Você está na página 1de 38

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde

Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente (PPGSCA)

REVISÃO DA LITERATURA

METODOLOGIA DA PESQUISA

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Pós-Graduação em Saúde da Criança e do

Anos 90: Explosão da Informação

Anos 90: Explosão da Informação

O que são as revisões?

Estudos que analisam a produção bibliográfica em determinada área temática, dentro de um recorte de tempo, fornecendo uma visão geral ou um relatório do estado da arte sobre um tópico específico, evidenciando novas ideias, métodos, subtemas que têm recebido maior ou menor ênfase na literatura selecionada.”

Moreira, 2004

“O referencial teórico ancora, explica ou compreende o objeto do estudo sendo construído a partir de uma teoria ou por construtos: “ideias e termos categoriais, princípios condutores, opiniões influentes ou conceitos essenciais adotados, em uma teoria ou área de estudo”(Carvalho, 2003, p.424).”

Programa de Pós-Graduação em Nutrição – UFPE, 2009

Trentini e Paim (1999, p.68) afirmam que “a seleção criteriosa de uma revisão de literatura pertinente ao problema significa familiarizar-se com textos e, por eles, reconhecer os autores e o que eles estudaram anteriormente sobre o problema a ser estudado”.

“A revisão de literatura inicial não descarta nenhum texto que trate da questão a ser estudada, até que se delineie o tema e nele, o problema a ser estudado.”

Echer, 2004

Como nos informam Cardoso et al (2010) “cada investigador analisa minuciosamente os trabalhos dos investigadores que o precederam e, só então, compreendido o testemunho que lhe foi confiado, parte equipado para a sua própria aventura” (p. 7).

Bento, 2012

Utilidade

“Um projeto de pesquisa só pode ser elaborado quando se tem o problema claramente formulado, os objetivos bem determinados ” ...

“Um único artigo de revisão pode substituir um número de artigos originais e, desse modo, facilitar a vida do leitor.”

Echer, 2001; Moreira, 2004

Utilidade

Posicionar o leitor do trabalho e o próprio pesquisador acerca dos avanços, retrocessos ou áreas envoltas em penumbra (função histórica e atualização)

“Para validar seu estudo, o pesquisador deve deixar claro quais lacunas foram encontradas na literatura e quais caminhos futuros outros pesquisadores podem adotar em suas pesquisas científicas (URSI, 2005).”

Echer, 2001; Moreira, 2004; Botelho, Cunha, Macedo, 2011

Botelho, Cunha, Macedo, 2011

Botelho, Cunha, Macedo, 2011

Pesquisa bibliográfica e revisão da literatura

Pesquisa bibliográfica e revisão da literatura Moreira, 2004

Moreira, 2004

Estratégias para confecção

Escolha do assunto e estabelecimento dos objetivos

Levantamento bibliográfico: fontes primárias, priorizando revisões de literatura, relato de experiências, publicações, conferências, relatórios de pesquisa, livros, manuais entre outros.

Identificar a palavra chave do tema de pesquisa, podendo-se para isso consultar os descritores de assunto

Ler resumos

Fichamento

Bases de dados: Scopus (PubMed), BIREME (Medline, Cochrane), LILACS (literatura latino americana) , Sistema Automatizado de Bibliotecas (SABI), Comutação bibliográfica (COMUT), CAPES

Fazer as referências bibliográficas concomitantemente ao

desenvolvimento do trabalho científico Gerenciadores de referências: Zotero, EndNote, Mendeley

Echer, 2001; Moreira, 2004

Conclusões

A má qualidade compromete todo o estudo

Conhecimento profundo do contexto focalizado

Orientador: especialista que seleciona as leituras evitando que o aluno parta para um vôo cego

Aluno: atualização e integração desses conhecimentos (organizar e discutir)

Alves, 1992; Moreira, 2004; Botelho, Cunha, Macedo, 2011

CITAÇÕES E REFERÊNCIAS Citações

São TRECHOS considerados RELEVANTES, retirados dos documentos consultados, que colaboram com as idéias do pesquisador na
São
TRECHOS
considerados
RELEVANTES,
retirados
dos
documentos
consultados,
que
colaboram
com
as
idéias
do
pesquisador
na
elaboração
do
trabalho
acadêmico
(MATTOS;
ROSSETTO JR; BLECHER, 2008).
“Menção de uma informação
extraída de outra fonte”
Citações e Referências As citações podem ser inseridas em dois LOCAIS: o No texto; o No
Citações e Referências
As citações podem ser inseridas em dois LOCAIS:
o No texto;
o No rodapé do texto.
Citações e Referências CITAÇÕES
Citações e Referências
CITAÇÕES

Segundo a ABNT - NBR 10520 (2002), as citações são classificadas em TRÊS tipos:

1. Citação Direta; 2. Citação Indireta; 3. Citação de citação (Apud).

CITAÇÃO DIRETA:

Transcrição textual de parte da obra do autor consultado palavras do autor.

