxima da mola, a energia cinética é máxima


e a energia potencial elástica, nula.

Página 21 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
d) Se o bloco, após comprimir totalmente a mola, for liberado, a energia
cinética associada a ele será inferior a energia potencial elástica armazenada na
mola enquanto ela estava totalmente comprimida.

e) Na posição de alongamento máximo da mola, a energia cinética é máxima


e a energia potencial elástica, nula.

60) Ano: 2016


Banca: CESPE
Órgão: POLÍCIA CIENTÍFICA - PE
Prova: Perito Criminal - Física

Em um estande de tiro, um perito, para estimar a velocidade de um projétil de


arma de fogo, atirou contra um pêndulo balístico, conforme ilustrado na figura
precedente, e mediu a altura máxima atingida pelo pêndulo após o choque.
Sabendo-se que esse projétil possui massa de 50 g, que o bloco possui massa
de 5 kg, que o projétil ficou alojado no bloco após o choque, que a altura máxima
medida pelo perito foi de 20 cm e que a aceleração da gravidade no local era de
10 m/s2, é correto afirmar que a velocidade com que o projétil atingiu o bloco foi
de

a) 206 m/s.

b) 208 m/s.

c) 200 m/s.

d) 202 m/s.

e) 204 m/s.

Página 22 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
ESTÁTICA

61) Ano: 2016

Banca: CESPE

Órgão: FUB

Prova: Técnico de Laboratório - Física

A figura apresentada ilustra um experimento acerca de equilíbrio de corpos


rígidos, no qual uma régua, cujos furos estão a uma distância igual a d, é
colocada sobre uma base de tal maneira que possa girar, sem atrito, em torno
do próprio ponto central. A partir desse ponto, um conjunto de 6 moedas
empilhadas, de massa m cada, é colocado a uma distância de 4 d. A régua é
homogênea, e o peso da linha que segura as moedas é desprezível.

Com base nessas informações e na figura precedente, julgue os itens a seguir.

62) A posição em que deve ser colocado o conjunto de 4 moedas para que o
sistema esteja em equilíbrio é igual a 6 d, à direita do ponto central.
63) A condição para o equilíbrio translacional é que o somatório das forças
que atuam no sistema seja igual a zero.

Página 23 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
64) A condição para o equilíbrio rotacional é que o somatório das forças que
atuam no sistema seja igual a zero.

Ano: 2015

Banca: CESPE

Órgão: FUB

Prova: Técnico de Laboratório

A figura acima ilustra, de forma simplificada, uma gangorra construída com


uma tábua homogênea de massa 10 kg e comprimento igual a 3,0 m, apoiada no
centro por uma cunha fixa no chão.

Tendo como referência as informações apresentadas acima, julgue o item a


seguir.

65) Se um bloco de ferro de massa 40,0 kg for colocado na extremidade


esquerda da tábua e um bloco de chumbo de 30,0 kg for colocado na
extremidade direita da tábua, então, para que o sistema fique em
equilíbrio, é necessário que a cunha seja colocada a uma distância maior
que 1,5 m do bloco de ferro.

66) Se um corpo de 5,0 kg for colocado a uma distância de 140 cm à esquerda


da cunha, então o sistema ficará em equilíbrio ao ser colocado um corpo
de 7,0 kg a uma distância de 100 cm à direita da cunha.

67) É impossível que a gangorra fique em equilíbrio, se um menino de 30,0 kg


se sentar sobre a tábua, à esquerda da cunha, e um homem de massa
igual a 70,0 kg se sentar sobre a tábua, à direita da cunha.

Página 24 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
68) Uma barra homogênea AB de peso p = 10 N e comprimento L = 50 cm está
apoiada num ponto O e 10 cm de A. De A pende um corpo de peso Q1 =
50 N. Coloca-se a uma distância x de B um corpo de peso Q2 = 10 N tal
que o sistema fica em equilíbrio. Pode-se afirmar que o valor de x é
superior a 4 cm.

Página 25 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
HIDROSTÁTICA

Ano: 2018

Banca: CESPE

Órgão: SEDUC-AL

Prova: Professor - Física

A figura I mostra quatro fios condutores idênticos, de coeficiente de dilatação


linear α, ligados na forma de um quadrado, e a figura II mostra uma chapa
quadrada, de lado igual ao lado do quadrado da figura I, feito do mesmo material
e homogêneo. Com base nessas informações, julgue o item a seguir.

69) Mergulhando-se o objeto da figura I dentro de um fluido, a aresta que


estiver mais próxima da superfície e a aresta que estiver mais afastada da
superfície estarão sujeitas à mesma pressão.
70) Ao se colocarem os objetos das figuras I e II imersos em um líquido
qualquer, estando ambos totalmente afundados, o empuxo sobre o objeto
da figura I seria maior do que o empuxo sobre o corpo da figura II.
71) Um reservatório contém água, cuja densidade é 1 g/cm3, até uma altura
de 10 m. A pressão atmosférica local é 105 N/m2 e a aceleração da
gravidade é g = 10 m/s2. Pode-se afirmar que a pressão no fundo do
reservatório é superior a 2 x 105 N/m2.

