Você está na página 1de 7

Medicina Tradicional Chinesa Arritmia

Em Medicina Chinesa as arritmias correspondem a palpitações. Um estilo de vida menos correto


pode, posteriormente, vir a prejudicar a performance cardíaca – devido ao aparecimento de
alterações energéticas de diversos tipos.

O que é
Trata-se de um desequilíbrio energético em que o coração se encontra numa situação de
deficiência, devido a diversas causas tais como as assinaladas abaixo.

Quais as causas
-Várias causas são possíveis, isoladamente ou em combinação, nomeadamente:
a invasão de factores patogénicos externos pode provocar timidez, devido a uma condição de
deficiência do qi e sangue;
-Causas como uma alimentação inadequada, uma condição de deficiência hereditária do yin, um
estilo de vida pouco saudável, podem provocar diversos problemas – desde fogo devido a vazio
de yin, retenção de líquidos no interior ou obstrução do meridiano.

Quais os sintomas
O paciente apresenta um número relevante de sintomas de um ou mais dos seguintes grupos:
• estagnação de sangue e de qi: palpitações, dor fixa tipo facada no peito que piora com raiva,
oligomenorreia e ciclo longo nas mulheres, massas e tumores;
• humidade-mucosidade do coração: palpitações, dor torácica que irradia para as costas,
vertigens, sensação de opulência no peito e epigástrio e dificuldade de ventilação, náusea,
membros frios, oligúria, pré-cordialgia, sinais psíquicos, cabeça vazia, sonolência, vertigens,
sensação de caroço na garganta, mucosidades e leucorreia clara nas mulheres;
• vazio de qi do coração: palpitações, susceptibilidade ao medo e susto, insónia, sono muito
perturbado, insónia, astenia (fraqueza), esgotamento por esforço, suor espontâneo, sinais
psíquicos, pré-cordialgias;
• vazio de sangue do coração: palpitações, tonturas, palidez, fadiga, desagrado pelo discurso;
• vazio de yin do coração e rim: palpitações, insónia, disforia com sensação de queimadura no
peito, calor nas extremidades, tonturas e vertigens, zumbido nos ouvidos (alterações auditivas),
alterações urinárias, debilidade nas pernas, lombalgia, edemas, pré-cordialgias e sinais psíquicos;
• vazio de yang do coração e rim: palpitações e deficiência cardíaca que piora com esforço,
palidez, aversão ao frio, membros frios, fraqueza e dormência dos joelhos, oligúria e edema.

Como se diagnostica
Além dos sintomas anteriormente enunciados, o especialista de medicina tradicional chinesa
poderá ainda verificar:
• estagnação de sangue e de qi: língua de cor púrpura escura com possibilidade de
aparecimento de manchas púrpuras, pulso profundo e hesitante;
• humidade-mucosidades no coração: língua com capa branca, espessa e pegajosa, pulso
deslizante, fino, forte;
• vazio de qi do coração: cara pálida, língua pálida, pulso fino;
• vazio de sangue do coração: língua ligeiramente vermelha, pulso fino, fraco e nodoso;
• vazio de yin do coração e rim: língua vermelha sem capa, pulso rápido e fraco ou nodoso;
• vazio de yang do coração e rim: cara pálida, língua pálida com capa branca, pulso profundo e
sem força.

Formas de tratamento
Os tratamentos consistem na aplicação dos métodos tradicionais da medicina chinesa –
acupunctura, fitoterapia, massagem tuina, qigong (chikung) e dietética – de acordo com os
seguintes princípios terapêuticos gerais:
• para estagnação de sangue e de qi: mover o sangue e o qi;
• para humidade-mucosidades no coração: eliminar humidade, mover os fluídos, fortalecer o
coração e acalmar a mente;
• para vazio de qi do coração: tonificar o qi do coração e harmonizar os zang fu;
• para vazio de sangue do coração: tonificar o sangue, mover o sangue e acalmar a mente;
• para vazio de yin do coração e rim: tonificar o yin do coração e rim e tonificar o sangue;
• para vazio de yang do coração e rim: tonificar o yang do coração e rim e acalmar a mente.

