Você está na página 1de 28

Cronograma de Aulas

Prof. Marcos Girão

30/11 – Resoluções CONTRAN p/ PRF no Ronda com Girão – 12h30 às 13h40 (Aula 01)

04/12 - Legislação de Trânsito do Zero para PRF – Noite – 19h às 22h15

06/12 – Resoluções CONTRAN p/ PRF no Ronda com Girão – 12h30 às 13h40 (Aula 02)

07/12 – Resoluções CONTRAN p/ PRF no Ronda com Girão – 12h30 às 13h40 (Aula 03)

08/12 - Legislação de Trânsito do Zero para PRF – Manhã– 8h30 às 12h

11/12 - Legislação de Trânsito do Zero para PRF – Noite – 19h às 22h15

13/12 – Resoluções CONTRAN p/ PRF no Ronda com Girão – 12h30 às 13h40 (Aula 04)

13/12 - Legislação de Trânsito do Zero para PRF – Noite – 19h às 22h15

14/12 – Resoluções CONTRAN p/ PRF no Ronda com Girão – 12h30 às 13h40 (Aula 01)

15/12 – Questões Comentadas para PRF – Manhã– 8h30 às 12h


RESOLUÇÕES DO CONTRAN P/ PRF
PROF. MARCOS GIRÃO
RESOLUÇÃO Nº 24/98
(alterada pela Resol. 581/16)

Resoluções do CONTRAN
Prof. Marcos Girão
Identificação do Veículo

MEIOS DE IDENTIFICAÇÃO DO
VEÍCULO

(Informam aos embarcadores e transportadores a


quantidade de carga possível de ser transportada)
Identificação do Veículo
(INTERNA)

Elementos de Identificação INTERNA

O veículo será identificado obrigatoriamente por caracteres gravados no CHASSI


ou no MONOBLOCO, reproduzidos em outras partes. Esta gravação será
realizada pelo fabricante ou montador, de modo a identificar o veículo, seu
fabricante e as suas características, além do ano de fabricação, que não poderá ser
alterado.
RESOL. 24/98 - Numeração VIN e VIS

O SISTEMA INTERNACIONAL DE CODIFICAÇÃO DA IDENTIFICAÇÃO DO VEÍCULO, CONHECIDO COMO VIN ("VEHICLE


IDENTIFICATION NUMBER"), NO BRASIL É CONSTITUÍDO DE 17 DÍGITOS E SEGUE A NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 6066. A
ESTRUTURA DA IDENTIFICAÇÃO VIN É CONSTITUÍDA DE QUATRO ÁREAS CONFORME TABELA:

VIN

NÚMERO DE
IDENTIFICAÇÃO DO
VEÍCULO

VIS
Res. 24/98 - Numeração Vis - Localização

§ 1º ALÉM DA GRAVAÇÃO NO CHASSI OU MONOBLOCO, os veículos serão


identificados, no mínimo, com os caracteres VIS ( número sequencial de
produção) previsto na NBR 3 nº 6066, podendo ser, a critério do fabricante, por
gravação, na profundidade mínima de 0,2 mm, quando em chapas ou
plaqueta colada, soldada ou rebitada, destrutível quando de sua remoção, ou
ainda por etiqueta autocolante e também destrutível no caso de tentativa de sua
remoção, nos seguintes compartimentos e componentes:

1 - na coluna da porta dianteira lateral direita;

II - no compartimento do motor;

III - em um dos pára-brisas e em um dos vidros traseiros, quando


existentes;

IV - em pelo menos dois vidros de cada lado do veículo, quando


existentes, excetuados os quebra-ventos.
Res. 24/98 - Numeração Vis - Localização

➢ As identificações previstas nos itens III e IV do slide anterior serão


gravadas de forma INDELÉVEL (não apagável), sem especificação
de profundidade e, se adulterados, devem acusar sinais de
alteração.
➢ Essas identificações poderão ser feitas na FÁBRICA DO VEÍCULO ou
em outro local, sob a responsabilidade do fabricante, ANTES DE SUA
VENDA AO CONSUMIDOR.
Res. 24/98 - Numeração Vis - Localização