Página 26 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
72) Três líquidos imiscíveis de diferentes densidades se dispõem num tubo
em U como mostra a figura. Sendo 0,6 g/cm3 a densidade do líquido
menos denso e 2,5 g/cm3 a do líquido mais denso. Pode-se afirmar que a
densidade do terceiro líquido é superior a 2 g/cm3

73) A figura abaixo mostra como três líquidos imiscíveis de densidades


diferentes se dispõem num tubo em U. Sendo dadas as densidades do
líquido 1 (d1 = 0,4 g/cm3) e do líquido 3 d3 = 2,5 g/cm3). Pode-se afirmar
que a densidade d2 do líquido 2 é superior a 1,5 g/cm3

74) O elevador hidráulico de um posto de automóveis é acionado mediante


um cilindro de área 3 . 10-5 m2. O automóvel a ser elevado tem massa 3 .
103 kg e está sobre o êmbolo de área 6 . 10-3 m2 . Sendo a aceleração da
gravidade 10m/s2, pode-se afirmar que a intensidade da força mínima que
deve ser aplicada no êmbolo menor para elevar o automóvel é superior a
100 N

Página 27 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
75) Ano: 2016

Banca: CESPE

Órgão: POLÍCIA CIENTÍFICA - PE

Prova: Perito Criminal - Física

Considere que, dentro de uma piscina com água em repouso, esteja um


mergulhador, em equilíbrio, a uma profundidade de 15 m da superfície. Sendo a
densidade da água 1 × 103 kg/m3 , a gravidade 10 m/s2 e a pressão atmosférica
do local 1 × 105 Pa, nessa situação a pressão manométrica sobre o mergulhador
é de

a) 2 × 105 Pa.

b) 2,5 × 105 Pa.

c) 0,5 × 105 Pa.

d) 1 × 105 Pa.

e) 1,5 × 105 Pa.

Página 28 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
76) Ano: 2016

Banca: CESPE

Órgão: POLÍCIA CIENTÍFICA - PE

Prova: Perito Criminal - Física

O levantamento de um carro mediante um elevador hidráulico envolve a


aplicação do princípio de

a) Bernoulli.

b) Torriceli.

c) Arquimedes.

d) Pascal.

e) Stevin.

77) Ano: 2015

Banca: CESPE

Órgão: FUB

Prova: Técnico de Laboratório

De acordo com o princípio de Arquimedes, o valor do empuxo que atua em um


corpo mergulhado em um líquido é igual ao peso do líquido deslocado pelo
corpo. Considerando esse princípio e os vários conceitos de física na área de
hidrostática, assumindo 1 g/cm3 como a densidade da água e 10 m/s2 como a
aceleração da gravidade, julgue o item que se segue.

Considere que um bloco de 100 kg e densidade 5,0 g/cm3 , localizado no fundo


de uma piscina cheia de água, deva ser deslocado verticalmente, dentro da
piscina, de certa altura h. Nessa situação, é necessário aplicar uma força igual
àquela aplicada para se levantar, de uma mesma altura h, um bloco idêntico,
mas com massa de 20 kg, localizado no chão, fora da piscina.
Página 29 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
78) Ano: 2015

Banca: CESPE

Órgão: FUB

Prova: Técnico de Laboratório

De acordo com o princípio de Arquimedes, o valor do empuxo que atua em um


corpo mergulhado em um líquido é igual ao peso do líquido deslocado pelo
corpo. Considerando esse princípio e os vários conceitos de física na área de
hidrostática, assumindo 1 g/cm3 como a densidade da água e 10 m/s2 como a
aceleração da gravidade, julgue o item que se segue.
Um bloco de gelo, com densidade 0,92 g/cm3 , que flutue em um lago, estará
com 92% de seu volume abaixo da superfície da água.

79) Ano: 2015

Banca: CESPE

Órgão: FUB

Prova: Técnico de Laboratório

De acordo com o princípio de Arquimedes, o valor do empuxo que atua em um


corpo mergulhado em um líquido é igual ao peso do líquido deslocado pelo
corpo. Considerando esse princípio e os vários conceitos de física na área de
hidrostática, assumindo 1 g/cm3 como a densidade da água e 10 m/s2 como a
aceleração da gravidade, julgue o item que se segue.
Se um submarino está flutuando completamente submerso, então o valor da
força peso será igual ao empuxo que atua sobre ele.

Página 30 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
80) Ano: 2015
Banca: CESPE
Órgão: FUB
Prova: Técnico de Laboratório
De acordo com o princípio de Arquimedes, o valor do empuxo que atua em um
corpo mergulhado em um líquido é igual ao peso do líquido deslocado pelo
corpo. Considerando esse princípio e os vários conceitos de física na área de
hidrostática, assumindo 1 g/cm3 como a densidade da água e 10 m/s2 como a
aceleração da gravidade, julgue o item que se segue.
É correto afirmar que um pequeno submarino de 2.000 toneladas de casco
ocupará um volume inferior a 2.000 m3 , quando em equilíbrio e totalmente
submerso.

Página 31 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR
GABARITO

1) C 2) C 3) E 4) E 5) C 6) C 7) E 8) E 9) E 10) E
11) C 12) C 13) E 14) C 15) E 16) C 17) C 18) C 19) C 20) E
21) C 22) C 23) C 24) E 25) C 26) E 27) C 28) C 29) C 30) C
31) E 32) E 33) C 34) C 35) E 36) C 37) C 38) D 39) B 40) C
41) E 42) E 43) C 44) E 45) C 46) E 47) E 48) C 49) C 50) C
51) E 52) D 53) B 54) B 55) C 56) B 57) E 58) E 59) D 60) D
61) D 62) C 63) C 64) E 65) E 66) C 67) E 68) C 69) E 70) E
71) E 72) C 73) C 74) C 75) E 76) D 77) E 78) C 79) C 80) E

Página 32 de 32
WWW.RONALDOBANDEIRA.COM.BR