Você está na página 1de 22

IBRACON

Instituto Brasileiro do Concreto


Fundado em 23 de Junho de 1972
''Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento
do Concreto e da Construção Civil''

Acre Alagoas Amapá Amazonas Bahia Brasília Ceará


Espírito Santo Goiás Maranhão Mato Grosso Mato Grosso
do Sul Minas Gerais Pará Paraiôa Paraná Pernambuco Piauí
Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul
Rondônia Santa Catarina São Paulo Sergipe Tocantins


2ª Edição - Atualizada e ampliada

(- cr 1
Organizador e Editor "1. \ 'L\ "",_.
Geraldo Cechella Isaia - "') __ '"-- 1 \ __ \_':
·-

Autores
Akemi Ino • Albenise Laverde • André T. Guimarães • Antonio A. Segantini • Antonio L. Gastaldini • Arildo
Batista• Arlene Maria Sannanho Freitas • Arnaldo Forti Battagin • Carlito Calil Junior• Carlos Bergmann • Cicero
Starling • Claudio Kazmierczak • Claudio V. Mitidieri Fo. • David Ballesteros • Denise Dai Molin • Eduardo
Rizzatti • Eduvaldo Paulo Sichieri • Elton Bauer • Enio J P. Figueiredo • Ennio M. Palmeira • Eugenia Cauduro •
Fabio D. Pannoni • Fernanda M. Pereira• Fernando O. Pinho• Fernando Piazza Recena • Francisco Rocco Lahr
• Geraldo Cechella !saia• Gihad Mohamad • Helena Casarek • Holmer Salvastano Jr. • Humberto R. Roman • Inês
Laranjeira da Silva Battagin • Jairo J. O. Andrade• Jane P. Gorninski • João Bento de Hanai • João H. S. Rego•
João L. Calmon Gama• Joaquim P. Santos • Jorge A. P. Ceratti • Jorge Batlouni Neto • José Camapum Carvalho
• José Eduardo Granato • José T. Balbo • Kai Loh Uemoto • K.hosrow Ghavami • Leslie Finger Roman • Luiz
Carlos P. Silva Fo. • Luiz E. T. Ferreira• Márcio M. de Farias• Marco A. Alcantara • Margaret S. S. Jobim• Maria
Alba Cincotto • Maria Heloísa Fraseá • Maria Teresa Aguilar • Maristela G. da Silva • Mônica Regina Garcez •
Nicole P. Hasparyk. Nortnando P. Barbosa• Oswaldo Cascudo• Paulo H. Vasconcelos • Paulo Helene • Pedro A.
Almeida • Philippe J. PaulGleize • Renata Cristina Moraes de Crasto • Romson H. Romagna • Rosana M. Caram
• Salomon Levi • Saulo R. Bragança • Sérgio Brazolin • Sérgio F. dos Santos • Tatiana Cureau Cervo • Tibério
Andrade • Vahan Agopyan • Valdecir A. Quarcioni • Vanderley M. John• Wellington L. Repette

São Paulo
2010
'

Materiais de Construção Civil e Princípios de Ciência e Engenharia de Materiais


ed. o.e. Isaia. 2.ed. São Paulo, IBRACON, 2010. lv.

Materiais de Construção Civil e Princípios de Ciência e Engenharia de Materiais


ed. o.e. Isaia. 2.ed. São Paulo, IBRACON, 2010. 2v.

1712 p. 16 x 23 cm
Inclui bibliografia, referências bibliográficas e índice remissivo.

ISBN v.1: 978-85-98576-14-5


v. 2: 978-85-98576-15-2

w
4. Materiais-engenharia ambiental
I. Isaia, Geraldo Cechella, ed. Il.t.

Materiais de construção. Componentes de construção


CDU691

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL


e Princípios de Ciência e Engenharia de Materiais
Copyright© 2010 Geraldo C. Isaia. Todos os direitos de reprodução reservados. Este livro e
suas partes não podem ser reproduzidos nem copiados, em nenhuma fonna de impressão
mecânica, eletrônica, ou qualquer outra, sem o consentimento por escrito dos autores e do
editor.

Editoração Eletrônica e Diagramação


Arte Interativa
www.arteinterativa.com.br

IBRACON
Instituto Brasileiro do Concreto
Rua: Julieta do Espírito Santo Pinheiro, nº 68
Jardim Olimpia
São Paulo - SP- Brasil
CEP: 05542-120
Telefone: (11) 3735-0202 Fax: (11) 3733-2190
wwwibracon.org.br

Impressão
lpsis Gráfica e Editora

- -- --- - - -- - - -


V

Fonnalizamos nossos agradecimentos a indispensável contribuição dos patrocinadores desta


edição, que, muito mais do que prover recursos, valorizam a importância desta publicação,
na formação e conhecimento correto para o competente exercício da profissão .

