Você está na página 1de 31

MATERIAL DE APOIO

PARA ORIENTAÇÃO
VOCACIONAL
• Apresentação sobre o que é orientação
vocacional
• Dicas sobre o que é importante avaliar para a
escolha de uma profissão
• Como realizar uma orientação vocacional
• Como estruturar uma orientação vocacional
• Questionário de autoconhecimento
• Entrevista inicial
• Dinâmicas
• Guia de profissões de acordo com as áreas do
conhecimento

Talita Pires
Psicóloga CRP 04/51195
ORIENTAÇÃO VOACIONAL
ENCONTRE AQUI O SEU FUTURO!
O QUE É,
PARA QUE
SERVE? Auxilia no
processo de
Conhecimento
geral de áreas
especificas,
escolha e atuação e
posteriormente mercado de
sucesso trabalho
profissional

Identificação de
interesses próprios,
habilidades e
motivações
O QUE É IMPORTANTE
AVALIAR NA ESCOLHA
DE UMA PROFISSÃO?

• Disciplinas em que
tem facilidade
• Mercado de
trabalho
• Retorno financeiro
• Características das
profissões
• Habilidades e
Interesses pessoais
• Opiniões de pais e
amigos
DISCIPLINAS QUE
TEM FACILIDADE

• Se tenho muita dificuldade


em disciplinas como
matemática ou física, se
percebo que a aprendizagem
e prática dessa área me
estressam e não trazem
satisfação, devo tomar
cuidado em escolher um
curso e profissão que
abrange em sua função mais
de 40% de atividades desse
tipo
MERCADO DE TRABALHO

• Ficar atendo ao mercado de trabalho é


importante para entender o que se
busca de um profissional atualmente,
quais são as novas regras de trabalho, as
relações de competições...Esses fatores
ajudam potencialmente no investimento
de uma profissão e carreira
RETORNO FINANCEIRO

• Quanto pretendo ganhar?


• Quais os planos a curto, médio e longo
prazo para um bom retorno financeiro?
• Qual a valorização quero ter pelos
meus serviços?
CARACTERÍSTICAS
DAS PROFISSÕES

• Que tipo de atividade


gosto de fazer?
• Em que tipo de
ambiente gosto de
trabalhar?
• Quanto tempo
pretendo dedicar à
minha profissão?
** É importante conhecer as profissões
que se tem em mente antes da escola:
quais suas funções, remunerações,
ambiente e mercado de trabalho
INTERESSES Faço Gosto
E muito muito,
bem, mas
HABILIDADES mas não
não “levo
gosto... jeito”...
*Saber diferenciar aquilo que eu
tenho habilidade para fazer daquilo
que eu gosto de fazer é muito
importante. Nem sempre “o que eu
gosto eu sei fazer” ou “o que eu sei
fazer eu gosto”
VERDADEIRAS
MOTIVAÇÕES
Seja um medico meu filho
Vamos fazer pedagogia juntos?

Família
Amigos

Meu sonho é ser advogado

Eu mesmo
AGORA, COMO PODEMOS
REALIZAR UMA ORIENTAÇÃO
VOCACIONAL
ENTREVISTA
INICIAL
É importante ser realizada
uma entrevista inicial,
principalmente se for uma
aplicação individual. Nessa
entrevista, será levantada
informações relevantes
acerca da história de vida
do orientando. Caso seja
uma aplicação coletiva,
poder ser feito somente o
questionário de
autoconhecimento
AUTOCONHECIMENTO
Para fazer uma escolha
profissional é necessário
primeiramente ter
autoconhecimento, para isso
é importante fazer UMA LISTA,
respondendo a algumas
questões pessoais, que no
caso de aplicação coletiva
pode ser realizado como
forma de dinâmica e depois
entregar a folha para
responderem (questionário de
autoconhecimento*)
AGORA AS
CIENCIAS CARACTERISTICAS
LINGUISTICA,
LETRAS E
EXATAS E DA
TERRA PESSOAIS,
ARTES
COLOCADAS NA
LISTA ANTERIOR
CIENCIAS
CIENCIAS
BIOLÓGICAS
PRECISAM SER
HUMANAS
E DA SAÚDE RELACIONADAS
COM DUAS DAS
CIENCIAS
SOCIAIS E
ÁREAS DO
APLICADAS
CONHECIMENTO
CONHECENDO OS CURSOS
DENTRO DAS DUAS ÁREAS
ECOLHIDAS...
• De acordo com o Guia de
Profissões, devem ser
destacadas as profissões que
considera encaixar no perfil
ou que gostaria muito de
seguir.
• Se, ao pensar em uma
profissão, a mesma não
estiver no Guia de Profissões,
esta deve ser considerada
mesmo assim
Algumas sugestões de testes a serem aplicados em uma
orientação vocacional:

