P. 1
TÉCNICAS BANCÁRIAS - EXERCÍCIOS NUCE

TÉCNICAS BANCÁRIAS - EXERCÍCIOS NUCE

|Views: 4.238|Likes:
Publicado porBONZAO
BANCO DO BRASIL CAIXA ECONOMICA EXERCICIOS
BANCO DO BRASIL CAIXA ECONOMICA EXERCICIOS

More info:

Published by: BONZAO on May 19, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/07/2014

pdf

text

original

Técnicas Bancárias

SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL 01. (CESGRANRIO/BB/2010) O Sistema Financeiro Nacional (SFN) é constituído por todas as instituições financeiras públicas ou privadas existentes no país e seu órgão normativo máximo é o(a) a) Banco Central do Brasil. b) Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. c) Conselho Monetário Nacional. d) Ministério da Fazenda. e) Caixa Econômica Federal. 02. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) A Lei n.o 4.595/1964, alterada pela Lei n.o 6.045/1974, dispõe sobre as competências do CMN. De acordo com essa lei, compete ao CMN a) autorizar as emissões de papel-moeda. b) disciplinar o crédito em determinadas modalidades. c) fixar diretrizes e normas da política internacional. d) determinar as características gerais, exclusivamente, das cédulas e dos tributos. e) coordenar sua própria política com a de investimentos dos governos federal, estadual e municipal. 03. (CESPE/CEF/2010) O CMN possui diversas competências. Segundo diretrizes estabelecidas pelo presidente da República, é competência do CMN a) aprovar o regimento interno e as contas do Conselho Federal de Contabilidade e decidir sobre seu orçamento e sobre seus sistemas de contabilidade. b) colaborar com a Câmara dos Deputados na instrução dos processos de empréstimos externos dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. c) determinar a porcentagem mínima dos recursos que as instituições financeiras poderão emprestar a um mesmo cliente ou grupo de empresas. d) expedir normas gerais de contabilidade e estatística a serem observadas pelas instituições financeiras. e) baixar normas que regulem as operações internacionais, inclusive swaps, fixando limites, taxas, prazos e outras condições. 04. (FCC/BB/2006-2) O Conselho Monetário Nacional constitui o órgão regulador maior do sistema financeiro nacional. É membro desse Conselho, embora não ocupe o cargo de presidente, a) o Ministro da Previdência e Assistência Social. b) Presidente do Banco Central do Brasil. c) Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. d) Presidente da Superintendência de Seguros Privados. e) Presidente da Comissão de Valores Mobiliários. 05. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) O Sistema Financeiro Nacional (SFN), conhecido também como Sistema Financeiro Brasileiro, compreende um vasto sistema que abrange grupos de instituições, entidades e empresas. Nesse sentido, o Sistema Financeiro Nacional é compreendido por uma rede de instituições bancárias, ONG, entidades e fundações que visam principalmente à transferência de recursos financeiros para empresas com deficit de caixa. um conjunto de instituições financeiras e instrumentos financeiros que visam, em última análise, a transferir recursos dos agentes econômicos (pessoas, empresas, governo) superavitários para os deficitários. dois subsistemas: um normativo e outro de intermediação financeira, sendo que este último é composto por instituições que estabelecem diretrizes de atuação das instituições financeiras operativas, como a Comissão de Valores Mobiliários. instituições financeiras e filantrópicas, situadas no território nacional, que têm como objetivo principal o financiamento de obras públicas e a participação ativa em programas sociais. agentes econômicos e não econômicos que objetivam a transferência de recursos financeiros, desde que previamente autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários, para os demais agentes participantes do sistema.

a)

b)

c)

d)

e)

06. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) O Conselho Monetário Nacional (CMN) planeja, elabora, implementa e julga a consistência de toda a política monetária, cambial e creditícia do país. É um órgão que domina toda a política monetária e ao qual se submetem todas as instituições que o compõem. Uma das atribuições do CMN é a) administrar carteiras e a custódia de valores mobiliários. b) estabelecer normas a serem seguidas pelo Banco Central (BACEN) nas transações com títulos públicos. c) executar a política monetária estabelecida pelo Banco Central. d) regular a execução dos serviços de compensação de cheques e outros papéis. e) propiciar liquidez às aplicações financeiras, fornecendo, concomitantemente, um preço de referência para os ativos negociados no mercado. 07. (CESGRANRIO/CEF/2008-1-A) O sistema financeiro é composto por um conjunto de instituições financeiras, públicas e privadas, e seu órgão normativo máximo é o Conselho Monetário Nacional (CMN). Algumas das principais atribuições do CMN são: I – regular a constituição e o funcionamento das instituições financeiras, bem como zelar por sua liquidez; II – acionar medidas de prevenção ou correção de desequilíbrios econômicos, surtos inflacionários etc; III – regulamentar, sempre que julgar necessário, as taxas de juros, comissões e qualquer outra forma de remuneração praticada pelas instituições financeiras; IV– fomentar e reequipar os setores da economia por meio de várias linhas de crédito;

NUCE | Concursos Públicos

1

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
V – ter o monopólio das operações de penhor. Estão corretos APENAS os itens a) I e IV b) II e V c) I, II e III d) I, II e IV e) II, III e V 08. (FCC/BB/2006-3) Uma forma de buscar a segurança do sistema financeiro se dá com a fixação do capital mínimo das instituições financeiras, cuja competência é do a) Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional. b) Ministro da Fazenda. c) Presidente da República. d) Conselho Monetário Nacional. e) Banco Central do Brasil. 09. (FCC/BB/2006-1) O Conselho Monetário Nacional constitui a autoridade maior na estrutura do sistema financeiro nacional. Dentre as suas competências, é correto afirmar que a) recebe os recolhimentos compulsórios das instituições financeiras. b) concede autorização às instituições financeiras, a fim de que possam funcionar no país. c) efetua o controle dos capitais estrangeiros. d) regula a constituição, o funcionamento e a fiscalização das instituições financeiras. e) fiscaliza o mercado cambial. 10. (CESPE/CEF/2010) As competências privativas do BACEN incluem a) a definição da tributação das operações financeiras. b) o exercício da fiscalização das instituições financeiras, sem, contudo, aplicar-lhes penalidades. c) a concessão de autorização às instituições financeiras para arquivarem os seus estatutos na junta comercial. d) a realização de operações de redesconto e empréstimos a instituições financeiras bancárias. e) a emissão de debêntures conversíveis em ações. 11. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) As operações de mercado aberto constituem o mais ágil instrumento de política monetária utilizado pelo BACEN, pois permitem o imediato e permanente ajuste da liquidez monetária e do custo primário do dinheiro na economia. A respeito dessas operações, assinale a opção correta. a) Operação compromissada ocorre quando o título é adquirido sem assunção de qualquer compromisso de revendê-lo no futuro, passando a compor a carteira da instituição adquirente de forma definitiva. b) As operações de mercado aberto são realizadas com os títulos públicos e privados existentes na carteira do BACEN, por meio de operações compromissadas ou finais. c) Nos leilões informais (go around), participam as pessoas físicas e jurídicas não financeiras, além dos dealers. Operação final ocorre quando o vendedor do título assume o compromisso de recomprá-lo, enquanto o adquirente assume o compromisso de revendêlo. Os dealers são instituições financeiras escolhidas pelo BACEN para fomentar a liquidez e a competitividade do mercado aberto de títulos públicos, aumentando a eficiência de suas operações, com consequências positivas para os preços dos títulos e para o perfil da dívida pública.

d)

e)

12. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) A respeito dos procedimentos relativos à liquidação interbancária de cheques e à Centralizadora da Compensação de Cheques (COMPE), julgue os seguintes itens. I. A COMPE é regulada e executada pelo Banco Central do Brasil (BACEN). II. Os participantes da COMPE são o BACEN, os estabelecimentos bancários autorizados a receber depósitos do público, movimentáveis por cheque; e outras instituições autorizadas a funcionar pelo BACEN, a critério deste banco. III. A COMPE é composta por três sistemas: sistema local; sistema integrado regional; sistema nacional. IV. A COMPE pode compensar e liquidar os seguintes papéis: cheques; documentos de acerto de diferença; recibos interbancários; comunicações de remessa; comunicações de devolução. V. São compensáveis por meio do sistema nacional os documentos girados sobre praças participantes desse sistema e não abrangidas pelo sistema local ou sistema integrado regional em que estiverem sendo torçados. Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. Q 13. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Ao exercer as suas atribuições, o BACEN cumpre funções de competência privativa. A respeito dessas funções, julgue os itens subsequentes. I. Ao realizar as operações de redesconto às instituições financeiras, o BACEN cumpre a função de banco dos bancos. II. Ao emitir meio circulante, o BACEN cumpre a função de banco emissor. III. Ao ser o depositário das reservas oficiais e ouro, o BACEN cumpre a função de banqueiro do governo. IV. Ao autorizar o funcionamento, estabelecendo a dinâmica operacional, de todas as instituições financeiras, o BACEN cumpre a função de gestor do Sistema Financeiro Nacional.

NUCE | Concursos Públicos

2

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
V. Ao determinar, por meio do Comitê de Política Monetária (COPOM), a taxa de juros de referência para as operações de um dia (taxa SELIC), o BACEN cumpre a função de executor da política fiscal. e) Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. 14. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Julgue os itens seguintes, relativos à política monetária. I. O BACEN, ao efetuar o recolhimento compulsório sobre os depósitos e outros recursos de terceiros, tem como objetivo reduzir a capacidade de criação de moeda pelas instituições financeiras que captam depósitos. II. A execução da política monetária consiste em adequar o volume dos meios de pagamentos à efetiva necessidade dos agentes econômicos, mediante a utilização de determinados instrumentos de política monetária. III. O BACEN, ao vender títulos às instituições financeiras, aumenta a liquidez no mercado. IV. As operações de mercado aberto (open market) consistem na atuação do BACEN para aumentar ou diminuir a liquidez na economia, mediante a compra ou a venda de títulos. V. Os instrumentos clássicos de política monetária são as operações de redesconto ou de assistência de liquidez, o recolhimento compulsório e as operações de mercado aberto (open market). Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. QUESTÃO 48 15. (CESPE/CEF/2010) Quanto ao regime de política monetária no Brasil, assinale a opção correta. a) Integram o Comitê de Política Monetária, com direito a voto, o presidente e os diretores do BACEN, facultando-se, em suas reuniões, a participação do ministro da Fazenda e do ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, ambos sem direito a voto. b) O descumprimento da meta de inflação acarreta a exoneração do presidente do BACEN, em conformidade com disciplina veiculada em decreto do presidente da República. c) Para fins de estabelecimento das metas de inflação, o índice de preços adotado no Brasil é, segundo norma editada pelo CMN, o índice de preços ao consumidor amplo, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. d) O principal instrumento para condução da política monetária no Brasil é a estipulação, pelo CMN, de limites máximos para taxas de juros, descontos, comissões e qualquer outra forma de remuneração de serviços bancários ou financeiros, adotando-se, ainda, em caráter suplementar, a fixação de recolhimentos compulsórios e a realização de operações de redesconto. No regime monetário atual, com o objetivo de atingir a meta de inflação fixada pelo CMN, o BACEN efetua controle da expansão da base monetária, mediante o emprego dos instrumentos de política monetária.

16. (FCC/BB/2006-3) Com relação à atuação do Banco Central do Brasil, é correto afirmar que ele a) fiscaliza as companhias de seguro. b) pode realizar operações de redesconto para instituições financeiras. c) não pode comprar ou vender títulos públicos federais. d) pode limitar as taxas de juros. e) pode determinar o capital mínimo das companhias abertas, no mercado de capitais. 17. (FCC/BB/2006-2) Efetuar o controle dos capitais estrangeiros é uma competência privativa a) da Secretaria da Receita Federal. b) do Tesouro Nacional. c) do Ministério da Fazenda. d) do Conselho Monetário Nacional. e) do Banco Central do Brasil. 18. (FCC/BB/2010) O Comitê de Política Monetária a) Reunir periodicamente os ministros da Fazenda e do Planejamento, Orçamento e Gestão e o presidente do Banco Central do Brasil. Coletar as projeções das instituições financeiras para a taxa de inflação. Divulgar mensalmente as taxas de juros de curto e longo prazos praticadas no mercado financeiro. Promover debates acerca da política monetária até que se alcance consenso sobre a taxa de juros de curto prazo a ser divulgada em ata. Implementar a política monetária e definir a meta da Taxa SELIC e seu eventual viés.

b) c) d)

e)

19. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) Quando o Banco Central deseja baratear os empréstimos e possibilitar maior desenvolvimento empresarial, ele irá adotar uma Política Monetária Expansiva, valendo-se de medidas como a a) venda de títulos públicos. b) elevação da taxa de juros. c) elevação do recolhimento compulsório. d) redução das linhas de crédito. e) redução das taxas de juros. 20. (CESGRANRIO/CEF/2008-1-A) A política monetária enfatiza sua atuação sobre os meios de pagamento, títulos públicos e taxas de juros, modificando o custo e o nível de oferta do crédito. O Banco Central administra a política monetária por intermédio dos seguintes instrumentos clássicos de controle monetário:

NUCE | Concursos Públicos

3

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
I. recolhimentos compulsórios; II. operações de mercado aberto – open market; III. limites e políticas de alçadas internas de crédito; IV. políticas de redesconto bancário e empréstimos de liquidez; V. depósitos à vista e cadernetas de poupança. Estão corretos APENAS os instrumentos a) I, II e III b) I, II e IV c) I, III e IV d) II, III e V e) III, IV e V 21. (FCC/BB/2006-1) NÃO se refere a uma competência do Banco Central do Brasil: a) fixar as diretrizes e normas da política cambial. b) exercer a fiscalização das instituições financeiras. c) executar os serviços do meio circulante. d) emitir moeda-papel e moeda metálica. e) receber os recolhimentos compulsórios. 22. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Com relação aos conceitos de mercado primário e de mercado secundário, julgue os itens que se seguem. I O mercado primário é indiferente à existência do mercado secundário. II No mercado primário, é negociado o ativo financeiro pela primeira vez, com a obtenção de recursos pelo emissor do título. III No mercado secundário, há a negociação dos títulos existentes, emitidos anteriormente no mercado, que têm a sua propriedade transferida entre os participantes. IV A principal função do mercado secundário é proporcionar liquidez aos ativos financeiros. V A emissão de títulos ou valores mobiliários para se capitalizar ou para se financiar, com o objetivo de cobrir gastos ou realizar investimentos, é efetuada no mercado primário. Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. QUESTÃO 39 23. (CESGRANRIO/BB/2010) A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é uma autarquia ligada ao Poder Executivo que atua sob a direção do Conselho Monetário Nacional e tem por finalidade básica a) normatização e controle do mercado de valores mobiliários. b) compra e venda de ações no mercado da Bolsa de Valores. c) fiscalização das empresas de capital fechado. d) captação de recursos no mercado internacional e) manutenção da política monetária. 24. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) A Lei n.º 6.385/1976 criou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), entidade autárquica em regime especial, vinculada ao Ministério da Fazenda, com personalidade jurídica e patrimônio próprios, dotada de autoridade administrativa independente, ausência de subordinação hierárquica, mandato fixo — vedada a recondução —, estabilidade de seus dirigentes, além de autonomia financeira e orçamentária. Com relação aos membros do colegiado da CVM, assinale a opção que apresenta, respectivamente, o tempo de duração do mandato de cada um e a proporção de membros que deve ser renovada anualmente. a) dois anos metade b) três anos um terço c) quatro anos um quarto d) cinco anos um quinto e) seis anos um sexto QUESTÃO 47 25. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) No exercício das suas funções, a CVM poderá impor penalidades aos infratores da Lei do Mercado de Valores Mobiliários, da Lei das Sociedades por Ações, das suas resoluções, bem como de outras normas legais cujo cumprimento lhe incumba fiscalizar. No exercício dessa atividade fiscalizadora, a CVM poderá, entre outras, aplicar a penalidade de a) expulsão. b) alerta administrativo. c) advertência. d) censura pública. e) inquérito policial. 26. (FCC/BB/2006-2) Analise: I. Natureza das informações que devam ser divulgadas. II. Padrões de contabilidade, relatórios e pareceres de auditores independentes. III. Relatório da administração. Constitui objeto de normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários aplicáveis às companhias abertas o que consta em a) I, II e III. b) I e II, apenas. c) I e III, apenas. d) II e III, apenas. e) II, apenas. 27. (FCC/BB/2006-2) A Comissão de Valores Mobiliários tem um papel relevante no campo do mercado de capitais no Brasil. Sua atuação se concentra a) nos mercados primário e secundário de valores mobiliários. b) em todas as atividades do sistema bancário. c) em todas as operações realizadas pelos fundos de pensão. d) nas operações com títulos públicos federais. e) nas operações de seguro. 28. (FCC/BB/2010) Compete à Comissão de Valores Mobiliários – CVM disciplinar as seguintes matérias: I. registro de companhias abertas. II. execução da política monetária.

