Você está na página 1de 5

Teste de Avaliação da Unidade 9

A Contabilidade Nacional

Nome Ano Turma N.o Data

GRUPO I
As questões que se seguem são de escolha múltipla. Das quatro respostas (A a D), apenas
uma está correta. Assinala-a com X.

1. Na ótica da Contabilidade Nacional, são considerados residentes


(A) os indivíduos nacionais e estrangeiros que exerçam uma atividade económica no território eco-
nómica há mais de um ano.
(B) os indivíduos que exercem uma atividade económica numa embaixada no estrangeiro.
(C) os indivíduos que trabalham numa plataforma de extração de petróleo nacional em águas territo-
riais estrangeiras.
(D) todos os indivíduos referidos nas opções anteriores.

2. Se o valor do produto interno bruto for 15 000 u.m. e o do produto nacional líquido for 14 000 u.m.,
então
(A) o saldo dos rendimentos com o Resto do Mundo é de 1000 u.m.
(B) o consumo de capital fixo é de 1000 u.m.
(C) o saldo dos rendimentos com o Resto do Mundo adicionado do consumo de capital fixo é de
+1000 u.m.
(D) o saldo dos rendimentos com o Resto do Mundo adicionado do consumo de capital fixo é de
–1000 u.m.

3. Observa a seguinte tabela, referente a uma economia constituída pelas empresas A, B e C.

Empresas Consumos Produção


intermédios
A 100 300
B 300 550
C 200 350

De acordo com os valores da tabela, o valor do PIB é de:


(A) 1200 u.m.
(B) 500 u.m.
(C) 600 u.m.
(D) 1800 u.m.
4. Observa os valores do quadro seguinte.

Rendimento disponível 150 000 u.m.


Rendimentos do trabalho 95 000 u.m.
Rendimentos de empresa e propriedade 40 000 u.m.
Transferências internas e externas 40 000 u.m.
Contribuições Sociais 10 000 u.m.

Então, o valor dos impostos diretos é de:


(A) 185 000 u.m. (C) 50 000 u.m.
(B) 35 000 u.m. (D) 15 000 u.m.

5. Numa economia registaram-se os seguintes valores:

Despesa interna 500 000 u.m.


Procura interna 400 000 u.m.
Exportações 150 000 u.m.

Então, a taxa de cobertura das importações pelas exportações é:


(A) superior a 100%. (C) positiva.
(B) negativa. (D) inferior a 100%.

GRUPO II
1. Analisa o seguinte gráfico.
Capacidade (+) / necessidade (–) de financiamento da economia, em % do PIB

Fonte: Contas Nacionais, INE, outubro de 2013

Editável e fotocopiável © Texto ͻ Economia A – 11.o ano 49


1.1 Identifica os setores institucionais do gráfico da página anterior.
1.2 Explicita as suas principais funções e recursos.
1.3 Apresenta as principais conclusões sobre a evolução da capacidade/necessidade de financiamento
do total da economia portuguesa, entre 2008 e 2012, referindo os setores que, para tal, mais te-
nham contribuído.

GRUPO III
1. Analisa os Documentos 1, 2 e 3 relativos à economia portuguesa, no ano de 2013, e responde às ques-
tões que se seguem.

Documento 1
«O consumo privado deverá diminuir 2,2 por cento em 2013, após uma queda de 5,4 por cento em
2012, estimando-se uma redução acumulada de cerca de 11 por cento no período 2011-2013. A diminu-
ição do consumo privado traduz uma redução significativa do rendimento disponível real, que reflete o
impacto de medidas de consolidação orçamental, nomeadamente ao nível da tribulação direta, bem co-
mo a redução do rendimento do trabalho, num contexto de queda acentuada do emprego e de manuten-
ção da moderação salarial.
Boletim de Outono, Banco de Portugal, 2013

Documento 2

Taxa de variação real (em %)


PIB e principais
componentes da Pe
20 2012 201
despesa so
11 3(a)
s
20
12
PIB 100,0 –1,3 –3,2 –1,6

Consumo privado 64,0 –3,3 –5,4 –2,2

Consumo publico 20,3 –5,1 –4,8 –2,0

Formação bruta de capital fixo 16,0 – –14,3 –8,4


10,
5
Procura interna 100,8 –5,1 –6,6 –3,0

Exportações 37,2 6,9 3,2 5,8

Importações 38,0 –5,3 –6,6 2,0

Contributos para a taxa de variação do PIB (em


p.p.)
Procura interna –5,6 –6,9 –3,1

da qual: Variação de –0,2 0,2 0,1


existências
Procura externa líquida 4,4 3,7 1,4
(a)
Estimativa
Fonte: Boletim de Outono, Banco de Portugal, 2013
particulares.
Documento 3

Decomposição da variação real


do consumo privado (contributo em p.p.)

Fonte: INE e cálculos do Banco de


Portugal
in Boletim de Outono, Banco de
Portugal, 2013

1.1 Ao analisar a variação da


despesa interna, verifica-se
que cada uma das suas
componentes tem efeitos e
variações diferentes.
1.1.1 Justifica a importância de
cada uma das
componentes da
despesa interna para a
economia portuguesa.
1.1.2 Explicita a causa para a contração do
consumo privado.
1.1.3 Explica a influência da contração do
consumo privado no PIB.
1.1.4 Expõe duas das consequências da
diminuição do investimento.

1.2 Analisa a evolução das


componentes do consumo
privado, entre 2007 e 2013,
procurando justifi- car o
comportamento observado.

1.3 Escreve a expressão que te permite


calcular o rendimento disponível dos