Você está na página 1de 13

Quando era adolescente, você combinou com alguém muito próximo para

fazerem um pacto?

De acordo com o dicionário Michaellis, a definição de Pacto é: [...] Ajuste,


contrato, convenção entre duas ou mais pessoas. [...]; no Dicio on-line: Acordo
realizado entre duas ou mais pessoas; contrato entre duas ou mais empresas;
convênio estabelecido entre Estados. [...]

Esclarecido o significado de Pacto, busquemos em nossa área:

Segundo o Conselho Nacional de Saúde, Pacto pela Saúde é um conjunto de


reformas institucionais do Sistema Único de Saúde onde as três esferas governamentais,
municípios, Estados e União aderem ao termo de compromisso de
gestão. Fonte:http://conselho.saude.gov.br/.

Fundamentação Legal: Portaria nº 399/Gabinete do Ministro de 22 de


fevereiro de 2006 Pacto pela Saúde .

O Pacto pela Saúde objetiva aumentar a qualidade e eficiência das respostas do SUS.
Redesenha a estrutura que delega a competência a cada gestor em sua instância,
dependendo das demandas de saúde da população e garantia da equidade. O TCG
estabelece compromissos como prioridade reduzir a mortalidade infantil, materna, por
câncer de mama e colo de útero, entre outros, controle de endemias e doenças emergentes
(como dengue, hanseníase, zika). Esta última também pelo mesmo vetor da dengue está
ingressando em novos termos pelo alto número de ocorrências de casos de microcefalia
ligados à Zika.

Uma das ações mais organizacionais após o Pacto pela Saúde, foi a reestruturação na
transferência de recursos da União para estados e municípios compilando mais de cem
divisões reduzindo a cinco áreas de financiamento: primária: Atenção Básica; secundária:
Média (especialidades) e Alta Complexidade (Hospitais), Vigilância em Saúde
(Epidemiológica, sanitária), Assistência Farmacêutica (medicamentos dispensados nas
unidades de saúde e farmácia de alto custo, farmácia popular) e Gestão do SUS.

Clique e consulte os volumes de 1 a 7 dos Pactos pela Saúde em:

As instituições interessadas em receber os volumes 1, 2, 3, 5, 6 e 7 poderão


solicitar através do e-mail dad@saude.gov.br contendo CNPJ, razão social,
endereço completo e responsável. As publicações são distribuídas
gratuitamente pelo Departamento de Apoio à Descentralização do Ministério
da Saúde.
Para saber mais leia: O que é o Pacto pela Saúde e como utilizar a
Coletânea.

O Pacto pela Saúde é composto por três componentes:

I- Pacto pela Vida

II- Pacto em Defesa do SUS

III-Pacto de Gestão do SUS

I- Pacto pela vida: Conjunto de compromissos sanitários expressos em objetivos de processos e resultados
de acordo com a análise da situação do país e suas prioridades. Os objetivos e prioridades do Pacto pela
Vida são: Saúde do Idoso, controle do câncer de colo uterino e mama, mortalidade infantil e materna,
doenças emergentes e endemias, promoção da saúde, fortalecimento da Atenção Básica à Saúde.

II-Pacto em Defesa do SUS: Ações concretas e articuladas para reforçar o SUS como política de
Estado mais do que política de governos. As suas prioridades são: Implementar um projeto de
mobilização social com a finalidade de Mostrar a saúde como direito de cidadania, Regulamentação
da EC nº 29, incremento dos recursos para saúde, aprovar o orçamento do SUS, elaborar e divulgar a
Carta dos Direitos dos Usuários do SUS.

III-Pacto de Gestão do SUS: Estabelece as responsabilidades de cada ente federado de forma a reduzir
as competências concorrentes. Esse pacto descentraliza as atribuições do MS para os estados e municípios
de forma radical diminuindo também a burocracia dos processos normativos. Tem por finalidade definir de
forma inequívoca a responsabilidade sanitária de cada instância gestora do SUS e estabelecer as diretrizes
para a gestão do SUS. Fonte: Ministério da Saúde.

RESUMO

Veremos de forma bastante agradável todos os assuntos tratados neste conteúdo


do Vídeo 3:

Pactos pela saúde 2006

FONTE: https://www.youtube.com/watch?v=ed2xHV-2hnM
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Série Pactos pela Saúde 2006, volumes 1 a 9, disponível
em:http://conselho.saude.gov.br/webpacto/index.htm, acesso em 07/02/16.

CARNEIRO, T.S.G. et al. O Pacto pela Saúde na prática cotidiana da Atenção Primária à
Saúde, 2015,disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v38n102/0103-1104-sdeb-38-102-0429.pdf,
acesso em 07/02/16.