NUCE | Concursos Públicos

4

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
III. registro e fiscalização de fundos de investimento. IV. registro de distribuições de valores mobiliários. V. custódia de títulos públicos. Está correto o que se afirma APENAS em a) I, II e III. b) I, II e IV. c) I, III e IV. d) II, III e V. e) III, IV e V. 29. (FCC/BB/2006-3) A Comissão de Valores Mobiliários procura atuar de várias formas para atingir seus objetivos, enquanto reguladora do mercado de capitais. Uma dessas formas de atuação se dá com a) a transferência, para o Banco Central, da fiscalização sobre as empresas e os investidores que participam do mercado de capitais. b) o julgamento de valor quanto às informações divulgadas pelas companhias no mercado de seguros. c) a fiscalização de todas as operações realizadas pelos bancos comerciais. d) a autorização para funcionamento dos bancos de investimento. e) a indução de comportamento, auto-regulação e autodisciplina. 30. (FCC/BB/2006-1) O mercado de capitais pode atuar positivamente para o crescimento econômico. Para que esse mercado cumpra seu papel, dentre as condições necessárias, é correto mencionar: a) prevenir ou corrigir situações anormais do mercado, inclusive com a suspensão da negociação de determinado valor mobiliário, o que constitui função do Conselho Monetário Nacional. b) assegurar a observância de práticas comerciais eqüitativas no mercado de valores mobiliários, o que constitui uma função da Comissão de Valores Mobiliários. c) fiscalizar e inspecionar as companhias abertas, o que constitui uma função do Banco Central do Brasil. d) fiscalizar permanentemente as atividades e os serviços do mercado de valores mobiliários, o que constitui uma função da Superintendência de Seguros Privados. e) apurar e punir condutas fraudulentas no mercado de valores mobiliários, o que constitui uma função do Tesouro Nacional. 31. (FCC/BB/2010) De acordo com as normas do Conselho Monetário Nacional – CMN, os bancos múltiplos devem ser constituídos com, no mínimo, duas carteiras, sendo uma delas obrigatoriamente de a) investimento. b) crédito, financiamento e investimento. c) crédito imobiliário. d) câmbio. e) arrendamento mercantil. 32. (FCC/BB/2010) O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES tem dentre seus objetivos o de a) promover o desenvolvimento integrado das atividades agrícolas, industriais e de serviços. b) controlar o fluxo de capitais estrangeiros, garantindo o correto funcionamento do mercado cambial. c) promover o crescimento e a diversificação das importações. d) adquirir e financiar estoques de produção exportável. e) executar, por conta do Banco Central, a compensação de cheques e outros papéis. 33. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) A Caixa Econômica Federal é a instituição financeira responsável pela operacionalização das políticas do Governo Federal, principalmente, para habitação, saneamento básico e apoio ao trabalhador. As principais atividades da Caixa Econômica Federal estão relacionadas a a) elaboração de políticas econômicas que irão auxiliar o Governo Federal na composição do orçamento público e na aplicação dos recursos em atividades sociais, como esporte e cultura. b) elaboração de políticas para o mercado financeiro, viabilizando a captação de recursos financeiros, administração de loterias, fundos, programas e aplicação dos recursos e obras sociais. c) captação de recursos financeiros para as transferências internacionais auxiliando os trabalhadores brasileiros residentes no exterior. d) administração de loterias, fundos (FGTS), programas (PIS) e captação de recursos em cadernetas de poupança, em depósitos à vista e a prazo e sua aplicação em empréstimos vinculados substancialmente à habitação. e) estruturação do Sistema Financeiro Nacional, auxiliando o Banco Central na elaboração de normas e diretrizes para administração de fundos e programas como FGTS e PIS. 34. (FCC/BB/2006-3) São instituições que podem captar depósitos a prazo junto ao público: a) bancos de investimento. b) sociedades de arrendamento mercantil. c) sociedades de crédito, financiamento e investimento. d) sociedades de crédito imobiliário. e) sociedades corretoras de títulos e valores mobiliários. 35. (CESPE/BB/2008-2 - Adaptado) Sobre as instituições que atuam na intermediação financeira, julgue os itens que se seguem: I. Na denominação dos bancos comerciais, é vedado o uso da palavra ―Central‖. II. Os bancos comerciais não podem captar depósitos a prazo. III. A carteira de desenvolvimento pode ser operada por banco múltiplo e por banco público. IV. As cooperativas de crédito devem possuir o número mínimo de 85 cooperados e adequar sua área de ação às possibilidades de reunião, controle, operações e prestações de serviços.

NUCE | Concursos Públicos

5

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
V. As cooperativas de crédito podem adotar, em sua denominação social, tanto a expressão ―Cooperativa‖ como a palavra ―Banco‖, dependendo de sua política de marketing e de seu planejamento estratégico. Estão certos apenas os itens a) I e III, b) I, III e V. c) II, III e V. d) I, III, e IV. e) II, III e V. 36. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) O sistema de distribuição de valores mobiliários, previsto na Lei n.o 6.385/1976, é composto por várias entidades, instituições, sociedades e agentes autônomos. Esse sistema inclui as a) cooperativas de crédito. b) empresas de factoring. c) corretoras de seguros. d) bolsas de valores. e) administradoras de consórcio. 37. (FCC/BB/2010) A BM&FBOVESPA S.A. é caracterizada como a) espaço em que exclusivamente são negociadas ações de emissão de empresas brasileiras. b) empresa cujo capital é controlado por sociedades corretoras por meio de títulos patrimoniais. c) entidade sem fins lucrativos, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial. d) empresa constituída para possibilitar a negociação de ações por meio do sistema home broker. e) companhia aberta cujas ações são transacionadas em seu próprio ambiente de negociação 38. (CESGRANRIO/CEF/2008-1-A) O mercado financeiro pode ser classificado como primário ou secundário, dependendo do momento da negociação do título no mercado. O lançamento de um novo ativo financeiro ocorre no mercado primário. No mercado secundário ocorrem as a) vendas de títulos públicos que são negociados por meio da Bovespa. b) transações financeiras envolvendo o mercado monetário internacional. c) compras de títulos privados, derivativos, opções que estão sendo oferecidos ao mercado financeiro. d) negociações posteriores, em Bolsa de Valores ou em Mercado de Balcão, envolvendo compras e vendas de títulos já lançados entre investidores. e) negociações de títulos de crédito como cheques, notas promissórias e DOC, realizadas por meio da Bolsa de Valores e do Mercado de Balcão. 39. (FCC/BB/2006-3) A liquidação das negociações com ações no mercado à vista da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBOVESPA) é realizada a) de modo a não possibilitar a identificação do investidor final das operações realizadas. b) pela própria Bolsa de Valores de São Paulo. c) d) e) com o pagamento do comprador diretamente ao vendedor, em cheque. fora do Sistema de Pagamentos Brasileiro. pela Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia − CBLC.

40. (CESPE/BB/2008-3 - Adaptado) As sociedades corretoras de títulos e valores mobiliários (SCTVM), bem como as sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários (SDTVM), são constituídas sob a forma de sociedade anônima ou por quotas de responsabilidade limitada. Em relação às SCTVM e às SDTVM, julgue os próximos itens. I. As SCTVM são supervisionadas pela CVM. II. As SCTVM podem intermediar operações de câmbio; praticar operações no mercado de câmbio de taxas flutuantes; praticar operações de conta margem; realizar operações compromissadas. III. Praticar operações de compra e venda de metais preciosos, no mercado físico, por conta própria e de terceiros, e operar em bolsas de mercadorias e de futuros, por conta própria e de terceiros, estão entre os objetivos das SCTVM. IV. A normatização, a concessão de autorização, o registro e a supervisão dos fundos de investimento, tanto das SCTVM quanto das SDTVM, são de competência do BACEN. V. O BACEN poderá cancelar a autorização para funcionamento da SDTVM e de suas dependências que, no prazo de trinta dias contados da sua concessão, não iniciarem suas atividades. VI. As SDTVM operam no mercado acionário, comprando, vendendo e distribuindo títulos e valores mobiliários, inclusive ouro financeiro, por conta de terceiros, entre outras atividades. Estão certos apenas os itens a) II, III e IV. b) I, II, III e V. c) II, III e VI. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. 41. (CESGRANRIO/BB/2010) O SELIC – Sistema Especial de Liquidação e Custódia – foi desenvolvido em 1979 pelo Banco Central do Brasil e pela ANDIMA (Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto) com a finalidade de a) custodiar os títulos públicos e privados negociados no mercado aberto antes de sua liquidação financeira. b) liquidar financeiramente as ações negociadas no mercado de Bolsa de Valores e custodiar os títulos públicos. c) regular e fiscalizar a atividade de liquidação e custódia dos títulos públicos federais, exercida pelas instituições financeiras. d) verificar e controlar o índice de liquidez dos títulos públicos e privados antes da sua custódia.

NUCE | Concursos Públicos

6

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
e) controlar e liquidar financeiramente as operações de compra e venda de títulos públicos e manter sua custódia física e escritural. c) prorrogação da criação da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos para o ano de 1996. substituição dos títulos físicos por registros eletrônicos, gerando enorme ganho de eficiência, já que as operações são fechadas no mesmo dia em que ocorrem. valorização das taxas de câmbio referentes às operações realizadas com títulos internacionais.

42. (FCC/BB/2006-2) A Câmara de Custódia e Liquidação – CETIP abriga diferentes tipos de operações financeiras, entre as quais a) a negociação de contratos futuros de Depósito Interfinanceiro de um dia. b) a liquidação das negociações com ações realizadas no mercado secundário. c) o registro de contratos de swap. d) a compensação dos cheques remetidos pelos bancos diariamente ao Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis. e) a negociação dos contratos futuros de café arábica. 43. (FCC/BB/2006-2) As negociações interbancárias de títulos federais ocupam papel de destaque no âmbito da ordem econômica do país. Como uma característica básica desse mercado, temos que tais operações são registradas no âmbito a) da Bolsa de Mercadorias & Futuros. b) da Câmara de Custódia e Liquidação – CETIP. c) da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia – CBLC. d) do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia – SELIC. e) da Câmara Interbancária de Pagamentos – CIP. 44. (FCC/BB/2010) A CETIP S.A. tem por finalidade a) garantir a liquidação financeira de transações de títulos privados entre instituições bancárias no Mercado de Balcão. b) operar como substituta no caso de interrupção das operações diárias do Sistema de Pagamentos Brasileiro– SPB. c) atuar internacionalmente, em tempo real, tendo como participantes bancos, corretoras, distribuidoras, fundos de investimento, seguradoras e fundos de pensão. d) assegurar que as operações somente sejam finalizadas caso os títulos estejam efetivamente disponíveis na posição do vendedor e os recursos relativos a seu pagamento disponibilizados integralmente pelo comprador. e) dispensar a supervisão e normatização da Comissão de Valores Mobiliários para os casos de administração de carteiras e custódia de valores mobiliários. 45. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) O Sistema Especial de Liquidação e Custódia - SELIC, criado pela Andima, em parceria com o Banco Central, é um sistema que processa o registro, a custódia e a liquidação financeira das operações realizadas com títulos públicos, garantindo transparência aos negócios, agilidade e segurança. Uma das mudanças ocorridas com a criação do SELIC foi a a) dilação do prazo de liquidação dos títulos públicos, gerando maior segurança nas operações. b) redução das taxas cobradas pela custódia dos títulos federais, aumentando a demanda das operações realizadas pelo Banco Central.

d)

e)

46. (CESGRANRIO/CEF/2008-1-A) A Cetip – Central de Liquidação Financeira e de Custódia de Títulos – foi criada em 1986 pela Andima, em conjunto com outras entidades representativas do setor financeiro e o Banco Central. A criação da Cetip teve como principal objetivo a) satisfazer os grandes investidores, garantindo maior rentabilidade dos títulos públicos. b) conduzir as operações de transferências do mercado interbancário de títulos públicos, por meio de movimentação eletrônica. c) garantir mais segurança e agilidade às operações realizadas com títulos privados, substituindo a movimentação física de títulos, cheques e faturas por registros eletrônicos. d) facilitar a realização das operações bancárias, garantindo a custódia dos títulos e a liquidação eletrônica de faturas, como, por exemplo, os pagamentos realizados pela Internet. e) modificar a estrutura do mercado bancário nacional, introduzindo o conceito de Banco remoto, onde os clientes podem realizar suas operações financeiras sem precisar sair de casa. 47. (FCC/BB/2006-3) O Sistema Especial de Liquidação e de Custódia – SELIC, desde sua criação, tem importância estratégica para o mercado financeiro e para o governo. Como uma de suas principais características, é correto afirmar que ele a) registra as negociações com títulos públicos federais. b) liquida todas suas operações no dia seguinte ao da negociação. c) realiza a compensação de cheques para o sistema financeiro. d) registra os depósitos interfinanceiros − DI que são objeto de contratos futuros na BM&F. e) é administrado pela Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN. 48. (FCC/BB/2006-1) Os depósitos interfinanceiros (DI) constituem um mecanismo ágil de transferência de recursos entre instituições financeiras. As operações para liquidação no dia seguinte ao da negociação são registradas a) na Câmara Interbancária de Pagamentos − CIP. b) na Bolsa de Mercadorias & Futuros. c) no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia − SELIC. d) na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia – CBLC. e) na Câmara de Custódia e Liquidação − CETIP.

NUCE | Concursos Públicos

7

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
49. (CESPE/CEF/2010) A respeito do sistema brasileiro de pagamentos, assinale a opção correta. a) O sistema brasileiro de pagamentos, constituído por sistemas eletrônicos de débito e de crédito, não inclui os serviços de compensação de cheques e de outros papéis. b) De acordo com as normas de regência do sistema de pagamentos, a insolvência civil, a falência ou a liquidação extrajudicial de um participante do sistema não afeta o adimplemento das obrigações por ele assumidas no âmbito das câmaras ou dos prestadores de serviços de compensação e liquidação. c) As câmaras e os prestadores de serviços de compensação e liquidação respondem solidariamente pelas obrigações originárias do emissor de resgatar o principal e os acessórios de seus títulos e valores mobiliários objetos de compensação e liquidação. d) A infração às normas regulamentares que regem o sistema de pagamentos não sujeita a penalidades os membros do conselho consultivo das câmaras e os prestadores de serviços de compensação e de liquidação. e) Não constitui regra geral do sistema de pagamentos a necessidade de que sejam mutuamente condicionadas a tradição do ativo negociado e a efetivação do correspondente pagamento. UESTÃO 37 50. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Os princípios fundamentais que norteiam o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) incluem I. o reconhecimento da compensação multilateral no âmbito dos sistemas de compensação e de liquidação. II. a existência de dispositivos que garantam a exequibilidade dos ativos oferecidos em garantia, no caso de quebra de participante em sistema de compensação e de liquidação. III. a permissão para os participantes realizarem operações com saldo a descoberto nas contas de liquidação mantidas no BACEN. IV. a obrigatoriedade de que, em todo o sistema de liquidação considerado sistemicamente importante pelo BACEN, a entidade operadora atue como contraparte central. V. estabelecimento para o funcionamento do SPB em conformidade com as recomendações feitas por organismos financeiros internacionais. Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. QUESTÃO 38 51. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) A reforma conduzida pelo Banco Central do Brasil em 2001 e 2002 no Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) teve como foco o direcionamento para a administração de riscos, principalmente os riscos de crédito e liquidez. Dentre as mudanças conduzidas em 2001 e 2002 destaca-se a alteração da política cambial estabelecendo regras mais flexíveis para as transferências internacionais. definição de um capital mínimo baseado no risco de crédito para os bancos comerciais e bancos de investimento. manutenção da tabela de tarifas operacionalizada por bancos comerciais e caixas econômicas. realização de transferências de fundos interbancárias com liquidação em tempo real, em caráter irrevogável e incondicional. reestruturação das operações de empréstimos, principalmente das operações de leasing e CDC.

a)

b)

c) d)

e)

52. (CESGRANRIO/CEF/2008-1-A) O Sistema de Pagamentos Brasileiro é o conjunto de procedimentos, regras, instrumentos e operações integrados que, por meio eletronico, dão suporte à movimentação financeira entre os diversos agentes econômicos do mercado brasileiro. Sua função básica é a) permitir a transferência de recursos financeiros, e o processamento e liquidação de pagamentos para pessoas físicas, jurídicas e entes governamentais. b) realizar a adaptação das instituições financeiras brasileiras aos mercados bancários internacionais, facilitando os pagamentos e a movimentação financeira. c) conduzir as operações de redesconto e de transferências unilaterais de crédito entre pessoas físicas, jurídicas, entes governamentais e instituições estrangeiras. d) conduzir as operações de pagamentos no mercado bancário e comercial brasileiro, utilizando o sistema de compensação nacional. e) reestruturar as operações de empréstimos e pagamentos, principalmente as operações de leasing, CDC e cartão de crédito.

