Você está na página 1de 4

ROTINAS DE LIMPEZA E DESINFECÇÃO PARA AGENTES BIOLÓGICOS

(rotina de biosegurança)
Procedimentos para Limpeza:

1.1 Limpeza de Bancadas:


A pessoa encarregada pela limpeza deve perguntar à alguém do setor se o material
sobre a bancada pode ser removido. Após a autorização, remover o material para o lado,
deixando a área livre. Passar uma esponja embebida em água e sabão, friccionando toda a
área. Em seguida passar uma flanela úmida sobre a superfície para retirar o excesso, depois
passar pano embebido em álcool 70%.

1.2 Limpeza do Piso Dentro dos Laboratórios


Nunca varrer o piso. Passar um pano úmido para retirada de qualquer material que
tenha caído no piso, em seguida passar novamente o pano embebido em hipoclorito de sódio à
0,1%, friccionando-o para remover qualquer resíduo.

1.3 Limpeza de escadas, corredores ou áreas Administrativas fora dos


Laboratórios
Varrer o local com vassoura de pêlo ou vassoura tipo MOP-Pó, em seguida passar
um pano embebido com hipoclorito de sódio à 0,1% friccionando-o para remover resíduos.
Duas vezes por semana lavar as escadas com uma esponja embebida em água e sabão neutro,
friccionando, depois passar um pano úmido e limpo para retirar o excesso. Uma vez por mês
encerar as áreas de piso duro com cera líquida e seladora, após a remoção da antiga cera
impermeabilizadora. Cso hajam áreas acarpetadas, aspirar diariamente com aspirador de pó.

1.4 Limpeza dos telefones, teclados e maçanetas


Passar um pano embebido em água e sabão, friccionando levemente, em seguida,
passar uma flanela limpa e úmida sobre a superfície para retirar o excesso, depois passar pano
embebido em álcool 70%.

1.5 Limpeza de cadeiras


Passar pano embebido em água e sabão, em seguida passar uma flanela úmida para
retirar o excesso.

1.6 Limpeza de persianas nas áreas Administrativas


Fechar a persiana no regulador, passar uma flanela úmida em todas as palhetas,
inverter a posição das palhetas e repetir o processo.

1.7 Limpeza de paredes, portas, divisórias e vidros


Passar um pano úmido embebido em água e sabão neutro, no sentido da direita
para a esquerda, de cima para baixo. Após, passar um pano limpo e úmido, para retirar o
excesso. A limpeza será manual até a altura de 2,00 metros; Além desta altura deverá ser
utilizado equipamento adequado que facilite a operação (escadas, cinto de segurança, cabo
panorâmico).

1.8 Limpeza de armários e estantes


Pedir ao funcionário do setor orientação para retirada do material de dentro dos
armários e estantes. Retirar todo o material existente no local. Passar uma flanela embebida
em água e sabão para remover resíduos, em seguida passar uma flanela seca. Assim que todo
o armário estiver limpo e seco, providenciar a arrumação dos materiais com a supervisão de
um funcionário do setor.
1.9 Limpeza do Banho-Maria
Caso haja material dentro de banho-maria, pedir a funcionário do setor que retire o
material. Despejar toda a água suja dentro da pia, esfregar com uma esponja embebida em
água e sabão, leva-lo até a pia e embaixo da torneira enxugar todo o seu interior e com uma
flanela úmida, limpa-lo por fora. Encher de água até o nível adequado.

1.10 Limpeza de geladeira e freezers


Solicitar ao funcionário do setor que retire todo o material existente no interior,
desligar a geladeira ou freezer no início do expediente. Descongelar, limpar com pano limpo,
embebido em solução de hipoclorito de sódio à 0,1%. Enxaguar com água limpa, em seguida
passar um pano limpo e úmido para retirar o excesso. Após o término da tarefa, comunicar ao
funcionário do setor para que este possa retornar com os materiais retirados para execução
desta limpeza.

2. Reagentes:
2.1 Tipos de Reagentes:
Sabão, hipoclorito de sódio à 1% e álcool 92,8o .

2.2 Estabilidade e armazenamento


Sabão e álcool 92,8o – deve ser mantido à temperatura ambiente e obedecer o prazo
de validade estipulado pelo fabricante.
Hipoclorito de sódio – deve ser mantido à temperatura ambiente, ao abrigo da luz e
obedecer ao prazo de validade estipulado pelo fabricante.

