P. 1
Atrito

Atrito

|Views: 11.095|Likes:

More info:

Published by: WWW.CURSODEFISICA.COM.BR on Oct 30, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/03/2013

pdf

text

original

Este documento foi baixado do

Portal da Física CF! www.cursodefisica.com.br

O desafio de aprender, nunca se acaba!
Apostilas Exercícios Tecnologia Ciência Notícias Biografias Humor Vídeos E muito mais!!!

Os créditos são de seus autores. Caso algum material locado em nosso site esteja em desacordo com a Lei de Direitos Autorais ou lhe pertença e deseja que seja retirado, contacte-nos: contato@cursodefisica.com.br

FORÇA DE ATRITO
Lançando um corpo sobre um plano horizontal, verificamos que ele acabará parando.

Pela 2ª Lei de Newton, o corpo somente poderia parar se existisse uma força contrária ao seu deslizamento!

Que força é essa, meu Deus?

Para nossa experiência, ainda que mental, precisaremos de um sapato e cubos de gelo.

Coloque o sapato sobre uma superfície lisa e empurre. Ele vai deslizar um pouco e logo pára, interrompendo o movimento.

Agora ponha o mesmo sapato sobre cubos de gelo, conforme a figura ao lado. Veja se ele está bem equilibrado!

Empurre e veja o que acontece desta vez: o sapato desliza como um esqui, numa velocidade alta.

Por que isso aconteceu?

Isso aconteceu devido ao ATRITO. Quanto mais áspera uma superfície mais ATRITO ela provoca, imagine uma lixa, por exemplo.

Explicando o que aconteceu...
No primeiro caso, há uma resistência entre o chão e o solado, isso cria uma resistência ao movimento do sapato: ATRITO.

Quando empurramos o sapato pra frente, o ATRITO provoca uma resistência, como se fosse uma força contrária, diminuindo a força com a qual o sapato foi empurrado.

O gelo, por ser uma superfície muito lisa, tem muito pouco atrito, além disso, sua superfície vai se derretendo deixando o ATRITO quase inexistente. Ao colocarmos o sapato sobre o gelo, o sapato desliza praticamente sem o atrito.

Mas não pensem que o ATRITO é um inimigo do movimento, o ATRITO é fundamental para nossa locomoção. Imaginem se nossos sapatos não tivessem ATRITO e deslizassem a cada passo, seria como tentar andar numa pista de patinação no gelo, sem os patins.

Mais alguns exemplos...

Atrito é a resistência que os corpos em contato oferecem ao movimento.

Fat = µ . N
Onde: Fat é a Força de atrito. µ é o coeficiente de atrito (depende do material dos corpos em contato e do polimento das superfícies). N é a força de reação normal do plano de apoio.

Tipos de atritos
1- Atrito Estático: é aquele que atua enquanto não há deslizamento. 2- Atrito Dinâmico ou cinético: é aquele que atua quando há movimento relativo entre os corpos. O coeficiente de atrito estático (µe) é sempre maior que o coeficiente de atrito dinâmico (µd).

Por essa razão é mais difícil empurrarmos um carro enquanto ele ainda está parado, do que, uma vez iniciado, manter o movimento.

µe > µd d OBS: 1- o coeficiente de atrito é adimensional. 2- o atrito de rolamento é muito menor do que o atrito de deslizamento, aí residindo a vantagem da invenção da roda.

Exemplos de aplicação
A14- Um corpo de peso igual a 200 N está em repouso sobre uma superfície horizontal em que os coeficientes de atrito estático e dinâmico valem, respectivamente, 0,4 e 0,3. Calcule a intensidade da força paralela ao plano capaz de fazer o corpo: a) entrar em movimento. b) mover-se em movimento retilíneo uniforme. A15- Um carro de 900 kg, andando a 72 km/h, freia bruscamente e pára em 4 s. a) Qual o módulo da aceleração do carro? b) Qual o módulo da força de atrito que atua sobre o carro? Um livro é mantido em repouso verticalmente, apoiado a uma parede, quando é aplicada sobre ele uma força F, perpendicular à parede, como mostra a figura.

Determine: a) A força F que está aplicada ao livro, mantendo-o parado. b) A força F que deverá ser aplicada ao livro, para que ele desloque-se para baixo, com velocidade constante. c) A força F que deverá ser aplicada ao livro, para que ele desloque-se para baixo, com aceleração de 1 m/s². Exercícios 1- (CESCEM) Um corpo de massa 5,0 kg é puxado horizontalmente sobre uma mesa, por uma força F de intensidade 15,0 N, conforme mostra a figura abaixo. Observa-se que o corpo acelera 2,0 m/s2. Qual a intensidade da força de atrito presente?

2- (ITA) Na figura temos um bloco de massa igual a 10 kg sobre uma mesa que apresenta coeficientes de atrito estático de 0,3 e cinético 0,25. Aplica-se ao bloco uma força F de 20 N. Utilize a Lei Fundamental da Dinâmica (2ª Lei de Newton) para assinalar abaixo o valor da força de

atrito (A) no sistema indicado (g = 9,8 m/s2).

3- (CESCEA) Um corpo desliza sobre um plano horizontal, solicitado por uma força de 100 N. Um observador determina a aceleração do corpo: a = 1 m/s2. Sabendo que o coeficiente de atrito dinâmico entre o bloco e o plano de apoio é 0,1, podemos dizer que a massa do corpo é (adote g = 10m/s2) 4- (AMAN) Um automóvel move-se em uma estrada horizontal, com velocidade constante de 30 m/s. Num dado instante o carro é freado e, até parar, desliza sobre a estrada numa distância de 75 m. Determine o coeficiente de atrito entre os pneus e a estrada. Adote g = 10 m/s2. 5- (FESP) No esquema seguinte a superfície horizontal é rugosa e possui coeficiente de atrito μ = 0,3. A aceleração dos blocos é de:

6- Um bloco de massa m = 10 kg é puxado por uma força horizontal F, de intensidade 30 N, sobre um plano horizontal, conforme a figura. O coeficiente de atrito entre o bloco e o plano é μ = 0,1 e g = 10 m/s2. Determine a aceleração adquirida pelo bloco.