➢ No caso de CHASSI ou MONOBLOCO NÃO METÁLICO, a numeração


deverá ser gravada em placa metálica incorporada ou a ser
moldada no material do chassi ou monobloco, durante sua
fabricação.
RES. 24/98 (RESOL. 581/16) - Numeração VIS - Localização

§ 7º Para tais fins, o 10º dígito do VIN, estabelecido pela NBR nº 6066,
poderá ser alfanumérico.
§ 8º Para os veículos tipo ciclomotores, motonetas, motocicletas
e deles derivados, a altura dos caracteres da gravação de identificação
veicular (VIN) deve ter no mínimo 4,0 (quatro) milímetros.
Res. 24/98 - Numeração Vis - Localização

Art. 4º Nos veículos REBOQUES e SEMI-REBOQUES, as gravações serão feitas, no mínimo, em dois pontos do
chassi.
RES. 24/98 - NUMERAÇÃO VIS - LOCALIZAÇÃO

VEÍCULOS DISPENSADOS DO CUMPRIMENTO DESSA RESOLUÇÃO

PROTÓTIPOS FABRICADOS VIATURAS MILITARES


PARA COMPETIÇÕES OPERACIONAIS DAS
ESPORTIVAS FORÇAS ARMADAS

TRATORES
Segurança Veicular

➢ O CTB regulamenta que as regravações, quando necessárias, dependerão de prévia autorização da autoridade
executiva de trânsito e somente serão processadas por estabelecimento por ela credenciado, mediante a
comprovação de propriedade do veículo, mantida a mesma identificação anterior, inclusive o ano de
fabricação.

➢ A Resolução nº 24/98, em seu art. 6º, estabelece que as REGRAVAÇÕES e as EVENTUAIS


SUBSTITUIÇÕES ou REPOSIÇÕES de etiquetas e plaquetas, quando necessárias, DEPENDERÃO DE
PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DA AUTORIDADE DE TRÂNSITO COMPETENTE, mediante comprovação da
propriedade do veículo, e só serão processadas por EMPRESAS CREDENCIADAS pelo órgão
executivo de trânsito dos Estados ou do Distrito Federal.
Julgue os itens a seguir, de acordo com a Resolução CONTRAN nº 24/98.
01. Além da gravação no chassi ou monobloco, os veículos deverão ser
identificados, no mínimo, com os caracteres VIS (número sequencial de
produção) previsto na NBR 3 nº 6066, dentre outros compartimentos e
componentes, todos os vidros de cada lado do veículo, excetuados os
quebra-ventos
Julgue os itens a seguir, de acordo com a Resolução CONTRAN nº 24/98.
02. Os veículos dispensados dos critérios de identificação dos veículos,
regulamentados pela Resolução nº 24/98 são os protótipos fabricados para
competições esportivas, os tratores e todas as viaturas das Forças
Armadas.
03. Nos veículos reboques e semirreboques, as gravações serão feitas em
três pontos do chassi.
RESOLUÇÃO Nº 26/98

Resoluções do CONTRAN
Prof. Marcos Girão
Resolução nº 26/98

DISCIPLINA O TRANSPORTE DE CARGA


EM VEÍCULOS DESTINADOS AO
TRANSPORTE DE PASSAGEIROS

ART. 2° A CARGA SÓ PODERÁ SER ACOMODADA EM COMPARTIMENTO PRÓPRIO, SEPARADO DOS PASSAGEIROS, QUE NO
ÔNIBUS É O BAGAGEIRO.

ART. 3º FICA PROIBIDO O TRANSPORTE DE PRODUTOS CONSIDERADOS PERIGOSOS CONFORME LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA, BEM
COMO DAQUELES QUE, POR SUA FORMA OU NATUREZA, COMPROMETAM A SEGURANÇA DO VEÍCULO, DE SEUS OCUPANTES OU
DE TERCEIROS.