Matriz de Interesses e Habilidades Profissionais

Critérios para escolha de profissões

SDS – Questionário de busca autodirigida

APLICAÇÃO DE EAP- Escala de Aconselhamento Profissional


TESTES
PSICOLÓGICOS EMEP- Escala de Maturidade para Escola Profissional

TDP- Teste das Dinâmicas Profissionais

AIP- Avaliação dos interesses profissionais

**É bom que seja aplicado ao menos dois para validar melhor o resultado.
É interessante combinar testes que avaliam as escolhas (ex. Critérios... e
EAP) com testes que avaliam habilidades e interesses (ex. SDS, Matriz, AIP)
COMO ESTRUTURAR UMA
ORIENTAÇÃO VOCACIONAL
• Primeiramente é necessário fazer uma apresentação
sobre o que é e para que serve a orientação
vocacional (pode utilizar a apresentação do início)
• Se for aplicação coletiva faz o questionário de
autoconhecimento, somente entregando a folha para
preencher ou de forma dinâmica (ao final tem
sugestões de dinâmicas). Se for individual fica a
critério o questionário de autoconhecimento ou a
entrevista.
• Incentivar o orientando, antes ou após aplicação dos
testes a pesquisar sobre as profissões que tem em
mente ou pretende escolher
• Segue-se então a aplicação dos testes psicológicos.
O teste Critérios para escolhas profissionais tem
como tarefa de casa a pesquisa das profissões que se
encaixaram com o perfil do orientando
• Avaliação e feedback
FEEDBACK INDIVIDUAL
• Mesmo quando a
aplicação é coletiva, é
importante que o
resultado final seja
entregue
individualmente a fim
de possibilitar maior
segurança na escolha
do orientando.
COMO FAZER O QUESTIONÁRIO DE
AUTOCONHECIMENTO DE FORMA DINÂMICA

• Separar grupos ao questionar sobre os


objetivos das áreas do conhecimento.
Por exemplo: quem gosta e tem
facilidade em raciocínio lógico; interesse
em estudar formas de vida ou entender
as relações humanas... (É possível
verificar esses objetivos no guia de
profissões.
• Depois de formado os grupos, explicar
sobre as aeras do conhecimento e
pedir que falem as profissões que tem
em mente
• Em seguida preencher o questionário.
IMPORTÂNCIA DE FAZER A
APLICAÇÃO COLETIVA DE
FORMA DINÂMICA

• A atividade não fica


monótona
• Há maior participação e
interesse
• A aprendizagem é mais
efetiva
• Há interação do grupo,
troca de experiencias
A IMPORTÂNCIA DO
QUESTIONÁRIO DE
AUTOCONHECIMENTO E DA
ENTREVISTA

• Através das resposta é possível


avaliar os resultados dos testes de
forma mais eficaz, pois terá maior
conhecimento acerca da história
de vida e características pessoais
do orientando.
• Dessa forma, quando o resultado
oferecer varias opções, fica mais
fácil ajudar o orientando a
encontrar o melhor caminho, uma
vez que as profissões geralmente
são abrangentes e envolvem
diversas formas de atuação.
QUESTIONÁRIO DE AUTOCONHECIMENTO

 1.Qual o tipo de atividade que você gosta de fazer e qual que não
gosta?

