Você está na página 1de 185

Na Grécia antiga, o que eram os

hoplitas?
a –escravos dos espartanos
b – escravos dos atenienses
c – soldados gregos em geral
d – escravos por dívidas
e – soldados espartanos
Na Grécia antiga, o que eram os
hoplitas?
a –escravos dos espartanos
b – escravos dos atenienses
c – soldados gregos em geral
d – escravos por dívidas
e – soldados espartanos
Na Grécia antiga, o que eram os
hilotas?
a –escravos dos espartanos
b – soldados escravos
c – soldados macedônicos
d – escravos por dívidas
e – todas estão incorretas
Na Grécia antiga, o que eram os
hilotas?
a –escravos dos espartanos
b – soldados escravos
c – soldados macedônicos
d – escravos por dívidas
e – todas estão incorretas
Em relação a realização dos jogos olímpicos,
assinale a alternativa correta:
a – ocorriam sempre em homenagem às vitórias
contra os persas
b – passaram a ocorrer após a derrota grega contra
os persas
c – durante sua realização era estabelecida uma
trégua entre as cidades gregas, caso estivessem em
guerra.
d – em caso de guerra entre as cidades gregas, os
jogos eram suspensos.
E – todas estão incorretas
Em relação a realização dos jogos olímpicos,
assinale a alternativa correta:
a – ocorriam sempre em homenagem às vitórias
contra os persas
b – passaram a ocorrer após a derrota grega contra
os persas
c – durante sua realização era estabelecida uma
trégua entre as cidades gregas, caso estivessem em
guerra.
d – em caso de guerra entre as cidades gregas, os
jogos eram suspensos.
E – todas estão incorretas
E muitos que tinham sido escravizados, os reconduzi a Atenas;
alguns deles tinham sido exilados e nem mais a língua ática falavam;
outros, que aqui mesmo escravidão vergonhosa levavam,
apavorados diante dos caprichos dos senhores, livres estabeleci. O
texto, um fragmento de um poema de Sólon–arconte ateniense, 594
a.C. - , citado por Aristóteles em A Constituição de Atenas, refere-se
(A) ao fim da tirania.
(B) à lei que permitia ao injustiçado solicitar
reparações.
(C) à criação da lei que punia aqueles que conspiravam
contra a democracia.
(D) à abolição da escravidão por dívida.
(E) à instituição da Bulé
E muitos que tinham sido escravizados, os reconduzi a Atenas;
alguns deles tinham sido exilados e nem mais a língua ática falavam;
outros, que aqui mesmo escravidão vergonhosa levavam,
apavorados diante dos caprichos dos senhores, livres estabeleci. O
texto, um fragmento de um poema de Sólon–arconte ateniense, 594
a.C. - , citado por Aristóteles em A Constituição de Atenas, refere-se
(A) ao fim da tirania.
(B) à lei que permitia ao injustiçado solicitar
reparações.
(C) à criação da lei que punia aqueles que conspiravam
contra a democracia.
(D) à abolição da escravidão por dívida.
(E) à instituição da Bulé
O que foi o Helenismo?
a – foi o processo de expansão e também de
entrelaçamento da cultura grega com as culturas
orientais.
b - foi o processo de invasão dos macedônios e
imposição de sua cultura sobre os povos
conquistados
c – foi o processo de declínio da cultura grega após
sua conquista pela Macedônia
d – foi o processo de fusão da cultura grega com a
romana
e – todas estão incorretas
O que foi o Helenismo?
a – foi o processo de expansão e também de
entrelaçamento da cultura grega com as culturas
orientais.
b - foi o processo de invasão dos macedônios e
imposição de sua cultura sobre os povos
conquistados
c – foi o processo de declínio da cultura grega após
sua conquista pela Macedônia
d – foi o processo de fusão da cultura grega com a
romana
e – todas estão incorretas
O período helenístico foi marcado por grandes transformações na
civilização grega. Entre suas características, podemos destacar:
A. O desenvolvimento de correntes filosóficas que faziam do
problema ético o centro de suas preocupações visando,
principalmente, o aprimoramento interior do ser humano.
B. Um completo afastamento das tradições orientais, decorrente,
sobretudo, das rivalidades com os persas e da postura depreciativa
que considerava bárbaros todos os povos que não falavam o seu
idioma.
C. A manutenção da autonomia das cidades-Estado, articuladas
primeiro na Liga de Delos e, posteriormente, sob a Liga do
Peloponeso, liderada por Esparta.
D. A difusão do Islamismo na Grécia e Macedônia
E. O apogeu da cultura helênica representado, principalmente, pelo
florescimento da filosofia e do teatro e o estabelecimento da
democracia ateniense.
O período helenístico foi marcado por grandes transformações na
civilização grega. Entre suas características, podemos destacar:
A. O desenvolvimento de correntes filosóficas que faziam do
problema ético o centro de suas preocupações visando,
principalmente, o aprimoramento interior do ser humano.
B. Um completo afastamento das tradições orientais, decorrente,
sobretudo, das rivalidades com os persas e da postura depreciativa
que considerava bárbaros todos os povos que não falavam o seu
idioma.
C. A manutenção da autonomia das cidades-Estado, articuladas
primeiro na Liga de Delos e, posteriormente, sob a Liga do
Peloponeso, liderada por Esparta.
D. A difusão do Islamismo na Grécia e Macedônia
E. O apogeu da cultura helênica representado, principalmente, pelo
florescimento da filosofia e do teatro e o estabelecimento da
democracia ateniense.
Na Grécia antiga, o que era a Ágora?
A – LOCAL DE CULTO A DEUSA ATENA
B – LOCAL DE TREINAMENTO DOS
ESPARTANOS
C – PRAÇA PRINCIPAL E LOCAL DE
REUNIÃO OU ASSEMBLEIA
D – TRIBUNAL ONDE ERAM JULGADOS
OS ACUSADOS
E – TODAS ESTÃO INCORRETAS
Na Grécia antiga, o que era a Ágora?
A – LOCAL DE CULTO A DEUSA ATENA
B – LOCAL DE TREINAMENTO DOS
ESPARTANOS
C – PRAÇA PRINCIPAL E LOCAL DE
REUNIÃO OU ASSEMBLEIA
D – TRIBUNAL ONDE ERAM JULGADOS
OS ACUSADOS
E – TODAS ESTÃO INCORRETAS
O que implica o sistema da pólis é uma extraordinária preeminência da palavra
sobre todos os outros instrumentos do poder. A palavra constitui o debate
contraditório, a discussão, a argumentação e a polêmica. Torna-se a regra do
jogo intelectual, assim como do jogo político.
Na configuração política da democracia grega, em especial a ateniense, a Ágora
tinha por função
a) agregar os cidadãos em torno de reis que governavam em prol da
cidade.
b) permitir aos homens livres o acesso às decisões do Estado
expostas por seus magistrados.
c) constituir o lugar onde o corpo de cidadãos se reunia para
deliberar sobre as questões da comunidade.
d)reunir os exércitos para decidir em assembleias fechadas os rumos
a serem tomados em caso de guerra.
e) congregar a comunidade para eleger representantes com direito a
pronunciar-se em assembleias.
O que implica o sistema da pólis é uma extraordinária preeminência da palavra
sobre todos os outros instrumentos do poder. A palavra constitui o debate
contraditório, a discussão, a argumentação e a polêmica. Torna-se a regra do
jogo intelectual, assim como do jogo político.
Na configuração política da democracia grega, em especial a ateniense, a Ágora
tinha por função
a) agregar os cidadãos em torno de reis que governavam em prol da
cidade.
b) permitir aos homens livres o acesso às decisões do Estado
expostas por seus magistrados.
c) constituir o lugar onde o corpo de cidadãos se reunia para
deliberar sobre as questões da comunidade.
d)reunir os exércitos para decidir em assembleias fechadas os rumos
a serem tomados em caso de guerra.
e) congregar a comunidade para eleger representantes com direito a
pronunciar-se em assembleias.
Na Grécia antiga, a maior parte da força de
trabalho era oriunda
a) do trabalho escravo
b) do trabalho compulsório
c) Do trabalho assalariado
d) De uma mistura de trabalho
assalariado e compulsório
e) Todas estão corretas
Na Grécia antiga, a maior parte da força de
trabalho era oriunda
a) do trabalho escravo
b) do trabalho compulsório
c) Do trabalho assalariado
d) De uma mistura de trabalho
assalariado e compulsório
e) Todas estão corretas
O FARAÓ MENÉS PASSOU PARA A
HISTÓRIA COMO RESPONSÁVEL PELA:
a) Unificação do Alto e Baixo Egito
b) Construção das Pirâmides de
Gizé
c) Construção do Vale dos Reis
d) Escravização dos hebreus
e) Derrota e invasão dos Hicsos
O FARAÓ MENÉS PASSOU PARA A
HISTÓRIA COMO RESPONSÁVEL PELA:
a) Unificação do Alto e Baixo Egito
b) Construção das Pirâmides de
Gizé
c) Construção do Vale dos Reis
d) Escravização dos hebreus
e) Derrota e invasão dos Hicsos
A tradição política dos reinos da Núbia também
se destaca pelo poder atribuído as mulheres,
mães ou esposas reais. Elas eram chamadas
de:
a) Matriarcas
b) Candaces
c) Sacerdotisas
d) Nubiatisas
e) Simplesmente eram chamadas de
Rainhas
A tradição política dos reinos da Núbia também
se destaca pelo poder atribuído as mulheres,
mães ou esposas reais. Elas eram chamadas
de:
a) Matriarcas
b) Candaces
c) Sacerdotisas
d) Nubiatisas
e) Simplesmente eram chamadas de
Rainhas
No Egito antigo, quem era o Felá?
a – era o sinônimo de Sacerdote
b – era o sinônimo de camponês
c – era o soldado
d – era o sinônimo de artesão
e - todas estão incorretas
No Egito antigo, quem era o Felá?
a – era o sinônimo de Sacerdote
b – era o sinônimo de camponês
c – era o soldado
d – era o sinônimo de artesão
e - todas estão incorretas
No Egito antigo, quem era o
Nomarca?
a – era o sinônimo do Faraó
b – era o sinônimo de Sacerdote
c – era o governante do Nomo
d – era o Vizir, ou vice-governante
do Egito
e - todas estão incorretas
No Egito antigo, quem era o
Nomarca?
a – era o sinônimo do Faraó
b – era o sinônimo de Sacerdote
c – era o governante do Nomo
d – era o Vizir, ou vice-governante
do Egito
e - todas estão incorretas
Na história do Egito, o antigo império
destacou-se
a – pela expulsão dos hebreus
b – pela vitória sobre os Hicsos
c – pela construção das pirâmides de
Gizé
d – pela unificação dos dois reinos
e - todas estão incorretas
Na história do Egito, o antigo império
destacou-se
a – pela expulsão dos hebreus
b – pela vitória sobre os Hicsos
c – pela construção das pirâmides de
Gizé
d – pela unificação dos dois reinos
e - todas estão incorretas
Na história do Egito antigo, o médio
império caracterizou-se
a – pela expulsão dos hebreus
b – pela intensa atividade econômica e
cultural, inclusive com a Núbia
c – pela vitória sobre os Hicsos
d – pela construção das pirâmides de
Gizé
e - todas estão corretas
Na história do Egito antigo, o médio
império caracterizou-se
a – pela expulsão dos hebreus
b – pela intensa atividade econômica e
cultural, inclusive com a Núbia
c – pela vitória sobre os Hicsos
d – pela construção das pirâmides de
Gizé
e - todas estão corretas
No Egito antigo, o faraó da época
do Êxodo hebraico foi
provavelmente,
a – Menés
b – Ramsés II
c – Tutankamón
d – Akhenaton
e - Quéops
No Egito antigo, o faraó da época
do Êxodo hebraico foi
provavelmente,
a – Menés
b – Ramsés II
c – Tutankamón
d – Akhenaton
e - Quéops
AFRODITE ERA A DEUSA DA