ART. 5º NO CASO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERNACIONAL DE PASSAGEIROS SERÃO OBEDECIDOS OS TRATADOS,


CONVENÇÕES OU ACORDOS INTERNACIONAIS, ENQUANTO VINCULADOS À REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
O transporte de carga em veículos destinados ao transporte de passageiros é
regulamentado pela Resolução CONTRAN nº 26/98. Julgue os itens a seguir quanto ao
que disciplina tal Resolução.
01. Para o transporte de carga, no caso do transporte rodoviário internacional de
passageiros, serão obedecidos os Tratados, Convenções ou Acordos internacionais,
enquanto vinculados à República Federativa do Brasil.
02. Fica proibido o transporte de produtos considerados perecíveis conforme legislação
específica, bem como daqueles que, por sua forma ou natureza, comprometam a
segurança do veículo, de seus ocupantes ou de terceiros.
RESOLUÇÃO Nº 32/98

Resoluções do CONTRAN
Prof. Marcos Girão
Identificação do Veículo
(VEÍCULOS OFICIAIS)

➢ Art. 125. As placas com as cores VERDE E AMARELA da Bandeira Nacional serão usadas
SOMENTE pelos veículos de representação pessoal:
❑ do PRESIDENTE DA REPÚBLICA e de seus sucessores naturais:
Vice-Presidente da República;
Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal ;
Presidente e dos Ministros do Supremo Tribunal Federal;
❑ E dos “gaiatos”:
dos Ministros de Estado;
do Advogado-Geral da União e;
do Procurador-Geral da República.
Identificação do Veículo
(VEÍCULOS OFICIAIS)

➢ Os veículos de representação dos Presidentes dos Tribunais Federais, dos


Governadores, Prefeitos, Secretários Estaduais e Municipais, dos Presidentes das
Assembleias Legislativas, das Câmaras Municipais, dos Presidentes dos Tribunais
Estaduais e do Distrito Federal, e do respectivo chefe do Ministério Público e ainda
dos Oficiais Generais das Forças Armadas terão PLACAS ESPECIAIS.
Resolução Nº 32/99

VEÍCULOS DE REPRESENTAÇÃO PESSOAL – O 2º ESCALÃO


RESOLUÇÃO Nº 32/99

VEÍCULOS DE REPRESENTAÇÃO PESSOAL – O 2º ESCALÃO

VEÍCULOS DE REPRESENTAÇÃO DOS

GOVERNADORES

SECRETÁRIOS ESTADUAIS

PRESIDENTES DAS ASSEMBLÉIAS LEGISLATIVAS

PREFEITOS

SECRETÁRIOS MUNICIPAIS

PRESIDENTES DAS CÂMARAS MUNICIPAIS

PRESIDENTES DOS TRIBUNAIS FEDERAIS

PRESIDENTES DOS TRIBUNAIS ESTADUAIS E DO DISTRITO FEDERAL

RESPECTIVO CHEFE DO MINISTÉRIO PÚBLICO


Resolução Nº 32/99

VEÍCULOS DE REPRESENTAÇÃO PESSOAL

Art. 2º Poderão ser utilizados os mesmos modelos de placas para


os veículos oficiais dos VICE-GOVERNADORES e dos VICE-
PREFEITOS, assim como para os MINISTROS DOS TRIBUNAIS
FEDERAIS, SENADORES E DEPUTADOS, mediante solicitação dos
Presidentes de suas respectivas instituições.
A Resolução n.º 32/1998 do CONTRAN aprovou modelos de placa para veículos de
representação de diversas autoridades. Acerca dessas placas, julgue os itens a seguir.

01. Os prefeitos municipais podem determinar os modelos de placas de veículos oficiais


utilizados por ele e sua equipe, o que se explica pelo princípio da separação dos poderes.

02. Os modelos de placas de representação para veículos oficiais dos ministros dos tribunais
serão utilizados mediante solicitação dos presidentes dessas cortes.

03. Nos veículos oficiais utilizados por prefeitos municipais, as placas terão fundo vermelho e
letras e números em branco, sendo opcional o emblema da unidade federativa.
OBRIGADO
PROF. MARCOS GIRÃO
“ENTREGA TEUS CAMINHOS AO SENHOR, CONFIA NELE, E O
MAIS ELE FARÁ” SALMOS 37:5

Interesses relacionados