MERCADO DE SEGUROS 53. (FCC/BB/2006-2) Em relação ao Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), é correto afirmar que a) seu Presidente é o Superintendente da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). b) a preservação da liquidez e da solvência das sociedades seguradoras figuram entre seus objetivos. c) é o órgão responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro. d) é uma autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda. e) deve fiscalizar o resseguro obrigatório e facultativo do país ou exterior. 54. (FCC/BB/2006-3) É de competência privativa do Conselho Nacional de Seguros Privados a) propor diretrizes de política monetária e cambial para apreciação do Conselho Monetário Nacional. b) fixar as características gerais dos contratos de seguros.

NUCE | Concursos Públicos

8

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
c) autorizar a movimentação e liberação dos bens e valores obrigatoriamente inscritos em garantia do capital, das reservas técnicas e dos fundos. efetuar a liquidação das sociedades seguradoras que tiverem cassada a autorização para funcionar no País. proceder à habilitação e ao registro dos corretores de seguros, fiscalizar suas atividades e aplicar as penalidades cabíveis. II - O seguro de veículos pode oferecer coberturas adicionais para o risco de roubo de rádios e acessórios, desde que conste da apólice. Se estes equipamentos são colocados posteriormente à contratação, podem ser incluídos na apólice, através de endosso. III - A única diferença entre o seguro de acidentes pessoais em relação ao seguro de vida é o público-alvo que, no caso do seguro de acidentes pessoais, é direcionado para idosos e gestantes. IV - O seguro imobiliário é realizado para cobertura de possíveis danos ao imóvel do segurado, causados principalmente por incêndios, roubo e outros acidentes naturais. V - O seguro de viagem tem como principal característica a garantia de indenização por extravio de bagagem e a assistência médica durante o período da viagem. Estão corretas APENAS as afirmações a) I, III e V b) I, IV e V c) II, IV e V d) I, II, III e IV e) II, III, IV e V 58. (FCC/BB/2006-2) As sociedades seguradoras a) estão impedidas de ultrapassar os limites técnicos fixados pela SUSEP. b) não podem receber propostas de seguros diretamente do consumidor. c) estão sujeitas à falência, mas não à liquidação extrajudicial. d) têm total liberdade para estabelecer filiais ou sucursais no estrangeiro. e) devem ser autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. 59. (FCC/BB/2006-2) Os corretores de seguros a) têm sua capacidade técnica aferida em prova realizada pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). b) são simples intermediários entre a seguradora e o consumidor, já que este será orientado sobre o melhor seguro a fazer diretamente pela seguradora. c) desempenham o mesmo papel que os agentes de seguros. d) são profissionais liberais que não têm vínculo empregatício com as seguradoras que representam. e) devem ter registro junto à FUNENSEG (Fundação Escola Nacional de Seguros). 60. (FCC/BB/2006-3) Os corretores de seguros a) recebem comissão, mesmo quando a sociedade seguradora vende diretamente o seguro ao consumidor final. b) devem ser obrigatoriamente cidadãos brasileiros, sendo vedada a profissão a estrangeiros, mesmo que residam permanentemente no Brasil. c) podem aceitar ou exercer emprego em pessoa jurídica de direito público. d) responderão civil e criminalmente perante os segurados e as sociedades seguradoras pelos prejuízos que causarem, por omissão, imperícia ou negligência no exercício da profissão.

d)

e)

55. (CESGRANRIO/BB/2010) A Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) é o órgão responsável pelo controle e fiscalização do mercado de seguros, previdência privada aberta e capitalização. Em relação a esse órgão, considere as atribuições abaixo. I Cumprir e fazer cumprir as deliberações do Conselho Nacional de Seguros Privados. II Zelar pela defesa dos interesses dos consumidores do mercado de seguros, previdência privada aberta e capitalização. III Regular e fiscalizar as operações de compra e venda de ações e títulos públicos realizadas no mercado balcão. IV Prover recursos financeiros para as sociedades do mercado de seguros, previdência privada aberta e capitalização por meio de aporte de capital, quando necessário. V Disciplinar e acompanhar os investimentos das entidades do mercado de seguros, previdência privada aberta e capitalização, em especial os efetuados em bens garantidores de provisões técnicas. São atribuições da SUSEP APENAS a) I, II e IV. b) I, II e V. c) III, IV e V. d) I, II, III e IV. e) II, III, IV e V. 56. (FCC/BB/2006-3) O _____________, em uma apólice de seguro, normalmente corresponde a uma parcela do valor do bem segurado e garante o recebimento de uma indenização que permita a reposição integral desse bem, em caso de _______________. Preenchem correta e respectivamente as lacunas I e II acima: a) prêmio; risco b) prêmio; sinistro c) sinistro; prêmio d) risco; prêmio e) sinistro; risco 57. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) O mercado de seguros surgiu da necessidade que as pessoas e empresas têm de proteger seu patrimônio. Mediante o pagamento de uma quantia, denominada prêmio, os segurados recebem uma indenização que permite a reposição integral das perdas sofridas. Em relação aos tipos de seguro, analise as afirmações abaixo. I - O seguro de vida é idêntico ao seguro do profissional liberal, pois ambos possuem as mesmas coberturas e estão sujeitos à mesma legislação.

NUCE | Concursos Públicos

9

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
e) podem ser sócios, administradores, procuradores, despachantes ou empregados de empresa de seguros. a) b) c) d) e) devem ter seu funcionamento autorizado em Portaria do Ministro da Fazenda. podem operar apenas um único fundo de previdência aberto a todos os interessados. podem ou não ter fins lucrativos. estão dispensadas de exigência de capital mínimo, quando tiverem fins lucrativos. podem efetuar operações de fusão, incorporação ou cisão, independentemente de autorização governamental.

61. (FCC/BB/2006-1) Os corretores de seguros a) são simples intermediários entre as seguradoras e os segurados, não sendo sua responsabilidade esclarecer dúvidas sobre carências, coberturas ou validade do contrato. b) têm de responder civilmente pelos prejuízos que causarem por omissão, imperícia ou negligência no exercício da profissão. c) devem habilitar seu registro perante a Fundação Nacional de Seguros-FUNENSEG por meio de prova de capacitação promovida pela Superintendência de Seguros Privados-SUSEP. d) recebem comissão sobre seus serviços, cuja percentagem independe do ramo do seguro e da companhia seguradora. e) são profissionais de vendas vinculados às companhias seguradoras para comercializar exclusivamente os produtos da empresa contratante. 62. (FCC/BB/2006-3) Na liquidação extrajudicial de entidade aberta de previdência privada a) nenhum interessado poderá impugnar a legitimidade, valor ou a classificação dos créditos constantes do quadro geral de credores. b) o liquidante está impedido de exigir dos exadministradores da entidade que prestem informações sobre quaisquer dos créditos declarados. c) os bens da massa liquidanda serão vendidos em leilão público, na forma da legislação aplicável. d) os participantes dos planos de benefícios não poderão ter privilégio especial sobre os bens garantidores das reservas técnicas. e) haverá fluência de juros, mesmo que não estipulados, contra a massa liquidanda, enquanto não integralmente pago o passivo. 63. (FCC/BB/2006-1) Em relação às entidades de previdência privada abertas, é correto afirmar: a) Nas entidades sem fins lucrativos, as despesas administrativas não poderão exceder os limites fixados anualmente pela Comissão de Valores Mobiliários. b) O balanço e os balancetes deverão ser enviados ao Banco Central para exame técnico das reservas e provisões constituídas. c) É permitida a realização de operações comerciais e financeiras com seus diretores e membros dos conselhos consultivos, administrativos, fiscais ou assemelhados, desde que as operações sejam aprovadas pela assembléia geral. d) Os bens garantidores das reservas técnicas, fundos e provisões serão registrados na SUSEP e não poderão ser alienados, prometidos alienar ou de qualquer forma gravados sem sua prévia e expressa autorização. e) Os estatutos das entidades sem fins lucrativos não poderão estabelecer distinção entre associados controladores e simples participantes dos planos de benefícios. 64. (FCC/BB/2006-2) As entidades de previdência privada abertas

65. (FCC/BB/2010) As entidades fechadas de previdência complementar, também conhecidas como fundos de pensão, são organizadas sob a forma de a) Livre. b) c) empresas vinculadas ao Ministério da Fazenda e fiscalizadas pela SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. d) planos que devem ser oferecidos a todos os colaboradores e que também podem ser adquiridos por pessoas que não tenham vínculo empregatício com a empresa patrocinadora. e) fundação ou sociedade civil, sem fins lucrativos e acessíveis, exclusivamente, aos empregados de uma empresa ou grupo de empresas. 66. (FCC/BB/2006-2) As sociedades de capitalização a) comercializam títulos que não têm prazo de carência para resgate. b) não reembolsam o dinheiro aplicado pelo possuidor do título, em caso de ele não ser sorteado. c) são as administradoras do FAPI – Fundo de Aposentadoria Programada Individual. d) devem ter seu funcionamento autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários. e) comercializam títulos que combinam formação de poupança com premiação por sorteio. 67. (FCC/BB/2010) Sobre o mercado de seguros no Brasil, considere: I. O Instituto de Resseguros do Brasil (hoje IRBBrasil Re) tem seu capital controlado integralmente pela União. II. A Lei Complementar no 126/2007 abriu o mercado brasileiro de resseguros e possibilitou a instalação e funcionamento de outras companhias no setor. III. A Superintendência de Seguros Privados SUSEP é responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro. IV. As seguradoras são organizadas sob a forma de sociedades anônimas, não estando sujeitas a falência nem podendo impetrar concordata, embora possam ser liquidadas, voluntária ou compulsoriamente. V. O seguro garantia é destinado exclusivamente aos órgãos públicos da administração direta e indireta federais, estaduais e municipais.

NUCE | Concursos Públicos

10

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
e) São características do mercado de seguros no Brasil o que se afirma APENAS em a) I, II e III. b) I, II e IV. c) I, III, IV e V. d) II, III e IV. e) II, IV e V. prestação.

FACTORING E ADMINISTRADORAS DE CARTÃO DE CRÉDITO 68. 01. (CESGRANRIO/BB/2010) A operação de antecipação de um recebimento, ou seja, venda de uma duplicata (crédito a receber) para uma sociedade de fomento mercantil, mediante o pagamento de uma taxa percentual atrelada ao valor de face da duplicata, constitui o a) leasing. b) hot money. c) spread. d) factoring. e) funding. 69. 02. (CESPE/BB/2001 - Adaptado) O fomento mercantil, ao contrário de outros contratos, principalmente no Brasil, é um fenômeno novo, em plena evolução, e que, aos poucos, por múltiplas razões, está assumindo fisionomia própria. O fomento mercantil é o resultado da coordenação de uma série de serviços e de compra de direitos em apoio às pequenas e médias empresas, seu mercadoalvo. A principal atividade da sociedade de fomento mercantil consiste em oferecer serviços a sua empresa-cliente. Luiz Lemos Leite. Fomento mercantil no Brasil. 7.ª ed. Atlas (com adaptações). Em relação ao assunto do texto acima, assinale a alternativa incorreta. a) Gestão de caixa e de estoques e negociações com fornecedores são exemplos de serviços que uma empresa de fomento mercantil pode prestar a suas empresas-clientes. b) O funcionamento de uma sociedade de fomento mercantil necessita de autorização do BACEN. c) À empresa de fomento mercantil, é proibido fazer captação de dinheiro no mercado e emprestar dinheiro. d) A empresa de fomento mercantil não pode ter como clientes pessoas físicas. e) Usualmente, os clientes da empresa de fomento mercantil são pequenas e médias empresas. 70. 03. (FCC/BB/2006-2) Os estabelecimentos que aceitam os cartões de crédito como instrumento de pagamento de bens ou serviços adquiridos pelos seus clientes assumem o compromisso de pagar à administradora uma a) garantia. b) anuidade. c) comissão. d) tarifa.

71. 04. A respeito da administração de cartões de crédito, assinale a opção incorreta: a) O cartão de crédito é um serviço de intermediação que permite ao consumidor adquirir bens e serviços em estabelecimentos comerciais previamente credenciados mediante a comprovação de condição de usuário. Essa comprovação é geralmente realizada no ato da aquisição, com a apresentação do cartão e de um documento de identificação ao estabelecimento comercial. b) O cartão é emitido pelo prestador do serviço de intermediação, chamado genericamente de administradora de cartão de crédito, que não pode ser um banco, pois precisa ser empresa criada única e especificamente para esse fim. c) A empresa emitente do cartão, de acordo com o contrato firmado com o consumidor, fica responsável pelo pagamento das aquisições feitas por ele como Usuário do cartão, até o valorlimite combinado. d) O BACEN não autoriza nem fiscaliza empresas administradoras de cartão de crédito, mas apenas as instituições financeiras e assemelhadas. As instituições financeiras, únicas que podem conceder financiamentos quando o usuário opta por não pagar total ou parcialmente a fatura mensal são subordinadas ao BACEN. As operações realizadas pelas instituições financeiras, inclusive o financiamento aos usuários para o pagamento da fatura mensal, estão sujeitas à legislação própria e às normas editadas pelo CMN e pelo BACEN. e) O estabelecimento comercial registra a transação com o uso de máquinas mecânicas ou informatizadas, fornecidas pela administradora do cartão de crédito, gerando um débito do usuárioconsumidor a favor da administradora e um crédito do fornecedor do bem ou do serviço contra a administradora, de acordo com o contrato firmado entre essas partes. Periodicamente, a administradora do cartão de crédito emite e apresenta a fatura ao usuário-consumidor, com a relação e o valor das compras efetuadas. 72. 05. (CESPE/BRB/2009 - Adaptado) A respeito do segmento de cartões de crédito, seus produtos, serviços, práticas, participantes e regulação, julgue os próximos itens. I. Embora o BACEN não seja responsável por fiscalizar e autorizar o funcionamento das administradoras de cartões de crédito, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) entende que essas administradoras configuram instituições financeiras. II. É permitida a fixação de preços diferenciados para pagamentos de bens e serviços efetuados em dinheiro ou em cartão de crédito. III. Eventual penalidade aplicada pela Comissão de Valores Mobiliários a uma sociedade anônima administradora de cartões de crédito por descumprimento da lei de sociedade por ações é passível de revisão pelo Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional (CRSFN).

NUCE | Concursos Públicos

11

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
Estão certos apenas os itens a) I, II e III b) I, apenas. c) I e II. d) I e III e) III, apenas. c) Segundo a regulamentação do sistema de compensação de cheques, a apresentação dos cheques à instituição financeira sacada caracteriza-se pela entrega física do título, não sendo admitida a apresentação de cheques por meio da remessa dos correspondentes registros eletrônicos. d) Segundo a regulamentação do sistema de compensação de cheques, a instituição financeira sacada não será responsabilizada, em hipótese alguma, por eventuais prejuízos causados aos clientes em caso de retardamento do pagamento de cheques tempestivamente apresentados. e) Na compensação de cheque de valor igual ou superior ao VLBcheque, o cheque acolhido em depósito será pago diretamente pela instituição financeira sacada à instituição financeira acolhedora no mesmo dia de sua apresentação. _______ _ 76. (CESPE/CEF/2010) Ao receber o representante legal de empresa comercial para abertura de conta em instituição financeira, o funcionário de determinada agência bancária demandou a apresentação de vários documentos, esclarecendo que suas exigências baseavamse em normas do Conselho Monetário Nacional (CMN). Nessa situação, de acordo com as normas do CMN, para a abertura, manutenção e movimentação de contas de depósitos, é necessário apresentar a) a identificação (nome completo, filiação, nacionalidade, data e local de nascimento, sexo, estado civil, nome do cônjuge, se casado, profissão, documento de identificação e número de inscrição no cadastro de pessoas físicas) de todos os integrantes do conselho fiscal. b) o histórico dos últimos cinco anos das alterações no controle da empresa. c) a prova documental do domicílio de advogado com poderes para receber citações e intimações em nome da empresa. d) os documentos que qualifiquem e autorizem os representantes, mandatários ou prepostos da empresa a movimentar a conta. e) a indicação das demais instituições financeiras com as quais a empresa mantém relacionamento na mesma localidade. 77. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) O cheque deve conter I a denominação cheque inscrita no contexto do título e expressa na língua em que este estiver redigido. II a ordem condicional de pagar quantia indeterminada. III o nome do banco ou da instituição financeira que deve pagá-lo (sacado). IV a indicação do lugar de pagamento, da data e do lugar da emissão. V a assinatura do emitente (sacador), ou de seu mandatário com poderes especiais. Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V.

