Você está na página 1de 5

Plano Brasil de Todos

Desenvolvimento, participação e inclusão.

Plano Plurianual 2004-2007

Construir, juntos, o novo Brasil

O Plano Plurianual - PPA é o instrumento para planejar o


novo Brasil. O PPA estabelece diretrizes, objetivos e metas da
administração pública federal por um prazo de pelo menos quatro
anos, mas pode definir o destino de toda uma geração.
Elaborar um Plano Plurianual é decidir quais são os
investimentos mais importantes dentro de um projeto de
desenvolvimento. Na discussão do PPA, buscamos respostas para
questões fundamentais, como:
.quais as políticas mais adequadas para estimular os
diversos setores da produção;
.quais as melhores políticas para gerar mais e melhores
empregos;
.quais são as ações para reduzir as desigualdades regionais;
.quais são os projetos de infra-estrutura que vão receber
mais atenção e recursos;
.quais são os ramos da pesquisa científica e tecnológica
fundamentais para o crescimento do país; e
.quais são os programas sociais necessários para o
desenvolvimento humano da população, a inclusão social e a
melhor distribuição da renda entre os brasileiros.

Um planejamento democrático do País é o que o Governo


Federal propõe na elaboração do PPA para o período 2004-2007.
O projeto de um Brasil de todos será o fruto desse debate com as
organizações da sociedade.

O PPA na Legislação
O PPA foi instituído pela Constituição Federal de 1988 (Artigo
165, parágrafo 1º). Antes disso, alguns governos executaram
planos de desenvolvimento que marcaram o País. O governo
Juscelino Kubitschek, por exemplo, executou um Plano de Metas
que consolidou a industrialização da região Sudeste e criou a
Sudene, para desenvolver o Nordeste.
A Constituição estabelece que o Governo Federal tem de
apresentar o PPA ao Congresso Nacional até o final de agosto do
primeiro ano da administração. O Congresso tem prazo até o fim
deste ano para examinar a proposta do Executivo.
O PPA orienta a elaboração do Orçamento da União para os
quatro próximos anos, incluindo o primeiro ano do governo
seguinte.

Planejar o Brasil ouvindo a sociedade

A ampla consulta à sociedade sobre o Plano Plurianual 2004-


2007 confirma o compromisso do Governo Federal com a
participação social nas grandes decisões nacionais.
Tão importante quanto o conteúdo técnico do PPA é a
democratização do processo, que possibilitará pensar, juntos, os
caminhos para o desenvolvimento do País.
O Governo está apresentando às organizações da sociedade
a proposta de um modelo de crescimento sustentável. Isso
significa geração de empregos, distribuição de renda e inclusão
social, combinando planejamento nacional com desenvolvimento
regional.
É uma iniciativa sem precedentes, que envolve mais de duas
mil organizações da sociedade em todos os Estados. São
organizações e movimentos de trabalhadores urbanos e rurais, de
empresários dos diversos ramos da atividade econômica, das
diferentes igrejas, de entidades de gênero e raça, ambientalistas,
da juventude, científicas e acadêmicas; a riquíssima diversidade
da sociedade brasileira reunida em fóruns democráticos.
O desafio é fazer com que todos pensem um novo projeto de
País, que vamos começar a construir desde já, levando em conta
os interesses setoriais, mas tendo como principal referência os
interesses da maioria da população e os objetivos estratégicos do
País.
O Calendário da participação social

Ao longo de sete semanas, entre maio e julho, serão


realizados fóruns estaduais nos 26 estados e no Distrito Federal,
sempre às terças e sextas-feiras, com a presença de pelo menos
um ministro designado pelo presidente da República.
No mesmo período, os ministérios organizarão fóruns
temáticos com as organizações dos respectivos setores.
Haverá também seminários nacionais sobre grandes temas
de caráter geral, como política industrial, política de infra-
estrutura, política de segurança pública, política nacional de
desenvolvimento regional, política científica e tecnológica, entre
outros.
O Governo também participará, sempre que convidado, de
fóruns promovidos por organizações da sociedade para debater o
PPA.
Os governadores dos Estados estão sendo convidados pelo
presidente da República a discutir o PPA em reuniões regionais.
Prefeitos e Assembléias Legislativas também são interlocutores
do Governo Federal no processo de discussão e elaboração do
PPA.

Calendário dos Fóruns Estaduais

MAIO
Data Estado
30 Amazonas

Junho
Data Estado
6 Tocantins
Mato Grosso do Sul
10 Goiás
Mato Grosso
13 Rondônia
Roraima
17 Acre
Pará
24 Rio Grande do Sul
Amapá
27 Bahia
Paraná

JULHO
Data Estado

1 Piauí
Alagoas
4 Ceará
Pernambuco
8 Rio Grande do Norte
Paraíba
11 Sergipe
Maranhão
15 Santa Catarina
São Paulo
18 Distrito Federal
Minas Gerais
22 Rio de Janeiro
Espírito Santo

www.planobrasil.gov.br

A página da internet www.planobrasil.gov.br possibilita a


consulta à proposta do Plano Plurianual 2004-2007. O portal
contém ainda a memória do planejamento no Brasil, endereços
das entidades que participam das discussões, agenda dos fóruns
nos Estados, notícias sobre o PPA e uma versão para download na
íntegra do plano.

O PPA 2004-2007
Depois de discutir sua proposta de modelo de
desenvolvimento com a sociedade, o Governo vai consolidar os
projetos e os programas do Plano Plurianual 2004-2007.
É esta peça que será submetida à apreciação do Congresso
Nacional, dentro dos prazos constitucionais. No processo de
deliberação sobre o PPA, o Legislativo terá a oportunidade de
aperfeiçoar a proposta. Será o primeiro PPA com participação
social na história do planejamento federal brasileiro, para
começar a construir já um novo Brasil.