1
1

•'

Votorantim
Cimentos

•. •
t
• - •

'
1 VI •



'

1

'
1


, ·-

BibJioteca Central
· Materiais de construção civil e princípios de ci~11cia e •

"
Ac. 276548 - R..'84,8096; V. 1 Ex. 3 ~
• •
..
• •

J Co1npra - IBRA,CON -Jns~tuto Btaslleíro do eonc.reto



Nf.: 1,8'502 R$ 125,00:- 30103:llUl l ••

, ____ __ . .. Civil
Ehgei1l1aria ~ ---) - Reg.
.... --- (Diurno,
;....- -· Ctba
- . Se1n. -· - - -- .· ·
....•
l

__.;"'
..



.• . •

• •

• •
• • •
"
• •


• •


• •
. -
.
•• •

,. • ••




• ..
• •
' • • .. •,
VII

-

Fundado em 1972

Missão
O IBRACON tem por missão criar, divulgar e defender o correto
conhecimento sobre materiais, projeto, construção, uso e manutenção
de obras de concreto, desenvolvendo o seu mercado, articulando seus
agentes e agindo em benefício dos consumidores e da sociedade em
harmonia com o meio ambiente.
' • ....,.r' .. t.;. ., '
..... ... , -f t, .,
..... ..>- • . .

Diretoria
Diretor Presidente Diretor 2º. Tesoureiro
José Marques Filho Carlos José Massucato

Assessores da Presidência Diretor de Marketing


Az,gz,sto Carlos Vasconcelos Luiz Carlos Pinto da Silva Filho
St'f,no Cl1api1·a Kuperman Diretor de Eventos
Re11ata Sá Brito Stramandinoli Luiz Prado Vieira Júnior
Paz,lo Helene
Diretor Técnico
Diretor 2° Vice-Presidente Carlos de Oliveira Campos
Ti,lio Nogueira Bitte,icourt
Diretor de Relações Internacionais
Diretor 1º Secretário Mário William Esper
Nelson Covas
Diretor de Cursos
Diretor 2° Secretário Flávio Moreira Salles
Sonia Regina C. J. Freitas
Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento
Diretor 1º. Teso"Qreiro , Angela Borges Masuero
Claudio Sb,·ighi Neto
Diretor de Certificação de Mão-de-obra
Júlio Timerman

Conselho Diretor Biênio 2009/2011


Empresas de Serviços de Concretagem
Individuais
CAMARGO CORREA CIMENTOS S/A.
Antonio Carlos Reis Laranjeiras
Augusto Carlos Vasconcelos (Grupo Ca11zargo Correa)
CESP - Co,npanlzia Energética de São Paulo
Carlos de Oliveira Campos
Escola Politécnica da Universidade de São
Claudio Sbrighi Neto
Paulo-POU
Denise C. C. Dal Molin
Escritório Técnico Julio Kassoy e Mario
Geraldo Cechella /saía
Franco Engenheiros Civis Ltda.
José Marques Filho
FURNAS - Centrais Elétricas S/A
Julio Timerman
GERDAU AÇOS LONGOS SIA
Lidia da C. Domingues Shehata
Grupo Votorantim - Votorantim Cimentos
Luiz Carlos Pinto da Silva Filho
HOLCIM Brasil S/A
Luiz Prado Vieira Junior
/PT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do
Monica Pinto Barbosa
Estado de São Paulo
Nelson Covas ,,
PETROBRAS - Petróleo Brasileiro S/A
Tulio Nogueira Bittencourt
Vladimir Antonio Paulon
Conselheiros Permanentes:
Eduardo Antonio Serrano
Conselheiros Institucionais Coletivos e
José Zamarion Ferreira Diniz
Mantenedores:
Paulo Roberto do Lago Helene
ABCIC - Associação Brasileira da
Ronaldo Tartuce
Construção Industrializada de Concreto
Selmo Chapi,·a Kuperman
ABCP - Associação Brasileira de Cimento
Simão Priszku.lnik
Portland
ABESC - Associação Brasilei,~a das
.,