PRODUTOS E SERVIÇOS FINANCEIROS 73. (CESGRANRIO/BB/2010) Os depósitos à vista são os recursos captados dos clientes pelos bancos comerciais que, para facilitar livre movimentação desses recursos, disponibilizam o serviço bancário sem remuneração denominado a) Certificado de Depósito Bancário (CDB). b) conta-corrente. c) poupança. d) cartão de crédito. e) fundo de investimento. 74. (CESPE/CEF/2010) Em relação à abertura e à manutenção de contas de depósitos, assinale a opção correta. a) Segundo normas vigentes, o oferecimento de um pacote padronizado de serviços prioritários às pessoas físicas situa-se no campo da discricionariedade das instituições financeiras. b) A ficha-proposta relativa a conta de depósitos à vista deve conter cláusula que trate do saldo mínimo exigido para manutenção da conta, dos procedimentos para encerramento da conta, da cobrança de tarifa por conta inativa e da possibilidade de cobrança pelos serviços considerados essenciais. c) A obrigatoriedade de comunicação, pelo depositante, de alteração em seus dados cadastrais restringe-se às hipóteses de mudança de endereço ou de número de telefone. d) A incidência de tarifas deve estar consignada no contrato firmado entre a instituição financeira e o depositante; não se admite, contudo, a cobrança de taxas para ressarcimento de despesas com a emissão de boletos de cobrança ou carnês, ainda que contratualmente previstas. e) É permitida a cobrança de tarifa de liquidação antecipada nas operações de crédito contratadas após janeiro de 2008, cabendo à instituição financeira esclarecer ao depositante a sua incidência no momento da abertura da conta de depósitos. 75. (CESPE/CEF/2010) Assinale a opção correta a respeito do cheque. a) Os prazos de apresentação, de pagamento e de bloqueio de cheque de valor igual ou superior ao VLB-cheque não podem ser prorrogados.(ex.: Feriado Local) b) Na compensação de cheque de valor igual ou superior ao valor de referência para liquidação bilateral de cheques (VLBcheque), o pagamento à instituição acolhedora será efetuado por intermédio do Sistema de Transferência de Reservas, em caráter irrevogável e incondicional.

NUCE | Concursos Públicos

12

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. 78. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Em relação à transmissão do cheque, julgue os próximos itens. I O cheque pagável a pessoa nomeada, com ou sem cláusula expressa à ordem, é transmissível por via de endosso. II O endosso deve ser puro e simples, reputando-se não escrita qualquer condição a que seja subordinado. III O endosso transmite todos os direitos resultantes do cheque. Se o endosso é em branco, pode o portador: completá-lo com o seu nome ou com o de outra pessoa; endossar novamente o cheque, em branco ou a outra pessoa; transferir o cheque a um terceiro, sem completar o endosso e sem endossar. IV O endosso em um cheque passado ao portador torna o endossante responsável, nos termos das disposições que regulam o direito de ação, mas nem por isso converte o título em um cheque à ordem. V O mandato contido no endosso se extingue por morte do endossante ou por superveniência de sua incapacidade. Estão certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. 79. (CESPE/CEF/2010) Com relação à legislação em vigor aplicável a circulação, endosso e compensação de cheques, assinale a opção correta. a) São proibidos a emissão, o pagamento e a compensação de cheque de valor superior a cem reais sem a identificação do beneficiário. b) O endosso apenas é válido caso seja lançado no próprio cheque. c) Comete fraude o portador que, ao receber cheque por endosso em branco, completa-o com o nome de outra pessoa. d) É nulo o endosso lançado em cheque posteriormente ao protesto, não produzindo efeitos de qualquer natureza. e) Os serviços de compensação de cheques e outros papéis são executados pelo BACEN, segundo normas editadas pelo CMN. 80. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Para a abertura de conta de depósitos, é obrigatória a completa identificação do depositante, mediante preenchimento de ficha proposta. Com relação às informações que deverão ser registradas nessa ficha e mantidas atualizadas pela instituição financeira, julgue os itens abaixo. I Para as pessoas físicas, no que concerne à qualificação do depositante, a ficha deverá conter, entre outros dados: o documento de identificação (tipo, número, data de emissão e órgão expedidor) e o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). II Para as pessoas físicas, no que concerne à qualificação do depositante, a ficha deverá conter, entre outros dados: o número de dependentes; a renda mensal e a declaração de imposto de renda. III Para as pessoas jurídicas, no que concerne à qualificação do depositante, a ficha deverá conter, entre outros dados: a atividade, o faturamento e a declaração do imposto de renda de pessoa jurídica. IV Para as pessoas jurídicas, no que concerne à qualificação do depositante: os documentos deverão conter as informações requeridas para as pessoas físicas, que qualifiquem e autorizem os representantes, mandatários ou prepostos a movimentar a conta; o número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); e os atos constitutivos da pessoa jurídica, devidamente registrados na forma da lei na autoridade competente. V Caso a conta de depósitos seja titulada por menor ou pessoa incapaz, somente deverá conter informações do responsável que o assistir ou o representar. Estão certos apenas os itens a) I e III. b) I e IV. c) II e III. d) II e V. e) IV e V. 81. (CESPE/BASA/2007) Os bancos desempenham uma série de atividades negociais, que recebem o nome técnico de operações bancárias. As operações bancárias são aquelas economicamente organizadas para a prestação de serviço a um público-alvo. A função dessas operações é eminentemente creditícia. Então, para cumprir as suas finalidades econômicas, os bancos realizam operações que se diversificam com a especificidade de cada cliente. Julgue os itens a seguir, acerca de operações e produtos bancários. a) As contas-correntes são um dos serviços bancários em que o cliente do banco guarda valores em espécie. As movimentações dessas contas são feitas, na maioria das vezes, por meio de cartão magnético ou cheque. Nas movimentações por meio de cheque, o emitente é o credor e o banco é o devedor. b) Um banco não pode negar-se a abrir uma contasalário, mesmo nos casos em que o cliente esteja incluído no cadastro de emitentes de cheques sem fundos. c) O banco não pode cobrar tarifa de manutenção de contas de poupança se o saldo for superior a R$ 20,00 ou se houver movimentação nos últimos 6 meses. d) O depósito bancário pode ocorrer com dinheiro ou com objeto móvel. Em dinheiro, representa uma operação passiva, e o depósito de coisa móvel, uma operação acessória, ou seja, uma prestação de serviços. e) Entre os diversos produtos bancários, incluem-se a letra de câmbio e o cheque. Uma diferença entre eles é que, enquanto na letra de câmbio o

NUCE | Concursos Públicos

13

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
aceite é facultativo, no cheque, o aceite é obrigatório. 82. (FCC/BB/2010) As cadernetas de poupança remuneram o investidor à taxa de juros de 6% ao ano com capitalização a) mensal e atualização pelo Índice Nacional de b) c) d) e) trimestral e atualização pela Taxa Referencial TR. semestral e atualização pelo Índice Geral de Preços mensal e atualização pela Taxa Referencial diária e atualização pelo Índice Geral de Preços do Mercado -M.

83. (FCC/BB/2006-3) Com relação à Caderneta de Poupança, é correto afirmar: a) Trata-se de um investimento disponível apenas para pessoas físicas. b) Não há incidência de Imposto de Renda na Fonte sobre os rendimentos auferidos por investidores Pessoa Física. c) Os recursos passam a render a partir do 1º dia do mês seguinte à data do depósito. d) Os rendimentos são creditados a cada 30 dias. e) Trata-se de um investimento garantido em sua totalidade pelo governo. 84. (FCC/BB/2006-1) No caso de investimentos feitos por pessoas físicas em cadernetas de poupança é correto afirmar que seus rendimentos são creditados a) trimestralmente, conforme a data de aniversário da aplicação, estando sujeitos ao recolhimento de Imposto de Renda à alíquota de 20%. b) trimestralmente, conforme a data de aniversário da aplicação, e são isentos de tributação. c) a cada 30 dias, estando sujeitos ao recolhimento de Imposto de Renda à alíquota de 20%. d) mensalmente, conforme a data de aniversário da aplicação, e são isentos de tributação. e) mensalmente, conforme a data de aniversário da aplicação, estando sujeitos ao recolhimento de Imposto de Renda à alíquota de 20%. 85. (FCC/BB/2006-2) A Caderneta de Poupança é um instrumento de captação dos bancos cujos recursos devem ser majoritariamente direcionados para a realização de operações de a) crédito rural. b) financiamento imobiliário. c) microcrédito. d) crédito consignado. e) cheque especial. 86. (FCC/BB/2010) Os depósitos a prazo feitos pelo cliente em bancos comerciais e representados por RDB a) são títulos de crédito. b) são recibos inegociáveis e intransferíveis. c) contam com garantia do Fundo Garantidor de d) e) são aplicações financeiras isentas de risco de crédito. oferecem liquidez diária após carência de 30 dias.

87. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) A Lei n.º 4.728/1965 permitiu a emissão, pelos bancos de investimentos, de certificados de depósito bancário (CDBs). A referida lei estabelece que o certificado é uma promessa de pagamento à ordem da importância do depósito, acrescida do valor da correção e dos juros convencionados. Os CDBs podem ser transferidos a) sem endosso. b) mediante endosso em cinza. c) mediante endosso em branco, para certificados com prazo superior a dezoito meses, e em preto, para certificados com prazo inferior. d) mediante endosso em branco, datado e assinado pelo seu titular, ou por mandatário especial. e) mediante endosso em preto, exclusivamente.
o

88. (FCC/BB/2006-3) Um investidor que, no dia 1 de março de 2006, tenha feito uma aplicação em CDB pós-fixado, com vencimento em 180 dias, terá seus rendimentos sujeitos à alíquota de Imposto de Renda de a) 10,0% b) 15,0% c) 17,5% d) 20,0% e) 22,5% 89. (FCC/BB/2006-1) Um cliente tem interesse em aplicar recursos por 30 dias em CDB e quer que a sua rentabilidade acompanhe a evolução diária da taxa de juros. Nesse caso, o indexador mais indicado para a operação é a) o IPCA. b) a TBF. c) uma taxa pré-fixada. d) o IGP-M. e) o CDI.
o

90. (FCC/BB/2006-2) Um investidor que no dia 1 de março de 2006 tenha feito uma aplicação em CDB pré-fixado com vencimento em 730 dias terá seus rendimentos sujeitos à alíquota de Imposto de Renda de a) 10,0% b) 15,0% c) 17,5% d) 20,0% e) 22,5% 91. (FCC/BB/2010) Sobre os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios - FIDC é correto afirmar: a) É requerida a existência de uma Sociedade de Propósito Específico. b) Suas cotas podem ser adquiridas por todos os tipos de investidores. c) É facultativa a contratação e divulgação de relatório elaborado por agência de classificação de risco. d) A aplicação mínima é de R$ 25 mil por investidor. e) Não há incidência de imposto de renda na fonte.

NUCE | Concursos Públicos

14

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
____________________. Preenchem correta e respectivamente as lacunas I, II e III acima: 96. (CESPE/CEF/2010) Assinale a opção correta acerca do mercado financeiro. a) Os percentuais de recolhimento compulsório a que as instituições financeiras estão sujeitas podem variar em função das regiões geoeconômicas. b) As operações de hot money, vendor finance e créditos rotativos constituem instrumentos típicos de atuação dos bancos comerciais no mercado monetário. (de crédito) c) As operações do mercado interfinanceiro são destinadas a atender ao fluxo de recursos demandado pelas instituições financeiras e são lastreadas em certificados de depósitos bancários. (interfinanceiro). d) Nas operações de crédito direto ao consumidor, as instituições financeiras estão desobrigadas de informar previamente ao cliente o custo efetivo total. e) É de competência privativa do BACEN a formulação das normas que disciplinam o crédito em todas as suas modalidades e as operações creditícias em todas as suas formas. ESTÃO 3 97. (FCC/BB/2010) O arrendamento mercantil (leasing) é uma operação com características legais próprias, como a) cessão do uso de um bem, por determinado prazo, mediante condições contratadas entre arrendador e arrendatário. b) prazo mínimo de arrendamento de três anos para bens com vida útil de até cinco anos. c) aquisição obrigatória do bem pelo arrendatário ao final do prazo do contrato. d) destinação exclusivamente à pessoa jurídica. e) cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras 98. (FCC/BB/2010) As operações para financiamento do capital de giro das empresas vêm sendo preferencialmente formalizadas por meio de Cédula de Crédito Bancário - CCB, que proporciona a) a promessa de pagamento mediante conferência de bens. b) a efetividade processual de um título executivo judicial. c) a garantia do Fundo Garantidor de Crédito - FGC. d) a dispensa de custódia do título na respectiva instituição financeira. e) a negociabilidade do certificado no mercado secundário. 99. (FCC/BB/2006-3) A Lar Doce Lar é uma empresa muito bem conceituada na produção e venda de móveis para cozinhas. Recentemente, ela recebeu uma grande encomenda, mas está enfrentando dificuldades de caixa e seu administrador financeiro considera que as taxas de juros cobradas pelas instituições financeiras estão extremamente elevadas. Uma alternativa para a solução desse problema pode ser a captação de recursos de terceiros por meio da emissão de

92. (FCC/BB/2006-3) É correto afirmar: a) Sobre os rendimentos obtidos nos fundos de investimento há incidência de IR à alíquota de 25%. b) Os fundos de investimento devem contabilizar mensalmente todos os ativos integrantes de suas carteiras pelos seus preços médios ao longo do mês. c) Fundos abertos são aqueles com prazo determinado de duração, cujos valores investidos não podem ser resgatados. d) O recolhimento do Imposto de Renda, nos fundos de investimento, ocorre sempre no momento do resgate. e) O valor diário da cota de um fundo é obtido dividindo o seu patrimônio líquido pelo número de cotas emitidas, ambos calculados no mesmo momento de tempo. 93. (CESGRANRIO/BB/2010) Para financiar suas necessidades de curto prazo, algumas empresas utilizam linhas de crédito abertas com determinado limite cujos encargos são cobrados de acordo com sua utilização, sendo o crédito liberado após a entrega de duplicatas, o que garantirá a operação. Esse produto bancário é o a) Crédito Direto ao Consumidor (CDC). b) empréstimo compulsório. c) crédito rotativo. d) capital alavancado. e) cheque especial. 94. (CESGRANRIO/BB/2010) A operação bancária de vendor finance é a prática de financiamento de vendas com base no princípio da a) obtenção de receitas, que viabiliza vantagens para o cliente em uma transação comercial. b) cessão de crédito, que permite a uma empresa vender seu produto a prazo e receber à vista o pagamento do Banco, mediante o pagamento de juros. c) concentração do risco de crédito, que fica por conta da empresa compradora em troca de uma redução da taxa de juros na operação do financiamento das vendas. d) troca ou negociação de títulos de curto prazo por recebíveis de longo prazo, sem custos para ambas as partes. e) retenção de crédito lastreado por títulos públicos e vinculado a transações comerciais, garantindo ao vendedor o recebimento total de sua duplicata. I compror leasing vendor crédito direto ao consumidor cheque especial II utilização utilização fabricação utilização aquisição III compra propriedade venda compra fabricação

a) b) c) d) e)

95. (FCC/BB/2006-1) Analise: O princípio básico do ___________________ é o de que o lucro vem da __________________ de um bem e não da sua

NUCE | Concursos Públicos

15

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
a) b) c) d) e) Letras Hipotecárias. CDI. CDB. Commercial Papers. Letras de Crédito Imobiliário. Para ser colocado em cobrança bancária um título deve ter o aceite do sacado. 104. (FCC/BB/2006-1) Sobre cartões de crédito, analise: I. Permitem compatibilizar as necessidades de consumo dos titulares às suas disponibilidades de caixa, à medida em que a data de vencimento da fatura coincida com o crédito dos seus salários. II. Oferecem aos titulares a possibilidade de parcelar o pagamento de suas compras, concedendo-lhes um limite de crédito rotativo. III. Podem proporcionar benefícios adicionais aos titulares, à medida em que realizem parcerias com empresas reconhecidas no mercado (cartões cobranded). É correto o que consta em a) I, II e III. b) I, apenas. c) II, apenas. d) III, apenas. e) II e III, apenas. 105. (CESPE/CEF/2006 - Adaptado) Moedas e cédulas estão sendo substituídas cada vez mais, por pequenos cartões de plástico. Instituições financeiras e um crescente número de lojas oferecem a seus clientes cartões que podem ser usados na compra de bens e serviços, inclusive em lojas virtuais, por meio da Internet. Os cartões não são dinheiro real: simplesmente registram a intenção de pagamento do consumidor. É, portanto, uma forma imediata de crédito. Com relação aos cartões de crédito e de débito, julgue os itens a seguir, assinalando a afirmativa INCORRETA. a) Os cartões de loja (retailer cards) são emitidos principalmente por grandes redes varejistas e normalmente só podem ser usados nas lojas da rede emissora. b) O cartão de débito, para saques ou transferências, só pode ser utilizado nos caixas automáticos do banco emitente do cartão, não podendo ser compartilhado. c) Cartão de crédito é um serviço de intermediação que permite ao consumidor/usuário adquirir bens e serviços em estabelecimentos comerciais credenciados. A comprovação da identidade do usuário é obrigatória mediante a apresentação do cartão e de documento de identidade com foto. d) As empresas administradoras de cartão de crédito não precisam ser autorizadas nem fiscalizadas pelo BACEN. e) Somente as instituições financeiras podem conceder financiamento para quitação de débitos junto às empresas administradoras de cartões de crédito quando o usuário do cartão opta por não pagar totalmente a fatura mensal. 106. (FCC/BB/2006-1) Analise: Em uma operação de cobrança, o ______________ registra os títulos no ______________, que por sua vez encarrega-se de receber o pagamento do ______________ conforme as condições e)