Formas de prevenção
• praticar exercício físico e ginástica energética para estimular a circulação sanguínea e
energética;
• alimentar-se correctamente de acordo com as necessidades diárias evitando excessos que
possam aumentar o peso corporal ou desenvolver obesidade;
• evitar tabaco, álcool ou ambientes poluídos;
• evitar o uso de alimentos gordurosos ou o consumo excessivo e prolongado de fritos e
grelhados
• desenvolver um meio externo calmo onde a pessoa possa relaxar.

Quando procurar aconselhamento especializado


Sempre que sintomas como os que atrás foram descritos, se façam sentir de modo acentuado ou
repetido.

Pessoas mais predispostas


• pessoas obesas;
• pessoas que levem vida sedentária;
• pessoas que cometam excessos sexuais, especialmente se já existir uma patologia cardíaca;
• pessoas com deficiência constitucional de yin ou yang do coração;
• pessoas com deficiência constitucional do yin do rim;
• pessoas que se alimentem à base de gorduras;
• pessoas muito nervosas que não desenvolvam formas de se acalmar;
• pessoas com grande stress diário.

Fontes
Auteroche, B. e Navailh, P., O diagnóstico na Medicina Chinesa, Andrei editora, 1992.
Enqin, Zhang e outros, Basic Theory of Traditional Chinese Medicine, Publishing House of
Shanghai University of Traditional Chinese Medicine, 1990.
Maciocia, Giovanni, Os fundamentos da Medicina Chinesa, Roca, 1996
Ross, Jeremy, Zang Fu, France Médic, 1989.
Zhixian, Long e outros, Basic Theories of Traditional Chinese Medicine, Academy Press, 2000.
Autor
Nuno Lemos, ESMTC, e Deolinda Fernandes (Especialistas de Medicina Tradicional Chinesa).

https://www.youtube.com/watch?v=4EDMQOzbMYU

Introdução à arritmia na medicina chinesa


Por arritmia entende-se alterações do ritmo cardíaco podendo este ser irregular, mais
acelerado (taquicardia) ou mais lento (bradicardia). Em Medicina Chinesa arritmia e
palpitações pertencem ao mesmo grupo de doença sendo caracterizada da mesma
forma.

Por palpitações compreende-se a sensação subjectiva de sentir o coração bater. Se


agravarem quando o paciente está deitado para o lado esquerdo indica insuficiência
da válvula mitral.

No entanto existem diferenças sintomáticas que podem ser relevantes. As arritmias


podem provocar enjoos, vertigem e síncopes. Nestes casos o paciente deve receber
cuidados médicos imediatamente. Este tipo de sintomas, em termos de fisiologia
ocidental, nada tem a ver com as palpitações que consiste, no fundo, na percepção
que a pessoa tem dos seus próprios batimentos.

Em medicina chinesa não existe diferença entre palpitações, palpitações severas e


arritmias sendo analisadas como se fossem o mesmo sintoma. As diferenças
sintomáticas descritas na medicina ocidental não inviabilizam a análise sintomática
realizada de acordo com os princípios de diagnóstico em medicina chinesa.

Em medicina chinesa arritmias são classificadas como Xin Ji (palpitações). Podem ser
provocadas por constituição fraca, emoções excessivas que se tornam patológicas e
invasão de factores patogénicos externos (Yanfu, 2002) que levam a uma má
nutrição do coração por vazio de qi, vazio de sangue de yin e yang ou por humidade-
mucosidade calor que gera estase de sangue. Em casos muito severos pode dar-se a
perda de yang do coração com separação do yin e yang.

Diagnóstico da arritmia na medicina chinesa


Vazio de Qi do Coração
Palpitações ou arritmia, tonturas, náusea, insónia, astenia física, palpitações que
agravam com esforço, síncope com esforço físico, suor espontâneo, respiração curta,
voz fraca, agitação mental, susceptibilidade a assustar-se, pesadelos, língua pálida e
inchada com capa branca e pulso fraco.