XI

• ' a
1

AIS DE CONSTRUÇÃO CIVIi J

TERT
ê n c i a e E n g e n h a r i a d e M a t e r i a i s
e P rincípios de C i

c r e s c im e n to d o p a í s , c o m o f e r ta
s i m p o s t o s p e l a n e c e s s id a d e d e
Os desa f i o g e r a ç ã o d e e m p r e g o s d e
a r a to d o s s e u s c id a d ã o s , c o m
de vi d a d i g n a p f ra e s t r u t u r a , a lé m d a
a b a r c a m n o v a s d e o b r a s d e in
qualidade, n e c e s s it a m s o b r e v iv ê n c ia d o s
a s e d if ic a ç õ e s e x is te n t e s . A
man utenção d e t o d a s a n a ç ã o , d e p e n d e
q u e c o m p õ e m g r a n d e p a r te d
conglomerad o s u r b a n o s , r n e c e m a b r ig o ,
n t o s d e e n g e n h a r ia c iv il , q u e f o
totalmente do s e m p r e e n d im e n u te n ç ã o d o
a e e n e r g ia . S e m d ú v id a , a m a
capacidade de lo c o m o ç ã o , á g u e r ia is p a r a
e o b r a s , q u e u til iz a m v á r io s m a t
l d e p e n d e d o s p r o j e t o s
tecido socia t o d e v e s e r o b r i g a t o r i a m e n t e c o n h e c id o
ç ã o , c u j o c o m p o r t a m e n
sua constru
pelos enge n h e ir o s e a r q u it e to s . ç ã o d o s b e n s
f o r ç a o c o n c e i t o d e q u e a u ti li z a
A segunda e d i ç ã o d e s t e l i v r o r e m á x i m o
a d e , d e v e n d o s e r a p li c a d o s n o
e x t r e m a r e s p o n s a b i l i d
naturais r e q u e r p r e g o a d e q u a d o d e c a d a m a t é r i a - p r i m a
e n c i a l . A j u s t i f i c a t i v a d o e m
de se u pot d e é f u n d a m e n t a l p a r a a t r a n s p a r ê n c i a e
n e r g é t i c o s p a r a a s o c i e d a
e re cursos e o s t r a n d o a b u s c a c o n t í n u a d e p r o c e s s o s
d e t o d o s o s e n v o l v i d o s , m
tranquilidade e n to q u a li fic a d o p o d e m se r c r ia d a s a s

S ó a t r a v é s d o c o n h e c im
sus tentáveis. ã o , b e m c ? m o f ~ r n e c e r b a s e p a r a a
d e o t i m i z a ç ã o d a c o n s t r u ç , se
condições n o v a s te c n o lo g ia s . A l e m d e s ta s r a z o e s
d e s e n v o l v i m e n t o d e
pes quisa e O o p r e f á c i o d e s t a s e g u n d a e d i ç ã o , p e l o e m
d a d e i r a h o n r a e s c r e v e r
to m a u m a v e r

. .. ..
'

· XII

razão do envolvimento gratuito das maiores autoridades brasileiras em cada


assunto desenvolvido, pela da atualidade do conteúdo apresentado e pelo
esforço do IBRACON na viabilização da impressão. . _ ..
um resumo muito importante da evolução das publicaçoes sobre materiais
de construção foi desenvolvido pelo Prof. Dr. Paulo .do L~go Hel~ne, ~o
prefácio da primeira edição, bem como um re~um? !13-U1to eficaz da s1tua~ao ·
dos diversos cursos envolvidos com engenhana civil e sua regulamentaçao. ·
Sem dúvida alguma, ele foi um dos grandes incentiyadore~ d~ publicaçã? da
primeira edição, e suas ponderações sobre a importancia deste livro
permanecem atuais. . _ .
Esta edição segue a mesma orientação e assuntos da ed1çao antenor, com o
acréscimo importante de um capítulo dedicado ao cimento, o principal
componente do concreto, que é o material de construção mais utilizad? no
mundo. Reforça-se, também, que os assuntos estão atualizados com os últimos
avanços tecnológicos de cada área específica, e baseados em farto e completo
coajunto de referências bibliográficas. .
E fundamental manifestar a importância da coordenação dos trabalhos feita
pelo Prof. Dr. Geraldo Cechella Isaia, não só pela sua capacidade de liderança
e organização, mas, principalmente, pela coragem em assumir a tarefa
gigantesca de atualizar todos os assuntos abordados num intervalo de tempo
muito exíguo, e por sua enorme energia para o trabalho. Além da figura do
coordenador, externa-se a gratidão do IBRACON a todos os autores ·
envolvidos nesta edição, por seu trabalho cuidadoso, ofertando gratuitamente
seu serviço ao benefício da comunidade técnica brasileira. O agradecimento
deve ser estendido aos componentes da diretoria e conselho do Instituto por
sua decisão corajosa e visionária para nova publicação, e, especialmente, à
Diretora de Publicações e Divulgação Técnica, Engª. Inês Battagin pela
dedicação e empenho de seu tempo.
Obviamente, nada seria possível sem os patrocinadores, que mostram visão
positiva da necessidade de melhoria técnica contínua da engenharia nacional e '
da necessidade de divulgação dos avanços tecnológicos alcançados pelos
engenheiros e técnicos em todo o mundo. Este patrocínio permite que se oferte
um conjunto de livros a cada participante do Congresso Brasileiro do Concreto,
em Fortaleza. Além de proporcionar esta divulgação aos envolvidos neste
evento, o resulta~o. ~e venda do~ demais livros, permite que o IBRACON
au!11e_nte suas poss1b1l1dades d~ aplicaç~o de recursos nas suas áreas de atuação,
pnn~1p_alm~nte, no desenvolvrmento, divulgação tecnológica e treinamento de
prof1ss1onai~ de todas as etapas da cadeia produtiva do concreto. ·
A _ne~ess1dade de .nova ediçã~ desta publicação fica mais fortalecida pela .
prox1rmdade de dois ., ev~ntos 1nte1:°acionais, o Campeonato Mundial de
F_ute_bol e ?s Jog~s Ol1mp1cos do Rio de Janeiro. Julga-se que a divulgação
tec~ca seJa particularmente urgente para o sucesso destas iniciativas da
~ofrciedade brasileira, que vem observando um crescimento relevante da ·
in aestrutura nos últimos anos.