a – guerra e beleza
b – beleza e amor
c – beleza e caça
d – guerra e caça
e – amor e guerra
AFRODITE ERA A DEUSA DA

a – guerra e beleza
b – beleza e amor
c – beleza e caça
d – guerra e caça
e – amor e guerra
Onde localiza-se a Grécia?

A – Na península ibérica, Europa


b – na península balcânica, Europa
c – na península itálica, Europa
d – no estreito de Bósforo, entre
Europa e Ásia
e – no estreito de Dardanelos,
entre Europa e Ásia
Onde localiza-se a Grécia?

A – Na península ibérica, Europa


b – na península balcânica, Europa
c – na península itálica, Europa
d – no estreito de Bósforo, entre
Europa e Ásia
e – no estreito de Dardanelos,
entre Europa e Ásia
LOCALIZE A GRÉCIA NO MAPA

2 4
1 3
5
LOCALIZE A GRÉCIA NO MAPA

5
Os cretenses foram excelentes navegantes e
ótimos comerciantes. A importância da
navegação marítima fez com que o poder
político da ilha de Creta fosse sustentado por
seu poderio marítimo. Esse tipo de governo é
conhecido pelos historiadores como:
a) Teocracia
b) Democracia
c) Talassocracia
d) Autocracia
e) Fisiocracia
Os cretenses foram excelentes navegantes e
ótimos comerciantes. A importância da
navegação marítima fez com que o poder
político da ilha de Creta fosse sustentado por
seu poderio marítimo. Esse tipo de governo é
conhecido pelos historiadores como:
a) Teocracia
b) Democracia
c) Talassocracia
d) Autocracia
e) Fisiocracia
O que é Talassocracia?
a) governo autoritário
b) governo democrático
c) governo de ilhas
d) governo ou domínio de um povo
sobre os mares
e) todas estão incorretas
O que é Talassocracia?
a) governo autoritário
b) governo democrático
c) governo de ilhas
d) governo ou domínio de um povo
sobre os mares
e) todas estão incorretas
O polo organizador da vida social cretense
era ou eram
a) os intensos negócios marítimos
b) Os palácios
c) O tráfico de escravos
d) As guerras
e) O comércio
O polo organizador da vida social cretense
era ou eram
a) os intensos negócios marítimos
b) Os palácios
c) O tráfico de escravos
d) As guerras
e) O comércio
Em Creta, os palácios serviam
a – para abrigar a família e a corte do rei
b – para abrigar a corte, a família real e
também era armazém e centro religioso e
cultural
c – como armazéns onde a elite cretense
realizava seus negócios.
d – como templo e local de coleta dos impostos
e – todas estão corretas
Em Creta, os palácios serviam
a – para abrigar a família e a corte do rei
b – para abrigar a corte, a família real e
também era armazém e centro religioso e
cultural
c – como armazéns onde a elite cretense
realizava seus negócios.
d – como templo e local de coleta dos impostos
e – todas estão corretas
Segundo as pesquisas, a mais antiga civilização
antecessora da grega foi

a – Egípcia
b – Romana
c – Cretense
d – Fenícia
e - Micênica
Segundo as pesquisas, a mais antiga civilização
antecessora da grega foi

a – Egípcia
b – Romana
c – Cretense
d – Fenícia
e - Micênica
OS CRETENSES TAMBÉM SÃO
CONHECIDOS COMO