7- Graças à força de atrito, podemos andar, sem escorregar, sobre certas superfícies. Suponha que entre a sola de seus sapatos e o piso de sua casa o coeficiente de atrito seja igual a 0,7 e que você pese 700 N. A força de atrito entre seus sapatos e o piso é maior, menor ou igual ao seu peso?

Plano Inclinado

De onde: 1- PT é o peso tangencial à superfície, também chamado de componente eficaz. 2- PN é o peso normal, ou seja, a reação normal da superfície de apoio.

Mas Cuidado!!!!!!!!
Quando calculamos a força de atrito, é importante observarmos que: 1- No plano horizontal, N = P = m.g 2- No plano inclinado, N = PN = P.cosθ

Exemplos de aplicação
1- Um corpo de massa 8 kg é abandonado sobre um plano inclinado cujo ângulo de elevação é 30°. O atrito entre o corpo e o plano é desprezível. Admitindo g = 10 m/s², determine: a) a aceleração do corpo b) a intensidade da reação normal de apoio Dado: sen 30º = 0,5 e cos 30º = 0,87 2- O plano inclinado é uma máquina simples que permite elevar um corpo com menor esforço. O bloco mostrado na figura tem massa igual a 20 kg e o coeficiente de atrito cinético, entre o bloco e o plano inclinado, vale 0,2.

Para fazer o bloco deslizar e subir o plano, um operário puxa a corda verticalmente para baixo, exercendo uma força F, como ilustrado. Considere desprezíveis as massas da corda e da polia e responda às seguintes questões: a) Qual o módulo de F, quando o bloco sobe o plano com velocidade constante? 152 N b) Qual o módulo de F necessário para que o bloco suba o plano com aceleração de 0,5 m/s2? 162 N (Considere g = 10 m/s2, sen θ = 0,6 e cos θ = 0,8.) Exercícios 1- (Efoa-MG) No esquema representado na figura, o bloco C tem massa de 0,5 kg e está em repouso sobre , o plano inclinado de 37° com a horizontal, preso pelo fio AB. Não há atrito entre o bloco e o plano.

(Dados: g = 10 m/s2; sen 37° = 0,6; cos 37° = 0,8.) a) Qual a tração exercida pelo fio? 3 N b) Cortando-se o fio, qual a aceleração adquirida pelo bloco? 6 m/s² 2- Um bloco de massa 20 kg é abandonado no ponto A de uma superfície inclinada sem atrito como ilustra a figura. Sabendo que g = 10 m/s2, calcule:

a) o módulo da aceleração do bloco; b) o módulo da força que a superfície faz sobre o bloco; c) o tempo gasto pelo bloco para ir de A até B. Dado: sen 30º = 0,5 e cos 30º = 0,87 3- Um bloco de massa 4,0 kg sobe uma superfície inclinada sem atrito, puxado por uma força F paralela ã superfície, como ilustra a figura ao lado. Sabendo que F = 44 N, calcule o módulo da aceleração do bloco.

A figura abaixo representa um corpo de massa igual a 60 kg sobre um plano inclinado sem atrito, numa região em que g = 10 m/s².

Dado: sen 30º = 0,5 e cos 30º = 0,87

5- (UF-BA) Qual o módulo de F, de modo que o corpo suba o plano inclinado, em movimento acelerado de aceleração 0,8 m/s2? 6- (UF-BA) Qual o módulo de F se o corpo estiver subindo com velocidade constante? 7- Determine o módulo da força F capaz de anular a componente eficaz que atua sobre o barril abaixo de peso igual a 300 N.

8- Um corpo de massa 10 kg sobe um plano inclinado com velocidade constante, sob a ação de uma força F, constante e paralela ao plano inclinado. O coeficiente de atrito dinâmico entre o corpo e o plano é 0,2. Qual é a intensidade de F? Dados: sen θ = 0,6; cos θ = 0,8; g = 10 m/s2. 9- Um corpo C de massa igual a 3 kg está em equilíbrio estático sobre um plano inclinado, suspenso por um fio de massa desprezível preso a uma mola fixa ao solo, como mostra a figura. O comprimento natural da mola (sem carga) é Lo = 1,2 m e, ao sustentar estaticamente o corpo, ela se distende, atingindo o comprimento L = 1,5 m. Os possíveis atritos podem ser desprezados. Sendo g = 10 m/s2, qual a constante elástica da mola? 50 N/m

10- Um corpo de massa igual a 4 kg é lançado ao longo de um plano inclinado, de baixo para cima, com a velocidade inicial de 40 m/s. O plano forma um guio de 30° com a horizontal. Depois de quanto tempo a velocidade do móvel será 7,5 m/s? Considere = 10 m/s2 e despreze os atritos. 6,5 s 11- Para o sistema esquematizado, os blocos A e B têm cada um massa igual a 10 kg. Despreze os atritos, considere o fio e a polia ideais e adote g = 10 m/s². Determine a aceleração dos blocos e a intensidade da força de tração no fio. Dado: sen 30° = 0,50.

12- Considere a ilustração abaixo:

São dados: mA = 4 kg mB = 6 kg mC = 10 kg g = 10 m/s2 sen 30º = 0,5 Determine a aceleração do movimento.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->