Espera-se, enfim, que este livro seja uma ferramenta útil nos cursos de
graduação e pós-graduação, bem como aos engenheiros durante o
desenvolvimento de suas atividades técnicas profissionais. Ele traz de forma
organizada os conceitos necessários aos estudos dos materiais, incluindo a
estrotura da matéria e a ciência dos materiais, e os principais produtos
utilizados na construção civil, colocando-os no contexto de sua relação com o
meio ambiente e com a durabilidade.

São Paulo, 02 de Setembro de 2010



Prof José Marques Filho


: Diretor .Presidente do IBRACON
Universidade Federal do Paramí
,

..


1
i

',
XIV

' a
ºª

Transcorridos exatamente três anos do lançamento da 1ª edição deste livro,


durante o 49º Congresso Brasileiro do Concreto, em Bento Gonçalves, RS, em
setembro de 2007, estou aqui, novamente, a escrever ao estimado leitor sobre a
2ª edição do Livro ''Materiais de Construção Civil e Princípios de Ciência e
Engenharia dos Materiais'', publicado pelo IBRACON. Seria impensável
imaginar naquela ocasião que, decorridos pouco mais de dois anos, o livro
estaria completamente esgotado. Pelas correspondências recebidas neste
período, pude avaliar a sua grande aceitação em todos os segmentos da
Engenharia Civil, Arquitetura, Engenharia Ambiental e áreas afins. O sucesso
desta 1ª edição deve-se, principalmente, ao Prof. Paulo Helene, então presidente
do IBRACON que, com sua clarividência, espírito arguto e sensível, soube
auscultar as necessidades tanto da academia quanto dos profissionais por um
livro voltado ao ensino e pesquisa sobre materiais de construção.
Esta procura pelo livro atestou a carência na literatura brasileira, de material
didático adequado ao ensino, à pesquisa e, principalmente ao exercício
profissional em Engenharia Civil no campo de materiais de construção. Com
efeito, a grande maioria das Instituições de Ensino Superior, em nível pleno ou
tecnológico, adotou este livro como texto para o ensino acadêmico e, também,
para cursos de atualização e reciclagem profissional. Nos últimos meses, foram
inúmeros os pedidos enviados diretamente ao IBRACON ou para mim, por ·
Engenheiros, Arquitetos e Tecnólogos que exercem suas atividades na área de
projeto e execução de obras, para aquisição do livro como instrumento de apoio ·
em suas tarefas profissionais. Era grande o desânimo que eles demonstravam ao ~
saberem que o livro se encontrava esgotado.
Em vista do esgotamento da 1ª edição e da lacuna gerada na prática diária da.~
- ·-~·