 2.O que você faz bem, que considera ter habilidade? (pode relacionar
mais de um)

 3.O que te atrai, quais seus interesses quanto a vida acadêmica e


profissional?

 4.Quais são as suas características pessoais? Tente traçar seu perfil.

 5.Que tipo de vida gostaria de ter? (com relação a compromissos,


horários, rotina e ambiente de trabalho...)

 6.Quais as pessoas que mais você se identifica?

Relacione o que descreveu acima com pelo menos duas Áreas do


conhecimento:

1-
2-
GUIA DE PROFISSÕES

ÁREA DO PRINCIPAIS PROFISSÕES


CONHECIMENTO CARACTERÍSTICAS
Raciocínio lógico, Agronomia, Arqueologia,
estudo da matemática, Astrologia, Ciências
física e química, como aeronáuticas,
Ciências exatas e da peças fundamentais Estatística, Física,
terra Geofísica, Geologia,
Matemática,
Oceanografia, Química,
Zootecnia, Engenharia
mecânica, civil, de
produção,de alimentos,
ambiental...
Estudo de todas as Biomedicina, Biologia,
formas de vida. Estudo Medicina, Medicina
pautado em pesquisas veterinária, Fisioterapia,
Ciências biológicas e com o foco em seu Nutrição, Zootecnia,
da saúde funcionamento Farmácia,
Fonoaudióloga,
Odontologia, Psicologia,
Ciências e Tecnologia
de Alimentos, Ecologia
Entender quais as Administração, Ciências
necessidades da contábeis, Cinema,
sociedade e as Comercio Exterior,
conseqüências de viver Comunicação Social,
Ciências sociais e em sociedade. Área Economia, Hotelaria,
aplicadas voltada para os Jornalismo, Museologia,
aspectos sociais das Publicidade e
diversas realidades propaganda, Radio e
humanas TV, Relações públicas,
Serviço social, Turismo,
Sociologia, Direito,
Pedagogia
Compreensão dos Administração (RH),
fenômenos humanos e Antropologia,
sociais e da relação Arqueologia, Direito,
Ciências Humanas interdisciplinar entre Psicologia, Teologia,
eles. O objeto de estudo Filosofia, Pedagogia,
ou foco é o ser humano Serviço Social, Relações
publicas, Relações
internacionais,
Gastronomia
Valoriza o complexo Lingüística, Letras,
pensamento humano e Tradutor e interprete,
Lingüística, Letras e acompanha as novas Artes cênicas, Teatro,
Artes tendências e tecnologias Design, Dança, Musica,
Moda, História da arte,
Tradutor e interprete em
Libras, Cinema
Entrevista inicial para orientação vocacional