100. (FCC/BB/2006-1) O hot-money é uma modalidade de empréstimo que tem a finalidade de a) refinanciar dívidas já existentes de pessoas físicas. b) financiar a aquisição de bens e serviços por pessoas físicas. c) atender às necessidades imediatas de caixa das empresas. d) financiar a aquisição de bens de capital por parte das empresas. e) financiar as vendas a prazo das empresas. 101. (FCC/BB/2006-3) No que diz respeito ao Hot Money e ao Cheque Especial, é correto afirmar: a) O primeiro é um tipo de investimento destinado tanto a pessoas físicas quanto jurídicas, e o segundo um tipo de empréstimo destinado somente a pessoas físicas. b) Ambos são tipos de empréstimo, destinados tanto a pessoas físicas quanto a pessoas jurídicas. c) Ambos são tipos de empréstimo, sendo o primeiro destinado a pessoas jurídicas e o segundo a pessoas físicas. d) O primeiro é um tipo de investimento destinado a pessoas jurídicas, e o segundo é um tipo de empréstimo destinado a pessoas físicas e jurídicas. e) Ambos são tipos de empréstimo, sendo o primeiro destinado a pessoas jurídicas e o segundo destinado tanto a pessoas físicas quanto jurídicas. 102. (FCC/BB/2006-3) A empresa XYZW firmou um contrato de leasing financeiro de uma máquina. Caso queira adquirir essa máquina ao término do contrato, deverá pagar à empresa de leasing a) o Valor Residual Garantido. b) o Valor de Mercado da máquina deduzido das contraprestações desembolsadas no período do contrato. c) o Valor da Depreciação acumulada do bem. d) 10% da soma das contraprestações desembolsadas no período do contrato. e) o Valor de Mercado da máquina. 103. (FCC/BB/2006-3) É correto afirmar: a) A cobrança bancária é um serviço que deve ser prestado gratuitamente pelos bancos. b) Em uma operação de cobrança bancária, o sacado é o vendedor da mercadoria ou prestador do serviço. c) Os valores resultantes de uma operação de cobrança bancária são creditados na conta do sacado no dia do pagamento. d) Por integrarem o sistema de compensação, os títulos colocados em cobrança bancária podem ser pagos em qualquer agência bancária até a data do seu vencimento.

NUCE | Concursos Públicos

16

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
combinadas. Preenchem correta respectivamente as lacunas I, II e III acima: Sacado, banco, beneficiário Sacado, cedente, titular Cedente, banco, sacado Titular, sacado, banco Emissor, banco, titular. e a) b) c) d) e) conforme o prazo da aplicação. corretamente a lacuna acima: Caderneta de Poupança CDB PGBL Fundos de Investimento Ações Preenche

a) b) c) d) e)

107. (FCC/BB/2006-2) Relacionam possíveis benefícios para os bancos decorrentes da prestação de serviços de cobrança: I. Obtenção de receitas por meio de spread. II. Ampliação dos depósitos à vista. III. Obtenção de receitas por meio de tarifa. IV. Consolidação do relacionamento com o cliente, sem ampliação do risco de crédito. É correto o que consta em a) I, apenas. b) I, II e III, apenas. c) II, III e IV, apenas. d) III e IV, apenas. e) I, II, III e IV. 108. (FCC/BB/2006-1) Dentre as modalidades de investimento abaixo, aquela que permite a dedução dos valores investidos na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda, até o limite de 12% da renda bruta do contribuinte, é a) o PGBL. b) o CDB. c) o VGBL. d) o Fundo de Investimento Referenciado DI. e) a Caderneta de Poupança. 109. (FCC/BB/2006-1) Uma pessoa gosta de participar de sorteios, mas ao mesmo tempo sente a necessidade de começar a economizar um pouco de dinheiro, uma vez que dentro de alguns anos pretende aposentar-se. Dentre as opções abaixo, o produto que melhor atende às necessidades e expectativas dessa pessoa é a) a Letra Hipotecária. b) o CDB. c) a Caderneta de Poupança. d) o Fundo de Renda Fixa. e) o Título de Capitalização. 110. (FCC/BB/2006-2) A parcela de cada pagamento de um Título de Capitalização que será restituída ao investidor no final do plano é a) a quota de carência. b) o prêmio. c) a reserva técnica. d) a quota de administração. e) a quota de capitalização (ou provisão matemática). 111. (FCC/BB/2006-3) Os resgates de recursos investidos em_____________ podem sofrer a incidência de Imposto de Renda segundo a Tabela Progressiva para Pessoas Físicas ou de acordo com alíquotas regressivas,

112. (CESGRANRIO/BB/2010) Atualmente os grandes bancos do mercado financeiro realizam desde as atividades mais simples, como o pagamento de um título, até as mais complexas, como as operações de Corporate Finance, que envolvem a a) realização de um contrato de câmbio para viabilizar as exportações e as importações. b) realização de atividades corporativas no exterior. c) gestão de ativos financeiros no segmento corporativo. d) manutenção de contas-correntes de expatriados no exterior. e) intermediação de fusões, cisões, aquisições e incorporações de empresas. 113. (CESPE/BRB/2009 - Adaptado) Em consonância com a CF, a atividade financeira, como parte da ordem econômica, funda-se na valorização do trabalho e na livre iniciativa e objetiva assegurar existência digna a todos, conforme os ditames da justiça social, observados, entre outros princípios, a defesa do consumidor. Acerca das normas que disciplinam a relação das instituições financeiras com seus clientes, julgue os itens seguintes: I. Para facilitar a comparação entre as taxas oferecidas no mercado, as instituições financeiras e as sociedades de arrendamento mercantil são obrigadas, previamente à contratação de operações de crédito, a informar o custo efetivo total (CET), que corresponde ao custo total da operação, expresso na forma de taxa percentual anual. II. Em todos os informes publicitários das operações de crédito destinadas à aquisição de bens e serviços, deve ser informado o CET correspondente às condições contratadas. III. O CMN regulamentou, por resolução, a cobrança de tarifas pelas instituições financeiras, vedando a cobrança de tarifas pelos serviços considerados prioritários. IV. A taxa de renovação de cadastro pode ser cobrada ao cliente, desde que previamente informada e adequadamente identificada. V. Na hipótese das chamadas contas-salário, utilizadas exclusivamente para recebimento de salários e similares, é vedado à instituição financeira cobrar dos beneficiários, a qualquer título, tarifas destinadas ao ressarcimento dos serviços prestados. VI. Nas instituições financeiras, é obrigatório o funcionamento de ouvidorias, necessariamente segregadas da unidade executora da atividade de auditoria interna. É correto o que consta em a) I, apenas. b) I e VI, apenas.

NUCE | Concursos Públicos

17

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
c) d) e) II, III e IV, apenas. III e IV, apenas. I, II e V, apenas. MERCADO DE AÇÕES E DE OURO e) A ação ordinária caracteriza-se pela atribuição cumulativa de direito a voto em assembleias gerais e de vantagem consistente em prioridade na distribuição de dividendo, fixo ou mínimo. 117. (CESGRANRIO/BB/2010) As Companhias ou Sociedades Anônimas podem ser classificadas como abertas ou fechadas. São classificadas como abertas quando a) seu passivo está atrelado a opções de mercado futuro. b) seus principais ativos são ações de outras companhias de capital aberto. c) sua estrutura de capital permite a entrada de sócios estrangeiros. d) suas ações são negociadas na Bolsa de Valores ou no mercado balcão. e) suas ações são propriedade dos sócios fundadores e não estão à venda. 118. (FCC/BB/2006-2) As ações estão entre os valores mobiliários mais negociados, constituindo importante instrumento de geração de recursos para as empresas. É correto afirmar que a) representam um item do passivo exigível da companhia emissora. b) caracterizam investimentos de renda fixa. c) representam direito de propriedade sobre a companhia. d) não podem ser considerados como ativos subjacentes em opções. e) não oferecem o direito de participação nos lucros da companhia que as emite. 119. (FCC/BB/2006-1) A companhia aberta desempenha um papel estratégico no mercado de capitais. No Brasil, ela se caracteriza como aquela companhia a) cujos ativos são representados por valores mobiliários. b) com capital social representado por ações negociáveis apenas fora das bolsas e do mercado de balcão. c) cuja emissão de valores mobiliários é sujeita à prévia autorização do Banco Central do Brasil. d) cujos valores mobiliários são admitidos à negociação na bolsa ou no mercado de balcão. e) cujos lucros não são distribuídos aos proprietários. 120. (CESGRANRIO/BB/2010) Com a finalidade de captação de recursos, muitas empresas abrem seu capital e emitem ações para serem negociadas no mercado primário ou secundário, dependendo da ocasião da emissão das ações. A emissão de ações no mercado primário ocorre quando a a) negociação é realizada no pregão da Bolsa de Valores. b) negociação das ações não se concretizou no mercado secundário. c) empresa emite ações para negociação somente com empresas do setor primário. d) empresa emite pela primeira vez ações para serem negociadas no mercado.

114. (CESPE/CEF/2010) Em relação ao mercado de capitais e à atuação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), assinale a opção correta. a) A distribuição pública de valores mobiliários deve ser registrada na CVM em até quinze dias após a sua realização. b) A CVM pode estabelecer níveis diferenciados de classificação e de regulação entre as companhias abertas, especificando as normas que lhes serão aplicáveis segundo as espécies e as classes dos valores mobiliários por elas emitidos. c) Denomina-se companhia fechada a sociedade anônima cujas ações, apesar de admitidas à negociação no mercado de valores mobiliários, não sejam efetivamente negociadas nesse mercado. d) O cancelamento do registro de companhia aberta, também denominado fechamento de capital, pode ser autorizado pela CVM se a companhia emissora ou o controlador adquirirem pelo menos 60% das ações em circulação. e) Para fins de fechamento de capital, as ações em tesouraria são consideradas ações em circulação no mercado que precisam ser adquiridas. 115. (FCC/BB/2006-3) São vários os cuidados estabelecidos para a preservação do bom funcionamento do mercado de capitais. No Brasil, uma das condições estabelecidas para os valores mobiliários é que a) não abrangem as cotas de fundos de investimento em valores mobiliários. b) sua emissão pública se dá exclusivamente por companhias fechadas. c) o Banco Central do Brasil determina a suspensão da emissão pública que esteja se processando em desacordo com a lei. d) nenhuma emissão pública ocorre sem prévio registro na Comissão de Valores Mobiliários. e) não podem ser negociados no mercado secundário. 116. (CESPE/CEF/2010) Com relação à atual configuração do mercado de capitais no Brasil, assinale a opção correta. a) A subscrição de ações emitidas por companhia aberta se dá, segundo a doutrina corrente, no chamado mercado primário. b) As ações podem ser nominativas, endossáveis ou ao portador. c) Ao alienar debêntures a outro investidor, aquele que as subscreveu atua no mercado primário de valores mobiliários, visto que, nesse mercado, negociam-se todas as espécies de títulos de emissão de sociedades anônimas, à exceção das ações. d) A emissão pública e a negociação, em bolsa de valores ou em mercado de balcão, de quaisquer valores mobiliários independem de registro na CVM.

NUCE | Concursos Públicos

18

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
e) rentabilidade das ações não atingiu o patamar desejado. direito, pode chegar a 70% do total das ações emitidas. _______ __ 124. (CESPE/CEF/2010) Em relação aos mercados de ações, assinale a opção correta. a) Uma emissão de ações julgada fraudulenta após a efetuação do registro de emissão não poderá ser suspensa pela CVM. b) As ações negociadas nos mercados de balcão não se submetem à regulação da CVM. c) Considerando-se que a subscrição de ações pela própria companhia emissora equipara-se, de acordo com a lei aplicável, a um ato de distribuição de valores mobiliários, a emissão de ações para esse fim condiciona-se a registro prévio na CVM. d) As bolsas de valores e os mercados de balcão organizados compõem os ambientes onde são cursadas as operações do mercado primário de ações. e) Para configurar uma operação à vista, as liquidações física e financeira das ações adquiridas devem ser necessariamente efetivadas no mesmo dia da realização do negócio em bolsa. f) _______ __ 125. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Com referência a instituições financeiras e instrumentos financeiros, assinale a opção correta. a) Ações preferenciais são ações que detêm o direito de preferência sobre os lucros a serem distribuídos aos acionistas. b) Pregão é o recinto onde o BACEN leiloa dólares das reservas cambiais brasileiras, como medida de regulação da taxa de câmbio. c) Em uma sociedade por ações, os detentores de ações ordinárias não têm direito a voz e voto nas assembleias de acionistas. d) Bolsas de valores são associações civis com fins lucrativos, constituídas para manter local adequado à negociação de valores mobiliários em mercado livre e aberto. e) Uma carteira de ações representa a menor parcela do capital social de uma sociedade por ações. 126. (FCC/BB/2006-2) No Brasil, o mercado acionário atingiu um grau de considerável complexidade e eficiência, no que diz respeito tanto ao ambiente de negociação quanto ao processo de liquidação. Atualmente, é correto afirmar que a) a liquidação financeira no mercado à vista se dá no segundo dia após a negociação (D+2). b) a Sociedade Operadora do Mercado de Ativos −SOMA não se caracteriza como um mercado de balcão organizado administrado. c) as distribuidoras de títulos e valores mobiliários não podem atuar fisicamente no pregão das bolsas de valores. d) a Bolsa de Valores de São Paulo − BOVESPA utiliza a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia – CBLC para liquidar as operações realizadas. e) a liquidação no mercado acionário independe do Sistema de Pagamentos Brasileiro.

121. (CESGRANRIO/BB/2010) As operações de underwriting (subscrição) são praticadas pelos bancos de investimento que realizam a intermediação da distribuição de títulos mobiliários no mercado. A Garantia Firme é um tipo de operação de underwriting no qual a instituição financeira coordenadora da operação garante a a) colocação dos lotes de ações a um determinado preço previamente pactuado com a empresa emissora, encarregando-se, por sua conta e risco, de colocá-lo no mercado. b) rentabilidade das ações colocadas no mercado, responsabilizando-se por devolver o dinheiro à empresa emissora em caso de uma desvalorização repentina. c) renovação da subscrição das ações colocadas no mercado e que não encontraram compradores interessados. d) oferta global das ações da empresa tanto no país quanto no exterior, assumindo todos os riscos relacionados à oscilação de mercado. e) prática de melhores esforços para revender o máximo de uma emissão de ações para os seus clientes por um prazo determinado. 122. (FCC/BB/2006-1) No mercado acionário pode-se identificar as ações preferenciais e as ações ordinárias. As preferenciais se diferenciam por a) oferecerem preferência na distribuição de resultados ou no reembolso do capital em caso de liquidação da companhia. b) não serem adquiridas por pessoas físicas. c) concederem àqueles que as possuem o poder de voto nas assembléias deliberativas da companhia. d) não permitirem o recebimento de dividendos. e) terem sua negociação vedada em bolsas de valores. ______ 123. (CESPE/CEF/2010) Assinale a opção correta acerca das ações preferenciais. a) Ofende a Lei das Sociedades Anônimas um estatuto que assegure a determinada classe de ações preferenciais o direito de eleger, em votação separada, membros dos órgãos de administração da companhia. b) As vantagens das ações preferenciais consistem na prioridade na distribuição de dividendos ou na prioridade no reembolso do capital, sendo vedada a acumulação dessas duas preferências. c) O estatuto de uma companhia pode excluir, do direito de participar dos aumentos de capital decorrentes da capitalização de reservas ou lucros, as ações preferenciais com dividendo fixo. d) A fim de serem admitidas para negociação no mercado de valores mobiliários, todas as ações preferenciais devem assegurar o direito de serem incluídas na oferta pública de alienação de controle. e) O número de ações preferenciais sem direito a voto, ou sujeitas a restrição no exercício desse

NUCE | Concursos Públicos

19

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
significativa no Brasil. Nesse contexto, é correto afirmar que: a emissão pública das debêntures depende de autorização do Banco Central do Brasil. o registro e a liquidação das debêntures ocorre no ambiente do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia − SELIC. as debêntures somente são negociadas no mercado primário. as debêntures simples são aquelas que permitem aos seus detentores converter seus títulos em ações de emissão da própria empresa. o Sistema Nacional de Debêntures – SND permite a ampliação da liquidez dos papéis, fortalecendo seu mercado secundário.

