Você está na página 1de 2
 
 - 1 - IT_Marapuama_29/07/10
MARAPUAMA
Nome científico
:
Ptychopetalum olacoides B.
 
Sinonímia
: Muirapuama, Muiratã.
Família
: Olacaceae. Constituintes químicos: Alcalóides (marapuamina), principalmente nas cascas; Monoterpenos (artepineno, linalol, mirceno, cumarinas); Triterpenos (ácido oleanólico, ácido urônico, lupeol, aminopiranosil); Sesquiterpenos (
β
- bisaboleno,
β
-cariofileno, cubebeno); Flavonóides-
β
; Compostos fenólicos; Xantanas; Saponinas; Lipídeos; Óleo essencial; Matérias resinosas ricas em ácidos orgânicos; Taninos. 1.
Características:
 a marapuama é uma planta nativa da região da floresta amazônica, há muito tempo conhecida e utilizada por índios nativos brasileiros. A árvore de marapuama pode chegar até 5 metros de altura, suas folhas são verdes, oblongas e suas flores são numerosas, pequenas, de coloração branca com perfume que lembra o jasmim. A marapuama é considerada um afrodisíaco natural, aumentando a libido. Na Europa é comum o uso dessa planta para casos de disenteria. A marapuama também é recomendada para casos de stress, fadiga, depressão e perda de memória. No Brasil, existem pesquisas sendo realizadas com extrato de marapuama e Catuaba para uso em estética no combate à celulite. Num estudo clínico, homens que usaram marapuama tiveram um número significativamente maior de relações sexuais que outro grupo que ingeriu placebo. Ela atua muito mais no cérebro melhorando a libido. Estudos feitos na UFRGS mostraram que a marapuama também tem ação antidepressiva e ajuda na memória, por seus efeitos facilitadores dos estímulos cerebrais. Conhecidas por seus efeitos afrodisíacos, a catuaba
(Erythroxylum catuaba)
 e a marapuama também podem ser usadas juntas no tratamento estético na melhora da celulite. Segundo pesquisa realizada na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP, um extrato que associa as duas plantas possui propriedades que colaboram com a drenagem linfática e a microcirculação cutânea, fatores que influenciam no aparecimento das deformidades estéticas. É considerada uma planta adaptógena, isto é, fortalece as defesas do organismo, melhora o funcionamento do cérebro e dá energia extra, pois tem ação tônica e revigorante. Utilizada pelos índios como excitante do sistema nervoso central e por sua ação antidepressiva e afrodisíaca, a marapuama é uma árvore típica da região Amazônica. A planta teve seus efeitos testados clinicamente em seres humanos e os resultados confirmaram sua atuação como estimulante da libido.
576648e32a3d8b82ca71961b7a986505