DICIO ON-LINE. PACTO, disponível em: http://www.dicio.com.br/pacto/, acesso em 07/02/2016.

MICHAELLIS ON-LINE. PACTO, disponível


em:http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/definicao/pacto%20_1014274.html, acesso
em 07/02/16.

MPPR. O que é o Pacto pela Saúde e como utilizar a Coletânea. PR, disponível em:

http://www.saude.mppr.mp.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=387, acesso em 07/02/16.

______. Portaria nº 399/GM de 22 de fevereiro de 2006 Pacto pela Saúde, disponível em:
http://www.saude.mppr.mp.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=48, acesso em 07/02/16.

SILVA, Y.C. e ROQUETE, F.F. Competências do gestor em serviços de saúde: análise da


produção científica, no período de 2001 a 2011, disponível em:
file:///C:/Users/User/Downloads/RAS_v15n58_2-12.pdf, acesso em 07/02/16.

VASCONCELOS, Y.M. PACTO PELA SAÚDE, PORTARIA Nº 399/GM – 2006, disponível


em:http://www.ebah.com.br/content/ABAAAemYMAI/pacto-pela-saude, acesso em 07/02/16.

Vídeos

Vídeo1

BRASIL. CIAR UFG. SUS - Sistema Único de Saúde

FONTE: https://www.youtube.com/watch?v=_GKse_BCAWU, acesso em 07/02/16.

Vídeo2

Série SUS - Os princípios do SUS

FONTE: https://www.youtube.com/watch?v=PzVxQkNyqLs, acesso em 07/02/16.


Vídeo3

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Pactos pela saúde 2006, disponível


em:https://www.youtube.com/watch?v=ed2xHV-2hnM, acesso em 07/02/16.

PACTO PELA SAÚDE

Vamos recordar que o Pacto pela Saúde é composto por três componentes:

I- Pacto pela Vida.

II-Pacto em Defesa do SUS.

III-Pacto de Gestão do SUS.

Esse Pacto é firmado entre as partes (União, Estados, prefeituras municipais) através
de Termos de Compromisso de Gestão (T.C.G), como esse da imagem 1. (Para melhor
visualização, clique aqui).

Imagem 1

FONTE: http://www.saude.mppr.mp.br/arquivos/File/tcgm.pdf

Para entendermos cada um dos componentes do Pacto pela Saúde, disponibilizo links que
você consultar.

I- Pacto pela Vida.

1- Saúde do Idoso:

1.1 Leis, Políticas e Portarias - Saúde do Idoso.


1.2 Saúde da Pessoa Idosa

2- Controle do câncer de:

Colo uterino e da Mama.

3- Mortalidade infantil e Materna: Pacto Nacional pela Redução da


Mortalidade Materna e Neonatal.

Gráfico 1

4- Doenças emergentes e endemias, pág. 21.

5- Promoção da saúde

5.1-Política Nacional de Promoção da Saúde ,

5.2-Promoção de Saúde e Determinantes Sociais.

6-Fortalecimento da Atenção Básica à Saúde, pág. 21.

II-Pacto em Defesa do SUS e III-Pacto de Gestão do SUS.

Pactos Pela Vida, em Defesa do SUS e de Gestão


Pactos pela Saúde.

O Pacto de Gestão estabelece as responsabilidades claras de cada ente federado de forma a diminuir as
competências concorrentes e a tornar mais claro quem deve fazer o quê, contribuindo, assim, para o
fortalecimento da gestão compartilhada e solidária do SUS. Mais do que definir diretrizes nacionais, temos
que avançar na regionalização e descentralização do SUS, a partir de uma unidade de princípios, e uma
diversidade operativa que respeite as singularidades regionais. Reitera a importância da participação e do
controle social com o compromisso de apoio a sua qualificação. Explicita as diretrizes para o sistema de
financiamento público tripartite: busca critérios de alocação equitativa dos recursos; reforça os mecanismos
de transferência fundo a fundo entre gestores; integra em grandes blocos o financiamento federal e
estabelece relações contratuais entre os entes federativos. Reitera a importância da participação e do
controle social com o compromisso de apoio a sua qualificação. Prioridades: 1) DEFINIR A
RESPONSABILIDADE SANITÁRIA: federal, estadual e municipal, superando o atual processo de
habilitação. 2) ESTABELECER AS DIRETRIZES PARA A GESTÃO DO SUS, com ênfase na
Descentralização; Regionalização; Financiamento; Programação Pactuada e Integrada; Regulação;
Participação e Controle Social; Planejamento; Gestão do Trabalho e Educação na Saúde. SNA Ministério
da Saúde

Assista ao vídeo: Cartilha dos Direitos dos Usuários do SUS:


Vídeo1

FONTE: https://youtu.be/DgMjGGkxysQ

Reflexão: Que desafios são encontrados para cumprimento dos direitos dos usuários do
SUS?

