Você está na página 1de 195

3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL

APRENDER
SEMPRE
VOLUME 1

APRENDER SEMPRE
3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL
LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA
2021

PROFESSOR
VOLUME 1.2021
COORDENADORIA PEDAGÓGICA EQUIPE DE ELABORAÇÃO
Caetano Pansani Siqueira Raph Gomes Alves
Sônia de Gouveia Jorge
DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO Camila Taira Nakamura
CURRICULAR E DE GESTÃO DA Andréa Dias Tambelli
EDUCAÇÃO BÁSICA Érica de Faria Dutra
Valéria Arcari Muhi Karina Santos da Silva
Ivan Cruz Rodrigues
CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS Leandro Rodrigo de Oliveira
Governo do Estado de São Paulo
INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL – CEIAI Raphaelle Fernandes Vicentin
Mariana Sales de Araújo Carvalho Sandra Maria de Araújo Dourado
Governador Estela Choi
João Doria
ASSESSORIA TÉCNICA
Vice-Governador Bruno Toshikazu Ikeuti LEITURA CRÍTICA:
Rodrigo Garcia Danielle Christina Bello de Carvalho Ione Aparecida Cardoso Oliveira
Secretário da Educação
Isaque Mitsuo Kobayashi Milena Soldá Policastro
Rossieli Soares da Silva Vinicius Bueno Ruy César Pietropaolo.
Secretário Executivo
Haroldo Corrêa Rocha
EQUIPE CURRICULAR DO CENTRO DE REVISÃO DE LÍNGUA:
EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS DO Aleksandro Nunes
Chefe de Gabinete ENSINO FUNDAMENTAL – CEIAI Alexandre Napoli
Renilda Peres de Lima
Ana Aline Padovezi Rossi Romina Harrison
Coordenador da Coordenadoria Pedagógica Kristine Martins Rúbia de Abreu Cavalcante.
Caetano Pansani Siqueira Mariana Sales de Araújo Carvalho
Presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação
Noemi Devai PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO:
Nourival Pantano Junior
Roberta Nazareth de Proença Silveira André Coruja
Sônia de Oliveira N. Alencar Sâmella Arruda
Tatiana Pereira de Amorim Luca Cristall Hannah Boaventura
Julliana Oliveira
Amanda Pontes
Kamilly Lourdes
Alice Brito
Wellington Costa
Ana Gabriella Carvalho
Perazzo Freire
Rayane Patrício
Emano Luna
Lucas Nóbrega

SUPORTE A IMAGEM:
Lays da Silva Amaro
Wilker Mad
Apresentação
Estas sequências didáticas/de atividades foram elaboradas com o intuito de oferecer um suporte adicional aos es-
tudantes, auxiliando-os no processo de recuperação e aprofundamento de aprendizagens essenciais para seu percurso
educacional.

dos estudantes e direcionar o ensino às suas necessidades; e formações, com foco no uso do resultado das avaliações e
no desenvolvimento das atividades presentes neste material.
Os materiais, as avaliações e as formações do Programa de Recuperação e Aprofundamento estão articulados entre si,

-
2 caderno do professor
caderno do professor 3

Olá, Professor!
Olá, Professor!
Olá, Professora!
Olá, Professora!
Iniciamos esta sequência
Iniciamosdidática,
esta sequência
que contém
didática,
um conjunto
que contémde materiais
um conjunto pensado
de materiais
para apoiar
pensado
o processo
para apoiar
de aprendiza-
o processo de aprendiza-
gem dos estudantes
gemdodos seuestudantes
grupo. do seu grupo.
Com propostas voltadas
Com propostas
à ampliação
voltadas
do repertório
à ampliaçãode do
leitura
repertório
e escrita,
de as
leitura
crianças
e escrita,
terão asa oportunidade
crianças terãodea oportunidade
participar de de participar de
ituações contextualizadas
situações contextualizadas
e reais, como a escrita
e reais,
decomo
uma carta
a escrita
de agradecimento
de uma carta depara agradecimento
alguém da comunidade
para alguémescolar.
da comunidade escolar.
O gênero textual carta
O gênero
será otextual
foco desta
cartasequência
será o focodidática.
desta sequência
Os estudantes
didática.
lerão
Osalguns
estudantes
modelos
lerãodealguns
carta,modelos
conhecerão
de sua
carta,estru-
conhecerão sua estru-
ura composicional,
tura
pensarão
composicional,
sobre a escrita
pensarão
dassobre
palavras,
a escrita
confeccionarão
das palavras,
uma
confeccionarão
caixa de correio
uma para
caixa
a turma
de correio
e farão
para
mapas
a turma
de ideias
e farão mapas de ideias
que auxiliam no processo
que auxiliam
de levantamento
no processo dode conhecimento
levantamento do prévio
conhecimento
e na análiseprévio
e comparação
e na análise
entree comparação
os gêneros bilhete
entre ose gêneros
carta. bilhete e carta.
É importante queÉvocê
importante
leia previamente
que você leia
todaspreviamente
as orientações
todas
contidas
as orientações
neste material
contidas
para
neste
garantir
material
as condições
para garantir
necessárias
as condições necessárias

Lembre-se de reforçar
Lembre-se
os combinados
de reforçare os
protocolos
combinados
de saúde
e protocolos
com as crianças,
de saúdegarantindo
com as crianças,
as orientações
garantindo
deas
distanciamento
orientações de distanciamento
ocial e os cuidados
social
de ehigiene.
os cuidados de higiene.
Comece o trabalho Comece
lendo o trabalho
texto inicial
lendoe conversando
o texto inicialcom
e conversando
o grupo sobre
com
o uso
o grupo
das cartas
sobrenoo uso
contexto
das cartas
atualno
e ocontexto
papel daatual e o papel da
nternet na comunicação
internet imediata
na comunicação
entre asimediata
pessoas.entre as pessoas.
Bom trabalho! Bom trabalho!

Habilidades do Currículo
Habilidades
Paulista
do Currículo
consideradas
Paulista
nesta
consideradas
Sequência Didática:
nesta Sequência Didática:

Objetos de Objetos de
Habilidades Habilidades Aulas Aulas
conhecimento conhecimento

(EF01LP07) Compreender
(EF01LP07)
as notações
Compreender
do sistema
as notações
de escrita
doalfabética
sistema de- segmentos
escrita alfabética
sonoros- segmentos
e letras. sonoros
Aulae letras.
1 Aula 1
Construção Construção
(EF02LP01A) Grafar(EF02LP01A)
corretamenteGrafar
palavras
corretamente
conhecidas/familiares.
palavras conhecidas/familiares. Aulas 2, 4, 6 e 7 Aulas 2, 4, 6 e 7
do sistema do sistema
alfabético alfabético
Aula 6 Aula 6
e/ou estáveis. e/ou estáveis.
(EF02LP16A) Ler e compreender
(EF02LP16A) Ler diferentes
e compreender
textos dodiferentes
campo datextos
vida cotidiana
do campo(bilhetes,
da vida cotidiana
recados, (bilhetes, recados,
avisos, cartas, receitas,
avisos,
relatos,
cartas,
entre
receitas,
outros),
relatos,
considerando
entre outros),
a situação
considerando
comunicativa,
a situação
o tema/as-
comunicativa,Aulas
o tema/as-
1, 7 e 10 Aulas 1, 7 e 10
sunto, a estrutura composicional
sunto, a estrutura
e o estilo
composicional
do gênero.e o estilo do gênero.
Compreensão (EF02LP12)
CompreensãoLer e compreender
(EF02LP12) Ler
cantigas,
e compreender
quadrinhas,
cantigas,
entre outros
quadrinhas,
textosentre
do campo
outrosdatextos
vida coti-
do campo da vida coti-
em leitura diana, com certa autonomia,
em leitura diana, comconsiderando
certa autonomia,
a situação
considerando
comunicativa,
a situação
o tema/assunto,
comunicativa,a estrutura
o tema/assunto, a Aula
estrutura
5 Aula 5
composicional e o estilo
composicional
do gênero.
e o estilo do gênero.

Aulas 2, 3 e 9 Aulas 2, 3 e 9
avisos, cartas, receitas,
avisos,
relatos,
cartas,
entre
receitas,
outrosrelatos,
textosentre
(digitais
outros
ou impressos).
textos (digitais ou impressos).

Estratégia de Estratégia de Aulas 2 e 8 Aulas 2 e 8


do gênero textual. do gênero textual.
leitura leitura
(EF15LP03) Localizar(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textosexplícitas
de diferentes
em textos
gêneros
de diferentes
textuais. gêneros textuais. Aula 2 Aula 2
Aula 3 Aula 3
(EF02LP03) Grafar corretamente
(EF02LP03) Grafar
palavras
corretamente
com correspondências
palavras comregulares
correspondências
diretas (f/v,
regulares
t/d, p/b)diretas
e (f/v, t/d, p/b) e
Aula 4 Aula 4
correspondências regulares
correspondências
contextuais
regulares
(c/qu; g/gu,
contextuais
r/rr, s/z(c/qu;
inicial).
g/gu, r/rr, s/z inicial).
(EF02LP04) Grafar corretamente
(EF02LP04) Grafar
palavras
corretamente
com ditongos
palavras
(vassoura,
com ditongos
tesoura),(vassoura,
dígrafos (repolho,
tesoura), dígrafos (repolho,
Aula 6 Aula 6
queijo, passeio) e encontros
queijo, passeio)
consonantais
e encontros
(graveto,
consonantais
bloco). (graveto, bloco).
42 caderno
cadernodo 2 caderno do professor
doprofessor
professor
2 | LÍNGUA PORTUGUESA
3 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 35

AULA 1 – O QUEAULA
SABEMOS
1 – O QUE
SOBRE
SABEMOS
AS CARTAS?
SOBRE AS CARTAS?
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Materiale do
materiais
estudante
paraeamateriais
produçãopara
do cartaz
a produção
(papel-pardo
do cartaz
ou(papel-pardo
cartoli- ou cartoli-
na, canetinhas, na,
entre
canetinhas,
outros). entre outros).
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em
considerando
semicírculo,oconsiderando
distanciamentoo distanciamento
necessário entrenecessário
os estu- entre os estu-
dantes, segundodantes,
as orientações
segundodos
as orientações
órgãos de saúde.
dos órgãos de saúde.
EF02LP16A) Ler (EF02LP16A)
e compreenderLer ediferentes
compreender textosdiferentes
do campotextos
da vida
do campo
cotidiana da(bi-
vida cotidiana (bi-
hetes, recados,lhetes,
avisos,recados,
cartas, receitas,
avisos, cartas,
relatos,receitas,
entre outros),
relatos,considerando
entre outros),a considerando
situação a situação
omunicativa, ocomunicativa,
tema/assunto,oatema/assunto,
estrutura composicional
a estruturaecomposicional
o estilo do gênero.
e o estilo do gênero.
EF01LP07) Compreender
(EF01LP07)asCompreender
notações do sistema
as notações
de escrita
do sistema
alfabética
de escrita
- segmentos
alfabética - segmentos
onoros e letras.sonoros e letras.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
A roda de conversa
A roda
é umdeespaço
conversaimportante
é um espaçoparaimportante
compartilharpara
o conhecimento
compartilhar oprévio
conhecimento prévio
dos estudantes dos
sobre
estudantes
o assunto.sobre
Dessao assunto.
forma, garantimos
Dessa forma,quegarantimos
o maior número
que o demaior número de
nformações sejainformações
compartilhadoseja entre
compartilhado
todos os participantes.
entre todos osProfessor/a,
participantes.
vocêProfessor/a,
será você será
o mediador dessao mediador
conversa,dessa
organizando
conversa,osorganizando
turnos de falaoseturnos
auxiliando
de fala
noeprocesso
auxiliando no processo
de escuta atentadepara
escuta
queatenta
todos para
tenhamqueatodos
chance tenham
de ampliar
a chance
seu derepertório
ampliarsobre
seu repertório
o sobre o
assunto e trazerassunto
à tona seus
e trazer
conhecimentos
à tona seus conhecimentos
prévios. prévios.
Você pode ampliar
Vocêo pode
diálogo
ampliar
com oso diálogo
estudantes comperguntando
os estudantesem perguntando
quais situações
em quais
as situações as
artas circulam atualmente;
cartas circulamcomo
atualmente;
elas aparecem
comona elas
internet;
apareceme que
na lugar
internet;
ocupam
e queem
lugar ocupam em
meio ao avançomeio
das tecnologias.
ao avanço das tecnologias.
O Mapa CircularOde Mapa
Ideias
Circular
tem adefunção
Ideiasdetemtornar
a função
o pensamento
de tornar dos
o pensamento
estudantes dos
vi- estudantes vi-

desta sequência.
desta
“O que
sequência.
sabíamos
“O no
queinício
sabíamos
deste no
estudo?
início Odeste
que estudo?
aprendemos,
O queaoaprendemos, ao

nformações dosinformações
estudantes dos
no entorno
estudantes
dele.noOentorno
principaldele.
objetivo
O principal
é levantar
objetivo
o conhe-
é levantar o conhe-
imento prévio cimento
das crianças
prévio
sobre
dasocrianças
gênero sobre
e saber
o gênero
se elas já
e saber
escreveram
se elasuma
já escreveram
carta uma carta
para alguém. Além
paradas
alguém.
questões
Alémsugeridas,
das questões
você sugeridas,
poderá fazer
você
outras
poderáquefazer
remetam
outrasà que remetam à

que o objetivo nesse


que o momento
objetivo nesse
é realizar
momento
um levantamento
é realizar umdos
levantamento
conhecimentos
dos conhecimentos
pré- pré-
vios dos estudantes
vios dos
sobre
estudantes
o gênero,sobre
sem aopretensão
gênero, sem
de ensinar.
a pretensão de ensinar.
64 caderno
cadernodo 4 caderno do professor
doprofessor
professor

Sugerimos que Sugerimos


você peça para
que cada
você peça
estudante
para cada
escrever
estudante
duas palavras
escreverque
duas remetam
palavras que remetam
à primeira ideiaàsobre
primeira
o que
ideia
sãosobre
cartas.o que
Selecione
são cartas.
duas Selecione
escritas para
duascoletivizar
escritas para
com coletivizar com
o grupo e discutir
o grupo
na lousa
e discutir
a melhorna lousa
maneiraa melhor
de escrever
maneira
taisdepalavras.
escreverEsse
taisregistro
palavras. Esse registro
poderá ser um poderá
diagnóstico
ser umquediagnóstico
orientará osqueagrupamentos
orientará os aagrupamentos
serem feitos pora serem
você feitos por você
posteriormente.posteriormente.
Enquanto circulaEnquanto
pela sala,
circula
observe
pelaa sala,
escrita
observe
das crianças,
a escritafazendo
das crianças,
as intervenções
fazendo as intervençõe
necessárias. Recupere
necessárias.
o queRecupere
deve ser escrito
o que deve
e solicite
ser escrito
que leiam
e solicite
para que
vocêleiam
o quepara
es- você o que es

ou se usaram letras
ou seindevidas,
usaram letras
fazendo
indevidas,
os ajustes
fazendo
que considerarem
os ajustes quenecessários.
considerarem necessários.
IMPORTANTE: aproveite
IMPORTANTE:
esse momento
aproveitede
esse
registro
momento
coletivo
de registro
para problematizar
coletivo paraaspec-
problematizar aspec
tos da escrita, formulando
tos da escrita,
questões
formulando
como:questões
“Qual a melhor
como: “Qual
letra para
a melhor
escrever
letra‘ENDE-
para escrever ‘ENDE

Acreditamos queAcreditamos
ter o/a professor/a
que ter como
o/a professor/a
escriba dacomo
turmaescriba
é umada boaturma
oportunidade
é uma boa oportunidade
para mostrar aospara
estudantes
mostrar aaosimportância
estudantesdaa escrita
importância
convencional
da escritaaoconvencional
formalizar uma ao formalizar uma
comunicação, nocomunicação,
caso, o cartazno dacaso,
sala.o cartaz da sala.
Trazemos algunsTrazemos
exemplos alguns
de informações
exemplos de queinformações
podem surgirquepara
podemo Mapa
surgirCircular
para o Mapa Circula
de Ideias: ter endereço,
de Ideias:ir ter
pelo
endereço,
correio ou
ir pelo
não, correio
destinatário,
ou não,carta
destinatário,
de amor, coisa
carta an-
de amor, coisa an
tiga, selo, mensagem,
tiga, selo,
comunicação,
mensagem,passarcomunicação,
informação,
passar
papel,
informação,
escrever papel,
etc. Depois,
escrever etc. Depois
cada criança anotará
cada criança
as principais
anotaráinformações
as principaisdainformações
roda de conversa
da rodaemdeseu
conversa
próprioem seu próprio
material. material.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?

cartas e as transformações
cartas e as transformações
que esse gêneroquesofreu
esseao
gênero
longosofreu
do tempo.
ao longo
É importante
do tempo. É importante
deixar o cartaz coletivo
deixar ocolado
cartaz coletivo
na paredecolado
da sala
na para
paredeserda
consultado
sala para eserampliado
consultado
no e ampliado no
decorrer do percurso.
decorrer do percurso.
AULA 2 – O TEMPO
AULAPASSA,
2 – O TEMPO
AS CARTAS
PASSA,
FICAM
AS CARTAS FICAM
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materiallousa
do estudante,
e giz. lousa e giz.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva, com organização
Coletiva, com
emorganização
semicírculo,em
considerando
semicírculo,oconsiderando
distanciamento
o distanciamento
necessá- necessá
rio entre os estudantes,
rio entresegundo
os estudantes,
as orientações
segundodos
as orientações
órgãos de saúde.
dos órgãos de saúde.
(EF15LP02B) (EF15LP02B) -
rante a leitura do
rante
gênero
a leitura
textual.
do gênero textual.
(EF02LP16B) (EF02LP16B)
recados, avisos,recados,
cartas, receitas,
avisos, cartas,
relatos,receitas,
entre outros
relatos,
textos
entre
(digitais
outros ou
textos
impressos).
(digitais ou impressos).
(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textos
explícitas
de diferentes
em textosgêneros
de diferentes
textu- gêneros textu
ais. ais.
(EF02LP01A) Grafar
(EF02LP01A)
corretamente
Grafarpalavras
corretamente
conhecidas/familiares.
palavras conhecidas/familiares.
5 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 57
LÍNGUA PORTUGUESA | 3

recebida ou enviada,
recebida com- ou enviada, com-
partilhe-as compartilhe-as
os estu- com os estu-
dantes. dantes.
A antecipação Adasantecipação
infor- das infor-
mações é umamações forma de é uma forma de
garantir que as garantir
crianças que se as crianças se
preparem para preparem
a leitura epara a leitura e
acionem o queacionem
já sabemo que já sabem
sobre o assunto. sobre
Oriente-
o assunto. Oriente-
-os a explorar os-oselemen-
a explorar os elemen-
tos que encontraram
tos quenoencontraram no
texto antes mesmotextodeantesler, mesmo de ler,
por exemplo: por números
exemplo: números
que representam que data, representam data,
nome da cidade, nome nomesda cidade, nomes
de pessoas, tipodedepessoas,
papel tipo de papel
em que foi escrito
em que etc.foi escrito etc.
Instigue o grupoInstigue
com per- o grupo com per-
guntas do tipo: guntas do tipo:
• Como esses •elementos
Como esses elementos
nos ajudam a saber
nos ajudam
o que a saber o que
está escrito nas está
cartas?escrito nas cartas?
• Qual é a carta•mais
Qualanti-
é a carta mais anti-
ga? Qual é a maisga?recente?
Qual é a mais recente?
• Qual das cartas• Qual
foi escri-
das cartas foi escri-
ta por um adultotaeporqual um foiadulto e qual foi
escrita por umaescrita
criança? por uma criança?
• Que mensagem • Queelas mensagem elas
querem comunicar?querem comunicar?
Anote na lousa Anote
as hipóte-na lousa as hipóte-
ses levantadas ses peloslevantadas
es- pelos es-
tudantes para cada
tudantescarta,para cada carta,
para que, duranteparae após
que, adurante e após a
leitura, validemleitura,
ou nãovalidemos ou não os
pontos anotados. pontos anotados.
Em seguida, inicie
Em aseguida,
leitu- inicie a leitu-
ra em voz alta dara Carta
em voz1.alta da Carta 1.
Observe se os estudantes
Observe se os estudantes
estão acompanhando
estão acompanhando
a a
leitura em seusleitura
materiais em seus materiais
de apoio e se fazem
de apoio
a rela- e se fazem a rela-
ção entre o que ção
ouvem entre e o que ouvem e o
DESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES que está escrito.que está escrito.
Professor/a, antes
Professor/a,
de iniciar antes
a leitura
de compartilhada/colaborativa
iniciar a leitura compartilhada/colaborativa
das cartas, conver-das cartas, conver- IMPORTANTE:
IMPORTANTE: após a após a
e com os estudantes
se comsobre
os estudantes
o cartaz elaborado
sobre o cartaz
na Aula
elaborado
1, retomando
na Aulaas1,informações
retomando as informações
leitura compreensiva
leitura dos compreensiva dos
que incluíram no queMapa
incluíram
Circular
no de
Mapa
Ideias.
Circular
NestadeAula
Ideias.
2, vocês
Nestapoderão
Aula 2, checar
vocês poderão
se textos,checarvocê
se poderá
textos,reali-
você poderá reali-
essas informaçõesessas
sãoinformações
válidas e sesão
haverá
válidas
outras
e separa
haverá
ampliar
outras
ainda
paramais
ampliar
o mapa.
ainda mais o mapa.
zar intervenções zarpara
intervenções
os para os
MPORTANTE: professor/a,
IMPORTANTE: aproveite
professor/a,
a oportunidade
aproveite apara
oportunidade
contar as suas
para experiên-
contar as suasestudantes
experiên- queestudantes
ainda não que ainda não
ias de escritor de
ciascartas.
de escritor
A apresentação
de cartas. Adeapresentação
um exemplode real
umdessa
exemplo
vivência
realédessa
uma vivência é uma oconsolidaram
consolidaram processo o processo
orma de aproximar
formaosde estudantes
aproximardaosfunção
estudantes
socialda
dafunção
escrita.social
Por isso,
da escrita.
se vocêPortiver
isso, sedevocê tiver dePeça
alfabetização. alfabetização.
que Peça que
uma história daumainfância
história
ou juventude
da infânciarelacionada
ou juventudeao gênero,
relacionada
ou mesmo
ao gênero,
umaou carta
mesmolocalizem
uma carta determinada
localizem determinada
86 caderno
cadernodo 6 caderno do professor
doprofessor
professor
4 | LÍNGUA PORTUGUESA

palavra da carta,
palavra
pergun-
da carta, pergun-
tando, por exemplo:
tando, “Em
por exemplo: “Em
que parte da carta
queestá
parte
es-da carta está es-
crito que o Antônio
crito Carlos
que o Antônio Carlos
foi ao médico?foiEncontre
ao médico? Encontre
a palavra ‘médico’
a palavra
no tex-‘médico’ no tex-

referência oral referência


da palavra oral da palavra
que precisam que encontrar.
precisam encontrar.
Outras perguntasOutras
tambémperguntas também
poderão ajudarpoderão
na com-ajudar na com-
preensão do sentido
preensãododo sentido do
texto, como: “O texto,
Antônio
como: “O Antônio
Carlos escreveuCarlos
essa car-
escreveu essa car-
ta na fazenda, taemnaMorro
fazenda, em Morro
Alto? Que parteAlto?
do texto
Que parte do texto
nos ajuda a descobrir
nos ajuda
essaa descobrir essa
- -
ma, as criançasma, poderão
as crianças poderão
praticar a habilidade
praticar dea habilidade de
localizar as informações
localizar as informações
explícitas no texto.
explícitas
Du- no texto. Du-
rante a leiturarante
comparti-
a leitura comparti-
lhada, explorelhada,
também explore também
a forma das palavras
a formae asdas palavras e as
letras que usamos
letras
para
quees-usamos para es-

- -

Faça o mesmo tipoFaçadeo mesmo


per- tipo de per-
guntas duranteguntas
a leitura
durante a leitura
da Carta 2. da Carta 2.
- -
que as hipóteses que levan-
as hipóteses levan-
tadas pelos estudantes
tadas pelos estudantes
antes da leitura.antes
Depois,
da leitura. Depois,
cada criança cada registrará
criança registrará
no material individual
no materiala individual a
mensagem comunicada
mensagem comunicada
por cada carta. Professor/a,
por cada carta. Professor/a,
observe se elas compreen-
observe se elas compreen-
deram a ideiaderam principal
a ideia principal
deram sobre asderam
cartas,sobre
sua estrutura,
as cartas,função
sua estrutura,
comunicativa
funçãoe comunicativa
o modo comoecirculam
o modo como circulam
do texto e se escreveram
do texto e seatualmente.
escreveram Poderá,
atualmente.
ainda, relembrar
Poderá, ainda,
as estratégias
relembrarde as leitura
estratégias
que utilizaram
de leitura que
para utilizaram para
corretamente ascorretamente
palavras descobrir
as palavras
mais descobrir
informaçõesmais
noinformações
texto (antecipação
no textoe (antecipação
localização) eeaslocalização)
palavras que
e as palavras que
conhecidas. conhecidas. escreveram corretamente.
escreveramAnote
corretamente.
as novas Anote
informações
as novas noinformações
Mapa Circular
no de
Mapa
Ideias,
Circular de Ideias
O QUE APRENDEMOS
O QUE APRENDEMOS
HOJE? HOJE?

poderá retomarpoderá
com osretomar com os
estudantes o que
estudantes
apren- o que apren-
7 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 97
LÍNGUA PORTUGUESA | 5

rando o distanciamento
rando o distanciamento
necessário entre
necessário
os es- entre os es-
tudantes, segundo
tudantes,as segundo as
orientações dosorientações
órgãos de dos órgãos de
saúde. saúde.
(EF02LP16B) (EF02LP16B)
e manter a estrutura
e manter
com-a estrutura com-

bilhetes, recados,
bilhetes,
avisos,recados, avisos,
cartas, receitas,cartas,
relatos,
receitas, relatos,
entre outros textos
entre (digi-
outros textos (digi-
tais ou impressos).
tais ou impressos).
(EF02LP05) Grafar
(EF02LP05)
cor- Grafar cor-
retamente palavras
retamente
com palavras com
marcas de nasalidade
marcas (m,
de nasalidade (m,

DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, antesProfessor/a,
de ini- antes de ini-
ciar a leitura, retome
ciar a leitura,
com retome com
os estudantes os quais
estudantes
ele- quais ele-
mentos compõem mentosumacompõem uma
carta, relembrandocarta, relembrando
as as
discussões e informações
discussões e informações
contidas nos registros
contidasdanos registros da
Aula 2. Peça que Aulaobser-
2. Peça que obser-
vem a carta do vemmaterial
a carta
e do material e

antes mesmo da
antes
leitura,
mesmo da leitura,
como a data como
e o local
a data e o local
em que foi emescrita
quee foi escrita e
quem são o quem
remeten-
são o remeten-
te e o destinatário.
te e o (Édestinatário. (É
importante usar
importante
a lin- usar a lin-

gênero textual,gênero
mesmo textual, mesmo
que haja sempreque ahaja
ne- sempre a ne-
cessidade decessidade
associar de associar
o remetente ào “pessoa
remetente à “pessoa
que escreve” eque o desti-
escreve” e o desti-
AULA 3 – AS CARTAS
AULA 3E–NOSSAS
AS CARTAS
MEMÓRIAS
E NOSSAS MEMÓRIAS natário à “pessoa
natárioque à “pessoa que
recebe”). Questione
recebe”).os Questione os
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a estudantes comestudantes
pergun- com pergun-
EMPO TEMPO tas que os levem
tasa que
pensar
os levem a pensar
Uma aula. Uma aula. mais sobre essesmais
aspectos,
sobre esses aspectos,
MATERIAIS MATERIAIS como: “O que tecomo:
faz iden-
“O que te faz iden-
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
da pessoa queda
escreve
pessoaa que escreve a
Coletiva, durante
Coletiva,
a roda durante
de conversa
a roda
e leitura;
de conversa
em duplas,
e leitura;
paraem
o registro,
duplas, para
conside-
o registro, conside-
10
8 caderno
cadernodo 8 caderno do professor
doprofessor
professor
6 | LÍNGUA PORTUGUESA

você localiza a informação


você localiza a informação
do local em quedo a carta
local foi
em que a carta foi
- -
namentos permitemnamentos aos permitem aos
estudantes criarestudantes
um pa- criar um pa-
drão sobre a estrutura
drão sobre do a estrutura do
gênero. gênero.
A leitura em voz A leitura
alta éem voz alta é
uma ferramenta uma potente
ferramenta potente
para a formaçãoparado leitor.
a formação do leitor.
Nesse momento, Nesse
o/a pro-
momento, o/a pro-
fessor/a será o modelo
fessor/a doserá o modelo do
leitor, respeitando
leitor,
a pon-
respeitando a pon-
tuação, a entonação
tuação,das a entonação das
palavras e encorajando
palavras os e encorajando os
estudantes a lerestudantes
também. a ler também.
Incentive-os a fazer
Incentive-os
a leitu- a fazer a leitu-
ra de frases ou ra
parágrafos
de frases ou parágrafos
da carta para suas
da carta
duplas,para suas duplas,
atentando-se aos atentando-se
sons e à aos sons e à
- -
balhadas nesta balhadas
proposta. nesta proposta.
Após a leitura, volte
Apósaaaten-
leitura, volte a aten-
ção dos estudantes
ção dos
paraestudantes
a para a
estrutura composicional
estrutura composicional

crianças registrarão
crianças suasregistrarão suas
conclusões noconclusões
material no material
individualmente,individualmente,
porém, porém,
por estarem em porduplas,
estarem em duplas,
terão a oportunidade
terão a de oportunidade de
compartilhar suas
compartilhar
ideias. suas ideias.
A proposta “Pense – Dis- “Pense – Dis-
A proposta
cuta – Compartilhe”
cuta – Compartilhe”
tem tem
por objetivo direcionar
por objetivo a direcionar a
atenção do estudante
atenção para
do estudante para
a sonoridade dasa sonoridade
palavras das palavras
com marcas decom nasalida-
marcas de nasalida-
de. Peça que umade. criança
Peça que uma criança
leia o primeiroleia
bloco o primeiro
de bloco de
palavras para a palavras
sua dupla para a sua dupla
e discuta come odiscutacolega com o colega
Na língua portuguesa
Na língua
temosportuguesa
vogais orais
temos
e vogais
vogaisnasais.
orais eAsvogais
orais nasais.
são emitidas
As orais
pelasão emitidas pel
as semelhançasas de semelhanças
som bocade e assom
nasaisboca
peloenariz.
as nasais
As vogais
pelo nariz.
nasaisAssãovogais
marcadas
nasaispelo
sãodiacrítico
marcadastilpelo
ou por
diacrítico
se- til ou por se
entre elas. Em entre
seguida, elas.o Emrem
seguida,
seguidaso deremm/n.
seguidas
Essas últimas
de m/n.são
Essas
as mais
últimas
complicadas
são as maispara
complicadas
o estudanteparaqueose estudante que s
outro estudanteoutro
lerá oestudante
se- inicia leránaoescrita
se- inicia
alfabética.
na escrita
O fatoalfabética.
do diacrítico
O fato
(m/n)
do estar
diacrítico
representado
(m/n) estarporrepresentado
uma letra, por uma letra
gundo bloco degundopalavras,bloco de palavras, -
dando continuidade
dando às continuidade às -se
-se que a leitura e oque
contato
a leitura
frequente
e o contato
com materiais
frequenteescritos
com materiais
permitem,escritos
paulatinamen-
permitem, paulatinamen
discussões, masdiscussões,
agora em mas agora
te, que em te, escrita
a produção que a produção
dos estudantes
escritaavance
dos estudantes
rumo à convenção
avance rumoda escrita.
à convenção
Contudo,
da escrita. Contudo
o uso correto daonasalização
uso corretorequer
da nasalização
ensino. Construir
requer ensino.
boas situações
Construirdeboas
aprendizagem,
situações de aprendizagem
(˜). (˜). . (WEISZ, 2019). . (WEISZ, 2019)
9 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 119
LÍNGUA PORTUGUESA | 7

AULA 4 – COMPARTI-
AULA 4 – COMPARTI-
LHANDO MEMÓRIAS
LHANDO MEMÓRIAS
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do Material
estudante,do estudante,
lousa e giz ou
lousa
quadro
e giz ou quadro
branco. branco.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em roda, paraEm a leitura
roda, para a leitura
compartilhada; compartilhada;
em trios, em trios,
para o registroparadaso ati-
registro das ati-
vidades no material
vidades dono material do
estudante, considerando
estudante, considerando
o distanciamentoo distanciamento
neces- neces-
sário entre os estudantes,
sário entre os estudantes,
segundo as orientações
segundo as orientações
dos órgãos de saúde.
dos órgãos de saúde.
(EF02LP01A) Grafar
(EF02LP01A)
cor- Grafar cor-
retamente palavras
retamente
co- palavras co-
nhecidas/familiares.
nhecidas/familiares.
(EF02LP03) Grafar (EF02LP03)
corre- Grafar corre-
tamente palavras tamente
com cor-palavras com cor-
respondências respondências
regulares regulares
diretas (f/v, t/d, diretas
p/b) e cor-
(f/v, t/d, p/b) e cor-
respondências respondências
regulares regulares
contextuais (c/qu; contextuais
g/gu, r/ (c/qu; g/gu, r/
rr, s/z inicial). rr, s/z inicial).
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Antes de iniciarAntes
a leitura
de iniciar a leitura
compartilhada, compartilhada,
retome retome
com os estudantes
com aosno-
estudantes a no-
menclatura usada
menclatura
especi- usada especi-

discutida na Aula
discutida
3: datana Aula 3: data
e local, saudação,
e local,
destina-
saudação, destina-
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE? tário, corpo do tário,
texto,corpo
des- do texto, des-
- pedida, assinatura
- pedida,
e reme-
assinatura e reme-
deram sobre a estrutura
deram sobre
de uma
a estrutura
carta e de
quais
umainformações
carta e quais
estarão
informações
sempreestarão tente.
presen-sempre É importante
presen- tente.
queÉ importante
os que os
es, independentemente
tes, independentemente
do assunto tratado.
do assunto
Relembre,
tratado.
também,
Relembre,
os termos
também,
especí- estudantes
os termos especí- se estudantes
apropriem se apropriem
do vocabulário doestrutural
vocabulário estrutural
do gênero parado que,
gênero
pos- para que, pos-
teriormente, possam
teriormente,
apli- possam apli-
car esse conhecimento
car esseem conhecimento em
diferentes contextos.
diferentes contextos.
12
10 caderno
cadernodo 10 caderno do professor
doprofessor
professor
8 | LÍNGUA PORTUGUESA
11 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 13
11

Convide dois trios


Convide
para escrever
dois trios
nopara
quadro
escrever
as palavras
no quadro
incorretas
as palavras
que encontraram
incorretas que
nosencontraram nos
- -

estudantes, observando
estudantes,
se osobservando
trios convidados
se os trios
encontraram
convidados os encontraram
oito erros e seoscorrigiram
oito erros e se corrigiram
as palavras corretamente.
as palavrasCaso
corretamente.
outros triosCaso
tenham
outros
encontrado
trios tenhamoutro(s)
encontrado
erro(s) eoutro(s)
feito erro(s) e feito
orreções de forma
correções
diferente,
de forma
peça que
diferente,
socializem
peça para
que socializem
que sejam paraanalisados
que sejam
coletiva-
analisados coletiva-
mente. Solicite aos
mente.
estudantes
Solicite aaosleitura
estudantes
dos trava-línguas
a leitura dosrevisados
trava-línguas
e chame
revisados
a atenção
e chame a atenção
para o som das letras
para oque
somforam
das letras
substituídas
que foram(P/B;
substituídas
F/V; T/D). (P/B; F/V; T/D).
A habilidade deArimar
habilidade
é essencial
de rimarno processo
é essencialde no
desenvolvimento
processo de desenvolvimento
e ampliação dae ampliação da
onsciência fonológica
consciência
do estudante,
fonológicauma do estudante,
vez que voltauma a atenção
vez que para
voltaoasom
atenção
e a gra-
para o som e a gra-

om o som das com


palavras.
o somJunte
das palavras.
trios e peça
Junte
quetrios
brinquem
e peça com
que brinquem
os sons, rimando-os
com os sons, rimando-os
om outras palavras
com outras
que já conhecem.
palavras que A prática
já conhecem.
compartilhada
A práticafará
compartilhada
com que todos
fará do
com que todos do
grupo tenham grupo
acesso tenham
aos conhecimentos
acesso aos conhecimentos
dos colegas, ampliando
dos colegas,
seu ampliando
vocabulárioseu vocabulário
e suas estratégias.
e suas
Depois
estratégias.
da brincadeira
Depois oral,
da brincadeira
peça que registrem
oral, peça asquepalavras
registrem
queas palavras que
descobriram juntos.
descobriram juntos.
PARA AMPLIAR OPARA
DIÁLOGO:
AMPLIARo trava-língua
O DIÁLOGO:éouma trava-língua
brincadeira
é uma
quebrincadeira
as crianças adoram.
que as crianças adoram.
outros trava-línguas
outrosque
trava-línguas
conhecem.queA brincadeira
conhecem.oral
A brincadeira
pode se estender:
oral podepeça
se estender:
que peça que
um trio escolhaumumatrio
palavra
escolha
deuma
um trava-língua
palavra de um
para
trava-língua
o outro triopara
encontrar
o outroduas
trio encontrar
pa- duas pa-
avras que rimamlavras
comque
ela.rimam
O nomecom
próprio
ela. Otambém
nome próprio
é uma também
possibilidade
é umapara
possibilidade
a brin- para a brin-
adeira rimada.cadeira rimada.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os estudantes
retome comoos que
estudantes
aprenderam
o que
sobre
aprenderam
o som dassobre
palavras.
o som das palavras.
Embora algumas Embora
letras sejam
algumasparecidas,
letras sejam
comoparecidas,
P e B, F ecomo
V, T e D,
P eelas
B, Ftêm
e V, sons
T e D,dife-
elas têm sons dife-
entes, e precisamos
rentes,estar
e precisamos
atentos para
estar
não
atentos
as confundir.
para nãoRelembre
as confundir.
tambémRelembre
o que também o que

parede como fonte


parede
de pesquisa
como fonte
para
deaspesquisa
próximaspara
escritas.
as próximas escritas.
14
12 caderno
caderno do 12 caderno do professor
doprofessor
professor

AULA 5 – “AI QUE


AULASAUDADE
5 – “AI QUE
DE OCÊ”
SAUDADE DE OCÊ”
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material individual
Material
do estudante,
individuallápis
do estudante,
colorido, dicionários
lápis colorido,
e aparelho
dicionários
de som
e aparelho
para de som para
reproduzir a música
reproduzir
indicada.
a música indicada.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas. Em duplas.
(EF02LP12) Ler(EF02LP12)
e compreender
Ler ecantigas,
compreender
quadrinhas,
cantigas,
entre
quadrinhas,
outros textos
entredooutros
cam- textos do cam
po da vida cotidiana,
po da com
vida certa
cotidiana,
autonomia,
com certa
considerando
autonomia,a considerando
situação comunicativa,
a situaçãoocomunicativa, o
tema/assunto, atema/assunto,
estrutura composicional
a estruturaecomposicional
o estilo do gênero.
e o estilo do gênero.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, estaProfessor/a,
aula é especial
esta aula
porque
é especial
traz umaporque
cançãotraz
clássica
uma canção
da cultura
clássica
popular
da cultura popula
brasileira e fala brasileira
de uma palavra
e fala de
queuma
só existe
palavra
emquenossa
só existe
língua:
emSAUDADE.
nossa língua:
Esta éSAUDADE.
uma Esta é uma
oportunidade singular
oportunidade
para conversar
singular com
para as
conversar
criançascom
sobreas os
crianças
sentimentos
sobre os
que
sentimentos
as que a
cartas levam consigo,
cartas levam
em palavras.
consigo,“Jáempensou
palavras.
quão“Jáimportante
pensou quão esseimportante
gênero foiesse
e gênero foi e

iniciar a aula: “Oiniciar


que éaaaula:
saudade?
“O que
Como
é a saudade?
podemosComo
enviarpodemos
um sentimento
enviar um
quesentimento
há em que há em

para tornar visíveis


paraseus
tornar
pensamentos
visíveis seussobre
pensamentos
o assunto,sobre
por exemplo:
o assunto,“Saudade
por exemplo:
é o “Saudade é o
-

Após a conversa,Após
garanta
a conversa,
que as duplas
garantaestejam
que as duplas
organizadas,
estejamcom
organizadas,
os materiaiscom
neces-
os materiais neces
sários para a proposta.
sários para
Ouçaa aproposta.
canção comOuçaosaestudantes,
canção comantesos estudantes,
da leituraantes
em duplas,
da leitura em duplas
para que apreciemparaoque
ritmo,
apreciem
os instrumentos
o ritmo, oscontidos
instrumentos
no arranjo,
contidos
a melodia,
no arranjo,
o intér-
a melodia, o intér
prete (ela foi cantada
prete (ela
por foi
vários
cantada
artistas
porimportantes
vários artistas
da importantes
MPB, como Elba
da MPB,
Ramalho
comoeElba Ramalho e
Zeca Baleiro) e oZeca
próprio
Baleiro)
texto,
e oque
próprio
é o foco
texto,
da que
nossaé oaula.
foco da nossa aula.
IMPORTANTE: IMPORTANTE:
explique aos estudantes
explique oaos
que
estudantes
é VERSO eo oquequeé éVERSO
ESTROFE,
e o que
retoman-
é ESTROFE, retoman
do o que do o que cada uma das linhas
cada uma
de umdas linhas de um
1

a apresentar uma
a apresentar
correspondência
uma correspondência
métrica com ummétrica
ou vários
comgrupos
um ousemelhantes;
vários grupos semelhantes
2 2

Depois desse primeiro


Depois desse
contato primeiro
com a canção,
contato as
com
duplas
a canção,
vão ler
as aduplas
letra, localizar
vão ler a os
letra, localizar o
versos que falamversos
sobreque
a carta
falam
e pintá-los
sobre a carta
com elápis
pintá-los
colorido,
compara
lápisdestacar
colorido,
essa
parainfor-
destacar essa infor
mação. PARA AMPLIAR
mação. PARA
O DIÁLOGO:
AMPLIARprofessor/a,
O DIÁLOGO: vocêprofessor/a,
pode abrirvocê
a discussão
pode abrir
sobrea discussão
o sobre o

de comunicação.dePergunte
comunicação.
às crianças
Pergunte
se conhecem
às criançasoutras
se conhecem
formas de
outras
falar formas
a palavra
de falar a palavra
-

1 VERSO. In:
1 DICIO,VERSO.
Dicionário
In: DICIO,
OnlineDicionário
de Português.
Online
Porto:
de Português.
7Graus, 2020.
Porto:
Disponível
7Graus, 2020. Disponíve
em: <https://www.dicio.com.br/verso/>.
em: <https://www.dicio.com.br/verso/>.
Acesso em: 06 set.2020.
Acesso em: 06 set.2020.
2 ESTROFE.2 In: DICIO,
ESTROFE.
Dicionário
In: DICIO,
OnlineDicionário
de Português.
Online
Porto:
de Português.
7Graus, 2020.
Porto:
Disponí-
7Graus, 2020. Disponí
vel em: <https://www.dicio.com.br/estrofe/>.
vel em: <https://www.dicio.com.br/estrofe/>.
Acesso em: 06 set.2020.
Acesso em: 06 set.2020.
13 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 15
13
LÍNGUA PORTUGUESA | 9

- -
bre a função dobrecorreio
a função
e do correio e
o processo de distribuição
o processo de distribuição
de cartas. Peça de
quecartas.
usemPeça que usem
o dicionário para
o dicionário
procurar para procurar

- -
plique a organização
plique adoorganização do
dicionário (a dicionário
sequência (a sequência
dos vocábulos em
dos ordem
vocábulos em ordem
alfabética) e sua
alfabética)
função e sua função

palavras. palavras.
O QUE APRENDEMOS
O QUE APRENDEMOS
HOJE? HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com retome com
os estudantesos o estudantes
que o que
aprenderam, aaprenderam,
partir da a partir da
apreciação daapreciação
música, da música,
sobre como uma sobre
canção
como uma canção
pode nos mostrarpodea nosim- mostrar a im-
portância das cartas
portância
paradas cartas para
comunicar sentimentos.
comunicar sentimentos.
Relembre também Relembre
o quetambém o que
aprenderam sobreaprenderamos sobre os
correios e sua correios
função de e sua função de
distribuição de distribuição
cartas. Lis- de cartas. Lis-
te as novas palavras
te as novas
cuja palavras cuja

durante a leitura
durante
da can-a leitura da can-
ção e inclua-asção
no ecartaz
inclua-as no cartaz
da parede comodafonte
paredede como fonte de
pesquisa para aspesquisa
próximaspara as próximas
escritas. escritas.
16
14 caderno
cadernodo 14 caderno do professor
doprofessor
professor
10 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 6 – CAIXAAULA
DE COR-
6 – CAIXA DE COR-
REIO DA TURMAREIO DA TURMA
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material individual
Material
do es-
individual do es-
tudante, lousa etudante,
giz. lousa e giz.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
A conversa inicial
A conversa
será fei- inicial será fei-
ta coletivamenteta ecoletivamente
a pro- e a pro-
posta de escrita,posta
individu-
de escrita, individu-
almente. almente.
(EF02LP01A) Grafar
(EF02LP01A)
cor- Grafar cor-
retamente palavras
retamente
co- palavras co-
nhecidas/familiares.
nhecidas/familiares.
(EF02LP04) Grafar
(EF02LP04)
cor- Grafar cor-
retamente palavras
retamente
com palavras com
ditongos (vassoura,
ditongoste- (vassoura, te-
soura), dígrafossoura),
(repolho,
dígrafos (repolho,
queijo, passeio)queijo,
e encon-
passeio) e encon-
tros consonantais
tros(grave-
consonantais (grave-
to, bloco). to, bloco).
(EF02LP02) Grafar
(EF02LP02)
pa- Grafar pa-
lavras desconhecidas
lavras desconhecidas
apoiando-se noapoiando-se
som e na no som e na
- -
res e/ou estáveis.
res e/ou estáveis.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, retome
Professor/a,
a mú- retome a mú-
sica da Aula 5 esica
a função
da Aula 5 e a função
do correio de dodistribuir
correio de distribuir
cartas. Inicie acartas.
conversaInicie a conversa
sobre a construção
sobre ade construção de
uma caixa de correio
uma caixapara de correio para
o grupo e como o grupo
os estu-e como os estu-
dantes usarão esse
dantesespa-
usarãocomo
essepretendem
espa- como se organizar
pretendem para
se oorganizar
trabalho.para
Sugerimos
o trabalho.
queSugerimos
você dividaquea turma
você divida a turma
ço para se comunicar
ço parapor se comunicar por grupos,
em pequenos em pequenos
distribuindo
grupos,as distribuindo
responsabilidades
as responsabilidades
a cada um deles.a Assim,
cada um umdeles. Assim, um
meio de cartas. meioPensem
de cartas.
grupoPensem
terá a missão
grupodeterá
pintar
a missão
a caixa;
deoutro,
pintarde
a caixa;
construir
outro,
umadeplaca
construir
com uma
o nomeplaca
docom o nome do
juntos como poderão
juntos comose correio;
poderãooutro,
se decorreio;
preparar
outro,
os envelopes
de preparare papéis
os envelopes
para asecartas
papéisetc.
para as cartas etc.
dividir nas tarefas
dividir
e quais
nas tarefas
PARAeAMPLIAR
quais PARA
O DIÁLOGO:
AMPLIAR você
O DIÁLOGO:
pode fazervocê
parceria
podecomfazero/a
parceria
professor/a
com o/a
de Artes
professor/a de Arte
materiais serãomateriais
necessá- serão necessá-
para a elaboração
paradeste
a elaboração
projeto, ampliando
deste projeto,
a ideia
ampliando
para a confecção
a ideia para
de apapéis
confecção
de de papéis de
rios para a produção.
rios para Re-a produção.
cartas comRe-
pinturas,
cartasdesenhos,
com pinturas,
dobraduras
desenhos,
(envelope),
dobradurasentre outras atividades.
(envelope), entre outras atividades.
gistre na lousagistre
as ideias
na lousa as ideias Individualmente,
Individualmente, oriente os estudantes
orienteaoslistar
estudantes
os materiais
a listar
necessários
os materiais
paranecessários
a con- para a con
dos estudantesdose a estudantes
forma e a forma -
15 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 17
15

avras. Professor/a,
lavras.
vocêProfessor/a,
pode usar você
esta pode
proposta
usarcomo
esta proposta
uma sondagem
como uma
de escrita
sondagem
e de escrita e

- -
esso de alfabetização.
cesso de alfabetização.
AVALIAÇÃO: registre
AVALIAÇÃO:
as palavras
registre
de uso
as palavras
frequente
deque
usosão
frequente
grafadasque
desão
modo
grafadas
não con-
de modo não con-
vencional pelo grupo
vencional
parapelo
planejar
grupoaspara
intervenções
planejar as
necessárias
intervenções
ao seu
necessárias
progressoaona
seu progresso na
egulares (aquelas
regulares
que possuem
(aquelasuma
queregra
possuem
que ajuda
uma regra
a saber
quecomo
ajuda
escrever)
a saber ou
como
irre-escrever) ou irre-
gulares (as que gulares
não têm(as
regras,
que não
e que
têm
precisamos
regras, e que
memorizar).
precisamos memorizar).
PARA SABER MAIS:
PARA SABER MAIS:
- -
nhecer. A primeira
nhecer.
é a chamada
A primeiraregularidade
é a chamadacontextual,
regularidade
quecontextual,
engloba asque
palavras
engloba as palavras

egunda é a regularidade
segunda émorfológico-gramatical,
a regularidade morfológico-gramatical,
onde se encaixam onde
as palavras
se encaixam cujaas palavras cuja
à sua natureza gramatical
à sua natureza
(comogramatical
o uso do Z(como
e nãoodo
uso
S nos
do Zsubstantivos
e não do S nos substantivos
realeza» e «beleza»,
«realeza»
que esão
«beleza»,
derivados
quedesão
adjetivos;
derivadosoude
doadjetivos;
SS e não do
ou SdoouSSdoe Cnão
emdo S ou do C em

- -
- -
ber que tal palavra
ber que
tem tal
origem
palavra
emtemtal vocábulo
origem em latino,
tal vocábulo
ou grego,latino,
ou mesmo
ou grego,
que ou
é mesmo que é
uma palavra deumaorigem
palavra
indígena.
de origem
A saída
indígena.
nesses casos
A saídaé consultar
nesses casos
modelos
é consultar
— locaismodelos — locais
onde sabemos onde
que determinada
sabemos quepalavra
determinada
está escrita
palavra
da maneira
está escrita
correta
da maneira
— e usarcorreta
o — e usar o
dicionário (que dicionário
envolve conhecer
(que envolve
a forma conhecer
como asa forma
palavrascomo
estão
as nele
palavras
organizadas
estão nele organizadas
e como procurare um
comotermo
procurar
flexionado,
um termo por flexionado,
exemplo). Você
por exemplo).
pode também Você combinar
pode também combinar
om a turma a produção
com a turma
de uma
a produção
pequena delista
umadepequena
palavraslista
de uso
de palavras
frequentedeque
usoeles
frequente que eles
devem memorizar devem
paramemorizar
não mais errar.
para (GURGEL,
não mais errar.
2009).(GURGEL,
3
2009).3
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
- -
ecção da caixa fecção
de correio
da caixa
da turma,
de correio
a divisão
da turma,
do trabalho
a divisão
emdogrupos
trabalho
e osem
combina-
grupos e os combina-
dos de funcionamento
dos de funcionamento
da proposta de da
escrita
proposta
de cartas.
de escrita
Alémdedisso,
cartas.
reúna
Além
as disso,
novas reúna as novas

e inclua-as no cartaz
e inclua-as
da parede
no cartaz
comodafonte
parede
de pesquisa
como fonte
para
deaspesquisa
próximaspara
escritas.
as próximas escritas.