XV

academia, em nível de graduação e pós-graduação bem .d


· al d · · , como na v1 a
profission e proJetlst~s e executores de obras, a atual Diretoria do IBRACON
na pessoa de. seu Pres1d.ente, Prof. José Marques Filho de D. t d'
· - D. I - T,,, · E a ln" , 8ua rre ora e
Pubbcaçoes ~ 1v~ gaça~ ecruca, ng es Laranjeiras da Silva Battagin e de
toda a sua Diretoria Nacional, souberam auscultar com propriedad .
·ct d ~ · b il · d · .
da comun1 a e tecnica ras erra e ec1chram reeditar este livro e os anseios
Nestas circunstâncias, nã? pude deixar de aceitar o convite· da Diretoria do
IBRACON, em ~eados de JU~o deste ano, ~ara atuar novamente como editor
deste texto, devi?':'-111ente m~d1ficado e atualizado. Soube, desde O início, da
grande re~pons~b1lidade e do ingente esforço pessoal que deveria despender, não
só pela dime~sao do trabalho como pelo escasso tempo disponível para a sua
elaboração, visto que a data do seu relançamento já estava detenninada· 52º
Congresso Brasileiro do Concreto, em Fortaleza, CE, em outubro deste an~.
Por se tratar de livro-texto, obviamente que, no prazo de apenas três anos, os
temas básicos sobre materiais de construção civil não deveriam sofrer
modificações importantes, apesar de que, no estágio atual do conhecimento
novas tecnologias aparecem com velocidade maior que no passado. Tomei com~
orientação básica realizar atualizações que contemplassem conhecimento
consolidado ou ainda não contemplado na primeira edição. Como diretrizes
orientadoras , os autores foram solicitados a priorizar os seguintes tópicos:
atualização das non11as brasileiras ou estrangeiras citadas no texto, para
contemplar as novas edições ou modificações lançadas neste interstício;
atualização de referências bibliográficas importantes de temas novos ou não
constantes da primeira edição, como também citação de dados estatísticos
recentes; revisão geral do texto para correções vernáculas ou de fonnatação
remanescentes da 1ª edição e, finalmente, complementações de tópicos que, a
critério dos autores, fossem importantes para atualizar ou esclarecer o leitor
sobre dado tópico.
Para a atualização das normas citadas neste novo texto é importante ressaltar
a valiosa contribuição recebida da Engª Inês Battagin que, além de Diretora de
Publicações do IBRACON, também é Superintendente do Comitê Brasileiro do
Cimento, Concreto e Agregados (ABNT/CB-18). Pela sua larga experiência e
conhecimento na área de normalização, gentilmente se dispos a ler todos os
capítulos do livro, elaborando tabel~s. de atualizaçã~ e/ou modificações das
norn1as citadas na 1ª edição, o que facilitou sobremanerra o trabalho dos autores
na revisão de seus capítulos. . . . _ ª . _
Para se ter-se ideia do trabalho realizado no tema no1mal1zaçao, esta 2 ediçao
apresenta um total de 688 normas revisadas/atualizadas, sejam institucionais
(DERs DNIT ex-DNER IPT, etc.), nacionais (ABNT), regionais
(MERCOSUL),' de outros p~ses (ASTM, BS, ~CI, D~ ou i~terna~ionais
(ISO). Assim, 0 leitor tem em mãos o que de mais atual1~ado existe hoJe, .e1!1
todos os níveis, não só de conteúdo textual _como, tan:ibem, dos ref~renc:ais
normativos necessários para O ensino,ª. p~squ1sa, os proJetos, as espec1ficaçoes
ou a execução de obras de construção civil.

.. •
.......
1
'.'--.
,-,.___
XVI

Basicamente, a estrutura do livro permaneceu a mesma, com algumas


alterações consideradas importantes para atualização dos textos. Alguns assuntos
apresentaram modificações e/ou ampliações importantes, como o de
Normalização (Capítulo 3), o de Materiais de Construção e o Meio Ambiente
(Capítulo 4), o de Argamassas (Capítulo 28), o de Tintas e Vernizes (Capítulo 47) -
e o de Nanotecnologia (Capítulo 53). Foi introduzido um assunto novo e ·
importante, que não constava da edição anterior, sobre o Cimento Portland no ·
Brasil (Capítulo 24), onde é realizado breve histórico da produção do cimento,
são abordados tópicos sobre normalização brasileira dos diversos tipos de
cimento, sua fabricação e controle da qualidade e, sobretudo, é discorrido um
assunto muito importante e atual sobre o coprocessamento de resíduos na
fabricação de cimentos brasileiros. Também foi incorporado na Seção sobre
Metais o Sistema Light Steel Framing (Capítulo 36), que, ~ .
na versão
.
anterior,
estava em anexo. A cal e o gesso, que estavam em um umco texto, tiveram seus .
conteúdos aumentados e atualizados, sendo desmembrados em dois capítulos ·
(22 e 23, respectivamente), dada a importância destes dois materiais no contexto
da Engenharia Civil atual.
Nesta 2ª edição, em relação à primeira, o número de capítulos aumentou de :
51 para 54, com 26 no primeiro e 28 no segundo volume o que proporcionou
ampliação substancial de conteúdo atualizado, que resultou, em consequüência, .
em aumento superior a 50 no número total de páginas do livro. ·
Os esforços realizados pelo IBRACON e pelo Editor nesta tarefa apontam
para um objetivo único: oferecer à comunidade brasileira do Construbusiness um ·
livro moderno, atualizado e completo sobre Materiais de Construção e Princípios
de Ciências e Engenharia dos Materiais, para suprir as necessidades e os desafios
da tecnologia da Construção Civil brasileira, exigidos pelos tempos atuais.
Com este livro, o IBRACON cumpre com o um dos seus principais objetivos
estatutários, qual seja: proporcionar aos profissionais e intervenientes do setor de ·
concreto e construção civil, nas áreas de materiais tecnologia, projeto, gestão,
controle, arquitetura, estruturas e construções, maiores conhecimentos por meio
de publicações que valorizem e incentivem o ensino a investigação científica e ·
tecnológica e sua respectiva divulgação. Também cumpre com sua missão ·
primordial de criar, divulgar e defender o co1Teto conhecimento sobre materiais
e sua aplicação, oferecendo ao mercado maior conhecimento sobre os mesmos, ·
articulando seus agentes e agindo em benefício dos consumidores e da ·.
sociedade, em harmonia com o meio ambiente.
Agradeço profundamente, em meu nome e da Diretoria do IBRACON, em -
especial do seu Presidente Prof. José Marques Filho, a todos os autores que ·
responderam ao chamamento para realização dos trabalhos de revisão deste livro
e que colaboraram, em tão curto espaço de tempo, com esta nova edição. Com
certeza, todos são profissionais muito ocupados e, apesar de seus afazeres,
souberam responder afirmativamente a esta atividade benemérita e de grande ·
significado para a Engenharia Civil brasileira. Não posso deixar de agradecer a .
valiosa e eficiente colaboração da Engª Inês Battagin, não somente na

