Você está na página 1de 1

EREMT Professor Antônio José Barboza dos Santos TEXTO II (questões 08 e 09)

Série 1º ano
Disciplina: Língua Portuguesa Ai flores, ai flores do verde pino,
vocês trazem novas do meu amigo!
Exercícios de Fixação (Trovadorismo) Ai Deus, onde está ele?

Ai flores, ai flores do verde ramo,


TEXTO I (questão 01 a 07) vocês trazem novas do meu amado!
Ai Deus, onde está ele?
A dona que eu sirvo e que muito adoro [....]
Mostrai-ma, ai Deus! Pois vos imploro, Você me pergunta pelo vosso amado,
Senão, dai-me a morte. e eu bem te digo que ele está vivo e são:
Ai Deus, onde está ele?
Essa que é luz destes olhos meus
Por quem sempre choram, mostrai-ma, ai Deus! E eu bem te digo que ele está vivo e são:
Senão, dai-me a morte. e estará contigo no prazo combinado:
Ai Deus, onde está ele?
Essa que entre todas fizeste formosa, [...]
Mostrai-ma, ai Deus! Onde vê-la eu possa, (João Garcia de Guilhade)
Senão, dai-me a morte.
08. As estrofes acima fazem parte de qual cantiga
A que me fizestes mais que tudo amar, medieval? Justifique.
Mostrai-ma onde possa com ela falar, Resposta
Senão, dai-me a morte. Cantiga de amigo, pois a mesma tem início com a
apresentação do cenário ligado à natureza e o próprio eu-
(Bernardo de Bonaval) lírico feminino se dirige às flores do verde pinho para
saber notícias do amado. A expressão que repete ao longo
01. A cantiga trovadoresca acima é satírica ou lírica? da cantiga representada pelo último verso de cada estrofe
Resposta revela a saudade dela pelo amado. Há um prazo
A cantiga trovadoresca acima é lírica. estabelecido para um reencontro. Contudo, a insegurança
da voz feminina faz com que ela se desabafe. O
02. Como pode ser classificada a cantiga de Bernardo de interlocutor (as flores do verde pinho) a tranquiliza,
Bonaval? Justifique. lembrando a ela que nada de mais aconteceu e que no
Resposta momento estabelecido o reencontro acontecerá.
Cantiga de amor, pois o eu-lírico é masculino e se refere à
sua amada como sendo uma figura idealizada, distante. O 09. Considerando ainda as mesmas estrofes, identifique
poeta fica na posição de fiel vassalo, fica às ordens de sua três características da cantiga em questão.
senhora, dama da corte, onde esse amor é considerado Resposta
como um objeto de sonho, ou seja, impossível, que está Eu-lírico feminino, expressão do sentimento feminino e
longe. ambiente rural.

03. O eu-lírico é masculino ou feminino? TEXTO III (questão 10)


Resposta
O eu-lírico é masculino. Maria Mateu, daqui vou desertar.
De cona não achar o mal me vem.
04. O eu-lírico faz um pedido. Qual? Aquela que a tem não ma quer dar
Resposta e alguém que ma daria não a tem.
Ele faz uma súplica a Deus pedindo que ele lhe de uma Maria Mateu, Maria Mateu,
chance de falar com sua amada. tão desejosa sois de cona como eu!

05. A quem o pedido é direcionado? Quantas conas foi Deus desperdiçar


Resposta quando aqui abundou quem as não quer!
Seu pedido é direcionado a Deus. E a outros, fê-las muito desejar:
a mim e a ti, ainda que mulher.
06. O amor, por ser impossível, é fonte de sofrimento para Maria Mateu, Maria Mateu
o trovador. Copie um trecho em que ocorra a expressão tão desejosa sois de cona como eu!
desse sofrimento. (Afonso Eanes de Coton)
Resposta
"Por quem sempre choram, mostrai-ma, ai Deus!" 10. A cantiga acima é escárnio ou de maldizer? Justifique.
Resposta
07. A não concretização de seu desejo revela um outro. Cantiga de maldizer dedicada por Afonso Eanes de Coton,
Qual é esse desejo? poeta do século XIII, a Maria Mateu de quem corriam
Resposta boatos de ser homossexual. Além de nomear a pessoa de
Ele sugere sua própria morte. quem se diz mal, a cantiga usa um termo de baixo calão
considerado muito grosseiro à época: "cona", que se refere
ao genital feminino.

Interesses relacionados