1- Fale sobre as profissões que já pensou em seguir, quando era criança,


adolescente e atualmente, enquanto jovem.
2- O que motivou seu interesse por essas profissões quando era criança e
adolescente?
3- E agora, o que te motiva a escolher essas profissões?
4- Você conhece essas profissões? Funções, mercado de trabalho...
5- Você considera ter habilidade para exercer tais funções? O que te faz
pensar que sim ou que não?
6- O que seus amigos e familiares falam sobre sua escolha profissional?
7- Quais as profissões de seus pais e pessoas mais próximas? Você acha
que alguma delas tem influência na sua escolha?
8- O que influencia sua escolha?
9- O que te faz ter dúvidas na escolha?
10-Que tipo de atividade gosta de realizar?
11-Em que tipo de ambiente gostaria de trabalhar? (aberto, fechado, com
pouca ou muitas pessoas, sozinha...)
12-Você quer ser valorizada profissionalmente pelo que?
13-Qual o retorno financeiro que pretende ter?
14-Gosta de desafios ou prefere rotina?
15-Quanto tempo pretende se dedicar ao trabalho?
Dinâmica: Técnica da cadeira Vazia
Objetivos
Trabalhar de maneira descontraída a questão da escola de uma profissão e suas
dificuldades.
Procedimentos:
Coloca-se uma cadeira vazia no meio da sala como o nome de uma pessoa que será
entrevistada. Pode ser um profissional, um familiar ou o próprio orientador. Três alunos
são escolhidos para se sentar atrás da cadeira e responder, enquanto o restante do grupo
faz as perguntas. Estas podem ser referentes à profissão escolhida pelo entrevistado, às
dificuldades que enfrentou, as atividades que desempenha.
Comentários:
Colocar o próprio jovem para responder as perguntas no lugar do profissional auxilia-o a
entender melhor suas próprias dificuldades para escolher. Muitas vezes, no final ele
comenta que não imaginava que fosse assim, que ele soubesse bastante sobre aquele
profissional e o que despertou estando no seu ligar. Isso permite que várias facetas de
uma mesma profissão possam ser trabalhadas, uma vez que três pessoas podem
responder de três maneiras diferentes à mesma pergunta.
Exercícios de Pesquisa:

-Procurar todas as informações disponíveis sobre à área em que se deseja atuar (livros,
internet, etc.);

-Proporcionar uma conversa com os profissionais da área escolhida, o que pode ser feita
uma entrevista com os profissionais ou das áreas de interesse para que seja de valia dos
alunos quanto a carreira a seguir, como: opiniões do mercado de trabalho, informações
que possa auxiliá-lo nesta escolha;

-Visita ao ambiente de trabalho desses profissionais;

Dinâmica: Técnica das atividades Profissionais


Objetivo:
Auxiliar o jovem a imaginar alguns tipos de atividades profissionais que gostaria de
desempenhar.
Procedimentos:
Assinale quais destas atividades você poderia desempenhar sentindo-se bem:
( ) atendimento a pessoas;

( ) movimentação em ambientes fechados;

( ) trabalho com as mãos;

( ) trabalho em equipe;

( ) ligado a instituição;
( ) que envolva instrumento de precisão;

( ) organização e sistematização de publicações;

( ) pequenos movimentos manuais precisos;

( ) que permita trabalhar em mais de uma lugar;

( ) que exija compreensão verbal;

( ) horário fixo;

( ) que envolva desenho a mão livre;

( ) desenvolvida em ambientais fechados;

( ) que exija estar bem vestido;

( ) convencer pessoas;

( ) atendimento a pessoas necessitadas;

( ) trabalhar sozinho;

( ) execução gráfica rica em detalhes;

( ) por conta própria – autônomo;

( ) manipulação de substâncias;

( ) uniformizado;

( ) horário livre;

( ) que permita traje informal;

( ) imaginar coisas novas;

( ) ajudar pessoas;

( ) que auxilie a transformação de mundo;

( ) ao ar livre;

( ) ligado à construção;

( ) direto com a natureza;

( ) que exija responsabilidade e decisão.

Liste, para cada item assinalado, aquelas profissões que você acha que envolveriam esse
tipo de requisito. Coloque todas que lhe vierem à cabeça.
Escolha três requisitos que você mais gostaria de desenvolver, e explique por que você
se sentiria bem atuando dessa forma.
Comentários:
Auxilia o jovem a tomar contato com as inúmeras atividades profissionais existentes.
Geralmente o jovem se vê colocado frente à situação de escolha pela primeira vez. Isso
provoca ansiedade, que vai sendo trabalhada ao longo do processo.
Dinâmica: Técnica Gosto e Faço
Objetivos:
Levantar as atividades que cada um gosta de executar.
Discutir sobre os sentimentos relacionados com essas atividades.
Auxiliar a discriminar os diferentes vínculos que estabelecemos com as diferentes
atividades.
Levar o jovem a se conhecer melhor por meio de uma conscientização do seu cotidiano.