Os trabalhadores de saúde oferecerão resistência às mudanças?

Situação Problema:

História real vivida ao ingressar como gestora da maior unidade básica de um


município da região oeste da grande São Paulo.Procure pensar que soluções você daria a
esse problema?

População (2009), em torno de 34.000 pessoas pertencentes à área de abrangência. Prédio


pequeno, construção estadual, o município não tinha autorização para alterar a planta
Usuários na maioria idosos; média de 3 aberturas de Pré-natal por semana.

PROBLEMA: Nos dias de marcação de consultas, a fila de pessoas dobrava a


esquina pois o espaço era insuficiente para atender tanta demanda. Idosos, pacientes
psiquiátricos, gestantes e crianças debaixo de chuva ou sol, hipertensos, diabéticos
aguardando atendimento. Por mais que a equipe otimizasse os procedimentos para
agenda (cada atendente com a agenda de um médico para dividir as filas), nada
resolveu para solucionar a inadequação de atendimento. O que você faria como
gestor(a)?

Imagem 2

FONTE: http://www.recantodasletras.com.br/humor/3529039

Pacientes do SUS esperam até 8 horas por atendimento em SP; demora é o relato
mais frequente de usuários, Arthur Guimarães Do UOL Notícias Em São
Paulo, 23/06/2010.

No RESUMO você vai encontrar o relato de minha experiência junto à minha equipe para
implantação de um projeto de agendamento.É natural que exista certa resistência tanto
por trabalhadores da saúde quanto por pacientes, pela gestão, aos novos programas, às
novas ações que derivam dos planos nacionais cujo objetivo é melhoria da qualidade dos
serviços oferecidos pelo SUS.

O Pacto pela Saúde é um acordo, um "combinado" entre União, Estado e município que
deve ser cumprido na tentativa de executar medidas de melhoria da produção da saúde.

Salve os links disponibilizados nos conteúdos porque serão muito úteis para você em sua
atuação como gestor(a) ou para estudar para provas, concursos, Enade, por exemplo.

Quanto à solução que dialoguei com a equipe foi marcação por telefone. Não pense que
foi aceita e aplaudida a ideia de primeira. Conversamos com setor de recepção,
enfermagem, equipe médica. A princípio a funcionária mais antiga dizia "Não vai dar
certo", mas com delicadeza pedi uma oportunidade para tentar, uma vez que eu tinha
acabado de chegar à UBS e ela cedeu... em parte, e eu cedi também em parte. Chegamos
a um consenso quanto a idade de idosos para agenda por telefone: acima de 65 anos
(porque nossa população entre 60 e 65 era muito grande). Fiz um cronograma com a
equipe, a cada procedimento novo adotado que desse certo, incluiríamos mais um perfil
de pacientes para atendermos. Mês a mês a equipe foi ficando animada, estipulou-se
horário para agendamento por telefone e os grupos foram aderindo. Gestantes e mães com
crianças menores de 1 ano, retorno de pacientes psiquiátricos e pacientes portadores de
necessidades especiais eram atendidos por telefone. O horário era respeitado e a linha
durante o agendamento não poderia ser utilizado para outro fim. Aos poucos o
atendimento foi melhorando tanto, que não havia mais intermináveis filas para
agendamento de consultas. O projeto foi visitado por outros colegas diretores para que
implantassem em suas unidades.

Sempre existe algo que podemos melhorar! Não desista nunca.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL.INCA, Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva. Prevenção de Câncer de
Mama,disponível
em:http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/acoes_programas/site/home/nobrasil/programa_controle_c
ancer_mama/, acesso em 08/02/16.

______________________ Prevenção de Câncer de Colo do útero, disponível


em:http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/acoes_programas/site/home/nobrasil/programa_nacional_
controle_cancer_colo_utero, acesso em 08/02/16.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde da Pessoa Idosa, disponível


em:http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/sas/daet/saude-da-pessoa-
idosa , acesso em 08/02/16.

_________________________. Ações e Programas, disponível


em:http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/acoes-e-programas, acesso em 08/02/16.

_________________________. Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e


Neonatal,disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/informes/psfinfo22.pdf, acesso em:
08/02/16.

