Você está na página 1de 2

Uma Introdução aos Fundamentos Teóricos e Metodológicos da

Educação a Distância

Nos anos 90 uma profusão de projetos de EAD baseados em tecnologias da


Internet tem marcado o cenário da educação brasileira. Na literatura é comum
encontrarmos os termos presencial, semipresencial, a distância, virtual e online
para designar a natureza do curso. Antes de mergulharmos nas diferentes
modalidades de educação a distância vamos entender o que seria educação
presencial:

A educação presencial pressupõe o contato face a face entre professores e


alunos e, tradicionalmente aplica-se a qualquer nível educacional em que
professores e alunos se encontram sempre num local físico, chamado sala de
aula (UFPB VIRTUAL, XXXX);

Diante disto Moran(2002) define a educação a distância como “o processo de


ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos
estão separados espacial e/ou temporalmente”. Sendo que a educação a
distância pode ter ou não momentos presenciais, mas acontece
fundamentalmente com professores e alunos separados fisicamente no espaço
e no tempo.

Harasim(2003) destaca algumas diferenças e semelhanças entre as seguintes


modalidades educativas: Aprendizagem Colaborativa On-line, Educação a
Distância On-line e Treinamento On-line baseado em computador

A Educação a Distância On-line é marcada pela ideia de educação em massa


com interação unidirecional (um para muitos), é assíncrona, baseada em textos
e mediada pelo computador. A comunicação se faz entre o estudante e a
Instituição.

O Treinamento On-line baseado em computador é marcado pela ação


individual entre o sujeito e o material de apoio (um para um), com uso da
multimídia (softwares, CDs, vídeos) e avaliação informatizada com banco de
respostas para conferência.

Na Aprendizagem Colaborativa On-line a construção do conhecimento


desloca-se da unidade de análise do indivíduo para a relação do indivíduo com
o ambiente e a interação com os outros (muitos para muitos, aprendizagem em
grupo). O diálogo assíncrono e a colaboração são característicos desse tipo de
aprendizagem que é concebida como processo social.

Em comum as três modalidades acima expostas, há o uso do computador e a


independência de lugar e tempo para sua realização. No entanto, as diferenças
substanciais podem ser percebidas com relação às formas de interação, à
condução dos estudos e de apoio aos alunos. Segundo Aretio (2001), talvez a
principal distinção esteja na dimensão temporal, onde a comunicação pode ser
síncrona ou assíncrona.

Dentre as várias ferramentas para suporte de educação a distância ou virtual,


temos os ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). Alguns conhecidos são o
Blackboard e o Moodle. Esses ambientes são recursos modernos que engloba
ferramentas como fóruns, chats, biblioteca virtual, material didático-pedagógico
e tutorial. Tais ferramentas minimizam a sensação de isolamento que poderia
ocorrer na educação a distância.