Vazio de Qi do Coração e Vesícula Biliar


Palpitações ou arritmia, timidez, tendência para se assustar facilmente, ataques de
raiva, agitação psíquica, sonhos muito intensos, insónia, fraqueza física, língua pálida
com capa branca e pulso em corda.

“Fright makes Qi disturbed because the heart has nothing to rely on, the mind hás no
place to house and the thinking has nothing to focus on”
Plain Questons, cap. 19

Vazio de Yang do Coração


Palpitações ou arritmia, frio generalizado, lentidão física, palpitações que agravam
com frio e melhoram com calor, síncopes, enjoos ou vertigens associados a frio, em
casos severos estupor e/ou coma (Zhixian, 2002), sudação profusa, suores frios,
aversão ao frio, membros frios, respiração curta e acelerada, tonturas, lábios roxos,
agitação, poliúria, diarreia ou fezes moles, edema, língua pálida e inchada e húmida,
pulso lento e profundo.

Vazio de Yin do Rim e Coração


Palpitações ou arritmia, agitação física e psíquica, síncope associada a calor ou
agitação psíquica, sensação de calor no peito e palmas das mãos, febre vespertina
que pode agravar as palpitações, insónia (dificuldade em adormecer), sonhos
intensos, febre vespertina, calor nas mãos e pés, suores nocturnos, lombalgia,
fraqueza dos membros inferior, urina escura, lombalgia tipo moinha que melhora com
pressão e aplicações de frio, zumbidos, palidez com rubor malar, boca e garganta
secas, língua vermelha sem capa, pulso superficial, rápido e fino.

Vazio de Sangue do Coração


Palpitações ou arritmia, tonturas, astenia física e agitação psíquica, sonhos intensos e
insónia, alteração de memória, visão enublada, face pálida, lábios pálidos, unhas
quebradiças, língua pálida e pulso fraco e irregular.

Estase de Sangue no Coração


Palpitações ou arritmia, opressão torácica, falta de ar, lábios cianóticos, unhas
cianóticas, pré-cordialgia, dor tipo facada que pode irradiar até ao ombro esquerdo ou
braço até à mão, dor agrava à noite e pode agravar com movimento, sintomas de frio
nas extremidades podem surgir, língua púrpura ou com equimoses e varicosidades
sub linguais, pulso em tenso.

Estagnação de qi do Fígado ataca o Coração


Palpitações ou arritmias cujo aparecimento está associado a quadros emocionais,
irritabilidade que agrava as palpitações, dor hipocondríaca que pode irradiar para o
peito, língua normal ou vermelha com varicosidades sub linguais, pulso tenso, em
corda.

Humidade-Mucosidade no Coração
Palpitações ou arritmias que agravam em tempo húmido, náuseas, vómito, sensação
de peso no peito, dispneia, edema, tonturas, sede, náuseas e vómitos, membros
frios, língua com capa pegajosa, pulso deslizante.

Humidade-Mucosidade-Calor no Coração
Palpitações ou arritmias e opressão torácica, opressão epigástrica, sensação de calor
e peso no peito, estados febris elevados desencadeiam enjoos ou vertigens ou
síncope, preferência por aplicações de frio, febre, agitação, delírio, alterações de
comportamento, discurso sem lógica, dor que pode surgir com calor e aliviar com frio,
insónia, agitação física e psíquica, susceptibilidade a ataques de raiva, língua
vermelha com capa amarela e pegajosa, pulso deslizante e rápido.

Plenitude Calor no Coração


Palpitações ou arritmias, face vermelha, sede e vontade de beber água, preferência
por bebidas frias, aversão ao calor, febre que agrava arritmias, boca seca ou erosão
da mucosa bucal, insónia, sonhos intensos, urina escassa e escura, língua vermelha
com capa amarela e espessa, pulso rápido, cheio e forte.

Acupuntura para arritmia na medicina chinesa


https://nunolemos.com.pt/como-tratar-arritmia-na-medicina-chinesa/

Seleção de pontos para arritmia na medicina chinesa: 14B, 15B, 17VC, 6MC.
Outros pontos a usar: 14VC, 5C, 6C, 7C, 4MC, 5MC, jiaji 1D até 5D.