. .
.. > 6 fi ª - • - ...,
XVII

isão/atualização das normas do livro anterior como também d d .


rev 1 . d . ·a d .. . ' . o emrus
ssuntos reaciona os com as at1v1 a es adffiln1strattvas desta edição

elabor~çã~ do Ind1~e Rem1ss1vo, tarefa minuciosa, moro a de grande


irnportanc1a p~~ o leitor que procura assunto específico. Coube também a ela 0
trabalho de ediçao do CD-ROM que ac~mpanha o livro, com toda a figura e
quadros que aparecem no .texto, ~atenal de muita utilidade para profe seres
prepararem suas aulas ou, runda, utthzarem as apresentações em PowerPoint pré-
rnontadas de todos os capítulos do livro.
Agradeço ao IBRACON pelo convite de poder colaborar, novamente com na
sua missão de difusão científic~ e tecnoló~ica. Pessoalmente para mi~, ape ar
do gran~e esf?rço que de~pend1 para real~zar ~ste trabalho em vi ta do exíguo
tempo dispomvel, posso chzer, com toda s1ncendade, que o fiz com muito amor
e dedicação, pois nenhum fardo é pesado quando se faz algo por crença ou gosto.
Por acreditar na força e pujança de nosso Instituto, é que empre me coloquei ao
seu lado, desde a primeira hora, dispondo-me a colaborar com e pírito de
missão, sempre que possível, em todas as suas atividade quando convocado.
Ao leitor deixo o prazer de desfrutar do texto deste livro. Peço de culpas por
eventuais erros ou omissões, fatos naturais que acontecem quando e tem a
responsabilidade de corrigir, compatibilizar, harmonizar enfim editar um livro
desta envergadura, em tempo ~o diminuto. ~~t~ me ajudo~ ne ~e .árduo
trabalho a equipe da Arte Interativa, na pessoa dinarruca de Clauclia Te1xe1ra.
Acima de tudo agradeço a Deus, autor d~ ':i~a e fonte de tod~ conhecimento,
pelos dons com que me agraciou e que possibilitaram a conclu ao de te trabalho
em bom termo, no prazo estipulado.
Santa Maria, 2 de setembro de 201 O

Geraldo Cechella !saia


Professor Titular .
Universidade Federal de Santa Marza, RS
XIX

SD E CONSTRU ÃO CIVIi,

2ª edição Atualizada e Ampliada

_,, .0
S1 i m a r 1

VOL 1
Parte I Introdução
ia d e M a te ri a is d e C o n s tr u ç ã o C iv il
e a E ng en ha r
Cap . O1 A Ciência ...... ........ .... .... .... .... .... .... .... ........................................ 01
........
Geraldo Cechella /saia .......... il
e D es em pe nh o n a C o n s tr u ç ã o C iv
Cap . 02 Qualidad e ....................................... . 3 7
.d. · p ·z h ........ .... .... .... .... .... .... .... ..
Clau zo 1cente 1Y1 ztz zerz z o ..........
d º Vi ~4 •

