P. 1
A importância da vida afetiva

A importância da vida afetiva

|Views: 6|Likes:
Publicado porLara Da Silva Souza

More info:

Published by: Lara Da Silva Souza on Jul 23, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/08/2014

pdf

text

original

A importância da vida afetiva São os nossos afetos que dão um colorido especial a conduta de cada um de nos e a nossas vidas

. Eles se expressam nos desejos, sonhos, fantasias, expectativas, nas palavras, nos gestos, nos que fazemos e no que pensamos, é o que nos faz viver. Os afetos podem ser duradouros ou passageiros. Por que os psicólogos precisam falar da afetividade? Porque ela é a parte integrante de nossa subjetividade. Nossas excreções não podem ser compreendidas, se não considerarmos os afetos que as acompanham. E, mesmo os pensamentos e as fantasias aquilo que fica contido em nos, só tem sentido se sabemos o afeto que as acompanham. O psicólogo em seu trabalho, não pode deixar de lado esse aspecto constitutivo da subjetividade, a vida afetiva e estudar apenas a vida cognitiva e racional do indivíduos. Por isso que os afetos são importante para os psicólogos. O estudo da vida afetiva O estudo da razão no interesse dos homens, principalmente na ciência, pois os afetos tem sido vistos como deformadores do conhecimento objetivo. Mesmo na psicologia não são todas as teorias que consideram a importância da vida afetiva, tendo, muitas delas, priorizado apenas o estudo da cognição, das funções intelectuais. Consideramos estudar apenas alguns aspectos do homem é considerá-lo como um ser fragmentado, correndo-se o risco de deixar de analisar aspectos importantes.A vida afetiva, ou os afetos, abarca muitos estados pertencentes a gama do prazer e desprazer, como por exemplo, a angustia em seus diferentes aspectos, a dor, o luto, a despersonalização, os afetos que sustentam o temor de aniquilamento e afaniase, isto é o desaparecimento do desejo sexual. Ao procuráramos entender a vida afetiva, ou afetos é importante adotarmos a terminologia adequada por tratar-se de uma área repleta de nuances. Na fida afetiva temos dois termos usados: a emoção, estado agudo e transitório exemplo a ira e o sentimento, estado mais atenuado e durável exemplo a gratidão e a lealdade. Os afetos Os afetos podem ser produzidos fora do individuo, isto é, a partir de um estimulo externo do meio físico ou social ao qual se atribui um significado com tonalidade afetiva agradável ou desagradável. O prazer e a dor são as matrizes psíquica são as matrizes psíquicas dos afetos ou constituem em afetos originais. Entre eles existem os dois afetos que constituem a vida afetivas: o amor e o ódio, que estão sempre presentes na vida psíquica que são associados a fantasias, sonhos que se expressam de diferentes modos. Os afetos nos ajudam a avaliar as situações, servem de critério de valores positivos e negativos para a situações de nossas vidas e que também preparam as nossas ações participando ativamente das percepções que temos para planejamento de nossas reações.

menos explosivos e por não virem acompanhados de reações orgânicas intensas. através da linguagem. As emoções são muitas: surpresa. desprezo. ora mais conscientes. consideramos sentimentos isto é consideração do mesmo afeto básico.de nossas emoções. ou seja as reações orgânicas. aos afetos básicos de amor e ódio. Os sentimentos Os sentimentos diferem das emoções por serem mais duradouros. cardiorepiratorios.nojo. paixão. atração física são muito mais difusas. tremor. As emoções As emoções são expressões afetivas acompanhadas de reações intensas e breves do organismo.medo.Os afetos também tem outras características. amizade. Nas emoções é possível observar uma relação entre os afetos e a organização corporal. As emoções e os sentimentos são como alimentos de nossos psiquismo e estão presentes a todas manifestações de nossas vidas.com. raiva.br/a-intervencao-psicologica-no-hospital/35/ . expressando.assim consideramos a paixão uma emoção os enamora mento. Precisamos deles por que dão cor e sabor a nossas vidas e nos ajudam em nossas decisões Link http://www. alegria. estão ligados também sexualidade. vergonha.as modificações que ocorrem no organismo como um distúrbio gastrointestinais. sudorese. ternura. em resposta a um acontecimento inesperado ou as vezes a um acontecimento muito aguardado .psicologiananet. tristeza. amor. As emoções por estarem ligadas diretamente a vida afetiva. eles estão ligados a contraciencia o que nos permite dizer ao outro o que sentimos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->