Procedimentos:
Fazer um quadro das atividades que realiza em seu cotidiano:
Gosto e faço gosto e não faço /Não gosto e faço não gosto e não faço/ Tenho pouca, média
ou muita habilidade

Comentários
Geralmente o jovem gosta de realizar essa atividade, pois é um momento em que pode
parar para pensar em si mesmo por meio das coisas que realiza no seu dia-a-dia.
É importante que o coordenador do grupo realize a tarefa em si próprio antes de aplicá-la
no jovem e possa discuti-las com algum colega de trabalho.
Outro aspecto importante a ser analisado é em qual dos quadrantes se concentra o maior
número de atividades: se for no quadrante “não gosto e faço”, é bom pensar melhor no
assunto: por que fazemos tantas coisas de que não gostamos? Como podemos mudar
essa situação? Ou, se for no quadrante “gosto e não faço”, ver o que está acontecendo e
avaliar o que o está impedindo de realizar coisa de que gosta. Essa dinâmica pode ser
realizada na aplicação do Teste Matriz de Habilidades e Interesses Profissionais que
envolve exatamente esses aspectos.

Dinâmica -Técnica de Apresentação (cores)


Objetivos:
Tomar os momentos do grupo conhecidos a partir de características comuns e diferentes
entre eles.
Procedimentos:
Distribuir no chão papéis coloridos e solicitar que cada um se levante e escolha um papel.
Depois cada participante deve procurar os companheiros que têm a mesma cor e formar
um grupo. Cada grupo deverá criar uma forma de apresentar-se, de maneira que todos
estejam contemplados. Ao se apresentarem, devem estar falando de todos ao mesmo
tempo. Ao final, cada
Comentários:
Surgem maneiras bem diferentes e criativas de se apresentarem, por meio de poesia,
jogral, ou mesmo dramatizando uma situação. O mais importante é o processo de
conhecimento e a descoberta das semelhanças entre lês. Surge o sentimento de grupo,
por não se sentirem mais sozinhos em sua dificuldade de escolher.
Dinâmica: Técnica do cartaz – Integração do tempo
Objetivos:
Facilitar e dinamizar processos de associações e expressão de aspectos inconscientes
que são sugeridos pelo material oferecido. Propor uma reflexão sobre o passado, presente
e futuro.
Procedimentos:
Propor ao jovem fazer uma colagem utilizando em revistas e recortando as imagens por
ele escolhidas. Ele deverá mostrar como vê o seu passado, presente e futuro em relação
à sua escolha profissional. Pode-se utilizar as seguintes questões:
“Como eu vejo meu passado até o momento atual? Qual a profissão que imaginava para
mim quando eu era criança?
“O que espero para o meu futuro profissional? Como imagino meu futuro profissional
daqui a dez anos?”
Após a confecção dos cartazes, os mesmos são observados pelo grupo. Pode-se definir
várias formas de apresentação; 1) Cada um apresenta o seu cartaz e após todos
comentam. 2) Cada um escolhe o cartaz de um colega e faz o seu comentário, após o dono
do cartaz, e todos os colegas cometam. 3) Cada cartaz é comentado por todos do grupo
inicialmente e só após o dono do mesmo explica-o. Esta última traz muitos elementos para
serem discutidos, pois a colagem permite que o jovem se projete no cartaz de seu colega,
o que enriquece muito a discussão.
Comentários:
Esta técnica auxilia o jovem a trabalhar a questão da integração do tempo. O futuro é
construído a partir do que fomos no passado e das escolhas do presente. Esta técnica
pode ser realizada em dois momentos: inicialmente trabalha-se o passado até o presente,
no final do processo solicita-se o cartaz do futuro (pois neste momento o jovem tem mais
condições de se projetar no futuro).

