Você está na página 1de 18

Ozônio

O3

05 e 06/10/2006
Francisco de Assis Bertini Moraes
Geração do Ozônio

O ozônio é gerado a partir de um gás que contenha oxigênio.


Pode ser tanto o AR atmosférico (20,9%)
OXIGÊNIO no estado quase puro (>92%).

Este gás que contém o oxigênio sofre uma Ionização pela


corrente elétrica liberando o íon O- formando o O3.
3O2 => 2O3 + 0,82 KW/kg
Geração do Ozônio

O2
Geração de Ozônio

Gerador de Ozônio-1

Gerador de Ozônio-2

Gerador de Ozônio-3

Gerador de Ozônio-4

O3
Geração do Ozônio

O ozônio é gerado a:

- concentração de até 13,2% em oxigênio


- pressão de 0,90 bar
- vazão de 180 kg/h.

 13,2 % é o mesmo que 132.000 ppm


92 % PUREZA DE O2 0,89 Bar
35 c Gerador A H2O
- 105 PONTO ORVALHO
O2 (g) Compressor
Planta VSA 195 Kg/H
C300
0,55 Bar
1500 Kg/h 0,77 Bar 19 c 50%
NÍVEL
13 % O3 peso
O2 Líquido Gerador B O3 (g) 195 Kg/h O3
1500 Kg/h Gás
AGE Lavador
10 Bar
Gases
1,0 Bar 30 C

6C pH 6,0

10 C

Inversor e PSU’s
ATR CHILLER
atm Destruidor
de Ozônio
O3 (g) Residual
TROC C500
30 C
2,2 mmCA
O2 (g)
30 C 320 C AFA
0,12 300 C
TROC C600 Bar
Trocador
112 C
0,05 Bar
1º Reator O2
O2 (L)
O2 (g) Torre Z
0,15 Bar 0,15 Bar 2º Reator O2
50 C 9,5 Bar
13 Bar
Reator LBO O3 (g)
C500 C600 55 C

Reator EOP
ASE pH 6,5
Bb. MC
MIX 067 MIX 069 073
92 % PUREZA DE O2 0,89 Bar
35 c Gerador A
- 105 PONTO ORVALHO
O2 (g) Compressor
Planta VSA 185 Kg/H
C300
0,55 Bar
1500 Kg/h 19 c
13 % O3 peso 185 Kg/h O3
O2 Líquido Gerador B O3 (g) 1500 Kg/h Gás
Lavador 10 Bar
Gases 30 C

atm Destruidor
de Ozônio
O3 (g) Residual

30 C
2,2 mmCA
O2 (g)
320 C AFA
0,12 300 C
Bar

O2 (g) Trocador
112 C
O2 (L) 0,05 Bar
1º Reator O2
Torre Z
0,15 Bar 0,50 Bar 2º Reator O2
50 C 9,5 Bar
O2 (g) 13 Bar
Reator LBO O3 (g)
55 C
Compressor Compressor
C500 C600 Reator EOP

Bb. MC
MIX 067 MIX 069 073
Estágio Z
Segurança – Identificação de Perigos

• Odor Forte

• Gás que não pode ser armazenado, devido sua instabilidade (decomposição)

• Gás Não Inflamável .

• Pode acelerar fortemente a ignição e riscos de incêndio

• Gás Oxidante que se misturado ao oxigênio pode causar riscos de combustão


violenta (explosão), quando em contato com atmosferas inflamáveis e
compostos orgânicos aromáticos tais como óleos e graxas , alceno , bromo,
éter dietílico, brometo de hidrogênio, iodeto de hidrogênio, compostos de
ispropylidene, etc.
Segurança – Identificação de Perigos

• Produto altamente corrosivo.

• Todo e qualquer material a ser colocado em contato com o ozônio,


deve ser analisado a sua compatibilidade.

• Metais reativos, como cobre, zinco, prata, ouro, platina, titânio, e


outros que podem acelerar a sua decomposição (explosiva) não podem
ser utilizados.

• O uso do aço inoxidável, teflon e PVC são os materiais recomendados.

• Teor de oxigênio em atmosferas com ozônio não pode exceder 23,5%


Segurança – Identificação de Perigos

• A velocidade de decomposição depende da temperatura, da umidade,


e de outros fatores, tais como presença de metais, fumos metálicos, etc.

• A temperatura ambiente e pressão atmosférica pode ter vida média


de 3 dias.

• Em altas temperaturas e na presença de catalisadores, como hidrogênio,


ferro, cobre e cromo, a decomposição pode ser explosiva.

• Produtos podem ser formados devido à decomposição tais como Óxido


Nitroso, Ácido Nitroso, Dióxido de Nitrogênio, Óxido Nítrico e Ácido Nítrico.

• A uma temperatura de 350 C, o ozônio não mais existe.Este é o método


mais utilizado para evitar o lançamento deste gás na atmosféra.
Segurança – Efeito nos Humanos

O ozônio é um gás altamente TÓXICO

 Odor perceptível com 0,0076 ppm

 Dores de cabeça e irritação nas mucosas com 1,0 ppm

 Queima da garganta em 20 minutos com 1,3 ppm

 Acidente Sério em 3 horas com 3,0 ppm


Dificuldades Respiratórias, Tosse, Batimento Cardíaco Irregular, Vertigem, Queda de
Pressão Sanguínea, Alteração no Campo Visual, Dores no Peito e no Corpo.

 Morte em 60 minutos acima de 20 ppm

 Morte em 30 minutos acima de 50 ppm

 Limite de Exposição Ocupacional : 0,08 ppm , até 48 horas por semana (NR-15 –
portaria 3214)

Lembrando,

A geração de ozônio produz o gás a 13,2 % de concentração ou 132.000 ppm ,


para aplicação nos misturadores de ozônio.
Segurança – Poder Oxidante
Potencial
de Poder relativo de
Desinfetantes
Oxidação(V Oxidação*
olts)
CONCENTRAÇÃO ESCHERIC. COLI TEMPO para 99 %
DESINFETANTE Ozônio 2,07 1,52
mg/l contagem por ml de DESINFECÇÃO
Peróxido de
Ozônio 0,1 60.000 0,08 1,77 1,30
hidrogênio
Cloro 0,1 60.000 250
Hipoclorito 1,49 1,10

Cloro 1,36 1,00

Oxidação de
Células Vivas
por Ozônio
Segurança – Procedimentos Gerais

 Vista a máscara de resgate para retirar a vítima da área


confinada.

 Caso a vítima não possa ser removida vista o equipamento de


Respiração Autônoma para ter mais tempo no pronto
atendimento.

 Remova a vítima para o Ambulatório Médico para aplicação do


Pronto Atendimento.

 Acione os Bombeiros para isolar a área.


Segurança Identificação

INFLAMABILIDADE

Fórmula Química: 0

PERIGO À SAÚDE

REATIVIDADE
3 0

O3 0X
Segurança – Sistema de Proteção : Planta de Ozônio
92 % PUREZA DE O2 0,89 Bar
35 c Gerador A H2O
- 105 PONTO ORVALHO
O2 (g) Compressor
Planta VSA 195 Kg/H
C300
0,55 Bar
1500 Kg/h 0,77 Bar 19 c 50% O3 (g)
NÍVEL
O3 (g) 13 % O3 peso
O2 Líquido Gerador B 195 Kg/h O3
1500 Kg/h Gás
Lavador
10 Bar
Gases
1,0 Bar 30 C

6C pH 6,0
O2 (g)
10 C

ATR Destruidor
CHILLER
de Ozônio O3 (g) Residual
300 C

30 C
01- Sensores de Residual de Ozônio e Oxigênio 320 C
2,2 mmCA
AFA
300 C
. 1 sensor O3 , perto C500
. 1 sensor O3 , perto C300 Trocador

. 1 sensor O3 , perto Gerador B 112 C

O3 (g) 0,05 Bar


. 1 sensor O2 , perto C600 (maior 20 ppm, aciona alarme)
. 1 sensor O2 , perto Gerador B (maior 20 ppm, aciona alarme) Torre Z

9,5 Bar
Residual O3 maior que 0,16 ppm por 15 min.  Desliga Planta O3
Residual O3 maior que 0,30 ppm por 1 min.  Desliga Planta O3
ACIONA ALARME LUMINOSO E SONORO NA PORTA ENTRADA,
Bb. MC
E É PROIBIDO A ENTRADA DE QUALQUER PESSOA NO RECINTO MIX 067 MIX 069 073
02. Pressão de O2-VSA na Entrada dos Geradores A e B maior que 1,1 bar  Desliga Planta O3

03. Pressão de O3 na Saída dos Geradores A e B maior que 1,4 bar  Desliga Planta O3
Pressão de O3 na Saída dos Geradores A e B menor que 0,5 bar  Desliga Planta O3

04. Fluxo de Água Gelada para os Geradores A e B menor que 70 m3/h  Desliga Planta O3
Temperatura Água Gelada na saída dos Geradores A e B maior que 10 C  Desliga Planta O3

05. Fluxo de água da Torre Resfriamento para o Chiller menor que 70 m3/h  Desliga Planta O3
Pressão de água da Torre de Resfr. para o Chiller menor que 2,5 bar  Desliga Planta O3
Parada do Chiller e/ou Bombas de água gelada  Desliga Planta O3

06. Nível de água no Lavador de Gases menor que 5 %  Desliga Planta O3


Nível de água no Lavador de Gases maior que 95 %  Desliga Planta O3
Chave de nível de água no Lavador de Gases, atuar mínimo ou máximo  Desliga Planta O3

07. Pressão no sucção do Compressor C300 menor que 0,20 bar  Desliga Planta O3
Pressão no recalque do Compressor C300 maior que 11,2 bar  Desliga Planta O3
Pressão no recalque do Compressor C300 menor que 8,5 bar  Desliga Planta O3

07. Fluxo de Gases na alimentação do VOD menor que 220 m3/h  Desliga Planta O3
Temperatura na saída da resistência elétrica do VOD menor que 300 C  Desliga Planta O3
Temperatura na saída do reator do VOD menor que 300 C  Desliga Planta O3
Temperatura na saída do trocador de calor do VOD maior que 120 C  Desliga Planta O3

As proteções descritas acima são exemplos das principais de segurança, porém existem muitas outras para a segurança de pessoas e equipamentos
Segurança – Sistema de Proteção : Aplicação no Branqueamento
Para Destruidor O3 Residual
e Recompressão O2 Para LavadorGases do
Branqueamento
Tq. Filtrado TI-APAI-05
Prensa

AMO
Prensa O3
AFA
Rosca
Diluidora
PI-130
Torre PI-APAI-02
Massa
Pré AQU AFA
Branq.
VMP ClO2

Torre
134-HC-43 PIC-141
ZD

LIC-36
AMO MC - 073

134-05-001 MC - 063 Mix - 067 Mix - 068

A geração de ozônio-O3 (Carga dos Geradores A e B) é proporcional à abertura da válvula 134-HC-43 , ou seja, 100% abertura 100% Carga

Condições , para permitir a abertura da válvula de ozônio-O3 , 134-HC-43 :


01. Bomba de alimentação da prensa, 134-05-001 , ligada.
02. Nível do “stand pipe” da Bomba MC – 063, maior que 20%.
03. Bomba MC – 063 , ligada.
04. Misturador de ozônio MIX – 067 e / ou MIX – 068 , ligado.
05. Pressão na linha de ozônio-O3 , PI-APAI-02 , maior que 8,5 bar.
06. Pressão no “tubulão” de alimentação do “stand pipe” da Bomba MC – 073 , PIC-141 , maior que 7,5 bar.
07. Pressão no topo do “stand pipe” da Bomba MC – 073 , PI-130 , menor que 3,5 mmCA.
08. Temperatura na saída do trocador de calor do VOD, TI-APAI-05, menor que 120 C.
Segurança – Liberação para Manutenção : Planta Ozônio

Condições para liberação de serviço na Planta de Ozônio – O3 (Air Liquid)

01. Liberação de Entrada na Planta de Ozônio


Sensores de Residual de Ozônio e Oxigênio
Residual O3 maior que 0,16 ppm por 15 min.
. 1 sensor O3 , perto C500
Residual O3 maior que 0,30 ppm por 1 min.
. 1 sensor O3 , perto C300
. 1 sensor O3 , perto Gerador B
ACIONA ALARME LUMINOSO E SONORO NA PORTA ENTRADA,
. 1 sensor O2 , perto C600 (maior 20 ppm, aciona alarme) É PROIBIDO A ENTRADA E PERMANÊNCIA DE QUALQUER
. 1 sensor O2 , perto Gerador B (maior 20 ppm, aciona alarme) PESSOA NO RECINTO

02. Entrada Liberada


 Na presença do Técnico da Air Liquid , executar o apôio de manutenção conforme consenso técnico.

 Sem a presença do Técnico da Air Liquid, após solicitação do Supervisor de Turnos da Celulose, fazer contato via telefone e com a
autorização e orientação de segurança deste Técnico, executar o apôio de manutenção, em comunicação com o Supervisor de Turnos
da Linha de Fibras e apôio do Operador de Área.
Segurança – Liberação para Manutenção : Branqueamento
Para Destruidor O3 Residual
e Recompressão O2 Para LavadorGases do

Tq. Filtrado TI-APAI-05 Branqueamento


Prensa

AMO
Prensa O3
AFA
Rosca
Diluidora
PI-130
Torre PI-APAI-02
Massa
Pré AQU AFA
Branq.
VMP ClO2

Torre
134-HC-43 PIC-141
ZD

LIC-36
AMO MC - 073

134-05-001 MC - 063 Mix - 067 Mix - 068

Condições para liberação de serviço no Estágio “Z”


( Prensa até o “Stand Pipe” da Bomba MC – 073 )

 Colocar a Planta de Ozônio-O3 , no mínimo, por 20 minutos na condição de “purga” (circulação de O2)

 Parar a Bomba de alimentação da prensa (134-05-001) e alimentar somente água morna na rosca diluidora,
no mínimo, por 20 minutos , “passando” água no Estágio “Z” , “limpando” toda a massa entre a rosca dilui-
dora e o “stand pipe” da Bomba MC – 073.

 Seguir Procedimentos de Bloqueios conforme Norma do Cartão Vermelho e Nomas Operacionais e de Segurança