__________________________. Plano Nacional de Saúde, 2012-2015.Doenças


Emergentes e Fortalecimento da Atenção Básica, disponíveis nas págs. 21 e 41
em:http://conselho.saude.gov.br/biblioteca/Relatorios/plano_nacional_saude_2012_2015.pdf, acesso em
08/02/16.

_________________________. Pactos Pela Vida, em Defesa do SUS e de


Gestãohttp://sna.saude.gov.br/download/PactospelaSaude_Parte2.pdf, acesso em 08/02/16.
BRASIL. UNASUS. Pactos e programas de atenção integral à saúde da criança no Brasil, disponível em:
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/307, acesso em 08/02/16.

FIO CRUZ. Leis, Políticas e Portarias, (Saúde do Idoso), disponível


em:http://www.saudeidoso.icict.fiocruz.br/index.php?pag=polit , acesso em 08/02/16.

_________. Promoção da Saúde, disponível em: https://www.bio.fiocruz.br/index.php/artigos/334-o-


conceito-de-promocao-da-saude-e-os-determinantes-sociais, acesso em: 08/02/16.

Ministério Público do Paraná. Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção à Saúde
Pública.Termo de Compromisso de Gestão, disponível
em: http://www.saude.mppr.mp.br/arquivos/File/tcgm.pdf, acesso em 08/02/16.

Vídeo1
UNB RÁDIO WEB SAÚDE. Cartilha dos Direitos dos Usuários do SUS, disponível em:
https://youtu.be/DgMjGGkxysQ, acesso em 08/02/16.

Imagens

Imagem1Termo de Compromisso Gestão Municipal, disponível em:


:http://www.saude.mppr.mp.br/arquivos/File/tcgm.pdf , acesso em 08/02/16.

Imagem2 Fila do SUS, disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/humor/3529039, acesso em


08/02/16.

Gráficos

Gráfico1 Taxa de Mortalidade Infantil por IBGE/ONU disponível


em:http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/09/alagoas-tem-maior-taxa-de-mortalidade-infantil-diz-
ibge.html, acesso em: 08/02/16.

PACTO PELA SAÚDE

Pactos pela Vida, em Defesa do SUS e de Gestão

O Pacto pela Saúde representa mudanças significativas para a execução do SUS.

Documento pactuado pelos 3 gestores do SUS, em reunião da Comissão Intergestores


Tripartite de 26/01/2006.

Aprovado no Conselho Nacional de Saúde, em 09/02/2006.

Publicado em Portaria GM/MS Nº 399, de 22/02/2006.


POR QUÊ O PACTO PELA SAÚDE?

Na tentativa de superar a fragmentação das políticas e programas de saúde.

 Organização de uma rede regionalizada entenda a regionalização em: Administração


pública: o pacto pela saúde como uma nova estratégia de racionalização das ações e
serviços em saúde no Brasil e hierarquizada de ações e serviços de saúde.
 Qualificação da gestão.

Reconhecer a autonomia de estados e municípios.

O Pacto de Gestão do SUS dá diretrizes para gestão do sistema nos aspectos:


Descentralização, Regionalização, Financiamento, Planejamento, Programação
Pactuada Integrada – PPI [...]

Vídeo 1: Programação Pactuada Integrada PPI - Pacto pela Saúde 2006

FONTE: https://youtu.be/t8m8npsGw8A

[...] Regulação da Atenção à Saúde e Assistencial, Participação e controle social, Gestão


do trabalho e educação em saúde.

Na prática, como se dá o cuidado integral na Atenção Básica?


Assista: Vídeo 1 Linha de cuidado para atenção integral à saúde de crianças,
adolescentes e suas famílias.
FONTE: https://youtu.be/_a0YoTPzra0

A linha de cuidado é uma estratégia que define as quatro dimensões do cuidado:


acolhimento, atendimento, notificação e seguimento na rede.

Recordando: O Pacto pela Saúde se apresenta em três aspectos:

1 Pacto pela Vida ( Saúde do Idoso, Controle do câncer de Colo uterino e Mama,
Mortalidade infantil e Materna, Doenças emergentes e endemias, Promoção da
saúde, Fortalecimento da Atenção Básica à Saúde).

Você sabia que :


- O grupo de idosos é o que mais cresce no Brasil? Leia em: Políticas públicas para
a saúde do idoso , CAMACHO e COELHO, 2010.

- Bem como esse artigo científico sobre a Saúde do Idoso, outros encontram-se
disponíveis para complementar seu estudo? A seguir adiciono links de textos
científicos e de vídeos curiosos que reforçarão nossos estudos.

