Você está na página 1de 80

Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Matéria: Direito Administrativo


Professor: Jonatas Albino do Nascimento
Princípios Básicos da Administração Pública
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Olá, pessoal!
Tudo bem? Muitas dúvidas? Não se esqueçam de usar o nosso fórum,
ok? Vamos falar um pouco da solução de provas.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Uma das coisas que vocês precisam saber para fazer uma boa prova é
controlar o tempo de realização de provas. Como podemos fazer isso:
1º Verifique o tempo total de realização da prova;
2º Diminua do tempo total 30 minutos para preencher o cartão resposta com
calmo. Um erro aqui pode custar caro;
3º Inicie a prova pelas matérias que você possui mais dificuldade ou que são
mais trabalhosas; e
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

4º Controle seu desempenho de tempos em tempos para verificar se o seu


ritmo está bom ou se você precisa acelerar.
Percebam que quando você está iniciando a prova sua mente está
funcionando melhor. Por outro lado, se você tentar ler uma daquelas questões
gigantescas de português pela primeira vez faltando 10 minutos para terminar
a prova pode ficar complicado...
Com relação ao controle do tempo é importante que você entenda que
em algumas matérias naturalmente você irá gastar mais tempo. O que eu
fazia nesse caso para controlar o tempo era ficar “pulando” entre uma matéria
de questões demoradas e outra cujas respostas são do tipo “bate-pronto”,
como Administração (você pode até não saber, mas não tem muito o que
enrolar).
Outra ideia interessante é parte primeiramente do controle do tempo.
Caso você tenha feito testes e conclua que há algum tempo de sobra, faça
uma pausa horária durante a prova. Mesmo que seja sentado mesmo, pare,
baba uma água, coma um chocolate ou bala que você levou. Isso vai fazer
com que seu cérebro “desligue” por um momento da atividade cansativa que é
a prova e descanse, mesmo que um pouco. Como consequência você irá
reiniciar em seguida com um nível de concentração maior. Seria como,
durante uma corrida, caminhar alguns metros.
Mas atenção: você não pode perder o controle do seu tempo, ou fazer
as pausas e ficar sem tempo no final. Certamente o prejuízo seria muito
maior.
Hoje vamos continuar com o tema Administração Pública. Os conceitos
iniciais são muito importantes para o seguimento da matéria e por isso não
deixe de fazer as revisões da aula passada e também resolver os exercícios!

Professor Jonatas Albino do Nascimento 2 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Sumário
1 – Princípios da Administração Pública .................................................... 4
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

1.1 – Princípios x Regras .........................................................................................................4


1.2 – Regime Jurídico Administrativo ......................................................................................4

2 – Princípios Administrativos com Previsão Constitucional ....................... 4


2.1 – Legalidade .....................................................................................................................5
2.2 – Impessoalidade ..............................................................................................................5
2.3 – Moralidade ....................................................................................................................6
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

2.4 – Publicidade ....................................................................................................................7


2.5 – Eficiência .......................................................................................................................8

4 – Questões Comentadas ........................................................................ 9


4.1 – CESPE ................................................................................................................................9
4.2 - ESAF .................................................................................................................................32
4.3 – FCC ..................................................................................................................................41
4.4 - FUNDATEC ....................................................................................................................... 46

5 – Lista de Exercícios ............................................................................. 53


5.1 – CESPE .............................................................................................................................. 53
5.2 - ESAF .................................................................................................................................64
5.3 - FCC...................................................................................................................................69
5.4 - FUNDATEC ....................................................................................................................... 72

6 – Gabarito ........................................................................................... 77
7 – Referencial Bibliográfico ................................................................... 80

Professor Jonatas Albino do Nascimento 3 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

1 – Princípios da Administração Pública

1.1 – Princípios x Regras

Princípios são conceitos que devem nortear todo o ordenamento


jurídico. Apesar de ser redundante falar isso, não é por acaso que a palavra
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

princípio tem como sinônimo início, começo. São os fundamentos que


devem ser observados até mesmo pelo Poder Legislativo na elaboração
das normas que irão regular nossa sociedade.
As regras jurídicas por sua vez apresentam significativas diferenças
em relação aos princípios. As regras são menos genéricas (geralmente
tem escopo mais reduzido) e menos abstratas (tratam de situações mais
específicas).

1.2 – Regime Jurídico Administrativo


Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

O regime jurídico administrativo é formado por dois princípios:


supremacia do interesse público e indisponibilidade do interesse
público. Esses dois princípios não estão expressamente previstos no
texto constitucional e são conhecidos também conhecidos como
supraprincípios
Este dois princípios representam os fundamentos que servem como
base para a criação dos demais princípios jurídicos. Isso ocorre porque só o
interesse público serve como justificativa para o estabelecimento de restrições
(indisponibilidade do interesse público) e prerrogativas (supremacia do
interesse público) da APU frente ao administrado.

REGIME JURÍDICO DA ADMINISTRAÇÃO

REGIME JURÍDICO REGIME JURÍDICO


DE DIREITO DE DIREITO
PÚBLICO PRIVADO

CONCEITO REGIME JURÍDICO


RESTRITO ADMINISTRATIVO

2 – Princípios Administrativos com Previsão Constitucional

Professor Jonatas Albino do Nascimento 4 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

A CF/88 estabelece em seu artigo 37 os princípios que devem pautar a


atuação da APU:
“Art. 37. A administração pública direta e indireta de
qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito
Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de
legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

eficiência e, também, ao seguinte:”

LIMPE

Legalidade Impessoalidade Moralidade Publicidade Eficiência


Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

2.1 – Legalidade

“Art 5º (...)
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma
coisa senão em virtude de lei;(...)”

Legalidade para o É permitido fazer tudo o que a


cidadão comum lei não proíbe

Legalidade para a É permitido fazer tudo o que a


Administração lei expressamente
Pública determina ou autoriza

2.2 – Impessoalidade

O princípio da Impessoalidade tem como objetivo direcionar a atuação


da APU no sentido maximizar os benefícios para a sociedade como um
todo (busca do interesse público), sem beneficiar esse ou aquele grupo de
pessoas. Nessa vertente, tal princípio também é conhecido como princípio da
finalidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 5 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Isonomia

Horizontal Vertical
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Pessoas em situações
Pessoas em situações diferentes
semelhantes devem ser tratadas
podem ter tratamentos distintos
da mesma forma

Impessoalidade
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Sem promoção
Busca do
pessoal do agente
Interesse Público
público

2.3 – Moralidade

O conceito de moralidade administrativa está ligado diretamente com a


nossa noção de certo e errado, sem, entretanto, nos restringirmos apenas ao
que está prescrito em lei.

agentes
públicos
se aplica aos:
MORALIDADE
demais
cidadãos
Buscar sempre o
interesse público

Escolha entre o honesto


Conceito
e desonesto
Indeterminado

Professor Jonatas Albino do Nascimento 6 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

2.4 – Publicidade

A publicidade está intimamente ligada ao conceito de democracia.


Como vimos, a democracia é o governo do povo. Para que este possa fiscalizar
e estar a par do que está ocorrendo no governo, é necessário que haja ampla
publicidade das ações do governo. Deve haver transparência na gestão da
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

coisa pública.

Atos sigilosos Não podem ser publicados

Atos internos Não precisam ser publicados


Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Atos Externos
Precisam ser publicados
(e não sigilosos)

Jurisprudência do Supremo Tribunal Federal

Divulgação da remuneração dos servidores públicos: tendo sido


questionado sobre a constitucionalidade de norma que previa que os
vencimentos dos agentes públicos fossem divulgados na internet, o
STF se posicionou pela constitucionalidade da norma. A corte maior
deixou claro, entretanto, que os dados cadastrais do servidor (identidade,
CPF, endereço) devem ser sigilosos para garantir a segurança dos agentes
públicos. (ARE 652777).

Publicação obrigatória dos custos de publicidade: ao analisar norma


que previa que o governo deveria divulgar sempre o custo da
publicidade na própria propaganda veiculada na mídia, a corte
suprema decidiu pela inconstitucionalidade da norma. ADInMC 2.472-RS,
rel. Min. Maurício Corrêa, 13.3.2002. (ADI-2472).

Professor Jonatas Albino do Nascimento 7 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

2.5 – Eficiência

O princípio da eficiência foi expressamente introduzido na CF/88


através da Emenda Constitucional 19/1998 que tinha como foco
implementar (ou iniciar isso) a chamada “Administração Pública
Gerencial”.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Qualquer dúvida recorra ao Fórum.


Não deixem de curtir: facebook.com/ProfJonatas
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 8 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

4 – Questões Comentadas

4.1 – CESPE
1. (CESPE/Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 18, 19, 37 e 38/TCE-
PA /2016)
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Acerca de função administrativa e atos administrativos, julgue o item a seguir.


Em razão do princípio da indisponibilidade do interesse público, o Estado
somente poderá exercer sua função administrativa sob o regime de direito
público.
Comentários.
Afirmativa incorreta. Há situações em que a Administração estabelece relações
regidas predominantemente pelo direito privado. A atuação de uma sociedade
de economia mista, membro da Administração Indireta e pessoa jurídica de
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

direito privado é um exemplo disso.


Gabarito 1. Errado.

2. (CESPE / Auditor Fiscal de Controle Externo / TCE-SC / 2016)


Em relação aos consórcios públicos, aos princípios do direito administrativo e à
organização da administração pública, julgue o item a seguir.
De acordo com a jurisprudência do STF, em exceção ao princípio da
publicidade, o acesso às informações referentes às verbas indenizatórias
recebidas para o exercício da atividade parlamentar é permitido apenas aos
órgãos fiscalizadores e aos parlamentares, dado o caráter sigiloso da natureza
da verba e a necessidade de preservar dados relacionados à intimidade e à
vida privada do parlamentar.
Comentários.
Afirmativa incorreta. O supremo se manifestou em relação à situação citada na
questão, conforme abaixo transcrito.
"As verbas indenizatórias para exercício da atividade parlamentar têm
natureza pública, não havendo razões de segurança ou de intimidade que
justifiquem genericamente seu caráter sigiloso." (STF, MS 28.178/DF, Rel.
Min. ROBERTO BARROSO, Tribunal Pleno, julgado em 04/03/2015).
Gabarito 2. Errado.

3. (CESPE / Excetos cargos 3 e 6 /TCE-SC / 2016)


O Tribunal de Contas de determinado estado da Federação, ao analisar as
contas prestadas anualmente pelo governador do estado, verificou que
empresa de publicidade foi contratada, mediante inexigibilidade de licitação,

Professor Jonatas Albino do Nascimento 9 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

para divulgar ações do governo. Na campanha publicitária promovida pela


empresa contratada, constavam nomes, símbolos e imagens que promoviam a
figura do governador, que, em razão destes fatos, foi intimado por Whatsapp
para apresentar defesa. Na data de visualização da intimação, a referida
autoridade encaminhou resposta, via Whatsapp, declarando-se ciente. Ao final
do procedimento, o Tribunal de Contas não acolheu a defesa do governador e
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

julgou irregular a prestação de contas.


A partir da situação hipotética apresentada, julgue o item a seguir.
Dado o teor da campanha publicitária, é correto inferir que, na situação, se
configurou ofensa aos princípios da impessoalidade e da moralidade.
Comentários.
Afirmativa correta. Há comando expresso na Constituição para que não haja
promoção pessoal durante publicidade governamental.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Art. 37 (...)
§ 1º A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos
órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação
social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que
caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.
Gabarito 3. Certo.

4. (CESPE / Técnico do Seguro Social / INSS / 2016)


Julgue o próximo item, a respeito dos atos administrativos.
Em decorrência do princípio da autotutela, não há limites para o poder da
administração de revogar seus próprios atos segundo critérios de conveniência
e oportunidade.
Comentários.
Afirmativa incorreta. A autotutela não é absoluta, havendo espécies de atos
administrativos que não podem ser revogados, dentre eles constam atos
vinculados, certidões e atos de procedimentos.
Gabarito 4. Errado.

5. (CESPE / Técnico em Assuntos Educacionais / DPU / 2016)


Em relação à administração pública direta e indireta e às funções
administrativas, julgue o item a seguir.
A aplicação da lei pelo Poder Executivo, no exercício da função administrativa,
depende de provocação do interessado, sendo vedada a aplicação de ofício.
Comentários.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 10 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

A aplicação da lei é poder / dever da Administração, devendo pautar a conduta


do agente público, independentemente de provocação.
Gabarito 5. Errado.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

6. (CESPE/Escrivão de Polícia Substituto/PC-GO/2016)


Sem ter sido aprovado em concurso público, um indivíduo foi contratado para
exercer cargo em uma delegacia de polícia de determinado município, por ter
contribuído na campanha política do agente contratante.
Nessa situação hipotética, ocorreu, precipuamente, violação do princípio da
a) supremacia do interesse público.
b) impessoalidade.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

c) eficiência.
d) publicidade.
e) indisponibilidade.
Comentários.
A alternativa correta é a letra B. O princípio que fora mais violado na situação
descrita é o da impessoalidade, visto que o que motivou a contratação foi um
motivo pessoal.
O princípio da Impessoalidade tem como objetivo direcionar a atuação da APU
no sentido maximizar os benefícios para a sociedade como um todo (busca do
interesse público), sem beneficiar esse ou aquele grupo de pessoas. Nessa
vertente, tal princípio também é conhecido como princípio da finalidade.
Gabarito 6. B.

7. (CESPE / Assistente Técnico / MI / 2013)


Julgue os seguintes itens, relativos a poderes e princípios da administração
pública.
Fere a moralidade administrativa a conduta do agente que se vale da
publicidade oficial para autopromover-se.
Comentários.
Afirmativa correta. A moralidade é, dentre outras possíveis definições, o agir
com ética e boa-fé por parte do administrador. No exemplo dado esses
preceitos não foram obedecidos pelo agente público em questão.
Gabarito 7. Certo.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 11 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

8. (CESPE / Todos os Cargos / MC / 2013)


Com relação ao direito administrativo, julgue o item a seguir.
Os princípios fundamentais orientadores de toda a atividade da administração
pública encontram-se explicitamente no texto da Constituição Federal, como é
o caso do princípio da supremacia do interesse público.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Comentários.
Afirmativa incorreta. São vários os princípios implícitos da Administração
Pública, inclusive o citado pelo examinador.
Gabarito 8. Errado.

9. (CESPE / Todos os Cargos / MC / 2013)


Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

A respeito dos princípios básicos da administração e dos poderes da


administração, julgue o item subsequente.
Nos casos de desapropriação e do exercício do poder de polícia do Estado,
constata-se nitidamente a aplicação do princípio da supremacia do interesse
público sobre o privado.
Comentários.
Afirmativa correta. Segundo o princípio da supremacia do interesse público, a
relação entre o interesse da sociedade e do particular será vertical,
prevalecendo sempre aquele.
Gabarito 9. Certo.

10. (CESPE / Especialista / DEPEN / 2013)


Segundo o princípio da legalidade, a administração pública vincula-se, em toda
sua atividade, aos mandamentos da lei, tanto em relação aos atos e às
funções de natureza administrativa quanto em relação às funções legislativa e
jurisdicional.
Comentários.
Afirmativa correta. Todas as funções e atividades do Estado são submetidas à
lei, não apenas a atividade administrativa.
Gabarito 10. Certo.

11. (CESPE / Técnico Judiciário / TJ-CE / 2014)


Assinale a opção que explicita o princípio da administração pública na situação
em que um administrador público pratica ato administrativo com finalidade

Professor Jonatas Albino do Nascimento 12 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

pública, de modo que tal finalidade é unicamente aquela que a norma de


direito indica como objetivo do ato.
a) impessoalidade
b) segurança jurídica
c) eficiência
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

d) moralidade
e) razoabilidade
Comentários.
A alternativa que corretamente responde ao enunciado é a letra A. O raciocínio
correto é que o administrador público pratica o ato administrativo sem levar
em conta seus próprios interesses, se prendendo apenas ao interesse público.
Essa forma de agir traz de forma mais marcante o princípio da
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

impessoalidade. Note que em questões em que o examinador coloca uma


situação e pede que o candidato aponte um princípio, há o pedido para “o
princípio mais adequado”. Portanto fique atento e seja sensível para conseguir
“ler” o que o examinador pretende que você entenda na questão.
As demais opções não se encaixam ao enunciado exposto pelo examinador.
Gabarito 11. A.