Selecção de pontos de acordo com os padrões clínicos no tratamento da arritmia na


medicina chinesa:

 Vazio de Qi do Coração: 7C, 36E, 6VC


Esta é uma combinação simples para garantir a tonificação do Qi do Coração. Outros
pontos a usar encontram-se incluídos no protocolo base.
 Vazio de Qi do Coração e Vesícula Biliar: 19B, 14F, 36E
Nesta combinação temos o ponto de assentimento da Vesícula Biliar o ponto de alarme do
Fígado e um ponto geral para tonificar o Qi. Associando estes pontos ao protocolo base
ficamos com um protocolo que pretende cumprir as seguintes funções: (1) alcalmar as
palpitações; (2) regular relação entre Vesícula, Fígado e Coração e (3) tonificar o Qi.
Outros pontos a usar para arritmia na medicina chinesa: 12VC, 24VB, 34VB.
 Vazio de Yang do Coração: 14VG, 13VG
Estes 2 pontos adicionados aos restantes garantem uma tonificação do Yand o coração
muito boa.
Outros pontos a usar para arritmia na medicina chinesa: 20VG.
 Vazio de Yin do Rim e Coração: 6BP, 3R, 14VC, 23B
6BP e 3R é uma combinação base para tonificar o Yin. Juntando o 23B produzimos a
tonificação do Yin do Rim. Neste protocolo adicionámos o 14VC. No entanto, não era
absolutamente necessário, uma vez que no protocolo base já existem muitos pontos de
órgão.
 Vazio de Sangue do Coração: 17B, 36E, 10BP
17B e 10BP são os pontos usados para tonificar o Sangue. 36E tanto tonifica o Sangue
como o Qi.
 Estase de Sangue do Coração: 17B, 4MC
4MC é um ponto de emergência e usado muito neste tipo de casos onde os sintomas
podem aparecer de forma abrupta. O ponto 17B move o Sangue.
Outro ponto a usar para arritmia na medicina chinesa: 6C que é ponto de emergência do
Coração.
 Estagnação de Qi do Fígado ataca o Coração: 14F, 3F
Uma vez que o ponto 6MC já se encontra no protocolo base, aqui adicionámos, somente,
pontos do meridiano do Fígado. De dar atenção ao usao do ponto 14F uma vez que é um
ponto bom para regular a energia do Fígado com os órgãos adjacentes.
Outros pontos a usar para arritmia na medicina chinesa: 34VB, 6BP.
 Humidade-Mucosidade no Coração: 40E, 5MC, 9BP
9BP e 40E eliminam Humidade-Mucosidade. 5MC tem capacidade de eliminar Humidade
do Coração, apesar deste função ser mais usada em problemas mentais pois este ponto
também acalma a Mente.
 Humidade-Mucosidade-Calor: 40E, 9BP, 5MC, 4IG
A grande diferença deste protocolo é a adição do ponto 4IG para a eliminação do calor.<
Outros pontos a usar: 11IG, 14VG.

BIBLIOGRAFIA RELEVANTE NO ESTUDO DA ARRITMIA NA MEDICINA CHINESA


JUNYING, Geng; et ally; Selecionando os Pontos Certos de Acupunctura, Um Manual de Acupunctura; ed. ROCA,
ISBN 85-7241-152-6; 1ª edição, São Paulo, 1996
SIONNEAU, Philippe; GANG, Lϋ; The Treatment of Desease in TCM, VOLUME 5: Diseases of the Chest, Abdómen
and Rib-side; ed. Blue Poppy Press, ISBN 1-891845-02-0, 1ª edição, Boulder, 1998
YANFU, Zuo; et ally; Chinese Acupuncture and Moxibustion; Publishing House of Shangai University of Tradicional
Chinese Medicine; ISBN 7-81010-667-8, 1ª edição, Shangai, 2002
YIN, Ganglin; ZHENGHUA, Liu; Advanced Modern Chinese Acupuncture Therapy; Ed. New World Press, ISBN 7-
80005-558-2/R·046, 1ª edição, Beijing, 2000
ZHIXIAN, Long; et ally; Tradicional Chinese Internal Medicine; edited by Beijing University of Tradicional Chinese
Medicine, Academy Press, ISBN 7-5077-1268-0, 1ª edição, 2000
ZHIXIAN, Long; et ally; Acupuncture & Moxibustion; edited by Beijing University of Traditional Chinese Medicine,
Academy Press, ISBN 7-5077-1269-9, 1ª edição, Beijing, 1999