et.2020. set.2020.
18
16 caderno
cadernodo 16 caderno do professor
doprofessor
professor

AULA 7 – O MISTÉRIO
AULA 7 DAS
– O MISTÉRIO
CARTAS DAS CARTAS
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Materiale guia
do estudante
de orientações
e guia do/a
de orientações
professor/a.do/a professor/a.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas,o considerando
distanciamento
o distanciamento
necessário entrenecessário
os estudantes,
entresegundo
os estudantes, segundo
as orientações dos
as orientações
órgãos de saúde.
dos órgãos de saúde.
(EF02LP16A) Ler (EF02LP16A)
e compreenderLer ediferentes
compreendertextosdiferentes
do campotextos
da vida
do campo
cotidiana da(bi-
vida cotidiana (bi
lhetes, recados,lhetes,
avisos,recados,
cartas, receitas,
avisos, cartas,
relatos,receitas,
entre outros),
relatos,considerando
entre outros),a considerando
situação a situação
comunicativa, ocomunicativa,
tema/assunto,oatema/assunto,
estrutura composicional
a estruturaecomposicional
o estilo do gênero.
e o estilo do gênero.
(EF02LP01A) Grafar
(EF02LP01A)
corretamente
Grafarpalavras
corretamente
conhecidas/familiares.
palavras conhecidas/familiares.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, estaProfessor/a,
aula poderá esta
seraula
umapoderá
oportunidade
ser umapara
oportunidade
fazer uma para
sondagem
fazer uma
de sondagem de
leitura e avaliar leitura
as habilidades
e avaliarutilizadas
as habilidades
pelosutilizadas
estudantespelos
paraestudantes
desvendar para
o mistério
desvendar o mistério
das cartas. Paradasisso,cartas.
organize
Paraduplas
isso, organize
produtivas,duplas
queprodutivas,
favoreçam quea realização
favoreçamdesta
a realização desta
atividade, de forma
atividade,
que vocêde forma
possa que
andarvocê
pelapossa
sala andar
registrando
pela sala
suasregistrando
observações.
suas observações.
Explique às crianças
Explique
que às
terão
crianças
de fazer
queaterão
leituradedas
fazer
duas
a leitura
cartas das
e descobrir
duas cartas
queme descobrir
é quem é
o destinatáriooedestinatário
quem é o remetente. o remetente.
e quem é Retome os registros
Retomeda Aula
os registros
4 para que
da Aula
os 4 para que o

IMPORTANTE: professor/a,
IMPORTANTE: garanta
professor/a,
que asgaranta
criançasque
saibam
as crianças
as informações
saibam asbásicas
informações básica
para a realizaçãopara
dessa
a realização
leitura. Ajude-as
dessa leitura.
a trazerAjude-as
à tona alguns
a trazerconhecimentos
à tona alguns conhecimentos
impor- impor
tantes, como ostantes,
contoscomo os contos
Chapeuzinho Vermelho e A Branca
Chapeuzinho Vermelho e A Branca
de Neve, para que possam
de Neve, para que possam
relacionar o querelacionar
está escrito
o que
nas está
cartasescrito
com onasquecartas
precisam
com oresponder.
que precisamAo elaborarem
responder. Ao elaborarem
as respostas, além
as respostas,
de ativaremalémseus
de conhecimentos
ativarem seus conhecimentos
sobre a leitura,sobre
os estudantes
a leitura, os estudante

que apresentem,que
chequem
apresentem,
e validem
chequem
suas erespostas
validem coletivamente,
suas respostas registrando
coletivamente,
na registrando na
lousa suas hipóteses
lousa sobre
suas hipóteses
a escrita convencional.
sobre a escrita convencional.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, reveja
Professor/a,
com os estudantes
reveja com as
osestratégias
estudantesdeas leitura
estratégias
que utilizaram
de leitura que
para utilizaram para
desvendar o mistério
desvendar
das cartas.
o mistério
Registre
das cartas.
na lousa
Registre
ou emna umlousa
cartazoua em
listaum
dascartaz
açõesa lista das açõe

situações. Anotesituações.
no cartaz,Anote
também,
no cartaz,
as palavras
também,
queasescreveram
palavras que
convencionalmente
escreveram convencionalmente
-
cobertas e estudos
cobertas
sobreeoestudos
gênero sobre
carta, osendo
gênero
umcarta,
importante
sendo um
material
importante
de consulta
material de consulta
para as criançaspara
e deas
memória
criançaspara
e deamemória
turma toda.
para a turma toda.
17 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 19
17
LÍNGUA PORTUGUESA | 11
20
18 caderno
cadernodo 18 caderno do professor
doprofessor
professor
12 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 8 – LENDOAULANOTÍ-
8 – LENDO NOTÍ-
CIAS PARA SE INFORMAR
CIAS PARA SE INFORMAR
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Material edo estudante e
notícia impressanotícia
para lei-
impressa para lei-
tura na roda. tura na roda.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva, em roda,
Coletiva,
conside-
em roda, conside-
rando o distanciamento
rando o ne-
distanciamento ne-
cessário entre oscessário
estudan-entre os estudan-
tes, segundo as orientações
tes, segundo as orientações
dos órgãos de saúde.
dos órgãos de saúde.
(EF15LP02B) (EF15LP02B)
(ou não) antecipações
(ou não) eantecipações e
inferências realizadas
inferências
an- realizadas an-
tes e durante ates
leitura
e durante
do a leitura do
gênero textual. gênero textual.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, Professor/a,
daremos daremos
continuidade à continuidade
leitura de à leitura de
notícias e ao registro
notíciasdos e ao registro dos
títulos na tabela.
títulos
Retomena tabela. Retome
com os estudantes
com oosque estudantes o que
já leram e preencheram
já leram e preencheram
nas Sequênciasnas Didáticas
Sequências Didáticas
anteriores e relembre
anteriores as e relembre as
conversas queconversas
tiveram que tiveram
sobre a importância
sobredea importância
ler de ler
notícias para senotícias
manter para se manter
informados. Aproveite
informados. a Aproveite a
roda de conversaroda
paradedia-
conversa para dia-
logar com a turma
logarsobre
com a turma sobre
as mudanças provocadas
as mudanças provocadas
pela internet napeladivulga-
internet na divulga-
ção de notícias.çãoAssuntos
de notícias. Assuntos
atuais, como notícias
atuais, fal-
como crianças
notícias afal-
explorar
crianças
o título
a explorar
e o queo ele
título
antecipa
e o quesobre
ele antecipa
as informações
sobre ascontidas
informações
no contidas no
sas (fake news) sas
e divulga-
(fake news) e divulga-
texto. Instigue ostexto.
estudantes
Instigueaoslevantar
estudantes
hipóteses
a levantar
sobrehipóteses
o assuntosobre
e anote
o assunto
na lousae anote na lousa
ção de textos por
çãoWhatsA-
de textos por WhatsA-
pp, podem ampliar
pp, podemessa ampliar essa
A ideia ao usar Aessa
ideia
notícia
ao usar
é estimular
essa notícia
os estudantes
é estimularaosescrever
estudantes
cartasa de
escrever
agradeci-
cartas de agradeci
conversa, trazendo
conversa, ele- trazendo
mento a ele-
alguémmento
da comunidade
a alguém da oucomunidade
do próprio grupo
ou dodapróprio
escola.grupo
É interessante
da escola.con-
É interessante con
mentos importantes
mentospara importantes para
textualizar nossatextualizar
situação atual
nossaesituação
as açõesatual
de solidariedade
e as ações dee solidariedade
gratidão aos que e gratidão
fazem aos que fazem
a leitura do grupo.
a leitura do grupo.
a diferença em nossas
a diferença
vidas.em nossas vidas.
Antes de iniciarAntes
a leitu-
de iniciar
Quandoa leitu-
terminarem
Quando a leitura,
terminarem
os estudantes
a leitura,preencherão
os estudantes a tabela
preencherão
de notícias
a tabela
lidasde notícias lida
ra da notícia, ra
oriente
da notícia,
as (vide
oriente as (vide
Sequência Didática
Sequência
anterior),
Didática
dandoanterior),
continuidade
dandoaocontinuidade
trabalho já desenvolvido.
ao trabalho já desenvolvido
19 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 21
19
LÍNGUA PORTUGUESA | 13

Aproveite para conversar


Aproveite com
paraaconversar
turma sobre
comaainiciativa
turma sobre
dos estudantes
a iniciativa dos
de Ribeirão
estudantes de Ribeirão
Preto de agradecer
Pretoaos
demédicos
agradecere trabalhadores
aos médicos eda trabalhadores
saúde por sua daatuação
saúde porno sua
com-atuação no com-
bate ao coronavírus.
bate ao
Valorizar
coronavírus.
ações solidárias
Valorizar ações
é sempre
solidárias
um caminho
é sempre para
umocaminho
desen- para o desen-
volvimento da cidadania.
volvimento da cidadania.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os retome
estudantes
comoosque estudantes
aprenderam
o quesobre
aprenderam
as notíciassobre
veicu-
as notícias veicu-
adas na internetladas
e sobre
na internet
a própriae sobre
notíciaa lida
própria
na roda
notícia
de conversa.
lida na roda
Reveja
de conversa.
as estra- Reveja as estra-
égias de leituratégias
utilizadas
de leitura
na proposta
utilizadas
emnagrupo
proposta
e anote
em asgrupo
ideias
e anote
que surgiram
as ideias que surgiram
durante o diálogo.
durante o diálogo.
22
20 caderno
caderno do 20 caderno do professor
doprofessor
professor
14 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 9 – CARTAS
AULAPARA
9 – CARTAS PARA
AGRADECER AGRADECER
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Lousa e giz ou Lousa
quadro
e giz ou quadro
branco; materialbranco;
individu-
material individu-
al do estudante.al do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva, em semicírculo,
Coletiva, em semicírculo,
considerando oconsiderando
distancia- o distancia-
mento necessáriomentoentre
necessário entre
os estudantes, segundo
os estudantes,
as segundo as
orientações dosorientações
órgãos de dos órgãos de
saúde. saúde.
(EF02LP16B) (EF02LP16B)
e manter a estrutura
e manter
com-a estrutura com-

bilhetes, recados,
bilhetes,
avisos,recados, avisos,
cartas, receitas,cartas,
relatos,
receitas, relatos,
entre outros textos
entre (digi-
outros textos (digi-
tais ou impressos).
tais ou impressos).
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, daremos
Professor/a,
con- daremos con-
tinuidade às tinuidade
discussões às discussões
sobre o uso dassobre
cartaso de
uso das cartas de
agradecimento.agradecimento.
Retome a Retome a
notícia lida na notícia
sequêncialida na sequência
anterior e promova
anterior
uma e promova uma
conversa sobreconversa
o que ésobre o que é
agradecer, comoagradecer,
podemos como podemos
agradecer e poragradecer
que pode-e por que pode-
mos ser gratos.mos Convide
ser gratos. Convide
os estudantes osa pensar
estudantes a pensar
na comunidadena escolar:
comunidade escolar:
- -
nais que trabalham
nais que
paratrabalham para
dessa roda de conversa
dessa roda
é decidir,
de conversa
coletivamente,
é decidir, quem
coletivamente,
receberá uma
quemcarta
receberá
de agrade-
uma carta de agrade
para a gente? Opara
que aessas
gente?cimento
O que essas
e por quais
cimento
motivos
e poraquais
turmamotivos
é grata.aAturma
partir édessa
grata.conversa,
A partir dessa
você escreverá
conversa, você escreverá
pessoas fazem por
pessoas
nós? fazem
O o por nós? O odo
planejamento planejamento
texto coletivo,
doque
texto coletivo, que
que aconteceriaquese aconteceria
esses se esses

o seu trabalho?o Como


seu trabalho?
a Durante
Como a Durantecoletiva
a elaboração a elaboração
da carta,
coletiva
o professor
da carta,
seráo oprofessor
escriba doserá
grupo,
o escriba
mode-do grupo, mode
lando suas habilidades
lando suas
de habilidades
escritor experiente
de escritor
paraexperiente
os estudantes.
para Éosimportante
estudantes.que
É importante que
por causa do trabalho
por causa
des-do trabalho des-
as crianças se sintam
as crianças
seguras
se sintam
para expor
seguras
suaspara
ideias
expor
e hipóteses
suas ideias
de escrita.
e hipóteses
Encoraje
de escrita. Encoraje
aquelas que nãoaquelas
estiverem
queparticipando,
não estiveremvalidando
participando,
cada validando
contribuiçãocadadada.
contribuição
Durante dada. Durante
21 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 23
21

a construção daacarta,
construção
leia asda
frases
carta,
queleiaforam
as frases
escritas
queanteriormente
foram escritas para
anteriormente
anotar as para anotar as
próximas e, assim,
próximas
explicitar
e, assim,
os procedimentos
explicitar os procedimentos
de escrita. Retome
de escrita.
a estrutura
Retome
com-a estrutura com-

ainda precise associá-la


ainda precise
a umaassociá-la
linguagema uma
maislinguagem
conhecida:mais
“Vamos
conhecida:
pensar “Vamos
quem é pensar quem é
- -

- -

evisão deverá ser


revisão
usadodeverá
para garantir
ser usadoque
para
todas
garantir
as partes
que da
todas
carta
asforam
partescontempla-
da carta foram contempla-
- -
a da escrita parataos
daestudantes
escrita pararevisarem
os estudantes
coletivamente
revisaremtudo
coletivamente
o que foi produzido.
tudo o queAsfoi produzido. As
rianças se apropriam
criançasdoseprocesso
apropriamde do
produção
processo textual
de produção
(planejar,textual
escrever
(planejar,
e revisar)
escrever e revisar)
à medida que observam
à medidao/aqueprofessor/a
observam fazer
o/a professor/a
uso dessasfazer
estratégias
uso dessas
e ferramentas.
estratégias e ferramentas.
Quando a carta coletiva
Quandoestiver
a carta pronta
coletivanaestiver
lousa,pronta
peça que
na lousa,
as crianças
peça aque
copiem
as crianças
em seua copiem em seu
material individual,
material
garantindo
individual,
quegarantindo
toda a estrutura
que toda
composicional
a estrutura foi
composicional
respeitada. Afoi respeitada. A

percurso do seupercurso
processodo
coletivo
seu processo
de aprendizagem.
coletivo de aprendizagem.
Agora, individualmente,
Agora, individualmente,
o roteiro de revisão
o roteiro
será de
umrevisão
instrumento
será um
importante
instrumento
paraimportante para

olocando em jogo
colocando
o que em
aprenderam
jogo o queaoaprenderam
observar a prática
ao observar
do escritor
a prática
experiente
do escritor experiente
o/a professor/a).(o/a
Peça
professor/a).
que façam Peça
essa conferência
que façam essa
individualmente
conferência individualmente
e depois troquem e depois troquem
de função com umde função
colega.com
Assim,
umeles
colega.
compartilharão
Assim, eles compartilharão
informações e observações
informaçõesquee observações que
podem ter passado
podem despercebidas.
ter passado despercebidas.
PARA AMPLIAR PARAO DIÁLOGO:
AMPLIAR essa
O DIÁLOGO:
pode ser uma
essa pode ser uma
oportunidade para
oportunidade
observar não
paraapenas
observar
a estrutura
não apenas
da carta,
a estrutura
mas também
da carta,aspectos
mas também aspectos
da organização da
textual
organização
que os estudantes
textual quejáosestão
estudantes
trabalhando,
já estão
como
trabalhando,
o uso do pará-
como o uso do pará-

da letra maiúscula
da letra
em nomes
maiúscula
próprios
em nomes
etc. Professor/a,
próprios etc.
vocêProfessor/a,
poderá darvocê
continuidade
poderá dar continuidade
a essa proposta avariando
essa proposta
a organização
variandodos
a organização
estudantes dos
e ampliando
estudantes
o número
e ampliando
de car-o número de car-

entorno. Os estudantes
entorno.poderão
Os estudantes
formarpoderão
pequenos formar
grupos
pequenos
(com quatro
grupos
crianças,
(com quatro
por crianças, por
exemplo) para elaborar
exemplo)essa
parasegunda
elaborarcarta.
essa segunda
Eles usarão
carta.
novamente
Eles usarão
o roteiro
novamente
como o roteiro como

da continuidadedadessa
continuidade
proposta,dessa
considerando
proposta,asconsiderando
característicasasdacaracterísticas
turma. da turma.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os estudantes
retome comoos queestudantes
aprenderamo que
sobre
aprenderam
a estruturasobre
da carta
a estrutura
e da carta e
o que e o que e
omo dizer). Reveja
comoasdizer).
estratégias
Revejadeasescrita
estratégias
utilizadas
de escrita
na proposta
utilizadas
emnagrupo
proposta
e anote
em grupo e anote
as ideias que surgiram
as ideiasdurante
que surgiram
o diálogo.
durante o diálogo.
24
22 caderno
caderno do 22 caderno do professor
doprofessor
professor

AULA 10 – CONECTANDO
AULA 10 – SABERES
CONECTANDO SABERES
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Lousa e giz ou quadro
Lousa ebranco;
giz ou quadro
materialbranco;
individual
material
do estudante.
individual do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva (gruposColetiva
com quatro
(grupos
integrantes),
com quatroconsiderando
integrantes),o considerando
distanciamento
o distanciamento
necessário necessário
entre os estudantes,
entresegundo
os estudantes,
as orientações
segundodos
as orientações
órgãos de saúde.
dos órgãos de saúde.
(EF02LP16A) Ler (EF02LP16A)
e compreenderLer ediferentes
compreender textosdiferentes
do campotextos
da vida
do campo
cotidiana da(bi-
vida cotidiana (bi
lhetes, recados,lhetes,
avisos,recados,
cartas, receitas,
avisos, cartas,
relatos,receitas,
entre outros),
relatos,considerando
entre outros),a considerando
situação a situação
comunicativa, ocomunicativa,
tema/assunto,oatema/assunto,
estrutura composicional
a estruturaecomposicional
o estilo do gênero.
e o estilo do gênero.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, acesse
Professor/a,
os conhecimentos
acesse os conhecimentos
que os estudantes queconstruíram
os estudantessobre
construíram
os bilhe- sobre os bilhe
tes. Leia com eles
tes.e Leia
os incentive
com elesaefalar
os incentive
sobre o que
a falar
sabem.
sobreSeo necessário,
que sabem.resgate
Se necessário,
o resgate o
conteúdo de aulasconteúdo
anteriores
de aulas
e os possíveis
anterioresregistros
e os possíveis
coletivos
registros
deixados
coletivos
nas paredes
deixados nas parede
da sala. Faça os da
seguintes
sala. Faça
questionamentos
os seguintes questionamentos
aos estudantes:aos“O que
estudantes:
vocês observam
“O que vocês observam
-
-

Convide os grupos
Convide
a revisitar
os grupos
o Mapaa revisitar
Circularode
Mapa
Ideias
Circular
exposto
de na
Ideias
salaexposto
e peça que
na sala e peça que
leiam o registro.leiam
No decorrer
o registro.
da No
leitura,
decorrer
convide-os
da leitura,
a contribuir
convide-os
coma suas
contribuir
memórias
com suas memória
e conhecimentos e conhecimentos
a respeito da carta.
a respeito
Faça questionamentos
da carta. Faça questionamentos
que comparem queos dois
comparem os doi
-

termo destinatário
termo destinatário -

Após terem feitoApós


essas
terem
conexões
feito essas
coletivamente,
conexões peça
coletivamente,
que os grupos
peçase que
reúnam
os grupos
parase reúnam para
registrar no Mapa
registrar
Circular
no Duplo
Mapa as Circular
diferenças
Duploe assemelhanças
diferenças eentre
semelhanças
as cartas entre
e os as cartas e o
bilhetes. Essa ferramenta
bilhetes. Essa
é usada
ferramenta
para comparar
é usada epara
contrastar
comparar
ideias,
e contrastar
tornandoideias,
o co- tornando o co
nhecimento visível
nhecimento
para os estudantes.
visível paraExplique
os estudantes.
a eles Explique
que, nos círculos
a eles que,
centrais,
nos círculos
de- centrais, de
verão escrever três
verão
semelhanças
escrever trêsentre
semelhanças
as cartas eentre
os bilhetes;
as cartasnos
e oscírculos
bilhetes;
à direita,
nos círculos à direita
exclusivas das cartas.
exclusivas das cartas.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os estudantes
retome comoos queestudantes
aprenderam
o que
sobreaprenderam
a estruturasobre
da carta
a estrutura
e da carta e
do bilhete. Revisite
do bilhete.
a ideia de
Revisite
que osa gêneros
ideia de textuais
que os gêneros
são usados
textuais
de diversas
são usados
maneiras
de diversas maneira
e em diferentes econtextos,
em diferentes
mas ambos
contextos,
têmmas
a função
ambos
social
têmdea função
comunicar
social
algo
de acomunicar
alguém. algo a alguém
23 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 25
23
LÍNGUA PORTUGUESA | 15
26
24 caderno
caderno do 24 caderno do professor
doprofessor
professor
16 | LÍNGUA PORTUGUESA

Sugestões de atividades
Sugestões
do de
Leratividades
e Escrever do
– 3ºLer
Anoe Escrever – 3º Ano

Carta de leitor Carta de leitor


Página 161 Página 161
Volume 1 Volume 1
Carta de reclamação
Carta de reclamação
Página 162 Página 162

Volume 2 Volume 2 Leitura em duplas de


Leitura
cartaem Página
duplas 128
de carta
a 130 Página 128 a 130
caderno do professor 27

Olá, Professor!
Olá, Professor!
Olá, Professora!
Olá, Professora!
Esta Sequência Didática
Esta Sequência
é um conjunto
Didáticadeé propostas
um conjuntoparadeapoiar
propostas
seu trabalho
para apoiar
em seu
salatrabalho
de aula. em
As atividades
sala de aula.
envolvem
As atividades envolvem
- -
mos com um panorama
mos comgeral
umsobre
panorama
as receitas
geral esobre
as memórias
as receitasafetivas
e as memórias
que elas nos
afetivas
trazem,
quepassamos
elas nos trazem,
pelas receitas
passamosde família
pelas receitas de família
té chegarmos à produção
até chegarmos
coletiva
à produção
de um livro,
coletiva
escrito
de eum
falado.
livro, escrito e falado.
Os estudantes terão
Os estudantes
a oportunidade
terãode
a oportunidade
entrevistar seus defamiliares
entrevistarpara
seuscoletar
familiares
as receitas
para coletar
favoritas.
as receitas
A intenção
favoritas.
é resgatar
A intenção é resgatar
os cadernos de receitas
os cadernos
usadosdenoreceitas
passado,
usados
ampliando
no passado,
a discussão
ampliando
para os
a discussão
novos formatos
para osdenovos
registro
formatos
e acesso
de registro
a elas. e acesso a elas.
Ao desenvolver asAopropostas
desenvolverem as
sala
propostas
de aula,em é fundamental
sala de aula,seguir
é fundamental
os protocolos
seguir
de os
higiene
protocolos
e distanciamento
de higiene e social
distanciamento social
igentes. vigentes.
As atividades apresentadas
As atividades
nesta
apresentadas
sequência consideram
nesta sequência
as seguintes
consideram
habilidades
as seguintes
do Currículo
habilidades
Paulista:
do Currículo Paulista:

Objetos de conhecimento
Objetos de conhecimento Habilidades Habilidades Aulas Aulas

Construção do sistema
Construção do sistema
Aulas 2 e 6 Aulas 2 e 6
alfabético alfabético palavras familiares palavras
e/ou estáveis.
familiares e/ou estáveis.

(EF02LP16A) Ler e compreender


(EF02LP16A) Ler diferentes
e compreender campo datextos
textos dodiferentes vida do
cotidiana
campo da vida cotidiana
(bilhetes, recados, (bilhetes,
avisos, cartas,
recados,
receitas,
avisos,
relatos,
cartas,
entre
receitas,
outros),
relatos,
considerando
entre outros),
a considerando a
Aulas 1, 2 e 7 Aulas 1, 2 e 7
situação comunicativa,
situação
o tema/assunto,
comunicativa, a estrutura
o tema/assunto,
composicional
a estrutura
e o estilo
composicional
do e o estilo do
gênero. gênero.
Compreensão em leitura
Compreensão em leitura
(EF03LP11) Ler e compreender,
(EF03LP11) Ler com autonomia, instruções
e compreender, de montagem,
com autonomia, instruções de montagem,
regras de jogo, regras
regras
dede
brincadeiras,
jogo, regrasentre
de brincadeiras,
outros textosentre
do campo
outrosdatextos
vida do campo da vida
cotidiana, compreendendo
cotidiana,a compreendendo
situação comunicativa,
a situação
o tema/assunto,
comunicativa, o tema/assunto, a Aula
a estrutura 3
estrutura Aula 3
composicional e o estilo
composicional
próprio dee ocada
estilo
gênero
próprio
(predomínio
de cada gênero
de verbos
(predomínio
no impe-de verbos no impe-

(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textosexplícitas
de diferentes
em textos
gêneros
de diferentes gêneros
Aulas 4 e 5 Aulas 4 e 5
textuais. textuais.

- -
Estratégia de leitura
Estratégia de leitura Aula 1 Aula 1

Aula 3 Aula 3
durante a leitura dodurante
gêneroatextual.
leitura do gênero textual.

Compreensão em leitura
Compreensão em leitura
Aulas 3, 4, 9 Aulas 3, 4, 9
Estrutura composicional
Estrutura
do composicional do cartas,
recados, avisos, recados,
receitas,
avisos,
relatos,
cartas,
entre
receitas,
outrosrelatos,
textosentre
(digitais
outros
ou impressos).
textos (digitais ou impressos).
e 10 e 10
texto texto
28
2 caderno
cadernodo 2 caderno do professor
doprofessor
professor

(EF02LP13A) Planejar
(EF02LP13A)
e produzir,Planejar
em colaboração
e produzir,
comemoscolaboração
colegas e comcoma os
ajuda
colegas e com a ajuda
do professor, bilhetes,
do professor,
cartas entre
bilhetes,
outros cartas
textosentre
do campo
outrosdatextos
vida cotidiana
do campo da vida cotidiana
Aulas 9 e 10 Aulas 9 e 10
(impresso ou digital),
(impresso
considerando
ou digital),
a situação
considerando
comunicativa,
a situação
o tema/assunto,
comunicativa,a o tema/assunto, a
estrutura composicional
Produção escrita Produção escrita estrutura
e o estilo
composicional
do gênero. e o estilo do gênero.

