Fuzikawa Advogados

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA MINISTRA NANCY ANDRIGHI DA TERCEIRA TURMA DO COLENDO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PROCESSO: 2009/0100947-0 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.165.412

Relatora: Ministra NANCY ANDRIGHI

Agravante: Advogado: Agravada: Advogado:

PAULO MOTOMI AOYAGUI E OUTRO JULIO NOBUAKI FUZIKAWA E OUTROS MARIA HELENA PACHECO P. DO NASCIMENTO E SILVA BENTO RICARDO CORCHS DE PINHO E OUTROS

PAULO

MOTOMI

AOYAGUI

e

sua

esposa MARIA FUGIKAWA AOYAGUI, ambos já qualificados nos autos do AGRAVO DE INSTRUMENTO identificado em epígrafe, vêm, respeitosamente e de forma tempestiva, por seu advogado, com fulcro no artigo 545 do Código de Processo Civil e nos artigos 258 e 259 do Regimento Interno do STJ, interpor o presente

AGRAVO REGIMENTAL
, em virtude da Respeitável Decisão Monocrática que decidiu pelo não provimento do presente Agravo de Instrumento, pelos fatos e motivos que passa a expor:

Papel Reciclado

Rua João Adolfo, 300 ± Centro ± Itapetininga/SP ± (15) 3527-6371 Rua Dr. Fernando Costa, 1184 ± Centro ± São Miguel Arcanjo/SP ± (15) 3279-3013 E-mail: fuzikawa.advogados@uol.com.br Página 1 de 5

DA TEMPESTIVIDADE DO AGRAVO INTERNO A decisão que negou provimento ao Instrumento foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJe) do Superior Tribunal de Justiça. Fernando Costa. do dia 01/09/2009. no que se refere à alegação de inexistência de valor líquido a ser executado. 1184 ± Centro ± São Miguel Arcanjo/SP ± (15) 3279-3013 E-mail: fuzikawa. tempestivo o presente Agravo Interno. Rua João Adolfo. 300 ± Centro ± Itapetininga/SP ± (15) 3527-6371 Rua Dr. apesar da alegada incidência da Súmula 07 do STJ. e. disponibilizado em 31/08/2009. verifica-se na r.Fuzikawa Advogados 1. DOS FATOS MOTIVADORES DO AGRAVO DE INSTRUMENTO A Respeitável decisão monocrática se baseia na aplicação da Súmula 07 do STJ ao negar provimento ao presente Agravo de Instrumento: Alterar o decidido no acórdão impugnado.br Página 2 de 5 Papel Reciclado . terça-feira. logo. o próximo dia útil seria 08/09/2009.com. não ficou demonstrada de que maneira houve essa ocorrência. segunda-feira. exige o reexame de fatos e provas. sendo 07/09/2009. para tanto. na edição nº 430.advogados@uol. domingo. O qüinqüídio se dá no dia 06/09/2009. se utilizando. feriado nacional. de expressões genéricas. 2. vedado em recurso especial pela Súmula 7/STJ Insta salientar que apenas o reexame de provas é vedado pela Súmula 07 do STJ: A pretensão de simples reexame de prova não enseja recurso especial . Data máxima vênia. decisão recorrida que.