12. (CESPE / Técnico Judiciário / TJ-CE / 2014)


Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública,
assinale a opção correta.
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo,
anular os atos eivados de vício de ilegalidade.
b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e
princípios que norteia a atuação do poder público e o coloca numa posição
privilegiada.
c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto
constitucional, quando assegura ao servidor público o exercício irrestrito do
direito de greve.
d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao
administrador o dever de indicar os pressupostos de fato e de direito que
determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.
e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo
e, em determinados casos, obriga ao administrado seu cumprimento.
Comentários.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 13 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

A alternativa correta é a letra B. O regime-jurídico administrativo tem como


princípios basilares a supremacia do interesse público e a indisponibilidade do
interesse público, que conferem ao interesse público superioridade em relação
ao interesse particular.
A alternativa A é incorreta. A Administração Pública estará impedida de anular
um ato que, eventualmente maculado por vício, tenha produzido seus efeitos e
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

esteja plenamente exaurido.


A alternativa C é incorreta. O direito de greve não é irrestrito, conforme trecho
constitucional abaixo transcrito. Ressalte-se que a lei citada pela CF/88 ainda
não foi criada.
Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos
princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência
e, também, ao seguinte:
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

(...)
VII - o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei
específica;
(...)
A alternativa D é incorreta. Pode-se dizer que não há menção direta a esse
princípio da CF/88. No entanto há trechos do artigo 5º em que há referência
implícita ao princípio em comento:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza,
garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a
inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade, nos termos seguintes:
(...)
XXXIII - todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu
interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no
prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo
seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado;
LIV - ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido
processo legal;
LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em
geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e
recursos a ela inerentes;
(...)
A alternativa E é incorreta. Há situações em que o princípio da publicidade
será afastado, conforme trecho abaixo transcrito:

Professor Jonatas Albino do Nascimento 14 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza,
garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a
inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade, nos termos seguintes:
XXXIII - Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu
interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo


seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado.
Gabarito 12. B.

13. (CESPE / Técnico Judiciário / TRE-MA / 2009)


João, servidor público federal, obteve, mediante ação judicial transitada em
julgado, determinada vantagem pecuniária que, cerca de 15 anos depois, foi
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

incorporada aos proventos da sua aposentadoria. O TCU, ao examinar a


concessão da aposentadoria, determinou a suspensão do pagamento da
parcela, arguindo estar em conflito com jurisprudência pacífica do STF.
Considerando essa situação hipotética, para impedir o ato do TCU, a defesa de
João deve arguir o princípio da
a) legalidade.
b) moralidade.
c) impessoalidade.
d) segurança jurídica.
e) responsabilidade do Estado por atos administrativos.
Comentários.
A resposta correta é a alternativa D. Primeiramente cumpre-nos saber, em
palavras simples o significado de segurança jurídica: a certeza, por parte do
cidadão, de que não será surpreendido por alterações repentinas na legislação.
No caso, temos um sujeito que teve determinada parcela incorporada aos seus
ganhos. A suspensão dessa parcela, conforme dito na questão mexe em algo
que já estava consolidado há 15 anos.
Interessante lembrar que a segurança jurídica é princípio expresso da
Administração, conforme legislação abaixo transcrita.
Lei 9.784/99. Art. 2º A Administração Pública obedecerá, dentre outros, aos
princípios da legalidade, finalidade, motivação, razoabilidade,
proporcionalidade, moralidade, ampla defesa, contraditório, segurança
jurídica, interesse público e eficiência.
(...)
Gabarito 13. D.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 15 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

14. (CESPE/Técnico Judiciário - Área Judiciária/TJ-CE/2014)


Assinale a opção que explicita o princípio da administração pública na situação
em que um administrador público pratica ato administrativo com finalidade
pública, de modo que tal finalidade é unicamente aquela que a norma de
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

direito indica como objetivo do ato.


a) impessoalidade
b) segurança jurídica
c) eficiência
d) moralidade
e) razoabilidade
Comentários.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

A alternativa que corretamente responde ao enunciado é a letra A. O raciocínio


correto é que o administrador público pratica o ato administrativo sem levar
em conta seus próprios interesses, se prendendo apenas ao interesse público.
Essa forma de agir traz de forma mais marcante o princípio da
impessoalidade. Note que em questões em que o examinador coloca uma
situação e pede que o candidato aponte um princípio, há o pedido para “o
princípio mais adequado”. Portanto fique atento e seja sensível para conseguir
“ler” o que o examinador pretende que você entenda na questão.
As demais opções não se encaixam ao enunciado exposto pelo examinador.
Gabarito 14. A.

15. (CESPE/Técnico Judiciário - Área Judiciária/TJ-CE/2014)


Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública,
assinale a opção correta.
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo,
anular os atos eivados de vício de ilegalidade.
b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e
princípios que norteia a atuação do poder público e o coloca numa posição
privilegiada.
c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto
constitucional, quando assegura ao servidor público o exercício irrestrito do
direito de greve.
d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao
administrador o dever de indicar os pressupostos de fato e de direito que
determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 16 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo


e, em determinados casos, obriga ao administrado seu cumprimento.
Comentários.
A alternativa correta é a letra B. O regime-jurídico administrativo tem como
princípios basilares a supremacia do interesse público e a indisponibilidade do
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

interesse público, que conferem ao interesse público superioridade em relação


ao interesse particular.
A alternativa A é incorreta. A Administração Pública estará impedida de anular
um ato que, eventualmente maculado por vício, tenha produzido seus efeitos e
esteja plenamente exaurido.
A alternativa C é incorreta. O direito de greve não é irrestrito, conforme trecho
constitucional abaixo transcrito. Ressalte-se que a lei citada pela CF/88 ainda
não foi criada.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da


União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos
princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência
e, também, ao seguinte:
(...)
VII - o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei
específica;
(...)
A alternativa D é incorreta. Pode-se dizer que não há menção direta a esse
princípio da CF/88. No entanto há trechos do artigo 5º em que há referência
implícita ao princípio em comento:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza,
garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a
inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade, nos termos seguintes:
(...)
XXXIII - todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu
interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no
prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo
seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado;
LIV - ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido
processo legal;
LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em
geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e
recursos a ela inerentes;
(...)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 17 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

A alternativa E é incorreta. Há situações em que o princípio da publicidade


será afastado, conforme trecho abaixo transcrito:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza,
garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a
inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade, nos termos seguintes:
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

XXXIII - Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu
interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no
prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo
seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado.
Gabarito 15. B.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

16. (CESPE - Admin - SUFRAMA/2014)


A respeito do direito administrativo, julgue o item subsecutivo.
A impossibilidade da alienação de direitos relacionados aos interesses públicos
reflete o princípio da indisponibilidade do interesse público, que possibilita
apenas que a administração, em determinados casos, transfira aos
particulares o exercício da atividade relativa a esses direitos.
Comentários.
Perfeito o item. Devido ao princípio da indisponibilidade do interesse público,
não pode a APU alienar um direito que não é seu, mas da sociedade.
Gabarito 16. Certo.

17. (CESPE - Ag Adm - MDIC/2014)


No que concerne à licitação, ao controle da administração pública e ao regime
jurídico-administrativo, julgue o item.
Os princípios da administração pública expressamente dispostos na CF não se
aplicam às sociedades de economia mista e às empresas públicas, em razão
da natureza eminentemente empresarial dessas entidades.
Comentários.
Como verificados, tais princípios se aplicam tanto à APU Direta quanto à
indireta, em que se situam as Sociedades de Economia Mista e as Empresas
Públicas.
Gabarito 17. Errado.

18. (CESPE - Tec MPU - Apoio Técnico e Administrativo - Segurança


Institucional e Transporte/2015)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 18 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

O servidor responsável pela segurança da portaria de um órgão público


desentendeu-se com a autoridade superior desse órgão. Para se vingar do
servidor, a autoridade determinou que, a partir daquele dia, ele anotasse os
dados completos de todas as pessoas que entrassem e saíssem do imóvel.
Com referência a essa situação hipotética, julgue o item que se segue.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

O ato praticado pela autoridade superior, como todos os atos da administração


pública, está submetido ao princípio da moralidade, entretanto, considerações
de cunho ético não são suficientes para invalidar ato que tenha sido praticado
de acordo com o princípio da legalidade.
Comentários.
A moralidade pode sim ser utilizada para anular um determinado ato, mesmo
sendo esse um conceito indeterminado.
Gabarito 18. Errado.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

19. (CESPE/FUB/Assistente em Administração/2015)


A administração pública é regida por princípios fundamentais que atingem
todos os entes da Federação: União, estados, municípios e o Distrito
Federal. Com relação a esse assunto, julgue o item subsecutivo.
Apesar de o princípio da moralidade exigir que os atos da administração
pública sejam de ampla divulgação, veda-se a publicidade de atos que
violem a vida privada do cidadão.
Comentários.
Muitas vezes somos induzidos ao erro pela questão! Fique sempre atento! O
erro está em se falar no princípio da moralidade quando na verdade seria o da
publicidade.
Gabarito 19. Errado.

20. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
Para a aplicação do princípio da eficiência, exige-se expressa disposição na
legislação infraconstitucional.
Comentários.
O princípio da eficiência é um dos princípios inerentes à administração pública
e tem eficácia plena, não necessitando de qualquer legislação
infraconstitucionais para sua aplicabilidade.
Gabarito 20. Errada.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 19 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

21. (CESPE/ANTT – Todos os cargos/2013)


Acerca das teorias de regulação, das boas práticas regulatórias e da regulação
do setor de transportes terrestres no Brasil, julgue o item seguinte.
A proporcionalidade, no sentido de que o Estado só deve intervir quando se
fizer necessário e de forma proporcional aos problemas existentes, constitui
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

um valor que deve nortear a busca por uma maior qualidade regulatória.
Comentários.
O princípio da proporcionalidade está relacionado à necessidade de uma
atuação proporcional, assegurando o interesse público, mas sem ações
exageradas. Para se avaliar a proporcionalidade, três requisitos devem ser
atendidos:
 Adequação: os meios empregados devem ser adequados aos fins
pretendidos.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

 Exigibilidade: a conduta realizada deve ser necessária para se atingir o


fim pretendido.
 Proporcionalidade em sentido estrito: aqui a ideia é que o benefício
gerado seja superior à restrição imposta à população.
Gabarito 21. Certo.

22. (CESPE/TRT – 21ª Região (RN)/Técnico Judiciário/2010)


Acerca do direito administrativo, julgue os itens seguintes.
O princípio da continuidade dos serviços públicos pode ser relativizado na
hipótese de falta de pagamento do serviço de água pelo particular, uma vez
que o STF possui jurisprudência afirmando que a sua remuneração
caracteriza-se como preço público ou tarifa, sem natureza tributária, razão
pela qual o serviço seria suscetível de suspensão por falta de pagamento.
Comentários.
Segundo a lei 8987/95 (art 6º, §3º), não se caracteriza como descontinuidade
dos serviços a sua interrupção em situações de emergências ou após prévio
aviso quando:
 motivado por razões de ordem técnicas ou segurança das instalações;
 em virtude de inadimplemento do usuário, considerando o interesse de
coletividade.
Quanto à jurisprudência do STF, verifica-se no julgamento do RE 541.511,
Pleno, Relator o Ministro Ricardo Lewandowski, DJ de 26.06.09, de que o
entendimento é de que a taxa, assim como a tarifa, remunera a prestação de
um serviço público divisível e específico, distinguindo-se ambas, entretanto,
pelo fato de a primeira resultar de uma obrigação criada por lei e a segunda
decorrer de uma relação meramente contratual.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 20 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Gabarito 22. Certo.

23. (CESPE/TRE-RS/Analista Judiciário/2015 – ADAPTADA)


De acordo com o entendimento do STF, atende ao princípio da publicidade a
divulgação, em sítio eletrônico mantido pelo poder público, do valor dos
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

vencimentos e das vantagens pecuniárias referentes a cargo na administração


pública, porém não é legítima a publicação dos nomes dos servidores
ocupantes dos referidos cargos, sob pena de ofensa à intimidade e à
privacidade.
Comentários.
Conforme nosso quadro de Jurisprudências do STF, referente ao princípio da
publicidade, a Corte Maior se posicionou quanto a constitucionalidade da
norma que previa que os vencimentos dos agentes públicos fossem divulgados
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

na internet, deixando claro que os dados cadastrais do servidor (identidade,


cpf, endereço) devem ser sigilosos para garantir a segurança dos agentes
públicos.

Gabarito 23. Errado.

24. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
Dado o princípio da motivação, a administração deve indicar os fatos e os
fundamentos jurídicos quando pratica atos administrativos que imponham
sanções.

Comentários:
Segundo a lei 9784/99:
Art. 50. Os atos administrativos deverão ser motivados, com indicação dos
fatos e dos fundamentos jurídicos, quando:
II - Imponham ou agravem deveres, encargos ou sanções;
Gabarito 24. Certo.

25. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
O princípio da segurança jurídica informa a atividade jurisdicional, mas é
irrelevante à atividade administrativa.
Comentários.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 21 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

O princípio da segurança jurídica informa tanto a atividade jurisdicional quanto


a administrativa. O princípio está previsto na CF/88, que é umas das fontes do
Direito Administrativo.
Gabarito 25. Errado.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

26. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
O princípio da autotutela da administração dispensa o contraditório, ainda que
tenham decorrido efeitos concretos do ato a revogar.
Comentários.
O contraditório e a ampla defesa são as bases do princípio do Devido Processo
Legal e este é previsto expressamente na CF/88. O princípio da autotutela não
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

pode afastar um princípio garantido a todos pela Constituição.


Gabarito 26. Errado.

27. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
A legalidade na administração significa conformidade com a lei e autorização
da lei como condição da ação administrativa.
Comentários.
A Administração Pública não pode atuar contra a lei (contra legem) nem
além da lei (praeter legem), mas apenas segundo a lei (secundum legem).
Além disso, ela pode fazer (condição da ação administrativa) tudo o que a lei
expressamente determina ou autoriza.
Gabarito 27. Certo.

28. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
Os princípios da lealdade e da boa-fé estão compreendidos no princípio da
moralidade administrativa.
Comentários.
O conceito de moralidade não está definido na CF/88, sendo dado como um
conceito indeterminado pelo seu altíssimo nível de abstração e dificuldade de
se obter uma definição completa. Segundo Celso Antônio Bandeira de Mello,
pelo princípio da moralidade a Administração Pública e seus agentes devem
atuar conforme princípios éticos. O autor entende que compreendem no
âmbito da moralidade administrativa os princípios da lealdade e da boa-fé.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 22 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Além disso, em vários instrumentos legais há disposições quanto a esse


princípio. Vejamos a Lei 9784/99:

Art. 2o A Administração Pública obedecerá, dentre outros, aos princípios da


legalidade, finalidade, motivação, razoabilidade, proporcionalidade,
moralidade, ampla defesa, contraditório, segurança jurídica, interesse público
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e eficiência.

Parágrafo único. Nos processos administrativos serão observados, entre


outros, os critérios de:
IV - atuação segundo padrões éticos de probidade, decoro e boa-fé;
Gabarito 28. Certo.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

29. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
O princípio da finalidade decorre do expresso princípio constitucional da
publicidade.
Comentários.
O princípio da impessoalidade tem como objetivo direcionar a atuação da
APU no sentido maximizar os benefícios para a sociedade como um todo
(busca do interesse público), sem beneficiar esse ou aquele grupo de pessoas.
Nessa vertente, tal princípio também é conhecido como princípio da
finalidade. Assim, o princípio da finalidade decorre do expresso
princípio constitucional da impessoalidade.
Gabarito 29. Errado.

30. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
O princípio da impessoalidade é conceituado como o dever de motivação dos
atos administrativos.
Comentários.
O princípio da impessoalidade segue duas vertentes:

Professor Jonatas Albino do Nascimento 23 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Impessoalidade

Sem promoção
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Busca do
pessoal do agente
Interesse Público
público

Gabarito 30. Errado.

31. (CESPE/TCU/Auditor Federal de Controle Externo/2015)


No que se refere a ato administrativo, agente público e princípios da
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

administração pública, julgue o próximo item.


O princípio da eficiência, considerado um dos princípios inerentes à
administração pública, não consta expressamente na CF.
Comentários.
Princípios constantes do artigo 37 da CF/88:

Gabarito 31. Errado.

32. (CESPE/STJ/Técnico Judiciário/2015)


Julgue o item que se segue à luz dos princípios do direito administrativo.
Em um Estado democrático de direito, deve-se assegurar o acesso amplo às
informações do Estado, exigindo-se, com amparo no princípio da publicidade,
absoluta transparência, sem espaço para excepcionalidades no âmbito interno.
Comentários.
No âmbito interno, o princípio da publicidade pode ser afastado, já que os atos
internos não precisam ser publicados. Lembre-se do nosso esquema:

Professor Jonatas Albino do Nascimento 24 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Gabarito 32. Errado.

33. (CESPE/TJ-PB/Juiz Substituto/2015 – ADAPTADA)


Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

A administração pública deve dar publicidade aos atos administrativos


individuais e gerais mediante publicação em diário oficial, sob pena de afronta
ao princípio da publicidade.
Comentários.
Os atos administrativos individuais, que têm destinatários específicos, não
necessitam de publicação em diário oficial. De acordo com a jurisprudência do
STJ: no caso de concursos públicos não é razoável exigir do candidato a leitura
do diário oficial durante quatro anos para tomar conhecimento da sua
nomeação. Nesses casos, a comunicação deve ser pessoal.
Gabarito 33. Errado.

34. (CESPE/TJ-PB/Juiz Substituto/2015 – ADAPTADA)


Por força do princípio da motivação, que rege a atuação administrativa, a lei
veda a prática de ato administrativo em que essa motivação não esteja
mencionada no próprio ato e indicada em parecer.
Comentários.
De acordo com a Lei nº 9.784/99:
Art. 50 (...)
§ 1º A motivação deve ser explícita, clara e congruente, podendo consistir
em declaração de concordância com fundamentos de anteriores
pareceres, informações, decisões ou propostas, que, neste caso, serão
parte integrante do ato.
Gabarito 34. Errado.

35. (CESPE/TJ-DFT/Juiz Substituto/2015)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 25 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

I A administração pública não pode atuar com objetivo de prejudicar ou


beneficiar pessoas determinadas, nem os seus atos devem ser imputados aos
funcionários que os praticam, mas ao órgão da administração pública.
II A administração deve agir de modo célere, com o melhor desempenho
possível de suas atribuições, visando obter os melhores resultados.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

No direito administrativo, essas assertivas correspondem, respectivamente,


aos princípios da
a) supremacia do interesse público sobre o individual e da proporcionalidade.
b) legalidade e da eficiência.
c) impessoalidade e da razoabilidade.
d) impessoalidade e da eficiência.
e) moralidade e da isonomia.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Comentários.
Para o 1º item, mais uma vez devemos nos lembrar do nosso esquema:

Impessoalidade

Sem promoção
Busca do
pessoal do agente
Interesse Público
público

Já o 2º item é a definição do princípio da eficiência.


Gabarito 35. D.

36. (CESPE/FUB/Assistente em Administração/2015)


A administração pública é regida por princípios fundamentais que atingem
todos os entes da Federação: União, estados, municípios e o Distrito Federal.
Com relação a esse assunto, julgue o item subsecutivo.
De acordo com o princípio da moralidade, os agentes públicos devem atuar de
forma neutra, sendo proibida a atuação pautada pela promoção pessoal.
Comentários.
Várias questões desse tipo foram cobradas em 2015! A questão diz um
princípio, mas explica outro. Você deve estar atento para não cair nessa
pegadinha, depois de várias questões e cansaço! Não basta saber, tem que
saber fazer questões! O erro da questão foi falar em moralidade quando na
verdade seria impessoalidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 26 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Gabarito 36. Errado.

37. (CESPE/ANTAQ/Especialista em Regulação de Serviços de


Transportes Aquáticos/2014)
Com relação à administração pública e seus princípios fundamentais, julgue os
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

próximos itens.
O princípio da publicidade está relacionado à exigência de ampla divulgação
dos atos administrativos e de transparência da administração pública,
condições asseguradas, sem exceção, ao cidadão.
Comentários.
Já vimos que há exceções ao princípio da publicidade: atos sigilosos e
internos.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Gabarito 37. Errado.

38. (CESPE/ANATEL/Analista Administrativo - Direito/2014)


Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.
Atualmente, no âmbito federal, todo ato administrativo restritivo de direitos
deve ser expressamente motivado.
Comentários.
A regra, na Administração Pública brasileira, é que todos os atos ou decisões
administrativas devem ser motivados. Isso independe de o ato ser vinculado
ou discricionário. A lei 9784/99 prevê que os seguintes atos devem ser
motivados em certas situações (transcritas abaixo). Ocorre que, segundo a
doutrina, tal lista é meramente exemplificativa.
Art. 50. Os atos administrativos deverão ser motivados, com indicação dos
fatos e dos fundamentos jurídicos, quando:
I - Neguem, limitem ou afetem direitos ou interesses;
Gabarito 38. Certo.

39. (CESPE/TJ-SE/Titular de Serviços de Notas e Registros/2014 -


ADAPTADA)
O princípio administrativo da autotutela é considerado um princípio onivalente.
Comentários.
A grande dificuldade da questão é a palavra onivalente, que tem o significado
de universal, comum a todos. O princípio da autotutela está presente apenas
no ramo do Direito Administrativo, não sendo, portanto, universal ou comum a
todo o Direito.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 27 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Gabarito 39. Errado.

40. (CESPE/TJ-SE/Titular de Serviços de Notas e Registros/2014 -


ADAPTADA)
O princípio administrativo do interesse público é um princípio implícito da
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

administração pública.
Comentários.
O princípio citado é uma das bases do Direito Administrativo e é considerado
um princípio explícito da Administração Pública. Fique atento ao fato de
que ele não é expresso na CF/88, sendo considerado um princípio implícito
em relação à Constituição Federal.
Portanto, para que fique claro, implícito da CF/88, explícito da
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

administração pública.
Gabarito 40. Errado.

41. (CESPE – Ana - A SUFRAMA - Geral/2014)


Acerca do direito administrativo, julgue o item a seguir.
O princípio administrativo da autotutela expressa a capacidade que a
administração tem de rever seus próprios atos, desde que provocada pela
parte interessada, independentemente de decisão judicial.
Comentários.
Essa questão é a cara do CESPE. Quase tudo certo e um pequeno detalhe que
a torna incorreta. O certo seria: O princípio administrativo da autotutela
expressa a capacidade que a administração tem de rever seus próprios atos,
desde que provocada pela independente de provocação da parte interessada,
independentemente de decisão judicial.
Gabarito 41. Errado.

42. (CESPE - PJ - MPE AC/2014)


Com relação aos princípios que regem a administração pública, assinale a
opção correta.
a) Constatadas a concessão e a incorporação indevidas de determinada
gratificação especial aos proventos de servidor aposentado, deve a
administração suprimi-la em respeito ao princípio da autotutela, sendo
desnecessária a prévia instauração de procedimento administrativo.
b) Segundo o entendimento do STF, para que não ocorra violação do princípio
da proporcionalidade, devem ser observados três subprincípios: adequação,
finalidade e razoabilidade stricto sensu.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 28 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) O princípio da razoabilidade apresenta-se como meio de controle da


discricionariedade administrativa, e justifica a possibilidade de correção
judicial.
d) O princípio da segurança jurídica apresenta-se como espécie de limitação
ao princípio da legalidade, prescrevendo o ordenamento jurídico o prazo
decadencial de cinco anos para a administração anular atos administrativos
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

que favoreçam o administrado, mesmo quando eivado de vício de legalidade e


comprovada a má-fé.
e) Ferem os princípios da isonomia e da irredutibilidade dos vencimentos as
alterações na composição dos vencimentos dos servidores públicos, mediante
a retirada ou modificação da fórmula de cálculo de vantagens, gratificações e
adicionais, ainda que não haja redução do valor total da remuneração.
Comentários.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Vamos analisar cada item.


a) Falso. A APU deve anular seus atos inválidos. Entretanto, em situações que
o interessado é prejudicado, é essencial que seja dada oportunidade dele se
manifestar através de procedimento administrativo.
b) Falso. Os subprincípios são adequação, exigibilidade e proporcionalidade em
sentido restrito.
c) Verdadeiro. Os princípios da razoabilidade e proporcionalidade têm sido
usuados pelo Poder Judiciáio no controle dos atos administrativos.
d) Falso. O princípio da segurança jurídica apresenta-se como espécie de
limitação ao princípio da legalidade, prescrevendo no ordenamento jurídico o
prazo decadencial de cinco anos para a administração anular atos
administrativos que favoreçam o administrado, mesmo quando eivados de
vício de legalidade e salvo (inclui) comprovada a má-fé. No caso de má-fe, o
prazo decadencial não se aplica.
e) Falso. Veremos tal assunto com mais detalhes em aula futura, mas adianto
que o que é assegurado é o valor nominal dos vencimentos.
Gabarito 42. C.

43. (CESPE - Ag Adm - PF/2014)


Considerando que o DPF é órgão responsável por exercer as funções de polícia
judiciária da União, julgue o item a seguir.
O DPF, em razão do exercício das atribuições de polícia judiciária, não se
submete ao princípio da publicidade, sendo garantido sigilo aos atos praticados
pelo órgão.
Comentários.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 29 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

A DPF se submete ao princípio da publicidade apenas nos casos em que a


necessidade de sigilo pode ser afastada.
Gabarito 43. Errado.

44. (CESPE - TJ CE - Judiciária/2014)


Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública,


assinale a opção correta.
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo,
anular os atos eivados de vício de ilegalidade.
b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e
princípios que norteia a atuação do poder público e o coloca numa posição
privilegiada.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto


constitucional, quando assegura ao servidor público o exercício irrestrito do
direito de greve.
d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao
administrador o dever de indicar os pressupostos de fato e de direito que
determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.
e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo
e, em determinados casos, obriga ao administrado seu cumprimento.
Comentários.
Vamos avaliar cada item
a) Falso. Há um prazo de 5 anos para a APU anular seus atos.
b) Verdadeiro. O regime jurídico administrativo é exatamente o campo em que
a APU atua sob o regime de direito público.
c) Falso. Não existe exercício de greve irrestrito!
d) Falso. Há situações em que as decisões devem ser motivadas, como nas
decisões administrativas do judiciário.
e) Falso. A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato
administrativo e, em determinados casos, sempre obriga ao administrado seu
cumprimento.
Gabarito 44. B.

45. (CESPE - TJ CE - Judiciária/2014)


Assinale a opção que explicita o princípio da administração pública na situação
em que um administrador público pratica ato administrativo com finalidade

Professor Jonatas Albino do Nascimento 30 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

pública, de modo que tal finalidade é unicamente aquela que a norma de


direito indica como objetivo do ato.
a) impessoalidade
b) segurança jurídica
c) eficiência
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

d) moralidade
e) razoabilidade.
Comentários.
Uma das vertentes da impessoalidade é a busca pelo interesse público.
Gabarito 45. A.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

46. (CESPE - TJ CE - Judiciária/2014)


No que se refere ao regime jurídico administrativo, assinale a opção correta.
a) A criação de órgão público deve ser feita, necessariamente, por lei; a
extinção de órgão, entretanto, dado não implicar aumento de despesa, pode
ser realizada mediante decreto.
b) A autotutela administrativa compreende tanto o controle de legalidade ou
legitimidade quanto o controle de mérito.
c) A motivação deve ser apresentada concomitantemente à prática do ato
administrativo.
d) De acordo com o princípio da publicidade, que tem origem constitucional,
os atos administrativos devem ser publicados em diário oficial.
e) No Brasil, ao contrário do que ocorre nos países de origem anglo-saxã, o
costume não é fonte do direito administrativo.
Comentários
a) Falso. Se a criação ocorrer por lei, a extinção também deve ocorrer pelo
princípio da simetria.
b) Verdadeiro.
c) Falso. A motivação deve ser apresentada antes (regra), durante e
possivelmente até depois (convalidação).
d) Falso. Os atos devem ser publicados, mas não necessariamente no diário
oficial.
e) Falso. O costume é sim uma das fontes do DA.
Gabarito 46. B.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 31 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

47. (CESPE - TJ CE - Técnico-Administrativa - Administração/2014)


Com base no regime jurídico-administrativo e nos princípios da administração
pública, assinale a opção correta.
a) O princípio da proteção à confiança, de origem no direito norte-americano,
corresponde ao aspecto objetivo da segurança jurídica, podendo ser invocado
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

para a manutenção de atos administrativos inválidos quando o prejuízo


resultante da anulação for maior que o decorrente da manutenção do ato
ilegal.
b) O princípio da razoabilidade é considerado um princípio implícito da
administração pública, por não se encontrar previsto explicitamente na
legislação constitucional ou infraconstitucional.
c) As restrições ou sujeições especiais no desempenho da atividade de
natureza pública são consideradas consequências do princípio da supremacia
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

do interesse público sobre o privado, que integra o conteúdo do regime


jurídico-administrativo.
d) De acordo com o princípio da tutela, a administração pública direta, com o
objetivo de garantir a observância de suas finalidades estabelecidas nos
contratos, fiscaliza apenas as atividades desempenhadas pelas empresas
concessionárias e permissionárias de serviço público
e) Em observância ao princípio da motivação, deve a administração pública
indicar os fundamentos de fato e de direito de suas decisões, sendo
dispensável esse princípio quando se tratar da prática de atos discricionários.
Comentários.
a) Falso. O princípio da proteção à confiança, com origem no direito norte-
americano, corresponde ao aspecto objetivo subjetivo da segurança jurídica,
podendo ser invocado para a manutenção de atos administrativos inválidos
quando o prejuízo resultante da anulação for maior que o decorrente da
manutenção do ato ilegal.
b) Falso. Conforme visto, o princípio está previsto na legislação
infraconstitucional.
c) Verdadeiro.
d) Falso. É incorreto dizer que apenas as concessionários e permissionárias
são fiscalizadas. Todos que utilizem recursos públicos são fiscalizados,
inclusive as entidades da APUI.
e) Falso. O ato discricionário também deve ser motivado.
Gabarito 47. C.

4.2 - ESAF
48. (ESAF - Ana CVM/Arquivologia/2010)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 32 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Analise os itens a seguir, relacionados aos princípios que norteiam a atividade


da Administração Pública, e marque com V se a assertiva for verdadeira e com
F se for falsa. Ao final, assinale a opção correspondente.
( ) Segundo o princípio da impessoalidade, a atuação do administrador público
deve objetivar a realização do interesse público.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

( ) Em razão do princípio da isonomia, é vedada a adoção de quaisquer


discriminações positivas pela Administração Pública.
( ) As restrições ao direito de greve do servidor público decorrem do princípio
da continuidade das atividades da Administração Pública.
( ) A estipulação legal de prazo decadencial para a Administração anular seus
atos é contrária ao princípio da segurança jurídica.
a) V, F, F, F
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

b) F, V, V, F
c) V, V, V, V
d) F, V, F, V
e) V, F, V, F
Comentários.
Vamos avaliar por item
I – Verdadeiro. A impessoalidade prega que a APU deve buscar a realização
do interesse público.
II – Falso. O princípio da isonomia tem duas vertentes: horizontal e vertical.
Pela vertente vertical, pessoas que estão em situações distintas podem ser
tratadas de forma diferente.
III – Verdadeiro. Como falamos, o exercício do direito de greve dos servidores
públicos será regulado por lei específica, que até hoje não foi publicada.
Entretanto, a CF/88 já prevê a existência de restrições em tal direito.
IV – Falso. É exatamente o contrário. O prazo decadencial determina que se
um direito não for exercido até determinado momento, este deixa de existir,
tornando definitiva a situação naquele momento.
Gabarito 48. E.

