Você está na página 1de 3

Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Classificação:

E.B. 2.3 da Pampilhosa ___________


Ficha de Avaliação de Ciências Naturais
Nome___________________________________________________ O Professor:
____________
N.º ____ 9ºAno/Turma:____ Data ___/10/2008
Enc. Ed.:
_______________
I
1. Lê atentamente o texto seguinte:
A epidemia de cólera matou mais de 230 pessoas na Guiné-Bissau desde o princípio de Junho,
informaram as autoridades sanitárias de Bissau que registaram mais de 12 000 casos. Apesar do
abrandamento do número de novas pessoas infectadas, o número de vítimas mortais continua a
crescer diariamente. As autoridades sanitárias estão particularmente preocupadas com 20
doentes, maioritariamente jovens que «fugiram» do hospital de Bissau sem terem recebido alta e
que podem provocar o recrudescimento da epidemia.
A cólera é uma doença provocada pela bactéria Vibrio cholerae. É facilmente transmissível e é
típica da falta de higiene e saneamento e está, em geral, relacionada com elevados níveis de
pobreza e subdesenvolvimento das estruturas urbanas. A sua característica marcante é a diarreia
de fezes líquidas e abundantes, incontroláveis, e que podem atingir mais de oito litros por dia,
originando a morte por desidratação aguda e severa.
Expresso, 7 de Setembro de 2005

1.1. Identifica o agente infeccioso para a doença cólera.

1.2. A cólera é considerada uma epidemia. Justifica a afirmação.

1.3. Sugere duas medidas de prevenção primária para a cólera.

2. O texto que se segue diz respeito à mortalidade infantil, um dos indicadores do estado de saúde de
uma população.
“Em Portugal, no ano de 2001, a taxa de mortalidade infantil apresentou um valor de 5,0
permilagem enquanto que em 2000
TMI em Potugal
100 foi de 5,5 permilagem.
No âmbito das mudanças
80
demográficas ocorridas em
Permilagem

60 Portugal, nas 4 décadas


40 precedentes, é bastante
expressiva a baixa progressiva da
20
taxa de mortalidade infantil. Este
0 relevante indicador demográfico e
1960 1970 1980 1990 2000
social confirma a evolução positiva
Anos
das condições de vida em Portugal
no período referenciado.”

Indica a taxa de mortalidade infantil em Portugal:


em 1975.

em 2000.
1
3. Define saúde segundo a OMS.

II
Além do crescimento súbito, ocorrem outras alterações importantes na adolescência.

4. Dá dois exemplos de caracteres sexuais secundários nas raparigas.

5. Faz a correspondência entre cada afirmação e a chave seguinte:


CHAVE
Dimensão psicológica da sexualidade
Dimensão biológica da sexualidade
Dimensão sociocultural da sexualidade

Afirmações:
• Caracteres sexuais. _____________________________________________
• Inclui, por exemplo, os rituais de namoro e o tipo de casal.
_____________________________________________
• É determinada pelo facto de cada indivíduo nascer biologicamente sexuado.
_____________________________________________
• Inclui, por exemplo, sentimentos e fantasias.
_____________________________________________
• Dimensão relacionada apenas com o assegurar da continuidade da espécie.
_____________________________________________
• Inclui, por exemplo, os costumes e a moral. _____________________________________________

6. A figura seguinte é formada pelos esquemas A e B.


Esquema A Esquema B

6.1. Atribui um título a cada um dos esquemas A e B.

6.2. Faz a legenda do esquema A.

1- 5-
2- 6-
3- 7-
4- 8-
2
6.3. Ao contrário da mulher, o homem possui glândulas anexas.
6.3.1. Quais são?

6.3.2. Qual é a sua função destas glândulas?

6.4. Pode afirmar-se que a produção de espermatozóides ocorre: (transcreve a afirmação que
completa correctamente a frase)
desde o nascimento até à morte.
desde o nascimento até à puberdade.
desde a puberdade.
da puberdade até aos 50 anos.
_____________________________________________________________________

6.5. A função do canal deferente é: (transcreve a afirmação que completa correctamente a frase)
produzir espermatozóides.
produzir esperma.
transportar o embrião.
transportar os espermatozóides.
_____________________________________________________________________

6.6. Indica a função do escroto.

6.7. Relaciona a função dos testículos com o aparecimento da barba na puberdade.

6.8. Indica, por ordem, o caminho que os espermatozóides seguem desde o local da sua formação
até serem libertados para o exterior.

6.9. A figura ao lado representa um espermatozóide. Faz a sua legenda.

1 2

7. A mulher também produz células sexuais. Indica o caminho percorrido pelo gâmeta feminino,
desde o local onde é produzido até ser expelido para o exterior.

BOM TRABALHO!!!

Cristina Pinheiro
3