- Sabia que você vai se surpreender com esta animação bem didática sobre
Prevenção do câncer do colo do útero:
Vídeo 2: O amor em tempos de HPV

FONTE: https://youtu.be/OlHkABRvSwI

- E como anda a taxa de Mortalidade infantil no Brasil em relação a 1990?


Descubra através do vídeo 3 da TVNBR
FONTE: https://youtu.be/ZvU2dhpnh_8

Em suas pesquisas procure sites com fontes confiáveis e científicas como BIREME,
SCIELO, MINISTÉRIO DA SAÚDE, IBGE, OMS, ONU, DATASUS e outros no caso
de assuntos relativos à saúde.

2-Pacto em Defesa do SUS disponível em:

FUNDAP/SP e Pactos pela Saúde, pág. 15.

3-Pacto de Gestão do SUS, pág. 17.

Situação Problema (S.P.)

Anote suas reflexões em uma agenda que você poderá consultar quando for atuar como
gestor.

Clara mora numa pequena cidade onde existem 05 Equipes de Estratégia de Saúde da
Família (ESF), que conseguem atender 85% da população, uma unidade de Pronto
Atendimento (UPA), um hospital municipal, com 25 leitos, apenas. Há dois laboratórios
de apoio diagnóstico conveniados com a secretaria municipal de saúde. O município
depende de outras cidades do estado para a realização de consultas e exames mais
especializados. No bairro onde Clara reside há ESF, que funciona de 7h às 17h, de
segunda a sexta. A história de Clara começa num domingo, ela acorda com uma sensação
de incômodo em uma das mamas e percebe uma secreção no mamilo. No autoexame
percebe que há um volume diferente de antes. Muito assustada por ter antecedentes
familiares com câncer, Clara procura atendimento médico de urgência, afinal, ela está
apavorada, e vai à UPA, porque o ESF está fechado aos finais de semana.

Para refletir: Se a Atenção Básica, é a porta de acesso do usuário no Sistema de Saúde


que análises podem ser feitas em relação aos dias e horários de funcionamento dessas
unidades? Será atendida pelo médico de urgência? Qual seria a saída para encaminhar
Clara à especialidade e exames? Registre suas reflexões e conclusões.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Pactos pela vida, Diretrizes, disponível


em:http://www.saude.mppr.mp.br/arquivos/File/volume1.pdf, acesso em 08/02/16.

_________________________ Programação Pactuada Integrada PPI - Pacto pela Saúde 2006,


disponível em: https://youtu.be/t8m8npsGw8A, acesso em 08/02/16.

_________________________ Linha de cuidado para atenção integral à saúde de crianças,


adolescentes e suas famílias, disponível em: https://youtu.be/_a0YoTPzra0, acesso em 08/02/16.

__________________________ Prevenção do câncer do colo do útero: Vídeo 1: O amor em tempos


de HPV, disponível em: https://youtu.be/OlHkABRvSwI, acesso em: 08/02/16.

CAMACHO, A.C.L.F. e COELHO, M.J. Políticas públicas para a saúde do idoso: revisão
sistemática políticas públicas para a saúde do idoso: revisão sistemática. Disponível em:
http://www.scielo.br/pdf/reben/v63n2/17.pdf, acesso em 08/02/16.

FADEL, C.B. et al. Administração pública: o pacto pela saúde como uma nova estratégia de
racionalização das ações e serviços em saúde no Brasil disponível
emhttp://www.scielo.br/pdf/rap/v43n2/v43n2a08, acesso em 08/02/16.

FUNDAP.SP. Pacto em Defesa do SUS, disponível


em:http://observasaude.fundap.sp.gov.br/pacto/pactoSus/Paginas/Default.aspx, acesso em
08/02/16.

MPPR. Pacto em defesa do SUS, disponível


em:http://www.saude.mppr.mp.br/arquivos/File/volume1.pdf, pág. 15, acesso em
08/02/16.
_______.Pacto de Gestão do SUS, disponível em pág.
17:http://www.saude.mppr.mp.br/arquivos/File/volume1.pdf, acesso em 08/02/16.

Vídeos

Vídeo 1 Linha de cuidado para atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e suas famílias,
disponível em:
https://youtu.be/_a0YoTPzra0, acesso em 08/02/16.
Vídeo 2: O amor em tempos de HPV, disponível em: https://youtu.be/OlHkABRvSwI, acesso em:
08/02/16.
Vídeo 3: TVNBR. Mortalidade infantil no Brasil em relação a 1990, disponível
em:https://youtu.be/ZvU2dhpnh_8, acesso em 08/02/16.