(EF02LP07A) Planejar
(EF02LP07A)
e produzirPlanejar
textos conhecidos
e produzir de
textos
diferentes
conhecidos
gêneros,
de diferentes
con- gêneros, con-
siderando a situação
siderando
comunicativa,
a situação
o tema/assunto,
comunicativa,a estrutura
o tema/assunto,
composicional,
a estrutura Aula 8 o
o composicional, Aula 8

(EF02LP03) Grafar corretamente


(EF02LP03) Grafarpalavras
corretamente
com correspondências
palavras comregulares
correspondências
diretas regulares diretas
Aula 6 Aula 6
(f/v, t/d, p/b) e correspondências
(f/v, t/d, p/b) eregulares
correspondências
contextuais
regulares
(c/qu, g/gu,
contextuais
r/rr, s/z(c/qu,
inicial).
g/gu, r/rr, s/z inicial).

(EF02LP04) Grafar corretamente


(EF02LP04) Grafar
palavras
corretamente
com ditongos
palavras
(vassoura,
com ditongos
tesoura),(vassoura,
dígra- tesoura), dígra-
Aula 5 Aula 5
fos (repolho, queijo,
fospasseio)
(repolho,
e encontros
queijo, passeio)
consonantais
e encontros
(graveto,
consonantais
bloco). (graveto, bloco).
3 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 293
LÍNGUA PORTUGUESA | 17
30
4 caderno
cadernodo 4 caderno do professor
doprofessor
professor
18 | LÍNGUA PORTUGUESA

USE MÁSCARA. USE MÁSCARA.

LAVE AS MÃOS COMLAVE


ÁGUAASE SABÃO.
MÃOS COM ÁGUA E SABÃO.

QUANDO ESPIRRAR,QUANDO
USE O ANTEBRAÇO
ESPIRRAR,EUSE
NÃOOAANTEBRAÇO
MÃO. E NÃO A MÃO.

NÃO COLOQUE AS MÃOS


NÃO NA
COLOQUE
BOCA EAS
NOS
MÃOS
OLHOS.
NA BOCA E NOS OLHOS.

MANTENHA O DISTANCIAMENTO
MANTENHA ONECESSÁRIO
DISTANCIAMENTO
ENTRE NECESSÁRIO
AS PESSOAS. ENTRE AS PESSOAS.

HIGIENIZE OBJETOS HIGIENIZE


E SUPERFÍCIES
OBJETOS
COMEFREQUÊNCIA.
SUPERFÍCIES COM FREQUÊNCIA.
5 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 315

AULA 1 - LER PARA


AULAAPRENDER
1 - LER PARA
COMO
APRENDER
FAZER COMO FAZER
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em
considerando
semicírculo,o considerando
distanciamentoo distanciamento
social e as orientações
social eeasprotocolos
orientações
de esaúde.
protocolos
Depois
deda
saúde. Depois da
onversa, os estudantes
conversa,farão
os estudantes
a atividadefarão
individualmente.
a atividade individualmente.
EF02LP16A) Ler (EF02LP16A)
e compreenderLer ediferentes
compreendertextosdiferentes
do campotextos
da vida
do cotidiana
campo da(bilhetes,
vida cotidiana
recados,
(bilhetes,
avisos,recados,
cartas, avisos, cartas,
eceitas, relatos,receitas,
entre outros),
relatos,considerando
entre outros),a considerando
situação comunicativa,
a situaçãoocomunicativa,
tema/assunto,oatema/assunto,
estrutura composicional
a estruturaecomposicional e
o estilo do gênero.
o estilo do gênero.
EF15LP04) (EF15LP04)
multissemióticos.
multissemióticos.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
A roda de conversa
A roda
é um
de espaço
conversaimportante
é um espaço
paraimportante
compartilhar
para
o conhecimento
compartilhar oprévio
conhecimento
dos estudantes
prévio dos
sobreestudantes
o as- sobre o as-
unto, pois dessa
sunto,
formapois
garantimos
dessa forma
quegarantimos
o maior número
que ode
maior
informações
número desejainformações
dividido entre
sejatodos
dividido
os participantes.
entre todos os participantes.
Professor/a, vocêProfessor/a,
será o mediador
você será
da conversa,
o mediador organizando
da conversa,osorganizando
turnos de falaoseturnos
auxiliando
de fala
noeprocesso
auxiliando
de no
escuta
processo de escuta
atenta para queatenta
todos para
tenhamqueatodos
chancetenham
de ampliar
a chance
seu de
repertório
ampliarsobre
seu repertório
o assuntosobre
discutido
o assunto
e, também,
discutido
parae,que
também, para que
possam trazer àpossam
tona os conhecimentos
trazer à tona os conhecimentos
prévios. “Quais são
prévios.
as orientações
“Quais sãoque
as orientações
essas imagens
quenosessas
trazem?”;
imagens“Quais
nos trazem?”; “Quais
ações elas nos sugerem
ações elasa nos
fazer?”;
sugerem
“Ondea podemos
fazer?”; “Onde
encontrar
podemos
esse tipo
encontrar
de texto?”;
esse tipo
“Vocês
de texto?”;
já viram“Vocês
algum jácartaz
viram algum cartaz
deste tipo? Onde?
deste
Portipo?
quê?”.Onde? Por quê?”.

o passo a passoodepasso
umaaação
passo
a ser
de uma
realizada,
ação como
a ser realizada,
num manualcomodenum
instruções,
manualnuma
de instruções,
receita, entre
numaoutros),
receita,osentre
es- outros), os es-

nos orientam a nos


cuidar
orientam
de nossa
a cuidar
saúdede
durante
nossa asaúde
pandemia.
durante
Para
a pandemia.
isso, explore
Para
os isso,
detalhes
explore
dosos
desenhos
detalhesedos
os res-
desenhos e os res-

protege do vírus?
protege
E, comdo
perguntas,
vírus? E, com
vocêperguntas,
poderá mediar
você apoderá
conversa
mediar
garantindo
a conversa
quegarantindo
todos tenham
queastodos
informações
tenham as informações

por isso, predomina


por isso,
o verbo
predomina
no imperativo,
o verbo ou
no seja,
imperativo,
o texto ou
nosseja,
conduz
o texto
a agir.
nosAssim,
conduzgaranta
a agir. que
Assim,
os garanta
estudantes
que os estudantes

passe álcool nos


“passe
alimentos
álcool enos
superfícies”;
alimentos “use
e superfícies”;
o antebraço“use
para
o antebraço
espirrar”; “não
para coloque
espirrar”;as“não
mãoscoloque
nos olhos
as mãos
ou nos olhos ou
Atividade 2, osAtividade
estudantes2,farão
os estudantes
a legendafarão
de cada
a legenda
imagem, deescrevendo
cada imagem,as orientações
escrevendopara
as orientações
elas. para elas.
Você pode levantar
Vocêpreviamente
pode levantaras previamente
ações necessárias
as ações
paranecessárias
cada ilustração
para ecada
anotar
ilustração
na lousa
e anotar
as duasnaformas
lousa do
as duas
ver- formas do ver-

a segunda formaa segunda


de escreverforma
é o modo
de escrever
imperativo,
é o modo
quando
imperativo,
alguémquando
está dizendo,
alguémlevando
está dizendo,
o outrolevando
a realizaro aoutro
ação.a realizar a ação.
As crianças usarão
As crianças
as referências
usarãolistadas
as referências
na lousalistadas
como repertório
na lousa como
para arepertório
própria escrita
para aindividual.
própria escrita individual.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?

ajudam a seguirajudam
os protocolos
a seguirdeossaúde
protocolos
para que
de saúde
este período
para que
naeste
escola
período
seja seguro
na escola
e proveitoso.
seja seguro e proveitoso.
32
6 caderno
cadernodo 6 caderno do professor
doprofessor
professor

AULA 2 - COMOAULA
PREPARAR
2 - COMO
AS MERENDAS?
PREPARAR AS MERENDAS?
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Materiale materiais
do estudante
paraeamateriais
produçãopara
do cartaz
a produção
(papel-pardo
do cartaz
ou(papel-pardo
cartolina, canetinhas,
ou cartolina,
entre
canetinhas,
outros). entre outros).
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em
considerando
semicírculo,o considerando
distanciamento
o distanciamento
social e as orientações
social eeasprotocolos
orientações
de esaúde.
protocolos
Depois
deda
saúde. Depois da
conversa, organize
conversa,
a atividade
organize
individualmente.
a atividade individualmente.
(EF02LP16A) Ler (EF02LP16A)
e compreenderLer ediferentes
compreendertextosdiferentes
do campotextos
da vida
do cotidiana
campo da(bilhetes,
vida cotidiana
recados,
(bilhetes,
avisos,recados,
cartas, avisos, cartas
receitas, relatos,receitas,
entre outros),
relatos,considerando
entre outros),a considerando
situação comunicativa,
a situaçãoocomunicativa,
tema/assunto,oatema/assunto,
estrutura composicional
a estruturaecomposicional e
o estilo do gênero.
o estilo do gênero.
(EF02LP02) (EF02LP02)
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, iniciaremos
nesta aula,
a roda
iniciaremos
de conversa
a roda
contextualizando
de conversa contextualizando
o gênero estudadoo gênero
nestaestudado
Sequêncianesta
Di- Sequência Di
dática dentro dodática
cotidiano
dentro
dosdoestudantes.
cotidiano dos
A merenda
estudantes.
escolar
A merenda
será o ponto
escolar
deserá
partida
o ponto
do diálogo
de partida
e também
do diálogo
consi-e também consi
deramos que sejaderamos
um momento
que sejapara
um conversarem
momento para sobre
conversarem
alimentaçãosobre
saudável,
alimentação
o quesaudável,
costumamo comer,
que costumam
quais sãocomer, quais são
as preferências do
as preferências
grupo, entre do
outros
grupo,
assuntos.
entre outros
Para responderem
assuntos. Paraàsresponderem
perguntas daàsroda
perguntas
de conversa,
da roda
organize
de conversa,
um organize um
espaço na lousaespaço
e anotenaolousa
que for
e anote
surgindo
o quesobre
for surgindo
preferências
sobre
depreferências
merendas dos de estudantes.
merendas dos É possível
estudantes.
criar Éum
possível criar um
sistema de contagem
sistemavisual
de contagem
para que visual
todos acompanhem
para que todosqual
acompanhem
opção aparece
qualcom
opção
mais
aparece
frequência.
com maisDepois,
frequência.
façam Depois, façam
uma votação escolhendo
uma votaçãoaquelas
escolhendo
que se sobressaíram
aquelas que senasobressaíram
contagem e elejam
na contagem
a merenda
e elejam
favorita.
a merenda
Quandofavorita.
os estu-Quando os estu

os procedimentos os procedimentos
necessários paranecessários
a elaboração para
doaprato,
elaboração
podendo do prato,
ser sobre
podendo
elementos
ser sobre
que elementos
integram a que
estrutura
integram a estrutura
da receita (ingredientes,
da receitamodo
(ingredientes,
de fazer, etc.)
modo e sobre
de fazer,
as marcas
etc.) e sobre
linguísticas
as marcasdos linguísticas
textos que compõem
dos textosoque
gênero,
compõem
caso o gênero, caso
conheçam, por conheçam,
exemplo: “primeiro
por exemplo:
terão“primeiro
de lavar osterão
legumes,
de lavar depois...”.
os legumes,
Observedepois...”.
atentamente
Observeo atentamente
que disserem,o que disserem

das receitas e até


das
dereceitas
algumas e até
características
de algumasdos
características
textos, e você
dospoderá
textos,registrar
e você poderá
essas ideias
registrar
na lousa
essas ou
ideias
no cartaz.
na lousa ou no cartaz.

-
tes no entorno dele.
tes noOentorno
principaldele.
objetivo
O principal
é levantar
objetivo
o conhecimento
é levantar oprévio
conhecimento
das crianças
prévio
sobre
dasocrianças
que é receita,
sobre opara
que é receita, para
que servem e como
que servem
podem ser
e como
escritas,
podemmasser
eles
escritas,
comentarão,
mas eles
ainda,
comentarão,
sobre a merenda
ainda, sobre
preferida.
a merenda preferida.

e validá-las no egrupo.
validá-las
Acreditamos
no grupo.
queAcreditamos
a situação que
de ter
a situação
o/a professor/a
de ter o/a
como
professor/a
escriba dacomo
turma
escriba
seja uma
da turma
boa seja uma boa

comunicação, nocomunicação,
caso, o cartazno
dacaso,
sala.oPrepare
cartaz da
umsala.
espaço
Prepare
na parede
um espaço
para na
colocar
parede
o cartaz
para colocar
com o Mapa
o cartaz
Circular
com ode
Mapa Circular de

descobrir como descobrir


as merendas
como
foram
as merendas
preparadas,
foram
ou uma
preparadas,
pesquisaousobre
uma pesquisa
qual é a merenda
sobre qual
favorita
é a merenda
de todafavorita
a comu-de toda a comu

O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
7 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 337
LÍNGUA PORTUGUESA | 19
34
8 caderno
cadernodo 8 caderno do professor
doprofessor
professor
20 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 3 - COMPARAR
AULA 3 - COMPARAR
PARA CONHECER
PARA ME-
CONHECER ME-
LHOR LHOR
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Material edo estudante e
materiais para amateriais
produçãopara a produção
do cartaz (papel-pardo
do cartazou(papel-pardo ou
cartolina, canetinhas,
cartolina,
en-canetinhas, en-
tre outros). tre outros).
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em semicírculo,
considerando oconsiderando
distancia- o distancia-
mento social emento
as orien-
social e as orien-
tações e protocolos
tações de e protocolos de
saúde. Depois dasaúde.
conversa
Depois da conversa
sobre a Atividade
sobre
1, aa or-
Atividade 1, a or-
ganização será individual.
ganização será individual.
(EF03LP11) Ler(EF03LP11)
e compre- Ler e compre-
ender, com autonomia,
ender, com autonomia,
instruções de montagem,
instruções de montagem,
regras de jogo,regras
regrasdedejogo, regras de
brincadeiras, entre
brincadeiras,
ou- entre ou-
tros textos do tros
campotextos
da do campo da
vida cotidiana, compreen-
vida cotidiana, compreen-
dendo a situaçãodendo
comuni-
a situação comuni-
cativa, o tema/assunto,
cativa, o atema/assunto, a
estrutura composicional
estrutura composicional
e o estilo próprio
e odeestilo
cadapróprio de cada
gênero (predomínio
gênero de (predomínio de
verbos no imperativo
verbos no ou imperativo ou

(EF02LP16B) (EF02LP16B)
e manter a estrutura
e manter
com-a estrutura com-

bilhetes, recados,
bilhetes,
avisos,recados, avisos,
cartas, receitas,cartas,
relatos,
receitas, relatos,
entre outros textos
entre (digi-
outros textos (digi- -
tais ou impressos). neros de textos neros
tais ou impressos). que sedeassemelham
textos que se
porassemelham
serem instrucionais,
por seremmas
instrucionais,
que diferem mas
entre
que diferem entre

(EF15LP02B) (EF15LP02B)
(ou não) antecipações as mãos de forma
(ou não) eantecipações e as correta.
mãos deComparar
forma correta.
e contrastar
Comparar
é uma
e contrastar
forma deéaprofundar
uma formaode que
aprofundar
as o que as
inferências realizadas
inferências crianças jáan-
an- realizadas sabemcrianças
sobre jádeterminado
sabem sobreassunto.
determinado
Por isso,
assunto.
na Atividade
Por isso,
1, na
peçaAtividade
que os 1, peça que os
tes e durante ates
leitura do estudantes
e durante a leitura dofaçam
estudantes
uma primeira
façamleitura
uma primeira
dos títulos
leitura
de cada
dos texto
títulose de
pergunte:
cada texto“Sobre
e pergunte: “Sobre
o que cada um destes
gênero textual. gênero textual. o que cada
textosumfalará?;
destes“Otextos
que pretendem
falará?; “O que
comunicar?”;
pretendem“Quais
comunicar?”;
sãos as “Quais sãos as
pistas que nos ajudam
pistas que
a saber
nos ajudam
qual é oaassunto
saber qual
do texto
é o assunto
antes de
dofazer
textoaantes
leituradecom-
fazer a leitura com
9 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 359
LÍNGUA PORTUGUESA | 21

ler textos instrucionais,


ler textos instrucionais,
como: ler à medida
como: que ler à medida que
elas realizam a ação
elas realizam
orien- a ação orien-
tada. tada.
Após a conversa,Após incenti-
a conversa, incenti-
ve-as a fazeremve-as
a leitura
a fazerem a leitura
silenciosa dos textos
silenciosa
e, de-dos textos e, de-
pois, coletivamente,
pois, coletivamente,
soli- soli-
cite que leiam novamente
cite que leiam novamente
em voz alta, de em
modo vozque
alta, de modo que
todos se apropriem
todos se dasapropriem das
informações. Oralmente,
informações. Oralmente,
promova uma promova
discussãouma discussão
sobre o que descobriram,
sobre o que descobriram,
qual é a funçãoqualde écadaa função de cada
texto e o que perceberam
texto e o que perceberam
sobre as semelhanças
sobre as esemelhanças e
as diferenças. asLocalizem
diferenças. Localizem
em conjunto em quaisconjunto
in- quais in-
formações validaram
formações as validaram as
hipóteses iniciais
hipóteses
levanta-iniciais levanta-
das na roda da das
conversa
na rodae da conversa e
anotem no cartazanotem
o queno é cartaz o que é
importante guardar
importante
como guardar como
registro para que
registro
acessem para que acessem
posteriormente.posteriormente.
O QUE APRENDEMOS
O QUE APRENDEMOS
HOJE? HOJE?
- -
ta aula, converse
ta aula,
com osconverse com os
estudantes sobre
estudantes
o que sobre o que
aprenderam com aprenderam
a leitu- com a leitu-
ra dos três textos
ra dos
e com
três textos e com
a comparação a entre
comparação
as entre as
semelhanças e semelhanças
as diferen- e as diferen-

de leitura que de utilizaram


leitura que utilizaram
para fazer tais descobertas
para fazer tais descobertas
e utilize o cartazecomo
utilizefor-
o cartaz como for-
ma de apoio para ma rever
de apoio
o para rever o
que foi feito e conversado
que foi feito e conversado
com o grupo. com o grupo.
pleta?”. Aspectospleta?”.
como forma,
Aspectos
organização
como forma,
e estrutura
organização
do texto
e estrutura
poderãodoser
texto
observa-
poderão ser observa-

- -
ratégias de leitura
tratégias
traz para
de leitura
o centrotraz
dapara
aulaoascentro
habilidades
da aulaque
as habilidades
queremos que queosqueremos
es- que os es-
udantes desenvolvam
tudantesenquanto
desenvolvamleitores.
enquanto
Por isso,leitores.
registrePor
emisso,
cartazes
registre
ou na
emlousa
cartazes
o ou na lousa o
passo o passo dopasso
que foram
o passofazendo
do quepara
foramlerfazendo
os textospara
e para
ler os
levantar
textos as
e para
semelhanças
levantar as semelhanças
e diferenças entre
e diferenças
eles. Peçaentre
ajudaeles.
às crianças,
Peça ajuda
queàsjá crianças,
se sentem que
seguras
já se sentem
para serem
seguras para serem
escribas da turma,
escribas
porque da assim
turma,poderão
porque colaborar
assim poderãocom as colaborar
anotaçõescome descobertas
as anotações e descobertas
do grupo sobredo as grupo
estratégias
sobrede as leitura
estratégias
que foram
de leitura
utilizadas
que foram
e queutilizadas
são boasepara
que são boas para
36
10 caderno
cadernodo 10 caderno do professor
doprofessor
professor
22 | LÍNGUA PORTUGUESA
11 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 37
11

AULA 4 – QUEBRA-CABEÇA
AULA 4 – QUEBRA-CABEÇA
DE RECEITA DE RECEITA
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materialtesoura
do estudante,
e cola. tesoura e cola.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA

EF02LP16B) (EF02LP16B) - -
as, relatos, entre
tas,
outros
relatos,
textos
entre
(digitais
outros ou
textos
impressos).
(digitais ou impressos).
EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textos
explícitas
de diferentes
em textos
gêneros
de diferentes
textuais.gêneros textuais.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os estudantes
nesta aula,colocarão
os estudantes
em jogocolocarão
o que jáemsabem
jogo sobre
o que ajáestrutura
sabem sobrecomposicional
a estruturadacomposicional
receita. da receita.
É uma boa oportunidade
É uma boapara
oportunidade
você avaliarpara
como
você
as avaliar
criançascomo
praticam
as crianças
as habilidades
praticamde as leitura
habilidades
exploradas
de leitura
de forma
exploradas de forma
oletiva, agora individualmente.
coletiva, agora individualmente.
A atividade poderá
A atividade
variar depoderá
acordovariar
com asdenecessidades
acordo com asdenecessidades
cada criança de do cada
seu criança do seu
grupo. Para os estudantes
grupo. Paraqueos estudantes
escrevem comquehipóteses
escrevem silábicas
com hipóteses
ou silábica-alfabética,
silábicas ou silábica-alfabética,
o objetivo será ao leitura
objetivoe será a leitura e
a organização composicional
a organização dacomposicional
receita, recortando
da receita,
e ajustando
recortando os fragmentos
e ajustando da os receita
fragmentos
no respectivo
da receitamaterial.
no respectivo material.
Para os estudantes
Paracom
os estudantes
escrita alfabética,
com escrita
vocêalfabética,
pode orientar
vocêquepodeescrevam
orientaroquemodoescrevam
de fazero amodo
partirdedafazer
lista adepartir da lista de
ngredientes, focando
ingredientes,
em aspectos
focandotambém
em aspectos
da escrita.
também
Utilize
daosescrita.
registros
Utilize
feitos
os no
registros
cartaz como
feitos apoio
no cartaz
paracomo
que re-
apoio para que re-

riança, colocando
criança,
o quecolocando
elas já sabem
o quesobre
elas já
a forma
sabemcomposicional
sobre a formada composicional
receita, sobredacomo
receita,
fazemsobre
a leitura
como efazem
quaisa leitura e quais
estratégias já usam
estratégias
de formajá autônoma
usam de forma
e quais
autônoma
precisame de
quais
ajuda.
precisam
Observe,
de ajuda.
também,Observe,
quais palavras
também,precisarão
quais palavras
de precisarão de
apoio para realizar
apoio
a leitura
para realizar
e quaisajáleitura
conseguem
e quaisler
já com
conseguem
facilidade.
ler com facilidade.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
- -
38
12 caderno
cadernodo
doprofessor
professor

AULA 5 - COMPLETANDO A RECEITA


Conversa com o/a professor/a
TEMPO
Uma aula.
MATERIAIS
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA TURMA

(EF15LP03) Localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros textuais.