A – DÓRIOS
B – JÔNIOS
C – ROMANOS
D – MINÓICOS
E - ETRUSCOS
OS CRETENSES TAMBÉM SÃO
CONHECIDOS COMO

A – DÓRIOS
B – JÔNIOS
C – ROMANOS
D – MINÓICOS
E - ETRUSCOS
A mais provável causa do fim da civilização
cretense foi

a – a invasão dos romanos


b – a invasão dos aqueus
c – a invasão dos dórios
d – a invasão dos fenícios
e – a invasão dos macedônios
A mais provável causa do fim da civilização
cretense foi

a – a invasão dos romanos


b – a invasão dos aqueus
c – a invasão dos dórios
d – a invasão dos fenícios
e – a invasão dos macedônios
UMA DAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA
HISTÓRIA POLÍTICA GREGA FOI O FATO DE
a – terem sido um poderoso império
b – não terem formado um império
c – começarem como cidades-estados,
que, com o passar do tempo, tornaram-se
um império.
d - terem criado a primeira república, com
autoridade sobre toda a Grécia
e – todas estão incorretas
UMA DAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA
HISTÓRIA POLÍTICA GREGA FOI O FATO DE
a – terem sido um poderoso império
b – não terem formado um império
c – começarem como cidades-estados,
que, com o passar do tempo, tornaram-se
um império.
d - terem criado a primeira república, com
autoridade sobre toda a Grécia
e – todas estão incorretas
OS AQUEUS TAMBÉM SÃO
CONHECIDOS COMO

A – DÓRIOS
B – EÓLIOS
C – MINÓICOS
D – CRETENSES
E - MICÊNICOS
OS AQUEUS TAMBÉM SÃO
CONHECIDOS COMO

A – DÓRIOS
B – EÓLIOS
C – MINÓICOS
D – CRETENSES
E - MICÊNICOS
O fim da civilização micênica ocorreu
através da
A – invasão dos eólios, jônios e dórios
B – invasão dos cretenses, eólios, jônios e
dórios
C – invasão dos aqueus, eólios, jônios e
dórios
D – invasão dos macedônicos
E – invasão dos macedônicos e romanos
O fim da civilização micênica ocorreu
através da
A – invasão dos eólios, jônios e dórios
B – invasão dos cretenses, eólios, jônios e
dórios
C – invasão dos aqueus, eólios, jônios e
dórios
D – invasão dos macedônicos
E – invasão dos macedônicos e romanos
QUEM ERAM OS AEDOS?
A – poetas
B – guerreiros
C – nobres
D – pobres sem terra
E – pobres urbanos em Atenas
QUEM ERAM OS AEDOS?
A – poetas
B – guerreiros
C – nobres
D – pobres sem terra
E – pobres urbanos em Atenas
QUEM ERAM AS MUSAS?
A – deusas da fertilidade
B – deusas da inspiração artística
e científica
C – deusas da inspiração artística
D – deusas reveladoras dos
oráculos
E – deusas da guerra
QUEM ERAM AS MUSAS?
A – deusas da fertilidade
B – deusas da inspiração artística
e científica
C – deusas da inspiração artística
D – deusas reveladoras dos
oráculos
E – deusas da guerra
QUEM ESCREVEU A ILÍADA E A
ODISSEIA PROVAVELMENTE FOI OU
FORAM
A – HOMERO
B – OS AEDOS
C – AS MUSAS
D – PLATÃO
E – ARISTÓTELES
QUEM ESCREVEU A ILÍADA E A
ODISSEIA PROVAVELMENTE FOI OU
FORAM
A – HOMERO
B – OS AEDOS
C – AS MUSAS
D – PLATÃO
E – ARISTÓTELES
A primeira forma de governo da
maioria das cidades gregas foi
a – a monarquia
b – a tirania
c – a oligarquia
d – a democracia
e – a diarquia
A primeira forma de governo da
maioria das cidades gregas foi
a – a monarquia
b – a tirania
c – a oligarquia
d – a democracia
e – a diarquia
O QUE É MONARQUIA?
a – governo de um ditador
b – governo de um rei
c – governo de um patriarca
d – governo de um tirano
e – governo de um democrata
O QUE É MONARQUIA?
a – governo de um ditador
b – governo de um rei
c – governo de um patriarca
d – governo de um tirano
e – governo de um democrata
Com a decadência da monarquia, surge
outro tipo de governo, que foi a
a – aristocracia
b – demagogia
c – tirania
d – autocracia
e – democracia
Com a decadência da monarquia, surge
outro tipo de governo, que foi a
a – aristocracia
b – demagogia
c – tirania
d – autocracia
e – democracia
O QUE É ARISTOCRACIA?
a – governo dos ditadores
b – governo de um pequeno
grupo familiar
c – governo democrático
d – governo tirânico
e – governo dos melhores
O QUE É ARISTOCRACIA?
a – governo dos ditadores
b – governo de um pequeno grupo
familiar
c – governo democrático
d – governo tirânico
e – governo dos melhores
DURANTE UMA PARTE DA HISTÓRIA ATENIENSE,
A BASE DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL ERA O
OIKOS, O QUAL ERA, DE MANEIRA GERAL
a – uma tribo
b – uma oligarquia
c – uma grande família, seus escravos e
seus bens
d – uma horda
e – todas estão incorretas
DURANTE UMA PARTE DA HISTÓRIA
ATENIENSE, A BASE DA ORGANIZAÇÃO
SOCIAL ERA O OIKOS, O QUAL ERA, DE
MANEIRA GERAL
a – uma tribo
b – uma oligarquia
c – uma grande família, seus escravos e
seus bens
d – uma horda
e – todas estão incorretas
Da aristocracia surgiu ou derivou-se um
novo tipo de governo, chamado de
a – oligarquia
b – demagogia
c – democracia
d – tirania
e – diarquia
Da aristocracia surgiu ou derivou-se um
novo tipo de governo, chamado de
a – oligarquia
b – demagogia
c – democracia
d – tirania
e – diarquia
OLIGARQUIA É O GOVERNO DE
A – UMA MINORIA
B – UMA MAIORIA
C – UMA MULTIDÃO
D – MAGISTRADOS
E – MONARCAS
OLIGARQUIA É O GOVERNO DE
A – UMA MINORIA
B – UMA MAIORIA
C – UMA MULTIDÃO
D – MAGISTRADOS
E – MONARCAS
SEGUNDO ARISTÓTELES, OS TIPOS DE
GOVERNO PUROS SERIAM
a – monarquia, aristocracia,
democracia
b – monarquia, oligarquia, democracia
c – monarquia, democracia, demagogia
d – tirania, democracia, aristocracia
e – tirania, oligarquia, demagogia
SEGUNDO ARISTÓTELES, OS TIPOS DE
GOVERNO PUROS SERIAM
a – monarquia, aristocracia,
democracia
b – monarquia, oligarquia, democracia
c – monarquia, democracia, demagogia
d – tirania, democracia, aristocracia
e – tirania, oligarquia, demagogia
SEGUNDO ARISTÓTELES, OS TIPOS DE
GOVERNO IMPUROS SERIAM
a – monarquia, aristocracia,
democracia
b – monarquia, oligarquia, democracia
c – monarquia, democracia, demagogia
d – tirania, democracia, aristocracia
e – tirania, oligarquia, demagogia
SEGUNDO ARISTÓTELES, OS TIPOS DE
GOVERNO IMPUROS SERIAM
a – monarquia, aristocracia,
democracia
b – monarquia, oligarquia, democracia
c – monarquia, democracia, demagogia
d – tirania, democracia, aristocracia
e – tirania, oligarquia, demagogia
A OLIGARQUIA É A DEGENERAÇÃO
DA

A – ARISTOCRACIA
B – DEMOCRACIA
C – TIRANIA
D – DEMAGOGIA
E - MONARQUIA
A OLIGARQUIA É A DEGENERAÇÃO
DA

A – ARISTOCRACIA
B – DEMOCRACIA
C – TIRANIA
D – DEMAGOGIA
E - MONARQUIA
A degeneração da monarquia é
a
A – TIRANIA
B – DITADURA
C – OLIGARQUIA
D – DIARQUIA
E - DEMAGOGIA
A degeneração da monarquia é
a
A – TIRANIA
B – DITADURA
C – OLIGARQUIA
D – DIARQUIA
E - DEMAGOGIA
O que é Tirania?
a – governo autoritário, opressor,
cruel
b – governo democrático
c – uma variação da monarquia,
também conhecida como império
d – governo oligárquico
e – todas estão incorretas
O que é Tirania?
a – governo autoritário, opressor,
cruel
b – governo democrático
c – uma variação da monarquia,
também conhecida como império
d – governo oligárquico
e – todas estão incorretas
A DEMAGOGIA É A DEGENERAÇÃO
DA
A – DEMOCRACIA
B – MONARQUIA
C – OLIGARQUIA
D – DIARQUIA
E - TIRANIA
A DEMAGOGIA É A DEGENERAÇÃO
DA
A – DEMOCRACIA
B – MONARQUIA
C – OLIGARQUIA
D – DIARQUIA
E - TIRANIA
O que é Demagogia?
A – Governo de enganadores do
povo
B – Democracia popular
C – Governo oligárquico popular
D – Governo ditatorial
E – Governo baseado nos
privilégios
O que é Demagogia?