127. (FCC/BB/2006-3) No mercado de capitais as ações se destacam como um dos valores mobiliários mais atraentes, podendo ser negociadas a) sob prévia autorização do Banco Central do Brasil. b) somente no mercado secundário, pois o mercado primário alcança apenas os títulos públicos federais. c) no mercado secundário, sendo as bolsas de valores um exemplo adequado. d) no mercado secundário, através do qual a companhia emissora obtém recursos originais para investimentos. e) no mercado primário, cujo desempenho não se vincula às condições do mercado secundário. 128. (FCC/BB/2010) As debêntures, segundo a Lei no 6.404/76, são títulos nominativos ou escriturais emitidos por sociedades por ações. Asseguram ao seu titular direito de crédito contra a companhia emissora e a) devem ser registradas para negociação em Bolsa de Valores. b) podem ser emitidas por bancos de investimento. c) são adquiridas por investidores no mercado internacional. d) podem ser emitidas pelo prazo máximo de 360 dias. e) têm as suas garantias, se houver, especificadas na escritura de emissão. 129. (FCC/BB/2006-1) Dentre os valores mobiliários negociados no Brasil encontram-se as debêntures, que são títulos a) que podem ter garantia real disponível para negociação. b) representativos do capital social da empresa emitente. c) cujos direitos, garantias e demais cláusulas e condições da emissão estão contidos na escritura de emissão. d) cujo prazo limite é de cinco anos. e) que não se submetem ao processo de underwriting. 130. (FCC/BB/2006-3) O Brasil vem presenciando nos últimos anos um ambiente favorável à emissão de debêntures. Sobre tais títulos, é correto afirmar que a) não podem ser negociadas no mercado secundário. b) são valores mobiliários representativos de dívida de médio e longo prazos. c) correspondem a ativos das empresas emitentes, para vencimento geralmente de curto e médio prazos. d) somente as companhias fechadas podem efetuar emissões públicas. e) não podem ser conversíveis em ações, pois são títulos de dívida. 131. (FCC/BB/2006-2) O ambiente de negociação das debêntures tem apresentado evolução

a) b)

c) d)

e)

132. (CESPE/CEF/2010) As debêntures a) podem ser emitidas pela CAIXA, já que esta, por ser instituição financeira, foi constituída sob a forma de sociedade anônima. b) devem ter seu valor nominal expresso em moeda nacional. c) não podem ser adquiridas por companhias que as emitirem. d) trazem no certificado, que é documento de emissão obrigatória, os direitos de crédito dos titulares dos valores mobiliários. e) podem conter cláusula de correção monetária com base em referenciais não expressamente vedados em lei, inclusive na variação da taxa cambial. 133. (CESPE/CEF/2010) Assinale a opção correta a respeito do mercado de capitais no Brasil. a) Excluem-se do regime da Lei n.º 6.385/1976 — que dispõe sobre o mercado de valores mobiliários e cria a CVM — as debêntures emitidas por instituições financeiras. b) Veda-se à entidade que administra mercado de balcão organizado o estabelecimento de requisitos próprios para que valores mobiliários sejam admitidos à negociação em seu sistema, sendo-lhe permitido, não obstante, disciplinar procedimentos de cunho meramente operacional referentes ao registro dos valores mobiliários. c) Ao ser efetuado o registro da propriedade de ações escriturais em conta de depósito, aberta em nome do acionista na instituição depositária, transfere-se à referida instituição o direito a voto inerente a tais ações. d) O penhor de ações escriturais constitui-se mediante averbação do respectivo instrumento em cartório de registro de títulos e documentos. e) A debênture pode ter garantia real ou garantia flutuante, a depender do que dispuser sobre o assunto a escritura de emissão.

MERCADO DE CÂMBIO 134. (CESGRANRIO/BB/2010) O mercado de câmbio envolve a negociação de moedas estrangeiras e as pessoas interessadas em movimentar essas moedas. O câmbio manual é a forma de câmbio que

NUCE | Concursos Públicos

20

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
a) b) c) d) e) pratica a importação e a exportação por meio de contratos. pratica a troca de moeda estrangeira por uma mercadoria. envolve a compra e a venda de moedas estrangeiras em espécie. envolve a troca de títulos ou documentos representativos da moeda estrangeira. exerce a função de equilíbrio na balança comercial externa. cambial a pessoa física ou jurídica residente, domiciliada ou com sede no país. As operações de recebimento antecipado de exportação sujeitam-se a registro no BACEN, independentemente da anterioridade da operação em relação à data de embarque da mercadoria ou da prestação do serviço.

e)

135. (CESPE/CEF/2010) Em relação ao mercado de câmbio brasileiro, assinale a opção correta. a) Como não pressupõem a realização, pelo titular, de contrato de câmbio específico, as operações de pagamento para o exterior mediante utilização de cartão de crédito de uso internacional não se incluem no mercado de câmbio. b) A autorização para operar no mercado de câmbio será concedida pelo BACEN e estará condicionada, entre outros requisitos, à indicação pela instituição financeira de diretor responsável pelas operações relacionadas ao mercado de câmbio. c) As sociedades corretoras de câmbio poderão realizar todas as operações do mercado de câmbio, entre as quais dar curso a transferências financeiras para o exterior, sem limites de valor. d) De acordo com a atual regulação, conforme a fundamentação econômica, as operações de câmbio serão cursadas no mercado de câmbio de taxas flutuantes ou no mercado de câmbio de taxas livres. e) Tendo em vista que as operações no mercado de câmbio estão sujeitas à comprovação documental, não se admite, nesse mercado, contrato de câmbio assinado digitalmente. 136. (CESPE/CEF/2010) Considerando as normas legais e regulamentares vigentes a respeito do mercado de câmbio no Brasil, assinale a opção correta. a) À exceção das transferências financeiras relacionadas a contratos não comerciais, todas as operações de câmbio devem ser registradas no Sistema de Informações do BACEN (SISBACEN). b) As pessoas físicas e as pessoas jurídicas podem comprar e vender moeda estrangeira ou realizar transferências internacionais em reais, de qualquer natureza, sem limitação de valor, sendo contraparte na operação agente autorizado a operar no mercado de câmbio, observada a legalidade da transação, tendo como base a fundamentação econômica e as responsabilidades definidas na respectiva documentação. c) Aos bancos autorizados a operar no mercado de câmbio é vedado dar cumprimento a ordens de pagamento em reais recebidas do exterior mediante a utilização de recursos em reais mantidos em contas de depósito de titularidade de instituições bancárias domiciliadas ou com sede no exterior. d) Nas operações de repasse, é vedado à instituição financeira que capta recursos no exterior utilizálos para conceder empréstimos com variação

137. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Assinale a opção correta a respeito das operações realizadas no mercado de câmbio brasileiro. a) Nas operações de compra e venda de moeda estrangeira, em qualquer valor, não há necessidade de identificação do comprador ou do vendedor, podendo o contravalor ser pago ou recebido diretamente em espécie. b) No contrato de câmbio, podem ser alterados os dados referentes às identidades do comprador ou do vendedor, ao valor em moeda nacional, ao código da moeda estrangeira e à taxa de câmbio. c) As operações de câmbio não podem ser canceladas, mesmo que exista consenso entre as partes, com exceção das operações de câmbio simplificado e interbancárias. d) Os agentes autorizados a operar no mercado de câmbio devem observar as regras para a perfeita identificação dos seus clientes, bem como verificar as responsabilidades das partes e a legalidade das operações. e) Os agentes autorizados a operar no mercado de câmbio não podem realizar operações de compra e de venda de moeda estrangeira com instituição bancária do exterior, em contrapartida aos reais em espécie recebidos do exterior ou para lá enviados. QUESTÃO 45 138. (FCC/BB/2010) No mercado de câmbio no Brasil são realizadas operações a) no mercado à vista apenas por pessoa jurídica. b) pelos agentes autorizados pelo Banco Central do Brasil. c) dispensadas da regulamentação e fiscalização pelo Banco Central do Brasil. d) no segmento flutuante, relativas a importação e exportação de mercadorias e serviços. e) de troca de moeda nacional exclusivamente pelo dólar norte-americano ou vice-versa. 139. (FCC/BB/2006-2) É correto afirmar: a) O controle da movimentação de divisas em nosso país é realizado pelo Ministério da Fazenda, através da Secretaria da Receita Federal. b) As operações de arbitragem correspondem à compra de divisa estrangeira para financiar importações de bens e serviços. c) As operações de câmbio não influenciam o saldo do balanço de pagamentos, já que este está sempre equilibrado. d) Os investimentos estrangeiros diretos no Brasil representam capitais transitórios e voláteis. e) Ocorre uma operação de câmbio sacado quando, na troca, existem documentos ou títulos representativos da moeda. 140. (FCC/BB/2006-2) No Brasil, o aumento da taxa de câmbio tem como conseqüência

NUCE | Concursos Públicos

21

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
a) b) c) d) e) a desvalorização da moeda nacional frente ao dólar. o incentivo das importações. o estímulo da saída de capitais para o exterior. a diminuição do serviço da dívida externa. a promoção da redução das reservas internacionais. a) Visto ser obrigatório o registro da maioria das operações de câmbio realizadas no país, o SISBACEN é o principal elemento de que o BACEN dispõe para monitorar e fiscalizar o mercado. Qualquer pessoa física ou jurídica pode ir a uma instituição autorizada a operar em câmbio para comprar ou vender moeda estrangeira. Como regra geral, para a realização das operações de câmbio, é necessário respaldo documental. Visto que nas operações de câmbio são negociados direitos sobre moeda estrangeira, na grande maioria dos casos os clientes não têm acesso à moeda estrangeira em espécie. Excetuam-se as operações relativas a viagens internacionais, em que os clientes podem ter a moeda estrangeira entregue em espécie no país. Podem operar no mercado de câmbio apenas as instituições autorizadas pelo BACEN. O segmento livre é restrito aos bancos e ao BACEN. No segmento flutuante, além desses dois, podem ter permissão para operar as agências de turismo, os meios de hospedagem de turismo e as corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos também é autorizada pelo BACEN a realizar operações com vales postais internacionais, limitados a US$ 3.000,00 por operação. No mercado livre, podem ser realizadas as operações decorrentes de comércio exterior, ou seja: as de exportação e de importação; as relacionadas às atividades dos governos, nas esferas federal, estadual e municipal; as relativas aos investimentos estrangeiros no país e aos empréstimos a residentes sujeitos a registro no BACEN; e as referentes aos pagamentos e recebimentos de serviços. A posição de câmbio representa o resultado entre as operações de compra e de venda de moeda estrangeira, acrescida ou diminuída da posição do dia anterior. Essas operações são realizadas pelos estabelecimentos que podem operar em câmbio, com exceção das agências de turismo e dos hotéis, que devem observar os limites estabelecidos em regulamentação específica.

b)

141. (FCC/BB/2006-3) O contrato de câmbio a) implica a concessão de bonificações ao importador. b) é um ato unilateral e não oneroso. c) tem por objetivo a compra ou a venda de moeda estrangeira. d) implica a entrega de moeda estrangeira ao exportador. e) não tem prazo limite para sua liquidação. c) 142. (FCC/BB/2006-3) Em relação ao mercado de câmbio, é correto afirmar que a) os importadores são ofertantes nesse mercado. b) o ingresso ou saída de capitais estrangeiros no país não influencia o valor da taxa de câmbio. c) é condição necessária, para que a política de câmbio flexível praticada pelo Banco Central tenha credibilidade, que o país tenha um elevado volume de reservas internacionais. d) o Banco Central do Brasil não intervém no mercado de câmbio, deixando que a cotação do dólar flutue livremente. e) a taxa de câmbio, no Brasil, é definida como o preço da divisa estrangeira expressa em moeda nacional. 143. (FCC/BB/2006-1) É agente econômico que demanda divisa estrangeira no mercado de câmbio brasileiro a) a filial de empresa estrangeira que deseja remeter lucros para a matriz. b) a empresa brasileira que recebe empréstimo do exterior. c) o exportador. d) a empresa estrangeira que está abrindo filial no Brasil. e) o investidor estrangeiro que quer adquirir ações na Bolsa de Valores de São Paulo. 144. (CESPE/BB/2002 - Adaptado). O mercado de câmbio é o ambiente abstrato onde se realizam as operações de câmbio entre os agentes autorizados pelo BACEN e entre estes e seus clientes. No Brasil, o mercado de câmbio é dividido em dois segmentos — livre e flutuante —, que são regulamentados e fiscalizados pelo BACEN. O mercado livre é também conhecido como ―comercial‖ e o mercado flutuante, como ―turismo‖. À margem da lei, funciona um segmento denominado mercado paralelo, mercado negro ou câmbio negro. Todos os negócios realizados no mercado paralelo, bem como a posse de moeda estrangeira, sem origem justificada, são ilegais e sujeitam o cidadão ou a empresa às penas da lei. Acerca do mercado de câmbio no Brasil, julgue os itens abaixo, assinalando a afirmativa INCORRETA.

d)

e)

145. (FCC/BB/2006-1) A contratação do câmbio de exportação a) equivale a uma compra e venda mercantil efetuada entre o banco e a empresa exportadora. b) deve ser feita obrigatoriamente após o embarque da mercadoria para o exterior. c) fixa o valor da taxa de câmbio para esse contrato. d) pode ser feita antes do embarque da mercadoria para o exterior, mas somente de forma parcial. e) deve ser feita obrigatoriamente antes do embarque da mercadoria para o exterior, de forma a possibilitar ao exportador obter financiamento com base no contrato. 146. (FCC/BB/2006-2) O contrato de câmbio de exportação a) é um ato multilateral e não oneroso. b) exige sempre a interveniência de uma instituição financeira autorizada a operar em câmbio. c) depende, para seu cumprimento, do resultado do

NUCE | Concursos Públicos

22

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
negócio celebrado entre o exportador e o importador. tem como característica sua liquidação imediata, no prazo máximo de 24 horas. prevê, usualmente, a bonificação, que é uma compensação devida pelo banco ao exportador. estrangeira comprada a termos de exportadores pelo banco. 150. (CESGRANRIO/BB/1999) Assinale a forma de pagamento de exportação que representa o maior risco do exportador ou a maior demonstração de confiança deste em relação ao importador. a) Carta de crédito. b) Pagamento antecipado. c) Cobrança a prazo. d) Cobrança à vista. e) Remessa sem saque. 151. (FCC/BB/2006-1) Os custos de operação do Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX) são financiados por a) recursos provenientes da arrecadação do Imposto sobre Operações Financeiras. b) uma parcela da arrecadação do Imposto de Importação. c) um fundo constituído pela cobrança de selos nos cigarros produzidos no Brasil. d) recursos angariados pelo leilão de mercadorias sujeitas à pena de perdimento. e) uma taxa de utilização do sistema, que é administrada pela Secretaria da Receita Federal. 152. (FCC/BB/2006-2) O Siscomex a) permite acesso livre a qualquer interessado, para assegurar a transparência das operações. b) é uma sigla que significa Sistema Internacional de Comércio Exterior. c) é integrado aos bancos e corretoras de câmbio pela rede Serpro. d) pode ser acessado no próprio estabelecimento do exportador ou do importador. e) possibilita a emissão de vários documentos institucionais para cada operação. 153. (FCC/BB/2006-3) A gestão do SISCOMEX é de competência do a) Superintendente Regional da Receita Federal, no âmbito de sua Região Fiscal. b) Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda. c) Secretário da Receita Federal. d) Coordenador Geral do Sistema Aduaneiro − COANA. e) Coordenador Geral do Sistema de Tributação − COSIT. 154. (CESPE/BRB/2009 - Adaptado) O mercado de câmbio envolve negociações de moedas estrangeiras e pessoas físicas ou jurídicas com interesses ou necessidades na movimentação dessas moedas. Em referência a esse assunto, julgue os itens seguintes: I. Considere que um exportador fature uma mercadoria que vale US$ 200,00 por US$ 150,00 e que um importador estrangeiro pague por essa mercadoria, oficialmente, US$ 150,00 mais US$ 50,00 de forma ilegal. Nessa situação, o subfaturamento de exportação caracteriza evasão de divisas e alimenta o mercado de câmbio paralelo. II. Quando o BACEN realiza uma operação de compra ou venda de moeda estrangeira, todos os

d) e)