49. (ESAF - Pref RJ/2010)


Referente aos princípios da Administração Pública, assinale a opção correta.
a) Tendo em vista o caráter restritivo da medida, é necessária lei formal para
coibir a prática de nepotismo no âmbito da Administração Pública, tornando-se
inviável, assim, sustentar tal óbice com base na aplicação direta dos princípios
previstos no art. 37, caput, da Constituição Federal.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 33 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

b) Entre os princípios da Administração Pública previstos expressamente na


Constituição Federal, encontram-se os da publicidade e da eficácia.
c) É viável impedir, excepcionalmente, o desfazimento de um ato, a princípio,
contrário ao Ordenamento Jurídico, com base no princípio da segurança
jurídica.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

d) O princípio da autotutela consiste na obrigatoriedade de o agente público,


independentemente da sua vontade, sempre defender o ato administrativo
quando impugnado judicialmente, em face da indisponibilidade do interesse
defendido.
e) O devido processo legal não é preceito a ser observado na esfera
administrativa, mas apenas no âmbito judicial.
Comentários:
a) Falso. Não é necessária lei formal para vedar a prática do nepotismo,
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

segundo pensamento do STF.


b) Falso. Entre os princípios da Administração Pública previstos expressamente
na Constituição Federal, encontram-se os da publicidade e da eficácia
eficiência.
c) Verdadeiro. Conforme verificamos no estudo do princípio da segurança
jurídica, há situações em que a própria lei 9784 veda a anulação dos atos
devido ao tempo decorrido desde a sua prática.
d) Falso. O princípio da autotutela determina que o agente deve rever seus
atos quando estes forem ilegais e não defendê-lo a qualquer custo.
e) Falso. O devido processo deve ser observado tanto na esfera administrativa
quanto na judicial. O STF tem inclusive utilizado tal postulado para justificar o
emprego dos princípios da razoabilidade e proporcionalidade.
Gabarito 49. C.

50. (ESAF - Pref RJ/2010)


Em relação aos princípios constitucionais da administração pública, é correto
afirmar que:
I. o princípio da publicidade visa a dar transparência aos atos da
administração pública e contribuir para a concretização do princípio da
moralidade administrativa;
II. a exigência de concurso público para ingresso nos cargos públicos reflete
uma aplicação constitucional do princípio da impessoalidade;
III. o princípio da impessoalidade é violado quando se utiliza na publicidade
oficial de obras e de serviços públicos o nome ou a imagem do governante, de
modo a caracterizar promoção pessoal do mesmo;

Professor Jonatas Albino do Nascimento 34 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

IV. o princípio da moralidade administrativa não comporta juízos de valor


elásticos, porque o conceito de "moral administrativa" está definido de forma
rígida na Constituição Federal;
V. o nepotismo é uma das formas de ofensa ao princípio da impessoalidade.
Estão corretas:
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

a) apenas as afirmativas I, II, III e V.


b) apenas as afirmativas I, III, IV e V.
c) as afirmativas I, II, III, IV e V.
d) apenas as afirmativas I, III e V.
e) apenas as afirmativas I e III.
Comentários.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

I – Verdadeiro. O princípio da publicidade é essencial para o controle da


administração por parte do cidadão. Só assim podemos verificar se a APU está
agindo de forma honesta – de acordo com o princípio da moralidade.
II – Verdadeiro. Pelo princípio da impessoalidade a APU deve sempre buscar a
realização do interesse público. Obviamente, a realização de concursos
públicos é determinante para selecionar os melhores candidatos e atender o
interesse público de ter os melhores servidores.
III – Verdadeiro. Como estudamos, há jurisprudência nesse sentido. É vedada
a propomoção pessoal (nominal) de qualquer governante em propagandas.
IV – Falso. O conceito de moralidade não está definido na CF/88 e é tido como
um conceito indeterminado, pela dificuldade de se obter uma definição
completa.
V – Verdadeiro. A prática de nepotismo representa uma fuga do interesse
público já que parentes/amigos são favorecidos, numa clara busca do
interesse particular de quem realizou a nomeação.
Gabarito 50. A.

51. (ESAF - Pref RJ/2010)


Em relação aos princípios constitucionais da administração pública, é correto
afirmar que:
I. viola o princípio da moralidade administrativa valer-se do cargo público para
obter vantagens ou favorecimentos pessoais;
II. a publicidade dos atos administrativos é necessária para que o cidadão
possa aferir a compatibilidade deles com o princípio da moralidade
administrativa;

Professor Jonatas Albino do Nascimento 35 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

III. a vedação de se utilizar na publicidade oficial de obras e de serviços


públicos o nome ou a imagem do governante tem por finalidade dar
efetividade ao princípio da impessoalidade;
IV. a pena de perda dos direitos políticos, em razão de condenação por ato de
improbidade administrativa, não se aplica aos servidores titulares de cargo de
provimento efetivo, visto que a estes a pena aplicável é a perda da função
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

pública;
V. fere o princípio da impessoalidade atender a pedido de preferência para a
prática de um ato, independentemente do motivo do pedido.
Estão corretas:
a) as afirmativas I, II, III, IV e V.
b) apenas as afirmativas I, II, III e V.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

c) apenas as afirmativas I, II, III e IV.


d) apenas as afirmativas I, II e III.
e) apenas as afirmativas I, IV e V.
Comentários.
I – Verdadeiro. Obter vantagens em função do cargo viola o princípio da
moralidade, pois o agente público não dever ter nenhum benefício por ser
servidor público, além daqueles estabelecidos em lei para o seu cargo, como
salário, auxílio alimentação, etc.
II – Verdadeiro. Seria extremamente difícil controlar a APU sem o pleno
emprego do princípio da publicidade.
III – Verdadeiro. Os enunciados começam a se repetir, mostrando a
importância de se resolver muitas questões.
IV - Falso. Os direito políticos estão associados à capacidade de votar e ser
votado. Não é porque um agente público irá perder a função pública que ele
deixa de estar sujeito à perda dos direito políticos.
V – Falso. Vimos que o princípio da igualdade permite o tratamento
diferenciado dependendo da situação.
Gabarito 51. D.

52. (ESAF - APO – MPOG - Planejamento e Orçamento2010)


A observância da adequação e da exigibilidade, por parte do agente público,
constitui fundamento do seguinte princípio da Administração Pública:
a) Publicidade.
b) Moralidade.
c) Legalidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 36 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

d) Proporcionalidade.
e) Impessoalidade.
Comentários.
Como vimos, os fundamentos do princípio da proporcionalidade são:
adequação, exigibilidade e proporcionalidade em sentido restrito.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Gabarito 52. D.

53. (ESAF - APO MPOG - Planejamento e Orçamento/2010)


Relativamente à necessidade de estabilização das relações jurídicas entre os
cidadãos e o Estado, há dois princípios que visam garanti-la. Assinale a
resposta que contenha a correlação correta, levando em consideração os
aspectos objetivos e subjetivos presentes para a estabilização mencionada.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

( ) Boa-fé;
( ) Presunção de legitimidade e legalidade dos atos da Administração;
( ) Prescrição;
( ) Decadência.
(1) Segurança Jurídica - aspecto objetivo.
(2) Proteção à confiança - aspecto subjetivo.
a) 1 / 1 / 2 / 2
b) 2 / 1 / 2 / 1
c) 2 / 2 / 1 / 1
d) 1 / 1 / 1 / 2
e) 2 / 2 / 2 / 1
Comentários.
Percebe-se que a banca trata os princípios da segurança jurídica e da proteção
à confiança como princípios distintos, o primeiro associado ao aspecto objetivo
e o segundo ao aspecto subjetivo. Vamos lá.
Primeiro e segundo itens: Tratam-se nitidamente de enunciados relacionados
ao aspecto subjetivo por se relacionarem à intenção e boa-fé dos envolvidos.
Ambos recebem o número 2 na correspondência.
Terceiro e quarto itens: Tanto a decadência quanto a prescrição atuam de
forma objetiva, tornando as relações jurídicas mais estáveis devido ao decurso
de prazo. Número 1 para ambos.
Gabarito 53. C.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 37 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

54. (ESAF – ACE – 2012)


Determinado município da federação brasileira, visando dar cumprimento a
sua estratégia organizacional, implantou o programa denominado
Administração Transparente. Uma das ações do referido programa consistiu na
divulgação da remuneração bruta mensal, com o respectivo nome de cada
servidor da municipalidade em sítio eletrônico da internet.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

A partir da leitura do caso concreto acima narrado, assinale a opção que


melhor exprima a posição do Supremo Tribunal Federal - STF acerca do tema.
a) A atuação do município encontra-se em consonância com o princípio da
publicidade administrativa.
b) A atuação do município viola a segurança dos servidores.
c) A atuação do município fere a intimidade dos servidores.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

d) A remuneração bruta mensal não é um dado diretamente ligado à função


pública.
e) Em nome da transparência, o município está autorizado a proceder a
divulgação da remuneração bruta do servidor e do respectivo CPF.
Comentários.
Segundo o STF, é possível divulgar a remuneração dos servidores, sendo
vedado publiciar dados que possam colocar sua segurança em risco, como o
endereço e outros dados cadastrais que podem ser utilizados em fraudes.
Gabarito 54. A.

55. (ESAF - ATRFB/Geral/2012)


A Súmula n. 473 do Supremo Tribunal Federal – STF enuncia: "A
administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os
tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por
motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e
ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial". Por meio da Súmula n.
473, o STF consagrou
a) a autotutela.
b) a eficiência.
c) a publicidade.
d) a impessoalidade.
e) a legalidade.
Comentários.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 38 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Enunciado literal do princípio da autotutela, segundo o qual a APU pode anular


seu atos inválidos (vinculados ou discricionários) ou revogar os atos que se
tornaram inoportunos (apenas os discricionários).
Gabarito 55. A.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

56. (ESAF/AFRFB/2012)
A possibilidade jurídica de submeter-se efetivamente qualquer lesão de direito
e, por extensão, as ameaças de lesão de direito a algum tipo de controle
denomina-se
a) Princípio da legalidade.
b) Princípio da sindicabilidade.
c) Princípio da responsividade.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

d) Princípio da sancionabilidade.
e) Princípio da subsidiariedade.
Comentários.
Essa é a definição exata do princípio da sindicabilidade. Princípio muito pouco
cobrado nas provas. Reparem que as outras opções também são de princípios
menos cobrados.
Gabarito 56. B.

57. (ESAF/APOFP SP/2009)


Quanto aos princípios direcionados à Administração Pública, assinale a opção
correta.
a) O princípio da legalidade significa que existe autonomia de vontade nas
relações travadas pela Administração Pública, ou seja, é permitido fazer tudo
aquilo que a lei não proíbe.
b) O ato administrativo em consonância com a lei, mas que ofende os bons
costumes, as regras da boa administração e os princípios de justiça, viola o
princípio da moralidade.
c) É decorrência do princípio da publicidade a proibição de que conste nome,
símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou
servidores públicos em divulgação de atos, programas ou campanhas de
órgãos públicos.
d) A Administração Pública pode, por ato administrativo, conceder direitos de
qualquer espécie, criar obrigações ou impor vedações aos administrados.
e) O modo de atuação do agente público, em que se espera melhor
desempenho de suas funções, visando alcançar os melhores resultados e com
o menor custo possível, decorre diretamente do princípio da razoabilidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 39 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Comentários.
a) Falso. A legalidade para a APU tem significado diferente da legalidade para
o particular. Para a APU é licito fazer apenas o que a lei determina ou autoriza.
b) Verdadeiro. A moralidade é um conceito mais amplo que a legalidade,
englobando os elementos citados na assertiva (bons costumes, justiça, etc)
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

c) Falso. É decorrência do princípio da publicidade impessoalidade a proibição


de que conste nome, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal
de autoridades ou servidores públicos em divulgação de atos, programas ou
campanhas de órgãos públicos.
d) Falso. A APU pode impor restrições ou limitar direitos do administrado, mas
não em todas as situações. Há casos em que a participação do judiciário é
essencial, como na cobrança de multas em que o particular se negue a pagar.
e) Falso. O modo de atuação do agente público visando alcançar os melhores
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

resultados e com o menor custo possível, decorre diretamente do princípio da


razoabilidade eficiência.
Gabarito 57. B.

58. (ESAF - DNIT - Administrativa/2013)


Segundo Meirelles (1985), administrar é gerir interesses segundo a lei, a
moral e a finalidade dos bens entregues à guarda e à conservação alheias. Se
os bens e interesses geridos são individuais, realiza-se a administração
privada; se são coletivos, realiza-se a administração pública. Neste contexto,
assinale a opção que não apresenta um dos princípios que norteiam a
Administração Pública.
a) Legalidade: presa aos mandamentos da lei, deles não podendo se afastar,
sob pena de invalidade do ato.
b) Impessoalidade: qualquer atividade de gestão pública deve ser dirigida a
todos os cidadãos, sem determinação de pessoa ou discriminação de qualquer
natureza.
c) Finalidade: impõe-se à administração pública a prática de atos voltados
para o interesse público.
d) Habilidade: por parte daqueles encarregados das operações, para dirigir e
coordenar estas operações a fim de que sejam cumpridos os planos.
e) Igualdade: todos os cidadãos são iguais perante a lei e, portanto, perante a
administração pública.
Comentários.
Todos os conceitos estão perfeitos, salvo o conceito de habilidade que foi
inventado pela banca.
Gabarito 58. D.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 40 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

59. (ESAF - AnaTA MTUR/2014)


Assinale a opção em que consta princípio da Administração Pública que não é
previsto expressamente na Constituição Federal.
a) Publicidade.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

b) Eficiência.
c) Proporcionalidade.
d) Legalidade.
e) Moralidade.
Comentários.
Questão muito fácil. Lembram do LIMPE? Legalidade, Impessoalidade,
Moralidade, Publicidade e Eficiência! O único que não está descrito aqui é o
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

princípio da Proporcionalidade.
Gabarito 59. C.

60. (ESAF - AFC - CGU -Auditoria e Fiscalização/Geral/2012)


O princípio que instrumentaliza a Administração para a revisão de seus
próprios atos, consubstanciando um meio adicional de controle da sua atuação
e, no que toca ao controle de legalidade, representando potencial redução do
congestionamento do Poder Judiciário, denomina-se
a) Razoabilidade.
b) Proporcionalidade.
c) Autotutela.
d) Eficiência.
e) Eficácia.
Comentários.
Definição do princípio da autotutela.
Gabarito 60. C.

4.3 – FCC
61. (FCC - TCE-PI/2014)
Uma determinada empresa pública ao rescindir unilateralmente o contrato de
trabalho com um de seus empregados públicos assim o fez sem indicar
qualquer fundamento de fato e de direito para sua decisão. O ato em questão
evidencia violação ao princípio administrativo

Professor Jonatas Albino do Nascimento 41 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

a) do controle.
b) da eficiência.
c) da publicidade.
d) da presunção de legitimidade.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e) da motivação.
Comentários.
Obviamente a empresa errou, pois não motivou seus atos.
Gabarito 61. E.

62. (FCC - TRT2 – Judiciária - Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2014)
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

O princípio da supremacia do interesse público informa a atuação da


Administração pública
a) subsidiariamente, se não houver lei disciplinando a matéria em questão,
pois não se presta a orientar atividade interpretativa das normas jurídicas.
b) alternativamente, tendo em vista que somente tem lugar quando não
acudirem outros princípios expressos.
c) de forma prevalente, posto que tem hierarquia superior aos demais
princípios.
d) de forma ampla e abrangente, na medida em que também orienta o
legislador na elaboração da lei, devendo ser observado no momento da
aplicação dos atos normativos.
e) de forma absoluta diante das lacunas legislativas, tendo em vista que o
interesse público sempre pretere o interesse privado, prescindindo da análise
de outros princípios.
Comentários.
Questão interessante da FCC. Não há hierarquia entre os princípios (letras a,
b, c e e incorretas). O princípio da supremacia do interesse público é um dos
princípios que formam o regime jurídico administrativo (o outro é a
indisponibilidade do interesse público) e tem ampla aplicação em toda APU.
Gabarito 62. D.