sem a qual não seria possível demonstrar a contrariedade à lei federal alegada. a não observância desse preceito acaba por abalar a segurança jurídica em nosso sistema processual. .advogados@uol. e. Recurso especial. baseando-se na preclusão consumada em relação aos cálculos apresentados por ela própria.A liquidação de sentença consiste em um processo de conhecimento preparatório ao da execução.br Página 3 de 5 Papel Reciclado . 1184 ± Centro ± São Miguel Arcanjo/SP ± (15) 3279-3013 E-mail: fuzikawa. Acórdão supra. Não-ocorrência. de forma tácita. Apesar de os AGRAVANTES estarem apresentando fatos ocorridos no processo. como apontado no V. 300 ± Centro ± Itapetininga/SP ± (15) 3527-6371 Rua Dr. Liquidação de sentença por arbitramento. Determinação judicial. pois. Constrição que não se justifica. necessário para o julgamento da presente demanda. não se trata de µREEXAME DE FATOS E PROVAS¶.com. passados 13 (treze) anos da elaboração do laudo pericial de arbitramento. mas sim. de µAFERIÇÃO DE FATO INCONTROVERSO¶. Inexigibilidade da parte ilíquida. Fernando Costa. Levantamento da parte líquida. A própria parte contrária nada dispõe sobre o assunto ao recorrer da decisão de 1ª instância. A não prolação da sentença de liquidação arbitrando os valores de início de execução tornará o título judicial eternamente ilíquido. O único intuito deste Agravo de Instrumento é atestar a correta vigência e/ou negativa de vigência dos artigos do CPC nele mencionados e em nenhum momento se cogitou qualquer tipo de reexame das provas. mas concordam. Rua João Adolfo.Fuzikawa Advogados É fato incontroverso que não existe sentença de liquidação arbitrando os valores para início da execução. já não são mais possíveis. impossível verificar qual é o valor de início da execução! Direito civil e processual. Penhora. que inexiste sentença de liquidação. que a essa altura. Execução. alegando não poderem mais ser objeto de questionamento.

portanto. só poderá ocorrer após o julgamento da liquidação. Fernando Costa. ocasião em que o título. enquanto que a sentença de liquidação lhe adiciona a liquidez e a conseqüente exigibilidade. DJ. . for ilíquida.O escopo do processo de execução é a busca da satisfação de um crédito.A sentença proferida no processo de conhecimento confere certeza ao direito do credor. ou parte dela. (g. . Terceira Turma. sem antes tornar o título exigível por meio da liquidação de sentença. que completa a atividade jurisdicional de conhecimento. §3º. Data do Julgamento: 09/03/2006.Se a condenação que deu origem ao título judicial. 300 ± Centro ± Itapetininga/SP ± (15) 3527-6371 Rua Dr. ocasião em que o título será então revestido de executoriedade e. . 620 do CPC).n. do Código de Processo Civil. 27/03/2006) .advogados@uol. ou entendendo que se encontram os fundamentos do artigo 544. com a determinação de sua remessa a esse Egrégio e Colendo Superior Tribunal de Justiça para a sua apreciação e julgamento. Decisão Monocrática dos Autos do Agravo de Instrumento. V. Recurso especial conhecido e provido. é medida excessivamente onerosa ao devedor.br Página 4 de 5 . (Recurso Especial. pela regra de que se faça pelo modo menos gravoso para o devedor (art. imperativo se mostra a liquidação.u. então revestido da certeza. Nº 758. . . DO PEDIDO Diante do exposto. liquidez e exigibilidade. contudo.A satisfação definitiva e final do crédito.Manter a penhora sobre a parte ilíquida da sentença. REsp. 1184 ± Centro ± São Miguel Arcanjo/SP ± (15) 3279-3013 E-mail: fuzikawa. requer-se: a) A reconsideração da R.) 3.Fuzikawa Advogados .com. inclusive as preparatórias.275/RJ. em casos tais. robustece o sistema processual da imprescindível e indeclinável segurança jurídica. permeado. passível de execução. admitindo-se o Recurso Especial interposto pelos AGRAVANTES. Superior Tribunal de Justiça. poderá ser cobrado na via executória. conhecer do agravo para dar provimento ao próprio Recurso Especial: Papel Reciclado Rua João Adolfo.O primado da observância das normas que regem o processo de execução. notadamente quando a parte líquida já foi levantada pelo credor.

De Itapetininga/SP para Brasília/DF. 300 ± Centro ± Itapetininga/SP ± (15) 3527-6371 Rua Dr.advogados@uol. Fernando Costa. _______________________ Julio Nobuaki Fuzikawa OAB/SP 212. Nestes termos. Pede deferimento. Data Maxima Venia.Fuzikawa Advogados b) Caso não seja esse o entendimento de Vossa Excelência.br Página 5 de 5 . Em 04 de setembro de 2009. que sejam os autos remetidos a julgamento por esse Egrégio Tribunal face a inegável contrariedade/negativa de vigência ao Código de Processo Civil em seus artigos 475-D.980 Papel Reciclado Rua João Adolfo.com. 467 e 473. 1184 ± Centro ± São Miguel Arcanjo/SP ± (15) 3279-3013 E-mail: fuzikawa. 245.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful