Você está na página 1de 16

SEGURANÇA NO

MANUSEIO DE PRODUTOS
QUÍMICOS
INTRODUÇÃO – Produtos
Químicos
• A química x vida cotidiana;
• Existência de aproximadamente
156.000 produtos químicos de uso
comum;
• A cada ano se descobre em torno de
2.000 novos produtos;
• Apenas 1.500 produtos em média são
conhecidas as informações
toxicológicas e epidemiológicas.
CONCEITOS
• CONTAMINANTES • RISCOS QUÍMICOS:
QUÍMICOS: Potencialidade exclusiva
Toda substância orgânica de cada contaminante
ou inorgânica, natural químico em gerar
ou sintética, que
durante a fabricação, patologias no
manuseio, transporte, trabalhador exposto.
armazenamento ou
uso, pode incorporar-se
no ambiente em forma
específica.
CARACTERÍSTICAS DOS AGENTES
QUÍMICOS
A g e n t e s Q u í m ic o s
N a fo r m a d e :

G ases V a p o re s P o e ir a s Fum os Fum aça N é voas N e b lin a

F lu id o s a m o r fo s Fase gasosa de um P a r t í c u la s s ó lid a s P r t í c u la s s ó lid a s P a r t í c u la s s ó lid a s C o n d e n s a ç ã o d e v a p o re s C ondensação


p r o d u t o s ó lid o c o n d e n s a ç ã o d e m e t a is C o m b u s t ã o in c o m p le t a de
ou v a p o re s
lí q u id o

EFEITOS NO ORGANISMO HUMANO:


 Irritantes – do trato respiratório superior e tecido pulmonar;
Pneumoconióticos;
 Alergênicos;
Tóxicos sistêmicos;
Asfixiantes – simples e químicos
Anestésicos e narcóticos;
Produtores de dermatose.
Cancerígenos;
Mutagênicos;
Teratogênicos;
VIAS DE PENETRAÇÃO DOS
CONTAMINANTES QUÍMICOS
 Respiratória – nariz, boca, laringe, brônquios, bronquíolos, alvéolos
pulmonares.
 Dérmica;
 Parenteral – Lesão;
 Digestiva;
TEMPO DE EXPOSIÇÃO

NATUREZA DO
AGENTE E SENSIBILIDADE
CONCENTRAÇÃO INDIVIDUAL
EFEITOS BIOLÓGICOS DOS
PRODUTOS QUÍMICOS

• Fatores que interferem nos efeitos


tóxicos:
 Sexo;
 Consumo de álcool;
 Uso de drogas;
 Sinergismo – asbesto x fumos, ruído x
solventes).
SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO –
DIAMENTE DE HOMMEL.
 Losango azul – saúde;
 Losango vermelho –
COR inflamabilidade;
 Losango amarelo –
reatividade;
I ox
ACID  Losango branco –
informações especiais.
w Obs.: Losango
preenchido com
números de 0 à 4
conforme grau de
risco em questão.
SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO DE
RISCOS
Grau Risco a saúde Inflamabilidade Reatividade
(VERMELHO) (AMARELO)
(AZUL)
0 Não apresentam Não pegam fogo Substâncias estáveis
problemas à saúde
1 Causam irritação – Pegam fogo ao serem Estáveis, porém se alteram
aquecidos decorrente da pressão e
risco a saúde. temperatura

2 Causa incapacidade Pegam fogo a alta Sozinhas são estáveis, porém


temporária dependendo reagem em contato com água.
temperatura.
da exposição
3 Causam danos Sub. que entram em Detonam ou explodem em
temporários ou ignição em condições contato com a água.
residuais, mesmo em normais de temperatura.
curtas exposições
4 Sub. extremamente Sub. altamente voláteis e Sub. que sozinhas são capazes
perigosas que entram em de rápida detonação ou
combustão explosão
ANÁLISE DE RISCO
Visa fornecer os subsídios necessários para execução
segura dos trabalhos envolvendo produtos químicos.

• FISPQ (MSDS): • FICHA DE


 Identificação do produto; EMERGÊNCIA
 Limites de exposição  Nome do produto;
ocupacional;
 Dados físicos e químicos;  Aspecto;
 Informações sobre fogo e  Fogo;
explosão;  Saúde;
 Dados de reatividade;
 Meio Ambiente.
 Riscos a saúde;
 Dados sobre o Meio
Ambiente;
 Etc...
ITENS DE OBSERVÂNCIA NO USO
DE PRODUTOS QUÍMICOS
 Os produtos químicos extremamente voláteis deverão ser
manuseados em capela ou em local devidamente
ventilado e com uso de respirador adequado;
 Observar os rótulos dos recipientes;
 Verificar se os chuveiros-lava olhos de emergência estão
funcionando.
 Não armazenar produtos químicos por ordem alfabética
respeitando a incompatibilidade dos produtos;
 Respeitar as sinalizações do ambiente;
 Utilizar os EPI’s específicos conforme a FISPQ;
 Respeitar todas informações contidas na FISPQ, na falta
desta procurar orientação com o técnico de segurança da
área ou superior imediato.
APLICAÇÃO DE QUÍMICOS NA
CELULOSE

• Cloro – Aplicação : Branqueamento


 Riscos: Tóxico Venenoso;
 Poluição: Ar - severo; água - moderado;
 Inflamável - não inflamável porém em
contato com a água se torna corrosivo.
 Saúde - Asfixiante.
APLICAÇÃO DE QUÍMICOS NA
CELULOSE
• Hidróxido de Sódio
 Riscos: Queimaduras;
 Poluição: solo e água - eleva
alcalinidade;
 Não é inflamável;
 Saúde - Queimadura por contato.
APLICAÇÃO DE QUÍMICOS NA
CELULOSE
• Oxigênio
Aplicação : Branqueamento (extração)
 Riscos: Queimadura e explosão;
 Saúde - Queimadura por contato.

•ANTI-ESPUMANTE
•RISCO: DERMATITE/DERMATOSE POR
CONTATO DIRETO.
APLICAÇÃO DE QUÍMICOS NA
CELULOSE
• Peróxido de Hidrogênio - Água Oxigenada
Riscos: é incompatível com materiais inflamáveis
ou combustíveis (perigo de incêndio/explosão)
Saúde - Irritação e queimadura em contato com o
qualquer parte do organismo.
APLICAÇÃO DE QUÍMICOS NA
CELULOSE

HIPOCLORITO DE SÓDIO
•SAÚDE: CAUSA QUEIMADURAS GRAVES
E IRRITAÇÃO;

ANTRAQUINONA
•RISCOS: FORMA NÉVOAS INFLAMÁVEIS.
•SAÚDE: IRRITANTE EM CONTATO COM
QUALQUER PARTE DO ORGANISMO.
Segurança no manuseio de
produtos químicos
• Todas as substâncias são venenosas. Não
há uma que não seja. A dose certa é que
diferencia um veneno de um remédio.
“Paracelsus”
Bibliografia:
 Segurança do Trabalho – Senac;
 Higiene Ocupacional - Modulo agentes químicos – técnologia em higiene
ocupacional.
 Centro de pesquisa e desenvolvimento – Unicamp .