Você está na página 1de 2

1

1 GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 012, de

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 012, de 22 de setembro de 2003.

Disciplina a aquisição de livro didático adequado à Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental, de 1ª à 8ª séries e dá outras providências.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E CULTURA, em Exercício, no uso das atribuições que lhe confere o Ato nº 80­NM, de 8 de janeiro de 2003 e com fulcro no art. 42, § 1º, inciso II, da Constituição do Estado, resolve.

Art. 1º Estabelecer, por meio da presente Instrução Normativa, a sistemática para aquisição de livro didático destinado a atender à Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental de 1ª à 8ª séries.

Parágrafo único. Para a escolha do livro didático, será formada, com orientação metodológica da Secretaria da Educação e Cultura, uma equipe em cada Delegacia Regional de Ensino, composta por Supervisores Técnicos de Qualidade, Coordenadores Pedagógicos das unidades escolares, Gestores, Professores, Coordenadores de Pólos e de Grupos, Assessores da Formação Continuada e representantes dos alunos, por segmentos.

Art. 2º As editoras deverão encaminhar para a Secretaria da Educação e Cultura, até o 3º dia útil do mês de outubro, as coleções referidas no Parágrafo Único deste artigo, para seleção prévia de todos os títulos que estiverem adequados às Diretrizes Curriculares Nacionais.

Parágrafo único. Serão consideradas aptas as coleções que compatibilizarem com a Proposta Pedagógica da Secretaria da Educação e Cultura.

Art. 3º Cada editora encaminhará as propostas com os valores especificados de cada coleção escolhida, no prazo previsto pela Secretaria da Educação e Cultura.

Art. 4º Será(ão) desclassificada(os) do processo seletivo, a(s) editora(s) que não encaminhar(em) as coleções no prazo previsto, bem como as que se fizerem presentes, no momento, das reuniões técnicas pedagógicas para definição do certame.

Art. 5º Após a realização da análise das coleções pelas Delegacias Regionais de Ensino, estas deverão encaminhar parecer técnico sobre cada coleção analisada à Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria da Educação e Cultura.

Art. 6º Cabe à Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos, juntamente com os Coordenadores de Pólos e Assessores de Formação Continuada, selecionar as coleções dos livros didáticos que melhor atenderem ao processo de ensino­aprendizagem, obedecendo aos critérios de análise feita pelas Delegacias Regionais de Ensino.

2

2 GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA Art. 7º Será constituída uma

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA

Art. 7º Será constituída uma Comissão Especial para análise, avaliação e consolidação da escolha das coleções finais para aquisição do livro didático adequado à Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental, de 1ª à 8ª séries, cujos membros serão designados por ato da Titular da Secretaria da Educação e Cultura.

Art. 8º Será encaminhada pela Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos para a Comissão Especial, de que trata o artigo anterior, a listagem das coleções de cada segmento para a escolha final, devendo ressaltar qualidade e preço.

Art. 9º Será encaminhada para o Gabinete da Secretaria da Educação e Cultura, pela Comissão Especial, a lista contendo quatro coleções de cada segmento para a escolha final.

Art. 10. Após a aprovação do certame, a editora contemplada deverá responsabilizar­se por:

I ­ entregar o material didático adquirido em cada Delegacia Regional de

Ensino;

II ­ doar os livros do professor para todos os professores que atuam na

modalidade;

III ­ oferecer capacitação para todos os professores da Modalidade de EJA,

sobre o uso correto dos livros, sem nenhum custo financeiro para a Secretaria da Educação

e Cultura.

Art. 11. Os casos omissos nesta Instrução Normativa serão resolvidos pela titular da Secretaria da Educação e Cultura.

Art. 12. Esta Instrução Normativa entra em vigor a partir desta data, revogando­se as disposições em contrário.

PUBLIQUE­SE.

Palmas, 22 de setembro de 2003.

DANIEL RODRIGUES Secretário de Estado da Educação e Cultura, em Exercício