Você está na página 1de 5

Tema: Três promessas e um destino

Texto: João 14: 1 – 6

INTRODUÇÃO

Os discípulos tinham pelo menos três razões para estarem turbados:


1) Um deles trairia a Jesus – 13:10; 11; 18; 21
“Ditas estas coisas, angustiou-se Jesus em espírito e afirmou: Em verdade, em verdade vos digo que
um dentre vós me trairá.”

2) Outro dentre eles negaria a Jesus – 13: 38


“Respondeu Jesus: Darás a vida por mim? Em verdade, em verdade te digo que jamais cantará o
galo antes que me negues três vezes.”

3) Jesus estava indo para ninguém poderia segui-lo – 13: 33; 36


“Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco; buscar-me-eis, e o que eu disse aos judeus também
agora vos digo a vós outros: para onde eu vou, vós não podeis ir.”
“Perguntou-lhe Simão Pedro: Senhor, para onde vais? Respondeu Jesus: Para onde vou, não me
podes seguir agora; mais tarde, porém, me seguirás.”

Diante destas razões que os discípulos tinham para ficarem turbados,


Jesus apresenta uma única razão para que eles não se perturbem:
Crede em Deus e crede também em mim.

É a nossa confiança em Deus que guarda o nosso coração do


desespero.

A partir daqui o debate começa sobre para onde Jesus iria.


E como resposta a duvida de Tomé, Jesus responde:
Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai a não ser
por mim.

Nessas palavras, Jesus tomou três das concepções principais da


religião judia e fez a tremenda afirmação de que nele as três
alcançavam sua realização e expressão totais.

I. ELE NOS PROMETE DIREÇÃO


“Eu sou o caminho...”
Os judeus falavam muito sobre o caminho que deviam tomar os
homens e os caminhos de Deus.

Deus disse a Moisés:


Deuteronômio 5:32-33 - Cuidareis em fazerdes como vos mandou o
SENHOR, vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita, nem
para a esquerda. Andareis em todo o caminho que vos manda o
SENHOR, vosso Deus.

Os judeus sabiam muito sobre o caminho de Deus que o homem devia


seguir.
Deuteronômio 31:29 - Sei que, depois da minha morte, por certo,
procedereis corruptamente e vos desviareis do caminho que vos tenho
ordenado.

Isaías 30:21 - Os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo:


Este é o caminho, andai por ele.
Isaías 35:8 - No mundo novo haveria uma estrada chamada o Caminho
de Santidade. Nela, os caminhantes, por simples que fossem suas
almas, não se extraviariam.
O salmista orou: “Ensina-me, SENHOR, o teu caminho - Salmos 27:11.

1) Ele é o caminho, o único caminho que nos leva ao Pai.

II. ELE NOS PROMETE SEGURANÇA


“Eu sou... a verdade...”
Os judeus sempre associavam a verdade a Deus.

Salmo 86:11 - Ensina-me, SENHOR, o teu caminho, e andarei na tua


verdade.

Salmo 26:3 - Pois a tua benignidade, tenho-a perante os olhos e tenho


andado na tua verdade.

Salmo 119:30 - Escolhi o caminho da verdade.

Há algo fundamental a respeito da verdade moral.


A personalidade do homem que ensina a verdade acadêmica ou
científica não afeta muito a sua mensagem. A personalidade não tem
maior peso quando se busca ensinar geometria, astronomia ou os
verbos latinos.
Entretanto, se alguém se propõe ensinar a verdade moral, sua
personalidade é essencial.
1) Ele é a verdade que cumpre todas as profecias sobre o salvador.

III. ELE NOS PROMETE ESPERANÇA


“Eu sou... a vida...”

O autor dos Provérbios disse: “Porque o mandamento é lâmpada, e a


instrução, luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida” -
Provérbios 6:23.

Provérbios 10:17 - O caminho para a vida é de quem guarda o ensino.

Salmos 16:11 - Tu me farás ver os caminhos da vida.

Em última instância, o homem sempre busca a vida.

O que querem os homens é encontrar aquilo que faça que a vida


mereça a pena vive.

1) Ele é a vida que recebemos através do seu Santo Espírito


vivificador.

CONCLUSÃO
Jesus é o único caminho que conduz a Deus. Só nele vemos como é
Deus, temos acesso a Deus. Ele é o único que pode mostrar Deus aos
homens e o único que pode conduzir aos homens à presença de Deus
sem temor nem vergonha.
Jesus é o verdadeiro caminho que conduz a verdadeira vida.