FACULDADES INTEGRADAS PITÁGORAS Comunicação Social Publicidade e Propaganda, 1º período REVISÃO DE LITERATURA

A PESQUISA: ABORDAGEM QUANTITATIVA E QUALITATIVA

Como definir a pesquisa? Moresi (2003, p. 8) afirma que, ³pesquisar significa, de forma bem simples, procurar respostas para indagações propostas´. A resposta ao primeiro questionamento apresenta imbricações e desdobramentos diversos (MORESI, 2003), mas há um terreno comum entre estes. Rampazzo (2005, p.49) afirma que ³a pesquisa é um processo reflexivo, sistemático, controlado e crítico que permite descobrir novos fatos ou dados, soluções ou leis em qualquer área do conhecimento´. A pesquisa é um trabalho de investigação de pensamentos e ações na busca da construção de determinada solução, corrobora Del Castilho (2003). Soares (2005) explica que a pesquisa científica é a realização de um estudo planejado, sendo o método de abordagem do problema o que caracteriza o aspecto científico da investigação e, ³sua finalidade é descobrir respostas para questões mediante a aplicação do método científico´ (SOARES, 2005, p. 1). Gil (2008) acrescenta que pode-se definir pesquisa como o procedimento racional e sistemático que tem como objetivo proporcionar respostas aos problemas que são propostos, e mais, a pesquisa é desenvolvida mediante o concurso dos conhecimentos disponíveis e a utilização cuidadosa de métodos, técnicas e outros procedimentos científicos. Logo a pesquisa se caracteriza por ser ³uma atividade voltada para a solução de problemas por meio dos processos do método científico´ (RAMPAZZO, 2005, p. 49), constituindo ³um conjunto de ações, propostas p ara encontrar a solução para um problema, que tem por base procedimentos racionais e sistemáticos´ (MORESI, 2003, p. 8). Soares (2005, p. 1) explica:
A pesquisa sempre parte de um problema, de urna interrogação, uma situação para a qual o repertório de conhecimento disponível não gera resposta adequada. Para solucionar esse problema são levantadas hipóteses que podem ser confirmadas ou refutadas pela pesquisa.

Moresi (2003) ainda aciona a pesquisa como uma atitude e uma prática teórica com teor de busca constante que define um processo intrinsecamente inacabado e permanente. ³É uma atividade de aproximação sucessiva da realidade que nunca se esgota, fazendo uma combinação particular entre teoria e dados´ (MORESI, 2003, p. 8), o que evidencia seu valor no seio da construção do conhecimento científico e do próprio progresso científico, numa dinâmica sistematizada e constante. ³O produto da pesquisa científica deve contribuir para o avanço do conhecimento humano´ (SOARES, 2005, p. 2). ³O interesse e a curiosidade do homem pelo saber levam -no a investigar a realidade sob os mais diversificados aspectos e dimensões´ (RAMPAZZO, 2005, p. 51). Para cada abordagem de pesquisa verificam-se técnicas e enfoques distintos, conforme a natureza e o objeto de pesquisa , continua Rampazzo (2005). Moresi (2003) explica que há uma diversidade vasta de formas de se classificar e agrupar a tipologia da pesquisa. Gil (2008) delimita a pesquisa por seu conteúdo objetivo, caracterizando-a como exploratória, descritiva e/ou explicativa e, segundo o procedimento técnico , onde se inserem

