Você está na página 1de 36

Imunidade e controlo de

doenças
O organismo de um ser humano possui cerca de 100 biliões de
microrganismos.

O ser humano está constantemente a contactar com uma grande


variedade de agentes químicos e biológicos, alguns deles
agressivos e prejudiciais.
Bactérias, vírus, fungos, protozoários, animais parasitas ---- provocam
doenças infeciosas
microrganismo doença
Bactéria Borrelia burgdorferi Doença de Lyme ou “febre da carraça”

 Vírus Flavivirus sp Dengue (transmitido por algumas sp de mosquito)

Vírus H1N1 Gripe aviária


2006

2009 Gripe A

Em 2013 foi confirmado,


laboratorialmente, mais um surto
de gripe humana com o vírus de Gripe humana
gripe A (H7N9)

Bactéria Listeria monocytogenes septicémia e/ou infeções meníngeas


(alimentos contaminados: saladas, patés, queijos,
leite pasteurizado, camarões e manteiga)

Fungo Candida albicans  candidíase oral e vaginal


De quem temos de nos defender?
Priões (proteinaceous infectious particles)

PrPc: proteínas priónicas – presentes no sistema nervoso

Os priões são capazes de provocar a alteração da conformação de PrPc


normais, transformando-as noutros priões. Este processo gera uma reação em
cadeia que produz mais e mais priões. A forma como isso ocorre ainda não
está clara para os cientistas.

Acredita-se que a doença das vacas loucas, seja uma doença provocada por
priões. Esta doença também é conhecida como encefalopatia espongiforme
bovina EEB).

Acredita-se que a EEB esteja ligada a uma variação de uma doença


degenerativa do sistema nervoso humano, chamada de doença de
Creutzeldt-Jakob .
Vírus
- Acelulares

- DNA ou RNA

- Cápside (camada proteica)

- por vezes, possuem algumas enzimas ou outras proteínas


- alguns possuem involucro externo, semelhante a membrana, produzido
pela célula hospedeira

- Parasitas intracelulares obrigatórios


(para se multiplicarem necessitam
de uma célula hospedeira)
Vírus
Vírus
Bactérias
Bactérias
Bactérias

- Células procarióticas

- DNA, disperso no citoplasma

- Ribossomas

- Parede celular, além da membrana plasmática

- algumas possuem plasmídeos (anéis de DNA, com


genes acessórios)
- a maioria das bactérias patogénicas possui uma
cápsula, externamente à parede
Modo de ação:

Algumas bactérias podem invadir o citoplasma das células,


onde se alimentam e multiplicam, conduzindo à destruição
das células hospedeiras.

Outras bactérias produzem toxinas, cuja toxicidade provoca a


alteração do metabolismo normal das células ou a sua morte.
Trabalho experimental

Há bactérias nos nossos dedos? E numa moeda ou num lápis?

Relembra alguma terminologia associada


ao trabalho experimental:

Variável controlada experimentalmente (independente)


Variável em estudo (dependente)
Réplica

Elabora um protocolo experimental que te permita responder à questão inicial.

p.138
Resposta imunitária

Conjunto de processos que permite ao organismo

reconhecer a presença de substâncias estranhas

ou anormais, de forma a que sejam neutralizadas

e eliminadas.
Sistema imunitário:
-Órgãos e tecidos linfóides
primários - onde se produzem e diferenciam os leucócitos (timo e
medula óssea)
secundários - envolvidos na captura e destruição de agentes
agressores externos (adenoides, amígdalas, baço, apêndice,
gânglios linfáticos)

-Vasos linfáticos

-Células efetoras (leucócitos, macrófagos e plasmócitos)


SISTEMA LINFÁTICO

Adenóides
Amígdalas
Gânglios linfáticos
Timo

Vasos linfáticos

Placas de Peyer

Baço
Apêndice

Medula
- Primários vermelha do
- Secundários osso
SISTEMA LINFÁTICO
SISTEMA LINFÁTICO

Timo

Apêndice

- http://www.tvenfermagem.com/tv/index.php?
option=com_content&view=article&id=706%3Asistema-linfatico&catid=9%3Aeducacao-para-
a-saude&Itemid=44
Linfa intersticial
Linfa circulante

Principal função:
transporte e defesa.
A linfa transporta
leucócitos, plaquetas,
nutrientes simples e outras
substâncias dissolvidas em
suspensão, dos tecidos
para o sangue.
SISTEMA LINFÁTICO
SISTEMA LINFÁTICO
Gânglios ou nódulos linfáticos
SISTEMA LINFÁTICO
Qual é a relação entre os sistemas cardiovascular e linfático?

Capilares Espaços Capilares Veias


sanguíneos intersticiais linfáticos linfáticas

Canal
Vasos Junção da veia jugular
torácico esquerda com veia
linfáticos
principais subclávia esquerda
Canal
Junção da veia jugular
linfático direita com veia
direito subclávia direita
SISTEMA LINFÁTICO
Os leucócitos são células efetoras do sistema imunitário.

Granulócitos: neutrófilos, eosinófilos e basófilos


Agranulócitos: monócitos e linfócitos
Leucócitos
Leucócitos
Leucócitos
Leucócitos

Células NK (natural killer cells)


Leucócitos
Trabalho laboratorial

Preparações definitivas de sangue humano

Observação e distinção de leucócitos