*Para aplicação e avaliação do teste Matriz de Habilidades e Interesses Profissionais é
necessário ter o material original. Esta adaptação foi feita apenas para facilitar a aplicação
coletiva do teste.
Teste Matriz de Habilidades e Interesses Profissionais para aplicação coletiva: Tabela de
habilidades e interesses

1- Administrar, organizar informações 37- Explicar


2- Organizar dados ou objetos em grupos, 38- Lidar com sentimentos
segundo um critério
3- Estruturar rotinas 39-Escutar
4- Fiscalizar 40- Entrevistar
5- Monitorar 41- Agir com diplomacia diante de situações de
conflito
6- Fazer orçamentos 42- Aconselhar
7- Organizar elementos ou atividades para ter uma 43- Facilitar vínculos entre pessoas ou grupos
situação estruturada
8- Analisar situações, ideias ou objetos 44- Receber, hospedar
9- Lidar com finanças 45- Treinar, instruir através de explicações e
praticas
10- Realizar testes para medir qualidade 46- Ter contato com o publico
11- Revisar, corrigir e melhorar textos escritos 47- Falar para grupos
12- Controlar o progresso de dados, pessoas ou 48- Tratar, cuidar, promovendo saúde ou bem-
coisas estar de outras pessoas
13- Produzir figurinos de personagens 49- Coordenar atividades
14- Produzir artesanatos 50- Resolver processos, situações, eliminar
obstáculos
15- Decorar ambientes 51- Executar tarefas de forma pratica a fim de
cumprir um planejamento
16- Utilizar a intuição como base para tomada de 52- Designar tarefas a outras pessoas de acordo
decisões com suas capacidades
17- Expressar ideias ou sentimentos através de 53- Vender
desenhos, pinturas...
18- Design (dar formas para peças de todos os 54- Liderar
tipos)
19- Exibir, expor ideias ou objetos em publico 55- Supervisionar o desempenho de outras
pessoas
20- Redação criativa 56- Motivar
21- Composição musical 57- Negociar
22- Imaginar, inventar, fantasiar 58- Influenciar, persuadir, convencer
23- Apresentar obra artística, entreter o público... 59- Planejar etapas e ações
24- Atuar, dramatizar interpretando papéis 60- Promover e divulgar produtos ou serviços
25- Manipular ferramentas e máquinas com 61- Usar a teoria para entender fenômenos
precisão humanos ou naturais
26- Usar ferramentas eletrônicas ou mecânicas 62- Ler, estudar
27- Operar equipamentos eletrônicos ou 63- Sintetizar, resumir conceitos ou ideias
mecânicos
28- Dirigir veículos, transportando passageiros ou 64- Observar
produtos
29- Fazer projetos de construção, construir 65- Inventar-
30- Lidar com carpintaria 66- Investigar
31-Cultivar plantas 67- Escrever
32- Lidar com animais 68- Resolver problemas lógicos
33- Usar força física em atividades que exigem 69- Calcular
resistência
34- Usar habilidades mecânicas para montar, 70- Visualizar futuras tendências e possibilidades
ajustar e consertar
35- Reparar, consertar equipamentos 71- Produzir ideias
36- Utilizar coordenação corporal 72- Inovar procedimentos já existentes
*Para aplicação e avaliação do teste Matriz de Habilidades e Interesses Profissionais é
necessário ter o material original. Esta adaptação foi feita apenas para facilitar a aplicação
coletiva do teste.
Tabela para preencher de acordo com a numeração das características que estão na tabela
de habilidades e interesses, colocando apenas o que se refere a habilidades, independente
se tem interesse ou não.

Altamente Habilidade Pouco ou nada


habilidoso média habilidoso
*Para aplicação e avaliação do teste Matriz de Habilidades e Interesses Profissionais é
necessário ter o material original. Esta adaptação foi feita apenas para facilitar a aplicação
coletiva do teste.
Tabela para preencher, utilizando a tabela anterior. Classificar as habilidades de
acordo com os interesses (adoro, gosto muito, gosto, não gosto e detesto)

Altamente Habilidade média Pouco ou nada


habilidoso habilidoso
Adoro usar

Gosto muito
de usar

Gosto de
usar

Não gosto
de usar

Detesto usar