(EF02LP04) Grafar corretamente palavras com ditongos (vassoura, tesoura), dígrafos (repolho, queijo, passeio) e
encontros consonantais (graveto, bloco).
DESENVOLVIMENTO E INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta aula, incentivaremos a leitura autônoma dos estudantes. Peça que eles leiam individualmente para

seja difícil, por exemplo: “Antes de começarem a ler, passem os olhos no texto como um todo, depois leiam e, caso

Em seguida, leia a receita em voz alta para todo o grupo e volte ao vocabulário que eles tiveram dúvida, seja ela rela-

a citar os ingredientes que faltam no texto, converse com os estudantes sobre as situações reais em que anotamos
uma receita e questione se eles já registraram alguma que alguém tenha compartilhado. Pergunte sobre os diferentes
modos que as famílias utilizam hoje para pesquisarem as receitas, por exemplo, a internet, oralmente nos grupos so-
ciais. Os ingredientes que deverão ser ditados são: alho, cebola, molho de tomate, sal, cebolinha, salsinha e re-
queijão caseiro

de receitas trazem. Conte uma história pessoal de quando você tinha a idade deles, isso fará com que os estudantes
acessem suas memórias afetivas e tenham vontade de compartilhar as receitas de família. O material do estudante

para complementar a proposta. Mostre as diferentes letras das pessoas que escreveram no caderno, procure algu-
ma manchinha para que observem se foi um tempero que a provocou, ou outras possibilidades da marca do tempo
no caderno, apontando a sua favorita.
-
tanciamento social e os protocolos de saúde. Questione se eles usaram as mesmas letras para escrever as palavras. Após

O grupo pode adicionar as descobertas em um cartaz ou em algum banco de palavras já existente na sala, servindo de
pesquisa para as próximas propostas de registro.
O QUE APRENDEMOS HOJE?

ao escreverem a lista de ingredientes.


cadernodo
caderno do professor
professor 39
13
LÍNGUA PORTUGUESA | 23
40
14 caderno
caderno do 14 caderno do professor
doprofessor
professor
24 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 6 - CARTAS
AULA QUE
6 - CARTAS QUE
CARREGAM SABORES
CARREGAM SABORES
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em semicírculo,
considerando oconsiderando
distancia- o distancia-
mento social emento
as orien-
social e as orien-
tações e protocolos
tações dee protocolos de
saúde. Depois da
saúde.
conversa
Depois da conversa
e leitura, os estudantes
e leitura, os estudantes
trabalharão individual-
trabalharão individual-
mente. mente.
(EF02LP03) Grafar (EF02LP03)
corre- Grafar corre-
tamente palavras tamente
com cor-palavras com cor-
respondências respondências
regulares regulares
diretas (f/v, t/d, diretas
p/b) e cor-
(f/v, t/d, p/b) e cor-
respondências respondências
regulares regulares
contextuais (c/qu, contextuais
g/gu, r/ (c/qu, g/gu, r/
rr, s/z inicial). rr, s/z inicial).
(EF02LP02) Grafar
(EF02LP02)
pa- Grafar pa-
lavras desconhecidas
lavras desconhecidas
apoiando-se noapoiando-se
som e na no som e na
- -
res e/ou estáveis.
res e/ou estáveis.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os nesta aula, os
estudantes terãoestudantes
a opor- terão a opor-

com correspondências
com correspondências
re- re-
gulares diretas.gulares
Antes dadiretas. Antes da
leitura da carta escrita
leiturapela
da carta escrita pela

história e os personagens
história e os personagens
de Monteiro Lobato
de Monteiro
para você?”;
Lobato “Você
para jávocê?”;
mandou “Você
umajácarta
mandou
para uma
seus carta
avós?”;
para
“Vamos
seus avós?”;
ajudar a“Vamos
Vovó Benta
ajudara a Vovó Benta a
envolver o grupoenvolver
na aula.o grupo na aula.
É possível indagar:
É possível
“Vocêsindagar: “Vocês
“Será que crianças
“Será
que
que
moram
crianças
emque
diferentes
moramlugares
em diferentes
confundem
lugares
as letras
confundem
ao escre-
as letras ao escre
conhecem essesconhecem
persona- esses
verempersona-
palavras?”.
verem palavras?”.
gens?”; “Já ouviram
gens?”;falar
“Já ouviram falar Após a contextualização,
Após a contextualização, encoraje os estudantes
encoraje aosprocurarem
estudantesosa procurarem
erros cometidos
os erros cometido
sobre o Sítio dosobre o Sítiopela
Picapau do personagem
Picapau pela usando
personagem
todos osusando
registros
todos
da sala
os registros
como recurso
da saladecomo
pesquisa,
recurso
como
de pesquisa, como
Amarelo?”; “Será que “Será que
Amarelo?”;
maionese de legumes
maionese é ade de
legumes é aconstruído
palavras de palavras
na aula
construído
anterior,nadicionário,
aula anterior,
ajudadicionário,
dos colegas,
ajuda
além
dosdecolegas,
ou- além de ou
15 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 41
15
LÍNGUA PORTUGUESA | 25

tudantes a pensarem
tudantesnasa pensarem nas
similaridades similaridades
sonoras. sonoras.

cada palavra com


cadaescrita
palavra com escrita
não convencional
não e,convencional
em e, em
seguida, a corresponden-
seguida, a corresponden-
te escrita convencional,
te escrita convencional,

estudantes sobre
estudantes
o que sobre o que
- -

de análise dedepossíveis
análise de possíveis
“erros” tem se“erros”
mostrado
tem se mostrado
uma boa estratégia
uma boa de estratégia de
ensino da convenção
ensinoorto-
da convenção orto-
- -
ças tenham certeza
ças tenham
de que certeza de que
registraram todasregistraram
as 14 todas as 14
palavras, colocando
palavras,
umcolocando um
“sinal de feito” conforme
“sinal de feito”
a conforme a
leitura ocorrer. leitura ocorrer.

conveniente, você
conveniente,
poderá você poderá
retomar o conhecimento
retomar o conhecimento
construído pelosconstruído
estudan- pelos estudan-
tes sobre as características
tes sobre as características
que compõem que o gênero
compõem o gênero
textual carta e exploradas
textual carta e exploradas
em sequênciasem didáticas
sequências didáticas
anteriores. anteriores.
- -

- -
ze uma tomadazedeuma notas
tomada de notas
com dicas paracom não dicas
errar, para não errar,
listando algumas listando
palavrasalgumas palavras
para adicioná-lasparaaoadicioná-las
car- ao car-
taz feito na aulatazanterior,
feito na aula anterior,
construindo mais construindo
uma mais uma
fonte de pesquisafonte para
de pesquisa para
as próximas propostas
as próximas
de propostas de
escrita.
ervilia (er- ervilia (er- escrita.
vilha), patata vilha),
(batata),
patata
mantioquinha
(batata), mantioquinha
(mandioquinha), (mandioquinha), senouraO(cenoura),
senoura (cenoura), QUE APRENDEMOS
O QUE APRENDEMOS
eijo (queijo), ceijo
sebolinha
(queijo),
(cebolinha),
sebolinhabicada
(cebolinha),
(picada),
bicada
maioneze
(picada),
(maionese), HOJE?
maioneze (maionese), HOJE?
aseite (azeite),aseite
descasqe
(azeite),
(descasque),
descasqepiqe
(descasque),
(pique), cosinhe
piqe (pique),
(cozinhe),
cosinhe
esvriar
(cozinhe), esvriar - -
esfriar), adisione
(esfriar),
(adicione).
adisione (adicione). ta aula, converseta aula,
com os converse com os
Após o momento Após
de oinvestigação
momento de e pesquisa,
investigação
sistematize
e pesquisa,
as palavras
sistematize
na lousa
as palavras estudantes
pre- na lousa pre-sobre
estudantes
o que sobre o que
enchendo, coletivamente,
enchendo, coletivamente,
a tabela do material
a tabela
dodoestudante.
material Questione
do estudante.
o grupo aprenderam
Questione o grupo na aprenderam
escrita na escrita
convencional convencional
das pala- das pala-
o momento para o momento
problematizar
paraaproblematizar
correspondência
a correspondência
grafema/fonema, grafema/fonema, vras e os
levando os es- levando como
es- algumas
vras e como
le- algumas le-
42
16 caderno
cadernodo 16 caderno do professor
doprofessor
professor
26 | LÍNGUA PORTUGUESA

tras têm sons tras


parecidos
têm sons parecidos

estratégias utilizadas
estratégias
para utilizadas para

de consultar osderegistros
consultar os registros
expostos na sala expostos
de aulana sala de aula
em situações de em escrita.
situações de escrita.
Aproveite, também,
Aproveite,
para também, para
retomar as características
retomar as características
das cartas e das dasreceitas.
cartas e das receitas.
Antecipe as informações
Antecipe as informações
que serão relevantes
que serão
pararelevantes para
as próximas aulas:
as próximas
os estu- aulas: os estu-
dantes farão uma dantes
pesqui-
farão uma pesqui-
sa em suas casassatrazendo
em suas casas trazendo
as receitas de família.
as receitas
Este de família. Este
material será usado
materialparaserá usado para
montar o livro demontar
receitas
o livro de receitas
coletivo do grupocoletivo
e um do grupo e um
audiolivro (livroaudiolivro
falado ou,(livro falado ou,
em inglês, audiobook).
em inglês, audiobook).

AULA 7 - QUALAULA
É O 7SA-
- QUAL É O SA-
BOR DAS NOSSAS
BORMEMÓ-
DAS NOSSAS MEMÓ-
RIAS? RIAS?
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em semicírculo,
considerando oconsiderando
distancia- o distancia-
mento social emento
as orien-
social e as orien-
tações e protocolos
tações dee protocolos de
saúde. saúde.
(EF02LP16A) Ler (EF02LP16A)
e com- Ler e com-
preender diferentes
preendertex- diferentes tex-
tos do campo da tosvida co- DESENVOLVIMENTO
do campo da vida co- DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
tidiana (bilhetes,
tidiana
recados, Professor/a,
(bilhetes, recados, nesta
Professor/a,
aula, os estudantes
nesta aula,aprofundarão
os estudanteso aprofundarão
que já sabem osobre
que já
a estrutura
sabem sobre a estrutura
avisos, cartas, receitas,
avisos, cartas, composicional
re- receitas, re- da
composicional
receita, analisando
da receita,
um livro
analisando
como referência
um livro como
deste referência
suporte. Come-
deste suporte. Come
latos, entre outros),
latos,consi- ce a roda de
entre outros), consi- conversa
ce a rodaquestionando-os
de conversa questionando-os
sobre o que já sabem
sobre odo
que
assunto:
já sabem
“Quais
do assunto:
são “Quais são
derando a situação
derando
comu- as partes
a situação comu- de umas livro
partes
de de
receitas?”;
um livro“Como
de receitas?”;
ele é organizado?”;
“Como ele é“Será
organizado?”;
que todos “Será
os que todos o
nicativa, o tema/assunto, livros são
nicativa, oatema/assunto, adessa livros
forma?”.são dessa forma?”.
estrutura composicional Após a conversa
estrutura ecomposicional e Apóse o compartilhamento
a conversa e o compartilhamento
de ideias, peça que
de ideias,
os estudantes,
peça queindividual-
os estudantes, individual
o estilo do gênero.
o estilo do gênero.
17 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 43
17
LÍNGUA PORTUGUESA | 27

considere comoconsidere
“família” como “família”
todo e qualquer todo
tipoe de
qualquer tipo de
organização deorganização
pessoas de pessoas
que dividem que a mesma
dividem a mesma
moradia. Convide moradia.
os es-Convide os es-
tudantes para quetudantes
façampara que façam
uma pesquisa uma em pesquisa
casa em casa
sobre a receita favorita
sobre a das
receita favorita das
respectivas famílias.
respectivas
Com- famílias. Com-
bine o prazo de bine
entrega
o prazo de entrega

do grupo para adosocializa-


grupo para a socializa-
ção na próxima ção
aula.na próxima aula.
- -
GO: se você tiver
GO:umselivro
você tiver um livro
de receitas pessoal
de receitas
ou da pessoal ou da
biblioteca da escola,
biblioteca
com-da escola, com-
partilhe com ospartilhe
estudan-
com os estudan-
tes. Manusear tes.
o material
Manusear o material
será uma oportunidade
será uma oportunidade
rica de exploração,
ricapesqui-
de exploração, pesqui-
sa e ampliação sadeecapital
ampliação de capital
cultural. Considerando
cultural. as
Considerando as
orientações e osorientações
protoco- e os protoco-
los de saúde, los
oriente
de saúde,
os oriente os
estudantes quanto
estudantes
à troca quanto à troca
de objetos comdeseguran-
objetos com seguran-
ça. ça.
O QUE APRENDEMOS
O QUE APRENDEMOS
HOJE? HOJE?

aula, peça queaula,


os estu-
peça que os estu-
dantes compartilhem
dantes compartilhem
as as
experiências experiências
culinárias, culinárias,
sejam elas relacionadas
sejam elas relacionadas
ao preparo de alguma
ao preparo
re- de alguma re-
ceita especial ou
ceita
momen-
especial ou momen-

com que o grupocomacesse


que o grupo acesse
as memórias afetivas
as memórias
e te- afetivas e te-
nha vontade denha
pesquisar
vontade de pesquisar
Aproveite o momento
Aproveitepara
o momento
convidar ospara
estudantes
convidar aosproduzirem
estudantesum a produzirem
livro coletivo as receitas.
um livro coletivo as receitas.
om as receitascomque as
cada
receitas
um trará
quedecada
casa.
umAlém
trarádisso,
de casa.
vocêAlém
poderá
disso,
incentivá-los
você poderáa incentivá-los a
azer a receita com
fazer
osafamiliares,
receita comregistrando
os familiares,
o processo
registrando
com ofotos
processo
ou vídeos
com fotos
em casa.
ou vídeos em casa.
- -
amos o programa camos
Temo criança
programana cozinha, do canal
Tem criança https://www.youtube.com/user/
na cozinha, do canal https://www.youtube.com/user/
MundoGloob. MundoGloob.
Pergunte, também,Pergunte,
sobretambém,
as receitas
sobre
de suas
as receitas
famílias,
dequem
suas famílias,
é a pessoa quem
queémais
a pessoa que mais
gosta de cozinhargosta
e sede
alguém
cozinhar
do egrupo
se alguém
tem um docaderno
grupo tem de um
receitas.
caderno de receitas.
44
18 caderno
cadernodo 18 caderno do professor
doprofessor
professor
28 | LÍNGUA PORTUGUESA
19 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 45
19

AULA 8 - COMPARTILHANDO
AULA 8 - COMPARTILHANDO
SABORES SABORES
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materialanexo
do estudante,
da atividade.
anexo da atividade.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em
considerando
semicírculo,o considerando
distanciamentoo distanciamento
social e as orientações
social eeasprotocolos
orientações
de esaúde.
protocolos
Depois
deda
saúde. Depois da
onversa, os estudantes
conversa,estarão
os estudantes
dispostos
estarão
de forma
dispostos
individual.
de forma individual.
EF02LP07A) Planejar
(EF02LP07A)
e produzir
Planejar
textose conhecidos
produzir textos
de diferentes
conhecidosgêneros,
de diferentes
considerando
gêneros,a considerando
situação comunicativa,
a situação comunicativa,

DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os estudantes
nesta aula,compartilharão
os estudantes compartilharão
as pesquisas efetuadas
as pesquisas
sobreefetuadas
as receitassobre
favoritas
as receitas
de suasfavoritas de suas
amílias. Em roda,
famílias.
peça que
Em roda,
cada criança
peça quefalecada
sobre
criança
sua receita,
fale sobre
como:
sua oreceita,
nome,como:
os principais
o nome,ingredientes
os principaise ingredientes
os e os
motivos que fazem
motivos
delaque
a preferida,
fazem dela
quem
a preferida,
é o integrante
quemda é ofamília
integrante
que melhor
da família
cozinha
que melhor
aquela cozinha
refeição,aquela
a obje-refeição, a obje-

as cozinheiros/as,
as entre
cozinheiros/as,
outros assuntos
entre outros
que aparecerão.
assuntos que
O roteiro
aparecerão.
de revisão
O roteiro
deverá
de ser
revisão
usado
deverá
para garantir
ser usadoque
para garantir que
odas as partes da
todas
receita
as partes
foramdacumpridas.
receita foram
Explique
cumpridas.
o funcionamento
Explique o funcionamento
da tabela antes da
quetabela
os estudantes
antes quepassem
os estudantes passem

É uma ótima oportunidade


É uma ótimapara
oportunidade
conversarem
parasobre
conversarem
por que devemos
sobre porcorrigir
que devemos
todas ascorrigir
palavrastodas
quando
as palavras
vamos quando vamos

Oriente que usem


Oriente
os cartazes
que usem
das paredes
os cartazes
quedas
foram
paredes
construídos
que foram
ao longo
construídos
do percurso
ao longo
de estudo.
do percurso de estudo.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?

arregar. carregar.

AULA 9 - ORGANIZANDO
AULA 9 - ORGANIZANDO
O LIVRO DE RECEITAS
O LIVROCOLETIVO
DE RECEITAS COLETIVO
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materialanexo
do estudante,
da atividade,
anexolápis
da atividade,
de cor, canetinha,
lápis degiz
cor,de
canetinha,
cera. giz de cera.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em
considerando
semicírculo,oconsiderando
distanciamento
o distanciamento
social e as orientações
social e easprotocolos
orientações
deesaúde.
protocolos
Depois
de saúde. Depois
da conversa, poderá
da conversa,
ser individual.
poderá ser individual.
46
20 caderno
caderno do 20 caderno do professor
doprofessor
professor

(EF02LP13A) Planejar
(EF02LP13A)
e produzir,
Planejar
em colaboração
e produzir, em
comcolaboração
os colegas com
e com
osacolegas
ajuda do e com
professor,
a ajudabilhetes,
do professor,
cartas bilhetes,
en- cartas en
tre outros textostre
dooutros
campotextos
da vida
do cotidiana
campo da(impresso
vida cotidiana
ou digital),
(impresso
considerando
ou digital),a considerando
situação comunicativa,
a situaçãoocomunicativa,
tema/ o tema
assunto, a estrutura
assunto,
composicional
a estruturaecomposicional
o estilo do gênero.
e o estilo do gênero.
(EF02LP16B) (EF02LP16B) -
tas, relatos, entre
tas,
outros
relatos,
textos
entre
(digitais
outros ou
textos
impressos).
(digitais ou impressos).
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, planeje
Professor/a,
com os planeje
estudantes
comaosestrutura
estudantes
do livro
a estrutura
coletivo:docomo
livro será
coletivo:
a capacomo
e como
seráela
a capa
seráefeita,
comoquais
ela será feita, quai
materiais serãomateriais
usados, quais
serãoserão
usados,
as categorias
quais serãodoasíndice
categorias
de acordo
do índice
com deas receitas
acordo com trazidas.
as receitas
Dê uma trazidas.
atençãoDê uma atenção
especial ao índice.
especial
Convide
ao índice.
o grupoConvide
a pensar
o grupo
sobre a organização
pensar sobredessa
a organização
página: odessa
que os página:
númeroso que
representam,
os números representam
para que eles servem,
para quecomo
elesoservem,
índice está
comoorganizado,
o índice está
quais
organizado,
são suas categorias,
quais são suas
o quecategorias,
são categorias,
o que ésão
possível
categorias, é possíve
organizar essa parte
organizar
levando
essaem parte
consideração
levando emoutras
consideração
categorias
outras
(comidas
categorias
cruas (comidas
e cozidas,cruas
receitas
e cozidas,
rápidasreceitas
e de- rápidas e de
moradas, etc. Enquanto
moradas,osetc.
estudantes
Enquantocopiam
os estudantes
o índice,copiam
pensadoo índice,
coletivamente
pensadoecoletivamente
em seus materiais
e em individuais,
seus materiais individuais
-
truídas seguindo o planejamento
truídas seguindo odo grupo em relação
planejamento ao tipo
do grupo de papelaoetipo
em relação os materiais
de papelnecessários (colagem
e os materiais de (colagem de
necessários

entre outros). entre outros).

protocolos de higiene.
protocolos
Portanto,
de higiene.
convidePortanto,
cada estudante
convide cada
a contribuir
estudante
e a colocar
a contribuir
algo eseu
a colocar
na produção,
algo seu
fazendo
na produção,
com fazendo com
que o grupo inteiro
que osegrupo
sinta parte
inteiroimportante
se sinta parte
do todo.
importante
A parceria
do todo.
com o/a
A parceria
professor/a
com deo/aArtes
professor/a
é bem-vinda.
de Artes é bem-vinda.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?

-
mórias que um mórias
livro deque
receitas
um livro
podedecarregar.
receitas pode carregar.
21 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 47
21
LÍNGUA PORTUGUESA | 29
48
22 caderno
caderno do 22 caderno do professor
doprofessor
professor
30 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 10 - NOSSO
AULA
AUDIO-
10 - NOSSO AUDIO-
LIVRO DE RECEITAS
LIVRO DE RECEITAS
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Material edo estudante e
materiais para amateriais
produçãopara a produção
do audiolivro (recursos
do audiolivro
de (recursos de
gravador do computador,
gravador do computador,
celular ou gravador
celular
da ou
es-gravador da es-
cola). cola).
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas, considerando
o distanciamento o distanciamento
social e social e
as orientações ase protoco-
orientações e protoco-
los de saúde. losDepois
de saúde.
da Depois da
conversa, os estudantes
conversa, os estudantes
farão a atividadefarão
de forma
a atividade de forma
individual. individual.
(EF02LP13A) Planejar
(EF02LP13A)e Planejar e
produzir, em colaboração
produzir, em colaboração
com os colegascom e com
os colegas
a e com a
ajuda do professor,
ajudabilhe-
do professor, bilhe-
tes, cartas entre
tes, outros
cartas entre outros
textos do campo textos
da vida
do campo da vida
cotidiana (impresso
cotidianaou (impresso ou
digital), considerando
digital), aconsiderando a
situação comunicativa,
situação ocomunicativa, o
tema/assunto, atema/assunto,
estrutura a estrutura
composicional composicional
e o estilo e o estilo
do gênero. do gênero.
(EF02LP16B) (EF02LP16B)
e manter a estrutura
e manter
com-a estrutura com-

bilhetes, recados,
bilhetes,
avisos,recados, avisos,
cartas, receitas,cartas,
relatos,
receitas, relatos,
entre outros textos
entre (digi-
outros textos (digi-
tais ou impressos).
tais ou impressos).
1, organize as duplas
1, organize
de forma
as duplas
produtiva,
de forma
em que
produtiva,
cada criança
em que
colabore
cada criança
com a colabore
outra com a outra
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES retomem anteriormente
retomem aanteriormente
estrutura do gênero
a estrutura
textual
do egênero
planejem
textual
a leitura
e planejem
de modo
a leitura de modo
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, nesta aula,
fecharemos a fecharemos
sequência aprepararem
sequênciaparaprepararem
ler, ensaiando
para em
ler, duplas,
ensaiando
lendo
em eduplas,
relendolendo
sucessivas
e relendo
vezessucessivas
será vezes será
didática sobre as
didática
receitas
sobre as receitas
organizando aorganizando
gravação a gravação
do audiolivro de
do receitas
audiolivroProfessor/a,
de receitasa proposição
Professor/a,
deagravar
proposição
um audiolivro
de gravartem
um como
audiolivro
objetivo
temampliar
como objetivo
as pos- ampliar as pos
Atividade sibilidades
Atividadede alcance
sibilidades
de divulgação
de alcance das
de divulgação
receitas dodas
grupo.
receitas
Dessadomaneira,
grupo. Dessa
vocês maneira, você
23 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 49
23
LÍNGUA PORTUGUESA | 31

podem divulgarpodem
o livro divulgar
coletivo de
o livro
receitas
coletivo
parade
a comunidade,
receitas para deixando-o
a comunidade,na biblio-
deixando-o na biblio-
eca da escola, por
tecaexemplo,
da escola,e usar
por exemplo,
as redes sociais
e usar as
para
redes
divulgação
sociais para
do livro
divulgação
falado. do livro falado.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?

as aprendizagensas que
aprendizagens
construíramque
comconstruíram
o trabalho com
coletivo
o trabalho
e os avanços
coletivo
que
e os
tiveram
avanços que tiveram
na leitura e na na
escrita.
leitura
Pensar
e na sobre
escrita.o Pensar
processosobre
de aprendizagem
o processo de éaprendizagem
uma ferramenta é uma ferramenta
mportante paraimportante
que as crianças
para que
se tornem
as crianças
protagonistas
se tornemdaprotagonistas
própria jornada
da própria
de estu-jornada de estu-
50 caderno do professor

Sugestões de atividades
Sugestões
do de
Leratividades
e Escrever do Ler e Escrever

Projeto Didático Projeto Didático


Livro 2º ano - Volume
Livro
1, 2º
p. 181
ano -aVolume
185 1, p. 181 a 185
caderno do professor 51

Olá, Professor!
Olá, Professor!
Olá, Professora!
Olá, Professora!
Esta Sequência Didática
Esta Sequência
é um conjunto
Didáticadeé propostas
um conjunto
paradeapoiar
propostas
seu trabalho
para apoiar
em seu
salatrabalho
de aula. em
As atividades
sala de aula.
envolvem
As atividades envolvem

panorama geral sobre


panorama
os contos
geralpopulares
sobre os contos
e a herança
populares
cultural
e a contida
herançaem cultural
cada contida
história em
quecada
resgatamos
história de
queuma
resgatamos
memóriade uma memória
oletiva, passando
coletiva,
pelos ditados
passando populares
pelos ditados
até chegarmos
popularesàsaté
fábulas.
chegarmos às fábulas.
Os estudantes terão
Os estudantes
a oportunidadeterãode
a oportunidade
comparar essede gênero
comparar
textual
esse
comgênero
situações
textual
atuais
comdosituações
seu cotidiano.
atuais do
Eles
seu
também
cotidiano. Eles também
erão algumas fábulas,
lerão algumas
inventarão fábulas,
novosinventarão
desfechos para
novosvelhas
desfechos
histórias
paraevelhas
escreverão
histórias
fábulas
e escreverão
em duplasfábulas
para publicar
em duplas
em para
um publicar em um
podcast da turma.podcast
A intenção
da turma.
é resgatar
A intenção
esse gênero
é resgatar
de tempos
esse gênero
distantes,
de tempos
dando distantes,
uma novadando
funcionalidade
uma novapara
funcionalidade
os tempos para os tempos
tuais. atuais.
Ao desenvolver asAopropostas
desenvolverem as sala
propostas
de aula,em
é fundamental
sala de aula,seguir
é fundamental
os protocolos
seguir
de os
higiene
protocolos
e distanciamento
de higiene e social
distanciamento social
igentes. vigentes.
Habilidades do Currículo
Habilidades
Paulista
do Currículo
desenvolvidas
Paulista
nesta
desenvolvidas
Sequência Didática:
nesta Sequência Didática:

Objetos de conhecimento
Objetos de conhecimento Habilidades Habilidades Aulas Aulas

Construção do sistema
Construção do sistema
Aula 6 Aula 6
alfabético alfabético palavras familiarespalavras
e/ou estáveis.
familiares e/ou estáveis.

Segmentação de palavras
Segmentação
e (EF02LP08B)
de palavras eSegmentar
(EF02LP08B)
corretamente
Segmentar
as frases
corretamente
de um texto,
as frases
utilizando
de um
ponto
texto, utilizando ponto
Aulas 5, 6 e 8 Aulas 5, 6 e 8
frases frases

(EF12LP19) Ler e compreender


(EF12LP19) Ler
textos
e compreender
do campo artístico-literário
textos do campoqueartístico-literário que
Compreensão em leitura
Compreensão em leitura Aula 2 Aula 2
apresentem rimas,apresentem
sonoridades,rimas,
jogossonoridades,
de palavras, expressões
jogos de palavras,
e comparações.
expressões e comparações.

(EF02LP28A) Ler e compreender,


(EF02LP28A) Ler come compreender,
certa autonomia,comcontos
certa autonomia,
de fadas, contos de fadas,
maravilhosos, populares,
maravilhosos,
fábulas,populares,
crônicas entre
fábulas,
outroscrônicas
textosentre
do campo
outros textos do campo
Compreensão em leitura
Compreensão em leitura Aulas 1, 4 e 5 Aulas 1, 4 e 5
artístico-literário, considerando
artístico-literário,
a situação
considerando
comunicativa,
a situação
o tema
comunicativa,
/ assunto, ao tema / assunto, a
estrutura composicional
estrutura
e o estilo
composicional
do gênero. e o estilo do gênero.
Compreensão em leitura
Compreensão em leitura
Aula 3 Aula 3
fadas, maravilhosos,
fadas,
populares,
maravilhosos,
fábulas,populares,
crônicas entre
fábulas,
outros)
crônicas
e suaentre
resolução.
outros) e sua resolução.
narrativos narrativos
(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textosexplícitas
de diferentes
em textos
gêneros
de diferentes gêneros
Estratégia de leitura
Estratégia de leitura Aulas 3 e 5 Aulas 3 e 5
textuais. textuais.