Tratamento http://www.clinicacwn.pt/tratamentos/arritmia
Arritmia
Arritmia é o nome genérico dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o
ritmo dos batimentos cardíacos. Estas perturbações podem ser batimentos excessivamente
rápidos (taquicardia), lentos (bradicardia) ou irregulares. A arritmia pode estar presente mesmo
que a pessoa não a perceba, e pode não estar associado a um problema cardíaco. A maioria das
arritmias não causa danos, porém outras podem ser graves. Com arritmia, o coração pode não
ser capaz de bombear sangue suficiente para nutrir alguns órgãos.

As causas da arritmia podem ser várias, pode ser causada por problemas no estímulo eléctrico
que faz o coração bater, mal formações cardíacas, problemas noutros órgãos ou estilo de vida
inadequado. As pessoas mais idosas ou que sofram de outras doenças como diabetes, colesterol
alto e hipertensão têm mais tendência a sofrer de arritmia.

Os sintomas de arritmia são:

-Palpitações cardíacas - Falta de ar

- Batimentos lentos, rápidos ou irregulares - Ansiedade


(dependendo da arritmia)
- Tonturas
- Desconforto no peito
- Fraqueza ou Fadiga

Na Medicina Tradicional Chinesa, arritmia é qualquer alteração no batimento cardíaco e


percepção do batimento cardíaco. Às causas comuns da arritmia, na MTC podem acrescentar-se
as seguintes causas:

- Constituição fraca - Stress

- Má alimentação - Falta ou excesso de atividade física

- Exaustão - Álcool, tabaco e outras drogas

- Emoções

Estas causas levam a uma má nutrição do sangue e energia do Coração que ficam turvos, lentos
e com dificuldade em circular criando arritmia, e por vezes quadros psíquicos ligados à energia do
Coração.

Para a MTC a arritmia divide-se em várias síndromes energéticas de deficiência ou excesso


do Coração, para os quais são prescritos, entre outros, compostos de plantas:

- Deficiência do Coração e Vesícula Biliar


Fórmula: An Shen Wan

- Deficiência do Coração e Baço


Fórmula: Gui Pi Wan

- Hiperactividade do Fogo por Deficiência de Yin


Fórmula: Liu Wei Di Huang Wan

- Deficiência de Yang do Coração


Fórmula: Gui Zhi

- Humidade a atacar o Coração


Fórmula: Dan Shen Pian

- Estase de Sangue a bloquear o Coração


Fórmula: Xue Fu Zhu Yu Wan

- Mucosidade-Calor a perturbar o Coração


Fórmula: Wen Dan Wan
A terapêutica nos casos de arritmia passa por equilibrar o fluxo energético e sanguíneo do órgão
Coração, assim como o dos órgãos Fígado, Baço, Rim e Pulmão e meridianos extraordinários do
Vaso de Concepção e Vaso Governador, que em conjunto com o Coração mantêm um bom fluxo
de Qi e Sangue no corpo, de forma a tratar a arritmia e os estados psíquicos que podem advir da
arritmia, como por exemplo a ansiedade.

Assim, o tratamento da Arritmia visa as várias técnicas de MTC, quer a Acupuntura em


pontos específicos dos meridianos do Coração, Baço, Pulmão, Rim, Vaso de
Concepção e Vaso Governador, a Massagem Tui Na para acalmar o Coração e a mente
e a prescrição de fórmulas (conjuntos de plantas) ou plantas isoladas para reforçar a ação da
acupuntura e da massagem. Algo importante na terapêutica de MTC é a prática de exercício
físico energético e calmante como o QiGong e a mudança de hábitos de vida prejudiciais ou que
podem causar um desequilíbrio energético do Coração ou de outros órgãos.