A – Governo de enganadores do
povo
B – Democracia popular
C – Governo oligárquico popular
D – Governo ditatorial
E – Governo baseado nos privilégios
Assinale a alternativa correta sobre a evolução política de
Atenas:
a – tirania, monarquia, aristocracia, oligarquia,
democracia
b – monarquia, tirania, oligarquia, democracia,
aristocracia
c – monarquia, tirania, oligarquia, aristocracia,
democracia
d – tirania, monarquia, oligarquia, aristocracia,
democracia
e – monarquia, aristocracia, oligarquia, tirania,
democracia
Assinale a alternativa correta sobre a evolução política de Atenas:

a – tirania, monarquia, aristocracia, oligarquia,


democracia
b – monarquia, tirania, oligarquia, democracia,
aristocracia
c – monarquia, tirania, oligarquia, aristocracia,
democracia
d – tirania, monarquia, oligarquia, aristocracia,
democracia
e – monarquia, aristocracia, oligarquia, tirania,
democracia
EM ATENAS, QUEM ERAM OS EUPÁTRIDAS?

A – ERAM OS ESTRANGEIROS
B – ERAM OS ESCRAVOS
C – ERAM OS BEM NASCIDOS, DONOS DAS
MAIORES E MELHORES TERRAS
D – ERAM ATENIENSES DONOS DE PEQUENAS
PROPRIEDADES RURAIS
E – ERAM OS ARTESÃOS E COMERCIANTES
EM ATENAS, QUEM ERAM OS EUPÁTRIDAS?

A – ERAM OS ESTRANGEIROS
B – ERAM OS ESCRAVOS
C – ERAM OS BEM NASCIDOS, DONOS DAS
MAIORES E MELHORES TERRAS
D – ERAM ATENIENSES DONOS DE PEQUENAS
PROPRIEDADES RURAIS
E – ERAM OS ARTESÃOS E COMERCIANTES
EM ATENAS PRÉ-DEMOCRÁTICA, QUEM
POSSUIA DIREITOS POLÍTICOS E
CARGOS PÚBLICOS?
A – OS EUPÁTRIDAS
B – TODOS OS ATENIENSES
DESCENDENTES DOS JÔNIOS
C – SÓ OS HOMENS ADULTOS
D – SÓ OS MILITARES
E – SÓ OS SÁBIOS
EM ATENAS PRÉ-DEMOCRÁTICA, QUEM
POSSUIA DIREITOS POLÍTICOS E
CARGOS PÚBLICOS?
A – OS EUPÁTRIDAS
B – TODOS OS ATENIENSES
DESCENDENTES DOS JÔNIOS
C – SÓ OS HOMENS ADULTOS
D – SÓ OS MILITARES
E – SÓ OS SÁBIOS
EM ATENAS, O QUE ERA O AREÓPAGO?

A – LOCAL DE REUNIÃO DO POVO


B – CONSELHO DO POVO
C – CONSELHO DE ARISTOCRATAS
D – CONSELHO DOS DEMOCRATAS
E – LOCAL DE DISPUTA NAS
OLIMPÍADAS
EM ATENAS, O QUE ERA O AREÓPAGO?

A – LOCAL DE REUNIÃO DO POVO


B – CONSELHO DO POVO
C – CONSELHO DE ARISTOCRATAS
D – CONSELHO DOS DEMOCRATAS
E – LOCAL DE DISPUTA NAS
OLIMPÍADAS
NA DEMOCRACIA ATENIENSE, QUEM ERA
CONSIDERADO CIDADÃO?
A – SÓ OS HOMENS ADULTOS FILHOS DE
PAI E MÃE ATENIENSES
B – SÓ OS EUPÁTRIDAS
C – SÓ OS MEMBROS DO AREÓPAGO
D – SÓ OS EUPÁTRIDAS E MILITARES
E - HOMENS E MULHERES ADULTOS
FILHOS DE PAI E MÃE ATENIENSES
NA DEMOCRACIA ATENIENSE, QUEM ERA
CONSIDERADO CIDADÃO?
A – SÓ OS HOMENS ADULTOS FILHOS DE
PAI E MÃE ATENIENSES
B – SÓ OS EUPÁTRIDAS
C – SÓ OS MEMBROS DO AREÓPAGO
D – SÓ OS EUPÁTRIDAS E MILITARES
E - HOMENS E MULHERES ADULTOS
FILHOS DE PAI E MÃE ATENIENSES
AS GUERRAS MÉDICAS
ENVOLVERAM
A – GREGOS X ROMANOS
B – GREGOS X MACEDÔNIOS
C – GREGOS X PERSAS
D – GREGOS X CARTAGINESES
E – GREGOS X EGÍPCIOS
AS GUERRAS MÉDICAS
ENVOLVERAM
A – GREGOS X ROMANOS
B – GREGOS X MACEDÔNIOS
C – GREGOS X PERSAS
D – GREGOS X CARTAGINESES
E – GREGOS X EGÍPCIOS
QUAL FOI A PRINCIPAL CAUSA DAS GUERRAS
MÉDICAS?
A – GREGOS INVADIRAM POSSESSÕES
PERSAS
B – PERSAS INVADIRAM COLÔNIAS
GREGAS
C – PERSAS OCUPARAM ATENAS
D – PERSAS OCUPARAM O PELOPONESO
E – ESPARTANOS INVADIRAM
POSSESSÕES PERSAS
QUAL FOI A PRINCIPAL CAUSA DAS GUERRAS
MÉDICAS?
A – GREGOS INVADIRAM POSSESSÕES
PERSAS
B – PERSAS INVADIRAM COLÔNIAS
GREGAS
C – PERSAS OCUPARAM ATENAS
D – PERSAS OCUPARAM O PELOPONESO
E – ESPARTANOS INVADIRAM
POSSESSÕES PERSAS
As cidades-Estados, base da organização
política que caracterizou o povo grego,
a) mantinham política comum.
b) eram politicamente autônomas.
c) possuíam princípios religiosos
antagônicos.
d) possuíam uma organização econômica
solidária.
e) estavam unidas na política de
organização do Mediterrâneo.
As cidades-Estados, base da organização
política que caracterizou o povo grego,
a) mantinham política comum.
b) eram politicamente autônomas.
c) possuíam princípios religiosos
antagônicos.
d) possuíam uma organização econômica
solidária.
e) estavam unidas na política de
organização do Mediterrâneo.
O legislador e jurista que cancelou
dívidas dos camponeses e aboliu a
escravidão por dívida de cidadãos
atenienses foi:
a) Clístenes
b) Psístrato
c) Sólon
d) Péricles
e) Drácon
O legislador e jurista que cancelou
dívidas dos camponeses e aboliu a
escravidão por dívida de cidadãos
atenienses foi:
a) Clístenes
b) Psístrato
c) Sólon
d) Péricles
e) Drácon
Outra medida importante tomada por Sólon
foi:
a) Substituir o critério de cidadania, que
passou de renda para o de nascimento
b) Fazer a paz com Esparta
c) Aboliu o culto cívico
d) Acabou com o ostracismo
e) Substituir o critério de cidadania, que
passou de nascimento para o de renda (ou
riqueza)
Outra medida importante tomada por Sólon
foi:
a) Substituir o critério de cidadania, que
passou de renda para o de nascimento
b) Fazer a paz com Esparta
c) Aboliu o culto cívico
d) Acabou com o ostracismo
e) Substituir o critério de cidadania, que
passou de nascimento para o de renda (ou
riqueza)
Em Atenas, a principal causa da
implantação da Tirania em Atenas
foi:
a) A guerra contra os persas
b) a guerra contra Esparta
c) os conflitos sociais
d) a guerra do Peloponeso
e) Todas estão incorretas
Em Atenas, a principal causa da
implantação da Tirania em Atenas
foi:
a) A guerra contra os persas
b) a guerra contra Esparta
c) os conflitos sociais
d) a guerra do Peloponeso
e) Todas estão incorretas
Em Atenas, a Ágora tinha por função:
a) Agregar os cidadãos em torno de reis que
governavam em prol da cidade
b) permitir aos homens livres o acesso às decisões do
Estado expostas por seus magistrados
c) ser o local de reunião para deliberação sobre as
questões da comunidade
d) reunir os exércitos para decidir os rumos a serem
tomados em caso de guerra.
e) congregar a comunidade para eleger
representantes com direito a pronunciar-se em
assembleias
Em Atenas, a Ágora tinha por função:
a) Agregar os cidadãos em torno de reis que
governavam em prol da cidade
b) permitir aos homens livres o acesso às decisões do
Estado expostas por seus magistrados
c) ser o local de reunião para deliberação sobre as
questões da comunidade
d) reunir os exércitos para decidir os rumos a serem
tomados em caso de guerra.
e) congregar a comunidade para eleger
representantes com direito a pronunciar-se em
assembleias
Explique o que era o OSTRACISMO
a) de omissão de uma pessoa que não
participava da vida política
b) Expulsão de uma pessoa que
representasse uma ameaça a cidade
c) Prisão de uma pessoa culpada por
crimes políticos
d) Eliminação de uma pessoa culpada por
crimes políticos
e) Todas estão incorretas
Explique o que era o OSTRACISMO
a) de omissão de uma pessoa que não
participava da vida política
b) Expulsão de uma pessoa que
representasse uma ameaça a cidade
c) Prisão de uma pessoa culpada por
crimes políticos
d) Eliminação de uma pessoa culpada por
crimes políticos
e) Todas estão incorretas
É considerado por muitos como o
PAI DA DEMOCRACIA
a) Clístenes
b) Drácon
c) Sócrates
d) Platão
e) Aristóteles
É considerado por muitos como o
PAI DA DEMOCRACIA
a) Clístenes
b) Drácon
c) Sócrates
d) Platão
e) Aristóteles
NO EGITO ANTIGO, A MAIOR PARTE DOS
TRABALHOS ERAM REALIZADOS ATRAVÉS