o n a Construção Civil
Cap . 03 Nom1alizaçã a S c lz m idt J o b im ,
aria Fin ger R o m an , M a rg a re t S o u z
Leslie M in ........................................ 7 5
s L a ra n je ir a d a S il va B a tta g
Humberto Ramos Roman, Inê
tr u ç ã o e o M e io A m b ie n te
Cap . 04 Materiais de Cons .......... .............................................................. 9 7
rley M . J ohn ................................ ....
V arzd.e
a ra S ele ç ã o d e M a te ri a is
Cap. 05 Critérios de Projeto p .......... ............................................................ 1 2 3
.................. ....
Jorge Batlouni Neto ............
1nentos de Ciência dos Materiais
Parte I I Funda

tômica e Molecu la r d o s M a te ri a is
Cap. 06 Estrutura A .. .. .• •. •. .. •. .• .. •. •. .. .. .. .. .. .. •. .• .. .. •. •• .. .. •. .. .. .. .. .. .• .. .. 143
.. .. .. .. .. . . .. .. •• ..
Oswaldo Ca s c ..
uu ,,.
~ /0 .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

Cap. 07 Superfícies e Interfaces ,· .......... .. .. .. .. .. .. ...... ............................................................ 1 8 3


Maria Teresa Paulino Aguila
e Me c â n ic a s d o s M a te ri a is
Cap. 08 Propriedades Físicas /e ...... ............................................................. 2 0 7
T • 1 é de Olzºvez· ...a Andrau~,,. ·· ·· ·· ·· ·· ·· ·· ·· ·· ·
1
1

JOS
J Q lr O I ,

Cap .0 9 M e c â n ic a d a Fratura ·········································· 2 4 1


ira, João Bento de Hanai ······
Luiz Eduardo Teixeira Ferre 1
1

e str utu ra d os M ate ria is M e tá lic o s .. .. .. 281


Cap. 10 Micro .. .. .. .. .. .. 1
.. .. .. .. .. .. .. ..
. . .. .. .. .. .. .. .. ..
. p annon z· ......................................... . 1
1

Fabio Domingos
1
i

es trutu ra d os M ate ria is C e râ m ic o s .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. 325


Cap. 11 Micro .. .. .. .. 1

,·a s e k N ic o /e P . H a sp a ry k .. .. .. .. .. 1

.. _,,., u l ca ,
1
1

Oswaldo Cascuuo, n e ena 1

zak ............................................ 355 1


1

Cap. 12 e~i~ Souza Kazmierc


Microestrutu ra do~ pki~]íc~ de
ª
Jane Proszek Gornzns , /
egradação dos Materiais j

Cap . 13 Corrosão e D ····:····· ············· ········································· 3 7 9


··································
Enio Pazini Figueiredo Microestrutura
as E x erimentais para E s tu do d a ................................. 405
Cap. 14 Técnic p Coitinho D ªl iy41.01z·n •••••••••••••••••••••••••••••••••••
'A
........
aDenise Carpen

...
XX

Parte m Rochas e Solos

Cap. 15 Rocha como Material de Construção


Maria Heloisa Barros de Oliveira Fraseá .................................................................... 439 · r

Cap. 16 Agregados para a Construção Civil


Márcio Muniz de Farias, Ennio Marques Palmeira ...................................................... 483 ·
Cap. 17 Solo como Material de Construção
José Camapum de Carvalho .......................................................................................... 527

Parte IV Materiais Cerâ1nicos

Cap. 18 Produtos de Cerâmica Vermelha


1
Claudio de Souza KaZ11Zierczak ...................................................................................... 565
Cap. 19 Materiais Cerâmicos para Acabamentos e Aparelhos
Antonio Luiz Guerra Gastaldini, Eduvaldo Paulo Sichieri .......................................... 589
Cap. ·20 Materiais Refratários e Abrasivos
Saulo Roca Bragança, Carlos Pérez Bergmann ............................................................ 619
Cap. 21 Vidros na Construção Civil
Eduvaldo Paulo Sichieri, Rosana Caram, Joaquim C. Pizzutti dos Santos ................ 657

Parte V Aglomerantes Minerais

Cap. 22 Cal na Construção Civil


Maria Alba Cincotto, Valdecir A. Quarcioni, Vanderley M. John ................................ 695
Cap. 23 Gesso de Construção Civil
Vantlerley M. John, Maria Alba Cincotto ...................................................................... 727
Cap. 24 O Cimento Portland no Brasil
Arnaldo Forti Battagin, Inês Laranjeira da Silva Battagin ........................................ 761
Cap. 25 Cimentos Portland com Adições Minerais
Maristela Gomes da Silva .............................................................................................. 791
Cap. 26 Cimentos Especiais de Base Mineral
Wellington I..,onguini Repette .......................................................................................... 825