63. (FCC - TJ TRT19 - Administrativa - 2014)


Roberto, empresário, ingressou com representação dirigida ao órgão
competente da Administração pública, requerendo a apuração e posterior
adoção de providências cabíveis, tendo em vista ilicitudes praticadas por
determinado servidor público, causadoras de graves danos não só ao erário

Professor Jonatas Albino do Nascimento 42 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

como ao próprio autor da representação. A Administração pública recebeu a


representação, instaurou o respectivo processo administrativo, porém,
impediu que Roberto tivesse acesso aos autos, privando-o de ter ciência das
medidas adotadas, sendo que o caso não se enquadra em nenhuma das
hipóteses de sigilo previstas em lei. O princípio da Administração pública
afrontado é a
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

a) publicidade.
b) eficiência.
c) isonomia.
d) razoabilidade.
e) improbidade.
Comentários.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Claramente o princípio prejudicado foi o da publicidade, por ter mantido em


sigilo um processo que não requeria tal medida.
Gabarito 63. A.

64. (FCC - Ass Jur - TCE-PI/2014)


A Administração pública se sujeita a princípios na execução de suas funções,
expressamente consagrados na Constituição Federal ou implícitos no
ordenamento jurídico. Dessa realidade se pode depreender que
a) a violação aos princípios que regem a atuação da Administração pública dá
lugar a tutela judicial dos interesses em questão, desde que também tenha
havido infração à legislação vigente.
b) os princípios expressos na Constituição Federal são hierarquicamente
superiores aos demais princípios gerais de direito, ainda que previstos na
legislação setorial, posto que estes possuem natureza apenas opinativa para a
atuação da Administração pública.
c) a violação a algum dos princípios constitucionais permite a tutela judicial
para que sejam conformados ou anulados os atos da Administração pública.
d) somente os princípios expressos na Constituição Federal possuem
coercibilidade para conformar a Administração pública ao atendimento de seu
conteúdo.
e) os princípios previstos na legislação infraconstitucional são regras
desprovidas de sanção pelo seu descumprimento, de modo que sua violação
não se consubstancia em ilegalidade.
Comentários:

Professor Jonatas Albino do Nascimento 43 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

a) Falso. Não é necessária a infração à legislação vigente para a atuação do


Judiciário. A mera afronta aos princípios da APU já pode justificar a atuação do
Poder Judiciário.
b) Falso. Não há hierarquia entre os princípios.
c) Verdadeiro.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

d) Falso. Não há previsão para tal, tanto na legislação quanto na doutrina.


e) Falso. A violação dos princípios pode sim ensejar sanções.
Gabarito 64. C.

65. (FCC - TJ TRT16 - Administrativa/2014)


Em julgamento proferido pelo Supremo Tribunal Federal, a Corte Suprema
firmou entendimento no sentido de que assessor de Juiz ou de Desembargador
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

tem incompatibilidade para o exercício da advocacia. Ao fundamentar sua


decisão, a Corte explanou que tal incompatibilidade assenta-se, sobretudo, em
um dos princípios básicos que regem a atuação administrativa. Trata-se do
princípio da
a) supremacia do interesse privado.
b) publicidade.
c) proporcionalidade.
d) moralidade.
e) presunção de veracidade.
Comentários.
A função de assessor de juiz apresenta incompatibilidade com a advocacia,
pois pode ocorrer um conflito de interesses.
Gabarito 65. D.

66. (FCC - TRT16 - Judiciária - Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2014)
O Diretor Jurídico de uma autarquia estadual nomeou sua companheira,
Cláudia, para o exercício de cargo em comissão na mesma entidade. O
Presidente da autarquia, ao descobrir o episódio, determinou a imediata
demissão de Cláudia, sob pena de caracterizar grave violação a um dos
princípios básicos da Administração pública. Trata-se do princípio da
a) presunção de legitimidade.
b) publicidade.
c) motivação.
d) supremacia do interesse privado sobre o público.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 44 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

e) impessoalidade.
Comentários.
A nomeação de um parente como Diretor Jurídico da autarquia violou o
princípio da impessoalidade, pois houve a pratica de nepotismo.
Gabarito 66. E.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

67. (FCC - TRT18 – 2014)


Acerca dos princípios da Administração pública, é correto afirmar:
a) O princípio da boa-fé não vigora no Direito Administrativo, eis que é
atinente ao relacionamento entre sujeitos movidos pela autonomia da vontade
e a ele se contrapõe o princípio da impessoalidade, que impera nas relações
jurídico-administrativas.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

b) Os princípios do Direito Administrativo são mandamentos de otimização;


portanto, sua aplicação só é possível quando deles decorrerem consequências
favoráveis ao administrado.
c) No tocante ao princípio da motivação, admite-se, excepcionalmente, a
convalidação do ato imotivado, por meio da explicação a posteriori dos
motivos que levaram à sua prática, desde que tal vício não acarrete lesão ao
interesse público nem prejuízo a terceiros.
d) Por força do princípio da legalidade, atos praticados de forma inválida
devem ser anulados, independentemente das consequências decorrentes da
anulação.
e) Sendo a lei um mandamento moral e visto que, no âmbito da Administração
pública, só é permitido aos agentes públicos atuarem nos estritos limites da
lei, para atender à moralidade administrativa basta que o agente observe
fielmente os mandamentos legais.
Comentários.
Vamos avaliar cada item
a) Falso. Como vimos, o princípio da boa-fé existe no direito administrativo.
b) Falso. Os princípios são aplicáveis independente de resultarem em
consequencias favoráveis ou desfavoráveis.
c) Veradeiro. O ato administrativo que não tiver sido motivado pode ser
convalidado posteriormente.
d) Falso. Pelo princípio da boa-fé, se o administrado não agir de forma dolosa,
ele não pode ser prejudicado por ter confiado nos atos da APU. Esse
“independente das consequências” deixa a assertiva incorreta.
e) Falso. A moralidade é um conceito mais amplo que a legalidade
Gabarito 67. C.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 45 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

4.4 - FUNDATEC
68. (FUNDATEC / SEFAZ-RS / Auditor Fiscal da Receita Estadual
/ 2014)
A Constituição Federal determina que a Administração Pública direta e indireta
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

deva ser submetida aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade,


publicidade e eficiência. Analise as seguintes assertivas sobre o princípio da
eficiência:
I. A importância assumida pelo princípio da eficiência possibilita a sua
sobreposição em relação aos demais princípios da Administração Pública, em
especial em relação ao princípio da legalidade.
II. O princípio da eficiência pode ser considerado em relação ao modo de
atuação do agente público, ao qual se espera o melhor desempenho possível
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

de suas atribuições.
III. A adequação do modo de organização, estrutura e disciplina da
Administração Pública estão relacionadas ao princípio da eficiência.
Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) Apenas II e III.
Comentários.
A alternativa correta é a letra E. Façamos a análise de cada item.
Item I. Afirmativa incorreta. Os princípios devem coexistir de forma
harmônica, inexistindo hierarquia entre eles. Ademais, a Administração Pública
está submetida à legalidade estrita, de forma que todos os atos de seus
agentes devem estar previstos em lei.
Item II. Correto. O item traz um conceito possível para o princípio da
eficiência.
Item III. Correto. A adequação da estrutura administrativa e conduta de seus
agentes trará melhores resultados para os recursos empregados, o que
expressa o princípio da eficiência.
Gabarito 68. E.

69. (FUNDATEC / SEFAZ-RS / Técnico Tributário da Receita


Estadual - Prova 2 / 2014)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 46 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

No Direito Administrativo atual, os princípios exercem especial importância,


atuando como instrumento de interpretação, integração e fundamento dos
deveres jurídicos e limites da atuação estatal. Analise as seguintes assertivas
referentes aos princípios do Direito Administrativo.
I. O princípio da legalidade proporciona a presunção iure et iure de validade
dos atos administrativos.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

II. O princípio da eficiência, embora não sendo previsto no ordenamento


constitucional brasileiro, atua como requisito de eficácia dos atos
administrativos.

III. O princípio da moralidade administrativa pode ser utilizado, dentre outros


princípios do Direito Administrativo, como fundamentação para a vedação de
nomeação de pessoas com determinado grau de parentesco próximo, para o
exercício de cargos em comissão e funções de confiança na esfera
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

administrativa.
Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) Apenas II e III.
Comentários
A alternativa correta é a letra C. Vejamos a análise por item.
Item I. Incorreto. A presunção citada, iure et iure, é absoluta, sendo que a
presunção de validade dos atos é relativa, iures tantum, admitindo prova em
contrário.
Item II. Item incorreto, uma vez que o princípio da eficiência consta
expressamente do caput do artigo 37 da CF/88.
Item III. Correto. A vedação encontra-se na Súmula Vinculante nº 13 do STF.
“A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou
por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de
servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou
assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou,
ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em
qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a
Constituição Federal.”
Gabarito 69. C.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 47 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

70. (FUNDATEC / PROCERGS / Técnico de Nível Médio - Técnico


Contábil / 2012)
Analise as assertivas a seguir, levando em consideração os princípios que
regem a administração pública direta e indireta, conforme o disposto no art.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

37 da Constituição Federal.
O princípio da ____________ consiste em que só é permitido fazer o que a lei
autoriza ou permite. O princípio da__________ diz que o administrador tem
que tratar a todos os administrados sem discriminação ou privilégios, ficando
impedido de praticar atos no interesse próprio ou de terceiros. O princípio
da__________ representa requisito da eficácia e da moralidade, destinando-
se à produção dos efeitos externos dos atos administrativos. O princípio da
_________diz que o ato administrativo terá que obedecer à lei ética da
própria instituição.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas


acima.
a) Eficiência – Pessoalidade – Eficiência – Legalidade
b) Legalidade – Moralidade – Transparência – Ética
c) Transparência – Eficácia – Clareza – Responsabilidade Social
d) Legalidade – Impessoalidade – Publicidade – Moralidade
e) Moralidade – Impessoalidade – Eficácia – Legalidade
Comentários.
A alternativa que corretamente preenche o enunciado é a letra D.
Gabarito 70. D.

71. (FUNDATEC / PGE-RS / Procurador do Estado / 2011)


Assinale a alternativa correta.
a) Pelo princípio da legalidade administrativa, toda e qualquer conduta da
Administração Pública deve estar previamente autorizada em lei parlamentar
formal, sob pena de invalidade e nulidade da ação administrativa.
b) Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, o princípio da
moralidade administrativa está confinado a âmbito da ética da legalidade, a
qual não pode ser ultrapassada, sob pena de dissolução do próprio sistema
jurídico, ou seja, a moralidade administrativa não se relaciona diretamente
com os padrões e comportamentos reputados como honestos e virtuosos pelos
membros da sociedade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 48 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) Para efeitos de sua aplicação prática, o princípio da proporcionalidade


pressupõe, sucessivamente, a análise da razoabilidade, da adequação e da
proporcionalidade em sentido estrito de todo e qualquer ato administrativo.
d) Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, o princípio da
proteção da confiança dos administrados constitui a face objetiva do princípio
da segurança jurídica.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e) Quando se tratar de infração disciplinar mediante "verdade sabida", é


dispensável, segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal e do
Superior Tribunal de Justiça, o contraditório e a ampla defesa em favor do
servidor público infrator, devendo ser, todavia, respeitado o dever de
fundamentação ou motivação substancial da decisão disciplinar punitiva.
Comentários.
A alternativa correta é a letra B. Ela nos traz um trecho literal de uma decisão
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

do Ministro Roberto Barroso (RE 539220 PB). Simplificando a sua leitura, lá é


afirmado que a moralidade não pode servir de respaldo para que o agente
público aja fora da lei, ainda que seu ato seja aprovado pela sociedade. A
moralidade deve estar presente no ato, mas enquadrada na legalidade estrita
que se impõe à Administração Pública.
A alternativa A é incorreta, pois, por exemplo, um decreto, pode respaldar a
atuação do agente público.
A alternativa C é incorreta. Ela cobra os três requisitos que devem ser
atendidos para que a proporcionalidade tenha sido obedecida. São eles:
adequação, exigibilidade e proporcionalidade em sentido estrito.
A alternativa D é incorreta, pois trata-se, na verdade, da face subjetivo do
princípio da segurança jurídica.
A alternativa E está incorreta. Verdade sabida é o conhecimento pessoal da
infração pela autoridade competente para punir o servidor. Mesmo nestes
casos devem ser respeitados o contraditório e ampla defesa.
Gabarito 71. B.

72. (FUNDATEC / PGE-RS / Procurador do Estado / 2010)


Relativamente ao princípio do interesse público, pode-se afirmar que
a) é dotado de consistência autônoma já que ocorre um antagonismo entre o
interesse público das partes e o interesse do todo.
b) há uma relação íntima e indissociável entre o interesse público e os
interesses individuais, de modo que o primeiro resulta do conjunto dos
interesses que os indivíduos pessoalmente têm quando considerados na
qualidade de membros da sociedade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 49 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) os interesses públicos são insuscetíveis de serem defendidos pelos


particulares individualmente mesmo quando lhes acarretem ônus ou gravames
suportados isoladamente,
d) todos os interesses do Estado podem ser qualificados como públicos.
e) as prerrogativas inerentes à supremacia do interesse público sobre o
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

interesse privado podem ser empregadas legitimamente para satisfazer os


interesses secundários do Estado.
Comentários.
A alternativa correta é a letra B, que traz uma correta correlação entre os
interesses individuais e o interesse da sociedade como um todo.
A alternativa A está incorreta, pois, conforme corretamente exposto na
alternativa B, as vontades dos indivíduos compõem a vontade da sociedade
que eles integram.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

A alternativa C é incorreta. Como exemplo, cito a ação popular, que pode ser
utilizada para defender interesses coletivos, mas pode ser proposta pelo
cidadão comum.
A alternativa D é incorreta. O interesse público secundário é ligado à saúde
patrimonial e financeira do Estado. Dessa forma, por vezes o Estado poderá
adotar posturas que não coincidem com o interesse público para aumentar
arrecadação ou diminuir suas despesas.
A alternativa E está incorreta. O ordenamento jurídico está repleto de normas
e princípio para proteger a invasão do patrimônio individual pelo Estado.
Dessa forma, a relação de verticalidade para defesa de interesses patrimoniais
certamente é duvidosa. Ainda que haja a tentativa, certamente o
comportamento o não seria chancelado pelo Judiciário, caso provocado.
Gabarito 72. B.

73. (FUNDATEC / PGE-RS / Procurador do Estado / 2010)


Em relação aos princípios constitucionais aplicáveis à Administração Pública, é
correto dizer que:
a) O princípio da legalidade está assentado na estrutura do Estado de Direito,
consagra a ideia de que a Administração Pública só pode ser exercida em
conformidade com a lei e, além disso, tem previsão implícita na Constituição
Federal.
b) O princípio da finalidade impõe que o administrador público, ao exercer as
competências postas a seu encargo, aja com rigorosa obediência aos fins
propostos e que o princípio tem autonomia frente ao princípio da legalidade.
c) O princípio da proporcionalidade consagra a ideia de que as competências
administrativas só podem ser validamente exercidas na extensão e na

Professor Jonatas Albino do Nascimento 50 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

intensidade correspondentes ao que seja realmente demandado para atingir a


finalidade de interesse público a que estão atreladas.
d) O princípio da eficiência, previsto implicitamente na Constituição Federal,
impõe à Administração Pública o exercício de suas atribuições com rapidez,
perfeição e resultados melhores.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e) O princípio da publicidade permite a dispensa da publicação do ato


administrativo no Diário Oficial, quando o particular interessado tenha sido
notificado sobre o referido ato que lhe seja pertinente.
Comentários.
A alternativa correta é a letra C, que aborda corretamente o princípio da
proporcionalidade, que determina que todo o setor público deve atuar de
forma coerente, racional, tendo uma conduta adequada à situação em
questão. Esse conceito é bastante subjetivo e por isso vamos discorrer sobre
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

ele.
A alternativa A é incorreta, pois o princípio da legalidade consta
expressamente da CF/88.
A alternativa B é incorreta, pois os princípio devem ser interpretados de forma
harmônica.
A alternativa D é incorreta, pois o princípio da eficiência consta expressamente
da CF/88.
A alternativa E está incorreta. Em regra os atos que envolvam direitos devem
ser publicados. Isso ocorre não apenas para a ciência do interessado, mas
para a fiscalização da sociedade como um todo.
Gabarito 73. C.