147. (FCC/BB/2006-1) A operação de arbitragem de câmbio tem como objetivo a) comprar moeda no mercado cujo preço está alto e vender a mesma moeda no mercado cujo preço está baixo. b) buscar vantagens em função de diferenças de preços nos diversos mercados. c) uniformizar as diferentes taxas de câmbio entre os diversos países. d) comprar moeda estrangeira para financiar operações de importação de mercadorias. e) vender moeda estrangeira para assegurar a liquidez das exportações. 148. (CESGRANRIO/CEF/2008-A). O contrato de câm-bio é o instrumento pelo qual se formaliza uma operação de câmbio, podendo ser utilizado para importação, exportação, compra e venda de moeda estrangeira e transferências internacionais. Nos casos de exportação, o contrato de câmbio poderá ocorrer prévia ou posteriormente ao em-barque de mercadoria. O fechamento do câmbio com ACC ocorre a) antes do embarque da mercadoria, geralmente quando o exportador necessita dos recursos para financiar a produção de mercadoria a ser exportada. b) antes ou após o embarque, porém com o câmbio travado para definição futura das taxas que serão praticadas na liquidação do contrato. c) após o embarque da mercadoria, quando o exportador entrega os documentos ao Banco, para que os mesmos sejam cobrados no exterior, à vista ou a prazo. d) após a liquidação do contrato de câmbio no exterior, independente da entrega da mercadoria. e) após a entrega da mercadoria no exterior, independente da liquidação do contrato de câmbio. 149. (CESPE/BB/2003-1 - Adaptado). No mercado de câmbio, os adiantamentos sobre os contratos de câmbio (ACC) são modalidade comtratual de largo uso. Com relação às características desse contrato, julgue os itens seguintes, assinalando a afirmativa CORRETA: a) O objetivo desses contratos é proporcionar recursos antecipados ao importador, de sorte a incrementar o comércio internacional. b) Os ACC podem ser utilizados como instrumentos de ganho financeiro pelo importador. c) O valor adiantado poderá ser averbado no próprio contrato de câmbio, ou por meio de instrumento em separado que se integrará ao contrato. d) A primeira fase dos ACC ocorre quando a mercadoria já está pronta e embarcada, aproveitandose o máximo possível a variação cambial. e) Os ACC consistem unicamente na antecipação total dos reais equivalentes a quantia em moeda

NUCE | Concursos Públicos

23

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
bancos comerciais, múltiplos e de investimentos são instituições habilitadas para participar do leilão de compra ou de venda. III. Considere hipoteticamente que José, um investidor brasileiro, use R$ 100.000,00 para comprar dólares e remetê-los para Nova York, autorize um operador a comprar euros com esses dólares e a remetê-los para Frankfurt, autorize outro operador a comprar reais com esses euros e a remetê-los de volta para o Brasil. Considere também que as cotações entre as moedas sejam US$ 1,00 = R$ 1,75; € 1,00 = R$ 2,60; e US$ 1,00 = € 0,70. Com base nessas informações e sem considerar outras despesas como custos de remessas e comissões dos operadores, concluise que o ganho de José com a arbitragem de moedas é de R$ 4.000,00. É correto o que consta em a) I, apenas. b) I e III c) II e III. d) III, apenas. e) I, II e III. intercambialidade de posições. 157. (FCC/BB/2006-3) Um produtor agrícola que vende sua produção no mercado interno e deseja se proteger de eventuais ____________ de preço no período de safra poderá celebrar um contrato a termo em que se compromete a ______________ certa quantidade do produto a preço predeterminado. Preenchem correta e respectivamente as lacunas I e II acima: a) quedas; vender b) quedas; comprar c) elevações; comprar d) elevações; vender e) oscilações; comprar 158. (CESGRANRIO/BB/1999). A oportunidade para uma operação de financiamento no mercado a termo de ações - compra das ações no mercado à vista e subseqüente venda coberta no mercado a termo - ocorre quando: a) a taxa de juros de mercado é maior que a taxa de juros implícita nesta operação. b) a taxa de juros de mercado é menor que a taxa de juros implícita nesta operação. c) a taxa de juros de mercado é igual à taxa de juros implícita nesta operação. d) há uma perspectiva de alta das ações no mercado à vista. e) há uma perspectiva de baixa das ações no mercado à vista. 159. (FCC/BB/2006-2) Analise: I. A padronização de contratos futuros não é uma condição necessária à sua negociação em mercados de bolsa. II. Se um investidor compra 50 contratos futuros referentes a um determinado produto e vencimento, e vende 80 contratos referentes ao mesmo produto e vencimento, então, esse investidor se encontra em uma posição denominada short. III. Um dos mecanismos utilizados nos mercados futuros para reduzir o risco de inadimplência é a realização de depósitos de margem de garantia. IV. A negociação de contratos futuros é regulamentada exclusivamente pelo Banco Central do Brasil e pela Secretaria da Receita Federal. V. A negociação de contratos futuros na BM&F deve ser realizada por intermédio de corretoras de mercadorias. VI. Os contratos futuros não são instrumentos adequados à realização de hedge. É correto o que consta APENAS em a) III, IV e V. b) III, V e VI. c) II, IV e VI. d) I, III e V. e) II, III e V. 160. (FCC/BB/2010) Os contratos negociados nos mercados futuros são caracterizados a) pelas diferenças de preços ajustadas diariamente. b) pelas cláusulas redigidas de acordo com a conveniência das partes.

MERCADO DE DERIVATIVOS 155. (FCC/BB/2006-1) O contrato a termo é a) um acordo entre as partes, por meio do qual, em uma data definida, uma delas adquire o direito de entregar certa quantidade de determinado produto e, caso esse direito seja exercido, a outra se compromete a pagar um preço predeterminado. b) um acordo entre as partes, por meio do qual elas se obrigam a trocar, em data certa, fluxos de caixa futuros atrelados a indicadores econômicos predefinidos. c) um acordo entre as partes, por meio do qual, em uma data definida, uma delas se obriga a entregar certa quantidade de determinado produto e a outra se compromete a pagar um preço previamente acordado entre as partes. d) uma aplicação financeira de renda fixa, destinada a grandes investidores, pessoa física ou jurídica, ambos com interesses no mercado agrícola. e) um acordo entre as partes, por meio do qual elas adquirem o direito de trocar, em data certa, fluxos de caixa futuros atrelados a indicadores econômicos predefinidos. 156. (FCC/BB/2006-2) São elementos que caracterizam um contrato a termo: a) liquidação na data da contratação, preço oscilando segundo forças de mercado e dificuldade de reversão da posição assumida. b) liquidação em data futura, preço oscilando segundo forças de mercado e fácil intercambialidade de posições. c) liquidação na data da contratação, preço predeterminado e negociação obrigatória em mercados de bolsa. d) liquidação em data futura, preço predeterminado e dificuldade de reversão da posição assumida. e) liquidação em data futura, obrigatoriedade de negociação em mercados de bolsa e fácil

NUCE | Concursos Públicos

24

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
c) d) e) pela padronização quando as partes são instituições financeiras. pela dispensa da prestação de garantias pelas partes. pelas diferenças de preços ajustadas no vencimento. assume tal posição porque acredita que essa ação: estará, na data de vencimento da opção, com um preço de mercado inferior ao preço de exercício dessa opção. estará, na data de vencimento da opção, com um preço de mercado superior ao preço de exercício dessa opção. estará, na data de vencimento da opção, com um preço de mercado igual ao preço de exercício dessa opção. diminuirá seu preço de mercado durante o período de validade da opção, permitindo o exercício antecipado dessa opção. aumentará seu preço de mercado durante o período de validade da opção, permitindo o exercício antecipado dessa opção.

a)

b)

161. (FCC/BB/1998) Suponha que um produtor de café acredite, hoje, que, dentro de 3 meses, quando da colheita e posterior venda de sua produção, os preços terão caído e não cobrirão seus custos. Em função desta expectativa e considerando que os preços no mercado futuro de café, dentro de 3 meses, estarão altos, refletindo uma expectativa oposta à sua, para se proteger, ele resolve: a) adquirir café no mercado à vista. b) não fazer nada e aguardar. c) vender estes contratos futuros no valor de sua produção. d) comprar estes contratos futuros no valor de sua produção. e) comprar e vender estes contratos futuros em igual volume 162. (FCC/BB/2006-3) Quando são transacionados contratos futuros na BM&F, há a exigência do depósito de _________________ para cobrir perdas que uma das contrapartes possa incorrer. Preenche corretamente a lacuna acima: a) emolumentos b) uma margem c) taxas de carregamento d) R$ 1.000,00 e) 100% do valor do contrato 163. (FCC/BB/2006-1) Analise: Um importador de produtos eletrônicos, temendo ___________ do real, deve ____________ contratos futuros de dólar na BM&F, assumindo uma posição ________________ no mercado futuro. Preenchem correta e respectivamente as lacunas I, II e III acima: a) b) c) d) e) I desvalorização valorização valorização desvalorização desvalorização II vender vender comprar vender comprar III long long short short long

c)

d)

e)

166. (FCC/BB/2006-2) O administrador financeiro de uma empresa que se dedica à importação de computadores espera uma forte desvalorização do real no próximo ano. Para reduzir sua exposição ao risco cambial, a empresa poderá a) comprar opções de venda de dólar. b) adquirir opções de compra de dólar. c) lançar opções de compra de dólar. d) celebrar um contrato de swap, ficando ativo na taxa do CDI e passivo em dólar. e) simultaneamente comprar opções de venda e vender opções de compra de dólar. 167. (FCC/BB/2006-3) Um investidor que compra uma opção de venda passa a ter: a) a obrigação de vender o ativo objeto da opção ao preço de mercado. b) o direito de comprar o ativo objeto da opção a um preço predeterminado chamado preço de exercício. c) a obrigação de vender o ativo objeto da opção a um preço predeterminado chamado preço de exercício. d) o direito de vender o ativo objeto da opção a um preço predeterminado chamado preço de exercício. e) a obrigação de comprar o ativo objeto da opção a um preço predeterminado chamado preço de exercício. 168. (FCC/BB/2006-1) No que diz respeito aos derivativos denominados opções, é correto afirmar que a) prêmio é o valor recebido pelo vendedor da opção como contrapartida à sua exposição ao risco. b) o lançador de uma call e o titular de uma put assumem os mesmos compromissos em relação às suas contrapartes. c) tanto opções européias quanto opções americanas só podem ser exercidas em uma data predeterminada. d) preço de exercício é o valor pago pelo comprador de uma opção de venda para obter o direito de comprar o ativo objeto da opção. e) a expressão call, no mercado, refere-se a uma opção de venda, e a expressão put refere-se a uma opção de compra.

164. (FCC/BB/2010) Dentre as diversas modalidades de operações com derivativos, a aquisição de uma opção de compra (Call) a) exige o depósito de garantia em títulos. b) obriga o titular a permanecer no mercado até o vencimento. c) possibilita investimento no ativo objeto por uma fração de seu preço no mercado à vista. d) impede a aquisição de mais de uma série do mesmo ativo objeto. e) expõe o titular a chamadas de margem em dinheiro. 165. (CESGRANRIO/BB/1999). O titular de uma opção de venda de uma determinada ação

NUCE | Concursos Públicos

25

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
a) 169. (FCC/BB/1998) O titular de uma opção de compra de uma ação, que carrega sua posição até a data de vencimento da opção, só estará efetivamente ganhando e, portanto, com justificativa para exercê-la, quando o preço de mercado da ação, no momento do exercício, for: a) inferior ao preço de exercício da opção. b) inferior ao preço de exercício da opção acrescido do valor do prêmio pago, quando da compra da opção. c) superior ao preço de exercício da opção. d) superior ao preço de exercício da opção acrescido do valor do prêmio pago, quando da compra da opção. e) superior ao preço de exercício da opção deduzido o valor do prêmio pago, quando da compra da opção. 170. (CESGRANRIO/BB/2010) Derivativos são instrumentos financeiros que se originam do valor de outro ativo, tido como ativo de referência. As transações com derivativos são realizadas no mercado futuro, a termo, de opções e swaps, entre outros. Os swaps são a) ativos garantidores de operações em moeda estrangeira, adquiridos mediante a troca de ações, direitos e obrigações entre duas partes. b) ativos que podem ser comprados por uma empresa investidora com o intuito de se proteger de uma eventual redução de preços de outro ativo da mesma carteira de investimento. c) direitos adquiridos de comprar ou vender um ativo em uma determinada data por preço e condições previa-mente acertados entre as partes envolvidas na negociação. d) acordos de compra e venda de ativos para serem entregues em uma data futura, a um preço previamente estabelecido, sem reajustes periódicos. e) acordos entre duas partes que preveem a troca de obrigações de pagamentos periódicos ou fluxos de caixa futuros por um certo período de tempo, obedecendo a uma metodologia de cálculo predefinida. 171. (FCC/BB/2006-2) Sobre as operações de swap, é correto afirmar que a) devem ser registradas em entidades tais como a CETIP e a BM&F. b) não estão sujeitas à incidência do imposto de renda. c) prestam-se apenas ao investimento especulativo. d) restringem-se, no mercado brasileiro, à troca de taxas de juros divulgadas pelo governo. e) sua celebração requer a presença de uma instituição financeira intermediadora. 172. (CESPE/BRB/2009 - Adaptado) O mercado de capitais é um segmento do sistema financeiro nacional em que são realizadas operações de compra e venda de títulos e de valores mobiliários, como ações, debêntures, contratos de derivativos, entre outros. Com respeito a esse assunto, julgue os itens a seguir, assinalando a afirmativa CORRETA: Operações de underwriting são realizadas nos mercados primário e secundário. No mercado primário, uma empresa emite ações que serão oferecidas ao público por meio de uma instituição líder contratada. No mercado secundário, uma instituição líder oferece ao mercado um bloco de ações anteriormente emitidas pertencentes a uma pessoa física ou jurídica. Considere que, em determinado momento, uma onça-troy — 31,1035 gramas — esteja avaliada em US$ 1.104,00, que o dólar esteja cotado em R$ 1,75 e que a Bolsa de Mercadorias e Futuros e Bolsa de Valores de São Paulo (BMF&BOVESPA) esteja oferecendo um grama de ouro a R$ 65,00. Com base nessas informações, é correto afirmar que é momento de comprar ouro. (à Vista = R$ 62,12) Debêntures são títulos emitidos por empresas de capital aberto (OU FECHADO) não financeiras, lançados no mercado para captar recursos de médio e longo prazos com finalidade de financiar projetos de investimentos e(ou) para alongar o perfil do passivo financeiro. O mercado à vista de ações é caracterizado pela compra e venda de determinada quantidade de ações cuja liquidação financeira ocorre em até trinta dias, enquanto ações são transferidas no terceiro dia útil. O processo de transformação de uma companhia fechada para companhia aberta deve ser avaliado e aprovado pela diretoria da empresa para posterior registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). GARANTIAS DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL 173. (FCC/BB/2006-3) É correto afirmar: a) Do ponto de vista formal, não há diferenças entre aval, fiança, caução, hipoteca e alienação fiduciária como instrumentos de garantia de operações de crédito. b) O aval a um título de crédito deve ser prestado através de documento específico para essa Finalidade. c) Um cheque pode ter aval parcial, desde que este garanta no mínimo 50% do seu valor. d) A prestação de aval requer a entrega da posse de bens móveis do avalista, em valor correspondente ao da obrigação garantida. e) Se o avalista pagar um título em lugar do avalizado, poderá exigir deste último o ressarcimento dos valores pagos. 174. (FCC/BB/2006-3) O Sr. Fulano de Tal é fanático por futebol e decidiu comprar um televisor novo para assistir à Copa do Mundo da Alemanha. Para tanto foi a um banco e pediu um empréstimo de R$ 500,00. Para conceder o empréstimo, o gerente do banco exigiu que o Sr. Fulano apresentasse uma pessoa idônea, que assinaria um contrato responsabilizando-se pelo pagamento da dívida, caso ele se tornasse inadimplente. A modalidade de garantia exigida nessa transação é denominada

b)

c)

d)

e)

NUCE | Concursos Públicos

26

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
a) b) c) d) e) fiança. caução. aval. penhor mercantil. alienação fiduciária. uma operação de crédito, tornando-se solidariamente responsáveis por seu pagamento. empresas de grande porte oferecem títulos públicos em garantia, tornando-se integralmente responsáveis por seu pagamento. pessoas de uma mesma comunidade entregam bens em garantia a uma operação de crédito, tornando-se solidariamente responsáveis por seu pagamento.