2.3 Preparação

- Hipoclorito de sódio a 1%
Hipoclorito de sódio a 10% ....................... 100 ml
Água corrente ............................................ 900 ml
Esta solução deve ser feita diariamente.

- Álcool a 70%
Álcool 92,8o ............................................ 75,4 ml
Água corrente .......................................... 24,6 ml

- Hipoclorito de sódio a 0,1%


Hipoclorito de sódio a 10% ...................... 10 ml
Água corrente ........................................... 990 ml
Esta solução deve ser preparada diariamente

2.4 Grau de Agressividade

 Sabão (tóxico irritante)


 Hipoclorito de sódio a 1% (corrosivo)
 Álcool 92,8o (inflamável)
 Hipoclorito de sódio a 0,1% (corrosivo)
Procedimentos de Desinfecção em casos de Acidentes

O processo de desinfecção será executado, exclusivamente, por pessoas da área


técnica, enquanto que o processo de limpeza, após a desinfecção, deverá ser feito por uma
pessoa da limpeza.
Situação 1 – Derramamento simples de material líquido contaminado, com
pouca formação de aerossol
 Cobrir a área afetada com papel toalha;
 Colocar o desinfectante apropriado (hipoclorito de sódio à 1%) sobre o papel,
no sentido de fora para dentro;
 Aguardar 30 minutos;
 Remover os papéis com pinça e coloca-los em sacos plásticos de lixo
contaminado identificados, usando luvas;
 Aplicar novamente o desinfectante, esfregando-o;
 Lavar a área com um pano embebido em água e sabão.

Situação 2 – Derramamento de material líquido contaminado com formação


de aerossóis.
 Prender a respiração;
 Desligar o sistema de condicionamento de ar, se possível abrir as janelas;
 Abandonar a área por alguns minutos (5 à 10 minutos);
 Voltar ao local e cobrir a área afetada com papel toalha;
 Colocar o desinfectante apropriado (hipoclorito de sódio à 1%) sobre o papel,
no sentido de fora para dentro;
 Aguardar 30 minutos;
 Remover os papéis com pina e coloca-los em sacos plásticos de lixo
contaminado identificados, usando luvas;
 Aplicar novamente o desinfectante esfregando-o;
 Lavar a área com pano embebido em água e sabão.

Situação 3 – Queda de culturas em meios líquidos ou sólidos com quebra de


recipientes.
 Prender a respiração;
 Desligar o sistema de condicionamento de ar, se possível abrir as janelas;
 Abandonar a área;
 Trancar a porta com um ávido;
 Aguardar 30 minutos.
* Certificar-se da natureza do microorganismo envolvido para decidir sobre:
 Proteção necessária;
 Desinfectante a ser utilizado;
 Procedimentos: Aplicação do desinfectante, fumigação.

Situação 4 – Derramamento de material líquido contaminado no fluxo


laminar, com formação de aerossol.
 Interromper a atividade;
 Fechar os frascos de reagentes e tubos de amostras que estiverem abertos;
 Isolar a superfície onde ocorreu o acidente, afastando o material de trabalho;
 Cobrir a superfície com gaze ou papel toalha;
 Colocar o desinfectante apropriado (álcool à 70%) sobre a gaze ou papel toalha;
 Remover a gaze ou papel toalha, colocando-os no saco plástico correspondente
ao lixo contaminado identificado;
 Aplicar novamente o desinfectante;
 Reiniciar as atividades.

Situação 5 – Derramamento de material líquido contaminado e, superfícier,


com formação de aerossol, no setor de Biologia Molecular e Microbacteriologia

 Prender a respiração;
 Desligar o sistema de condicionamento de ar, e se possível abrir as janelas;
 Cobrir a área afetada com papel toalha;
 Colocar o desinfectante apropriado (álcool 70% ou hipoclorito de sódio a 1% )
sobre o papel, no sentido de fora para dentro;
 Sair da sala e aguardar 30 minutos;
 Remover os papéis e coloca-los no saco plástico correspondente ao lixo
contaminado identificado;
 Aplicar novamente o desinfectante;
 Sair da sala, fechar as portas, apagar as luzes e ligar a lâmpada germicida (UV
– Ultra violeta) durante 1:00 hora;
 Desligar a lâmpada germicida e aguardar 1:00 hora para entrar na sala,
evitando-se contato com as partículas formadas pela radiação UV resultante da ação das
lâmpadas.