Você está na página 1de 2

Projeto editorial

ODOYÀ! REPRESENTAÇÕES DE YEMANJÁ NA TRAMA DAS


IMAGENS
Autor: Ana Valéria de Figueiredo da Costa
anavaleriadefigueiredo@gmail.com
Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4759289U3

RESUMO

Imagem é criação que marca a existência dos grupos, das classes e das
comunidades. Tomando por base essa afirmativa, o presente estudo tem como
objetivo central analisar, nas representações pictóricas de Iemanjá, os
elementos que compõem a imagem, observando as recorrências e as
diferenças impressas na construção dessas representações, em seus
significados explícitos e latentes. A pesquisa, de abordagem qualitativa com
base nos Estudos Culturais e Semiológicos de leitura de imagem, tem como
referencial teórico Roland Barthes, Michele Joly, Raul Lody, Jacques Aumont,
Reginaldo Prandi entre outros, além de depoimentos orais de estudiosos da
temática afrorreligiosa. As imagens foram coletadas nas páginas web seguindo
alguns critérios estabelecidos empiricamente, e neste processo foi elaborado o
quadro-referência com oito imagens representativas para o estudo. As
considerações finais apontam que o processo de leitura é amplo e que os
elementos que compõem as imagens pedem para ser analisados, mas
necessitam de um referencial de leitura estruturado teoricamente.

Palavras-chave: Pedagogia da Imagem; Iemanjá; Representações Pictóricas

Projeto coleção “Diferenças étnico-raciais na Educação”:


Coordenação da Coleção: Luiz Fernandes de Oliveira (UFRRJ); Ricardo Cesar Rocha da Costa
(IFRJ) e Mônica Regina Ferreira Lins (UERJ)

A problemática das relações entre educação e diferenças étnico-raciais tem sido objeto nos
últimos anos de inúmeras reflexões, debates e pesquisas, tanto no âmbito acadêmico como nos
movimentos sociais no Brasil. As buscas pela construção de processos educativos democráticos
e culturalmente referenciados se intensificam. Neste sentido, a coleção “Diferenças étnico-raciais
na Educação” tem como objetivo divulgar trabalhos científicos na área de ciências humanas
diretamente focados nas questões das diferenças étnico-raciais. Essa será a primeira coleção,
dentre outras, que a Editora Imperial Novo Milênio, em parceria com instituições universitárias e
grupos de pesquisas, irá publicar a partir de 2015.

Formato
Serão publicados 10 títulos com 100 exemplares por coleção (1000 exemplares no total), com
cada título contendo entre 60 e 100 páginas, em formato 14cm X 21cm, em PB. As capas de
cada título serão padronizadas.

Autoria
Para esta primeira coleção, a prioridade de publicação é dirigida a autores(as) que apresentaram
trabalhos e foram aprovados em bancas de graduação e pós graduação (especialização ou
mestrado) na área de ciências humanas, em instituições públicas e privadas do Rio de Janeiro.

Parecer e chancela
Cada título apresentará um parecer de especialista no campo de discussão em que o trabalho se
insere. O parecerista será indicado pela coordenação da coleção, que também fará o
prefácio/apresentação de cada título.
A coleção terá a chancela acadêmica de algumas instituições e grupos parceir@s da Editora
Imperial Novo Milênio: Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas, Movimentos Sociais e Culturas
– GPMC/CNPQ-UFRRJ, Departamento de Educação do Campo, Movimentos Sociais e
Diversidade – DECAMPD/UFRRJ, Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGEDUC/UFRRJ
e Programa de Pós-Graduação em Ensino de Educação Básica - PPGEB da UERJ.