adequando-se em aprofundar a complexidade de fenômenos . hábitos. ³no desenvolvimento da pesquisa de natureza quantitativa devem se formular hipóteses e classificar a relação entre as variáveis para garantir a precisão dos resultados. 1): Neste caso. 1º período REVISÃO DE LITERATURA desde a pesquisa documental até a pesquisa experimental. onde os dados se apresentam aos sentidos. entre a investigação quantitativa e a qualitativa. não sendo excludentes entre si.). p. ela não pode ser pensada como oposição contraditória. Acerca da abordagem qualitativa da pesquisa e sua diferenciação da abordagem quantitativa expõe Soares (2 005. A utilização deste tipo de abordagem difere da abordagem quantitativa pelo fato de não utilizar dados estatísticos como o centro do processo de análise de um problema. 2) explica que. trabalha com valores representativos. Quanto à abordagem. Pelo contrário. portanto. atitudes e opiniões. 1993). Na análise dos dados coletados não há preocupação em comprovar hipóteses previamente estabelecidas. retratando o maior número possível de elementos existentes na realidade estudada. A pesquisa quantitativa. e tem como campo de práticas e objetivos trazer à luz dados. a pesquisa pode ser construída sob uma perspectiva quantitativa e/ou qualitativa (objeto da presente revisão literária). 2005). entre objetividade e subjetividade não se reduz a um continuum. nem superioridade científica entre tais abordagens (MINAYO. indicadores e tendências observáveis. atua em níveis da realidade. Já a pesquisa qualitativa. não há contradição ou oposição. ainda segundo Minayo e Sanches (1993). afirmam Minayo e Sanches (1993). p. segundo Minayo e Sanches (1993). evitando contradições no processo de análise e interpretação´. classificando -os e tornando-os inteligíveis através de variáveis´ (MINAYO. fatos e processos particulares e específicos de grupos a serem abrangidos ampla e intensamente.. Os dados coletados nessas pesquisas são descritivos. se a relação entre quantitativo e qualitativo. ³deve ser utilizada para abarcar. assim como não há continuidade. p. 9). grandes aglomerados de dados (. que ainda completam: No entanto. Soares (2005. Preocupa-se muito mais com o processo do que com o produto. a análise e interpretação dos dados. Do ponto de vista metodológico. SANCHES. as questões são estudadas no ambiente em que eles se apresentam sem qualquer manipulação intencional do pesquisador.FACULDADES INTEGRADAS PITÁGORAS Comunicação Social Publicidade e Propaganda. do ponto de vista social. porém não eliminam a existência de um quadro teórico que direcione a coleta. acrescenta Soares (2005). A abordagem quantitativa está relacionada ao emprego de recurso s e técnicas estatísticas que tencionam a quantificação de dados coletados (SOARES. é de se desejar que as relações sociais possam ser analisadas em seus aspectos mais ³ecológicos´ e ³concretos´ e aprofundadas em seus . a prioridade de numerar ou medir unidades. Ambas as modalidade de abordagem de pesquisa são determinantes na construção de determinado dado científico. SANCHES. não tendo.. 1993.

mesmo fazendo uso de técnicas sofisticadas de análise e precisação. 2). 2005. REFERÊNCIAS: DEL CASTILHO. Antonio Carlos. 5ª Ed. Disponível em: <http://www. Disponível em: <http://www. 2003). 2005).inf. MORESI. . p. Campinas: 2003. Quantitativo-Qualitativo: oposição ou complementaridade?. Brasília: março de 2003. uma abordagem qualitativa em si não garante compreensão em profundidade ´ (MINAYO. Caderno de Saúde Pública ± Escola Nacional de Saúde Pública (FioCruz).br/trabalho_pesquisa/index. 1993.br/~falbo/files/MetodologiaPesquisa Moresi2003. Se o objetivo da pesquisa é corroborar no avanço do conhecimento científico e no progresso humano.ead.br/scielo. SANCHES. Como elaborar projetos de pesquisa . MINAYO. ³Da mesma forma.php?pid=S0102 -311X1993000300002&script=sci_arttext >.scielo. o estudo quantitativo pode gerar questões para serem aprofundadas qualitativamente. Eduardo. 9). São Paulo: Ed. Acesso em 7 de maio de 2011. e vice versa.pdf >. o método é o fio condutor para se formular esta articulação´ (MINAYO. SANCHES. GIL. Renata Almeida Fonseca. A pesquisa quantitativa não revela superioridade e objetividade. Assim.ufes. Acesso em 7 de maio de 2011. Acesso em 7 de maio de 2011. 1993. Atlas. Odécio. p. SANCHES. Rio de Janeiro: 1993. p.FACULDADES INTEGRADAS PITÁGORAS Comunicação Social Publicidade e Propaganda. As abordagens de pesquisa quantitativas e qualitativas não se anulam ou mesmo não são necessariamente consequentes (RAMPAZZO. Maria Cecília & SANCHES..htm >. a aplicação coe rente destas modalidades de pesquisa é imprescindível para o alcance de sua proposição original. Disponível em: < http://www. Metodologia da Pesquisa.unicamp. 1993. 9). se deforma ou ignore aspectos fenomenológicos importantes do objeto de pesquisa (MINAYO. ³O conhecimento científico é sempre uma busca de articulação entre uma teoria e a realidade empírica. 1º período REVISÃO DE LITERATURA significados mais essenciais. mas sua utilização é expressiva no dimensionamento do objeto de pesquisa e na construção do conhecimento científico (SOARES. Aprendendo sobre pesquisas.

Belo Horizonte: 2005.FACULDADES INTEGRADAS PITÁGORAS Comunicação Social Publicidade e Propaganda. Acesso em 7 de maio de 2011. Loyola. São Paulo: Ed. Josiane Santos Brant Rocha Gustavo Souza Kildary Leão Paulo Henrique Pedro Pezzato Valdemir Lucas Wendy Walesko 1º período Maio de 2011 .jjsoares. Pesquisa Científica. Metodologia Científica.doc > . Lino.com/media/.. Disponível em: <www. 2005. 3 ed../Pesquisa%20_Científica_novo. José Joaquim. SOARES. Comunicação Social ± Publicidade e Propaganda Metodologia Científica & Projeto Multidisciplinar Ms.. 1º período REVISÃO DE LITERATURA RAMPAZZO.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful