Você está na página 1de 4

minuta

Oficina de Produção Literária para Centros de Atenção Psicossocial


Apresentação

....

Objetivos

Preparar monitores (oficineiros) para produzir textos (ou motivação para produção)
 valor terapêutico (valor da interpretação, efeito catarse),
 valor para mercado de arte (Poemas, crônicas, jingles, letras de música,
roteiros, etc.)
 valor para mercado de trabalho, cartas, ofícios e outros textos da esfera
administrativa, capacidade em seleção profissional
Justificativa

Psicologia e literatura área de reconhecido interesse das mais diversas técnicas e


teoria da psicologia: Psicanálise, Behaviorismo, Neurolingüística etc.

Instrumento de pesquisa, avaliação de pacientes

Potencial de profissionalização, descoberta de talentos para o mercado de arte

Modulo exclusivo de monitores

1 – Introdução à lingüística
2- ABC da literatura – leitura de Ezra Pound
3 – Freud e literatura – Seminários sobre autores descritos por S. Freud

OFICINA
Ciclos repetidos num mesmo CAPS ou itinerantes

em todos há 3 momentos:
 Leitura de textos
 Produção de textos
 Interpretação/avaliação coletiva

Modulo I

Leitura de poemas por tema:


 amor (namoro, paixão, erotismo, perda, luto, etc)
 poemas auto-descritivos/autobiográficos
 emoções
 natureza
 experiências religiosas (oração, exorcismos, etc.)
 outros

Modulo II

Leitura de poemas por estilo:


 versos rimados (métricas, padrões distintos)
 versos brancos
 poemas concretos
 hai kai
 letra de música

Modulo III

Introdução à teoria da literatura

Poesia e prosa
 Cartas ofícios
 Discrição, narração dissertação
 Crônicas, artigos de jornal
 Romance
 Texto dramático

Estilos literários

 Lírico
 Trágico

 Romantismo
 Realismo
 Surrealismo

Modulo IV

Igual a modulo I sem limitar-se à poemas.

Modulo V

O livro e o mercado de literatura e arte, o trabalho do editor, as grandes editoras,


concursos, leis de incentivo à produção cultural, patrocínio, direito autoral

Produção Cultural
Editoração eletrônica
Produção gráfica
Distribuição

Trabalho final

Editando uma antologia, para reprodução em xerox ou mimeógrafo para os


participantes da oficina.

Nota

A importância que Freud atribuía à literatura é salientada por Lacan, numa entrevista
com estudantes da Universidade de Yale quando declarou que Freud era ávido de
literatura, pois ela "lhe servira para franquear a via desta ideia do inconsciente" e,
com efeito, diante do romance de Jensen, ele se encontra face a uma obra que lhe
permite estabelecer, mais uma vez, um paralelismo, que lhe era tão caro, entre o
procedimento arqueológico e o método psicanalítico: Gradiva narra a estória de um
jovem arqueólogo e de seu tortuoso reencontro com uma musa de sua infância.

Para exemplificar a legitimidade de tal avidez, basta simplesmente que se reconheça


o lugar nuclear do mito edipiano, tomado emprestado à tragédia de Sófocles, na
elaboração freudiana.