(EF35LP25A) Planejar
(EF35LP25A)
e produzir,Planejar
com certae produzir,
autonomia,
comcontos,
certa autonomia,
fábulas, lendas,
contos, fábulas, lendas,
entre outros textosentre
do campo
outrosartístico-literário,
textos do campomantendo
artístico-literário,
os elementos
mantendo
próprios
os elementos próprios
Produção escrita Produção escrita Aulas 7, 8, 9 e 10. Aulas 7, 8, 9 e 10.
ambiente. ambiente.
52
2 caderno
cadernodo 2 caderno do professor
doprofessor
professor

AULA 1 – NOSSAS
AULA
MEMÓRIAS
1 – NOSSAS
E HERANÇA
MEMÓRIAS
CULTURAL
E HERANÇA CULTURAL
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materiallousa
do estudante,
e giz. lousa e giz.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva, com organização
Coletiva, com
emorganização
semicírculo,em
considerando
semicírculo,o considerando
espaçamento onecessário
espaçamento
entrenecessário
os estudantes,
entresegundo
os estudantes, segundo

(EF02LP28A) Ler(EF02LP28A)
e compreender,
Ler ecom
compreender,
certa autonomia,
com certa
contos
autonomia,
de fadas,contos
maravilhosos,
de fadas,populares,
maravilhosos,
fábulas,
populares,
crô- fábulas, crô
nicas entre outros
nicastextos
entredooutros
campo textos
artístico-literário,
do campo artístico-literário,
considerando aconsiderando
situação comunicativa,
a situaçãoocomunicativa,
tema/assunto,o atema/assunto, a
estrutura composicional
estruturaecomposicional
o estilo do gênero.
e o estilo do gênero.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, iniciamos
Professor/a,
esta sequência
iniciamos didática
esta sequência
resgatando
didática
a essência
resgatando
dos contos
a essência
tradicionais
dos contos
e seu
tradicionais
papel histórico
e seu papel histórico

oralidade transpassou
oralidade
barreiras
transpassou
territoriais,
barreiras
o tempo
territoriais,
e muitaso tempo
gerações
e muitas
em diferentes
geraçõesculturas.
em diferentes
Então, culturas.
quando tra-
Então, quando tra
zemos para nossas
zemos
aulas
para
essas
nossas
histórias
aulas como
essas direito
histórias
decomo
nossasdireito
crianças,
de nossas
como patrimônio
crianças, como
histórico
patrimônio
e cultural
histórico
da e cultural da

e personagens multifacetados
e personagens que multifacetados
atravessamque tempos
atravessam
imemoriais.
tempos imemoriais.
Para isso, separePara
livros
isso,
dasepare
sala delivros
leitura/biblioteca
da sala de leitura/biblioteca
da escola que trazem
da escola
a diversidade
que trazemdesse
a diversidade
assunto, com
dessecontos
assunto, com conto
de países e culturas
de países
diferentes.
e culturas
Nosso diferentes.
foco nestaNosso
sequência
foco nesta
didática
sequência
serão asdidática
fábulas,serão
mas as
você
fábulas,
pode organizar
mas você pode
um organizar um
espaço especialespaço
para osespecial
livros com
paralendas,
os livros
mitos,
comcontos
lendas, demitos,
fadas,contos
entre outros.
de fadas,
Háentre
versões
outros.
modernas
Há versões
de fábulas
modernas
de de fábulas de
autores contemporâneos
autores contemporâneos
que você poderáque encontrar
você poderá
na lista
encontrar
de livrosnadalista
biblioteca
de livros
deda
suabiblioteca
escola. É de
importante
sua escola.
que
É importante que
você leia sempre você
diversos
leia sempre
tipos de
diversos
textos para
tiposodeseutextos
grupo,
para
ampliando
o seu grupo,
o repertório
ampliando dasocrianças
repertório
e trazendo
das crianças
umae trazendo uma
amplitude de estilos
amplitude
para umde estilos
mesmopara gênero.
um mesmo
Não se gênero.
esqueçaNãode considerar
se esqueçaosdeprotocolos
considerardeoshigiene
protocolos
e cuidados
de higiene e cuidado
quando as crianças
quando
forem asmanusear
crianças forem
objetos
manusear
na sala.objetos na sala.
Na Atividade 1,Naprepare
Atividade 1, prepare antecipadamente
antecipadamente a sua leitura ema vozsuaalta
leitura
e traga
em voz
paraalta
o contexto
e traga para
da aula
o contexto
quem foram
da aula quem foram
os dois autores dessas
os dois fábulas. dessasEsopo
autores Sobre fábulas. Sobre Esopo
Acerca dos Samios Acerca dos Samios
atribuído um conjunto
atribuído
deum pequenas
conjunto histórias,
de pequenas
de carácter
histórias,
moraldeecarácter
alegórico,
moral
cujos
e alegórico,
papéis principais
cujos papéis
eramprincipais
desenvol- eram desenvol

deuses e mesmo deuses


coisaseinanimadas).
mesmo coisasEsopo
inanimadas).
partia daEsopo
culturapartia
popular
da cultura
para compor
popularseus
para
escritos.
comporOsseusseusescritos.
animaisOs seus animai
falam, cometemfalam,
erros,cometem
são sábioserros,
ou tolos,
são sábios
maus ou ou bons,
tolos, exatamente
maus ou bons, comoexatamente
os homens. como
A intenção
os homens.
de Esopo,
A intenção
em de Esopo, em
suas fábulas, erasuas
mostrar
fábulas,
comoeraosmostrar
seres humanos
como os seres
podiam humanos
agir, para
podiam
bem ou agir,
para
para
mal.”
bem ou para mal.”
-
po>. Acesso em:po>.5 set.Acesso
de 2020.
em: 5 set. de 2020.
La Fontaine teve La“aFontaine
sua grande
teveobra,
“a sua
‘Fábulas’
grande, escrita
obra, ‘Fábulas’
em três ,partes,
escritano
emperíodo
três partes,
de 1668
no período
a 1694,deseguiu
1668 oa estilo
1694,do
seguiu o estilo d
autor grego Esopo,
autor o qual
gregofalava
Esopo,daovaidade,
qual falava
estupidez
da vaidade,
e agressividade
estupidez ehumanas
agressividade
atravéshumanas
de animais.
através
La Fontaine
de animais.
é La Fontaine
considerado o paiconsiderado
da fábula moderna.
o pai da fábula
Sobremoderna.
a naturezaSobre
da fábula
a natureza
declarou:
da fábula
‘É umadeclarou:
pintura em‘É uma
que pintura
podemos emencon-
que podemos encon
trar nosso próprio
trarretrato’
nosso. Algumas
próprio retrato’
fábulas
. Algumas
escritas efábulas
reescritas
escritas
por ele
e reescritas
são A Lebre
poreele são A Lebre
a Tartaruga, O Homem,
e a Tartaruga,
A Cegonha
O Homem, A Cegonh
e a Raposa, O Menino
e a Raposa,
e a Mula,
O Menino
O LeãoeeaoMula,
Rato, O
e OLeão
Carvalho
e o Rato,
e oeCaniço,
O Carvalho
a Raposa
e o Caniço,
e a Uva.”
a Raposa e a Uva.”
-

Professor/a, comente
Professor/a,
quão incríveis
comentesão
quão
as histórias
incríveis são
queas
navegam
históriaspor
quelugares
navegam
e por
portempos
lugaresque
e por
quase
tempos
nemque
pode-
quase nem pode
mos calcular. Questione
mos calcular.
os estudantes
Questionesobre
os estudantes
como podemos
sobre como
perceber
podemos
que uma
perceber
fábulaque
é mais
umaantiga
fábulaque
é mais
a outra.
antiga que a outra
3 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 533
LÍNGUA PORTUGUESA | 33
54
4 caderno
cadernodo 4 caderno do professor
doprofessor
professor
34 | LÍNGUA PORTUGUESA

Na Atividade 2, Atividade 2, organize


Naorganize
a sala em círculoa sala
ou semi-
em círculo ou semi-
círculo (considerando
círculo (considerando
o o
distanciamento distanciamento
social ne- social ne-
cessário) para começarem
cessário) para começarem
a conversa. Anotea conversa.
na lousa Anote na lousa
as ideias trazidas
as ideias
pelos trazidas pelos
estudantes, separando
estudantes, as separando as
perguntas: “O queperguntas:
são as “O que são as
fábulas?”, “Por fábulas?”,
que essas“Por que essas
histórias são heranças
históriascul- são heranças cul-
turais?”, “O queturais?”,
as fábulas “O que as fábulas
têm em comum?”, têm“Oemque comum?”, “O que
têm de diferente?”,
têm “Quais
de diferente?”, “Quais
são as principaissão
caracterís-
as principais caracterís-
ticas deste gênero
ticas
textual?”.
deste gênero textual?”.
Acreditamos que, Acreditamos
com que, com
essa conversa, asessacrianças
conversa, as crianças
compreendam compreendam
o papel o papel
das histórias orais
dasemhistórias
nos- orais em nos-
sa história e nossa
sa história
vida. e nossa vida.
Que elas são um Queregistro
elas são um registro
vivo de culturas,vivo
quedesão culturas, que são
fontes de ensinamento
fontes de ensinamento
para povos e nações,
para povossão e nações, são
memórias quememórias passam que passam
de geração para de geração
geração para geração
a partir de uma a partir
culturade uma cultura
da oralidade da que,oralidade
hoje que, hoje
em dia, comunica-se
em dia, pelo
comunica-se pelo
registro escrito registro
dessasescrito dessas
memórias. Explique
memórias.
o pa- Explique o pa-
pel dos “coletores
pel de
doshis- “coletores de his-
tórias” (como Esopo
tórias”e(comoLa Esopo e La
Fontaine) que escreveram
Fontaine) que escreveram
e perpetuaram eem perpetuaram
livros em livros
esse tesouro da esseoralida-
tesouro da oralida-
de. E até mesmo de.oEpapel
até mesmo o papel
dos contadoresdos de contadores
histó- de histó-
rias que, até hoje,
rias que,
têm aaté hoje, têm a
missão de perpetuar
missãoesse de perpetuar esse
patrimônio da humanida-
patrimônio da humanida-
de. Aproveite ode.momento
Aproveiteeles,o momento
quais são oseles,
elementos
quais sãoque
os elementos
permanecem quenaspermanecem
duas versõesnase que
duascaracterizam
versões e que caracterizam
para explorar paraas habili-
exploraro gênero
as habili-
textualo fábulas.
gênero textual fábulas.
dades leitoras dades
dos estu- leitoras dos estu-
dantes. Compare dantes.
os dois O QUEosAPRENDEMOS
Compare dois O QUEHOJE? APRENDEMOS HOJE?
textos e convide textos
os estu- Professor/a,
e convide os estu-retome
Professor/a,
com os estudantes
retome comasosprincipais
estudantesideias
as principais
trazidas àideias
roda detrazidas
conversa
à roda de conversa
dantes a pensaremdantes sobre sobre osobre
a pensarem papel dassobre
histórias
o papel
dadas
tradição
histórias
oralda
emtradição
nossa sociedade.
oral em nossa
Relembre
sociedade.
as carac-
Relembre as carac
quais são os quais
elementos são osterísticas
elementosessenciais
terísticas
que compõem
essenciais aque
fábula,
compõem
comparando
a fábula,textos
comparando
escritos emtextos
épocas
escritos em época
comuns e diferentes
comuns entre distintas.
e diferentes Fale que
entre distintas.
este trabalho
Fale quetrará
estea trabalho
fábula como
traráeixo
a fábula
condutor
comodaseixopropostas
condutordedas propostas de
leitura e escrita.leitura e escrita.
5 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 555
LÍNGUA PORTUGUESA | 35
56
6 caderno
cadernodo 6 caderno do professor
doprofessor
professor
36 | LÍNGUA PORTUGUESA
7 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 577

AULA 2 – DECIFRANDO
AULA 2 –OSDECIFRANDO
DITADOS POPULARES
OS DITADOS POPULARES
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA

EF12LP19) Ler(EF12LP19)
e compreender
Ler etextos
compreender
do campotextos
artístico-literário
do campo artístico-literário
que apresentemque
rimas,
apresentem
sonoridades,
rimas,
jogos
sonoridades,
de jogos de
palavras, expressões
palavras,
e comparações.
expressões e comparações.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os estudantes
nesta aula,farão
os estudantes
a leitura autônoma
farão a leitura
dos ditados
autônoma
populares
dos ditados
e irãopopulares
escrever oe que
irão com-
escrever o que com-
preendem de cadapreendem
conselhodeou
cada
advertência
conselho comunicados
ou advertênciaporcomunicados
eles. Os ditados
por eles.
fazemOsparte
ditados
do fazem
repertório
partepopular
do repertório popular

ontextualize a contextualize
atividade contando
a atividade
comocontando
você usa como
essas você
expressões
usa essas
em expressões
seu cotidiano.
em Pergunte
seu cotidiano.
se eles
Pergunte
já ou- se eles já ou-
viram esse tipoviram
de expressão
esse tipopopular
de expressão
e o quepopular
elas representam
e o que elasemrepresentam
nossa comunicação
em nossadiária.
comunicação
Fique à vontade
diária. Fique à vontade
para trazer outros
paraditados
trazer populares,
outros ditados
ampliando
populares,
ainda
ampliando
mais o repertório
ainda mais doogrupo.
repertório
Apósdoa contextualização
grupo. Após a contextualização
da da
atividade, peça atividade,
que leiampeça
individualmente
que leiam individualmente
cada frase e quecada
pensem
frase oe que cada
pensem
umao quer
que cada
comunicar/ensinar/
uma quer comunicar/ensinar/
aconselhar. Nesse
aconselhar.
momento, Nesse
vocêmomento,
pode andarvocê
pelapode
salaandar
e observar
pela sala
comoe observar
cada estudante
como cada
está estudante
fazendo a leitura.
está fazendo a leitura.
ê em voz alta? Lê
Já em
consegue
voz alta?
lerJásilenciosamente
consegue ler silenciosamente

uperior, organizar
superior,
os itens
organizar
avaliados.
os itens
Por exemplo:
avaliados. Por exemplo:
Estudante Estudante Lê em voz alta Lê em voz altaLê silenciosamente
Lê silenciosamente Compreende
Compreende o que lê o que lê
Maria Eduarda Maria Eduarda
sim sim não não com apoio com apoio
Essa tabela podeEssa tabela
variar pode variar
de acordo de acordo
com suas com pedagógicas
intenções suas intenções pedagógicasem
e habilidades e habilidades em foco
foco para serem para serem desenvolvi-
desenvolvi-
das.
das. Retome esse Retome esse
documento documento
como como fonte depara
fonte de planejamento planejamento paraações
suas próximas suas próximas ações e de
e agrupamentos agrupamentos
crianças. de crianças.

esse primeiro
esse primeiro registro registro
individual comoindividual
forma de como
avaliarforma de avaliar
a escrita a escrita
das crianças, das crianças,
ampliando ampliando
sua tabela sua tabela de avaliação.
de avaliação.
Coletar
Coletar informações informações
sobre sobreéosuma
os estudantes estudantes é uma de
forma potente forma potente cada
aprofundar de aprofundar
vez mais ocada
que vez
vocêmais o que você já sabe
já sabe
obre os saberessobre os saberes
de cada de cada
um. Analise um.dados
esses Analise
queesses dadosdialogue
coletou, que coletou, dialogue
com sua equipecom sua equipe de
de professores professores sobre
sobre
estratégias que estratégias
podem ajudar queospodem ajudaraos
estudantes estudantes
avançarem a avançarem
cada vez mais em cada vezaprendizagens.
suas mais em suas aprendizagens.

agrupem que
agrupem as informações as informações que foram
foram similares similares
na questão na questão
do sentido e da do sentido edo
mensagem daditado
mensagem do ditado
popular. popular.
Ajude-as a Ajude-as a
comparar
omparar os diferentes os diferentes
pontos de vista pontos
sobre ade vista sobre
mesma frase ea omesma
que háfrase e o que“do
por detrás hánosso
por detrás
olhar”“do nosso anali-
quando olhar” quando anali-

um cartaz
um cartaz com essas com
frases. Os essas frases.poderão
estudantes Os estudantes
ilustrarpoderão ilustrar
a produção, a produção,
trazendo trazendo
o sentido o sentido
por meio por meio da linguagem
da linguagem

O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os retome
estudantes
comoosque
estudantes
são os ditados
o que populares
são os ditados
e qual
populares
é sua função
e qualnaécultura
sua função
do nosso
na cultura do nosso

uma delas. uma delas.


58
8 caderno
cadernodo 8 caderno do professor
doprofessor
professor

AULA 3 – ENTENDENDO
AULA 3 – MELHOR
ENTENDENDO
AS FÁBULAS
MELHOR AS FÁBULAS
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materialcartolina,
do estudante,
canetinhas,
cartolina,
lápiscanetinhas,
de cor. lápis de cor.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva, com organização
Coletiva, com
emorganização
semicírculo,em
considerando
semicírculo,o considerando
espaçamento onecessário
espaçamento
entrenecessário
os estudantes,
entresegundo
os estudantes, segundo

(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textos
explícitas
de diferentes
em textosgêneros
de diferentes
textuais.
gêneros textuais.
(EF02LP28B) (EF02LP28B)
fábulas, crônicasfábulas,
entre outros)
crônicas
e sua
entre
resolução.
outros) e sua resolução.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os estudantes
nesta aula,vão
os estudantes
explorar e elaborar
vão explorar
concepções
e elaborar
sobre
concepções
a forma comosobreasa fábulas
forma como
são escri-
as fábulas são escri
tas, os recursos de
tas,linguagem
os recursosutilizados
de linguagem
para contar
utilizados
as ações
para dos
contarpersonagens
as ações dos e como
personagens
eles se comportam.
e como eles Retome
se comportam. Retome
as conversas e osasconhecimentos
conversas e os conhecimentos
construídos sobre construídos
os ditadossobre
populares
os ditados
realizados
populares
na aularealizados
anteriornapara
aula
comparar
anterior para compara
com os elementos comdoosgênero
elementos
textual
do dessa
gêneroaula.
textual dessa aula.
A Atividade 1 propõe
A Atividade
a leitura
1 propõe
em voza alta
leitura
dasem
fábulas
voz alta das efábulas
O leão o javaliOeleão
O galo
e oejavali e O galo
a pérola. Esse etipo de proposta
a pérola. Esse tipo de proposta
traz o repertóriotraz
de oleitor
repertório
experiente
de leitor
do educador
experiente como
do educador
modelo aos como
estudantes.
modelo aos Porestudantes.
isso, é importante
Por isso,que
é importante
você que você
prepare a leituraprepare
antes de a leitura
executá-la
antespara
de executá-la
a turma, lendo
para ea ensaiando
turma, lendo previamente
e ensaiando a sua
previamente
entonação,a sua
suasentonação,
pausas suas pausa
-
sicional do gênero,
sicional
como:do “Quais
gênero,são
como:
os personagens
“Quais são osdas personagens
fábulas?”, “Odasquefábulas?”,
as duas “O narrativas
que as duas
têm emnarrativas
comum?”,têm em comum?”

momento das questões,


momentovocê das irá
questões,
trazer para
vocêo irá
centro
trazer
dapara
atividade
o centro
a prática
da atividade
da estratégia
a práticadeda
localização
estratégiade deinforma-
localização de informa
ções no texto. Para
çõesisso,
no texto.
ao responderem
Para isso, aocada
responderem
pergunta, peça
cada que
pergunta,
encontrem
peça que
as palavras
encontremque,asnapalavras
fábula, indicam
que, na fábula,
a indicam a
resposta. Por exemplo:
resposta.quando
Por exemplo:
você perguntar
quando você
sobreperguntar
quais sãosobre
os personagens
quais são osdas
personagens
fábulas, peça dasque
fábulas,
localizem
peçaaque localizem a
parte do texto que
parte
explicita
do texto
essa
queinformação.
explicita essa
Normalmente,
informação. as Normalmente,
fábulas trazemas como
fábulastítulo
trazem
os nomes
como título
dos animais.
os nomes dos animais
Aproveitem paraAproveitem
conversar sobre
para conversar
essa regularidade
sobre essadoregularidade
gênero. do gênero.
Anote as ideias Anote
que surgirem
as ideiase que
as estratégias
surgirem edeasleitura
estratégias
que utilizaram
de leituraem
queum
utilizaram
cartaz, para
em umquecartaz,
as crianças
para que
possam
as crianças possam

Para ampliar oPara


diálogo
ampliar o diálogo

ampliar o diálogo,
ampliar
problematizando
o diálogo, problematizando
a moral como reguladora
a moral como
de convívio
reguladora
social,
de fazendo
convívioperguntas,
social, fazendo
como:
perguntas,
“Como como: “Como

são as mesmas são


de hoje?”,
as mesmas
“O que
deéhoje?”,
moral “O
para
quemim,
é moral
é para
para
você?”,
mim,“Qual
é para
é avocê?”,
importância
“Qual édea importância
respeitar opiniões
de respeitar
di- opiniões di

fábulas apreciando
fábulas
textos
apreciando
de autores
textos
diversos,
de autores
como La
diversos,
Fontaine.
como La Fontaine.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os estudantes
retome como os
que
estudantes
são as fábulas
o quee são
qualaséfábulas
sua função
e qual
na écultura
sua função
do nosso
na cultura
povo. Relembre
do nosso povo. Relembre
que são formas que
de aconselhar
são formasedeadvertir
aconselhar
para algo
e advertir
importante
para algo
do convívio
importante
social,
do convívio
mas que social,
sempremaspodemos
que sempre
e de- podemos e de

e as estratégias edeasleitura
estratégias
que utilizaram
de leiturapara
que utilizaram
localizar aspara
informações.
localizar as informações.
9 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 599
LÍNGUA PORTUGUESA | 37
60
10 caderno
cadernodo 10 caderno do professor
doprofessor
professor
38 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 4 - CONECTANDO
AULA 4 - CONECTANDO
AS FÁBULAS COM
AS FÁBULAS
A RE- COM A RE-
ALIDADE ALIDADE
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do Material
estudante,do estudante,
lousa e giz. lousa e giz. O leão e o javali estavam
O leãoquase
e o javali
se estavam quase se
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA atracando quando atracando
avistaram quando
os avistaram
para não serem
os atacados
para nãopelos
serem atacados pelos
urubus famintos. urubus famintos. urubus. urubus.
Coletiva, com organização
Coletiva, com organização
em semicírculo,em consi-
semicírculo, consi-
derando o espaçamen-
derando o espaçamen-
to necessário toentre
necessário
os entre os
estudantes, segundo
estudantes,
as segundo as
orientações dosorientações
órgãos de dos órgãos de O galo encontrou uma
O galo
pérola
encontrou
e ela uma Opérola e elacomeu a Opérola
galo não galo não
e a dei-
comeu a pérola e a de
não servia para comer.
não servia para comer.xou no terreiro. xou no terreiro.