74. (FUNDATEC / Prefeitura de Porto Alegre - RS / Procurador


Municipal - Bloco II e III / 2016)
Em nosso sistema constitucional, o princípio da moralidade abrange as
seguintes dimensões:
I. A “boa-fé”, que, no direito público, traduz- se pela tutela da confiança.
II. A eficiência.
III. A probidade administrativa (deveres de honestidade e lealdade).
IV. A razoabilidade (expectativa de conduta civilizada, do homem comum, da
parte do agente público).
Quais estão corretas?
a) Apenas I e III.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 51 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

b) Apenas I e IV.
c) Apenas II e IV.
d) Apenas II e III.
e) Apenas I, III e IV.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Comentários.
A alternativa correta é letra E. Façamos a análise de cada item.
Item I. Correto. A boa-fé estabelece que os envolvidos devem atuar de forma
leal e honesta.
Item II. Incorreta. A eficiência é um princípio à parte, não sendo dimensão
da moralidade.
Item III. Correta. A probidade administrativa pode ser entendida como uma
leitura possível do princípio da moralidade, havendo opiniões no sentido de
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

que não se confundem.


Item IV. Correta. Com base em posicionamento doutrinário bastante
específico a banca considerou o presente item correto.
Gabarito 74. E.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 52 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

5 – Lista de Exercícios

5.1 – CESPE
1. (CESPE/Conhecimentos Básicos - Cargos 1, 18, 19, 37 e 38/TCE-
PA /2016)
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Acerca de função administrativa e atos administrativos, julgue o item a seguir.


Em razão do princípio da indisponibilidade do interesse público, o Estado
somente poderá exercer sua função administrativa sob o regime de direito
público.

2. (CESPE / Auditor Fiscal de Controle Externo / TCE-SC / 2016)


Em relação aos consórcios públicos, aos princípios do direito administrativo e à
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

organização da administração pública, julgue o item a seguir.


De acordo com a jurisprudência do STF, em exceção ao princípio da
publicidade, o acesso às informações referentes às verbas indenizatórias
recebidas para o exercício da atividade parlamentar é permitido apenas aos
órgãos fiscalizadores e aos parlamentares, dado o caráter sigiloso da natureza
da verba e a necessidade de preservar dados relacionados à intimidade e à
vida privada do parlamentar.

3. (CESPE / Excetos cargos 3 e 6 /TCE-SC / 2016)


O Tribunal de Contas de determinado estado da Federação, ao analisar as
contas prestadas anualmente pelo governador do estado, verificou que
empresa de publicidade foi contratada, mediante inexigibilidade de licitação,
para divulgar ações do governo. Na campanha publicitária promovida pela
empresa contratada, constavam nomes, símbolos e imagens que promoviam a
figura do governador, que, em razão destes fatos, foi intimado por Whatsapp
para apresentar defesa. Na data de visualização da intimação, a referida
autoridade encaminhou resposta, via Whatsapp, declarando-se ciente. Ao final
do procedimento, o Tribunal de Contas não acolheu a defesa do governador e
julgou irregular a prestação de contas.
A partir da situação hipotética apresentada, julgue o item a seguir.
Dado o teor da campanha publicitária, é correto inferir que, na situação, se
configurou ofensa aos princípios da impessoalidade e da moralidade.

4. (CESPE / Técnico do Seguro Social / INSS / 2016)


Julgue o próximo item, a respeito dos atos administrativos.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 53 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Em decorrência do princípio da autotutela, não há limites para o poder da


administração de revogar seus próprios atos segundo critérios de conveniência
e oportunidade.

5. (CESPE / Técnico em Assuntos Educacionais / DPU / 2016)


Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Em relação à administração pública direta e indireta e às funções


administrativas, julgue o item a seguir.
A aplicação da lei pelo Poder Executivo, no exercício da função administrativa,
depende de provocação do interessado, sendo vedada a aplicação de ofício.

6. (CESPE/Escrivão de Polícia Substituto/PC-GO/2016)


Sem ter sido aprovado em concurso público, um indivíduo foi contratado para
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

exercer cargo em uma delegacia de polícia de determinado município, por ter


contribuído na campanha política do agente contratante.
Nessa situação hipotética, ocorreu, precipuamente, violação do princípio da
a) supremacia do interesse público.
b) impessoalidade.
c) eficiência.
d) publicidade.
e) indisponibilidade.

7. (CESPE / Assistente Técnico / MI / 2013)


Julgue os seguintes itens, relativos a poderes e princípios da administração
pública.
Fere a moralidade administrativa a conduta do agente que se vale da
publicidade oficial para autopromover-se.

8. (CESPE / Todos os Cargos / MC / 2013)


Com relação ao direito administrativo, julgue o item a seguir.
Os princípios fundamentais orientadores de toda a atividade da administração
pública encontram-se explicitamente no texto da Constituição Federal, como é
o caso do princípio da supremacia do interesse público.

9. (CESPE / Todos os Cargos / MC / 2013)


A respeito dos princípios básicos da administração e dos poderes da
administração, julgue o item subsequente.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 54 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Nos casos de desapropriação e do exercício do poder de polícia do Estado,


constata-se nitidamente a aplicação do princípio da supremacia do interesse
público sobre o privado.

10. (CESPE / Especialista / DEPEN / 2013)


Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Segundo o princípio da legalidade, a administração pública vincula-se, em toda


sua atividade, aos mandamentos da lei, tanto em relação aos atos e às
funções de natureza administrativa quanto em relação às funções legislativa e
jurisdicional.

11. (CESPE / Técnico Judiciário / TJ-CE / 2014)


Assinale a opção que explicita o princípio da administração pública na situação
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

em que um administrador público pratica ato administrativo com finalidade


pública, de modo que tal finalidade é unicamente aquela que a norma de
direito indica como objetivo do ato.
a) impessoalidade
b) segurança jurídica
c) eficiência
d) moralidade
e) razoabilidade

12. (CESPE / Técnico Judiciário / TJ-CE / 2014)


Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública,
assinale a opção correta.
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo,
anular os atos eivados de vício de ilegalidade.
b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e
princípios que norteia a atuação do poder público e o coloca numa posição
privilegiada.
c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto
constitucional, quando assegura ao servidor público o exercício irrestrito do
direito de greve.
d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao
administrador o dever de indicar os pressupostos de fato e de direito que
determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.
e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo
e, em determinados casos, obriga ao administrado seu cumprimento.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 55 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

13. (CESPE / Técnico Judiciário / TRE-MA / 2009)


João, servidor público federal, obteve, mediante ação judicial transitada em
julgado, determinada vantagem pecuniária que, cerca de 15 anos depois, foi
incorporada aos proventos da sua aposentadoria. O TCU, ao examinar a
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

concessão da aposentadoria, determinou a suspensão do pagamento da


parcela, arguindo estar em conflito com jurisprudência pacífica do STF.
Considerando essa situação hipotética, para impedir o ato do TCU, a defesa de
João deve arguir o princípio da
a) legalidade.
b) moralidade.
c) impessoalidade.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

d) segurança jurídica.
e) responsabilidade do Estado por atos administrativos.

14. (CESPE/Técnico Judiciário - Área Judiciária/TJ-CE/2014)


Assinale a opção que explicita o princípio da administração pública na situação
em que um administrador público pratica ato administrativo com finalidade
pública, de modo que tal finalidade é unicamente aquela que a norma de
direito indica como objetivo do ato.
a) impessoalidade
b) segurança jurídica
c) eficiência
d) moralidade
e) razoabilidade

15. (CESPE/Técnico Judiciário - Área Judiciária/TJ-CE/2014)


Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública,
assinale a opção correta.
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo,
anular os atos eivados de vício de ilegalidade.
b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e
princípios que norteia a atuação do poder público e o coloca numa posição
privilegiada.
c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto
constitucional, quando assegura ao servidor público o exercício irrestrito do
direito de greve.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 56 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao


administrador o dever de indicar os pressupostos de fato e de direito que
determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.
e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo
e, em determinados casos, obriga ao administrado seu cumprimento.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

16. (CESPE - Admin - SUFRAMA/2014)


A respeito do direito administrativo, julgue o item subsecutivo.
A impossibilidade da alienação de direitos relacionados aos interesses públicos
reflete o princípio da indisponibilidade do interesse público, que possibilita
apenas que a administração, em determinados casos, transfira aos
particulares o exercício da atividade relativa a esses direitos.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

17. (CESPE - Ag Adm - MDIC/2014)


No que concerne à licitação, ao controle da administração pública e ao regime
jurídico-administrativo, julgue o item.
Os princípios da administração pública expressamente dispostos na CF não se
aplicam às sociedades de economia mista e às empresas públicas, em razão
da natureza eminentemente empresarial dessas entidades.

18. (CESPE - Tec MPU - Apoio Técnico e Administrativo - Segurança


Institucional e Transporte/2015)
O servidor responsável pela segurança da portaria de um órgão público
desentendeu-se com a autoridade superior desse órgão. Para se vingar do
servidor, a autoridade determinou que, a partir daquele dia, ele anotasse os
dados completos de todas as pessoas que entrassem e saíssem do imóvel.
Com referência a essa situação hipotética, julgue o item que se segue.
O ato praticado pela autoridade superior, como todos os atos da administração
pública, está submetido ao princípio da moralidade, entretanto, considerações
de cunho ético não são suficientes para invalidar ato que tenha sido praticado
de acordo com o princípio da legalidade.

19. (CESPE/FUB/Assistente em Administração/2015)


A administração pública é regida por princípios fundamentais que atingem
todos os entes da Federação: União, estados, municípios e o Distrito
Federal. Com relação a esse assunto, julgue o item subsecutivo.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 57 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Apesar de o princípio da moralidade exigir que os atos da administração


pública sejam de ampla divulgação, veda-se a publicidade de atos que
violem a vida privada do cidadão.

20. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

– ADAPTADA)
Para a aplicação do princípio da eficiência, exige-se expressa disposição na
legislação infraconstitucional.
21. (CESPE/ANTT – Todos os cargos/2013)
Acerca das teorias de regulação, das boas práticas regulatórias e da regulação
do setor de transportes terrestres no Brasil, julgue o item seguinte.
A proporcionalidade, no sentido de que o Estado só deve intervir quando se
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

fizer necessário e de forma proporcional aos problemas existentes, constitui


um valor que deve nortear a busca por uma maior qualidade regulatória.
22. (CESPE/TRT – 21ª Região (RN)/Técnico Judiciário/2010)
Acerca do direito administrativo, julgue os itens seguintes.
O princípio da continuidade dos serviços públicos pode ser relativizado na
hipótese de falta de pagamento do serviço de água pelo particular, uma vez
que o STF possui jurisprudência afirmando que a sua remuneração
caracteriza-se como preço público ou tarifa, sem natureza tributária, razão
pela qual o serviço seria suscetível de suspensão por falta de pagamento.

23. (CESPE/TRE-RS/Analista Judiciário/2015 – ADAPTADA)


De acordo com o entendimento do STF, atende ao princípio da publicidade a
divulgação, em sítio eletrônico mantido pelo poder público, do valor dos
vencimentos e das vantagens pecuniárias referentes a cargo na administração
pública, porém não é legítima a publicação dos nomes dos servidores
ocupantes dos referidos cargos, sob pena de ofensa à intimidade e à
privacidade.

24. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
Dado o princípio da motivação, a administração deve indicar os fatos e os
fundamentos jurídicos quando pratica atos administrativos que imponham
sanções.

25. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 58 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

O princípio da segurança jurídica informa a atividade jurisdicional, mas é


irrelevante à atividade administrativa.

26. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

O princípio da autotutela da administração dispensa o contraditório, ainda que


tenham decorrido efeitos concretos do ato a revogar.

27. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
A legalidade na administração significa conformidade com a lei e autorização
da lei como condição da ação administrativa.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

28. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
Os princípios da lealdade e da boa-fé estão compreendidos no princípio da
moralidade administrativa.

29. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
O princípio da finalidade decorre do expresso princípio constitucional da
publicidade.

30. (CESPE/TRE-RS/Técnico Judiciário – Área Administrativa/2015


– ADAPTADA)
O princípio da impessoalidade é conceituado como o dever de motivação dos
atos administrativos.

31. (CESPE/TCU/Auditor Federal de Controle Externo/2015)


No que se refere a ato administrativo, agente público e princípios da
administração pública, julgue o próximo item.
O princípio da eficiência, considerado um dos princípios inerentes à
administração pública, não consta expressamente na CF.

32. (CESPE/STJ/Técnico Judiciário/2015)


Julgue o item que se segue à luz dos princípios do direito administrativo.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 59 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Em um Estado democrático de direito, deve-se assegurar o acesso amplo às


informações do Estado, exigindo-se, com amparo no princípio da publicidade,
absoluta transparência, sem espaço para excepcionalidades no âmbito interno.

33. (CESPE/TJ-PB/Juiz Substituto/2015 – ADAPTADA)


Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

A administração pública deve dar publicidade aos atos administrativos


individuais e gerais mediante publicação em diário oficial, sob pena de afronta
ao princípio da publicidade.

34. (CESPE/TJ-PB/Juiz Substituto/2015 – ADAPTADA)


Por força do princípio da motivação, que rege a atuação administrativa, a lei
veda a prática de ato administrativo em que essa motivação não esteja
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

mencionada no próprio ato e indicada em parecer.

35. (CESPE/TJ-DFT/Juiz Substituto/2015)


I A administração pública não pode atuar com objetivo de prejudicar ou
beneficiar pessoas determinadas, nem os seus atos devem ser imputados aos
funcionários que os praticam, mas ao órgão da administração pública.
II A administração deve agir de modo célere, com o melhor desempenho
possível de suas atribuições, visando obter os melhores resultados.
No direito administrativo, essas assertivas correspondem, respectivamente,
aos princípios da
a) supremacia do interesse público sobre o individual e da proporcionalidade.
b) legalidade e da eficiência.
c) impessoalidade e da razoabilidade.
d) impessoalidade e da eficiência.
e) moralidade e da isonomia.

36. (CESPE/FUB/Assistente em Administração/2015)


A administração pública é regida por princípios fundamentais que atingem
todos os entes da Federação: União, estados, municípios e o Distrito Federal.
Com relação a esse assunto, julgue o item subsecutivo.
De acordo com o princípio da moralidade, os agentes públicos devem atuar de
forma neutra, sendo proibida a atuação pautada pela promoção pessoal.

37. (CESPE/ANATEL/Analista Administrativo - Direito/2014)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 60 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.


Atualmente, no âmbito federal, todo ato administrativo restritivo de direitos
deve ser expressamente motivado.

38. (CESPE/ANTAQ/Especialista em Regulação de Serviços de


Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Transportes Aquáticos/2014)
Com relação à administração pública e seus princípios fundamentais, julgue os
próximos itens.
O princípio da publicidade está relacionado à exigência de ampla divulgação
dos atos administrativos e de transparência da administração pública,
condições asseguradas, sem exceção, ao cidadão.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

39. (CESPE/TJ-SE/Titular de Serviços de Notas e Registros/2014 -


ADAPTADA)
O princípio administrativo da autotutela é considerado um princípio onivalente.

40. (CESPE/TJ-SE/Titular de Serviços de Notas e Registros/2014 -


ADAPTADA)
O princípio administrativo do interesse público é um princípio implícito da
administração pública.