d)

e) 175. (FCC/BB/2006-1) No que diz respeito à nota promissória, é correto afirmar que a) não pode ser garantida somente por aval, sendo necessárias outras garantias complementares. b) a prestação do aval não pode ser dada na própria nota promissória. c) o avalista será responsável pelo pagamento somente em caso de falecimento do emitente. d) pessoas físicas casadas em regime de comunhão de bens só poderão dar aval com autorização de seu cônjuge. e) o avalista poderá ser chamado a cumprir as obrigações da nota promissória antes de seu vencimento. 176. (FCC/BB/2006-1) Uma determinada dívida é garantida por três fiadores. Caso ela não seja paga, cada fiador ficará responsável pelo pagamento a) da dívida, na proporção de seu patrimônio em relação ao total do patrimônio de todos os fiadores. b) da dívida, na proporção de sua renda mensal em relação ao total da renda mensal de todos os fiadores. c) de 1/3 da dívida, independentemente do que dispuser o contrato de fiança. d) do total da dívida, independentemente do que dispuser o contrato de fiança. e) da dívida, na proporção que estiver fixada no contrato de fiança. 177. (FCC/BB/2006-2) Com relação às garantias dadas por meio de fiança, é correto afirmar que a) o credor, sob certas condições, pode ser obrigado a aceitar o fiador apresentado pelo devedor. b) a fiança nunca pode ser de valor inferior ao do principal da dívida garantida. c) a fiança garante também os juros decorrentes da dívida contraída. d) se o fiador se tornar insolvente ou incapaz, não poderá o credor exigir que ele seja substituído. e) a fiança deve ser prestada por apenas um fiador, que assume a responsabilidade total sobre a dívida garantida. 178. (FCC/BB/2006-2) A Resolução do Conselho Monetário Nacional No. 3.310, de 31 de agosto de 2005, prevê em seu artigo 3º, parágrafo 2º, que o aval solidário pode constituir garantia nas operações de microcrédito. No aval solidário, a) pessoas pertencentes à mesma família oferecem bens em garantia a uma operação de crédito, abrindo mão de sua posse e domínio. b) pessoas pertencentes à mesma família oferecem bens em garantia a uma operação de crédito, mas não abrem mão de sua posse. c) pessoas de uma mesma comunidade mutuamente garantem, sem a entrega de bens,

179. (FCC/BB/2006-3) É correto afirmar que a) extingue-se o penhor mercantil com o pagamento da dívida, produzindo efeitos independentemente da averbação do cancelamento de seu registro. b) o devedor, no penhor mercantil, pode alienar as coisas empenhadas, mesmo sem autorização do credor, desde que reponha outros bens da mesma natureza. c) o instrumento de constituição do penhor mercantil, público ou particular, deve ser registrado no Cartório de Registro de Imóveis da circunscrição onde estiverem situadas as coisas empenhadas. d) o devedor, no penhor mercantil, tem o direito de inspecionar as coisas empenhadas, uma vez que elas se encontram de posse do credor. e) o penhor mercantil só pode ser constituído por meio de instrumento público, sendo necessárias duas pessoas idôneas como testemunhas. 180. (FCC/BB/2006-1) O proprietário do restaurante Kilu’s Cazeiro M.E. pretende oferecer mais conforto aos seus clientes com a instalação de um aparelho de ar condicionado. Para tanto, dirigiu-se a um banco e solicitou um financiamento em nome de sua empresa. O gerente do banco condicionou a concessão do financiamento à assinatura de um contrato, em que o restaurante transferiria a posse de seu mobiliário para o banco, tornando-se depositário dos bens dados em garantia do financiamento. Essa condição de depositário seria revertida após a quitação do financiamento, ou o banco teria a posse definitiva dos bens empenhados no caso de inadimplência. Nesta operação, a garantia exigida pelo banco para conceder o financiamento é denominada a) caução. b) aval. c) penhor mercantil. d) fiança. e) hipoteca. 181. (FCC/BB/2006-2) Analise o texto que o Professor Pedro escreveu: O penhor mercantil é constituído por meio de instrumento público ou particular, que deve ser registrado no Cartório de Registro de Imóveis da circunscrição onde estiverem situadas as coisas empenhadas, por qualquer dos contratantes. Nesta modalidade de penhor, o devedor não permanece em poder das coisas empenhadas, ficando estas sob a custódia do credor.

NUCE | Concursos Públicos

27

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
O texto de Pedro está INCORRETO porque a) a custódia das coisas empenhadas, no penhor mercantil, fica a cargo de entidades públicas. b) o penhor mercantil deve ser registrado no Cartório de Títulos e Documentos. c) o instrumento do penhor só pode ser levado a registro pelo credor. d) o instrumento do penhor só pode ser levado a registro pelo devedor. e) o devedor, no penhor mercantil, fica em poder das coisas empenhadas. 182. (FCC/BB/2006-3) Na alienação fiduciária, o _____________ tem a _______________ de um bem móvel, podendo utilizá-lo às suas expensas e risco, na qualidade de depositário. Preenchem correta e respectivamente as lacunas I e II acima: I II a) devedor posse b) credor posse c) mutuário propriedade d) credor propriedade e) devedor propriedade 183. (FCC/BB/2006-2) Para exercer seu ofício, um dentista precisava adquirir o equipamento necessário à montagem de seu consultório. Como não dispunha de recursos suficientes, foi a um banco pedir financiamento. Para conceder o financiamento, o gerente do banco esclareceu que deveria ser assinado um contrato entre o dentista e a instituição financeira, no qual o dentista ficaria de posse dos equipamentos adquiridos, muito embora transferisse a propriedade para a instituição financeira. Quando da total quitação da dívida, o dentista retomaria a propriedade dos equipamentos. Neste tipo de transação o banco requer, para conceder o financiamento, uma garantia denominada a) aval. b) penhor mercantil. c) hipoteca. d) alienação fiduciária. e) fiança bancária. 184. 12. (FCC/BB/2006-1) Em relação à alienação fiduciária, é correto afirmar que a) deve ser celebrada por instrumento público ou particular a ser registrado no Cartório de Títulos e Documentos do domicílio do credor. b) o devedor não pode utilizar o bem dado em garantia às suas expensas e risco, sendo, ainda, obrigado a zelar por sua conservação. c) a propriedade do bem dado em garantia é transferida ao devedor, preservando-se a posse com o credor. d) o contrato conterá a descrição da coisa objeto da transferência, com os elementos indispensáveis à sua identificação. e) a dívida será considerada quitada, mesmo que o produto da venda do bem dado em garantia seja inferior ao valor emprestado. 185. FCC/BB/2006-1) Analise Professor João escreveu: o texto que o

Um imóvel pode ser hipotecado para garantir uma dívida futura ou condicionada, desde que determinado o valor máximo do crédito a ser garantido. Essa hipoteca abrangerá todos os melhoramentos e construções realizadas no imóvel. O dono do imóvel hipotecado pode ainda constituir outra hipoteca sobre ele, mediante novo título, em favor do mesmo ou de outro credor. É vedado ao proprietário, no entanto, alienar o imóvel hipotecado. O texto de João está INCORRETO porque a) se um imóvel for objeto de uma segunda hipoteca, esta não poderá ser em favor do mesmo credor. b) é nula a cláusula que proíbe ao proprietário alienar imóvel hipotecado. c) imóveis não podem ser hipotecados para garantir dívidas futuras. d) a hipoteca não abrange melhoramentos e construções feitas no imóvel. e) imóveis hipotecados não podem ser objeto de outra hipoteca. 186. (FCC/BB/2006-2) São bens e direitos que podem ser objeto de hipoteca: a) imóveis, participações societárias e aeronaves. b) imóveis, estradas de ferro e aeronaves. c) estradas de ferro, navios e jóias. d) aeronaves, jóias e estradas de ferro. e) imóveis, participações societárias e navios. 187. (FCC/BB/2006-3) Quatro irmãos são proprietários de uma fazenda avaliada em R$ 400 000,00, nas seguintes proporções: Álvaro 25%; Benedito 10%; Carlos 35%; Daniel 30%. Caso seja necessário, o valor máximo pelo qual poderá ser hipotecada a fazenda será de a) R$ 180 000,00, caso Álvaro, Benedito e Carlos não dêem seu consentimento para hipotecar o imóvel. b) R$ 200 000,00, caso Álvaro e Daniel não dêem seu consentimento para hipotecar o imóvel. c) R$ 400 000,00, caso todos os irmãos concordem em hipotecar o imóvel. d) R$ 100 000,00, caso Álvaro, Carlos e Daniel não dêem seu consentimento para hipotecar o imóvel. e) R$ 40 000,00, caso Benedito, Carlos e Daniel não dêem seu consentimento para hipotecar o imóvel. 188. (CESGRANRIO/BB/2010) As operações de garantia bancária são operações em que o banco se solidariza com o cliente em riscos por este assumidos. O aval bancário, por exemplo, é uma garantia que gera a) obrigação assumida pelo Banco, a fim de assegurar o pagamento de um título de crédito para um cliente. b) obrigação solidária do Banco credor para com o seu cliente mediante a assinatura de um contrato de câmbio. c) direito real para o Banco em face ao seu cliente e se constitui, pela tradição efetiva, em garantia de coisa móvel passível de apropriação entregue pelo devedor.

NUCE | Concursos Públicos

28

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
d) responsabilidade acessória pelo Banco, quando assume total ou parcialmente o dever do cumprimento de qualquer obrigação de seu cliente devedor. passivo para cliente tomador de um empréstimo contra o Banco credor, colocando seus bens à disposição para garantir a operação. 193. (FCC/BB/2006-2) Analise: A contribuição mensal ordinária das instituições associadas ao Fundo Garantidor de Créditos deve ser fixada, mediante autorização do ______________ por ______________________, observado um ___________ do montante dos saldos das contas objeto da garantia. Esses recursos ___________________ ser aplicados na aquisição de bens imóveis. Preenchem correta e respectivamente as lacunas I, II, IIIe IV acima: a) b) c) d) e) Conselho Monetário Nacional; seu Conselho de Administração; máximo; não poderão. Banco Central do Brasil; sua Diretoria Executiva; mínimo; poderão. Conselho Monetário Nacional; sua Diretoria Executiva; máximo; poderão. Banco Central do Brasil; seu Conselho de Administração; mínimo; não poderão. Conselho Monetário Nacional; seu Conselho Fiscal; máximo; poderão.

e)

189. (FCC/BB/2006-1) NÃO contém apenas créditos cobertos pela garantia do FGC: a) depósitos à vista, depósitos judiciais e depósitos de poupança. b) depósitos de poupança, letras hipotecárias e letras de crédito imobiliário. c) letras de câmbio, letras hipotecárias e letras imobiliárias. d) depósitos em conta investimento, depósitos de poupança e letras hipotecárias. e) depósitos à vista, letras de câmbio e depósitos em conta investimento. 190. (FCC/BB/2010) A fiança bancária é uma obrigação escrita prestada à empresa que necessita de garantia para contratação de operação que envolva responsabilidade na sua execução e a) comprova que os recursos financeiros necessários estão depositados pela empresa na instituição financeira fiadora. b) pode ser concedida somente em operações relacionadas ao comércio internacional. c) substitui total ou parcialmente os adiantamentos em dinheiro ao credor por parte da empresa. d) está sujeita à incidência de Imposto sobre Operações Financeiras e) não apresenta risco de crédito para a instituição financeira. 191. (FCC/BB/2010) O Fundo Garantidor de Crédito - FGC é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que administra o mecanismo de proteção aos correntistas, poupadores e investidores, contra instituições financeiras em caso de intervenção, liquidação ou falência. São cobertos limitadamente pela garantia a) Notas Promissórias Comerciais. b) Letras Hipotecárias. c) Depósitos Judiciais. d) Letras Financeiras do Tesouro. e) Fundos de Investimentos Financeiros. 192. (FCC/BB/2006-3 - Adaptado) Em caso de insolvência (―quebra‖) de uma instituição financeira, o valor máximo garantido pelo FGC sobre os saldos mantidos pelos clientes em suas contas correntes é de a) R$ 10 mil. b) R$ 70 mil. c) R$ 30 mil. d) R$ 40 mil. e) R$ 50 mil.

PREVENÇÃO E COMBATE A LAVAGEM DE DINHEIRO. CRIME DE LAVAGEM DE DINHEIRO 194. (CESGRANRIO/BB/2010) A Lei nº 9.613, de 1998, que dispõe sobre os crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens, determina que as instituições financeiras adotem alguns mecanismos de prevenção. Dentre esses mecanismos, as instituições financeiras deverão a) instalar equipamentos de detecção de metais na entrada dos estabelecimentos onde acontecem as transações financeiras. b) verificar se os seus clientes são pessoas politicamente expostas, impedindo qualquer tipo de transação financeira, caso haja a positivação dessa consulta. c) identificar seus clientes e manter seus cadastros atualizados nos termos de instruções emanadas pelas autoridades competentes. d) comunicar previamente aos clientes suspeitos de lavagem de dinheiro as possíveis sanções que estes sofrerão, caso continuem com a prática criminosa. e) registrar as operações suspeitas em um sistema apropriado e enviar para a polícia civil a lista dos possíveis criminosos, com a descrição das operações realizadas. 195. (FCC/BB/2010) A Lei no 9.613/98, que dispõe sobre os crimes de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores, determina que a) os crimes são afiançáveis e permitem liberdade provisória. b) a simples ocultação de valores é suficiente para cumprir exigência punitiva. c) o agente pode ser punido, ainda que a posse ou o uso dos bens não lhe tenha trazido nenhum proveito.

NUCE | Concursos Públicos

29

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

Técnicas Bancárias
d) e) a obtenção de proveito específico é exigida para caracterizar o crime. é facultado à instituição financeira fornecer talonário de cheque ao depositante enquanto são verificadas as informações constantes da ficha proposta. b) Como conseqüência da aprovação da lei 9.613/98 e da implantação da sistemática de combate aos crimes de lavagem de dinheiro, o BACEN criou em 2003 o Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS); O presidente do Tribunal de Contas estadual é considerado pessoa politicamente exposta. O mesmo não acontece com o presidente de um Tribunal de Contas municipal; São sujeitos ao registro de indício de lavagem de dinheiro os depósitos em espécie, retiradas em espécie ou pedidos de provisionamento para saque, de valor igual ou superior a R$100.000,00 (cem mil reais), independentemente de qualquer análise ou providência, devendo o registro respectivo ser efetuado na data do depósito, da retirada ou do pedido de provisionamento para saque; Em caso do não registro tempestivo de indícios de crime de lavagem de dinheiro, a instituição financeira, e seus representantes, está sujeita, entre outras coisas, a multa de até R$ 200.000,00.

c)

196. (CESGRANRIO/BB-Certificação Interna/2008) Em 1998 foi aprovada a Lei no 9.613, que tipificou o crime de lavagem de dinheiro, criou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) e estabeleceu uma série de medidas objetivando a prevenção e o combate à lavagem de dinheiro. Entre as afirmativas abaixo, qual(is) foi(ram) a(s) medida(s) conferida(s) aos Bancos pela Lei no 9.613? a) Registrar as gravações telefônicas com clientes suspeitos de lavagem de dinheiro. b) Verificar os dados e registros de clientes com quantias acima do limite definido pelo Banco Central. c) Recusar qualquer tipo de relacionamento financeiro com suspeitos de lavagem de dinheiro. d) Identificar adequadamente os clientes e manter seu cadastro atualizado. e) Informar ao Banco Central todas as transações acima de R$ 10.000,00 realizadas em papel moeda. 197. São consideradas pessoas politicamentes expostas, EXCETO: a) Vereador; b) Presidente da Assembléia Legislativa; c) Senador; d) Deputado Federal; e) Membro do Tribunal de Contas da União; 198. Qual das afirmativas abaixo NÃO representa uma situação relacionada com a manutenção de contas correntes, passíveis de sinalização de indícios de lavagem de dinheiro: a) atuação, de forma contumaz, em nome de terceiros ou sem a revelação da verdadeira identidade do beneficiário; b) contas que não demonstram ser resultado de atividades ou negócios normais, visto que utilizadas para recebimento ou pagamento de quantias significativas sem indicação clara de finalidade ou relação com o titular da conta ou seu negocio; c) retirada de quantia significativa de conta ate então pouco movimentada ou de conta que acolheu deposito inusitado; d) utilização conjunta e simultânea de caixas separados para a realização de grandes operações em espécie ou de cambio; e) movimentação de conta corrente com prioridade para o uso de cartão magnético. 199. Acerca dos crimes de lavagem de dinheiro, julgue os itens seguintes, assinalando a afirmativa ERRADA: a) A pena para os crimes da espécie é de três a dez anos, mas multa, independentemente da origem da ocorrência;

d)

e)

200. São considerados crimes de lavagem de dinheiro: a) Contrabando de equipamentos de informática; b) Tráfico ilícito de substâncias entorpecentes ou drogas afins; c) Extorsão por suposto crime de adultério; d) crime contra sociedade anônima; e) Praticado por organização civil.

NUCE | Concursos Públicos

30

www.nuceconcursos.com.br | Informações: (81) 3198.1414

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->