VOLUME2

Parte VI Materiais Compósitos de Aglomerantes Minerais

Cap. 27 Solo-Cimento e Solo-Cal


Antonio Anderson da Silva Segantini, Marco Antonio de Morais Alcéintara ............... 863
Cap. 28 Argamassas
Helena Carasek ............................................................................................................... 893
Cap. 29 Concreto de Cimento Portland
Paulo Helene, Tibério Andrade ................................................................... ,................... 945
XXI

Cap. 30 Produto de Cimento Portland


André Tavares da Cunha Guimarães, Fernando Antonio Piaua Recena,
• Fe,~nanda Macedo Pereira ........................................... ,.................................................. 985
Cap.31 Produto de Fibrocimento
Hol,ner Savastano Jr., Sérgio Francisco dos Santos .................................................. J023
Cap. 32 Alvenaria Estrutural
Gil1ad Mohamad, Humberto Ramos Roman, Eduardo Rizzatti,
Romson Ro,nagna ........ ....... ... ............ ...... . J0 A5
1

•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••• "'f,

parte VII Metais

Cap. 33 Produtos Metálicos não Estruturais


Cfce,··o Mi,rta Di,iiz Starling ......................................................................................... J077
~· Cap. 34 Produtos de Aço para Estruturas de Concreto e Alvenaria
'
Arildo Batista, Eugenio Luiz Cauduro, David Ballesteros ........................................... 1117
Cap. 35 Produtos Metálicos Estruturais
Fe11wndo Ottoboni Pinho, Fabio Domingos Pannoni ................................................ 1153
Cap. 36 Sistema Light Steel Framing
Arlene Maria Sarmanho Freitas, Renata Cristina Moraes de Crasto ...................... 1189

Parte VIlI Madeiras

Cap. 37 Madeiras na Construção Civil


Carlito Calil Junior, Francisco A. Rocco Lahr, Sérgio Brazolin ................................. 1209
Cap. 38 Madeira como Material Estrutural
Pedro Afonso de Oliveira Almeida ............................................................................... 1241
Cap. 39 Madeiras para Acabamentos
Akemi /no, Albenise Laverde, Francisco Anto1tio Rocco Inhr .................................. 1265
Cap. 40 Madeiras para Fôrmas e Escoramentos de Estruturas
Carlito Calil Junior, Francisco A11tonio Rocco Lnlzr .................................................. 1291

Parte IX Polímeros

Cap. 41 Propriedades dos Polímeros


Jairo José de Olivei,·a Andrade .................................................................................... 1323
Cap. 42 Materiais Betuminosos
Jorge Augiisto Pereira Ceratti ······················································································ 1351
Cap. 43 Materiais e Produtos Poliméricos
Enio Pazini Figueiredo, João Henrique da Silva Rêgo .............................................. 1387

Parte X Materiais compósitos de polímeros


Cap. 44 Sistemas de Impermeabilização e Isolamento Térmico
Elton Bauer, Paitlo Henrique Vasconcelos, José E. Granato .................................... 1413

Cap. 45 Concretos Asfálticos
• 'ose' ,.,,.,.. ,,]eu Balbo
Ji ~~I ••••••••••••••••••• ··· ·· ············· ········ ··················· ·· ·· ···· ····· ········ ··················. ·.. 1447
-

'

.. 1
XXII

Cap. 46 Compósitos de Engenharia de Matriz Polimérica


Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, Mônica Regina Garcez .......................................... 1481
Cap. 47 Tintas na Construção Civil
Kai Wh Ue1110to ................................................................................................•........... 1523

Parte XI Materiais Não Convencionais

Cap. 48 Terra Crua para Edificações


Normando Peraz,zo Barbosa, Khosrow Ghavami ...................................................... 1565
Cap. 49 Fibras Vegetais como Material de Construção
Vahan Agopyan , Holmer Savastano Jr. ...................................................................... 1599
Cap. 50 Bambu
Khosrow Ghavami, Normando Perazzo Barbosa ........................................................ 1619
Cap. 51 Resíduos Industriais e Agrícolas para a Construção Civil
João Luiz Calmon .......................................................................................................... 1651
· Cap. 52 Materiais Reciclados na Construção Civil
Salomon Mony Levy .................................................................................................... 1689

Parte XII Materiais de Construção do Futuro

Cap. 53 Nanotecnologia e Materiais de Construção Civil


Philippe Jean Paul Gleize ............................................................................................ 1711
Cap. 54 Materiais de Construção Civil: Perspectivas e desafios futuros
Vanderley M. John, Philippe Jean Paul Gleize ............................................................ 1747

Índice Remissivo de Assuntos


Tatia-na Cureau Cervo ...................................................................................................................... 1761

Anexo: CD- ROM