41. (CESPE – Ana - A SUFRAMA - Geral/2014)


Acerca do direito administrativo, julgue o item a seguir.
O princípio administrativo da autotutela expressa a capacidade que a
administração tem de rever seus próprios atos, desde que provocada pela
parte interessada, independentemente de decisão judicial.

42. (CESPE - PJ - MPE AC/2014)


Com relação aos princípios que regem a administração pública, assinale a
opção correta.
a) Constatadas a concessão e a incorporação indevidas de determinada
gratificação especial aos proventos de servidor aposentado, deve a
administração suprimi-la em respeito ao princípio da autotutela, sendo
desnecessária a prévia instauração de procedimento administrativo.
b) Segundo o entendimento do STF, para que não ocorra violação do princípio
da proporcionalidade, devem ser observados três subprincípios: adequação,
finalidade e razoabilidade stricto sensu.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 61 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) O princípio da razoabilidade apresenta-se como meio de controle da


discricionariedade administrativa, e justifica a possibilidade de correção
judicial.
d) O princípio da segurança jurídica apresenta-se como espécie de limitação
ao princípio da legalidade, prescrevendo o ordenamento jurídico o prazo
decadencial de cinco anos para a administração anular atos administrativos
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

que favoreçam o administrado, mesmo quando eivado de vício de legalidade e


comprovada a má-fé.
e) Ferem os princípios da isonomia e da irredutibilidade dos vencimentos as
alterações na composição dos vencimentos dos servidores públicos, mediante
a retirada ou modificação da fórmula de cálculo de vantagens, gratificações e
adicionais, ainda que não haja redução do valor total da remuneração.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

43. (CESPE - Ag Adm - PF/2014)


Considerando que o DPF é órgão responsável por exercer as funções de polícia
judiciária da União, julgue o item a seguir.
O DPF, em razão do exercício das atribuições de polícia judiciária, não se
submete ao princípio da publicidade, sendo garantido sigilo aos atos praticados
pelo órgão.

44. (CESPE - TJ CE - Judiciária/2014)


Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública,
assinale a opção correta.
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo,
anular os atos eivados de vício de ilegalidade.
b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e
princípios que norteia a atuação do poder público e o coloca numa posição
privilegiada.
c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto
constitucional, quando assegura ao servidor público o exercício irrestrito do
direito de greve.
d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao
administrador o dever de indicar os pressupostos de fato e de direito que
determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.
e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo
e, em determinados casos, obriga ao administrado seu cumprimento.

45. (CESPE - TJ CE - Judiciária/2014)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 62 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Assinale a opção que explicita o princípio da administração pública na situação


em que um administrador público pratica ato administrativo com finalidade
pública, de modo que tal finalidade é unicamente aquela que a norma de
direito indica como objetivo do ato.
a) impessoalidade
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

b) segurança jurídica
c) eficiência
d) moralidade
e) razoabilidade.

46. (CESPE - TJ CE - Judiciária/2014)


No que se refere ao regime jurídico administrativo, assinale a opção correta.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

a) A criação de órgão público deve ser feita, necessariamente, por lei; a


extinção de órgão, entretanto, dado não implicar aumento de despesa, pode
ser realizada mediante decreto.
b) A autotutela administrativa compreende tanto o controle de legalidade ou
legitimidade quanto o controle de mérito.
c) A motivação deve ser apresentada concomitantemente à prática do ato
administrativo.
d) De acordo com o princípio da publicidade, que tem origem constitucional,
os atos administrativos devem ser publicados em diário oficial.
e) No Brasil, ao contrário do que ocorre nos países de origem anglo-saxã, o
costume não é fonte do direito administrativo.

47. (CESPE - TJ CE - Técnico-Administrativa - Administração/2014)


Com base no regime jurídico-administrativo e nos princípios da administração
pública, assinale a opção correta.
a) O princípio da proteção à confiança, de origem no direito norte-americano,
corresponde ao aspecto objetivo da segurança jurídica, podendo ser invocado
para a manutenção de atos administrativos inválidos quando o prejuízo
resultante da anulação for maior que o decorrente da manutenção do ato
ilegal.
b) O princípio da razoabilidade é considerado um princípio implícito da
administração pública, por não se encontrar previsto explicitamente na
legislação constitucional ou infraconstitucional.
c) As restrições ou sujeições especiais no desempenho da atividade de
natureza pública são consideradas consequências do princípio da supremacia

Professor Jonatas Albino do Nascimento 63 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

do interesse público sobre o privado, que integra o conteúdo do regime


jurídico-administrativo.
d) De acordo com o princípio da tutela, a administração pública direta, com o
objetivo de garantir a observância de suas finalidades estabelecidas nos
contratos, fiscaliza apenas as atividades desempenhadas pelas empresas
concessionárias e permissionárias de serviço público
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e) Em observância ao princípio da motivação, deve a administração pública


indicar os fundamentos de fato e de direito de suas decisões, sendo
dispensável esse princípio quando se tratar da prática de atos discricionários.

5.2 - ESAF
48. (ESAF - Ana CVM/Arquivologia/2010)
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Analise os itens a seguir, relacionados aos princípios que norteiam a atividade


da Administração Pública, e marque com V se a assertiva for verdadeira e com
F se for falsa. Ao final, assinale a opção correspondente.
( ) Segundo o princípio da impessoalidade, a atuação do administrador público
deve objetivar a realização do interesse público.
( ) Em razão do princípio da isonomia, é vedada a adoção de quaisquer
discriminações positivas pela Administração Pública.
( ) As restrições ao direito de greve do servidor público decorrem do princípio
da continuidade das atividades da Administração Pública.
( ) A estipulação legal de prazo decadencial para a Administração anular seus
atos é contrária ao princípio da segurança jurídica.
a) V, F, F, F
b) F, V, V, F
c) V, V, V, V
d) F, V, F, V
e) V, F, V, F

49. (ESAF - Pref RJ/2010)


Referente aos princípios da Administração Pública, assinale a opção correta.
a) Tendo em vista o caráter restritivo da medida, é necessária lei formal para
coibir a prática de nepotismo no âmbito da Administração Pública, tornando-se
inviável, assim, sustentar tal óbice com base na aplicação direta dos princípios
previstos no art. 37, caput, da Constituição Federal.
b) Entre os princípios da Administração Pública previstos expressamente na
Constituição Federal, encontram-se os da publicidade e da eficácia.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 64 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) É viável impedir, excepcionalmente, o desfazimento de um ato, a princípio,


contrário ao Ordenamento Jurídico, com base no princípio da segurança
jurídica.
d) O princípio da autotutela consiste na obrigatoriedade de o agente público,
independentemente da sua vontade, sempre defender o ato administrativo
quando impugnado judicialmente, em face da indisponibilidade do interesse
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

defendido.
e) O devido processo legal não é preceito a ser observado na esfera
administrativa, mas apenas no âmbito judicial.

50. (ESAF - Pref RJ/2010)


Em relação aos princípios constitucionais da administração pública, é correto
afirmar que:
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

I. o princípio da publicidade visa a dar transparência aos atos da


administração pública e contribuir para a concretização do princípio da
moralidade administrativa;
II. a exigência de concurso público para ingresso nos cargos públicos reflete
uma aplicação constitucional do princípio da impessoalidade;
III. o princípio da impessoalidade é violado quando se utiliza na publicidade
oficial de obras e de serviços públicos o nome ou a imagem do governante, de
modo a caracterizar promoção pessoal do mesmo;
IV. o princípio da moralidade administrativa não comporta juízos de valor
elásticos, porque o conceito de "moral administrativa" está definido de forma
rígida na Constituição Federal;
V. o nepotismo é uma das formas de ofensa ao princípio da impessoalidade.
Estão corretas:
a) apenas as afirmativas I, II, III e V.
b) apenas as afirmativas I, III, IV e V.
c) as afirmativas I, II, III, IV e V.
d) apenas as afirmativas I, III e V.
e) apenas as afirmativas I e III.

51. (ESAF - Pref RJ/2010)


Em relação aos princípios constitucionais da administração pública, é correto
afirmar que:
I. viola o princípio da moralidade administrativa valer-se do cargo público para
obter vantagens ou favorecimentos pessoais;

Professor Jonatas Albino do Nascimento 65 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

II. a publicidade dos atos administrativos é necessária para que o cidadão


possa aferir a compatibilidade deles com o princípio da moralidade
administrativa;
III. a vedação de se utilizar na publicidade oficial de obras e de serviços
públicos o nome ou a imagem do governante tem por finalidade dar
efetividade ao princípio da impessoalidade;
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

IV. a pena de perda dos direitos políticos, em razão de condenação por ato de
improbidade administrativa, não se aplica aos servidores titulares de cargo de
provimento efetivo, visto que a estes a pena aplicável é a perda da função
pública;
V. fere o princípio da impessoalidade atender a pedido de preferência para a
prática de um ato, independentemente do motivo do pedido.
Estão corretas:
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

a) as afirmativas I, II, III, IV e V.


b) apenas as afirmativas I, II, III e V.
c) apenas as afirmativas I, II, III e IV.
d) apenas as afirmativas I, II e III.
e) apenas as afirmativas I, IV e V.

52. (ESAF - APO – MPOG - Planejamento e Orçamento2010)


A observância da adequação e da exigibilidade, por parte do agente público,
constitui fundamento do seguinte princípio da Administração Pública:
a) Publicidade.
b) Moralidade.
c) Legalidade.
d) Proporcionalidade.
e) Impessoalidade.

53. (ESAF - APO MPOG - Planejamento e Orçamento/2010)


Relativamente à necessidade de estabilização das relações jurídicas entre os
cidadãos e o Estado, há dois princípios que visam garanti-la. Assinale a
resposta que contenha a correlação correta, levando em consideração os
aspectos objetivos e subjetivos presentes para a estabilização mencionada.
( ) Boa-fé;
( ) Presunção de legitimidade e legalidade dos atos da Administração;
( ) Prescrição;

Professor Jonatas Albino do Nascimento 66 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

( ) Decadência.
(1) Segurança Jurídica - aspecto objetivo.
(2) Proteção à confiança - aspecto subjetivo.
a) 1 / 1 / 2 / 2
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

b) 2 / 1 / 2 / 1
c) 2 / 2 / 1 / 1
d) 1 / 1 / 1 / 2
e) 2 / 2 / 2 / 1

54. (ESAF – ACE – 2012)


Determinado município da federação brasileira, visando dar cumprimento a
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

sua estratégia organizacional, implantou o programa denominado


Administração Transparente. Uma das ações do referido programa consistiu na
divulgação da remuneração bruta mensal, com o respectivo nome de cada
servidor da municipalidade em sítio eletrônico da internet.
A partir da leitura do caso concreto acima narrado, assinale a opção que
melhor exprima a posição do Supremo Tribunal Federal - STF acerca do tema.
a) A atuação do município encontra-se em consonância com o princípio da
publicidade administrativa.
b) A atuação do município viola a segurança dos servidores.
c) A atuação do município fere a intimidade dos servidores.
d) A remuneração bruta mensal não é um dado diretamente ligado à função
pública.
e) Em nome da transparência, o município está autorizado a proceder a
divulgação da remuneração bruta do servidor e do respectivo CPF.

55. (ESAF - ATRFB/Geral/2012)


A Súmula n. 473 do Supremo Tribunal Federal – STF enuncia: "A
administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os
tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por
motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e
ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial". Por meio da Súmula n.
473, o STF consagrou
a) a autotutela.
b) a eficiência.
c) a publicidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 67 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

d) a impessoalidade.
e) a legalidade.

56. (ESAF/AFRFB/2012)
A possibilidade jurídica de submeter-se efetivamente qualquer lesão de direito
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e, por extensão, as ameaças de lesão de direito a algum tipo de controle


denomina-se
a) Princípio da legalidade.
b) Princípio da sindicabilidade.
c) Princípio da responsividade.
d) Princípio da sancionabilidade.
e) Princípio da subsidiariedade.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

57. (ESAF/APOFP SP/2009)


Quanto aos princípios direcionados à Administração Pública, assinale a opção
correta.
a) O princípio da legalidade significa que existe autonomia de vontade nas
relações travadas pela Administração Pública, ou seja, é permitido fazer tudo
aquilo que a lei não proíbe.
b) O ato administrativo em consonância com a lei, mas que ofende os bons
costumes, as regras da boa administração e os princípios de justiça, viola o
princípio da moralidade.
c) É decorrência do princípio da publicidade a proibição de que conste nome,
símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou
servidores públicos em divulgação de atos, programas ou campanhas de
órgãos públicos.
d) A Administração Pública pode, por ato administrativo, conceder direitos de
qualquer espécie, criar obrigações ou impor vedações aos administrados.
e) O modo de atuação do agente público, em que se espera melhor
desempenho de suas funções, visando alcançar os melhores resultados e com
o menor custo possível, decorre diretamente do princípio da razoabilidade.

58. (ESAF - DNIT - Administrativa/2013)


Segundo Meirelles (1985), administrar é gerir interesses segundo a lei, a
moral e a finalidade dos bens entregues à guarda e à conservação alheias. Se
os bens e interesses geridos são individuais, realiza-se a administração
privada; se são coletivos, realiza-se a administração pública. Neste contexto,

Professor Jonatas Albino do Nascimento 68 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

assinale a opção que não apresenta um dos princípios que norteiam a


Administração Pública.
a) Legalidade: presa aos mandamentos da lei, deles não podendo se afastar,
sob pena de invalidade do ato.
b) Impessoalidade: qualquer atividade de gestão pública deve ser dirigida a
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

todos os cidadãos, sem determinação de pessoa ou discriminação de qualquer


natureza.
c) Finalidade: impõe-se à administração pública a prática de atos voltados
para o interesse público.
d) Habilidade: por parte daqueles encarregados das operações, para dirigir e
coordenar estas operações a fim de que sejam cumpridos os planos.
e) Igualdade: todos os cidadãos são iguais perante a lei e, portanto, perante a
administração pública.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

59. (ESAF - AnaTA MTUR/2014)


Assinale a opção em que consta princípio da Administração Pública que não é
previsto expressamente na Constituição Federal.
a) Publicidade.
b) Eficiência.
c) Proporcionalidade.
d) Legalidade.
e) Moralidade.

60. (ESAF - AFC - CGU -Auditoria e Fiscalização/Geral/2012)


O princípio que instrumentaliza a Administração para a revisão de seus
próprios atos, consubstanciando um meio adicional de controle da sua atuação
e, no que toca ao controle de legalidade, representando potencial redução do
congestionamento do Poder Judiciário, denomina-se
a) Razoabilidade.
b) Proporcionalidade.
c) Autotutela.
d) Eficiência.
e) Eficácia.

5.3 - FCC
61. (FCC - TCE-PI/2014)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 69 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Uma determinada empresa pública ao rescindir unilateralmente o contrato de


trabalho com um de seus empregados públicos assim o fez sem indicar
qualquer fundamento de fato e de direito para sua decisão. O ato em questão
evidencia violação ao princípio administrativo
a) do controle.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

b) da eficiência.
c) da publicidade.
d) da presunção de legitimidade.
e) da motivação.

62. (FCC - TRT2 – Judiciária - Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2014)
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

O princípio da supremacia do interesse público informa a atuação da


Administração pública
a) subsidiariamente, se não houver lei disciplinando a matéria em questão,
pois não se presta a orientar atividade interpretativa das normas jurídicas.
b) alternativamente, tendo em vista que somente tem lugar quando não
acudirem outros princípios expressos.
c) de forma prevalente, posto que tem hierarquia superior aos demais
princípios.
d) de forma ampla e abrangente, na medida em que também orienta o
legislador na elaboração da lei, devendo ser observado no momento da
aplicação dos atos normativos.
e) de forma absoluta diante das lacunas legislativas, tendo em vista que o
interesse público sempre pretere o interesse privado, prescindindo da análise
de outros princípios.