CITAÇÃO DIRETA: Transcrição textual de parte da obra do autor consultado  palavras do autor.
CITAÇÃO DIRETA: Transcrição textual de parte da obra do autor consultado  palavras do autor.
As citações diretas, no texto, de até três linhas, devem estar contidas entre aspas duplas.
As citações
diretas, no texto,
de até três linhas,
devem estar
contidas entre
aspas duplas.

CITAÇÃO DIRETA:

Nas citações diretas sempre deve haver a indicação da paginação.
Nas citações
diretas sempre
deve haver a
indicação da
paginação.
As citações diretas, no texto, de até três linhas, devem estar contidas entre aspas duplas. CITAÇÃO

CITAÇÃO DIRETA:

As citações diretas, no texto, com mais de três linhas, devem ser destacadas com recuo de
As citações diretas, no
texto, com mais de três
linhas, devem ser
destacadas com recuo de
4,0 cm da margem
esquerda, com letra menor
que a do texto utilizado e
SEM as aspas.

CITAÇÃO INDIRETA:

Texto baseado na obra do autor consultado, quando se usa a ideia do autor sem utilizar as palavras da fonte original Expressado com suas próprias palavras a ideia do autor.

CITAÇÃO INDIRETA: Texto baseado na obra do autor consultado, quando se usa a ideia do autor
CITAÇÃO INDIRETA: Texto baseado na obra do autor consultado, quando se usa a ideia do autor
Dentro de parênteses (1 autor): sobrenome do autor em caixa alta, seguido de vírgula ( ,
Dentro de parênteses
(1 autor): sobrenome
do autor em caixa alta,
seguido de vírgula ( , ),
seguido do ano de
publicação.

CITAÇÃO INDIRETA:

Fora de parênteses: sobrenome do autor em caixa baixa, seguido do ano de publicação entre parênteses.
Fora de parênteses:
sobrenome do autor
em caixa baixa,
seguido do ano de
publicação entre
parênteses.
Dentro de parênteses (mais de 1 autor): sobrenome do 1º autor em caixa alta, seguido de
Dentro de parênteses (mais de 1
autor): sobrenome do 1º autor em
caixa alta, seguido de ( ; ),
sobrenome do 2º autor em caixa
alta, seguido de ( , ) e ano de
publicação.
Segundo as normas da ABNT: É permitido citar até três autores.
Segundo as
normas da ABNT:
É permitido citar
até três autores.

CITAÇÃO INDIRETA:

A partir de 4 autores fora de parênteses: sobrenome do primeiro autor em caixa baixa, seguido
A partir de 4 autores fora de
parênteses:
sobrenome do primeiro autor em
caixa baixa, seguido da
expressão
“et al.”, seguido do ano de
publicação entre parênteses.
A partir de 4 autores entre
parênteses:
sobrenome do primeiro autor em
caixa alta, seguido da expressão
“et al.”, seguido de vírgula
( , ), seguido do ano de
publicação.

CITAÇÃO DE CITAÇÃO:

Citação direta ou indireta de um texto em que

não se teve acesso ao ORIGINAL.

OBS: É utilizada a expressão Apud (citado por, conforme, segundo

...

)

CITAÇÃO DE CITAÇÃO:

Exemplo 1: Citação direta com os sobrenomes dos autores dentro de parênteses. Exemplo 2: Citação indireta
Exemplo 1:
Citação direta
com os
sobrenomes dos
autores dentro de
parênteses.
Exemplo 2:
Citação indireta
com os
sobrenomes dos
autores fora e
dentro de
parênteses.

REFERÊNCIAS

Existem algumas formas de apresentar as referências bibliográficas. Elas podem aparecer no rodapé, listadas ao fim
Existem algumas formas de apresentar as
referências bibliográficas. Elas podem
aparecer no rodapé, listadas ao fim do
texto, ao fim dos capítulos, ou mesmo,
antecedendo resumos e resenhas
(MATTOS; ROSSETTO JR.;BLECHER, 2008).

REFERÊNCIA DE LIVRO

Elementos

essenciais:

autor, título, subtítulo (se houver), edição, local, editora e data de publicação.

SOBRENOME, PRENOME abreviado. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local de publicação: Editora, data de publicação da obra.

REFERÊNCIA DE LIVRO Elementos essenciais: autor, título , subtítulo (se houver), edição, local, editora e data

REFERÊNCIA DE ARTIGO PUBLICADO EM PERIÓDICO

Elementos essenciais:

autor(es) do artigo, título do artigo, título do periódico, cidade do periódico, numeração de ano e/ou volume, número do fascículo, páginas iniciais e finais do artigo, período (mês) e ano do artigo.

SOBRENOME, PRENOME abreviado. Título: subtítulo (se houver). Nome do periódico, Local de publicação, volume, número, paginação e data de publicação.

REFERÊNCIA DE ARTIGO PUBLICADO EM PERIÓDICO Elementos essenciais: autor(es) do artigo, título do artigo, título do

REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS

Elementos essenciais:

O autor, o título da tese, o tipo de documento (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso etc.), o grau, a vinculação acadêmica, o local e a data.

REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS Elementos essenciais: O autor, o título da tese
REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS Elementos essenciais: O autor, o título da tese
REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS Elementos essenciais: O autor, o título da tese
REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS Elementos essenciais: O autor, o título da tese
REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS Elementos essenciais: O autor, o título da tese
REFERÊNCIA DE TESES, DISSERTAÇÕES E OUTROS TRABALHOS ACADÊMICOS Elementos essenciais: O autor, o título da tese

NORMAS VANCOUVER

REFERÊNCIA DE ARTIGO PUBLICADO EM PERIÓDICO

Elementos

essenciais:

Autor(es) do artigo. Título do artigo. Título do periódico abreviado. Data de publicação; volume (número): páginas inicial- final do artigo.

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO

NORMAS VANCOUVER

Páginas?
Páginas?

NORMAS VANCOUVER

NORMAS VANCOUVER
NORMAS VANCOUVER
NORMAS VANCOUVER

NORMAS VANCOUVER

Elementos

essenciais:

Autor(es) do artigo. Título do artigo. Título do periódico abreviado. Data de publicação; volume (número): páginas inicial- final do artigo.

NORMAS VANCOUVER Elementos essenciais: Autor(es) do artigo. Título do artigo. Título do periódico abreviado . Data

OBS: Se o número de autores exceder 6, inclua os 6 seguidos de et al.

|

ÉTICA NA PESQUISA

Jornal “O Estado de São Paulo” 24/03/2013

O aumento de fraudes em pesquisas preocupa cientistas no mundo todo.

| ÉTICA NA PESQUISA Jornal “O Estado de São Paulo” 24/03/2013 O aumento de fraudes em

O plágio consiste no apossamento, como se fosse da própria autoria, de resultados ou conclusões de outro autor, sem os cuidados inerentes a cada um como merecimento autoral.

ÉTICA NA PESQUISA

Tipos de plágio:

integral parcial conceitual autoplágio

ÉTICA NA PESQUISA Tipos de plágio:  integral  parcial  conceitual  autoplágio
ÉTICA NA PESQUISA Tipos de plágio:  integral  parcial  conceitual  autoplágio

ÉTICA NA PESQUISA

O plágio é sempre uma desonestidade e uma violação dos direitos autorais, e o plagiador pode ser responsabilizado com ações cíveis e penais.

ÉTICA NA PESQUISA O plágio é sempre uma desonestidade e uma violação dos direitos autorais ,

Crime previsto no Código Penal Brasileiro, com possibilidade de detenção de 3 meses a 4 anos.

Referências

Alves, AJ. A revisão da bibliografia em teses e dissertações: meus tipos inesquecíveis. Faculdade de Educação/UFRJ. Cad. Pesq. São Paulo, 1992.

Bento, A. Como fazer uma revisão da literatura: Considerações teóricas e práticas. Revista JA (Associação Académica da Universidade da Madeira), n.65, ano VII, p. 42-44, 2012. ISSN: 1647-8975.

Botelho, LLR; Cunha, CCA; Macedo, M. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade, Belo Horizonte, v.5, n.11, p. 121-136, 2011.

Echer, IC. A revisão de literatura na construção do trabalho científico. R. gaúcha Enferm., Porto Alegre, v.22, n.2, p.5-20, jul. 2001.

Feltrim, VD. Um levantamento bibliográfico sobre a estruturação de textos acadêmicos. Fundação Universidade Estadual de Maringá, 2007.

Moreira, W. Revisão de literatura e desenvolvimento científico: conceitos e estratégias para confecção, 2004.

Projetos de dissertação e tese. Normas de Apresentação. Programa de Pós-Graduação em Nutrição – UFPE, 2009.