A – DO TRABALHO ESCRAVO
B – DO TRABALHO COMPULSÓRIO
C – DO TRABALHO ASSALARIADO
D – TODAS ESTÃO CORRETAS
E – TODAS ESTÃO INCORRETAS
NO EGITO ANTIGO, A MAIOR PARTE DOS
TRABALHOS ERAM REALIZADOS
ATRAVÉS

A – DO TRABALHO ESCRAVO
B – DO TRABALHO COMPULSÓRIO
C – DO TRABALHO ASSALARIADO
D – TODAS ESTÃO CORRETAS
E – TODAS ESTÃO INCORRETAS
A FORMA E O TIPO DE GOVERNO DO EGITO
ANTIGO ERAM:

a – Monarquia autocrática
b – Monarquia teocrática
c – Monarquia constitucional
d – República teocrática
e – Monarquia Tribal
A FORMA E O TIPO DE GOVERNO
DO EGITO ANTIGO ERAM:
a – Monarquia autocrática
b – Monarquia teocrática
c – Monarquia constitucional
d – República teocrática
e – Monarquia Tribal
A história política do Egito antigo dividiu-
se em três fases que são elas;
a) Alto Egito, Baixo Egito e Novo Império
b) Antigo Império, Médio Império e Novo
Império
c) Egito Antigo e Novo Egito
d) Alto Império, Antigo Império e Baixo
Egito
e) Todas estão incorretas
A história política do Egito antigo dividiu-se
em três fases que são elas;
a) Alto Egito, Baixo Egito e Novo Império
b) Antigo Império, Médio Império e Novo
Império
c) Egito Antigo e Novo Egito
d) Alto Império, Antigo Império e Baixo
Egito
e) Todas estão incorretas
A sociedade egípcia era
estratificada através de:
a – castas
b – estamentos
c – classes sociais
d – estratos
e – todas estão incorretas
A sociedade egípcia era
estratificada através de:
a – castas
b – estamentos
c – classes sociais
d – estratos
e – todas estão incorretas
O que caracteriza os estamentos:
a – Não há mobilidade social
b – é um estrato fortemente
escravizado
c – a mobilidade social é difícil, mas
ocorre
d – é uma mistura de sociedade
escravocrata com trabalho assalariado
e – todas estão incorretas
O que caracteriza os estamentos:
a – Não há mobilidade social
b – é um estrato fortemente
escravizado
c – a mobilidade social é difícil, mas
ocorre
d – é uma mistura de sociedade
escravocrata com trabalho assalariado
e – todas estão incorretas
Quais foram os fatores geográfico e humano que
possibilitaram o desenvolvimento da civilização egípcia?
A - A região desértica, o rio Nilo e o enorme
trabalho voluntário
B – O intenso trabalho humano e a região
desértica.
C – O rio Nilo e o trabalho compulsório.
D - O trabalho assalariado, as guerras, o rio Nilo
e o deserto.
E – as terras férteis após as enchentes do rio
Nilo.
Quais foram os fatores geográfico e humano que
possibilitaram o desenvolvimento da civilização
egípcia?
A - A região desértica, o rio Nilo e o enorme
trabalho voluntário
B – O intenso trabalho humano e a região
desértica.
C – O rio Nilo e o trabalho compulsório.
D - O trabalho assalariado, as guerras, o rio Nilo e
o deserto.
E – as terras férteis após as enchentes do rio Nilo.
A respeito da escrita egípcia assinale a resposta
correta:
a – eram 3 tipos de escrita: hieroglífica,
faraônica e escriba
b – a única escrita autêntica era a hieroglífica
(hieróglifo)
c – eram 3 tipos de escrita: hieróglifos, hierática
e demótica
d – era 2 tipos de escrita: a hieroglífica e a
faraônica
e – todas estão incorretas
A respeito da escrita egípcia assinale a resposta
correta:
a – eram 3 tipos de escrita: hieroglífica,
faraônica e escriba
b – a única escrita autêntica era a hieroglífica
(hieróglifo)
c – eram 3 tipos de escrita: hieróglifos, hierática
e demótica
d – era 2 tipos de escrita: a hieroglífica e a
faraônica
e – todas estão incorretas
A respeito da chegada dos hebreus no Egito, assinale
a alternativa correta:
a – ela ocorreu na época da construção das
grandes pirâmides de Gizé
b – ela ocorreu na época do domínio dos
Hicsos
c – ela ocorreu na época da reforma
monoteísta
d – ela ocorreu durante a fase final de
decadência e fim do Egito
e – todas estão incorretas
A respeito da chegada dos hebreus no Egito,
assinale a alternativa correta:
a – ela ocorreu na época da construção das
grandes pirâmides de Gizé
b – ela ocorreu na época do domínio dos
Hicsos
c – ela ocorreu na época da reforma monoteísta
d – ela ocorreu durante a fase final de
decadência e fim do Egito
e – todas estão incorretas
Desde 5000 A.C o Egito era habitado por grupos
humanos oriundos de clãs, chamados de:

a) Cananeus
b) Tebanos
c) Mesopotâmios
d) Semitas
e) Nomos
Desde 5000 A.C o Egito era habitado por grupos
humanos oriundos de clãs, chamados de:

a) Cananeus
b) Tebanos
c) Mesopotâmios
d) Semitas
e) Nomos
O faraó Amenófis IV teve sua história
ligada ao fato conhecido como:
A –Reforma religiosa
B –construção das pirâmides de
Gizé
C –invasão dos hicsos
D - êxodo dos hebreus
E – unificação do Alto e Baixo Egito
O faraó Amenófis IV teve sua história
ligada ao fato conhecido como:
A –Reforma religiosa
B –construção das pirâmides de
Gizé
C –invasão dos hicsos
D - êxodo dos hebreus
E – unificação do Alto e Baixo Egito
A reforma religiosa de Amenófis IV
pretendia:
A –eliminar a influência do judaísmo,
devido a impressão do poder do Deus
hebreu e a nulidade dos deuses egípcios
B –implantar o monoteísmo hebraico
C –implantar o monoteísmo do deus Aton
D – reintroduzir o politeísmo
E – realizar o sincretismo com o judaísmo
A reforma religiosa de Amenófis IV
pretendia:
A –eliminar a influência do judaísmo,
devido a impressão do poder do Deus
hebreu e a nulidade dos deuses egípcios
B –implantar o monoteísmo hebraico
C –implantar o monoteísmo do deus Aton
D – reintroduzir o politeísmo
E – realizar o sincretismo com o judaísmo
Atribui-se como principais causas da
decadência dos três grandes impérios
do Egito antigo:
a – invasões e guerras contra diversos
povos
b – revoltas do povo e lutas internas
c – secas, fome, miséria
d – invasões dos Núbios
e – todas estão incorretas
Atribui-se como principais causas da
decadência dos três grandes impérios
do Egito antigo:
a – invasões e guerras contra diversos
povos
b – revoltas do povo e lutas internas
c – secas, fome, miséria
d – invasões dos Núbios
e – todas estão incorretas
No Egito antigo, quem era o Vizir?
A – o mais poderoso dos sacerdotes
b – era uma espécie de vice
governante
c – era o nomarca mais poderoso
d – era o mais poderoso comandante
do exército
e – todas estão incorretas
No Egito antigo, quem era o Vizir?
A – o mais poderoso dos sacerdotes
b – era uma espécie de vice
governante
c – era o nomarca mais poderoso
d – era o mais poderoso comandante
do exército
e – todas estão incorretas
As pirâmides de Gizé e os diversos monumentos egípcios são
atualmente, atração turística, mas, no passado, significaram
a) o poder que os faraós tinham para obrigar grandes
contingentes populacionais a trabalhar nesses monumentos.
b) a oportunidade de trabalho para grandes contingentes
populacionais de desempregados.
c) a solução para os problemas econômicos, uma vez que os
faraós sacrificavam aos deuses suas riquezas, construindo
templos.
d) a possibilidade de o faraó ordenar a sociedade, obrigando os
desocupados e escravos a trabalharem em obras públicas, as
quais engrandeciam o próprio Egito.
e) o modelo escravista que predominava no Egito, obrigando um
enorme contingente de escravos a trabalhar nessas imensas
obras.
As pirâmides de Gizé e os diversos monumentos egípcios são
atualmente, atração turística, mas, no passado, significaram
a) o poder que os faraós tinham para obrigar grandes
contingentes populacionais a trabalhar nesses
monumentos.
b) a oportunidade de trabalho para grandes contingentes
populacionais de desempregados.
c) a solução para os problemas econômicos, uma vez que os
faraós sacrificavam aos deuses suas riquezas, construindo
templos.
d) a possibilidade de o faraó ordenar a sociedade, obrigando os
desocupados e escravos a trabalharem em obras públicas, as
quais engrandeciam o próprio Egito.
e) o modelo escravista que predominava no Egito, obrigando um
enorme contingente de escravos a trabalhar nessas imensas
O filme “300” nos dá uma ideia de como era o militarismo da sociedade espartana. Portanto,
acerca desta sociedade, podemos destacar que:
A) os espartanos nos primeiros anos de sua educação já iniciavam os
treinamentos militares e não valorizavam questões éticas e morais
para sua formação como guerreiro.
B) Sua educação valorizava acima de tudo as questões morais e
poéticas na formação de seus soldados. Até os vinte anos de idade, os
jovens estudavam música, teatro e poesia. Os treinamentos militares
só tinham início após os vinte e um anos de idade.
C) a educação era igual para os meninos e meninas, os quais eram
educados para serem bons administradores e filósofos, pois o ideal
para o cidadão espartano era a formação de uma pessoa letrada e
politizada.
D) Usavam a eugenia: ao nascer, a crianças consideradas não
saudáveis eram descartadas. Havia, assim, uma seleção de espécies,
onde os considerados mais “fracos” não sobreviviam.
E) todas estão incorretas
O filme “300” nos dá uma ideia de como era o militarismo da sociedade espartana. Portanto,
acerca desta sociedade, podemos destacar que:
A) os espartanos nos primeiros anos de sua educação já iniciavam os
treinamentos militares e não valorizavam questões éticas e morais para sua
formação como guerreiro.
B) Sua educação valorizava acima de tudo as questões morais e poéticas na
formação de seus soldados. Até os vinte anos de idade, os jovens estudavam
música, teatro e poesia. Os treinamentos militares só tinham início após os vinte
e um anos de idade.
C) a educação era igual para os meninos e meninas, os quais eram educados
para serem bons administradores e filósofos, pois o ideal para o cidadão
espartano era a formação de uma pessoa letrada e politizada.
D) Usavam a eugenia: ao nascer, a crianças consideradas
não saudáveis eram descartadas. Havia, assim, uma
seleção de espécies, onde os considerados mais “fracos”
não sobreviviam.
E) todas estão incorretas
A causa da Primeira Diáspora grega foi:
a) a infertilidade do solo levou o povo a buscar outros
lugares para sobreviver.
b) a fundação das cidades-estados, as quais
assustaram o povo grego com uma possível rebelião
da nobreza contra o imperador.
c) as constantes invasões, principalmente dos dórios.
d) a concentração de terra na mão de poucas
famílias, dificultando a vida da maioria da população
pobre.
e) Nenhuma das anteriores
A causa da Primeira Diáspora grega foi:
a) a infertilidade do solo levou o povo a buscar outros
lugares para sobreviver.
b) a fundação das cidades-estados, as quais
assustaram o povo grego com uma possível rebelião
da nobreza contra o imperador.
c) as constantes invasões, principalmente dos dórios.
d) a concentração de terra na mão de poucas
famílias, dificultando a vida da maioria da população
pobre.
e) Nenhuma das anteriores
ASSINALE V PARA VERDADEIRO E F PARA FALSO:

( ) A primeira diáspora grega foi causada


pela invasão dos dórios.
( ) As cidades-Estados gregas não eram
politicamente autônomas.
ASSINALE V PARA VERDADEIRO E F PARA FALSO:

( V ) A primeira diáspora grega foi


causada pela invasão dos dórios.
( F ) As cidades-Estados gregas não eram
politicamente autônomas.
ASSINALE V PARA VERDADEIRO E F PARA FALSO:
( ) Durante as olimpíadas, as cidades que estivessem em
guerra, não paravam para participar dos jogos.
( ) Xerxes não enviou arautos a Atenas e a Esparta para
exigir a submissão dessas cidades. Dario os tinha enviado
anteriormente com esse fim, mas os atenienses os haviam
lançado no Báratro enquanto que os lacedemônios
atiraram-nos num poço.
( ) Espértias e Bulis, espartanos de alta linhagem,
ofereceram-se para sofrer o castigo que Xerxes, filho de
Dario, quisesse impor-lhe pela morte dos arautos enviados
a Esparta.
ASSINALE V PARA VERDADEIRO E F PARA FALSO:
( F ) Durante as olimpíadas, as cidades que estivessem em
guerra, não paravam para participar dos jogos.
( V ) Xerxes não enviou arautos a Atenas e a Esparta para
exigir a submissão dessas cidades. Dario os tinha enviado
anteriormente com esse fim, mas os atenienses os haviam
lançado no Báratro enquanto que os lacedemônios
atiraram-nos num poço.
( V ) Espértias e Bulis, espartanos de alta linhagem,
ofereceram-se para sofrer o castigo que Xerxes, filho de
Dario, quisesse impor-lhe pela morte dos arautos enviados
a Esparta.
( ) As atitudes dos atenienses e
espartanos, matando os arautos, revelam
por que os persas chamavam os gregos de
“os bárbaros da Antiguidade Clássica”.
( ) Heródoto demonstra que a
inviolabilidade dos arautos era um
costume político compartilhado por
gregos e persas.
( F) As atitudes dos atenienses e
espartanos, matando os arautos, revelam
por que os persas chamavam os gregos de
“os bárbaros da Antiguidade Clássica”.
( V) Heródoto demonstra que a
inviolabilidade dos arautos era um
costume político compartilhado por
gregos e persas.
"Usamos a riqueza mais como uma oportunidade para agir que como um motivo de vanglória;
entre nós não há vergonha na pobreza, mas a maior vergonha é não fazer o possível para
evitá-la... olhamos o homem alheio às atividades públicas não como alguém que cuida
apenas de seus próprios interesses, mas como um inútil... decidimos as questões públicas
por nós mesmos, ou pelo menos nos esforçamos por compreendê-las claramente, na crença
de que não é o debate que é o empecilho à ação, e sim o fato de não se estar esclarecido pelo
debate antes de chegar a hora da ação".
Esta passagem de um discurso de Péricles expressa:
a) a admiração pela frugalidade e pela pobreza que caracterizou Atenas
durante a fase democrática
b) os valores ético-militares que caracterizaram a vida política espartana em
toda a sua história.
c) os valores ético-políticos que caracterizam a democracia ateniense no
período clássico.
d) o desprezo que a aristocracia espartana devotou ao luxo e à riqueza ao
longo de toda a sua história.
e) os valores ético-políticos de todas as cidades gregas, independentemente
de sua forma de governo.
"Usamos a riqueza mais como uma oportunidade para agir que como um motivo de vanglória;
entre nós não há vergonha na pobreza, mas a maior vergonha é não fazer o possível para
evitá-la... olhamos o homem alheio às atividades públicas não como alguém que cuida
apenas de seus próprios interesses, mas como um inútil... decidimos as questões públicas
por nós mesmos, ou pelo menos nos esforçamos por compreendê-las claramente, na crença
de que não é o debate que é o empecilho à ação, e sim o fato de não se estar esclarecido pelo
debate antes de chegar a hora da ação".
Esta passagem de um discurso de Péricles expressa:
a) a admiração pela frugalidade e pela pobreza que caracterizou Atenas
durante a fase democrática
b) os valores ético-militares que caracterizaram a vida política espartana em
toda a sua história.
c) os valores ético-políticos que caracterizam a democracia
ateniense no período clássico.
d) o desprezo que a aristocracia espartana devotou ao luxo e à riqueza ao
longo de toda a sua história.
e) os valores ético-políticos de todas as cidades gregas, independentemente
de sua forma de governo.
São fontes indispensáveis para o conhecimento
da formação da civilização grega os poemas
"Ilíada" e "Odisseia“. Seus versos tratam,
sobretudo, de episódios e consequências
relacionadas com a seguinte alternativa:
a) o domínio do fogo ofertado aos homens por
Prometeu;
b) a longa guerra contra a cidade de Tróia;
c) a implantação da democracia em Atenas;
d) os combates e batalhas da Guerra do
Peloponeso;
e) a conquista da Grécia pelas tropas romanas.
São fontes indispensáveis para o conhecimento
da formação da civilização grega os poemas
"Ilíada" e "Odisseia“. Seus versos tratam,
sobretudo, de episódios e consequências
relacionadas com a seguinte alternativa:
a) o domínio do fogo ofertado aos homens por
Prometeu;
b) a longa guerra contra a cidade de Tróia;
c) a implantação da democracia em Atenas;
d) os combates e batalhas da Guerra do
Peloponeso;
e) a conquista da Grécia pelas tropas romanas.
Qual o papel social dos hilotas em Esparta ?
a) Cidadãos, com todas as funções políticas,
dedicados principalmente às tarefas militares.
b) Estrangeiros, geralmente comerciantes e artesãos,
sem participação política.
c) Escravos, em geral trabalhadores braçais, sem
direitos políticos reconhecidos.
d) Governantes de Esparta nos períodos de guerra e
líderes nas Assembleias Gerais dos cidadãos.
e) Responsáveis pelas tarefas religiosas e membros
da Assembleia de Anciãos.
Qual o papel social dos hilotas em Esparta ?
a) Cidadãos, com todas as funções políticas,
dedicados principalmente às tarefas militares.
b) Estrangeiros, geralmente comerciantes e artesãos,
sem participação política.
c) Escravos, em geral trabalhadores braçais,
sem direitos políticos reconhecidos.
d) Governantes de Esparta nos períodos de guerra e
líderes nas Assembleias Gerais dos cidadãos.
e) Responsáveis pelas tarefas religiosas e membros
da Assembleia de Anciãos.
Esparta apresentou um desenvolvimento histórico distinto da
maioria das cidades-gregas, pois:
a) Formou-se a partir de um governo conservador e assumiu um
sistema político democrático, com a participação de todos os
cidadãos.
b) Organizou-se na forma de governo oligárquico, cujo objetivo
principal era preservar os interesses da aristocracia.
c) Transitou de um governo monárquico para o regime de tirania, o
que proporcionou uma política de equilíbrio entre as camadas
sociais.
d) Assumiu a forma republicana de governo, sem possibilidade de
ascensão dos grupos sociais.
e) Caracterizou-se por um governo autocrático, no qual o grupo
dirigente reunia poderes temporais e espirituais.
Esparta apresentou um desenvolvimento histórico distinto
da maioria das cidades-gregas, pois:
a) Formou-se a partir de um governo conservador e
assumiu um sistema político democrático, com a
participação de todos os cidadãos.
b) Organizou-se na forma de governo oligárquico, cujo
objetivo principal era preservar os interesses da
aristocracia.
c) Transitou de um governo monárquico para o regime de
tirania, o que proporcionou uma política de equilíbrio
entre as camadas sociais.
d) Assumiu a forma republicana de governo, sem
possibilidade de ascensão dos grupos sociais.
e) Caracterizou-se por um governo autocrático, no qual o
02. Comparando-se a educação ateniense com a
espartana, conclui-se que:
a) Os atenienses valorizavam a formação intelectual e
física do homem, enquanto os espartanos, o militarismo.
b) As relações democráticas em Atenas possibilitavam
que muitas mulheres se destacassem na sociedade.
c) Em Atenas desenvolveu-se o laconismo e em Esparta a
xenofobia.
d) Os espartanos valorizavam o militarismo e o
desenvolvimento da cidadania.
e) O desenvolvimento intelectual ateniense permitiu a
instituição da democracia e o fim da escravidão.
02. Comparando-se a educação ateniense com a espartana,
conclui-se que:
a) Os atenienses valorizavam a formação
intelectual e física do homem, enquanto os
espartanos, o militarismo.
b) As relações democráticas em Atenas possibilitavam que muitas
mulheres se destacassem na sociedade.
c) Em Atenas desenvolveu-se o laconismo e em Esparta a
xenofobia.
d) Os espartanos valorizavam o militarismo e o desenvolvimento
da cidadania.
e) O desenvolvimento intelectual ateniense permitiu a instituição
da democracia e o fim da escravidão.
O QUE É O LACONISMO?
A – é um modo longo e prolixo de falar ou de
escrever.
B - é um modo breve ou conciso de falar ou de
escrever.
C – é um modo particular e difícil de se
comunicar
D – é a dificuldade que algumas pessoas tem
de parar de falar.
E – todas estão incorretas
O QUE ERA É LACONISMO?
A – é um modo longo e prolixo de falar ou de
escrever.
B - é um modo breve ou conciso de
falar ou de escrever.
C – é um modo particular e difícil de se
comunicar
D – é a dificuldade que algumas pessoas tem
de parar de falar.
E – todas estão incorretas
Pólis