63. (FCC - TJ TRT19 - Administrativa - 2014)


Roberto, empresário, ingressou com representação dirigida ao órgão
competente da Administração pública, requerendo a apuração e posterior
adoção de providências cabíveis, tendo em vista ilicitudes praticadas por
determinado servidor público, causadoras de graves danos não só ao erário
como ao próprio autor da representação. A Administração pública recebeu a
representação, instaurou o respectivo processo administrativo, porém,
impediu que Roberto tivesse acesso aos autos, privando-o de ter ciência das
medidas adotadas, sendo que o caso não se enquadra em nenhuma das
hipóteses de sigilo previstas em lei. O princípio da Administração pública
afrontado é a
a) publicidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 70 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

b) eficiência.
c) isonomia.
d) razoabilidade.
e) improbidade.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

64. (FCC - Ass Jur - TCE-PI/2014)


A Administração pública se sujeita a princípios na execução de suas funções,
expressamente consagrados na Constituição Federal ou implícitos no
ordenamento jurídico. Dessa realidade se pode depreender que
a) a violação aos princípios que regem a atuação da Administração pública dá
lugar a tutela judicial dos interesses em questão, desde que também tenha
havido infração à legislação vigente.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

b) os princípios expressos na Constituição Federal são hierarquicamente


superiores aos demais princípios gerais de direito, ainda que previstos na
legislação setorial, posto que estes possuem natureza apenas opinativa para a
atuação da Administração pública.
c) a violação a algum dos princípios constitucionais permite a tutela judicial
para que sejam conformados ou anulados os atos da Administração pública.
d) somente os princípios expressos na Constituição Federal possuem
coercibilidade para conformar a Administração pública ao atendimento de seu
conteúdo.
e) os princípios previstos na legislação infraconstitucional são regras
desprovidas de sanção pelo seu descumprimento, de modo que sua violação
não se consubstancia em ilegalidade.

65. (FCC - TJ TRT16 - Administrativa/2014)


Em julgamento proferido pelo Supremo Tribunal Federal, a Corte Suprema
firmou entendimento no sentido de que assessor de Juiz ou de Desembargador
tem incompatibilidade para o exercício da advocacia. Ao fundamentar sua
decisão, a Corte explanou que tal incompatibilidade assenta-se, sobretudo, em
um dos princípios básicos que regem a atuação administrativa. Trata-se do
princípio da
a) supremacia do interesse privado.
b) publicidade.
c) proporcionalidade.
d) moralidade.
e) presunção de veracidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 71 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

66. (FCC - TRT16 - Judiciária - Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2014)
O Diretor Jurídico de uma autarquia estadual nomeou sua companheira,
Cláudia, para o exercício de cargo em comissão na mesma entidade. O
Presidente da autarquia, ao descobrir o episódio, determinou a imediata
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

demissão de Cláudia, sob pena de caracterizar grave violação a um dos


princípios básicos da Administração pública. Trata-se do princípio da
a) presunção de legitimidade.
b) publicidade.
c) motivação.
d) supremacia do interesse privado sobre o público.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

e) impessoalidade.

67. (FCC - TRT18 – 2014)


Acerca dos princípios da Administração pública, é correto afirmar:
a) O princípio da boa-fé não vigora no Direito Administrativo, eis que é
atinente ao relacionamento entre sujeitos movidos pela autonomia da vontade
e a ele se contrapõe o princípio da impessoalidade, que impera nas relações
jurídico-administrativas.
b) Os princípios do Direito Administrativo são mandamentos de otimização;
portanto, sua aplicação só é possível quando deles decorrerem consequências
favoráveis ao administrado.
c) No tocante ao princípio da motivação, admite-se, excepcionalmente, a
convalidação do ato imotivado, por meio da explicação a posteriori dos
motivos que levaram à sua prática, desde que tal vício não acarrete lesão ao
interesse público nem prejuízo a terceiros.
d) Por força do princípio da legalidade, atos praticados de forma inválida
devem ser anulados, independentemente das consequências decorrentes da
anulação.
e) Sendo a lei um mandamento moral e visto que, no âmbito da Administração
pública, só é permitido aos agentes públicos atuarem nos estritos limites da
lei, para atender à moralidade administrativa basta que o agente observe
fielmente os mandamentos legais.

5.4 - FUNDATEC
68. (FUNDATEC / SEFAZ-RS / Auditor Fiscal da Receita Estadual
/ 2014)

Professor Jonatas Albino do Nascimento 72 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

A Constituição Federal determina que a Administração Pública direta e indireta


deva ser submetida aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade,
publicidade e eficiência. Analise as seguintes assertivas sobre o princípio da
eficiência:
I. A importância assumida pelo princípio da eficiência possibilita a sua
sobreposição em relação aos demais princípios da Administração Pública, em
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

especial em relação ao princípio da legalidade.


II. O princípio da eficiência pode ser considerado em relação ao modo de
atuação do agente público, ao qual se espera o melhor desempenho possível
de suas atribuições.
III. A adequação do modo de organização, estrutura e disciplina da
Administração Pública estão relacionadas ao princípio da eficiência.
Quais estão corretas?
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

a) Apenas I
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) Apenas II e III.

69. (FUNDATEC / SEFAZ-RS / Técnico Tributário da Receita


Estadual - Prova 2 / 2014)
No Direito Administrativo atual, os princípios exercem especial importância,
atuando como instrumento de interpretação, integração e fundamento dos
deveres jurídicos e limites da atuação estatal. Analise as seguintes assertivas
referentes aos princípios do Direito Administrativo.
I. O princípio da legalidade proporciona a presunção iure et iure de validade
dos atos administrativos.
II. O princípio da eficiência, embora não sendo previsto no ordenamento
constitucional brasileiro, atua como requisito de eficácia dos atos
administrativos.

III. O princípio da moralidade administrativa pode ser utilizado, dentre outros


princípios do Direito Administrativo, como fundamentação para a vedação de
nomeação de pessoas com determinado grau de parentesco próximo, para o
exercício de cargos em comissão e funções de confiança na esfera
administrativa.
Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 73 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) Apenas II e III.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

70. (FUNDATEC / PROCERGS / Técnico de Nível Médio - Técnico


Contábil / 2012)
Analise as assertivas a seguir, levando em consideração os princípios que
regem a administração pública direta e indireta, conforme o disposto no art.
37 da Constituição Federal.
O princípio da ____________ consiste em que só é permitido fazer o que a lei
autoriza ou permite. O princípio da__________ diz que o administrador tem
que tratar a todos os administrados sem discriminação ou privilégios, ficando
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

impedido de praticar atos no interesse próprio ou de terceiros. O princípio


da__________ representa requisito da eficácia e da moralidade, destinando-
se à produção dos efeitos externos dos atos administrativos. O princípio da
_________diz que o ato administrativo terá que obedecer à lei ética da
própria instituição.
Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas
acima.
a) Eficiência – Pessoalidade – Eficiência – Legalidade
b) Legalidade – Moralidade – Transparência – Ética
c) Transparência – Eficácia – Clareza – Responsabilidade Social
d) Legalidade – Impessoalidade – Publicidade – Moralidade
e) Moralidade – Impessoalidade – Eficácia – Legalidade

71. (FUNDATEC / PGE-RS / Procurador do Estado / 2011)


Assinale a alternativa correta.
a) Pelo princípio da legalidade administrativa, toda e qualquer conduta da
Administração Pública deve estar previamente autorizada em lei parlamentar
formal, sob pena de invalidade e nulidade da ação administrativa.
b) Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, o princípio da
moralidade administrativa está confinado a âmbito da ética da legalidade, a
qual não pode ser ultrapassada, sob pena de dissolução do próprio sistema
jurídico, ou seja, a moralidade administrativa não se relaciona diretamente
com os padrões e comportamentos reputados como honestos e virtuosos pelos
membros da sociedade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 74 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) Para efeitos de sua aplicação prática, o princípio da proporcionalidade


pressupõe, sucessivamente, a análise da razoabilidade, da adequação e da
proporcionalidade em sentido estrito de todo e qualquer ato administrativo.
d) Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, o princípio da
proteção da confiança dos administrados constitui a face objetiva do princípio
da segurança jurídica.
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

e) Quando se tratar de infração disciplinar mediante "verdade sabida", é


dispensável, segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal e do
Superior Tribunal de Justiça, o contraditório e a ampla defesa em favor do
servidor público infrator, devendo ser, todavia, respeitado o dever de
fundamentação ou motivação substancial da decisão disciplinar punitiva.

72. (FUNDATEC / PGE-RS / Procurador do Estado / 2010)


Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Relativamente ao princípio do interesse público, pode-se afirmar que


a) é dotado de consistência autônoma já que ocorre um antagonismo entre o
interesse público das partes e o interesse do todo.
b) há uma relação íntima e indissociável entre o interesse público e os
interesses individuais, de modo que o primeiro resulta do conjunto dos
interesses que os indivíduos pessoalmente têm quando considerados na
qualidade de membros da sociedade.
c) os interesses públicos são insuscetíveis de serem defendidos pelos
particulares individualmente mesmo quando lhes acarretem ônus ou gravames
suportados isoladamente,
d) todos os interesses do Estado podem ser qualificados como públicos.
e) as prerrogativas inerentes à supremacia do interesse público sobre o
interesse privado podem ser empregadas legitimamente para satisfazer os
interesses secundários do Estado.

73. (FUNDATEC / PGE-RS / Procurador do Estado / 2010)


Em relação aos princípios constitucionais aplicáveis à Administração Pública, é
correto dizer que:
a) O princípio da legalidade está assentado na estrutura do Estado de Direito,
consagra a ideia de que a Administração Pública só pode ser exercida em
conformidade com a lei e, além disso, tem previsão implícita na Constituição
Federal.
b) O princípio da finalidade impõe que o administrador público, ao exercer as
competências postas a seu encargo, aja com rigorosa obediência aos fins
propostos e que o princípio tem autonomia frente ao princípio da legalidade.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 75 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

c) O princípio da proporcionalidade consagra a ideia de que as competências


administrativas só podem ser validamente exercidas na extensão e na
intensidade correspondentes ao que seja realmente demandado para atingir a
finalidade de interesse público a que estão atreladas.
d) O princípio da eficiência, previsto implicitamente na Constituição Federal,
impõe à Administração Pública o exercício de suas atribuições com rapidez,
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

perfeição e resultados melhores.


e) O princípio da publicidade permite a dispensa da publicação do ato
administrativo no Diário Oficial, quando o particular interessado tenha sido
notificado sobre o referido ato que lhe seja pertinente.

74. (FUNDATEC / Prefeitura de Porto Alegre - RS / Procurador


Municipal - Bloco II e III / 2016)
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Em nosso sistema constitucional, o princípio da moralidade abrange as


seguintes dimensões:
I. A “boa-fé”, que, no direito público, traduz- se pela tutela da confiança.
II. A eficiência.
III. A probidade administrativa (deveres de honestidade e lealdade).
IV. A razoabilidade (expectativa de conduta civilizada, do homem comum, da
parte do agente público).
Quais estão corretas?
a) Apenas I e III.
b) Apenas I e IV.
c) Apenas II e IV.
d) Apenas II e III.
e) Apenas I, III e IV.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 76 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

6 – Gabarito

Gabarito 1. Errado. ................................................................................ 9


Gabarito 2. Errado. ................................................................................ 9
Gabarito 3. Certo. ................................................................................ 10
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Gabarito 4. Errado. .............................................................................. 10


Gabarito 5. Errado. .............................................................................. 11
Gabarito 6. B. ...................................................................................... 11
Gabarito 7. Certo. ................................................................................ 11
Gabarito 8. Errado. .............................................................................. 12
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Gabarito 9. Certo. ................................................................................ 12


Gabarito 10. Certo. ............................................................................. 12
Gabarito 11. A. ................................................................................... 13
Gabarito 12. B. ................................................................................... 15
Gabarito 13. D. ................................................................................... 15
Gabarito 14. A. ................................................................................... 16
Gabarito 15. B. ................................................................................... 18
Gabarito 16. Certo. ............................................................................. 18
Gabarito 17. Errado. ........................................................................... 18
Gabarito 18. Errado. ........................................................................... 19
Gabarito 19. Errado. ........................................................................... 19
Gabarito 20. Errada............................................................................. 19
Gabarito 21. Certo. ............................................................................. 20
Gabarito 22. Certo. ............................................................................. 21
Gabarito 23. Errado. ........................................................................... 21
Gabarito 24. Certo. ............................................................................. 21
Gabarito 25. Errado. ........................................................................... 22
Gabarito 26. Errado. ........................................................................... 22
Gabarito 27. Certo. ............................................................................. 22

Professor Jonatas Albino do Nascimento 77 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Gabarito 28. Certo. ............................................................................. 23


Gabarito 29. Errado. ........................................................................... 23
Gabarito 30. Errado. ........................................................................... 24
Gabarito 31. Errado. ........................................................................... 24
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Gabarito 32. Errado. ........................................................................... 25


Gabarito 33. Errado. ........................................................................... 25
Gabarito 34. Errado. ........................................................................... 25
Gabarito 35. D. ................................................................................... 26
Gabarito 36. Errado. ........................................................................... 27
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Gabarito 37. Errado. ........................................................................... 27


Gabarito 38. Certo. ............................................................................. 27
Gabarito 39. Errado. ........................................................................... 28
Gabarito 40. Errado. ........................................................................... 28
Gabarito 41. Errado. ........................................................................... 28
Gabarito 42. C..................................................................................... 29
Gabarito 43. Errado. ........................................................................... 30
Gabarito 44. B. ................................................................................... 30
Gabarito 45. A. ................................................................................... 31
Gabarito 46. B. ................................................................................... 31
Gabarito 47. C..................................................................................... 32
Gabarito 48. E. .................................................................................... 33
Gabarito 49. C..................................................................................... 34
Gabarito 50. A. ................................................................................... 35
Gabarito 51. D. ................................................................................... 36
Gabarito 52. D. ................................................................................... 37
Gabarito 53. C..................................................................................... 37
Gabarito 54. A. ................................................................................... 38
Gabarito 55. A. ................................................................................... 39

Professor Jonatas Albino do Nascimento 78 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

Gabarito 56. B. ................................................................................... 39


Gabarito 57. B. ................................................................................... 40
Gabarito 58. D. ................................................................................... 40
Gabarito 59. C..................................................................................... 41
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Gabarito 60. C..................................................................................... 41


Gabarito 61. E. .................................................................................... 42
Gabarito 62. D. ................................................................................... 42
Gabarito 63. A. ................................................................................... 43
Gabarito 64. C..................................................................................... 44
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Gabarito 65. D. ................................................................................... 44


Gabarito 66. E. .................................................................................... 45
Gabarito 67. C..................................................................................... 45
Gabarito 68. E. .................................................................................... 46
Gabarito 69. C..................................................................................... 47
Gabarito 70. D. ................................................................................... 48
Gabarito 71. B. ................................................................................... 49
Gabarito 72. B. ................................................................................... 50
Gabarito 73. C..................................................................................... 51
Gabarito 74. E. .................................................................................... 52

Professor Jonatas Albino do Nascimento 79 de 80


www.exponencialconcursos.com.br
Direito Administrativo - Teoria e Questões comentadas
Professor Jonatas Albino do Nascimento

7 – Referencial Bibliográfico

Alexandrino, M. Paulo, V. Direito Administrativo Descomplicado. 22ª ed. São


Paulo: Editora Método, 2014.
Bandeira de Melo, C. A. Curso de Direito Administrativo. 27ª ed. São Paulo:
Direitos autorais reservados (Lei 9610/98). Proibida a reprodução, venda ou compartilhamento deste arquivo. Uso individual.

Malheiros, 2010.
Di Pietro, M. S. Z. Direito Administrativo. 22ª ed. São Paulo: Editora Atlas,
2009.
Alexandre, Ricardo. Deus, João de. Direito Administrativo Esquematizado. São
Paulo: Editora Método, 2014.
Meirelles, Hely Lopes. Direito administrativo brasileiro. 22.ed. São Paulo, RT,
1997
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil.
Cópia registrada para Felipe Gomes (CPF: 016.535.976-58)

Brasília, DF, Senado, 1998.

Professor Jonatas Albino do Nascimento 80 de 80


www.exponencialconcursos.com.br