Você está na página 1de 2

ESCOLA MUNICIPAL JOÃO BISPO DOS SANTOS

DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR: CÉLIO ANDRADE


ALUNO(A):___________________________________________________________________ 6° Ano

Atividade para o período 03/05 à 07/05 de 2021


ATIVIDADES REMOTAS - HISTÓRIA
Saudações meu nobre aluno, como está você e seus familiares?
Espero que todos muito bem!!!
ORIENTAÇÕES:
 Leia o capitulo 5 do livro didático ( Pag. 106 à 112 ) sublinhe o que achar mais importante isto te ajudará a fazer as
atividades propostas. Sugestão: leia primeiro as atividades e depois o texto.

01 – Leia os textos e responda as questões:


TEXTO I
Documentos do século XVI algumas vezes se referem aos habitantes indígenas como “os brasis”, ou
“gente brasília” e, ocasionalmente no século XVII, o termo “brasileiro” era a eles aplicado, mas as
referências ao status econômico e jurídico desses eram muito mais populares. Assim, os termos “negro
da terra” e “índios” eram utilizados com mais frequência do que qualquer outro.
SCHWARTZ, S. B. Gente da terra braziliense da nação. Pensando o Brasil: a construção de um povo. In: MOTA, C. G. (Org.). Viagem
incompleta: a experiência brasileira (1500-2000). São Paulo: Senac, 2000 (adaptado).

TEXTO II
Índio é um conceito construído no processo de conquista da América pelos europeus. Desinteressados
pela diversidade cultural, imbuídos de forte preconceito para com o outro, o indivíduo de outras culturas,
espanhóis, portugueses, franceses e anglo-saxões terminaram por denominar da mesma forma povos tão
díspares quanto os tupinambás e os astecas.
SILVA, K. V.; SILVA, M. H. Dicionário de conceitos históricos. São Paulo: Contexto, 2005.

Ao comparar os textos, as formas de designação dos grupos nativos pelos europeus, durante o período
analisado, são reveladoras da:
a) concepção idealizada do território, entendido como geograficamente indiferenciado.
b) percepção corrente de uma ancestralidade comum às populações ameríndias.
c) compreensão etnocêntrica acerca das populações dos territórios conquistados.
d) transposição direta das categorias originadas no imaginário medieval.
e) visão utópica configurada a partir de fantasias de riqueza.

02 - Eram características dos indígenas nativos do Brasil na chegada dos portugueses, em 1500:

a) a obtenção de recursos baseada na coleta, caça e agricultura.

b) a existência de apenas um idioma comum a todas as tribos.

c) a existência de grandes cidades, como a dos astecas.

d) a ausência de artesanato
03 - Eram povos nativos do Brasil:

a) Maias e Astecas c) Tupiniquins e Apaches

b) Tupinambás e Guaranis d) Toltecas e Incas

04 - Sobre os povos indígenas no Brasil, pode-se afirmar:

I. Eles viviam em aldeias formadas por grandes casas, cada uma delas habitada por dezenas de pessoas
ligadas pelo casamento e parentesco. Embora não tivessem chefes formais, os seus grandes guerreiros
detinham um enorme prestígio, o que lhes permitia alguns privilégios, como o de possuírem várias
esposas.

II. Alguns desses povos, como os Potiguara da Paraíba, ofereceram grande resistência à colonização
portuguesa, enquanto outros, como os Tupiniquim de São Paulo, apoiaram os europeus em suas guerras
contra outros povos tupis. Os portugueses utilizaram muito bem as rivalidades entre os índios como
arma de conquista.

III. Os tupis possuíam uma economia bastante simples, baseada no cultivo de plantas, como trigo e milho,
e na criação de pequenos animais, como cabras e galinhas. Algumas aldeias possuíam pequenos celeiros,
onde a produção era armazenada e monopolizada pelos chefes hereditários.

Está(ão) correta(s) apenas:

a) II d) I e II

b) II e III e) III

c) I

05 - Leia o texto e responda:

Povos resistentes

Não somos povos emergentes nem povos ressurgidos, somos resistentes! Somos povos resistentes! A
frase foi entoada como um grito de guerra pelo cacique Pequena da etnia Jenipapo-Canindé, do Ceará, em
um encontro ocorrido em Olinda, em 2006. Esse encontro, que reuniu 47 grupos étnicos, foi um marco na
luta dos povos indígenas que ainda não têm sua identidade reconhecida. Muitos grupos buscam esse
reconhecimento perante a sociedade e o poder público.
Ser Protagonista: História, 3o Ano: ensino médio. São Paulo: Edições SM, 2013, p. 18.

Sobre os povos indígenas, marque a (as) opções correta:

a) Santa Catarina não registra índices de conflitos envolvendo comunidades indígenas, entre outros
fatores, por ter investido ao longo dos anos em políticas de integração desses povos à sociedade.

b) com a missão de converter os indígenas ao cristianismo, os jesuítas proibiram hábitos culturais como,
por exemplo, a antropofagia, a poligamia e a nudez. Entre outras ações, ainda criaram os chamados
“aldeamentos”, locais onde os indígenas viviam sob a proteção dos religiosos.

c) os primeiros colonizadores chamavam pejorativamente de “índio” toda a população que vivia no


território da América portuguesa pois não se haviam dado conta da grande variedade de culturas que
ocupava o vasto território.