Trirreme
10
7
Pólis 5
1
6
12
9

16
4
14 Pólis

11
2
Trirreme 15
8
3
13
Os espartanos se utilizaram o laconismo e da xenofobia para
reforçar o status quo e evitar mudanças, preservando:

a) Um sistema social no qual a mulher não possuía


nenhuma função de destaque.
b) A distância sócia econômica, permanecendo o perieco
como escravo, e o esparciata como intelectual.
c) A estrutura política que garantia o direito do voto para
que todos não fossem escravos.
d) Os limites territoriais da cidade, que fora ameaçado
pelo expansionismo persa.
e) Os privilégios da elite militar, que controlava as terras
férteis, consideradas propriedades estatais.
Os espartanos se utilizaram o laconismo e da xenofobia para
reforçar o status quo e evitar mudanças
preservando:

a) Um sistema social no qual a mulher não possuía nenhuma


função de destaque.
b) A distância sócia econômica, permanecendo o perieco como
escravo, e o esparciata como intelectual.
c) A estrutura política que garantia o direito do voto para que
todos não fossem escravos.
d) Os limites territoriais da cidade, que fora ameaçado pelo
expansionismo persa.
e) Os privilégios da elite militar, que controlava as
terras férteis, consideradas propriedades estatais.
O principal objetivo da Segunda Diáspora grega (VIII-
VI a.C.) foi:
a) solucionar o problema da concentração da
propriedade territorial;
b) conter os conflitos separatistas emergentes nas
colônias;
c) solucionar o problema comercial entre as
diferentes cidades-estado e as colônias;
d) incentivar o comércio Oriente/Ocidente;
e) constituir áreas de trabalho no campo que
garantissem o abastecimento de trigo na Grécia
O principal objetivo da Segunda Diáspora grega (VIII-
VI a.C.) foi:
a) solucionar o problema da concentração
da propriedade territorial;
b) conter os conflitos separatistas emergentes nas
colônias;
c) solucionar o problema comercial entre as
diferentes cidades-estado e as colônias;
d) incentivar o comércio Oriente/Ocidente;
e) constituir áreas de trabalho no campo que
garantissem o abastecimento de trigo na Grécia
Atenas foi o berço da democracia. Sobre a democracia ateniense, é CORRETO
afirmar que:
a) Os representantes eleitos pelo povo se reuniam uma vez por ano
na Ágora e deliberavam sobre os mais variados assuntos.
b) Apenas homens atenienses filhos de pais atenienses eram
cidadãos e participavam diretamente das decisões tomadas na
Cidade-Estado.
c) Os estrangeiros e mulheres maiores de 21 anos podiam participar
livremente das decisões tomadas nas assembleias da Cidade-
Estado.
d) Era erroneamente chamado de democrático pois negava a
existência de representantes eleitos pelo povo.
e) A inexistência de escravos em Atenas levava a uma participação
quase total da população da Cidade-Estado na política.
Atenas foi o berço da democracia. Sobre a democracia ateniense, é CORRETO
afirmar que:
a) Os representantes eleitos pelo povo se reuniam uma vez por ano
na Ágora e deliberavam sobre os mais variados assuntos.
b) Apenas homens atenienses filhos de pais
atenienses eram cidadãos e participavam
diretamente das decisões tomadas na Cidade-
Estado.
c) Os estrangeiros e mulheres maiores de 21 anos podiam participar
livremente das decisões tomadas nas assembleias da Cidade-
Estado.
d) Era erroneamente chamado de democrático pois negava a
existência de representantes eleitos pelo povo.
e) A inexistência de escravos em Atenas levava a uma participação
quase total da população da Cidade-Estado na política.
Na Pólis grega o trabalhador escravo esteve na origem das
grandes realizações, podendo-se afirmar que:
a) participavam da vida política, respectivamente da Bulé e
do Senado.
b) Pertenciam exclusivamente aos cidadãos e realizavam
assembleias onde defendiam seus direitos.
c) a fonte principal de abastecimento de escravos era o
comércio com as tribos africanas.
d) a invasão dos macedônios e as guerras de expansão
romanas determinaram o fim da escravidão grega.
e) a maior parte da produção tinha por base a força de
trabalho de escravos obtidos por guerra ou por dívidas.
Na Pólis grega o trabalhador escravo esteve na origem das
grandes realizações, podendo-se afirmar que:
a) participavam da vida política, respectivamente da Bulé e
do Senado.
b) Pertenciam exclusivamente aos cidadãos e realizavam
assembleias onde defendiam seus direitos.
c) a fonte principal de abastecimento de escravos era o
comércio com as tribos africanas.
d) a invasão dos macedônios e as guerras de expansão
romanas determinaram o fim da escravidão grega.
e) a maior parte da produção tinha por base a força
de trabalho de escravos obtidos por guerra ou por
dívidas.
A respeito da "Liga de Delos", que seria a base do
imperialismo ateniense, podemos dizer corretamente:
a) Era uma aliança de cidades gregas e persas contra a
expansão macedônica
b) Lideradas por Atenas, pretendia libertar as cidades
gregas dominadas por Esparta.
c) Surgiu de um processo de sujeição exercido por Atenas
sobre as demais cidades da Liga.
d) Era uma espécie de aliança militar, que previa
autonomia para seus participantes, reservando à Atenas
o comando das operações
e) Mesmo sendo liderada por Atenas, Esparta apresenta
grande influência sobre ela.
A respeito da "Liga de Delos", que seria a base do
imperialismo ateniense, podemos dizer corretamente:
a) Era uma aliança de cidades gregas e persas contra a
expansão macedônica
b) Lideradas por Atenas, pretendia libertar as cidades
gregas dominadas por Esparta.
c) Surgiu de um processo de sujeição exercido por Atenas
sobre as demais cidades da Liga.
d) Era uma espécie de aliança militar, que
previa autonomia para seus participantes,
reservando à Atenas o comando das operações
e) Mesmo sendo liderada por Atenas, Esparta apresenta
grande influência sobre ela.
I – Governo de poucos, geralmente dos que eram donos de
terras;
II – Governo de um homem que assumia o poder pela
força, geralmente apoiado pela aristocracia;
III – Sistema em que todos os cidadãos tomavam parte na
elaboração das leis. Mulheres, estrangeiros e escravos
não eram considerados cidadãos.
A PARTIR DAS CITAÇÕES ACIMA, ASSINALE A
ALTERNATIVA CORRETA:
A – II e III correspondem à Tirania e Oligarquia
B – I e III correspondem à Democracia e Monarquia
C – I e III correspondem à Oligarquia e à Democracia
D – II e III correspondem à Aristocracia e Tirania.
I – Governo de poucos, geralmente dos que eram donos de terras;
II – Governo de um homem que assumia o poder pela força,
geralmente apoiado pela aristocracia;
III – Sistema em que todos os cidadãos tomavam parte na
elaboração das leis. Mulheres, estrangeiros e escravos não eram
considerados cidadãos.

A PARTIR DAS CITAÇÕES ACIMA, ASSINALE A ALTERNATIVA


CORRETA:
A – II e III correspondem à Tirania e Oligarquia
B – I e III correspondem à Democracia e Monarquia
C – I e III correspondem à Oligarquia e à
Democracia
D – II e III correspondem à Aristocracia e Tirania.