(EF02LP28A) Ler (EF02LP28A)


e com- Ler e com-
preender, com preender,
certa au- com certa au-
tonomia, contostonomia,
de fadas,contos de fadas,
maravilhosos, maravilhosos,
populares, populares,
fábulas, crônicas fábulas,
entrecrônicas entre
outros textos do outroscampo
textos do campo
artístico-literário,
artístico-literário,
conside- conside-
rando a situação rando
comuni-
a situação comuni-
cativa, o tema/assunto,
cativa, o atema/assunto, a
estrutura composicional
estrutura ecomposicional e
o estilo do gênero.
o estilo do gênero.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os nesta aula, os
estudantes irãoestudantes
comparar irão comparar
uma fábula comuma a história
fábula com a história
de um adolescente
de umque adolescente que
encontrou umaencontrou
carteira uma carteira
com dinheiro comno lixodinheiro
e no lixo e
a devolveu, ganhando,
a devolveu, ganhando,
por isso, bolsaspordeisso,
estu-bolsas de estu-
do para ele e sua
do irmã.
para ele
O e sua irmã. O
objetivo é aproximar
objetivo asé aproximar
Jornal Joc as Jornal Joc -
fábulas do contexto
fábulas
social,
do contexto social, volver-r-16-mil-achados-no-lixo/
volver-r-16-mil-achados-no-lixo/
- -
do às lições trazidas
do às lições
por trazidas por
elas. elas.
Para ampliar oParadiálogo:
ampliarboao diálogo:
ação?”, “As fábulas
boa ação?”,
acontecem
“As fábulas
na vida
acontecem
real?”, “Como
na vidapodemos
real?”, “Como
vivenciar
podemos
uma fá-
vivenciar uma fá
você pode ler, em
vocêcolabo-
pode ler,bula?”,
em colabo-
“A ação do
bula?”,
jovem “Aque
açãoencontrou
do jovem aquecarteira
encontrou
foi parecida
a carteira
comfoia parecida
ação do leão
comoua ação do leão ou
ração com seuraçãogrupo,coma seu grupo, aPor do
do ratinho? quê?”,
ratinho?
“QualPor
ouquê?”,
quais diferenças
“Qual ou quais
você diferenças
encontra nas
vocênarrativas?”.
encontra nas narrativas?”.
reportagem completa
reportagemno completa no
Importante: antesImportante:
de proporantes
a troca
dede
propor
ideias,
a troca
é importante
de ideias,garantir
é importante
que todos
garantir
te- que todos te
11 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 61
11
LÍNGUA PORTUGUESA | 39

Para ampliar Para o diálo-


ampliar o diálo-
go: professor/a,go:
apesar
professor/a,
do apesar do
foco na habilidade
focode
na lei-
habilidade de lei-
tura, você podetura,
aproveitar
você pode aproveitar
essa aula para problemati-
essa aula para problemati-

no momento do noregistro,
momento do registro,
ampliando as discussões
ampliandoe as discussões e
adicionando material
adicionando
para material para
pesquisa nas paredes
pesquisadanas paredes da
sala. sala.
O QUE APRENDEMOS
O QUE APRENDEMOS
HOJE? HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com retome com
os estudantes os as estudantes
simila- as simila-
ridades e diferenças
ridadesque
e diferenças que
podem ser observadas
podem ser observadas
entre uma fábula entre
e uma fábula e uma
situação real trazida
situação
comoreal trazida como
notícia em um jornal.
notícia em um jornal.

ermo ‘moral datermo


história’”,
‘moral“Qual
da história’”,
o sentido“Qual
da frase
o sentido
‘Uma boada frase
ação ‘Uma
ganhaboa
outra?’”,
ação ganha outra?’”,
Alguém da turma
“Alguém
já viveu
da uma
turmasituação
já viveuparecida?”,
uma situação
“Quemparecida?”,
já tirou “Quem
algum ensina-
já tirou algum ensina-
mento de uma situação
mento devivida?
uma situação
Qual foivivida?
ele?”. Qual foi ele?”.
Após o momento Após
de oleitura
momentoe a roda
de leitura
de conversa,
e a rodaosde
estudantes
conversa,vãoos estudantes
registrar suasvão registrar suas
onclusões no material
conclusõesindividual.
no material
Escreva,
individual.
na lousa,
Escreva,
as ideias
na lousa,
que forem
as ideias
surgindo
que forem surgindo
durante o compartilhamento
durante o compartilhamento
em grupo. Dessa emmaneira,
grupo. Dessa
as crianças
maneira,
poderão
as crianças
con- poderão con-
62
12 caderno
cadernodo 12 caderno do professor
doprofessor
professor
40 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 5 - NOVOS
AULATEM-
5 - NOVOS TEM-
POS, NOVOS FINAIS
POS, NOVOS FINAIS
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do Material
estudante,do estudante,
lousa e giz ou cartolina
lousa e giz
e ou cartolina e
caneta para fazer
caneta
um car-
para fazer um car-
taz. taz.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas, considerando
o espaçamento onecessário
espaçamento necessário
entre os estudantes,
entre osse-estudantes, se-
gundo as orientações
gundo dos
as orientações dos

(EF02LP28A) Ler (EF02LP28A)


e com- Ler e com-
preender, com preender,
certa au- com certa au-
tonomia, contostonomia,
de fadas,contos de fadas,
maravilhosos, maravilhosos,
populares, populares,
fábulas, crônicas fábulas,
entrecrônicas entre
outros textos do outroscampo
textos do campo
artístico-literário,
artístico-literário,
conside- conside-
rando a situação rando
comuni-
a situação comuni-
cativa, o tema/assunto,
cativa, o atema/assunto, a
estrutura composicional
estrutura ecomposicional e
o estilo do gênero.
o estilo do gênero.
(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
in- Localizar in-
formações explícitas
formações
em explícitas em
textos de diferentes
textosgêne-
de diferentes gêne-
ros textuais. ros textuais.
(EF02LP08B) Segmentar
(EF02LP08B) Segmentar
corretamente ascorretamente
frases de as frases de
um texto, utilizando
um texto,
pontoutilizando ponto
- -

DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES sas e perguntassas
quee perguntas
irá fazer durante
que iráafazer
leitura
durante
compartilhada/colaborativa.
a leitura compartilhada/colaborativa.
Não se Não se
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, esqueça
nesta aula,
de reservar
esqueça
um espaço
de reservar
na lousa
um espaço
ou umanacartolina
lousa oupara
umaregistrar
cartolinaaspara
estratégias
registrar as estratégia
iremos tematizariremos
algumas
tematizar
que algumas
foram utilizando
que foram
durante
utilizando
a leitura.
durante a leitura.
estratégias de estratégias
leitura a de leitura a -
partir da fábulapartir da afábula
O leão, O leão, texto
terminado a terminado
em colaboração
texto em
comcolaboração
outros leitores
comeoutros
com mediação
leitores e do
comprofessor.
mediaçãoO do professor. O
vaca, a cabra evaca,
a ovelha.
a cabra e a ovelha.
Portanto, é importante
Portanto, é o importante
produto desseoprocesso,
produto desse
como processo,
acontece em
comoumaacontece
atividade
emdeumaleitura
atividade
silenciosa
de leitura
com silenciosa com
que tenha conhecimento
que tenha conhecimento
prévio do texto,prévio
das pau-
do texto, das pau-
13 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 63
13
LÍNGUA PORTUGUESA | 41

- -
sa ou no cartazsaa ou
estraté-
no cartaz a estraté-
gia que usaramgia
paraque
loca-
usaram para loca-

a palavra “apossou”
a palavra
gere“apossou” gere

apossou’?”. Acolha
apossou’?”.
as dife- Acolha as dife-
rentes respostasrentes
das crian-
respostas das crian-
ças e incentive-as
çasaetentar
incentive-as a tentar
compreender compreender
a palavra a palavra
desconhecida consideran-
desconhecida consideran-
do o contexto dadohistória.
o contexto da história.
Anote também Anote
mais essa
também mais essa
estratégia de leitura
estratégia
que de leitura que
utilizaram. utilizaram.
Quando chegarem Quandoà par-
chegarem à par-
te em que o leãote empega
quea o leão pega a
segunda fatia segunda
da carnefatia da carne
dividida, pause dividida,
a leitura pause
e a leitura e
pergunte: “E agora,
pergunte:
o que“E agora, o que
aconteceu comaconteceu
o combi- com o combi-

“O que vocês acham


“O quequevocês acham que
os outros animais
os outros
irão fa-animais irão fa-

alguma situação alguma


real emsituação real em
que alguém descumpriu
que alguém descumpriu
o combinado entre
o combinado
o gru- entre o gru-
po? Como se sentiram?”.
po? Como se sentiram?”.
Registre as estratégias
Registre as estratégias
que usaram, porqueexemplo:
usaram, por exemplo:
localizar a informação
localizarno
a informação no
texto e relacionar
texto
a histó-
e relacionar a histó-
ria lida com acontecimen-
ria lida com acontecimen-
tos da nossa vida.
tos da nossa vida.
Antes de chegar Antes
à parte
de chegar à parte
em que o leão empegaque oo leão pega o
quarto pedaço, quarto
pergunte:
pedaço, pergunte:

o leão deu parao tomar


leão deu
as para tomar as
três partes?”. Astrêscrianças
partes?”. As crianças
personagens, que personagens,
são animais, quejá supõem
são animais,
previamente
já supõem que
previamente
algo erradoque algo erradopodem
acontecerá. grifar aspodem
acontecerá. informa-
grifar as informa-
Registre na lousaRegistre
ou no nacartaz
lousa
a primeira
ou no cartaz
estratégia
a primeira
de antecipar
estratégiapossíveis
de antecipar
aconteci- ções em seus
possíveis aconteci- ções
textos emno seus textos no
mentos, fazendomentos,
a leitura
fazendo
e a análise
a leitura
do título.
e a análise
Nessado
etapa
título.
daNessa
sequência
etapadidática, material individual.
da sequência didática, material
Orien-
individual. Orien-
acreditamos queacreditamos
os estudantes quejáosestejam
estudantes
familiarizados
já estejamcom
familiarizados
a estrutura com
dessea estruturate-as a
gêne- desse gêne- fazeremte-asissoa da
fazerem isso da
o e que terão ideias
ro e que
relevantes
terão ideias
para relevantes
contribuir com
para ocontribuir
assunto discutido.
com o assunto discutido. melhor maneira melhor
possível.
maneira possível.
Finalizem a leitura
Finalizem
e con-a leitura e con-
umprindo comcumprindo
o combinado?”,
com o“Qual
combinado?”,
parte do texto
“Qualnos
parte
mostra
do texto
isso?”.
nosPeça
mostra
queisso?”.versem
as Peça que assobre oversem
desfecho,
sobre o desfecho,
rianças localizem
crianças
o trecho
localizem
no textoo que
trecho
responde
no textoaque
essaresponde
perguntaausando
essa pergunta
lápis para
usando lápis para - -
64
14 caderno
caderno do 14 caderno do professor
doprofessor
professor
42 | LÍNGUA PORTUGUESA

- -
nal?”, “Se fossem
nal?”,
vocês
“Seosfossem vocês os
animais parceiros,
animais
comoparceiros, como
reagiriam?”, “Qual
reagiriam?”,
solução “Qual solução
poderiam encontrar
poderiam
para encontrar para
que a refeição fosse
que acom-
refeição fosse com-
partilhada igualmente?”.
partilhada igualmente?”.
Organize a turmaOrganize
para a turma para
que continuemque o debate
continuem o debate
em duplas, levantando
em duplas, levantando
ideias e repertório
ideias
parae es-
repertório para es-

a fábula. Não se a fábula.


esqueçaNão se esqueça
de garantir o de distancia-
garantir o distancia-
mento social mento
necessário social necessário
para a organização
para adas organização das
duplas. Para fazer
duplas.
os agru-
Para fazer os agru-
pamentos, considere
pamentos,suas considere suas
observações e observações
avaliações e avaliações
anteriores, levando
anteriores,em levando em
consideração oconsideração
que cada o que cada
membro da dupla membro
já sabeda dupla já sabe
e o que precisam e oavançar
que precisam avançar
na escrita, de forma
na escrita,
a ga- de forma a ga-
rantir parceriasrantir
produti-
parcerias produti-
vas. vas.
Na Atividade 2, NaosAtividade
estu- 2, os estu-
dantes irão registrar
dantes o que
irão registrar o que
elencaram sobre elencaram
as estra- sobre as estra-
tégias utilizadastégias
na leitura
utilizadas na leitura
compartilhada. compartilhada.
Na Atividade 3,NaaindaAtividade
em 3, ainda em
duplas, cada duplas,
estudantecada estudante
fará o registro no
fará
material
o registro no material
individual, por isso,
individual,
orien- por isso, orien-
te as crianças tea as colabo-
crianças a colabo-
rarem entre si rarem
na escrita,
entre si na escrita,
intercalando asintercalando
ideias e as ideias e
trocando o conhecimen-
trocando o conhecimen-
to que cada uma to que
já tem.
cada uma já tem.

duplas farão uma


duplas
revisão,
farão uma revisão,
usando também usando
o rotei-
também o rotei-
volutivas sobre volutivas
os textos que
sobreforam
os textos
compartilhados.
que foram compartilhados.
segmentação das frases, o Odas
segmentação QUE APRENDEMOS
frases, o O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
- Professor/a, -retome
Professor/a,
com o grupo
retome a fábula
com o lida,
grupoasaestratégias
fábula lida,deasleitura
estratégias
que osdeajuda-
leitura que os ajuda
ram a compreender ram a compreender
história e a pensar
a história
em ume a novo
pensar
desfecho
em um paranovoodesfecho
problemapara
doso problema do
sentenças. Depois,
sentenças. animais.
peça Depois, peçaEncerremanimais.
a conversa
Encerrem
trazendo
a conversa
a importância
trazendo da
a importância
essência de uma
da essência
comunida-
de uma comunida
que as duplas façam
que asa duplasde colaborativa,
lei- façam a lei- de
assim
colaborativa,
como é oassim
grupo como
de vocês:
é o grupo
que partilha
de vocês:
um que
cotidiano
partilhacoletivo
um cotidiano coletivo
em que todos têm emosque
mesmos
todos têmdireitos.
os mesmos direitos.
e que os colegasedeem
que osde-
colegas deem de-
15 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 65
15

AULA 6 - O QUEAULA
É UM6 PODCAST?
- O QUE É UM PODCAST?
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materiallousa
do estudante,
e giz. lousa e giz.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva e em semicírculo,
Coletiva e em
considerando
semicírculo,oconsiderando
espaçamento onecessário
espaçamento
entrenecessário
os estudantes,
entre segundo
os estudantes,
as orientações
segundo as orientações

EF02LP08B) (EF02LP08B)
nício de frases.início de frases.
EF02LP02) (EF02LP02)
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, os estudantes
nesta aula,irão
os estudantes
começar o irão
planejamento
começar opara
planejamento
a elaboraçãoparadoa podcast
elaboração
de fábulas
do podcast
do de fábulas do
grupo. O objetivo
grupo.
amploO objetivo
dessa ideia
amplo
é trazer
dessauma
ideiaroupagem
é trazer uma
maisroupagem
moderna para
mais essas
modernanarrativas,
para essas
analisando
narrativas,
e analisando e
validando sua relevância
validandocomo
sua relevância
capital cultural
como dacapital
humanidade,
cultural damas,
humanidade,
ao mesmomas,
tempo,ao mesmo
aproximando
tempo,esse
aproximando
gênero esse gênero
podcast e discutapodcast
com a turma
e discuta
sobre
comesse
a turma
mo- sobre esse mo-
delo de contar uma
delo história,
de contartrazendo
uma história,
perguntas
trazendo
como: perguntas
“O que você
como:conhece
“O quesobre
vocêpodcast
conhece sobre podcast
Spotify Spotify

de gravar um podcast
de gravar
comumfábulas inventadas
podcast com fábulas
por eles.
inventadas por eles.
Após esse momento,
Após esse
faça amomento,
leitura dafaça
fábula
a leitura
abaixo:
da fábula abaixo:

O lobo e o cão O lobo e o cão


Um lobo e um cãoUmselobo e um cão se
encontraram numencontraram
caminho. num caminho.
Disse o lobo: Disse o lobo:
— Companheiro,—você
Companheiro, você está
está com ótimo com gordo,
aspecto: ótimo aspecto: gordo, o Estou
o pelo lustroso... pelo lustroso... Estou até com inveja!
até com inveja!
— Ora, faça como— eu
Ora,— faça como eu
respondeu — respondeu
o cão. — Arranjeoum
cão.bom
— Arranje
amo. Euumtenho
bom comida
amo. Eunatenho
horacomida na bem
certa, sou hora tra-
certa, sou bem tra-

tratamento. tratamento.
O lobo achou ótima
O lobo
a ideia
achou e se
ótima
puseram
a ideiaa caminho.
e se puseram
Mas,ade
caminho.
repente,Mas,
o lobo
de repente,
reparou numa
o lobocoisa.
reparou numa coisa.
— O que é isso no
— Oseu
que
pescoço,
é isso no
amigo?
seu pescoço,
Parece umamigo?
pouco Parece
esfolado...
um pouco
— observou
esfolado...
ele. — observou ele.
— Bem — disse o—cão
Bem— isso
— disse
é daocoleira.
cão — isso
Sabe?
é daDurante
coleira.oSabe?
dia, meu
Durante
amoome dia,prende
meu amo
comme umaprende
coleira,
comqueuma
é para
coleira, que é para
eu não assustareu
as não
pessoas
assustar
que vêm
as pessoas
visitá-lo.
que vêm visitá-lo.
O lobo se despediu
O lobo
do se
amigo
despediu
ali mesmo:
do amigo ali mesmo:

Esse texto não está


Esse no
texto
material
não está
do no
estudante
materialpropositalmente,
do estudante propositalmente,
pois a propostapois
é que
a proposta
as crianças
é que
estejam
as crianças
com a estejam com a
atenção voltadaatenção
para a escuta.
voltada para a escuta.
mportante: professor/a,
Importante: seráprofessor/a,
muito rico se
será
você
muito
conseguir
rico se gravar
você conseguir
a leitura gravar
da fábula,
a leitura
proporcionando
da fábula, proporcionando
a experiên- a experiên-
ia aos estudantes,
cia aos
como estudantes,
se eles estivessem
como se eles
escutando
estivessem
um podcast.
escutando um podcast.
da escola, comoda umescola,
gravador
comoouum
umgravador
aplicativooudeumcomputador.
aplicativo de computador.
A proposta de reconto
A proposta
e registro
de reconto
da narrativa
e registro
é uma
da narrativa
ótima oportunidade
é uma ótimaparaoportunidade
o/a professor/a,
para o/a
como
professor/a,
escriba, mode-
como escriba, mode-
izar a escrita delizar
um texto.
a escrita
Comece
de umatexto.
atividade
Comeceperguntando
a atividadeaos
perguntando
estudantes como
aos estudantes
podem iniciar
comoa podem
fábula, iniciar
relembrea fábula, relembre
66
16 caderno
cadernodo 16 caderno do professor
doprofessor
professor

ideias e incentivando
ideias eque
incentivando
participem que
da construção
participemcoletiva.
da construção
Durante
coletiva.
essa atividade,
Durante aponte
essa atividade,
conhecimentos
aponte conhecimentos
que que

emprego dos dois


emprego
pontosdos
etc.dois
Amplie
pontos
o repertório
etc. Amplie
de oestratégias
repertório para
de estratégias
escrita dospara
estudantes,
escrita dos
incentivando
estudantes,queincentivando que
pensem no sompensem
das palavras
no som quando
das palavras
não souberem
quando como
não souberem
grafar alguma
comodelas.
grafarPara
alguma
isso,delas.
escolha
Para
algumas
isso, escolha
pala- algumas pala
cão, companheiro,
cão, companheiro,
arranje, ladrões, arranje,
pescoço
ladrões, pescoço
etc. etc. Depois que a Depois que a

indicando que releiam


indicando
para
que
você
releiam
algumas
parapartes
você algumas
em que apareçam
partes emincorreções
que apareçam
na escrita
incorreções
ou mesmo
na escrita
aspectos
ou mesmo
da aspectos da
organização do organização
texto. do texto.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
podcast. Relembre a fábula
podcast. Relembre
contada,
a fábula
as estratégias
contada,que
as estratégias
usaram que usaram
para prestar atenção
para prestar
à narrativa
atenção
e o que
à narrativa
os ajudaram
e o que
a compreender
os ajudaram a compreender
história. Aponte
a história.
os elementos
Aponteque
os compõem
elementos que compõem
a fábula e comoapodemos
fábula e como
escrever
podemos
uma. Encerre
escrevera conversa
uma. Encerre
antecipando
a conversaa proposta
antecipando
da construção
a propostadedaum
construção
podcast de um podcas
de fábulas inventadas
de fábulas
peloinventadas
grupo. pelo grupo.

AULA 7 - É HORA
AULA
DE 7PLANEJAR
- É HORA NOSSAS
DE PLANEJAR
FÁBULAS
NOSSAS FÁBULAS
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante
Materiale lápis
do estudante
de cor. e lápis de cor.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas,oconsiderando
espaçamento onecessário
espaçamento
entrenecessário
os estudantes,
entre segundo
os estudantes,
as orientações
segundo dos
as orientações
órgãos da dos órgãos da

(EF35LP25A) Planejar
(EF35LP25A)
e produzir,
Planejar
comecerta
produzir,
autonomia,
com certa
contos,
autonomia,
fábulas,contos,
lendas,fábulas,
entre outros
lendas,
textos
entre
dooutros
campotextos
ar- do campo ar

espaço e ambiente.
espaço e ambiente.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, as duplas
nesta aula,
farãoaso planejamento
duplas farão o da
planejamento
fábula que querem
da fábula
gravar
que querem
para o podcast
gravar da
paraturma.
o podcast da turma

transformadas em transformadas
fábulas, comem animais
fábulas,protagonizando
com animais protagonizando
histórias que sãohistórias
corriqueiras
que são
no corriqueiras
grupo? O quenopodemos
grupo? O que podemo
aprender com essas
aprender
fábulas
commodernas?
essas fábulas modernas?
Quando as duplas Quando
iniciarem
as duplas
o trabalho,
iniciarem
andeopela
trabalho,
sala eande
observe
pelacomo
sala eseobserve
organizam
comonasenegociação
organizamde naideias,
negociação
aju- de ideias, aju
de-as na construção
de-asde
nadiálogos
construçãorespeitosos,
de diálogos
aceitando
respeitosos,
e discordando
aceitandode e discordando
maneira positiva,
de maneira
de modopositiva,
que agregue
de modo que agregue
à aprendizagemàde aprendizagem
cada membrodedas cada
duplas.
membroFaledas
sobre
duplas.
a importância
Fale sobredaa troca
importância
de ideias,
da da
troca
pluralidade
de ideias,de
dapontos
pluralidade de ponto
de vista e da riqueza
de vista
deeaprender
da riqueza emdeparcerias.
aprenderProfessor/a,
em parcerias.
observe
Professor/a,
também observe
se os estudantes
também seestão
os estudantes
garantindo,estão garantindo
no planejamento, no as
planejamento,
partes necessárias
as partes
paranecessárias
a elaboração para
deauma
elaboração
fábula. de
Quando
uma fábula.
passar Quando
pelas mesas
passar
daspelas
duplas,
mesas das duplas
peça que leiam peça
o queque
estão
leiam
registrando.
o que estão registrando.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com os retome
estudantes
comaosestrutura
estudantes
composicional
a estrutura da
composicional
fábula e se contemplaram
da fábula e se todos
contemplaram
os pontostodos os ponto
necessários do necessários
roteiro de planejamento.
do roteiro de Antecipe
planejamento.
que, na
Antecipe
próximaque,
aula,
naeles
próxima
escreverão,
aula, eles
em escreverão,
duplas, a primeira
em duplas, a primeira
versão da fábulaversão
que planejaram.
da fábula que planejaram.
17 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 67
17
LÍNGUA PORTUGUESA | 43
68
18 caderno
cadernodo 18 caderno do professor
doprofessor
professor
44 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 8 - ESCREVENDO
AULA 8 - ESCREVENDO
NOSSA PRÓPRIANOSSA
FÁBULA
PRÓPRIA FÁBULA
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas, considerando
o espaçamento onecessário
espaçamento necessário
entre os estudantes,
entre osse-estudantes, se-
gundo as orientações
gundo dos
as orientações dos

(EF35LP25A) Planejar
(EF35LP25A)e Planejar e
produzir, com certa
produzir,
auto-com certa auto-
nomia, contos,nomia,fábulas,
contos, fábulas,
lendas, entre outros
lendas,
textos
entre outros textos
do campo artístico-literá-
do campo artístico-literá-
rio, mantendo osrio,elemen-
mantendo os elemen-
tos próprios dastos
narrativas
próprios das narrativas
- -
sonagem, enredo,sonagem,
tempo,enredo, tempo,
espaço e ambiente.
espaço e ambiente.
(EF02LP08B) Segmentar
(EF02LP08B) Segmentar
corretamente ascorretamente
frases de as frases de
um texto, utilizando
um texto,
pontoutilizando ponto
- -

DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, esse
Professor/a,
é o mo- esse é o mo-
mento para a mento
escrita para
da a escrita da
primeira versãoprimeira
da fábulaversão da fábula
planejada na aula
planejada
anterior.na aula anterior.
Peça que os estudantes
Peça queseos estudantes se
organizem nasorganizem
mesmas nas mesmas
duplas, lembrando-os
duplas, de lembrando-os de
seguirem o distanciamen-
seguirem o distanciamen-
to necessário, segundo
to necessário,
as Cada
segundo as Cada
estudante fará oestudante
registro nofará
espaço
o registro
do seunomaterial
espaço doindividual,
seu material
mas individual,
a construçãomas a construção
orientações dos orientações
órgãos de dosideias
órgãos
continua
de ideias
sendocontinua
em pares.sendo em pares.
Para ajudá-los aPara
garantir
ajudá-los
o sentido
a garantir
de suas
o sentido
fábulas,defaça
suas
perguntas,
fábulas, faça
como:
perguntas,
“O títulocomo: “O título
retomem o planejamen-
retomem o planejamen- -
to, revisitem osto,materiais
revisitem os materiais
para pesquisa expostos
para pesquisa
na da expostos na da narrativa?”.
narrativa?”.
sala durante o desenvolvi-
sala durante oImportante:
desenvolvi- professor/a,
Importante:use professor/a,
esse momento use de
esseescrita
momento
comode avaliação
escrita como
formativa
avaliação
dos formativa do
mento da sequência
mentoe da co-sequência e co-
mecem a escritamecem
do texto.
a escrita do texto.
19 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 69
19
LÍNGUA PORTUGUESA | 45

AULA 9 - REVISANDO
AULA 9 - REVISANDO
PARA LER MELHOR
PARA LER MELHOR
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante.
Material do estudante.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas, considerando
o espaçamento onecessário
espaçamento necessário
entre os estudantes,
entre osse-estudantes, se-
gundo as orientações
gundo dos
as orientações dos

(EF35LP25A) Planejar
(EF35LP25A)e Planejar e
produzir, com certa
produzir,
auto-com certa auto-
nomia, contos,nomia,fábulas,
contos, fábulas,
lendas, entre outros
lendas,
textos
entre outros textos
do campo artístico-literá-
do campo artístico-literá-
rio, mantendo osrio,elemen-
mantendo os elemen-
tos próprios dastos
narrativas
próprios das narrativas
- -
sonagem, enredo,sonagem,
tempo,enredo, tempo,
espaço e ambiente.
espaço e ambiente.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, as nesta aula, as
duplas farão a duplas
revisão farão
da a revisão da
fábula seguindofábula
um rotei-
seguindo um rotei-
ro prévio. Sugerimos
ro prévio.
queSugerimos que
você faça a leitura
vocêdesses
faça a leitura desses
textos previamente,
textos co-
previamente, co-
laborando comlaborando
comentá- com comentá-
rios, ideias e rios,
sugestões
ideias e sugestões

pode ser feito pode


por bilhe-
ser feito por bilhe-
tes anexados na tes página
anexados na página
do material do doestudante,
material do estudante,
por cartas em por pequenos
cartas em pequenos
envelopes paraenvelopes
as duplas para as duplas
ou por meio deouuma porlista
meio de uma lista
nomes dos estudantes
nomesem dosuma
estudantes
coluna e,
emnauma
linha
coluna
superior,
e, naorganizar
linha superior,
os itens
organizar
avaliados. de ajustes
os itens avaliados.que de
elesajustes
preci- que eles preci-
Para ampliar oParadiálogo:
ampliar o diálogo:
professor/a, seráprofessor/a,
muito rico se
serávocê
muito
conseguir
rico se você
disponibili- sam fazer
conseguir disponibili- de forma
sam fazer
mais de forma mais
ar portadores dezartextos
portadores
durantedeessa
textos
proposta.
duranteAssim,
essa proposta.
os estudantes
Assim,podem
os estudantes
ter aces-podem ter aces-
o a um acervo mais
so a um
amplo
acervo
paramais
consultar
amploapara
estrutura
consultar
de umaa estrutura de uma narrativa. modelos de escritores
narrativa. modelosex-de escritores ex-
perientes que perientes
colaboramque colaboram
O QUE APRENDEMOS O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
com seus parceiros
com de seus
es-parceiros de es-
Professor/a, retome
Professor/a,
com os estudantes
retome coma osforma
estudantes
como podemos
a forma como
modernizar
podemosas fábulas
modernizar as fábulas
crita, que vivemcrita,
em queumavivem em uma
e conectá-las come conectá-las
a nossa realidade.
com a nossa
Relembre
realidade.
os aspectos
Relembre relevantes
os aspectos
que deixam
relevantes
a que deixam a colaborativa
comunidade comunidade colaborativa
narrativa interessante
narrativa
e coerente.
interessante e coerente.
70
20 caderno
cadernodo 20 caderno do professor
doprofessor
professor
46 | LÍNGUA PORTUGUESA

de produção dedecomuni-
produção de comuni-
cação escrita, ensinamos
cação escrita, ensinamos
às crianças, comàs crianças,
nossas com nossas
ações, que errarações,
faz parte
que errar faz parte
do processo de do
aprendiza-
processo de aprendiza-
gem. E para os gem.
escritores,
E para os escritores,
- -
car, melhorar e car,
arrumar
melhorar
o e arrumar o
que precisa é uma
queprática
precisa é uma prática
necessária e corriqueira.
necessária e corriqueira.
Para isso, comece
Paraa isso,
revi- comece a revi-
são coletivamente,
são coletivamente,
esco- esco-
lhendo o textolhendo
de uma o texto de uma
dupla que potencialize
dupla que potencialize
essa discussão. essa
Nessediscussão.
mo- Nesse mo-
mento, tematizemento,
como tematize
se como se
faz uma revisãofaz
de uma
fábula,
revisão de fábula,
considerando aconsiderando
estrutura a estrutura
composicional docomposicional
texto e do texto e
- -
são coletiva, peça
são que
coletiva,
as peça que as
duplas revisemduplas
seus pró-
revisem seus pró-
prios textos considerando
prios textos considerando
os aspectos queosacabaram
aspectos que acabaram
de discutir. de discutir.
Enquanto as duplas
Enquanto tra- as duplas tra-
balham, ande balham,
pela salaande pela sala
auxiliando as crianças
auxiliando
que as crianças que
precisam de maior
precisam
apoiode maior apoio
para a revisão.paraQuando
a revisão. Quando
possível, oriente
possível,
os estu-oriente os estu-
dantes a fazeremdantes
a leitura
a fazerem a leitura
da fábula para da
outras
fábula
du-para outras du-
plas, mas semplas,esquecer
mas sem esquecer
de que precisamderespeitar
que precisam respeitar
o distanciamentoo distanciamento
social e social e
os protocolos deos higiene
protocolos de higiene

Considerando Considerando
que esta- que esta-

desta sequênciadesta
didática,
sequência didática,
aproveite a oportunidade
aproveite a oportunidade
O QUE APRENDEMOSO QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
para avaliar como
para
as avaliar
crian- como as crian-retome
Professor/a, Professor/a,
com seuretome
grupo com
as etapas
seu grupo
de produção
as etapas
textual
de produção
que percorreram
textual que percorreram
ças estão se apropriando
ças estão se apropriando -
dos recursos dedos
produção
recursos de produção

uma vez, ampliar


umasuavez,ta-ampliar sua ta-precisou
cada dupla cada dupla
rever aprecisou
partir dorever
roteiro,
a partir
bemdocomo
roteiro,
quaisbem
estratégias
como quais
de escrita
estratégias de escrita
bela de observações
bela dee co-
observações e co-
utilizaram nesseutilizaram
processo.nesse processo.
letar novos dados
letar
avaliati-
novos dados avaliati-
vos da turma. vos da turma.
21 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 71
21

AULA 10 - PUBLICANDO
AULA 10 -NOSSAS
PUBLICANDO
FÁBULAS
NOSSAS FÁBULAS
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a
EMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do estudante,
Materialgravador
do estudante,
de áudio
gravador
do celular
de áudio
ou dodocomputador,
celular ou do
respeitando
computador,
os respeitando
protocolos deoshigiene
protocolos
e de higiene e

ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Em duplas, considerando
Em duplas,oconsiderando
espaçamento onecessário
espaçamento
entrenecessário
os estudantes,
entre segundo
os estudantes,
as orientações
segundo dos
as orientações
órgãos de dos órgãos de

EF35LP25A) Planejar
(EF35LP25A)
e produzir,
Planejar
comecerta
produzir,
autonomia,
com certa
contos,
autonomia,
fábulas,contos,
lendas,fábulas,
entre outros
lendas,
textos
entre
dooutros
campotextos
ar- do campo ar-

espaço e ambiente.
espaço e ambiente.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E INTERVENÇÕESE INTERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, as duplas
nesta farão
aula, as
devolutivas
duplas farão
dasdevolutivas
competências
dasde
competências
leitura para seus
de leitura
pares.para
O objetivo
seus pares.
é queO objetivo é que

possível. possível.
mportante: professor/a,
Importante: enquanto
professor/a,
os estudantes
enquantotreinam
os estudantes
a leituratreinam
das fábulas
a leitura
em das
voz fábulas
alta, ande
empela
voz alta,
sala eande
dê pela sala e dê
apoio àqueles que
apoio
ainda
àqueles
não conseguem
que ainda nãoler sozinhos,
conseguem sugerindo
ler sozinhos,
uma sugerindo
leitura colaborativa.
uma leitura colaborativa.
Após esse momento,
Após esse
os estudantes
momento,irãoos estudantes
gravar suasirão
fábulas
gravar
usando
suas fábulas
o recursousando
disponível
o recurso
na suadisponível
escola, podendo
na sua escola, podendo
er o gravador de
seráudio
o gravador
do computador
de áudio do
ou computador
até mesmo do ouseu
atécelular.
mesmoGaranta
do seu celular.
que todos
Garanta
os estudantes
que todoshigienizem
os estudantes higienizem
as mãos com álcool
as mãos
em gel
comantes
álcooldeem
manipular
gel antesasdeferramentas
manipular easreforce
ferramentas
que elase reforce
devemque
ser elas
limpas
devem
apósser
o uso.
limpas
A após o uso. A
- -
dantes. Organizedantes.
a apresentação
Organize adoapresentação
podcast do grupo
do podcast
para adocomunidade
grupo parada a comunidade
maneira maisdaadequada
maneira mais
à realidade
adequada à realidade

eciona, ou organizar
leciona,
umouevento
organizar
no recreio
um evento
e passar
no recreio
no alto-falante
e passardo
nopátio,
alto-falante
respeitando
do pátio,
as orientações
respeitandode
as distan-
orientações de distan-

Para ampliar oParadiálogo:


ampliar o diálogo:
sugerimos umasugerimos
plataformaumadigital
plataforma
gratuita que
digital
hospeda
gratuitaaudiobooks
que hospeda audiobooks - -
quer material de quer
áudio,
material
sendodepossível
áudio, sendo
compartilhar
possívelo compartilhar
podcast usando o podcast
links. Acesse
usandohttps://soundcloud.com/
links. Acesse https://soundcloud.com/
e e
onheça como funciona.
conheça como funciona.
As possibilidadesAs são
possibilidades
diversas, e são
o primordial
diversas, ée celebrar
o primordial
as conquistas
é celebrardos
as conquistas
estudantes doscomestudantes
toda a comunidade
com toda a comunidade
escolar, valorizando
escolar,
cadavalorizando
conhecimento
cadacompartilhado
conhecimento entre
compartilhado
eles. entre eles.
O QUE APRENDEMOS
O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
Professor/a, retome
Professor/a,
com seuretome
grupo com
as estratégias
seu grupoqueas estratégias
utilizaram para
que utilizaram
ler, da melhor
paramaneira,
ler, da melhor
as fábulas
maneira,
para as
gra-fábulas para gra-
vação. Aproveitem
vação.
paraAproveitem
resgatar todo
para
conhecimento
resgatar todoconstruído
conhecimento no percurso
construído
desta
nosequência
percurso desta
didática,
sequência
conversando
didática, conversando
obre as fábulassobre
e suasascaracterísticas.
fábulas e suasPeça
características.
que revisitem
Peçaosque
registros
revisitem
dososcartazes
registros
feitos
dosdesde
cartazes
a aula
feitos
1, como
desdetam-
a aula 1, como tam-

antes antes deste


antes
estudo?
antesOdeste
que sabemos
estudo? Oagora?”.
que sabemos agora?”.

Sugestões de atividades
Sugestões
do de
Leratividades
e Escrever do Ler e Escrever

Fábulas Fábulas
Pág. 137 a 142. Pág. 137 a 142.
72
2 caderno
caderno do 2 caderno do professor
doprofessor
professor

Olá, Professor!
Olá, Professor!
Olá, Professora!
Olá, Professora!
Esta sequência didática
Esta sequência
tem o intuito
didática
de apoiá-lo/a
tem o intuito
e orientá-lo/a
de apoiá-lo/a
no eseu
orientá-lo/a
trabalho diário
no seucom
trabalho
os estudantes.
diário comAsos
atividades
estudantes. As atividade
-
tes terão a oportunidade
tes terãode conhecer melhor
a oportunidade os textos publicitários,
de conhecer compublicitários,
melhor os textos foco nas campanhas
com focode conscientização.
nas campanhas deCom temas
conscientização. Com tema
atuais, como a vacina contra
atuais, comoa aCovid-19, as atividades
vacina contra terão
a Covid-19, as como percurso
atividades terãoa análise textual de
como percurso campanhas,
a análise textualcompreensão
de campanhas, da compreensão d
-
dade local. dade local.
Ao desenvolver as Aopropostas
desenvolverem as propostas
sala de aula,em sala de aula,seguir
é fundamental é fundamental seguir
os protocolos de os protocolos
higiene de higiene e social
e distanciamento distanciamento socia
vigentes. vigentes.
A seguir, o quadroA com
seguir,
as ohabilidades
quadro com doasCurrículo
habilidades do Currículo
Paulista Paulista a serem
a serem desenvolvidas desenvolvidas
nesta nesta sequência didática:
sequência didática:

Habilidades Habilidades Aulas Aulas

(EF03LP19A) Ler e compreender


(EF03LP19A) Ler
anúncios/campanhas
e compreender anúncios/campanhas
publicitárias de publicitárias de
Compreensão em leitura
Compreensão em leitura Aulas 2, 4 e 6 Aulas 2, 4 e 6
conscientização, entre
conscientização,
outros textosentre
do campo
outrosdatextos
vida pública.
do campo da vida pública.

(EF03LP19B) Compreender
(EF03LP19B)
os efeitos
Compreender
de sentido
os de
efeitos
recursos
de sentido
de persu-
de recursos de persu-
- -
Compreensão em leitura
Compreensão em leitura Aula 3 Aula 3
nho de letras, em anúncios/campanhas
nho de letras, em anúncios/campanhas
publicitárias como publicitárias
elementos decomo elementos de
convencimento/argumentação
convencimento/argumentação
de conscientização.de conscientização.

(EF15LP04) Compreender,
(EF15LP04)
na leitura
Compreender,
de textosna
multissemióticos,
leitura de textosomultissemióticos,
efeito o efeito
Estratégia de leitura
Estratégia de leitura Aulas 3, 4 e 5 Aulas 3, 4 e 5

(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
informações
Localizar
explícitas
informações
em textosexplícitas
de diferentes
em textos de diferentes
Estratégia de leitura
Estratégia de leitura Aula 1 Aula 1
gêneros textuais. gêneros textuais.

(EF12LP08) Ler gêneros


(EF12LP08)
do campo
Ler gêneros
da vida pública
do campo
(fotolegendas,
da vida pública (fotolegendas,
Leitura / escuta Leitura / escuta
manchetes, lides em
manchetes,
notícias entre
lidesoutros),
em notícias
considerando
entre outros),
a situação
considerando a situação
(compartilhada (compartilhada Aulas 1 e 6 Aulas 1 e 6
comunicativa, o tema/assunto,
comunicativa,a estrutura
o tema/assunto,
composicional
a estrutura
e o estilo
composicional
do e o estilo do
e autônoma) e autônoma)

Segmentação de palavras
Segmentação
e (EF02LP08B)
de palavrasSegmentar
e (EF02LP08B)
corretamente
Segmentar
as frases
corretamente
de um texto,
as frases
utilizando
de um texto, utilizando
Aula 5 Aula 5
frases frases

da comunidade (convite,
da comunidade
propaganda,(convite,
comunicado,
propaganda,
carta,comunicado,
bilhete, convo-
carta, bilhete, convo-
Produção escrita Produção escrita Aulas 7, 8, 9 e 10 Aulas 7, 8, 9 e 10
cação...), utilizandocação...),
linguagemutilizando
persuasiva
linguagem
e elementos
persuasiva
textuais
e elementos
visuais textuais visuais
(tamanho da letra, (tamanho
leiaute, imagens),
da letra, considerando
leiaute, imagens),
a situação
considerando
comunica-
a situação comunica-
tiva, o tema/assunto,tiva,
a estrutura
o tema/assunto,
composicional
a estrutura
e o estilo
composicional
do gênero.e o estilo do gênero.

(EF03LP21B) Revisar (EF03LP21B)


anúncios/campanhas
Revisar anúncios/campanhas
publicitárias de conscienti-
publicitárias de conscienti-
Produção oral e escrita
Produção oral
zação,
e escrita
entre outroszação,
textosentre
produzidos,
outros textos
para serem
produzidos,
oralizados,
parautilizando
serem oralizados, utilizando
Aula 9 Aula 9
recursos em áudio recursos
ou vídeo.em áudio ou vídeo.
3 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 733
LÍNGUA PORTUGUESA | 47
74
4 caderno
caderno do 4 caderno do professor
doprofessor
professor
48 | LÍNGUA PORTUGUESA

AULA 1 - COMEÇO
AULA 1DE- COMEÇO DE
CONVERSA CONVERSA
Conversa com o/a
Conversa
profes-com o/a profes-
sor/a sor/a
TEMPO TEMPO
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS
Material do Material
estudante,do estudante,
lousa e giz. lousa e giz.
ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva com organização
Coletiva com organização
em semicírculo,em consi-
semicírculo, consi-
derando o espaçamen-
derando o espaçamen-
to necessário toentre
necessário
os entre os
estudantes, segundo
estudantes,
as segundo as
orientações dosorientações
órgãos de dos órgãos de
saúde. saúde.
(EF12LP08) Ler(EF12LP08)
gêneros Ler gêneros
do campo da vida
do campo
públicada vida pública
(fotolegendas, (fotolegendas,
manche- manche-
tes, lides em notícias
tes, lides
en-em notícias en-
tre outros), considerando
tre outros), considerando
a situação comunicativa,
a situaçãoocomunicativa, o
tema/assunto, atema/assunto,
estrutura a estrutura
composicional composicional
e o estilo e o estilo
do gênero, emdocolabora-
gênero, em colabora-
ção com colegasção
e/ou
comcom
colegas e/ou com

(EF15LP03) Localizar
(EF15LP03)
in- Localizar in-
formações explícitas
formações
em explícitas em
textos de diferentes
textosgêne-
de diferentes gêne-
ros textuais. ros textuais.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, antes
Professor/a,
de ini- antes de ini-
ciar a leitura em
ciarvoz
a leitura
alta em voz alta
da notícia, retome
da notícia,
com os retome com os

sabem sobre essesabemgênero


sobre esse gênero
textual, o quadro
textual,
de no-
o quadro de no-
tícias que foi preenchido
tícias que foi preenchido
durante as sequências
durante as assequências
sessões que organizam
as sessões que
os assuntos
organizam e que
os também
assuntos facilitam
e que também
a buscafacilitam
dos leitores.
a busca dos leitores.
didáticas anteriores
didáticas
e aanteriores e a
de acordo com as denecessidades
acordo com asdonecessidades
seu grupo, como do seu
também
grupo,para
comoque
também
tenha conheci-
para que tenha conheci
como fonte decomo informa-
fonte de informa-
ção e atualizaçãoção
dos
e atualização
fatos quedos fatos
foram feitasque
paraforam
a situação
feitas difícil
para adasituação
pandemia.
difícil da pandemia.
Jornal Joca Professor/a,
Jornal JocavocêProfessor/a,
também pode vocêantecipar
também pode o quadro da Atividade
antecipar o quadro2,danaAtividade
lousa ou em2, na lousa ou em
é um suporte especial
é um suporte
de um especial
cartaz,de
usandoumumcartaz,
dos usando
dois durante
um dos a sua
doisleitura
durante
paraa sua
preencher,
leitura para
com preencher,
os estudan-com os estudan
5 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 755
LÍNGUA PORTUGUESA | 49

uma interlocução
umaexplícita
interlocução explícita
com os telespectadores.
com os telespectadores.
Durante a leitura
Durante ema leitura em
voz alta, convide
voz os
alta,
es- convide os es-
tudantes que setudantes
sentiremque se sentirem

para todo o grupo,


para todoam- o grupo, am-
pliando essa experiência
pliando essa experiência
leitora cada vezleitora
mais com cada vez mais com
as crianças. Sendo
as crianças.
o título Sendo o título
da notícia umada pergun-
notícia uma pergun-
ta, aproveite para
ta, aproveite
abrir o para abrir o
diálogo sobre odiálogo
que elas sobre o que elas
estão acompanhando
estão acompanhando
de de
ações e campanhas
ações eemcampanhas em
suas comunidadessuas mais
comunidades mais
próximas. Liste próximas.
na lousa oListe na lousa o
que elas trouxerem
que elas
de in- trouxerem de in-
formações, assim,
formações,
de algu- assim, de algu-
ma forma, você maconhecerá
forma, você conhecerá
mais de perto amais
realidade
de perto a realidade
diversa do seu grupo,
diversaque do seu grupo, que
também poderá também trazer poderá trazer
essas ações e campanhas
essas ações e campanhas
do entorno parado dentro
entornoda para dentro da

ainda mais a rede


aindademais
so- a rede de so-
lidariedade da lidariedade
comunida- da comunida-
de. Depois de levantar
de. Depoisos de levantar os
saberes préviossaberes
e o con-prévios e o con-
texto dos estudantes, ini-estudantes, ini-
texto dos
cie a primeiracieparte
a primeira
da parte da
leitura da notícia,
leituraqueda notícia, que
- -
panha de crianças
panhaitalia-
de crianças italia-
nas para arrecadar
nas epara
doararrecadar e doar
alimentos na porta
alimentos
da es-na porta da es-
cola. Dedique um
cola.tempo,
Dedique um tempo,
nessa parte, para
nessa
explicar
parte, para explicar
tiver um mapa tivermúndiumnamapa múndi na
sala, mostre àssala, crianças
mostre às crianças
es, os problemas
tes,que
os problemas
foram localizando
que foram
em localizando
um lado da em
tabela,
um elado
as ações
da tabela,
e campa- onde se localiza
e as ações e campa- onde
esse se
país,
localiza esse país,
nhas realizadas nhas
(ladorealizadas
direito), relacionadas
(lado direito),
a cada
relacionadas
uma dessas
a cada
situações.
uma dessas situações. suas características,
suas nossa
características, nossa
relação migratóriarelação
e o que
migratória e o que
Para ampliar oParadiálogo:
ampliar o diálogo: mais você achar maisimpor-
você achar impor-
a leitura da notícia,
a leitura
problematizando
da notícia, problematizando
o papel dos repórteres,
o papel dosa entonação
repórteres,
estável
a entonação estável
quando se apresentam,
quando se e aapresentam,
emoção contidae a emoção
para sercontida
imparcial.
paraCaso
ser imparcial.
opte por ampliar
Caso opteimagem
por ampliar
da notícia,
imagemas ca-
da notícia, as ca-
racterísticas do cartaz
racterísticas
feito do cartaz feito
- pelos estudantes
- pelositalia-
estudantes italia-
nos, a frase quenos,
elesaesco-
frase que eles esco-
76
6 caderno
caderno do 6 caderno do professor
doprofessor
professor
50 | LÍNGUA PORTUGUESA

lheram para a campanha,


lheram para a campanha,
a organização dos
a organização
cestos, dos cestos,

trazem mais elementos


trazem mais
de elementos de
compreensão paracompreensão
o con- para o con-
texto da notícia.
texto
A inten-
da notícia. A inten-
ção desta sequência
ção desta
didá-sequência didá-
tica é motivar otica
seuégrupo
motivar o seu grupo
a criar uma campanha
a criar uma
ao campanha ao

isso, dedique um isso,


tempo
dedique
a um tempo a
essa parte da leitura
essa parte
para da leitura para
enfatizar que as enfatizar
criançasque as crianças
também se mobilizam
também ese mobilizam e
criam ações que criam
buscam
ações que buscam
melhorar a situação
melhorarde a situação de
sua comunidade. suaNa se-
comunidade. Na se-
gunda parte gunda da leitu- parte da leitu-
ra em voz alta, ra você
em voz
irá alta, você irá
tematizar com tematizar
seu grupocom seu grupo
como localizar ascomo
informa-
localizar as informa-
ções explícitas para
çõespreen-
explícitas para preen-
cherem a tabela cherem
durantea tabela durante
- -
pico contém uma picosituação
contém uma situação
- -
na com uma campanha
na com umaou campanha ou

o problema. Peça o problema.


que as Peça que as
crianças grifemcrianças
as infor-grifem as infor-
mações que vocês mações estão
que vocês estão
procurando, relacionando
procurando, relacionando
sempre o problemasempree oa problema e a
mobilização dasmobilização
pessoas. das pessoas.
Para a Atividade Para2,avocê
Atividade 2, você
pode se organizarpode
de se
acor-
organizar de acor-
do com os saberesdo comdosos saberes dos
seus estudantes. seusPara
estudantes.
as Para as
crianças que ainda
criançasnãoque ainda não
leem convencionalmen-
leem convencionalmen-
te, você pode fazer
te, você
o re-
pode fazer o re-
gistro coletivo, gistro
coletando
coletivo, coletando
as ideias delasasnaideias
lousa,delas nacompartilhem
pois, lousa, pois,os compartilhem
registros e chequem
os registros
se estão
e chequem
de acordo
se estão
com adenotícia.
acordo com a notícia.
em seguida, peça emqueseguida,
co- peça que co-
piem em seuspiem materiais
em seus O QUE APRENDEMOS
materiais O QUEHOJE?
APRENDEMOS HOJE?
individuais. Quanto aos Professor/a,
individuais. Quanto aosretome Professor/a,
com seuretome
grupo ocomqueseu
conversaram
grupo o que sobre
conversaram
como a notícia
sobrenos
comoman-
a notícia nos man
que leem comtém
que leem com autonomia, informadostém
autonomia, dosinformados
acontecimentos
dos acontecimentos
atuais, bem como atuais,
sobrebem
o Jornal
comoJoca
sobree sua
o Jornal
or- Joca e sua or
- ganização. Relembrem
- ganização. as ideias
Relembrem
trazidas
as pelos
ideiasestudantes
trazidas pelos
sobre
estudantes
as ações que
sobreestão
as ações que estão
ram no coletivo ram
o grifo
no das
coletivo o grifo das
informações, elesinformações,
podem eles podem -
preencher o quadro.
preencherDe- o ções no texto
quadro. De- lido
ções
e como
no texto
preencheram
lido e comoo preencheram
quadro para mapear
o quadroas para
açõesmapear
e campanhas.
as ações e campanhas
7 do
caderno
caderno do professorcaderno do professor
professor 777
LÍNGUA PORTUGUESA | 51

ORGANIZAÇÃO DA
ORGANIZAÇÃO
TURMA DA TURMA
Coletiva com organização
Coletiva com organização
em semicírculo,em consi-
semicírculo, consi-
derando o espaçamen-
derando o espaçamen-
to necessário toentre
necessário
os entre os
estudantes, segundo
estudantes,
as segundo as
orientações dosorientações
órgãos de dos órgãos de
saúde. saúde.
(EF03LP19A) Ler (EF03LP19A)
e com- Ler e com-
preender anúncios/cam-
preender anúncios/cam-
panhas publicitárias
panhas depublicitárias de
conscientização,conscientização,
entre entre
outros textos dooutros
campotextos
da do campo da
vida pública. vida pública.
DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO
E IN- E IN-
TERVENÇÕES TERVENÇÕES
Professor/a, nesta
Professor/a,
aula, nesta aula,
iremos explorariremosde ma- explorar de ma-
neira geral o queneirasãogeral
as o que são as
campanhas publicitárias
campanhas publicitárias
de conscientização,
de conscientização,
qual qual
- -
cativa e suas cativa
principais
e suas principais
características. Você
características.
pode Você pode
começar a roda começar
de conver- a roda de conver-
sa mostrando em sa revistas,
mostrando em revistas,
- -
sos, entre outrossos, porta-
entre outros porta-
dores, alguns dores,
exemplos alguns exemplos
desse tipo de texto
dessepara
tipoo de texto para o
grupo. Perguntegrupo.
se sabem
Pergunte se sabem
que tipos de textos
quesão
tiposes-de textos são es-
ses e para o que sesservem.
e para o que servem.
Importante: éImportante:
essencial é essencial
disponibilizar odisponibilizar
portador o portador
real em que essesreal textos
em que esses textos
circulam, contextualizar
circulam, ocontextualizar o
gênero estudado gênero
e trazer
estudado e trazer
referências parareferências
o levan- para o levan-
tamento do conhecimen-
tamento do conhecimen-
to prévio dos estudantes.
to prévio dos estudantes.
AULA 2 - APRENDENDO
AULA 2 - AAPRENDENDO
LER TEXTOS PUBLICITÁRIOS
A LER TEXTOS PUBLICITÁRIOS Você pode usarVocêanúncios,
pode usar anúncios,
Conversa com o/a
Conversa
professor/a
com o/a professor/a slogans, propagandas,
slogans, propagandas,
EMPO TEMPO outdoor ou propagandas
outdoor ou propagandas
Uma aula. Uma aula.
MATERIAIS MATERIAIS a conversa e achamar
conversa
a e chamar a
Material do estudante,
Materiallousa
do estudante,
e giz. lousa e giz. atenção das crianças
atenção
para
das crianças para
situações reais situações
de seu co-reais de seu co-
tidiano. Tente contemplar
tidiano. Tente contemplar
78
8 caderno
cadernodo 8 caderno do professor
doprofessor
professor
52 | LÍNGUA PORTUGUESA

usando textos usando


publicitá-
textos publicitá-
rios que tragamriosprodutos
que tragam produtos
que seu grupoque costuma
seu grupo costuma
consumir ou consumir
conhecer, ou conhecer,